F-16 FAP

  • 110 Respostas
  • 29572 Visualizações
*

J.Ricardo

  • Perito
  • **
  • 307
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #90 em: Novembro 26, 2004, 07:43:34 pm »
Citação de: "NotePad"
Penso que nisto quem sabe mais são os americanos e no final de contas, e sem dizer que um e melhor ou outro e melhor, os melhores pilotos e geralmente mais velhos americanos são colocados atraz dos comandos de um  F-16, quando não aos comandos de um prototipo, a escolta do Air Force One é quase sempre constituida por F-16 e a unica razão que fez com que os F-18 fossem os primeiros a ser utilizados no golfo foi o facto de serem navalizados...


NotePad, você esta cometendo um erro, os pilotos mais velhos podem até pilotar os F-16 (acho mais coerente pilotarem os F-15, mas quem sou eu para dicutir como Tio Sam...), mas não se esqueça que a USAF não possui F-18, portanto nem se quisesem os pilotos da FA pilotariam os F-18. E todas as vezes que ví a fotografias do FA1 ele estava sendo escoltado por F-15.
 

*

E-migas

  • Membro
  • *
  • 123
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #91 em: Novembro 26, 2004, 07:54:19 pm »
Citação de: "fuenla"
Citar
os F18 eram muitos pesados e pouco vérsatil

¿Poco versatil el F-18? Es el PRIMER avion diseñado desde el principio como CAZABOMBARDERO, cuando el F-16 no operaba mas que con sidewinders y bombas convencionales, el F-18 ya tenia misiles sidewinder, sparrow, harpoon, maverick, harm, bombas de guiado laser, etc etc etc. La mayoria de paises que operan el F-16 lo hacen por que su economia no puede permitirse el Hornet.

Ademas, debo recordar que ha sido el PRIMER avion en derribar aviones enemigos (un par de F-7 iraquies) a la que vez que realizaba una mision de ataque a tierra en 1991.



O F-16 começou por caça Interceptor (leve e ági), passou por caça-bombardeiro, foi aeronave de CAS/BAi com uma versão especifíca (o A-16 apenas protótipo) Multirole com o F16 XL (protótipo), com o F16C e D Mk 40 ou 50 Já eram Hunter Killers de Radares (com o AGM-88 Harm) e na Noruega com o missil Peguin era Ship Killer.

Sempre com a mesma aeronave base (e alguns ajustes)!

O Harpoon nunca foi uma arma utilizada apela USAF... a não ser no B-52
no fundo dar cabo de navios é tarefa de marinheiros!

O F-16 é um bom Caça-Bombardeiro (multirole) capaz do que se lhe pede, seja em que área for!

O F-18 é um produto desasjustado - é um mau avião naval, falta-lhe alcance e a capacidade de carregar mais armas (ou menos bom avião, não é nenhum F-4 ou A-4 ou A-7).
Duas facetas muito importantes na aviação naval!

Daí a necessidade de susbtituir toda a frota de F-18 da US Navy por um avião maior, com mais capacidade que corrige muitos males: o F18 E/F.

Como avião baseado em terra, a história muda (acho que pouco) porque mudam as necessidades!

Ao F16 juntaram-lhe uns Fast Packs, mudaram o software e hardware, talvez o motor... e bingo: Temos o  F-16 Mk 60!

Acho que o que demonstra a versatilidade de um avião é a capacidade que este tem de se adaptar às novas realidades e necessidades com o minimo de mudanças.

De F-18 A/B/C/D não se faz um Upgrade para um E/F!

De F-16 A/B/C/D Mk50 faz-se o Update para Mk60! (ignorando o custo!)

(ou estarei errado? :roll: )
Cumprimentos,
e-Migas
---------------------------------------------------
Una Salus Victus
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #92 em: Novembro 26, 2004, 07:56:47 pm »
Citar
o F-16 é ate o avião que foi utilizados no desenvolvimento do F-22 como modelo de avaliação pelo qual o F-22 foi testado/comparado


O F/A-22 é o sucessor directo do F-15 em todas as possíveis comparações. O sucessor do F-16 ( e no estrangeiro também) será o F-35. (E a única coisa que poderia ser comparada justamente com o F/A-22 seria o YF-23 :wink: ).

Em teoria deve ser possível colocar um desses radares num block50+.
« Última modificação: Novembro 26, 2004, 08:08:22 pm por Spectral »
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5460
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1500/-3
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #93 em: Novembro 26, 2004, 08:01:52 pm »
Sobre os AIM-120 AMRAAM espanhois e baseado no que conheço:

Segundo o proprio Ejercito del Aire e publicações especializadas, os 100 AMRAAM comprados pela espanha (só alguns entregues) não são para os F-18, mas sim para o Eurofighter.

