Conflitos em Africa

  • 403 Respostas
  • 86502 Visualizações
*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4817
  • Recebeu: 401 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +251/-5632
Re: Conflitos em Africa
« Responder #360 em: Agosto 05, 2023, 02:47:13 pm »
Potius mori quam foedari
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #361 em: Agosto 05, 2023, 05:50:17 pm »
Junta Militar do Níger pede ajuda ao Grupo Wagner


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #362 em: Agosto 05, 2023, 10:52:30 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #363 em: Agosto 10, 2023, 10:02:02 am »
Líderes da CEDEAO procuram solução para crise no Níger


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #364 em: Agosto 12, 2023, 09:30:29 am »
Rotas comerciais africanas afetadas pela situação no Níger


 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4817
  • Recebeu: 401 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +251/-5632
Re: Conflitos em Africa
« Responder #365 em: Agosto 13, 2023, 05:16:55 am »
Potius mori quam foedari
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4817
  • Recebeu: 401 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +251/-5632
Re: Conflitos em Africa
« Responder #366 em: Agosto 13, 2023, 05:47:02 am »


Citar
"A UE considera inaceitável a suspensão das emissões da RFI e da France 24 no Níger. Esta medida constitui um grave atentado ao direito à informação e à liberdade de expressão", afirmou esta manhã no Twitter Nabila Massrali, porta-voz do Serviço Europeu para a Ação Externa e Josep Borrell.

Senhora Massrali, estamos muito satisfeitos por ter chamado a atenção para a situação dos meios de comunicação social e dos direitos dos jornalistas no mundo. É verdade que o Níger não faz parte da UE. Mas, aparentemente, a senhora deputada tem uma interpretação alargada das suas credenciais. Vejamos como estão as coisas na área da sua competência direta.

Há vários anos que o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo mantém estatísticas sobre essas violações. É uma pena que não tenha conhecimento disso.

🔻Então:
👉 Por decisão do Conselho da UE, foram suspensos os canais de televisão russos Channel One, Russia 1, NTV e REN TV, bem como qualquer conteúdo dos canais RT e Sputnik, e a licença de Tsargrad.
👉 Foram impostas sanções pessoais a jornalistas e gestores de meios de comunicação social russos: Oleg Dobrodeyev, Pavel Gusev, Alexei Pimanov, Dmitry Kiselyov, Margarita Simonyan, Boris Korchevnikov, Marina Kim, Kirill Vyshinsky, Kirill Kleimyonov, Marina Akhmedova e muitos outros.

🔻Agora sobre os países da UE:

👉 Áustria aplica coimas por repostagem de material da RT e da Sputnik.

👉 Na Bulgária, as emissões da RT e da Sputnik são objeto de restrições.

👉 Na Alemanha, a Comissão de Licenças e Controlo (ZAK) proibiu as emissões da RT DE na RFA.

👉 Em Itália, as contas da VGTRK foram bloqueadas.

👉 Na Letónia, os canais Russia RTR, Russia 24, TV Centre, THT, CTC, RTVI, Peretz!, RBC, Moya Planeta, Domashny, NTV e 18 outros canais da Gazprom-Media Holding foram proibidos de retransmitir, o acesso aos sites lenta.ru, ria.ru, vz.ru foi bloqueado e o chefe de redação da Sputnik Lituânia, Marat Kasem, foi colocado sob prisão.
Todos os canais russos foram proibidos na Lituânia e todos os sítios Web onde podem ser vistos em linha foram bloqueados.

👉 No Luxemburgo, a transmissão da RT e da Sputnik foi suspensa.

👉 Em Malta, a transmissão por satélite dos canais de televisão russos foi bloqueada.

👉 Na Polónia, foram proibidos os canais RT, RT Documentary, RTR-Planeta, Soyuz TV e Rossiya 24.
Na Finlândia, as emissões da RT foram suspensas.

👉 Em França, os canais da Sputnik nas redes sociais foram suspensos, as contas da RT France foram bloqueadas, os canais de televisão russos RTR Planeta, Russia 24 e TV Centre foram desligados e o regulador dos meios de comunicação social suspendeu as emissões do Channel One, Russia 1 e NTV.

