Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)

  • 100 Respostas
  • 10351 Visualizações
*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4859
  • Recebeu: 3345 vez(es)
  • Enviou: 5973 vez(es)
  • +4412/-172
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #90 em: Dezembro 19, 2021, 11:15:19 pm »
No entanto, segundo a notícia, até um oficial da Guarda –– com responsabilidades em formação ––, admite que a formação prestada à guarnição foi insuficiente.
Talent de ne rien faire
 

*

Trafaria

  • Investigador
  • *****
  • 2116
  • Recebeu: 136 vez(es)
  • Enviou: 109 vez(es)
  • +54/-0
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #91 em: Dezembro 20, 2021, 04:30:00 am »
Sim, também li. Porém, uma coisa é a falta de formação, a existir, resolve-se ministrando-a.
Outra é a incapacidade, como alguns, supostamente inteligentes e com estrelas de almirante, pretendem fazer crer.

Na imagem uma vedeta da PMF - Macau na qual tive o privilégio de embarcar; comandada pelo subchefe Paulo Lei.
::..Trafaria..::
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9753
  • Recebeu: 1725 vez(es)
  • Enviou: 2112 vez(es)
  • +322/-284
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #92 em: Dezembro 21, 2021, 01:08:40 pm »
É que não é só ter formação, também existe a experiência, uma coisa é teres 2 ou 2 ou 3 gajos novos e o resto tem 5 anos, 10 anos, etc de experiência.

Outra coisa é serem todos novos, o artigo refere que eles tem apenas 3 ou 4 meses de formação.
Claro que toda a gente pode errar, mas quem tem experiência é menos provável.

Por isso até achava bem o pessoal da Guarda navegar com a Marinha para se sentir à vontade e aprender as manhas do mar, como os tais dois anos indicados no artigo, mas parece que nenhuma das partes quis isso, a Guarda não queria pedir "favores" e a Marinha queria ver a Guarda a "meter os pés", a única coisa positica é saber que ainda há pessoas que tentam contrariar isso dentro da Guarda e noutras instituições.

O governo/ministérios é que também não conversam entre si, como neste caso a Marinha sente que vai "ficar a perder" reage assim. Se o governo se comprometesse com a Marinha que mesmo com a redução de meios, que não diminuem o orçamento do ramo e que isso vai permitir melhores meios oceânicos, NPO, fragatas, reabastecedor, etc, talvez a atitude fosse diferente.

A Guarda não sei bem como convencer, pois os seus elementos tiveram formação, depende muito da sensibilidade de quem está nas posições de tomada de decisão, mas como foi pago pela UE, tambem ninguém se importa muito.
« Última modificação: Dezembro 21, 2021, 01:28:27 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

CruzSilva

  • Perito
  • **
  • 316
  • Recebeu: 167 vez(es)
  • Enviou: 807 vez(es)
  • +154/-43
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #93 em: Dezembro 29, 2021, 03:01:54 pm »
Uma embarcação topo escavacada em tempo recorde...
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 9480
  • Recebeu: 4701 vez(es)
  • Enviou: 3390 vez(es)
  • +4412/-1010
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #94 em: Dezembro 29, 2021, 08:08:10 pm »
Ora bem assim vai a GNR, haja dinheiro, o contribuinte PAGA !!!!

https://www.noticiasaominuto.com/pais/1900867/lancha-bojador-encalhou-devido-a-falha-humana-concluiu-gnr

Abraços
« Última modificação: Dezembro 29, 2021, 08:09:59 pm por tenente »
Quando um Povo/Governo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9753
  • Recebeu: 1725 vez(es)
  • Enviou: 2112 vez(es)
  • +322/-284
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #95 em: Dezembro 29, 2021, 10:37:19 pm »
E quem se lixa é o mexilhão.
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 890
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 48 vez(es)
  • +21/-9
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #96 em: Dezembro 30, 2021, 01:10:06 pm »
E quem se lixa é o mexilhão.
Finalmente alguém que pensa nos mexilhões coitaditos que estavam a fazer a sua vidinha na rocha e !pumba! lancha da GNR em cima deles.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 9753
  • Recebeu: 1725 vez(es)
  • Enviou: 2112 vez(es)
  • +322/-284
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #97 em: Dezembro 30, 2021, 03:48:16 pm »
 :mrgreen: boa.

Eu queria dizer que dos maiorais não se houve falar em ter culpas, é só nos guardas-marinheiros.
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 890
  • Recebeu: 92 vez(es)
  • Enviou: 48 vez(es)
  • +21/-9
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #98 em: Fevereiro 10, 2022, 02:52:10 pm »
Resolução do Conselho de Ministros n.º 24/2022

Sumário: Autoriza a reprogramação dos encargos plurianuais relativos à aquisição pela Guarda Nacional Republicana de um Coastal Patrol Vessel e de três Coastal Patrol Boats.


No âmbito do controlo fronteiriço, a Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR) é responsável pelo cumprimento da missão da Guarda Nacional Republicana (GNR) em toda a extensão da costa e no mar territorial. Esta unidade especializada tem competências específicas na vigilância, patrulhamento e interceção terrestre ou marítima em toda a costa e mar territorial do continente e das regiões autónomas.


Compete também à UCC-GNR alojar e operar o Centro Nacional de Coordenação do European Border Surveillance system (EUROSUR), assim como a incumbência de gerir e operar o Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo, que se encontra distribuído ao longo da orla marítima.


O recorte costeiro e certas áreas sensíveis determinam a extrema necessidade de reforço de observação em embarcações próprias para o patrulhamento marítimo.


A aquisição de meios que permitam operar, de forma suplementar, nas circunstâncias referidas, amplia a capacidade de vigilância e deteção, potenciando mais e melhor controlo das atividades de vigilância da fronteira externa.


A aprovação do Fundo para a Segurança Interna (FSI), visando a aquisição de equipamento a empenhar em missões da Agência Europeia da Guarda de Fronteira e Costeira (FRONTEX), determinou à UCC-GNR um conjunto de ações específicas tendo em vista a aquisição de embarcação para patrulhamento costeiro.


Nesse sentido, a GNR foi autorizada a assumir os encargos orçamentais e a realizar as despesas inerentes à aquisição de uma embarcação Coastal Patrol Vessel e três embarcações Coastal Patrol Boats através da Resolução do Conselho de Ministros n.º 169/2018, de 11 de dezembro, e ao abrigo do projeto cofinanciado pelo FSI «PT/2018/FSI/306 - Aquisição de embarcações (ações específicas)».


Face à impossibilidade do cumprimento da execução financeira e material relativamente às três embarcações Coastal Patrol Boats, de acordo com o escalonamento da despesa previsto e constante na Resolução do Conselho de Ministros n.º 169/2018, de 11 de dezembro, na sua redação atual, torna-se necessário proceder à reprogramação plurianual da respetiva despesa.


Assim:


Nos termos da alínea e) do n.º 1 do artigo 17.º e do n.º 1 do artigo 22.º do Decreto-Lei n.º 197/99, de 8 de junho, na sua redação atual, da alínea a) do n.º 1 do artigo 20.º, dos n.os 1 e 3 do artigo 36.º e dos artigos 38.º e 109.º do Código dos Contratos Públicos, aprovado em anexo ao Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de janeiro, na sua redação atual, da alínea a) do n.º 1 do artigo 6.º da Lei n.º 8/2012, de 21 de fevereiro, na sua redação atual, do n.º 1 do artigo 11.º do Decreto-Lei n.º 127/2012, de 21 de junho, na sua redação atual, dos artigos 44.º e 46.º do Código do Procedimento Administrativo, aprovado em anexo ao Decreto-Lei n.º 4/2015, de 7 de janeiro, na sua redação atual, e da alínea g) do artigo 199.º da Constituição, o Conselho de Ministros resolve:


1 - Alterar os n.os 1 a 4 da Resolução do Conselho de Ministros n.º 169/2018, de 11 de dezembro, na sua redação atual, com a seguinte redação:


«1 - Autorizar a realização da despesa relativa à aquisição de um Coastal Patrol Vessel e de três Coastal Patrol Boats, para guarnecer os meios navais da Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR), para os anos de 2020, 2021 e 2022, até ao montante global máximo de (euro) 8 699 000,00, ao qual acresce o IVA à taxa legal em vigor, com recurso ao procedimento pré-contratual de concurso público, com publicação de anúncio no Jornal Oficial da União Europeia.


2 - [...]


a) [...]


b) 2021 - (euro) 948 725,00;


c) 2022 - (euro) 450 000,00.


3 - [...]


a) [...]


b) 2021 - (euro) 2 846 175,00;


c) 2022 - (euro) 1 350 000,00.


4 - Determinar que as importâncias fixadas para cada ano económico podem ser acrescidas do saldo que se apurar no ano que lhe antecede.»


2 - Estabelecer que a presente resolução produz efeitos a partir da data da sua aprovação.


Presidência do Conselho de Ministros, 3 de fevereiro de 2022. - Pelo Primeiro-Ministro, Pedro Gramaxo de Carvalho Siza Vieira, Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.
 

*

Barlovento

  • Perito
  • **
  • 388
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 101 vez(es)
  • +132/-88

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17219
  • Recebeu: 1866 vez(es)
  • Enviou: 1653 vez(es)
  • +310/-1506
Re: Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (UCC-GNR)
« Responder #100 em: Julho 30, 2022, 02:24:23 pm »
https://fb.watch/eAW4QfAFrp/

Regresso da Lancha de Patrulhamento Costeiro Bojador após missão em Itália
Chegou hoje a Lisboa a Lancha de Patrulhamento Costeiro “Bojador”, da Unidade de Controlo Costeiro da GNR, bem como a respetiva guarnição, após o término da sua participação na Operação Conjunta “THEMIS 2022”, na Sardenha, Itália.
Durante os 113 dias de missão, de 23 de março a 14 de julho de 2022, foram navegadas mais de mil horas e percorridas cerca de 6500 milhas náuticas, tendo ainda sido resgatados 48 migrantes em pleno mar mediterrâneo e apreendidas cinco embarcações que tentaram efetuar a travessia para a Europa.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, HSMW