Votação

Que aeronave de Apoio Aéreo Próximo para a FAP? Para missões em ambiente não contestado.

AH-1Z
7 (14.9%)
A-29N
13 (27.7%)
UH-60 DAP
20 (42.6%)
AC-295
2 (4.3%)
A-10C ex-USAF
2 (4.3%)
MH-6 Little Bird
1 (2.1%)
OH58D ex-US Army
0 (0%)
H-145 H-Force
2 (4.3%)

Votos totais: 47

Votação encerrada: Junho 02, 2023, 10:29:01 pm

CAS

  • 882 Respostas
  • 61562 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20234
  • Recebeu: 2985 vez(es)
  • Enviou: 2234 vez(es)
  • +1329/-3462
Re: CAS
« Responder #60 em: Abril 21, 2023, 10:40:33 am »
Vá, todos juntos:
 - O Super Tucano? É nosso!
   Quem manda? O Lu... o Costa!

 :mrgreen:

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

LM

  • Investigador
  • *****
  • 2489
  • Recebeu: 909 vez(es)
  • Enviou: 3131 vez(es)
  • +585/-75
Re: CAS
« Responder #61 em: Abril 21, 2023, 11:07:20 am »
Citar
Que riso...
Foram os ST que resolveram a guerra  :mrgreen: :mrgreen: :mrgreen:

Se o que eu disse não é verdade, mais ano menos ano, então será fácil provar que o que disse não é verdade. Fico a aguardar.

Os ST não parecem ser o fator mais importante... bom artigo sobre o assunto:
Covert action in Colombia - U.S. intelligence, GPS bomb kits help Latin American nation cripple rebel forces


Ter um sistema que permite CAS (e treino, claro) como o ST é melhor que a situação atual? É. Havia outras alternativas, melhores? Havia. Raramente faremos (compromisso politico, deslocar e manter meios, etc) CAS com o ST e, aí, precisamos muito mais de UH-60, muito mais versáteis e úteis - isto não é os EUA, que têm tudo e, também, se podem dar ao luxo de ter ST. 
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 5347
  • Recebeu: 728 vez(es)
  • Enviou: 729 vez(es)
  • +509/-2608
Re: CAS
« Responder #62 em: Abril 21, 2023, 11:18:06 am »
Vá, todos juntos:
 - O Super Tucano? É nosso!
   Quem manda? O Lu... o Costa!

 :mrgreen:

Acho que o Tucano não virá, já se fala em sanções.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador, Subsea7

*

Red Baron

  • Investigador
  • *****
  • 2867
  • Recebeu: 579 vez(es)
  • Enviou: 354 vez(es)
  • +153/-469
Re: CAS
« Responder #63 em: Abril 21, 2023, 11:26:15 am »
https://www.noticiasaominuto.com/mundo/2304730/lula-da-silva-chega-hoje-a-portugal-com-imigrantes-na-agenda?utm_medium=social&utm_source=api.whatsapp.com&utm_campaign=mobile&utm_content=geral

Na agenda os imigrantes e um negocio aeronáutico.
Tudo dito

Conforme post do Cabeça de Martelo, sobre a entrevista do ministro da defesa brasileiro, esta em cima da mesa 

Citar
Segundo Múcio, a Embraer deve anunciar na próxima semana a produção de aeronaves A-29 Super Tucano versão OTAN em Portugal, em uma parceria com a Indústrias de Defesa de Portugal. O anúncio será feito durante a viagem de Lula ao país europeu.

por isso já sabemos o que ai vem....

Finalmente e possivelmente com contrapartidas práticas.

Provavelmente serão dos meios mais eficazes e adequados aos TO's  e missões em que, realmente,  estamos empenhados diretamente.

O resto são muitos "ses" e folclore.

Abraços

Folclore é com o Lula e os Sambistas nacionais. Uma teia de corrupção e interesses que não são os Nacionais

Tucanos é que fazem falta???????????
Ui!!!!!!

