Notícias do Exército Português

  • 1828 Respostas
  • 467507 Visualizações
*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10514
  • Recebeu: 1589 vez(es)
  • Enviou: 4097 vez(es)
  • +244/-106
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Exército Português
« Responder #735 em: Agosto 29, 2010, 12:34:41 am »

Que rica boina...  :shock:
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 8907
  • Recebeu: 1244 vez(es)
  • Enviou: 1375 vez(es)
  • +177/-58
Re: Exército Português
« Responder #736 em: Agosto 29, 2010, 12:08:00 pm »
Citação de: "HSMW"
Que rica boina...  :shock:

Por acaso à primeira vista pensei que era a boina das ONU, agora a União Europeia também tem uma boina...

Qual a razão do patch sobre combate em áreas edificadas? É alguma missão da UE para dar formação? Onde?
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 10514
  • Recebeu: 1589 vez(es)
  • Enviou: 4097 vez(es)
  • +244/-106
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Exército Português
« Responder #737 em: Agosto 29, 2010, 01:38:04 pm »
Uganda. Achei piada porque o emblema da boina é do lado direito.
https://www.youtube.com/user/HSMW/videos

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Malina

  • 531
  • +0/-0
Re: Exército Português
« Responder #738 em: Agosto 29, 2010, 03:09:45 pm »
Nem todos os países usam do lado esquerdo. E como é boina da UE... podem ter estabelecido assim.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7347
  • Recebeu: 719 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +765/-9
Re: Exército Português
« Responder #739 em: Setembro 03, 2010, 12:15:20 pm »
Peço desculpa, mas a notícia que aparece em primeiro lugar na (sub-)página da BrigInt :shock: ...

Citar
Palestra “Patologias da Próstata”

Em 22 de Julho de 2010 pelas 11H00 decorreu no auditório do Aquartelamento de Sant`Anna a Palestra subordinada ao tema: Patologias da Próstata. Nesta prelecção, o Médico Militar, Maj Gaspar, elucidou os Oficiais, Sargentos, Praças e Civis do Comando e Unidade de Apoio da Brigada de Intervenção, que quiseram estar presentes, sobre os problemas associados à próstata, que afectam grande percentagem de elementos do sexo masculino.
7/22/2010

Actividade Associada: 22.07 - Palestra “Patologias da Próstata”  
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 4681
  • Recebeu: 544 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +1156/-1565
Re: Exército Português
« Responder #740 em: Setembro 03, 2010, 01:49:26 pm »
POWNED.
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1309
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército Português
« Responder #741 em: Setembro 03, 2010, 02:24:48 pm »
Como vao os testes com os sistemas de artilharia M777 e Caesar?
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17088
  • Recebeu: 1754 vez(es)
  • Enviou: 1624 vez(es)
  • +290/-1093
Re: Exército Português
« Responder #742 em: Setembro 03, 2010, 03:31:48 pm »
Que testes?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7347
  • Recebeu: 719 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +765/-9
Re: Exército Português
« Responder #743 em: Setembro 03, 2010, 03:37:32 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Que testes?

Não me parece que tenham sido feitos nenhuns testes em concreto, mas deve vir na sequência destas notícias.

viewtopic.php?f=4&t=3922&start=210#p172173

http://www.revista-artilharia.net/index ... &Itemid=33
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1309
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Exército Português
« Responder #744 em: Setembro 03, 2010, 03:46:01 pm »
Exacto, pensava que se encontravam em Portugal em testes, penso que isso ja foi referido no tópico de artilharia.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 17088
  • Recebeu: 1754 vez(es)
  • Enviou: 1624 vez(es)
  • +290/-1093
Re: Exército Português
« Responder #745 em: Setembro 03, 2010, 05:03:59 pm »
Todos sabemos da vontade do CEME em ter o Caesar para a Brigada de Intervenção, a questão que se coloca é quando é que a sua vontade traduz-se num programa real de reequipamento. Só quando isso acontecer é que se devem fazer testes, até vai se espreitando o que há no mercado e vai-se sonhando (porque o sonho vai sempre animando o homem)... :twisted:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Açoriano

  • 720
  • +0/-0
Re: Exército Português
« Responder #746 em: Setembro 05, 2010, 03:07:21 pm »
Citar
Sem medo da disciplina jovens procuram futuro nas Operações Especiais

Motivados pelo exemplo de familiares ou simplesmente impelidos pelo espírito de aventura, muitos jovens procuram um futuro no Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE), em Lamego, sem receio da disciplina que sabem que lhes será exigida.