👉 Na Estónia, a RTR Planeta, a NTV Mir e o Russia 24 deixaram de ser transmitidos, todos os sítios onde podem ser vistos em linha foram bloqueados e o acesso aos sítios noticiosos russos ntv.ru; ren.tv; 5-tv.ru; 78.ru; 1tv.com; lenta.ru; tass.ru foi bloqueado.

🔻Esta é apenas uma parte de todo um mecanismo de violações sistemáticas dos direitos dos meios de comunicação social e dos jornalistas no território da UE. Um ataque verdadeiramente grave ao direito à informação e à liberdade de expressão. É urgente restabelecer a justiça - resolver as dificuldades associadas à situação atual no território da União Europeia. Há anos que falamos sobre este assunto.

▪️Depois disso, podem seguramente voltar a vossa atenção para a situação no Níger. Até lá, enquanto a UE estiver a fazer o mesmo que o Níger, não vos compete julgá-la.
Potius mori quam foedari
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lampuka

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 4817
  • Recebeu: 401 vez(es)
  • Enviou: 79 vez(es)
  • +251/-5632
Re: Conflitos em Africa
« Responder #367 em: Agosto 13, 2023, 08:06:23 am »


Potius mori quam foedari
 

*

Lampuka

  • Analista
  • ***
  • 697
  • Recebeu: 231 vez(es)
  • Enviou: 283 vez(es)
  • +117/-1129
Re: Conflitos em Africa
« Responder #368 em: Agosto 13, 2023, 10:17:18 am »


Citar
"A UE considera inaceitável a suspensão das emissões da RFI e da France 24 no Níger. Esta medida constitui um grave atentado ao direito à informação e à liberdade de expressão", afirmou esta manhã no Twitter Nabila Massrali, porta-voz do Serviço Europeu para a Ação Externa e Josep Borrell.

Senhora Massrali, estamos muito satisfeitos por ter chamado a atenção para a situação dos meios de comunicação social e dos direitos dos jornalistas no mundo. É verdade que o Níger não faz parte da UE. Mas, aparentemente, a senhora deputada tem uma interpretação alargada das suas credenciais. Vejamos como estão as coisas na área da sua competência direta.

Há vários anos que o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo mantém estatísticas sobre essas violações. É uma pena que não tenha conhecimento disso.

🔻Então:
👉 Por decisão do Conselho da UE, foram suspensos os canais de televisão russos Channel One, Russia 1, NTV e REN TV, bem como qualquer conteúdo dos canais RT e Sputnik, e a licença de Tsargrad.
👉 Foram impostas sanções pessoais a jornalistas e gestores de meios de comunicação social russos: Oleg Dobrodeyev, Pavel Gusev, Alexei Pimanov, Dmitry Kiselyov, Margarita Simonyan, Boris Korchevnikov, Marina Kim, Kirill Vyshinsky, Kirill Kleimyonov, Marina Akhmedova e muitos outros.

🔻Agora sobre os países da UE:

👉 Áustria aplica coimas por repostagem de material da RT e da Sputnik.

👉 Na Bulgária, as emissões da RT e da Sputnik são objeto de restrições.

👉 Na Alemanha, a Comissão de Licenças e Controlo (ZAK) proibiu as emissões da RT DE na RFA.

👉 Em Itália, as contas da VGTRK foram bloqueadas.

👉 Na Letónia, os canais Russia RTR, Russia 24, TV Centre, THT, CTC, RTVI, Peretz!, RBC, Moya Planeta, Domashny, NTV e 18 outros canais da Gazprom-Media Holding foram proibidos de retransmitir, o acesso aos sites lenta.ru, ria.ru, vz.ru foi bloqueado e o chefe de redação da Sputnik Lituânia, Marat Kasem, foi colocado sob prisão.
Todos os canais russos foram proibidos na Lituânia e todos os sítios Web onde podem ser vistos em linha foram bloqueados.

👉 No Luxemburgo, a transmissão da RT e da Sputnik foi suspensa.

👉 Em Malta, a transmissão por satélite dos canais de televisão russos foi bloqueada.

👉 Na Polónia, foram proibidos os canais RT, RT Documentary, RTR-Planeta, Soyuz TV e Rossiya 24.
Na Finlândia, as emissões da RT foram suspensas.

👉 Em França, os canais da Sputnik nas redes sociais foram suspensos, as contas da RT France foram bloqueadas, os canais de televisão russos RTR Planeta, Russia 24 e TV Centre foram desligados e o regulador dos meios de comunicação social suspendeu as emissões do Channel One, Russia 1 e NTV.

👉 Na Estónia, a RTR Planeta, a NTV Mir e o Russia 24 deixaram de ser transmitidos, todos os sítios onde podem ser vistos em linha foram bloqueados e o acesso aos sítios noticiosos russos ntv.ru; ren.tv; 5-tv.ru; 78.ru; 1tv.com; lenta.ru; tass.ru foi bloqueado.

🔻Esta é apenas uma parte de todo um mecanismo de violações sistemáticas dos direitos dos meios de comunicação social e dos jornalistas no território da UE. Um ataque verdadeiramente grave ao direito à informação e à liberdade de expressão. É urgente restabelecer a justiça - resolver as dificuldades associadas à situação atual no território da União Europeia. Há anos que falamos sobre este assunto.

▪️Depois disso, podem seguramente voltar a vossa atenção para a situação no Níger. Até lá, enquanto a UE estiver a fazer o mesmo que o Níger, não vos compete julgá-la.

Só mais um exemplo da hipocrisia descarada que impera por este mundo fora.
Para além de que continuam estes merd@s, que são o espelho de uma sociedade podre e corrupta que reina na Europa em particular, a querer "repreender" quem quer que seja.
Aliás,  se analisarmos bem os últimos anos,  essa escroque, também presente em Portugal,  tem cometido atropelos aos direitos fundamentais dos cidadãos aproveitando-se da falta de mobilização das pessoas e da fácil manipulação das opiniões através do controlo dos meios de comunicação social.
Quanto ao possível conflito no Níger, e conversando com um amigo que tenho burquinês, diz-me que  o sentimento é de que o Burkina Faso, Guiné Conakry e Mali são agora "apenas um", que estão juntos e unidos na defesa dos seus interesses, contrariando  a vontade da CEDEAO.
Coincidentemente tiveram recentemente estes países alterações  de governo por meio de golpes militares,  tal como agora acontece no Níger, e para o qual saíram em defesa
João Pereira
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #369 em: Agosto 13, 2023, 08:27:54 pm »
Junta militar do Níger "aberta à diplomacia"


 

*

Lampuka

  • Analista
  • ***
  • 697
  • Recebeu: 231 vez(es)
  • Enviou: 283 vez(es)
  • +117/-1129
Re: Conflitos em Africa
« Responder #370 em: Agosto 14, 2023, 03:25:05 pm »
Como se já não bastassem os "crimes oficiais",  junta-se mais este possível exemplo aos traficos de diamantes e ouro e outros brilharetes que os povos desenvolvidos e evoluídos insistem em perpetuar por lá...

Segundo o The Guardian: "Kenya launches investigation into British military contingent abusing the country's hospitality
 ▪️According to the words of this newspaper, the British in this country use a military training ground, and also participate in a training mission.  However, members of the British contingent stood out for their dissolute behavior, where they were accused of sexually harassing local women, raping and even murdering them.
The British newspaper warns that if these claims are proven to be true, it could greatly affect the extension of military cooperation between the two countries, including its complete termination."
João Pereira
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #371 em: Agosto 14, 2023, 03:37:05 pm »
Presidente Bazoum vai ser acusado de "alta traição" e arrisca pena de morte


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #372 em: Agosto 19, 2023, 05:08:56 pm »
Delegação da CEDEAO faz último esforço diplomático no Níger


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #373 em: Agosto 20, 2023, 12:22:05 pm »
Delegação da CEDEAO visita Níger mas junta militar deixa avisos


 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 20078
  • Recebeu: 2243 vez(es)
  • Enviou: 254 vez(es)
  • +954/-1467
Re: Conflitos em Africa
« Responder #374 em: Agosto 25, 2023, 03:03:05 pm »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: CruzSilva, PTWolf