Combate a fogos pela F.A.P.

  • 1270 Respostas
  • 243565 Visualizações
*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 1792
  • Recebeu: 269 vez(es)
  • Enviou: 232 vez(es)
  • +104/-148
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1170 em: Outubro 09, 2020, 01:42:00 am »
Era a altura ideal e justificação para comprar MQ-9 Reaper, como a Espanha, a Itália a França e a Bélgica, ah, nós somos "pobres".  ::) :N-icon-Axe:

Nos fizemos parte no "consórcio" dos MQ-9 em Espanha, mas por falta de dinheiro ficamos pelo caminho. O dinheiro gasto dava para fazer um grande projeto de drones a nível nacional. mas mais uma vez foi dinheiro mandado fora.

Ps: Vá mais ao menos, eles aceitaram o P-3 para fazer as mesmas missões do MQ-9.
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 6755
  • Recebeu: 1706 vez(es)
  • Enviou: 782 vez(es)
  • +2908/-1930
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8564
  • Recebeu: 3888 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +3491/-397
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1172 em: Outubro 09, 2020, 12:56:58 pm »
:mrgreen: :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:



https://www.pressreader.com/portugal/correio-da-manha-weekend/20190629/285177244800854

Cumprimentos

Ridículo, com apenas cinco helis, acredito mesmo que vão combater os FF, só mesmo para nos rirmos.

Abraços


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5212
  • Recebeu: 1606 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +333/-243
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1173 em: Outubro 09, 2020, 02:23:13 pm »
Era a altura ideal e justificação para comprar MQ-9 Reaper, como a Espanha, a Itália a França e a Bélgica, ah, nós somos "pobres".  ::) :N-icon-Axe:

Nos fizemos parte no "consórcio" dos MQ-9 em Espanha, mas por falta de dinheiro ficamos pelo caminho. O dinheiro gasto dava para fazer um grande projeto de drones a nível nacional. mas mais uma vez foi dinheiro mandado fora.

Ps: Vá mais ao menos, eles aceitaram o P-3 para fazer as mesmas missões do MQ-9.

Um grande projecto de drones a nível nacional? Não seriam UCAVs da mesma classe do Reaper com certeza. Alguém metia metade do dinheiro ao bolso, e no fim ficávamos com um UAV convencional, quanto muito algo da classe do AR5.

Desculpa lá, mas se para ter UAVs a sério, é preciso haver incêndios florestais, é de uma falta de inteligência brutal de quem manda, tanto a nível político como militar.  :o
Qual é  o ângulo do seu comentário?
- O que são para si "UAVs a sério" ...há tantas classes de UAV .... o que é o seu "sério"?
- para incêndios precisamos de "vigilância aérea" durante o periodo de incendios, podiamos alugar durante este periodo e como um serviço: UAV +  operador + data (menor risco, é o que tem menos investimento inicial), ou comprar UAVs, treinar pilotos, realizar as vigilâncias de indêncios  (maior risco, melhor relação custo benefício a longo prazo) e depois fora dos incêndios é uma capacidade disponivel das FAP? Questiona forma como foram contratados os UAV?.... como o Sr acha devia ser a forma "inteligente"? 

Antes desta "desculpa dos incêndios" só se usavam mini-UAVs. UAVs "a sério" é algo como os que acabaram por se adquirir, com mais autonomia e outras características. Mais complexos, por assim dizer.
E para esclarecer, países sem fogos florestais operam UAVs complexos, nós só não operámos até agora, porque não quisemos, nem é preciso haver incêndios para justificar a sua compra. Termos uma das maiores ZEEs da Europa (e do mundo) é por si só razão mais que suficiente para os comprar, por isso acho um absurdo esta ideia de "dar graças aos fogos florestais por terem permitido comprar UAVs". Resumindo, é falta de inteligência ninguém ter sido capaz de perceber e explicar como é que os UAVs são úteis.
 