Independentemente disso, os F-18 mais recentes do ejercito del aire, podem utilizar o AIM-120 AMRAAM, embora não esteja previsto que o façam.

Eventuais atrasos nas entregas do Eurofighter, podem levar o EdA a equipar uma esquadra de F-18 com AIM-120.

Os F-18 Espanhois estão repartidos por quatro bases diferentes e não estão  necesáriamente em Madrid.

Tentando fazer uma análise tão racional quanto possivel, os F-18 espanhois, mesmo depois do MLU, não serão, do ponto de vista global superiores aos F-16 portugueses, em alguns aspectos muito pelo contrario. Do ponto de vista das tácticas, basta dizer por exemplo que o tecto máximo do F-16 é superior ao F-18, o que desde logo, dará ao F-16 uma enorme vantagem táctica (se aproveitada)

Se ocorrer o contrário, a ligação aos radares em terra, e o alcance "lookup" dos F-16, que é superior ao "lookdown" do F-18 deverá permitir aos aviões F-16 ter conhecimento de onde estão os F-18. Além disso há o apoio dos radares terrestres. Por isso os radares são preferêncialmente o primeiro alvo a abater.

O problema principal, é que os radares não estão protegidos convenientemente.

Mesmo contra o Eurofighter, se os radares estiverem operacionais, e as ligações com os F-16 funcionarem, pelo menos em teoria a enorme superioridade do radar do Eurofighter será bastante reduzida, numa situação de ataque.

Cumprimentos
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2452
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 7 vez(es)
  • +22/-31
(sem assunto)
« Responder #94 em: Novembro 26, 2004, 08:13:27 pm »
papatango bastaria termos 2 batarias patriot para defesa dos radars e prontos  8) ,e mesmo que as pistas tivessam destruidas 1 F16 pode descolar e aterrar numa estrada :wink: algums bunkers etc....
eles não nos comiam :twisted:

haha e eles tem muitos problemas de pessoal, que ném o material lhes valia.
sobre o F16 se israel esta equipado com esse aparelho não e estranho,eles nunca quiserem F18.
 

*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 565
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #95 em: Novembro 26, 2004, 08:54:43 pm »
...
« Última modificação: Fevereiro 25, 2007, 05:22:58 am por NotePad »
 

*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 565
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #96 em: Novembro 26, 2004, 09:02:13 pm »
...
« Última modificação: Fevereiro 25, 2007, 05:23:05 am por NotePad »
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5460
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1500/-3
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #97 em: Novembro 26, 2004, 10:32:00 pm »
Bom, os nossos F-16 podem teoricamente chegar a Madrid em apenas alguns minutos, mas isso não adianta de grande coisa. Por lá há misseis Hawk (mesmo ultrapassados são de respeito e misseis Sparrow - se não me engano).
As capacidades de defesa existem, exactamente se os poucos recursos que há forem convenientemente utilizados e isso, implica não gastar nada a mais que o que é necessário.

Os F-16, depois do MLU e do Falcon-up ficam relativamente recentes, mas estão na mó de baixo.

Tenho aqui uma comparação que é apenas parcial, por falta de mais dados, sobre quatro aviões:
http://freehost01.websamba.com/areamili ... rativo.asp

Cumprimentos
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2452
  • Recebeu: 32 vez(es)
  • Enviou: 7 vez(es)
  • +22/-31
(sem assunto)
« Responder #98 em: Novembro 26, 2004, 11:06:18 pm »
a proposito dos HAWK, ouvi dizer que era impossivel lança-los agora porque ja não se fabrica os sobresoletantes,os paises que uzavam o hawk era a holanda,alemanha, frança,belgica ?
nessa altura havia tambem 1 missil terra terra, que era o Honest John,uma especie de scud a moda us.
 

*

E-migas

  • Membro
  • *
  • 123
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #99 em: Novembro 26, 2004, 11:16:08 pm »
Citação de: "Spectral"

Algumas correcções e-migas:

a evolução geral das missões está correcta no geral, embora ele tenha sio desenhado com um grau de polivalência desde o início ( e desde os primeiros anos que equipou esquadras  de "fighter-bomber" antes equipadas com o mítico F-4 Phantom).