Não fazem falta?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 20234
  • Recebeu: 2985 vez(es)
  • Enviou: 2234 vez(es)
  • +1329/-3462
Re: CAS
« Responder #64 em: Abril 21, 2023, 11:47:04 am »
Para instrução avançada é uma opção entre muitas.

A aquisição do ST para a FAP só se coloca em questão por duas razões:


- O número a ser adquirido (demasiados);
- Querer usar-se o ST para CAS eliminando a aquisição dos Black Hawk ou reduzindo para números demasiado curtos.
« Última modificação: Abril 21, 2023, 12:47:11 pm por Cabeça de Martelo »
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Pescador

  • Investigador
  • *****
  • 4016
  • Recebeu: 2608 vez(es)
  • Enviou: 2149 vez(es)
  • +5703/-2802
Re: CAS
« Responder #65 em: Abril 21, 2023, 12:00:47 pm »
https://www.noticiasaominuto.com/mundo/2304730/lula-da-silva-chega-hoje-a-portugal-com-imigrantes-na-agenda?utm_medium=social&utm_source=api.whatsapp.com&utm_campaign=mobile&utm_content=geral

Na agenda os imigrantes e um negocio aeronáutico.
Tudo dito

Conforme post do Cabeça de Martelo, sobre a entrevista do ministro da defesa brasileiro, esta em cima da mesa 

Citar
Segundo Múcio, a Embraer deve anunciar na próxima semana a produção de aeronaves A-29 Super Tucano versão OTAN em Portugal, em uma parceria com a Indústrias de Defesa de Portugal. O anúncio será feito durante a viagem de Lula ao país europeu.

por isso já sabemos o que ai vem....

Finalmente e possivelmente com contrapartidas práticas.

Provavelmente serão dos meios mais eficazes e adequados aos TO's  e missões em que, realmente,  estamos empenhados diretamente.

O resto são muitos "ses" e folclore.

Abraços

Folclore é com o Lula e os Sambistas nacionais. Uma teia de corrupção e interesses que não são os Nacionais

Tucanos é que fazem falta???????????
Ui!!!!!!

Não fazem falta?


Em toda a novela Tucano, só ouvi em força o teatro em África, nada de mais de treino. Aliás até veio um senhor carola dar uma entrevista na tv sobre o assunto. Apesar de não mencionado Tucano, por se calhar não se querer comprometer.
O próprio tópico CAS é Tucano com "assessoria" de perfil brasileiros ou pro.

Toda  a envolvência de promiscuidade politica, também não ajuda. 

Então é melhor recapitular.
Ou melhor ficar só pelo tópico: "Substituição do Alpfa Jet".

E as minhas perguntas de ignorante, são: os Tucas substituem?
Não haverá outros que o façam com vantagem e eventualmente com outras capacidades ar-solo/ar-mar acrescidas?
Tem sido apresentados alguns aspectos desses nesse tópico

O que salta a vista é a fixação e a tentativa de moldar a necessidade ao interesse de alguns, ignorando completamente as vantagens obvias dos helicópteros na mesma matéria CAS.

Se fossemos ricos diria que com  F16 V(pelo menos uma Esquadra), 2/3 Fragatas novas, Pandur e ST5 com sistemas AC a AA e outras necessidades urgentes colmatadas, eu até acho giros os tucas e pronto, que se lixe mandavam vir uma dúzia deles
 

*

Lampuka

  • Analista
  • ***
  • 793
  • Recebeu: 267 vez(es)
  • Enviou: 322 vez(es)
  • +146/-1437
Re: CAS
« Responder #66 em: Abril 21, 2023, 12:58:11 pm »
https://www.noticiasaominuto.com/mundo/2304730/lula-da-silva-chega-hoje-a-portugal-com-imigrantes-na-agenda?utm_medium=social&utm_source=api.whatsapp.com&utm_campaign=mobile&utm_content=geral

Na agenda os imigrantes e um negocio aeronáutico.
Tudo dito

Conforme post do Cabeça de Martelo, sobre a entrevista do ministro da defesa brasileiro, esta em cima da mesa 

Citar
Segundo Múcio, a Embraer deve anunciar na próxima semana a produção de aeronaves A-29 Super Tucano versão OTAN em Portugal, em uma parceria com a Indústrias de Defesa de Portugal. O anúncio será feito durante a viagem de Lula ao país europeu.

por isso já sabemos o que ai vem....

Finalmente e possivelmente com contrapartidas práticas.

Provavelmente serão dos meios mais eficazes e adequados aos TO's  e missões em que, realmente,  estamos empenhados diretamente.

O resto são muitos "ses" e folclore.

Abraços

Folclore é com o Lula e os Sambistas nacionais. Uma teia de corrupção e interesses que não são os Nacionais

Tucanos é que fazem falta???????????
Ui!!!!!!

Não convém misturar "corrupção" com reais necessidades, porque assim só estaremos a conspurcar as últimas com a classe politica que nos envergonha há décadas.  E isto só serve para descredibilizar ainda mais as FA's, porque a dita classe está-se a c@g@r pró resto.
Veja-se o exemplo dos submarinos,  de particular importância,  e que ficaram cronicamente marcados por essa mistura.

Quanto à utilidade,  não vejo a dúvida.

Nos TO's e missões actuais e previsíveis nos próximos tempos, não serão provavelmente uma mais valia?

Quanto a virem do Brasil,  ou melhor ainda, montados cá,  existe algum problema?

Era melhor virem ad Áustria como os Pandur? Ou de Itália como os EH101? Foram parceiros exemplares?

E já agora, os EUA que usam como e quando querem a Base das Lajes , pagando nada ou quase, não cumprindo acordos e oferecendo sucata como contrapartidas é que são o parceiro ideal? 

Retirando quando e como lhes dá jeito  a possibilidade de utilização dos meios que vendem aos países compradores,  é essa a "independência " que procuramos?

Venham mas é meios adequados porque a corrupção tem de ser tratada noutros cenários e isso sim, deveríamos todos empenhar-nos em fazê-lo.
João Pereira
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8476
  • Recebeu: 3855 vez(es)
  • Enviou: 715 vez(es)
  • +4985/-787
Re: CAS
« Responder #67 em: Abril 21, 2023, 01:10:07 pm »
Não fazem falta?

Depende. Faz falta uma aeronave de treino? Faz. Faz falta uma aeronave de COIN? Não.

Dito isto, e perante a forte possibilidade de, afinal, os ST não virem "usados" mas sim novos, deixa de haver pretexto para um ajuste directo, sendo que um concurso seria mais que justo. Já não estaremos a falar de um negócio de ocasião, barato, mas sim de um negócio que pode muito bem ultrapassar os 200 milhões, senão mesmo chegar aos 300.

A Colômbia teve uh-60 armados dez anos. Quando comprou os ST a FARC quase desapareceu em 1 ano e tiveram que assinar a paz.

Só peço que considerem a possibilidade de haver uma razão para tal ter acontecido.

Se as FAs decidirem que a capacidade de recolha de tropas em cenários avançados é o mais importante na sua visão do que deve ser o CAS eu não me vou pronunciar contra a vinda de Hélis.

Consegue explicar o que mudou e qual foi a real diferença que o ST fez para sustentar essa associação da guerra ter terminado devido ao ST?

Claro que não. Então o ST é usado um pouco por toda a África, e América Latina, e não é por isso que os problemas lá, como tráfico de droga e outras actividades ilegais, ficam resolvidos pela presença divina desta aeronave.

Finalmente e possivelmente com contrapartidas práticas.

Provavelmente serão dos meios mais eficazes e adequados aos TO's  e missões em que, realmente,  estamos empenhados diretamente.

O resto são muitos "ses" e folclore.

Quais contrapartidas? A vantagem de ter a aeronave produzida cá, só se aplica se forem vendidas várias dezenas (neste caso na versão específica para a NATO). Falar em "ses" quando temos logo aqui um "se" de dimensão galáctica, é só absurdo.

Folclore é achar que, Portugal tendo uma dezena/dúzia de Super Tucanos, toda a gente na NATO vai andar a comprar também, ainda por cima numa altura em que todos ou quase todos os países estão a dar prioridade a meios para conflitos convencionais.

Se não se venderem mais ST para lá de Portugal, o que vai acontecer? Fecha-se a linha de montagem, ou lá vamos nós ter de encomendar mais para manter os postos de trabalho? São estas as "contrapartidas"?  ::)

Entretanto, temos isto:
Citar
Segundo uma fonte do Executivo brasileiro, a possibilidade de exportação do avião KC-390, que já é produzido pela empresa brasileira Embraer em Portugal, para outros países da União Europeia vai ser um dos assuntos a ser discutido entre os dois governos.

Em que se questiona, o que é que uma discussão entre os governos de Portugal e Brasil, tem a ver com a possibilidade de compra da aeronave por outros países da UE? Portugal não manda nos outros, nem vai andar a comprar pelos outros. Devem querer que andemos a fazer de moços de recados/vendedor de porta em porta, para tentar impingir o KC aos outros.

Se calhar, deviam era perder tempo a discutir o posicionamento geopolítico do Brasil, mas isto se calhar não convém.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Pescador

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 964
  • Recebeu: 333 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +47/-139
Re: CAS
« Responder #68 em: Abril 21, 2023, 01:10:36 pm »
A Colômbia teve uh-60 armados dez anos. Quando comprou os ST a FARC quase desapareceu em 1 ano e tiveram que assinar a paz.

Só peço que considerem a possibilidade de haver uma razão para tal ter acontecido.

Se as FAs decidirem que a capacidade de recolha de tropas em cenários avançados é o mais importante na sua visão do que deve ser o CAS eu não me vou pronunciar contra a vinda de Hélis.

Consegue explicar o que mudou e qual foi a real diferença que o ST fez para sustentar essa associação da guerra ter terminado devido ao ST?

Porque permitem usar glide bombs pesadas e com recurso a GPS ou laser. E podem fazê-lo de mais alto que os Hélis e chegam lá mais rápido diminuindo o tempo de reação nos campos. Além disso, na Amazónia a floresta é tão cerrada que quase nem há clareiras para helicópteros aterrarem. Foi um problema que os americanos também encontraram no Vietnam e por isso desenvolveram as Daisy cutters para fazer clareiras artificiais.

Mas não quero que pensem que os ST ganharam a guerra. Quero que contemplem que os Uh-60 chegaram à Colômbia em 1998 e os ST em 2006/08 e que comparem os danos causados nesses anos. Só para temperar a animosidade para como ST. Só isso.
 

*

Icterio

  • Especialista
  • ****
  • 1131
  • Recebeu: 492 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +2247/-1253
  • Mais vale ser sortudo do que ser bom
Re: CAS
« Responder #69 em: Abril 21, 2023, 01:16:59 pm »
Porque permitem usar glide bombs pesadas e com recurso a GPS ou laser. E podem fazê-lo de mais alto que os Hélis e chegam lá mais rápido diminuindo o tempo de reação nos campos. Além disso, na Amazónia a floresta é tão cerrada que quase nem há clareiras para helicópteros aterrarem. Foi um problema que os americanos também encontraram no Vietnam e por isso desenvolveram as Daisy cutters para fazer clareiras artificiais.

Mas não quero que pensem que os ST ganharam a guerra. Quero que contemplem que os Uh-60 chegaram à Colômbia em 1998 e os ST em 2006/08 e que comparem os danos causados nesses anos. Só para temperar a animosidade para como ST. Só isso.

Não tens mesmo noção de nada, é confrangedor ler os teus posts. 
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Subsea7

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 964
  • Recebeu: 333 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +47/-139
Re: CAS
« Responder #70 em: Abril 21, 2023, 01:23:54 pm »
Porque permitem usar glide bombs pesadas e com recurso a GPS ou laser. E podem fazê-lo de mais alto que os Hélis e chegam lá mais rápido diminuindo o tempo de reação nos campos. Além disso, na Amazónia a floresta é tão cerrada que quase nem há clareiras para helicópteros aterrarem. Foi um problema que os americanos também encontraram no Vietnam e por isso desenvolveram as Daisy cutters para fazer clareiras artificiais.

