Combate a fogos pela F.A.P.

  • 1912 Respostas
  • 433345 Visualizações
*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10330/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #165 em: Julho 07, 2012, 12:08:11 pm »
Esqueci de ferir no post anterior

PARABEMS a quem arrumou de vez com os Canadir cl215 e os Dromadair/air trator.

A tripla prefeita de "cangalhos" seria juntar: Pumas/Canadair cl215/ Dromader .

Meios que desempanharam a sua missão , mas que actualmente o lugar deles é no museu. com os seus "maravilhosos" motores  radiais de pistom de 46 litros que bebiam mais oleo que  combustivel, tambem ele em extinção no mundo da aeronautica: Avgas 100ll

Na ultima epoca contra todos os padrões minimos de segurança, em algumas pistas  andaram a ser abastecidos diretamente de tambores de 200 litros, uma vez que só no aerodromo de Seia e que existe  tanques de AVGAS 100LL em quantidade soficiente
 

*

CASMURRO

  • 3
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #166 em: Julho 09, 2012, 12:19:03 am »
a minha foi na aviaçao:
como voluntario na força aeria, mecanico de material aerio, 1º cabo, na basae do montijo, onde aprendi  para a vida.
o aviao velho P2v5 de luta antisubmarina,que voa 24 horas com dois dry baytankes no porta bomba, voava com um motor.
qual aviao que venha deste que venha para portugal,ja tem muito uso,normalmente a remodelaçao e muito cara.com os Pe orion
deve ter sido igual, custaram 309 milhoes.
os c130, um belo aviao,mas voa
falam no Kc390,se for o da airbus e mais caro do que o novo hercules,onde vão arranjar dinheiro
paulo portas comprou dois submarinos,para que?   para fazer a vontade a almirantes
normalmente nestas aquisiçoes,anda dinheiro de luvas,um milhao ja fala para onde caiu,parece que faltam 35milhoes.
na alenanha ja foram condenados os da ferretal, na grecia parece que a justiça vai avançada, em portugal esta tudo em banho maria.
alguem pode explicar.
o segredo de justiça so serve para empatar,deixar que prescreva.
com os F16 e a mesmas historia, compram usados,depois o retrofit  sai mais caro.
com os helicopteros Merlin, não compraram manutençao,ficaram sem spares.
sai da força aeria, um ano depois entrei na Tap, manutençao de linha, aquilo que sou, devo a minha vida na aviaçao
depois de passar a reforma, trabalhei em lookedd tristar, dois anos, pena que ainda tenha a receber vencimentos, este e o pais que temos
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #167 em: Julho 21, 2012, 05:28:15 pm »
Citar
Apoio no combate aos incêndios

ALOUETTE III e C-130 em ações de coordenação e transporte


Um ALOUETTE III esteve hoje empenhado em missões de apoio ao combate aos incêndios na região do Algarve, efetuando várias ações de reconhecimento visual da área afetada.

No dia anterior duas destas aeronaves descolaram da Base Aérea Nº11 (BA11), em Beja, para apoiar as ações de coordenação das forças no terreno, que combatiam os incêndios no concelho de Tavira. Uma destas aeronaves foi empenhada no resgate do piloto de uma aeronave que combatia os incêndios e que terá amarado na Barragem do Roxo. O piloto foi recuperado, transportado para a BA11, e posteriormente observado por uma equipa médica da unidade.

Para além destas missões, um C-130 transportou, durante a manhã de quinta-feira, 83 homens para a Madeira, para apoiar no combate aos incêndios que deflagram na ilha. Destes elementos 8 fazem parte do Grupo de Comando da Associação Nacional da Proteção Civil e os restantes, divididos em 3 pelotões com 25 homens, constituem as forças do Grupo de Intervenção e Proteção e Socorro da GNR (GIPS), da Força Especial de Bombeiros e de  Bombeiros Voluntários de várias Corporações.

http://www.emfa.pt/www/noticia-107-apoi ... -incendios
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #168 em: Setembro 08, 2012, 02:22:26 am »
Citar
Meios aéreos e terrestres participam nas operações

ALIII, C-295, Bases Aéreas e máquinas de rasto empenhados


No dia 3 de setembro, a pedido da Autoridade Nacional de Protecção Civil, a Força Aérea empenhou o helicóptero ALOUETTE III (ALIII), pertencente à Esquadra 552 sediada na Base Aérea Nº11 – Beja, e o avião C-295M, pertencente à Esquadra 502 sediada na Base Aérea Nº6 – Montijo, para apoiar as operações de combate aos fogos florestais nas regiões de Ferreira do Zêzere e Águeda.

A missão das aeronaves da Força Aérea consistiu na realização de ações de reconhecimento visual, avaliação, coordenação aérea e apoio à decisão dos Comandantes de Operações de Socorro, dos referidos locais, para um emprego mais eficiente dos meios terrestres.

A participação do helicóptero ALIII prolongou-se para o dia 4 de setembro, sendo necessário a sua presença na região de Viseu para o apoio às operações em curso naquele distrito.

No âmbito destas missões foram totalizadas 16 horas de voo, a maioria perfeitas pelo ALIII.

Com a finalidade de apoiar o dispositivo nacional de combate a incêndios, também as Bases Aéreas Nº1 (Sintra), Nº5 (Monte Real) e Nº11 (Beja) estão a contribuir para o reabastecimento dos aviões da Protecção Civil. Os dois aviões Canadair franceses que vieram reforçar o dispositivo nacional encontram-se sediados na Base Aérea Nº5 e operam a partir desta Unidade para a zona de operações.

Ao nível de meios terrestres também foram empregues, para a região de Ourém e para a região de Viseu, 2 máquinas de rasto da Direção de Infra-Estruturas, operadas por uma equipa de 5 pessoas, que tiveram como missão criar aceiros.

http://www.emfa.pt/www/noticia-127-meio ... -operacoes
(com video)
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #169 em: Maio 03, 2013, 12:30:29 am »
Não tem a ver com combate a incêndios florestais, mas tem a ver com combate a fogos pela FAP :wink: .

Vídeo do curso OPSAS (bombeiros da Força Aérea) ...e bombeiros do Exército que estão em Tancos e foram à Força Aérea receber esta formação.

PS: Imagens chocantes para os amantes de Fiat G91 :mrgreen:

 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 12810
  • Recebeu: 3132 vez(es)
  • Enviou: 7684 vez(es)
  • +856/-1361
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #170 em: Maio 16, 2013, 05:11:35 pm »
Um exemplo de utilização do C-130.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1724
  • Recebeu: 416 vez(es)
  • Enviou: 361 vez(es)
  • +113/-45
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #171 em: Maio 17, 2013, 12:05:01 am »
Citação de: "HSMW"
Um exemplo de utilização do C-130.

Um video interessante...mas nos EUA C-130 é algo que não lhes falta e que eles usam para transporte aéreo tático além de outras missões, no nosso caso os velhotes são empregues em transporte aéreo estrategico, por serem escassos têm outra importância e certos riscos não se podem correr..
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10330/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #172 em: Maio 28, 2013, 09:23:13 am »
Para que C130 se um heli pesado descarrega mais agua em menos tempo? e pode estar hora e meia a efectuar descargas continuas!

 Bem......compravamos um reabastecedor  e faziam a recarga em voo  :mrgreen:
 
 em vez de combustivel abasteciam. calda retrdante  :mrgreen:
 
  depois os nossos são tão velhinhos que o provavel  era......

 
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #173 em: Maio 28, 2013, 05:29:24 pm »
Citação de: "chaimites"
depois os nossos são tão velhinhos que o provavel  era......

Não deve ser só a idade o factor essencial, os C-130 são de 1977, há muito avião a combater incêndios mais velho que isso, como os Catalinas e DC-6.
http://en.wikipedia.org/wiki/Aerial_fir ... Airtankers
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 11179
  • Recebeu: 2403 vez(es)
  • Enviou: 3369 vez(es)
  • +762/-1037
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #174 em: Maio 28, 2013, 05:32:45 pm »
Citação de: "chaimites"
Para que C130 se um heli pesado descarrega mais agua em menos tempo? e pode estar hora e meia a efectuar descargas continuas!