*

zawevo

  • Perito
  • **
  • 380
  • Recebeu: 222 vez(es)
  • Enviou: 46 vez(es)
  • +94/-2198
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1174 em: Outubro 09, 2020, 06:26:43 pm »
FORÇA AÉREA REALIZA VOO NOTURNO COM AERONAVE NÃO TRIPULADA VTOL

A Força Aérea realizou ontem, dia 7 de outubro,  a partir da Base Aérea N.º11 (BA11) , em Beja, um voo noturno com uma aeronave não tripulada de descolagem e aterragem vertical (VTOL), durante o qual monitorizou um incêndio até  à sua extinção.

A cobertura da zona sul do país continua a ser garantida, da BA11, por uma aeronave não tripulada de asa fixa, com voos de duração superior a 7 horas.

https://www.emfa.pt/noticia-3106-?fbclid=IwAR0MM5Sxd8-5BoPbkKUNs4qmwg7Mj5I6Ww5q8R47OAuD59xQFrUsl8Zm0OI

Um filme

Tenho a impressão que anda muita desinformação pelos jornais.
 

*

otolip

  • Membro
  • *
  • 3
  • +0/-0
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1175 em: Outubro 10, 2020, 12:05:22 pm »
Também sou dessa opinião.
Deve haver interesses menos claros, eventualmente para denegrir a FAP.
Julgo que deve ser no inicio do próximo ano que termina a comissão do actual CEMGFA, seguindo-se no cargo (de forma rotativa) o actual CEMFA.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5212
  • Recebeu: 1606 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +333/-243
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1176 em: Outubro 10, 2020, 12:32:30 pm »
Mas também foram os jornais que vieram com títulos todos pomposos sobre a empresa portuguesa ter batido os gigantes internacionais... Portanto a desinformação vai para os dois lados.
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8564
  • Recebeu: 3888 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +3491/-397
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1177 em: Outubro 11, 2020, 11:05:21 am »
Os conhecimentos técnicos do nosso jornalixo no que concerne aos sistemas de combate e não só das FFAA, são muito respeitados por esse mundo fora,  como tal um pouco de contra informação vem mesmo a calhar, pois matam dois coelhos de uma assentada, interna e externamente
falando claro.

Já nem refiro o jeitaço que artigos dessa natureza dão ao MDN, isto é do melhor, significa que Portugal aposta, e muito, mas pouco sabemos nós, em investimentos nas suas FFAA.

Abraços
« Última modificação: Outubro 11, 2020, 01:14:10 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5212
  • Recebeu: 1606 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +333/-243
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1178 em: Outubro 17, 2020, 12:55:59 am »
Segundo se diz, as células dos nossos Pumas já estão mais que desgastadas, não fazendo qualquer sentido a sua "recuperação". Além de que é um helicóptero velho, para ir "evacuar" em cenários com possíveis MANPADS, era preciso upgrades além do "tirar do do caixote e montar novamente". Negócio com os romenos, para quê? Porquê limitar as opções? E é preciso relembrar que a venda dos F-16 deu-se para haver dinheiro para manter e operar a restante frota e que portanto nunca seria possível fazer uma "troca directa"?

É muito mais fácil fazer um concurso normal, com requisitos e orçamento a sério (e não este orçamento inconcebível), e adquirir o ou os helicópteros que melhor se adeqúem às necessidades. Digo "os" porque se debate se, nestas missões que são mais COIN que outra coisa, faz sentido ter apenas um héli de transporte, ou se também é necessário algo mais musculado. E neste aspecto, nada no mercado de "novos" consegue fazer isto tudo e encaixar no orçamento, por outro lado, nos usados, talvez se conseguisse a dupla AH-1Z/UH-1Y (partilham mais de 80% dos componentes) por um preço favorável.

