• Publicidade

Carta de Rescisão

Moderadores: Administradores, Moderadores

Carta de Rescisão

Mensagempor Lusitanus » terça 24 jun, 2008 2:48 am

Olá algumas pessoas devem se rir perante a minha ignorância,mas eu gostava de saber como poderei fazer uma carta de rescisão de contrato com uma entidade patronal na area de hipermercados.
Este foi o meu primeiro trabalho e será como se vê a minha primeira carta de rescisão.

Obrigado e desculpem.
"Cumpriu-se o mar e o império se desfez
Senhor, falta cumprir-se Portugal"
Avatar do Utilizador
Lusitanus
 
Mensagens: 193
Registado: quarta 30 jan, 2008 3:41 am
Localização: Olhão
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor nelson38899 » terça 24 jun, 2008 12:29 pm

boas

antes de apresentar a carta de rescisão tens que ver se podes rescindir, o contrato sem ter que pagar á entidade patronal uma compensação financeira. Por isso aconselho-te a ver a legislação que regula o contrato de trabalho.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
Avatar do Utilizador
nelson38899
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 3243
Registado: sábado 19 mai, 2007 10:59 pm
Localização: Famalicão
Enviou: 54 vez(es)
Recebeu: 16 vez(es)

Mensagempor Subillaumbra » terça 24 jun, 2008 2:06 pm

Caro Lusitanus,

Antes de lhe responder preciso de saber algumas coisas:

1) O contrato é a termo (vulgarmente conhecido como contrato a prazo) ou sem termo?

2) Se for com termo, é por quanto tempo? Já foi renovado? Quantas vezes?

3) Se for sem termo, está a trabalhar há quanto tempo?

Nisto cada caso é um caso.

Diga qualquer coisa que penso que o poderei ajudar.
Avatar do Utilizador
Subillaumbra
 
Mensagens: 94
Registado: sexta 27 out, 2006 3:29 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor dremanu » terça 24 jun, 2008 2:36 pm

Formato:

Data (No mínimo 15 dias antes da data em que queres terminar o contracto)

Nome do chefe
Nome da Companhia
Morada

Caro xxx(nome do chefe):

Esta carta é para o informar que dou por terminado o meu contracto de trabalho com a companhia xxx a partir da data xx/xx/xx.

Cumprimentos,
Lusitanus
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
Avatar do Utilizador
dremanu
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 1296
Registado: quinta 08 jan, 2004 3:40 pm
Localização: Lusitania/Portugal
Enviou: 0 vez
Recebeu: 1 vez

Mensagempor PereiraMarques » terça 24 jun, 2008 2:47 pm

dremanu Escreveu:Formato:

Data (No mínimo 15 dias antes da data em que queres terminar o contracto)

Nome do chefe
Nome da Companhia
Morada

Caro xxx(nome do chefe):

Esta carta é para o informar que dou por terminado o meu contracto de trabalho com a companhia xxx a partir da data xx/xx/xx.

Cumprimentos,
Lusitanus


Não concordo muito...Chefe? Chefe de quê? A carta tem de ser dirigida ao Director dos Recursos Humanos e nem é preciso saber o nome dele ou mesmo se é director ou directora.

Caro? Estas coisas têm de ser mais formais, tipo Exmo. Sr., Exmo. Sr. Director dos Recursos Humanos...

"Esta carta é para o informar"..."Venho por este meio informar V.ª Ex.ª de que..."
Avatar do Utilizador
PereiraMarques
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 6047
Registado: quarta 24 ago, 2005 5:26 pm
Localização: República Portuguesa
Enviou: 26 vez(es)
Recebeu: 35 vez(es)

Mensagempor dremanu » terça 24 jun, 2008 3:04 pm

PereiraMarques Escreveu:
dremanu Escreveu:Formato:

Data (No mínimo 15 dias antes da data em que queres terminar o contracto)

Nome do chefe
Nome da Companhia
Morada

Caro xxx(nome do chefe):

Esta carta é para o informar que dou por terminado o meu contracto de trabalho com a companhia xxx a partir da data xx/xx/xx.

Cumprimentos,
Lusitanus


Não concordo muito...Chefe? Chefe de quê? A carta tem de ser dirigida ao Director dos Recursos Humanos e nem é preciso saber o nome dele ou mesmo se é director ou directora.

Caro? Estas coisas têm de ser mais formais, tipo Exmo. Sr., Exmo. Sr. Director dos Recursos Humanos...

"Esta carta é para o informar"..."Venho por este meio informar V.ª Ex.ª de que..."


Não concordo que é necessário dirigir a carta ao director dos R.H., a não ser que foi essa a pessoa que o contratou, a carta deve ser dirigida à pessoa que é o chefe/supervisor/gerente do lusitanus. Então esse que tenha o trabalho de informar os recursos humanos que um dos empregados está de saída.
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
Avatar do Utilizador
dremanu
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 1296
Registado: quinta 08 jan, 2004 3:40 pm
Localização: Lusitania/Portugal
Enviou: 0 vez
Recebeu: 1 vez

Mensagempor PereiraMarques » terça 24 jun, 2008 3:14 pm

Bom... :? realmente depende da insígnia do Supermercado que estamos a falar, da sua estrutura interna e do modo de recrutamento do pessoal.

Se fôr um pequeno supermercado de base local e sem insígnia ou com insígnia própria faz sentido que a carta seja dirigida ao Gerente (que até pode ser simultaneamento o proprietário, nalguns casos), se for um hipermercado (ou até um supermercado) de uma insígnia muito conhecida no mercado, tipo Modelo/Continente, Lidl, Jumbo. Pingo Doce, etc., se calhar faz sentido que a Carta seja dirigida aos Recursos Humanos... :P
Avatar do Utilizador
PereiraMarques
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 6047
Registado: quarta 24 ago, 2005 5:26 pm
Localização: República Portuguesa
Enviou: 26 vez(es)
Recebeu: 35 vez(es)

Mensagempor ricardonunes » terça 24 jun, 2008 4:25 pm

PereiraMarques Escreveu:Bom... :? realmente depende da insígnia do Supermercado que estamos a falar, da sua estrutura interna e do modo de recrutamento do pessoal.

Se fôr um pequeno supermercado de base local e sem insígnia ou com insígnia própria faz sentido que a carta seja dirigida ao Gerente (que até pode ser simultaneamento o proprietário, nalguns casos), se for um hipermercado (ou até um supermercado) de uma insígnia muito conhecida no mercado, tipo Modelo/Continente, Lidl, Jumbo. Pingo Doce, etc., se calhar faz sentido que a Carta seja dirigida aos Recursos Humanos... :P


Faz sentido, é mesmo assim :idea: e com aviso de recepção :!:

Mas nada como ler este trambolho
Potius mori quam foedari
Avatar do Utilizador
ricardonunes
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 3571
Registado: quinta 09 mar, 2006 6:25 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 1 vez

Mensagempor P44 » quarta 25 jun, 2008 7:10 am

Subillaumbra Escreveu:Caro Lusitanus,

Antes de lhe responder preciso de saber algumas coisas:

1) O contrato é a termo (vulgarmente conhecido como contrato a prazo) ou sem termo?

2) Se for com termo, é por quanto tempo? Já foi renovado? Quantas vezes?

3) Se for sem termo, está a trabalhar há quanto tempo?

Nisto cada caso é um caso.

Diga qualquer coisa que penso que o poderei ajudar.


Primeiro que tudo há que saber quais as condições do contrato como descrito acima.

o mais certo é ser contrato a termo certo (a prazo) ? Visto ser o 1º emprego.
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
Avatar do Utilizador
P44
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 6507
Registado: segunda 12 jan, 2004 9:41 am
Localização: República das Bananas
Enviou: 15 vez(es)
Recebeu: 7 vez(es)

Mensagempor Lusitanus » quinta 26 jun, 2008 12:41 pm

Eu estou á 5 anos, estou efectivo, ou seja é a termo certo.