A comemorar 50 anos – uma data a assinalar segunda feira numa cerimónia presidida pelo Presidente da República – o CTOE reúne anualmente um elevado número de voluntários, mas as desistências também são muitas.
De 76 jovens que iniciaram a 19 de julho a formação geral comum mantêm-se 64 e a experiência de anos anteriores leva a prever que menos de metade chegarão a graduados em Operações Especiais.
Apesar de estar ainda na reta inicial da formação, Miguel Morais, do Bombarral, está convencido de que vai conseguir seguir as pisadas do avô, major das Operações Especiais.
“O meu avô é uma pessoa bastante disciplinada. Só mesmo aqui é que se consegue ganhar aquela disciplina”, considerou, contando que ele “tenta incutir isso a qualquer neto”.
Por ser “o neto mais velho da família”, o jovem de 20 anos sabia que seria “um orgulho gigante” para o avô se ingressasse no CTOE.
“Visto que eu também estava a precisar disto, estava a precisar de me encaminhar na vida, vim para aqui”, sublinhou.

Para Miguel Morais “muda tudo” desde que se entra numa instituição militar, uma vez que, mesmo em momentos da vida em que esteja vestido à civil, se sente “o peso da farda”.
“Se amigos que estão com desconhecidos dizem ‘o Miguel é militar’ eu vou ser um exemplo de todos os militares existentes em Portugal, mesmo estando à civil. Não é preciso ter a farda”, garantiu.
http://www.acorianooriental.pt/noticias/view/207960
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 7347
  • Recebeu: 719 vez(es)
  • Enviou: 263 vez(es)
  • +765/-9
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #747 em: Outubro 18, 2010, 02:41:35 am »
"Sítio" do Exército de "cara lavada":

 :arrow: http://www.exercito.pt/Paginas/default.aspx
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1505
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #748 em: Outubro 18, 2010, 02:39:00 pm »
Muito melhor em relação ao anterior... em termos de aspecto, mas ainda se nota uma grande dose de amadorismo. Se se fizer uma comparação com a página da Marinha, nem vale a pena comparar com a da Força Aérea.

Mas se continuarem a melhorar chegaram lá... conto com isso!
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Açoriano

  • 720
  • +0/-0
Re: Notícias do Exército Português
« Responder #749 em: Outubro 22, 2010, 12:12:01 pm »
Citar
Recrutamento para o exército é exemplar nos Açores

Os Açores são um caso de sucesso no recrutamento de homens e mulheres que cumprem o serviço militar no Exército, afirmou o major-general Isidro Pereira, comandante da Zona Militar dos Açores.

“Os Açores são um caso de sucesso no contexto do Exército português, porque é das zonas onde ultrapassamos os objectivos fixados de recrutamento que nos permitem levar todas as missões a bom porto”, frisou o responsável militar.

Isidro Pereira, que falava em Ponta Delgada, na cerimónia comemorativa do Dia do Exército, revelou ainda a incorporação, a curto prazo, de mais oito dezenas de jovens, o que, na sua perspectiva, demonstra a “atractividade do Exército em Portugal e, particularmente, na Região Autónoma dos Açores”.

Em declarações aos jornalistas, Isidro Pereira confessou desconhecer ainda as reduções nos recursos humanos que podem vir a ser impostas ao Exército na sequência dos cortes orçamentais para 2011, mas assegurou que um dos seus objectivos será manter o recrutamento local de militares em regime de voluntariado e de contrato.
...

http://www.acorianooriental.pt/noticias/view/209792