Citar
5xF16 para Roménia (ou ainda extender a mais unidades) (proveitos, a pagar pela roménia);

Melhor não inventar, a frota de F-16 já atingiu o mínimo de unidades. Mais um bocado e ficamos sem caças.
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5212
  • Recebeu: 1606 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +333/-243
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1179 em: Outubro 17, 2020, 09:18:21 pm »
Segundo se diz, as células dos nossos Pumas já estão mais que desgastadas, não fazendo qualquer sentido a sua "recuperação". Além de que é um helicóptero velho, para ir "evacuar" em cenários com possíveis MANPADS, era preciso upgrades além do "tirar do do caixote e montar novamente". Negócio com os romenos, para quê? Porquê limitar as opções? E é preciso relembrar que a venda dos F-16 deu-se para haver dinheiro para manter e operar a restante frota e que portanto nunca seria possível fazer uma "troca directa"?

É muito mais fácil fazer um concurso normal, com requisitos e orçamento a sério (e não este orçamento inconcebível), e adquirir o ou os helicópteros que melhor se adeqúem às necessidades. Digo "os" porque se debate se, nestas missões que são mais COIN que outra coisa, faz sentido ter apenas um héli de transporte, ou se também é necessário algo mais musculado. E neste aspecto, nada no mercado de "novos" consegue fazer isto tudo e encaixar no orçamento, por outro lado, nos usados, talvez se conseguisse a dupla AH-1Z/UH-1Y (partilham mais de 80% dos componentes) por um preço favorável.

Citar
5xF16 para Roménia (ou ainda extender a mais unidades) (proveitos, a pagar pela roménia);

Melhor não inventar, a frota de F-16 já atingiu o mínimo de unidades. Mais um bocado e ficamos sem caças.

Não entendeu o meu racional, os Airframes F16 MLU para FAR, nunca seriam Airframes F16 FAP, seria estocados da USAF (acho que foi a abordagem do últimos 5x da extensão do projecto).

Se não estou em erro, os últimos 5 eram da FAP, e a FAP teve de ir buscar mais células ao AMARG para fazer o upgrade e fixar o número nos actuais 28. Ir buscar células para modernizar e vender já foi falado, pelo menos aqui, mas certamente iria depender da autorização dos americanos em primeiro lugar, o que por si só podia complicar a coisa. Mas toda a ideia é desnecessariamente complicada, com muitas variáveis à mistura.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7359
  • Recebeu: 731 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +790/-9

*

MATRA

  • Perito
  • **
  • 559
  • Recebeu: 228 vez(es)
  • Enviou: 668 vez(es)
  • +50/-12
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1181 em: Novembro 12, 2020, 03:36:42 pm »
Gostei particularmente do Hind como representativo do HEBM/P. Com certeza uma boa escolha para duplo uso.

An appeaser is one who feeds a crocodile — hoping it will eat him last.
Sir Winston Churchill
Democracies aren’t overthrown; they’re given away
George Lucas, 2005
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 5212
  • Recebeu: 1606 vez(es)
  • Enviou: 402 vez(es)
  • +333/-243
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1182 em: Novembro 12, 2020, 04:22:20 pm »
Será que se referiam aos Kamov, mas enganaram-se no modelo de héli russo?  :mrgreen:
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7359
  • Recebeu: 731 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +790/-9
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1183 em: Novembro 12, 2020, 09:35:37 pm »
Gostei particularmente do Hind como representativo do HEBM/P. Com certeza uma boa escolha para duplo uso.



Triplo uso...também faz SAR e patrulha marítima  :mrgreen:

 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8564
  • Recebeu: 3888 vez(es)
  • Enviou: 2648 vez(es)
  • +3491/-397
Re: Combate a fogos pela F.A.P.
« Responder #1184 em: Novembro 12, 2020, 10:15:35 pm »
Gostei particularmente do Hind como representativo do HEBM/P. Com certeza uma boa escolha para duplo uso.



Triplo uso...também faz SAR e patrulha marítima  :mrgreen:



quem é o autor deste trabalho ??
Cor PilAv FCosta ??
Interessante


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW