Exército da Estónia

  • 23 Respostas
  • 3354 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +3635/-441
Re: Exército da Estónia
« Responder #15 em: Agosto 31, 2021, 11:59:22 am »
Milrem Robotics to support upgrade of CV90 tracked armored IFVs of Estonian army

According to information released on August 31, 2021, the European leading robotics and autonomous systems developer Milrem Robotics will support the upgrade of the Estonian Defence Forces CV90 Infantry Fighting Vehicles with engineering expertise as part of a consortium led by Go Craft and Scania Estonia.


Estonian army CV90 tracked armored IFV Infantry Fighting Vehicle. (Picture source Estonia MoD)

In June 2021, the Estonian Centre of Defence Investment awarded Go Craft and Scania Estonia a 29,3 MEUR contract for upgrading 37 CV90 vehicles procured from Norway in 2016.
Over the next two years, the companies with the support of Milrem Robotics will refurbish all 37 CV90's and convert 31 into different types of supporting vehicles, including fire support, engineering, and anti-tank roles, specifically based on the need of the Estonian Defence Forces 1st Infantry Brigade Scouts Battalion.

Milrem Robotics provides expertise in engineering, manages prototyping of the end products, prepares operator and maintenance-oriented documents as well as conducts operator and maintenance-oriented training.

"Milrem Robotics has developed extensive engineering competence over the last 8 years. We have a strong team in the Nordic countries with competence not only in autonomous navigation, but as well in hybrid drive, electrical and mechanical engineering, and systems integration. The Type-X Robotic Combat Vehicle is proof of these competencies. This CV90 project is a good example that we can work with more traditional and manned vehicles as well," said Kuldar Väärsi, CEO of Milrem Robotics.

"Entrusting Go Craft with this technically extremely demanding work is a great recognition of our work so far and we take the responsibility seriously. As the technical task and work effort in the given time frame is ambitious, we have supplemented our team and chosen sub-contractors to support our mission. Milrem Robotics was the best choice to lead the mechanical engineering process to make the final design with the needed and chosen components according to all military standards and as ergonomic and user friendly," said Tormis Saar, Head of Military Field in Go Craft.

„The CV90 support vehicles rebuild program is the most complicated engineering project entrusted to the Estonian defense industry. This fact illustrates the maturity of our industry to handle large-scale and complex defense projects. Milrem Robotics can definitely be considered as a flagship of those industrial capabilities and we are waiting forward to cooperate with them during the design phase of the project," said Ivar Janson, Strategic Category Manager for Armoured Vehicles at the ECDI.

Milrem Robotics is the European leading robotics and autonomous systems developer and systems integrator. The company is mostly known for its THeMIS Unmanned Ground Vehicle intended to support dismounted troops and the Type-X Robotic Combat Vehicle, a wingman for mechanized units.

Milrem Robotics is the leader of a consortium that was awarded 30,6 MEUR from the European Commission's European Defence Industrial Development Programme (EDIDP) to develop a European standardized unmanned ground system (UGS).

During the project, titled iMUGS, modular and scalable architecture for hybrid manned-unmanned systems will be developed to standardize a European wide ecosystem for aerial and ground platforms, command, control and communication equipment, sensors, payloads, and algorithms

https://www.thefifthcolumn.xyz/forum/land-warfare/251-tracked-armour/page3

Abraços
« Última modificação: Agosto 31, 2021, 12:03:11 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +3635/-441
Re: Exército da Estónia
« Responder #16 em: Agosto 31, 2021, 12:14:28 pm »
Somando as viaturas Holandesas e as Norueguesas, a Estónia tem presentemente, ao serviço, 83  CV9035/40 !

https://www.defence24.com/norwegian-cv-90-infantry-fighting-vehicles-headed-to-estonia

Abraços
« Última modificação: Agosto 31, 2021, 12:22:02 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10724
  • Recebeu: 1660 vez(es)
  • Enviou: 4485 vez(es)
  • +266/-132
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Exército da Estónia
« Responder #17 em: Agosto 31, 2021, 04:13:00 pm »
Isso dava para criar uma força aérea com quantos F-16?
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +3635/-441
Re: Exército da Estónia
« Responder #18 em: Agosto 31, 2021, 05:24:41 pm »
Para quantos F's dariam os milhões que gastaram nos 84 CV90, não sei, mas se calhar dariam para comprar uns quantos e equipá-los bem melhor que os nossos, e escusavamos de andar por lá a estoirar HV's.