Chaimites, os países não são todos iguais, há países (EUA, Russia), que a floresta é tão extensa e sem nenhum aeródromo de apoio para os helicópteros operarem, tem que ser de avião e até tem bombeiros com treino de para-quedismo para serem lançados perto dos incêndios.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 5959
  • Recebeu: 6151 vez(es)
  • Enviou: 4091 vez(es)
  • +10098/-2672
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #175 em: Junho 10, 2013, 08:56:12 pm »
Este ano, para além dos já costumeiros Alouette III, a FAP participará na fase Charlie com um C-295M. Pelo que o texto dá a entender será uma aeronave da versão PG03.

 :arrow: http://www.emfa.pt/www/noticia-323


(Diferenças entre a versão PG02, de vigilância marítima, e PG03 de reconhecimento fotográfico, cartografia, etc:
http://www.emfa.pt/www/po/esquadra/link ... nhecimento)
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

"(...) Que, havendo por verdade o que dizia,
DE NADA A FORTE GENTE SE TEMIA
"

Luís Vaz de Camões (Os Lusíadas, Canto I - Estrofe 97)
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +10330/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #176 em: Junho 10, 2013, 10:53:25 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "chaimites"
Para que C130 se um heli pesado descarrega mais agua em menos tempo? e pode estar hora e meia a efectuar descargas continuas!

Chaimites, os países não são todos iguais, há países (EUA, Russia), que a floresta é tão extensa e sem nenhum aeródromo de apoio para os helicópteros operarem, tem que ser de avião e até tem bombeiros com treino de para-quedismo para serem lançados perto dos incêndios.

 
  100% de acordo!
 são avioes desadequados para a nossa realidade geografica, tal como o Beriev200 que andou ai á experiencia em 2006
 neste caso foi devido ao numero reduzido de pontos de scooping, grande altitude  e velocidade da descarga que pulverizava a agua que por vezes nem atingia o solo etc etc...

 Este video é promocional e foi realizado pela Beriev
 
 so para acrecentar mais um ponto
Os aviões bombardeiros pesados são utilizados preferencialmente onde não ha homens no terreno
a descarga  de agua  ou passagem a baixa altitude de um avião pesado sobre um incendeo pode ter efeitos contrarios ao pretendido
 A deslocação de uma grande massa de ar provocada pelo avião vai oxigenar o incendeo provocando efeitos muito violentos  e imprevisiveis na frente de fogo  inutilizando a propria descarga, tornndo-se muito perigoso para quem esta no terreno
 
Ha um video no youtube, muito bom, desse efeito provocado por um Beriev 200 em Mação

 reparem ... depois da passagem do avião e da descarga  a partir do minuto 0:40
 as chamas intensificam-se, tornando aquela descarga completamente inutil. e perigosa para quem esta no terreno. o fogo e alimentado pela grande massa de ar fresco (oxigeneo) arrastado pelo avião.

.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8972
  • Recebeu: 3465 vez(es)
  • Enviou: 1024 vez(es)
  • +4073/-6552
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #177 em: Agosto 29, 2013, 02:16:27 pm »
Citação de: "armando30"
Citação de: "Charlie Jaguar"
há-que racionalizar ainda mais porque o OE 2014 será de contenção, e tivemos uma vez mais de estender a mão e pedir auxílio a Espanha e França para nos cederem alguns Canadair, caso contrário o cenário seria ainda mais preocupante por esta altura. Enfim...

o que é de tão extraordinário de Portugal pedir alguns meios aéreos emprestados para combater os incêndios? quando é óbvio que não há dinheiro para os adquirir nós mesmos
Num pais que tem os Aviocar e os Pumas armazenados e em que a FAP de momento não faz combate activo a fogos? Absolutamente nada, aliás à dinheiro para isto tudo (http://www.parlamento.pt/oar/Documents/2013/OAR2013.pdf), agora para o combate a fogos e outras necessidades do pais ainda por cima quando há tantos privados no negócio do combate a incêndios... :shock:
Citação de: "armando30"
ainda houve um ano em que o governo alugou um número recorde de meios aéreos de combate a incêndios e mesmo assim tiveram que vir canadair de espanha e Itália para ajudar a apagar incêndios no nosso país
Nunca existiram nem existem meios suficientes para o combate a incêndios em POrtugal, tanto aéreos como terrestres. Se em vez de neste pais tudo ser uma prespectiva de negócio, fossem em caso de urgência os meios aéreos alugados colmatados com meios existentes seja na protecção civil ou na FAP em vez de se "pedir" (e pagar por esses pedidos, evidentemente) é que era. Mas quando não à interesse em formar pessoal e modificar ou adquirir meios é porque é demais evidente que quem ganha dinheiro com a desgraça dos outros o quer continuar a fazer.
 

"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7963
  • Recebeu: 1303 vez(es)
  • Enviou: 349 vez(es)
  • +5205/-237
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #178 em: Agosto 29, 2013, 05:40:54 pm »
Convém é não esquecer que os Aviocar e os Pumas são sucata com mais de 35 anos em cima...Só para os por a funcionar "minimamente" durante mais uns 4 ou 5 anos tinha de se injectar mais uns milhões de euros...e se aos Pumas ainda podia ser acoplado um balde para apagar incêndios, para que é que serviriam os Aviocar? Conseguem lançar água ou calda retardente como esse C-130 da imagem? Não me parece...
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 8972
  • Recebeu: 3465 vez(es)
  • Enviou: 1024 vez(es)
  • +4073/-6552
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #179 em: Agosto 29, 2013, 06:18:43 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Convém é não esquecer que os Aviocar e os Pumas são sucata com mais de 35 anos em cima...Só para os por a funcionar "minimamente" durante mais uns 4 ou 5 anos tinha de se injectar mais uns milhões de euros...e se aos Pumas ainda podia ser acoplado um balde para apagar incêndios, para que é que serviriam os Aviocar? Conseguem lançar água ou calda retardente como esse C-130 da imagem? Não me parece...

A titulo de exemplo na marinha portuguesa reparam-se corvetas e patrulhas com 40 anos a 45 milhões de euros... :wink:
Os Puma (que ao contrario da foto nunca foram usados em Portugal no combate a incendios) quando sairam de serviço tinham capacidade ao nivel da celula e da motorização para mais uns bons anos de serviço. Tanto mais que se falou em irem para o exercito ou mesmo para à protecção civil (esta postado o video que me fez referir os puma). Alguem não quis, talvez os mesmos que afastaram os C-130 do combate ao incêndios em prol dos meios privados mais eficazes que agora não chegam...
Quanto a "sucata voadora" e as capacidades de a adaptar ao combate a incêndios, é questão de perguntar aos americanos pois eles é que são especialistas nessa área. Transformam os novissimos Trackers, P-2, C-54,etc.
 
Citar
The Forest Service uses planes of all types and sizes—not just airtankers— to manage wildland fire. When fire activity is high, planes transport skilled fire crews—sometimes across the country—or deliver smokejumpers over fires in remote locations. Specially-equipped planes gather infrared imagery to help map fires. Fire managers in planes conduct “aerial supervision” over fires to safely guide and direct other aircraft responding to the fire.

In 1956, World War II bombers were converted to airtankers for wildland firefighting. Airtankers are fitted with tanks that carry large volumes of fire retardant to drop on a fire. Airtankers do not suppress fires, but they help firefighters on the ground by laying a line of retardant along the sides of a wildfire. The retardant temporarily cools the fire and slows it down. This gives firefighters time to construct a fireline to contain the fire. Airtanker pilots can vary the amount of retardant dropped on a fire to adjust to current fire behavior and the kinds of fuels that are burning. Airtankers normally carry up to 2550 gallons of retardant.






http://www.fs.fed.us/fire/aviation/airplanes/INDEX.HTML
http://www.fs.fed.us/fire/aviation/helicopters/index.html
« Última modificação: Agosto 30, 2013, 03:14:41 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/