SPDH/GF Notícias

  • 7 Respostas
  • 485 Visualizações
*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537
SPDH/GF Notícias
« em: Fevereiro 26, 2021, 03:08:09 pm »
TAP: Groundforce falha pagamento dos salários de fevereiro
https://executivedigest.sapo.pt/tap-groundforce-falha-pagamento-dos-salarios-de-fevereiro/
Citar
O Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes de Portugal (STTAMP) denunciou hoje que os cerca de 2.400 trabalhadores da Groundforce estão a ser informados pela empresa de que os salários de fevereiro não vão ser pagos nos próximos dias.


“É lamentável que esta situação não tenha sido transmitida às organizações representativas dos trabalhadores em comunicação prévia face a um cenário de tal gravidade”, sublinha o sindicato em comunicado, salientando que não se vislumbra o pagamento dos salários nos próximos 15 dias.

Na carta endereçada aos trabalhadores, e a que a Lusa teve acesso, o presidente do conselho de administração da Groundforce, Alfredo Casimiro, disse que a empresa não está em condições de pagar de momento os salários de fevereiro sem que esteja concluído o processo de empréstimo bancário.

“De forma transparente, e usando de alguma prudência, prevemos que esta situação só seja resolvida e desbloqueada nos próximos 15 dias, pelo que, com os elementos que dispomos neste momento, só nessa altura teremos condições de efetuar o pagamento dos vencimentos do mês de fevereiro”, adianta Alfredo Casimiro.

O presidente da empresa diz que até agora a Groundforce tem conseguido sobreviver com o apoio da TAP, cumprindo as obrigações mínimas através de adiantamentos sobre serviços e a prestar no futuro.

No entanto, “o Conselho de Administração da TAP informou hoje [quinta-feira] não lhes ser possível conceder este auxílio que, acreditamos, seria o último antes da contratualização do empréstimo bancário com garantia de Estado”, refere Alfredo Casimiro na carta.

Hoje, em comunicado, o STTAMP recordou que a Groundforce “é uma empresa do grupo TAP participada pela companhia aérea em 49,9%, pelo que, causa espanto, que estando a companhia aérea em programa de ajuda financeira do Estado, faça repercutir as suas dificuldades financeiras diretamente numa empresa do grupo, sob forma de não pagamento das remunerações de cerca de 2.400 trabalhadores”.

Sublinha igualmente que ao contrário da TAP, a Groundforce registava lucros operacionais em 31 de dezembro de 2019, tendo sido, no âmbito da sua atividade fortemente afetada pela pandemia de covid-19.

De acordo com o STTAMP, os trabalhadores “não se conformam, nem aceitam que o pagamento dos salários dos trabalhadores possa estar refém de estratégias empresariais dos acionistas, agravados pelo facto de nem o acionista TAP nem o privado terem, durante todos estes meses, procurado soluções com vista a garantir a sustentabilidade financeira da Groundforce”.

A empresa, lembra o sindicato, viu-se obrigada no início do surto pandémico a suprimir centenas de empregos de trabalhadores que tinham sido recentemente contratados.

O sindicato recorda que durante cerca de um ano os trabalhadores da Groundforce enfrentaram duras reduções salariais, entre outras medidas que foram sendo implementadas para garantir o equilíbrio financeiro e sustentabilidade futura da empresa.

“A situação de não pagamento das remunerações do mês de fevereiro terá um efeito social de enorme impacto, com consequências ainda por quantificar, agravando exponencialmente as dificuldades que já há meses se fazem sentir nos milhares de agregados familiares destes trabalhadores”, é referido na nota.

Perante esta situação, os sindicatos representantes dos trabalhadores da empresa vão reunir-se de urgência no sábado para desenvolverem em conjunto de ações necessárias de forma a exigir respostas e soluções imediatas quer por parte da administração da empresa, quer por parte dos acionistas.

“Também o Estado Português será confrontado com esta situação, ao qual caberá também diligenciar no sentido de promover uma resolução que permita encontrar uma solução para o problema”, indica ainda o sindicato.

E começa a miséria, tenente sabes de alguma coisa?

Sim, um familiar meu recebeu um email a dizer praticamente o que está reproduzido aqui.

O estranho é a direcção ter esperado pelo fim do mês para informar os trabalhadores, e também o facto da TAP possuir 49,9% do capital da GF e quando foi enviado para a TAP a ajuda de 1200 milhões nem a GF nem a CateringPor, empresas do Grupo terem recebido qq ajuda, afinal seria necessário uma parte infima desse bolo, apenas 3%, cerca de 40 milhões, para as duas empresas. :bang:

Tristemente é o que temos, um país gerido á vista e com irresponsáveis e incompetentes, nos lugares de gestão, veja-se o cromo, que agora, está á frente da TAP, uma pessoa com muita experiência e traquejo na área da Aviação, vá-se saber onde, eu sei por onde ele andou e valha-nos a Santa,..........e, que conheço de outras andanças, pelos anos de 2000/01, numa empresa de Handling, chamada Portway, onde o sr era um, muito mediano, de um oficial de placa, e agora com a dita experiência que é publicitada, está á frente da TAP, enfim, até tenho pena dele coitado, vai ser completamente triturado !! 


Abraços
« Última modificação: Fevereiro 27, 2021, 11:38:11 am por tenente »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #1 em: Março 01, 2021, 07:25:59 pm »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2514
  • Recebeu: 1241 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +2131/-764
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #2 em: Março 02, 2021, 10:31:42 am »
O ex presidente da ANA  no seu melhor
Este sr era um grande cromo.

https://www.noticiasaominuto.com/economia/1700142/acionista-da-groundforce-recusou-proposta-para-pagamento-de-salarios

Abraços

Esta é uma das consequências da nacionalização da falida TAP e que nos vai saír muito caro! Parece-me (posso estar enganado), que a Groundforce está a fazer chantagem com o governo, usando os 2 400 trabalhadores como escudo para vantagens económicas, seja pela nacionalização da Groundforce (e indemnização do accionista? Como aconteceu na TAP), seja pela injecção de dinheiro do estado!

Seja de que forma for, os trabalhadores estão a ser usados, porque parece-me que a perspectiva do accionista é a de: "Então a TAP tem o que quer e nós nada?"

Não sei as condições do empréstimo a ser negociado com os bancos, mas evidentemente que os bancos querem garantias para o dinheiro que emprestam (é que o dinheiro emprestado não é dos bancos, é dos seus accionistas e dos depositantes!!!) Não sei que activos tem a groundforce que possa dar como garantias (secalhar já não tem mais nada), mas provavelmente chegou ao fim de linha e só restam as acções. Mas o accionista sabe que se der as acções como garantia de empréstimo, já não pode chantagear o governo, porque na prática são os bancos quem tem a última palavra a dizer (tal e qual como quando um de nós tem um empréstimo à habitação, o banco só deixa vendermos para outra pessoa, se pagarmos o que devemos ao banco, primeiro!!!!!!)
« Última modificação: Março 02, 2021, 10:32:32 am por Viajante »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #3 em: Março 02, 2021, 08:51:15 pm »
Ao que chegamos, ninguém se entende
Casa onde não há dinheiro....

https://tvi24.iol.pt/economia/nacionalizacao/governo-pondera-nacionalizar-a-groundforce

Abraço


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 2514
  • Recebeu: 1241 vez(es)
  • Enviou: 579 vez(es)
  • +2131/-764
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #4 em: Março 02, 2021, 10:29:28 pm »
Ao que chegamos, ninguém se entende
Casa onde não há dinheiro....

https://tvi24.iol.pt/economia/nacionalizacao/governo-pondera-nacionalizar-a-groundforce

Abraço

Foi o que escrevi em cima, a chantagem de usar os 2 400 postos de trabalho contra o governo, resultou!

Próximo passo alguém vai ser indemnizado para saír da Groundforce e está fechado o negócio de mais uma nacionalização!!!!!!!!

Quem vai ficar a perder mais uma vez é quem paga impostos!!!!!!!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #5 em: Março 03, 2021, 01:53:32 pm »


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 8674
  • Recebeu: 4014 vez(es)
  • Enviou: 2818 vez(es)
  • +3972/-537
Re: SPDH/GF Notícias
« Responder #7 em: Março 04, 2021, 09:13:45 pm »
Já não é a primeira vez que este arrogante ministro faz as negociações borregar. O homem nao tem perfil para negociador, mas a culpa, mais uma vez, é do sr Costa.

https://amp.expresso.pt/economia/2021-03-04-Insultuoso-chantagem-presidente-da-Groundforce-arrasa-Pedro-Nuno-Santos-e-apela-a-intervencao-de-Costa-e-Marcelo

Abraço


Quando um Povo não Respeita as Suas FFAA, Não Respeita a Sua História nem se Respeita a Si Próprio  !!