O que sei, e como estamos a falar do Exército, é que com 6500 efectivos eles tem duas brigadas operacionais e nenhuma delas está pior equipada que qualquer uma das nossas três, tendo o nosso Exército, um efectivo de cerca do dobro do deles.

O orçamento anual de Defesa, da Estónia é de 645M, 20% do nosso !!



Abraços
« Última modificação: Agosto 31, 2021, 05:37:27 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1790
  • Recebeu: 491 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Exército da Estónia
« Responder #19 em: Agosto 31, 2021, 05:57:35 pm »
Para quantos F's dariam os milhões que gastaram nos 84 CV90, não sei, mas se calhar dariam para comprar uns quantos e equipá-los bem melhor que os nossos, e escusavamos de andar por lá a estoirar HV's.


Desconfio que se não fossem as "NATO Air Policing" os nossos pilotos iam ter dificuldades em fazer HV´s... eu vejo isto como treino pago pela NATO - presumo que paguem, claro.
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4323
  • Recebeu: 2693 vez(es)
  • Enviou: 4727 vez(es)
  • +3635/-141
Re: Exército da Estónia
« Responder #20 em: Setembro 04, 2021, 01:15:47 am »
A única coisa que não devemos pagar é o jet fuel — tudo o resto é pago pelo contribuinte português. Aliás, dadas as características da NATO, não vejo porque razão deveríamos ser pagos para participar no esforço comum de defesa.
Talent de ne rien faire
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8582
  • Recebeu: 3906 vez(es)
  • Enviou: 2673 vez(es)
  • +3635/-441
Re: Exército da Estónia
« Responder #21 em: Setembro 04, 2021, 11:59:03 am »
o Tuga só acha que a NATO existe para nos ajudar nas situações de escassez de meios e ou em situações de conflito.
Quando é necessário comparticipar, na defesa de outras Nações, é bom que haja quem pague, as despesas dos nossos Militares e equipamentos utilizados.

É a nova definição/significado da palavra solidariedade, para esta nova vaga, de gente esperta e sabedora.

Lembra-me a atitude deste DesGoverno, quando, por exemplo, recentemente,  ocorreram situações de calamidade na, Alemanha, Grécia, Turquia......é para ajudar ???? então faz-se cego e surdo, só acorda, para estender a mão, quando tem de pedir auxílio para os nossos FF, por exemplo.

Abraços
« Última modificação: Setembro 04, 2021, 12:02:58 pm por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 1790
  • Recebeu: 491 vez(es)
  • Enviou: 1596 vez(es)
  • +260/-15
Re: Exército da Estónia
« Responder #22 em: Setembro 04, 2021, 12:59:44 pm »
A única coisa que não devemos pagar é o jet fuel — tudo o resto é pago pelo contribuinte português. Aliás, dadas as características da NATO, não vejo porque razão deveríamos ser pagos para participar no esforço comum de defesa.

O que já uma ajuda, mesmo tendo em conta o custo adicional de deslocação estadia... porque, tendo em conta o nosso (des)governo, a nossa falta de atenção à Defesa, estranho tanta participação nas "NATO Air Policing" - mas talvez estejamos a fazer o mínimo obrigatório a um membro NATO, não sei. Ao menos treinamos...
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 4323
  • Recebeu: 2693 vez(es)
  • Enviou: 4727 vez(es)
  • +3635/-141
Re: Exército da Estónia
« Responder #23 em: Setembro 05, 2021, 07:56:20 am »
Também não devemos pagar alojamento e comida. Mas é tudo recíproco: quando americanos, belgas, holandeses e outros vão para Monte Real, ou Beja, o contribuinte tuga também paga o alojamento, comida e jet fuel. Também existem protocolos para o rebastecimento de navios: quando somos anfitriões pagamos, quando vamos a outro país aliado, ou somos reabastecidos pelos seus AOR, eles pagam a conta.
Talent de ne rien faire