A China Como Futura Ameaça?

  • 268 Respostas
  • 64878 Visualizações
*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #255 em: Janeiro 29, 2021, 01:03:23 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #256 em: Janeiro 31, 2021, 03:36:26 pm »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 16768
  • Recebeu: 1612 vez(es)
  • Enviou: 1489 vez(es)
  • +255/-338
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #257 em: Fevereiro 05, 2021, 11:47:36 am »
Marine Corps looks at building 3 new Pacific regiments to counter China
Todd South

Throughout the next decade the Marine Corps may create as many as three Marine littoral regiments, all based in the Pacific to keep a continued presence to deter China.

Marine Corps Times first reported news of the Marine littoral regiment in January 2020. Through experimentation and wargaming, top Corps leaders are looking to the new formation specifically to support the dispersed expeditionary advanced base operations.

The Corps announced in May 2020 that the first Marine littoral regiment would be based out of Hawaii. The Marines expect to experiment with the formation’s components and employment during the next three years before finalizing the unit’s structure.

But the Corps could build as many as three Marine littoral regiments in the Pacific between now and 2030, Brig. Gen. Ben Watson, head of the Marine Corps Warfighting Lab, said at the National Defense Industrial Association’s annual Expeditionary Warfare Conference on Wednesday

The first Marine littoral regiment is expected to be at initial operational capability by fiscal year 2023, he said.

It will consist of a logistics unit, infantry battalion and an artillery battery at Marine Corps Base Hawaii. Elements of anti-air battalion will come from outside of Hawaii, officials said.

Current plans call for 3rd Marine Regiment, at Kaneohe Bay, Hawaii, to become 3rd Marine Littoral Regiment.

That will mean a regiment dispersed in small teams over a wide range, for now focused primarily on the western Pacific Ocean region, Watson said.

Marine Corps Combat Development Command leaders previously have said that the second and third Marine littoral regiments could be based out of Guam or Japan.

But the unit isn’t so tailored that it can’t be applied elsewhere.

Watson said such a formation would work well in “any sort of closed, contested littoral terrain,” such as the Balkans, the Persian Gulf, the Red Sea or Black Sea.

While the final design will take some time, Marines estimate that the Marine littoral regiment could be between half and two-thirds the size of a current infantry regiment. That would mean between 1,800 to 2,000 Marines in a Marine littoral regiment, while currently 3rd Marine Regiment, for example, has 3,400 Marines and sailors.

The Marine littoral regiment is “designed to provide the basis for employing multiple platoon-reinforced-size expeditionary advance base sites that can host and enable a variety of missions such as long-range anti-ship fires, forward arming and refueling of aircraft, intelligence, surveillance, and reconnaissance of key maritime terrain, and air-defense and early warning,” Marine Corps Combat Development Command said in an emailed statement in 2020.

As far as equipment goes, the Marines are looking to use the joint light tactical vehicle using the Navy Marine expeditionary interdiction system and pull from multiple missile options to sink ships. They will also use small, long-range landing craft for tactical mobility, Marine Corps Combat Development Command said.

https://www.marinecorpstimes.com/news/your-marine-corps/2021/02/04/marine-corps-looks-at-building-3-new-pacific-regiments-to-counter-china/
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #258 em: Fevereiro 09, 2021, 07:30:13 pm »
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #259 em: Fevereiro 09, 2021, 09:11:01 pm »
Pelo andar da carruagem, 2021 promete ser um ano intenso. Até os franceses enviaram para lá um submarino nuclear.
 

*

Daniel

  • Investigador
  • *****
  • 1910
  • Recebeu: 140 vez(es)
  • Enviou: 44 vez(es)
  • +192/-2585
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #260 em: Fevereiro 26, 2021, 10:56:38 am »
China vai reforçar o orçamento da Defesa
https://multinews.sapo.pt/sapo-atualidade/china-vai-reforcar-o-orcamento-da-defesa/?doing_wp_cron=1614336571.8077299594879150390625
Citar
A China prepara-se para reforçar o orçamento para a Defesa e deve anunciar esta medida a 5 de março, durante a tradicional abertura anual dos trabalhos parlamentares, segundo revelam especialistas em assuntos miliares, em declarações à Reuters.

“A China está a enfrentar uma situação em matéria de segurança externa que é a mais grave desde a Guerra da Coreia”, disse Ni Lexiong, professor aposentado da Universidade de Xangai.

O apoio e a venda de armas entre os EUA e Taiwan, a presença regular de porta-aviões da frota norte-americana no Pacífico ao largo da costa da China e a recente presença de um navio de guerra francês no Mar da China Meridional são as razões apresentadas pelos politólogos para este passo orçamental.

Ross Babbage, um membro não residente do Centro de Avaliações Estratégicas e Orçamentais com sede em Washington e ex-funcionário da Defesa australiana, foi ainda mais concreto e afirmou esperar um aumento de cerca de 7%. “Isso é menos do que algumas pessoas poderiam esperar e a razão é que a economia chinesa ainda não está em grande forma”, explicou Babbage à Reuters.

Apesar de a economia chinesa “ter sido a única a não sofrer contração com a pandemia e inclusive ter registado um crescimento de 2,1%”, de acordo com o Financial Times, tal aumento fica bem distante dos 8,4% esperados para o próximo resultado anual, de acordo com o Wall Street Journal.

Pequim ocupou no ano passado o terceiro lugar na lista dos países com maior poder militar, logo a seguir aos EUA.

Segundo uma pesquisa  desenvolvida pela plataforma Global Fire Power, Pequim tem 1.200 aeronaves de combate, 327 helicópteros e 79 submarinos, superando o Kremlin no capítulo do combate terrestre com 35.000 veículos blindados. Na tabela de investimento, a China é o número dois com 178.200.000.000 dólares (146.853.996.300€) destinados à Defesa, um aumento de investimento de 6,6% face ao ano anterior e a pior taxa de aumento em 30 anos de história militar chinesa, como refere a Bloomberg.
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #261 em: Março 16, 2021, 04:37:12 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #262 em: Março 28, 2021, 04:11:24 pm »
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4331
  • Recebeu: 404 vez(es)
  • Enviou: 518 vez(es)
  • +682/-555

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10105
  • Recebeu: 1380 vez(es)
  • Enviou: 3459 vez(es)
  • +207/-64
    • http://youtube.com/HSMW
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #264 em: Março 30, 2021, 12:05:49 am »
Impedir uma invasão de Taiwan é quase impossível.
Mas vai sair cara.

O objectivo aqui é arrastar o conflito e fazê-lo alastrar para outras zonas que não interessam à China, tal como a Coreia do Norte e a fronteira com a Índia.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 4386
  • Recebeu: 1100 vez(es)
  • Enviou: 247 vez(es)
  • +221/-189
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #265 em: Março 30, 2021, 12:51:52 am »
Também relembrar que se a China atacar primeiro, arrasta a grande maioria da comunidade internacional para o lado dos americanos.
A única razão para a China ainda não ter tentado a dita invasão, é porque sabe das consequências.

Taiwan por si só, cairia eventualmente, mas será um osso duro de roer, vai causar muitas baixas aos chineses, a nível de pessoal e de meios.
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #266 em: Março 30, 2021, 11:53:25 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #267 em: Abril 08, 2021, 04:05:17 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11974
  • Recebeu: 546 vez(es)
  • Enviou: 236 vez(es)
  • +93/-78
Re: A China Como Futura Ameaça?
« Responder #268 em: Abril 10, 2021, 06:20:03 pm »