O F-18 é um bom caça polivalente naval, mas óbviamente em alguns parâmetros fica atrás de aparelhos especializados como o A-6. O F-18E ( que na realidade tem pouco em comum com os modelos anteriores) é uma péssima solução de compromisso porque vai ter que cumprir as funções de intercepção/defesa de frota ( do F-14) caça polivalente (F-18) , ataque (A-6) e até reabastecimento! Para as duas primeiras funções é demasiado lento e menos ágil que as versões anteriores, e para a última falta-lhe alcance.

Os block60 são até ao momento únicos: apenas encomendados pelos Emirados Árabes Unidos são block50+ com algumas modificações,das quais a mais relevante é o  radar AESA ( radares de varrimento electrónico de nova geração), optimizados para ataque ao solo. Devido a várias modificações, o seu peso subiu bastante e portanto o seu T/W ( relação potência/peso) é um pouco baixa para um caça. Os F-16I ou os F-16block50+ são mais equilibrados. E, aparentemente, estes block 60 custaram uma barbaridade ( mas eles são árabes, logo pouco lhes interessa  :oops:

Mas permita-me acrescentar algo:

Adaptar "Fast Packs" aos F-16, além do Radar AESA permitiria além das vantagens do Radar, ter um alcançe maior e mais armamento com uma missão com a mesma distância.

Isso equivale a mais estragos!

Quanto ao F-18 posso ter exagerado! :oops:
Cumprimentos,
e-Migas
---------------------------------------------------
Una Salus Victus
 

*

nestor

  • Membro
  • *
  • 225
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #100 em: Novembro 26, 2004, 11:39:01 pm »
Citar
Segundo o proprio Ejercito del Aire e publicações especializadas, os 100 AMRAAM comprados pela espanha (só alguns entregues) não são para os F-18, mas sim para o Eurofighter.

Las cosas que hay que leer en este foro...

Los 100 AMRAAM podran ser usado tanto por los Eurofighter como por los F-18 ya que estan capacitados para ello ¿acaso tienes dudas?

¿Si no fuesen para los F-18, por qué motivo el CLAEX está disparandolos desde ese avion?

Citar
Independentemente disso, os F-18 mais recentes do ejercito del aire, podem utilizar o AIM-120 AMRAAM, embora não esteja previsto que o façam.



O lo que seria lo mismo, somos tan tontos los españoles que nos gastamos el dinero en tener una capacidad que no vamos a utilizar.

Otra cosa, si damos un vistazo a los paises, fuera de los USA, que usan los F-18 vemos que no son paises que no pudiesen haberse permitido el lujo de comprar F-16: Canada, Suiza, España, etc. podian haber comprado MAS F-16 con el dinero que les costó los F-18 ya que los primeros eran mucho mas baratos.

Parece que en estos paises no saben lo que es un avión de combate y por eso eligieron el F-18  :roll:

Saludos.
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5460
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1500/-3
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #101 em: Novembro 27, 2004, 12:06:21 am »
Citação de: "nestor"
Las cosas que hay que leer en este foro...

Los 100 AMRAAM podran ser usado tanto por los Eurofighter como por los F-18 ya que estan capacitados para ello ¿acaso tienes dudas?


Se as coisas parecem estranhas, talvez não fosse má ideia entender melhor a lingua portuguesa, para depois falar. :roll:

Os F-18 têm essa capacidade, então fazem-se testes para verificar e testar essa operacionalidade.

É exactamente como se a FAP recebesse misseis IRIS-T  para eventuais  futuros EFA (por exemplo) e, como o F-16 também os pode, pelo menos teoricamente disparar, então seria normal testar os misseis, embora tivessem sido comprados para outro avião. Os F-16 não foram comprados para disparar IRIS-T, mas se essa capacidade existe, o lógico é que fossem testados.

Eu acho que fui bastante sucinto. Ou será que não me expliquei bem?

E veja que "este foro" comparado com muitos, que eu conheço é do ponto de vista técnico muito superior.

Cumprimentos
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #102 em: Novembro 27, 2004, 12:29:50 am »
Ó Papatango a lista está um pouco incompleta.

Onde estão os Stormshadow, Brimstone, AIM-132 ASRAAM, Meteor ( este também no Rafale), no Eurofighter ? Um site muito bom: http://www.eurofighter.starstreak.net/


Já agora, o RBE-2 é um radar de varrimento electrónico mas EMITE ondas. Designa-se por "passive electronic scanned array", mas o passive tem a ver com a construção do radar. Cada radar tem milhares de módulos electrónicos que podem mudar de frequência muito rapidamente tornando-o mais difícil de detectar que um de varrimento mecânico. Um AESA (de active) será melhor que um PESA (não é muito claro, mas pode-se ver a diferença aqui http://www.darpa.mil/darpatech99/Presentations/scripts/spo/SPOSmithScript.txt ).
No entanto existem receptores passivos de radar. Chamam-se "radar warning receivers" e já andam por aí há 40 anos  ;)), mas dependem da não-reação do inimigo. A verdade é que a disparidade de forças é demasiado grande para imaginarmos qualquer manobra à Top Gun que tivesse influênica decisiva.