Mas não quero que pensem que os ST ganharam a guerra. Quero que contemplem que os Uh-60 chegaram à Colômbia em 1998 e os ST em 2006/08 e que comparem os danos causados nesses anos. Só para temperar a animosidade para como ST. Só isso.

Não tens mesmo noção de nada, é confrangedor ler os teus posts.

Piloto de helicópteros?
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8476
  • Recebeu: 3855 vez(es)
  • Enviou: 715 vez(es)
  • +4985/-787
Re: CAS
« Responder #71 em: Abril 21, 2023, 01:34:49 pm »
Não convém misturar "corrupção" com reais necessidades, porque assim só estaremos a conspurcar as últimas com a classe politica que nos envergonha há décadas.  E isto só serve para descredibilizar ainda mais as FA's, porque a dita classe está-se a c@g@r pró resto.
Veja-se o exemplo dos submarinos,  de particular importância,  e que ficaram cronicamente marcados por essa mistura.

Portanto, vamos enveredar por um negócio com contornos corruptos, escapando à necessidade de fazer um concurso, porque a corrupção é outro problema tratado de parte. A isso chama-se perpetuar o problema. O mais irónico é que o caso dos submarinos e outros programas na altura, serviram de abre-olhos, e no entanto, mais de uma década depois, voltamos aos velhos hábitos.

Por falar em descredibilizar as FA, viram as notícias recentes acerca do uso por parte dos russos de navios "civis" (com pessoal armado lá dentro), para espiar e sabotar cabos submarinos? E nós continuamos a ter NPOs sem arma principal, e que até enviamos para navegar o Atlântico Sul todo? Perante um navio daqueles russo a não acatar ordens, recorremos ao abalroamento?

Citar
Quanto à utilidade,  não vejo a dúvida.

Nos TO's e missões actuais e previsíveis nos próximos tempos, não serão provavelmente uma mais valia?

Quais são as missões previsíveis? É que depressa uma simples missão em África torna-se imprevisível, basta começarem a aparecer drones ou MANPADS, que mudam completamente o paradigma daquilo tudo. E num mundo de crescentes tensões, em que o risco de conflito convencional atingiu níveis que não se via desde a guerra fria, é só estúpido achar que podemos adquirir um meio limitado a cenários de baixa intensidade. Por outro lado, no que se refere a cenários previsíveis e não tão previsíveis, ter helicópteros armados servia perfeitamente, tanto para aquelas missões em África, como para outras em que se exija um meio mais versátil.

Citar
Quanto a virem do Brasil,  ou melhor ainda, montados cá,  existe algum problema?

Era melhor virem ad Áustria como os Pandur? Ou de Itália como os EH101? Foram parceiros exemplares?

Como não se fez concurso, não se sabe que propostas outros fabricantes colocariam em cima da mesa. O problema não é vir do Brasil, é ser um negócio feito "entre amigos", em que tudo o que é critério técnico foi atirado pela janela.

Citar
E já agora, os EUA que usam como e quando querem a Base das Lajes , pagando nada ou quase, não cumprindo acordos e oferecendo sucata como contrapartidas é que são o parceiro ideal?

Isso também tem culpa nossa. Outros países que têm presença americana, recebem contrapartidas interessantes.

Citar
Retirando quando e como lhes dá jeito  a possibilidade de utilização dos meios que vendem aos países compradores,  é essa a "independência " que procuramos?

Realmente, tornar-nos um "outpost" do Brasil na Europa é que é independência. Melhor mesmo é ser a ponta da lança do Brasil na Europa, e ainda ter a lata de remeter para a NATO a defesa deste mesmo país.

Engraçado é que, quando se propõe comprar algo aos americanos, vêm alguns dizer que devíamos era adquirir europeu. Quando é para comprar produto aos brasileiros, já não querem saber dos produtos europeus para nada. Que coincidência.

Citar
Venham mas é meios adequados porque a corrupção tem de ser tratada noutros cenários e isso sim, deveríamos todos empenhar-nos em fazê-lo.

Pois, venham meios adequados para nós, e não para negócios particulares. Assim combate-se dois problemas de uma só vez.

Porque permitem usar glide bombs pesadas e com recurso a GPS ou laser. E podem fazê-lo de mais alto que os Hélis e chegam lá mais rápido diminuindo o tempo de reação nos campos. Além disso, na Amazónia a floresta é tão cerrada que quase nem há clareiras para helicópteros aterrarem. Foi um problema que os americanos também encontraram no Vietnam e por isso desenvolveram as Daisy cutters para fazer clareiras artificiais.

Mas não quero que pensem que os ST ganharam a guerra. Quero que contemplem que os Uh-60 chegaram à Colômbia em 1998 e os ST em 2006/08 e que comparem os danos causados nesses anos. Só para temperar a animosidade para como ST. Só isso.

Não tens mesmo noção de nada, é confrangedor ler os teus posts. 

 :mrgreen: Calma que são os "factos"!
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 964
  • Recebeu: 333 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +47/-139
Re: CAS
« Responder #72 em: Abril 21, 2023, 01:44:29 pm »
Citar
Claro que não. Então o ST é usado um pouco por toda a África, e América Latina, e não é por isso que os problemas lá, como tráfico de droga e outras actividades ilegais, ficam resolvidos pela presença divina desta aeronave.

Se o ST está em 15 países e queres passar a ideia que é ineficaz porque ainda há crime e tráfico de droga nesses países e como o UH-60 opera no dobro dos países e estes também têm tráfico e crime então o UH-60 é duas vezes mais ineficiente. Argumento brilhante!!!
 

*

dc

  • Investigador
  • *****
  • 8476
  • Recebeu: 3855 vez(es)
  • Enviou: 715 vez(es)
  • +4985/-787
Re: CAS
« Responder #73 em: Abril 21, 2023, 01:52:27 pm »
Se o ST está em 15 países e queres passar a ideia que é ineficaz porque ainda há crime e tráfico de droga nesses países e como o UH-60 opera no dobro dos países e estes também têm tráfico e crime então o UH-60 é duas vezes mais ineficiente. Argumento brilhante!!!

Não, e a diferença está aí. Tu é que vieste falar no ST como a aeronave milagreira que resolveu o conflito na Colômbia, sendo que mais ninguém falou mais nada parecido, sem seres tu. Se dizes uma coisa, e depois voltas atrás porque te apercebes que afinal, o que disseste, é completamente absurdo, é contigo.

Agora, eu não disse que o ST é ineficaz (insinuação tua), tu é que disseste que resolveu o problema na Colômbia (também tua insinuação). Se ao ler o que eu escrevi, lês que eu disse, em alguma parte que "o ST é ineficaz", então meu caro, lamento, tens um grave problema de interpretação, ou dificuldade em ler.
 

*

Visitante123

  • Especialista
  • ****
  • 964
  • Recebeu: 333 vez(es)
  • Enviou: 188 vez(es)
  • +47/-139
Re: CAS
« Responder #74 em: Abril 21, 2023, 01:57:53 pm »
Se o ST está em 15 países e queres passar a ideia que é ineficaz porque ainda há crime e tráfico de droga nesses países e como o UH-60 opera no dobro dos países e estes também têm tráfico e crime então o UH-60 é duas vezes mais ineficiente. Argumento brilhante!!!

Não, e a diferença está aí. Tu é que vieste falar no ST como a aeronave milagreira que resolveu o conflito na Colômbia, sendo que mais ninguém falou mais nada parecido, sem seres tu. Se dizes uma coisa, e depois voltas atrás porque te apercebes que afinal, o que disseste, é completamente absurdo, é contigo.

Agora, eu não disse que o ST é ineficaz (insinuação tua), tu é que disseste que resolveu o problema na Colômbia (também tua insinuação). Se ao ler o que eu escrevi, lês que eu disse, em alguma parte que "o ST é ineficaz", então meu caro, lamento, tens um grave problema de interpretação, ou dificuldade em ler.

Portanto, segundo a tua análise o Super Tucano é uma plataforma eficaz?