A empresa é um hipermercado.
"Cumpriu-se o mar e o império se desfez
Senhor, falta cumprir-se Portugal"
Avatar do Utilizador
Lusitanus
 
Mensagens: 193
Registado: quarta 30 jan, 2008 3:41 am
Localização: Olhão
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor nelson38899 » quinta 26 jun, 2008 1:07 pm

aconselho-o a ver este decreto

Lei n.o 38/96, de 31 de Agosto (regras sobre
cessação por mútuo acordo e por rescisão do
trabalhador e sobre contrato a termo);

Revogação
Artigo 393.o
Cessação por acordo
O empregador e o trabalhador podem fazer cessar
o contrato de trabalho por acordo, nos termos do disposto
no artigo seguinte.
Artigo 394.o
Exigência da forma escrita
1 — O acordo de cessação deve constar de documento
assinado por ambas as partes, ficando cada uma com
um exemplar.
N.o 197 — 27 de Agosto de 2003 DIÁRIO DA REPÚBLICA — I SÉRIE-A 5619
2 — O documento deve mencionar expressamente a
data da celebração do acordo e a de início da produção
dos respectivos efeitos.
3 — No mesmo documento podem as partes acordar
na produção de outros efeitos, desde que não contrariem
o disposto neste Código.
4 — Se, no acordo de cessação, ou conjuntamente
com este, as partes estabelecerem uma compensação
pecuniária de natureza global para o trabalhador, presume-
se que naquela foram pelas partes incluídos e liquidados
os créditos já vencidos à data da cessação do
contrato ou exigíveis em virtude dessa cessação.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
Avatar do Utilizador
nelson38899
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 3243
Registado: sábado 19 mai, 2007 10:59 pm
Localização: Famalicão
Enviou: 54 vez(es)
Recebeu: 16 vez(es)

Mensagempor Subillaumbra » quinta 26 jun, 2008 2:42 pm

nelson38899 Escreveu:aconselho-o a ver este decreto

Lei n.o 38/96, de 31 de Agosto (regras sobre
cessação por mútuo acordo e por rescisão do
trabalhador e sobre contrato a termo);

Revogação
Artigo 393.o
Cessação por acordo
O empregador e o trabalhador podem fazer cessar
o contrato de trabalho por acordo, nos termos do disposto
no artigo seguinte.
Artigo 394.o
Exigência da forma escrita
1 — O acordo de cessação deve constar de documento
assinado por ambas as partes, ficando cada uma com
um exemplar.
N.o 197 — 27 de Agosto de 2003 DIÁRIO DA REPÚBLICA — I SÉRIE-A 5619
2 — O documento deve mencionar expressamente a
data da celebração do acordo e a de início da produção
dos respectivos efeitos.
3 — No mesmo documento podem as partes acordar
na produção de outros efeitos, desde que não contrariem
o disposto neste Código.
4 — Se, no acordo de cessação, ou conjuntamente
com este, as partes estabelecerem uma compensação
pecuniária de natureza global para o trabalhador, presume-
se que naquela foram pelas partes incluídos e liquidados
os créditos já vencidos à data da cessação do
contrato ou exigíveis em virtude dessa cessação.


Caro Nelson,

A lei de que fala foi revogada pela Lei 99/2003, de 27 de Agosto, onde é aprovado o novo código do trabalho.
Avatar do Utilizador
Subillaumbra
 
Mensagens: 94
Registado: sexta 27 out, 2006 3:29 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Subillaumbra » quinta 26 jun, 2008 3:04 pm

Lusitanus Escreveu:Eu estou á 5 anos, estou efectivo, ou seja é a termo certo.

A empresa é um hipermercado.


Caro Lusitanus,

Se é, o que vulgarmente se chama efectivo, então tem um contrato de trabalho sem termo e não a termo certo.

Assim, como trabalha na empresa há mais de 2 anos, deverá mandar carta com uma antecedência mínima de 60 dias (2meses). A carta deverá ir registada com aviso de recepção ou então entregue a carta acompanhada de fotocópia onde o seu empregador deverá escrever "recebi o original", assinar, pôr a data e devolve-la.

A carta não obedece a nenhuma forma especifica, dirija-a à sede da empresa, nunca directamente ao Director de Recursos Humanos, porque não é ele o seu empregador, mas sim à empresa e A/C do Director de Recursos Humanos, referindo que a partir de uma data não pretende continuar ao serviço da empresa dando por terminado o contrato sem termo que, até então, os ligava. Claro que não se esqueça de falar com o seu chefe directo, explicando o que vai fazer, é que não se sabe o dia de amanhã e convem deixar algumas saudades.

Claro que não vai ter direito a subsídio de desemprego, porque a iniciativa de sair é sua.

Espero ter-me feito compreender.

Um abraço.
Avatar do Utilizador
Subillaumbra
 
Mensagens: 94
Registado: sexta 27 out, 2006 3:29 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez


Voltar para Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 0 visitantes

  • Publicidade