EDIT:
Papatango, donde vem essa informação que os espanhóis não vão usar o AMRAAM no F-18 ? As vantagens do AMRAAM sobre o Sparrow são abissais.
É que não faz muito sentido, ainda mais depois de terem sido conduzidos os tais testes. Como disse, esta capacidade apenas foi adicionada aos F-18C/D da USNavy (http://www.vectorsite.net/avhorn1.html, e como os espanhóis são, como penso, A/B, deveriam precisar de um upgrade ao radar.

EDIT 2:
Nos anos 80 os F-18 ofereciam um alcance ligeiramente maior, um radar melhor, e capacidade BVR com o Sparrow. Daí que tivesse uma grande vantagem sobre o F-16 para países de uma dimensão maior como o Canadá, Espanha, Finlândia e Austrália.
« Última modificação: Novembro 27, 2004, 01:10:18 am por Spectral »
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5460
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1500/-3
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #103 em: Novembro 27, 2004, 12:41:52 am »
Spectral, como disse, a lista está incompleta. Mesmo para mim, que não tentendo nada de radares, se torna evidente.
No entanto é um ponto de partida para fazer algumas comparações.

A questão dos AIM-120 é referida em muitos lugares. Os espanhois compraram-nos para o Eurofighter, não para o F-18. No entanto, os atrasos na entrega do Eurofighter, levaram a Espanha a testar of AIM-120 nos F-18.

Exemplo, Aire.org: http://www.aire.org/ea/material/aam.htm
Citar
Ante la  próxima entrada en servicio del EF2000, y que los  los nuevos misiles AAM de largo alcance no estarán en servicio  hasta el 2006-8 aproximadamente, el Ejercito del Aire decidió la compra de un centenar de misiles AIM-120 AMRAAM para armar inicialmente a los Eurofighter hasta la entrada en servicio de los nuevos misiles. Los AMRAAM podrán ser utilizados también por los F18.


outro exemplo disto está neste site:
http://www.geocities.com/glmm2001/amraam.html
onde se refere que por problemas financeiros o programa AMRAAM, inicialmente pensado para o F-18, foi adiado e a compra agora efectuada de 100 unidades, vai de facto para o Eurofighter

Há muitas referências a este facto, mas confesso que leio as materias mas não costumo guardar os links, por isso tenho que andar á procura quando me perguntam. estes dois links, encontrei-os nos ultimos cinco minutos, mas há muito mais referências a isto.
(Claro que eu posso ter tido a pouca sorte de só ter passado por sites duvidosos :mrgreen:)

Aliás, porque é que uma força aérea que comprou um dos mais modernos caças do mundo, o Eurofighter, havia de utilizar os AMRAAM para os F-18 se os pode colocar em aviões muitissimo mais sofisticados?
Também refiro que, segundo consta, os F-18 mais antigos nem sequer vão ter MLU, porque não se justifica.

O F-18 na Força Aérea Espanhola, serão utilizados para missões de ataque, e não para superioridade aérea. É aliás uma opção perfeitamente lógica.

A utilização do AIM-120 é possível, sublinho possivel, nos F-18 mas os AIM-120 foram comprados para os Eurofighter.

Cumprimentos
« Última modificação: Novembro 27, 2004, 01:18:42 am por papatango »
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1437
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #104 em: Novembro 27, 2004, 01:17:49 am »
Hum, percebo o que quer dizer.

Mas como a Espanha pretende continuar a usar os F-18 em missões de ataque, faz sentido que sejam equipados /possam usar o AMRAAM, mesmo que não seja essa a sua função principal. Mísseis de curto-alcance como o Sidwinder (mesmo o AIM-9X) são cada vez mais insuficientes para a auto-proteção de um aparelho de ataque.

Quanto à lista estava a dar apenas mais alguns exemplos. Muitas das características que tornam o EF/Rafale um passo à frente de um F-16 / F-18 não são fácilmente quantificáveis como pesos ou alcances.  :wink:

Já agora, em que consiste o MLU dos Hornet espanhóis, e quando estará concluído ?
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman