• Publicidade

"Memórias da Guerra - 1961-1974"

Moderadores: Moderadores, Administradores

"Memórias da Guerra - 1961-1974"

Mensagempor Lancero » segunda 04 jun, 2007 11:57 am

2007-06-04 - 00:00:00

Memórias de Guerra: 1961-1974 (1.º Parte)
"A competência é que nos salva em combate"

Quarenta e cinco anos depois de ser instrutor do primeiro curso de Grupos Especiais, precursores dos Comandos, o coronel Raul Folques guarda de tudo uma visão em que pontifica a necessidade de os militares serem competentes na guerra.

Evita histórias de proezas e critica o estilo show off do italiano Dante Vachi, considerado por outros como o inspirador do corpo de elite do exército português. E, embora guarde em casa os famosos três livros de Jean Lartéguy – ‘Os Centuriões’, ‘Os Pretorianos’ e ‘Os Mercenários’ –, que marcaram o imaginário dos militares portugueses de África, prefere apontar que já Camões escrevia em ‘Os Lusíadas’ versos como ‘Nunca louvarei capitão que diga não cuidei’.

Raul Folques, então alferes de Infantaria, foi um dos oito instrutores do primeiro curso de Grupos Especiais que arrancou na sua quinzena de Junho de 1962, em Zemba, no Norte de Angola. A grande personagem da nova instrução era o italo-francês Dante Viachi cuja intervenção é desvalorizada por Raul Folques.

“Um dia – conta –, os generais e os oficiais de Estado-Maior da Região Militar de Angola foram assistir a uma demonstração da instrução e ele preparou umas poças de água com óleo e armou show: um dos militares dava uma baforada de lança-chamas, ateando um grande fogo e outro que tinha sido guarda-redes de futebol dava um salto e disparava uns tiros de pistola metralhadora no ar contra uns balões.”

Para os militares portugueses, o assunto foi sempre mais sério. “Nós sabíamos que enfrentávamos um inimigo difícil e o essencial era dar competência aos combatentes. Como está escrito nos princípios dos Comandos ‘a morte sanciona a falha’. Este espírito foi assumido por Raul Folques que resume tudo em três palavras: “Heroísmo é ficar”. E dá um exemplo de como a competência era a mãe das melhores vitórias: “A minha estreia à frente da 2.ª Companhia de Comandos foi numa operação na margem Norte do rio Danje já por volta de 1965, onde havia um quartel do MPLA. Estávamos a avançar de noite e o homem da frente rebentou uma granada de mão que eles tinham colocado no trilho para alertar a nossa aproximação. Aquilo dá um estalido e depois demora quatro segundos a rebentar. De maneira que deitámo- -nos todos no chão, a granada rebentou tivemos muita sorte porque a rebentação da granada defensiva não atingiu ninguém do pessoal, embora houvesse sinais dela nas mochilas. Então, pensando que os sentinelas que estavam alertados e que podiam pensar que fosse uma peça de caça a rebentar a armadilha, mandei montar uma emboscada só por uma equipa de cinco homens e retirei o resto da companhia um pouco para trás, ficando a dar apoio aos cinco homens para reduzir ao mínimo as possibilidades de o inimigo sentir a nossa presença, inclusive pelo cheiro. Quando amanheceu, vieram dois guerrilheiros armados para verem se a armadilha tinha realmente sido rebentada por caça como tinham pensado. Esses dois guerrilheiros foram logo abatidos e as suas armas recuperadas.

“A seguir assaltámos o quartel do MPLA. Encontrámos resistência porque estavam alertados. Apanhámos mais algumas armas, mas não fizemos prisioneiros. Os que não morreram foi porque conseguiram fugir. Não tivemos nenhuma baixa.”

MAIOR OPERAÇÃO DA GUERRA FOI EXECUTADA EM MOÇAMBIQUE

Apenas três meses depois de assumir o comando-chefe das Forças Armadas em Moçambique o general Kaúlza de Arriaga aprontou para 1 de Julho de 1970 a operação com maiores meios alguma vez desencadeada na guerra de África. O objectivo era derrotar de vez a Frelimo com a destruição e ocupação de três bases dos guerrilheiros no planalto do Macondes, no Norte de Moçambique, mas a vitória do poder militar português acabou por ter fracas consequências na luta contra a guerrilha.

Carlos de Matos Gomes comandante de uma companhia de Comandos envolvida na operação recorda-a como uma enorme movimentação militar, com todos os meios ao alcance das Forças Armadas portuguesas e até alguns requintes como o fornecimento de refeições liofilizadas aos Comandos, que receberam através de meios aéreos frango com ervilhas em pó. Foi tudo moderno e em grande. Cinco Companhias de Comandos, mais nove de Caçadores, dois batalhões de ‘Páras’ e quatro destacamentos de Fuzileiros receberam ordem para atacar e ocupar as bases Gungunhana, Moçambique e Nampula, santuário da guerrilha com mais de mil homens, armas e muito material de guerra armazenado.

O poder das forças portuguesas foi esmagador. Em duas semanas e apesar de alguns confrontos, os objectivos foram conquistados, mas verificou-se que tinham sido abandonados preventivamente. As baixas infligidas ao inimigo – 67 – e a apreensão de material ficaram aquém das expectativas.

COMBATENTES

ESTRATEGA DA VITÓRIA MILITAR EM ANGOLA

Costa Gomes, entre 1967 e 1969, foi adjunto do comandante-chefe de Moçambique, Augusto dos Santos, e conseguiu confinar a Frelimo ao Cabo Delgado e ao Niassa. Contudo, a coroa de glória conquistou-a em Angola, a partir de 1970, como comandante-chefe. Regressou à metrópole, em 1972, para tomar posse como chefe do Estado-Maior-General, e deixou as tropas portuguesas à beira da vitória. Faleceu em 2001.

O SOLDADO QUE SALVOU A VIDA AO COMANDANTE

Cáceres da Veiga orgulha-se de ter servido sob as ordens do então tenente-coronel Spínola, em Angola, de 1961 a 1963, no Batalhão 345. São Salvador, junto à fronteira do Congo, era a mais perigosa zona de guerra. Uma companhia saiu em patrulha. Spínola também foi. Caem numa emboscada. Debaixo de fogo, Veiga vê Spínola de cabeça erguida e enfia-lhe o capacete. Segundos depois, ouviu o som da bala a resvalar no ferro.

O MAIS MEDALHADO DE TODOS OS GENERAIS

João de Almeida Bruno é conhecido entre os camaradas de armas como o “mais brilhante peito do Exército”: é o oficial com maior número de condecorações. Fez quatro comissões: duas em Angola e duas na Guiné, onde serviu sob o comando de António de Spínola. Aqui, onde a guerra era mais dura, comandou o Batalhão de Comandos Africanos, constituído por guineenses, que executou das mais difíceis e penosas operações.

COMPANHIA DE 'PÁRAS' NO INFERNO DE GUIDAGUE

Em 23 de Maio de 1973, uma coluna de abastecimento, escoltada por um destacamento de fuzileiros e pela Companhia de Pára-quedistas 121, desloca-se para Guidaje, no Norte da Guiné. A marcha é travada por minas. A coluna e os fuzileiros voltam para trás. Os ‘páras’ continuam. Manuel Rebocho estava lá. O combate dura uma hora, até que o inimigo cedeu. A companhia sofre quatro mortos e os corpos são carregados às costas.

CHEFE DE COMANDOS NA ACÇÃO 'NO GORDIO'

Oriundo de Artilharia, o general Júlio de Oliveira, hoje com 72 anos, entrou para os Comandos em 1963, quando participou ao lado de Gilberto Santos e Castro no primeiro curso feito em Quibala Norte, Angola. Foi comandante do Batalhão sediado em Montepuês, no Norte de Moçambique, de 1969 a 72. Teve um papel importante na operação ‘Nó Górdio’ e foi o comandante do Regimento da Amadora de 81/83 após a saída de Jaime Neves.

NOTAS

MASSACRE

Guerrilheiros da União dos Povos de Angola (UPA, liderada por Holden Roberto) transformam o Norte num mar de sangue. Na manhã de 15 de Março de 1961, atacaram vilas e fazendas, chacinaram colonos e trabalhadores negros, na maioria bailundos, originários do Sul. Assim começou a guerra em Angola. Os efectivos militares na província eram escassos: 1500 soldados

TROPAS PARA ANGOLA

O primeiro grande contingente militar partiu de Lisboa em 21 de Abril, a bordo do paquete ‘Niassa’, e desembarcou em Luanda no primeiro dia de Maio de 1961. As tropas portuguesas, sob o comando do general Venância Deslandes, procuraram ocupar o Norte. O objectivo era interditar a fronteira com o Congo ex-belga a fim de cortar as rotas de reabastecimento da guerrilha

GUERRA NA GUINÉ

Em 1963, as tropas portuguesas já levavam quase dois anos de combates no Norte de Angola quando, no dia 20 de Janeiro, forças do Partido Africano para a Independência de Guiné e de Cabo Verde (PAIGC), de Amílcar Cabral, lançaram vigoroso ataque ao quartel de Tite, a sul de Bissau, nas margens do Corubal. Estava aberta uma segunda frente de guerra em África

MOÇAMBIQUE

Enfrentavam as tropas portugueses dificuldades crescentes por toda a Guiné e no Norte de Angola – rebentou a guerra em Moçambique, em 25 de Setembro de 1964, com o ataque lançado por guerrilheiros da Frelimo à localidade de Chai, Cabo Delgado. O movimento independentista é então liderado por Eduardo Mondlane, formado na Universidade de Siracusa, nos Estados Unidos

MUCABA FAZ HISTÓRIA

Trinta civis, um furriel e um chefe de posto, barricados na Igreja de Mucaba (Norte de Angola), protagonizaram na madrugada de 30 de Abril de 1961 uma histórica resistência ao ataque de milhares de sublevados. Ao longo de 12 horas pediram apoio à Força Aérea, mas só à segunda vez e depois de o posto de rádio local emudecer os PV2 lograram desbaratar os sitiantes.

COMANDOS MORTOS

Com 357 mortos, 28 desaparecidos em combate e 771 feridos nas várias frentes da guerra em África 1961-75, os Comandos foram os militares que mais perigos e sacrifícios conheceram. Os nove mil participantes em operações activas foram apenas 1% dos militares mobilizados, mas sofreram 4.2% das baixas. A sua memória é evocada em todas as reuniões de comandos

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974) (Lista de todos os nomes inscritos no Memorial, em Belém, fornecida pela Liga dos Combatentes – continua amanhã)

1961

- Abílio Castelo Silva (cap)

- Abílio Ribeiro (sold)

- Adelino Coelho (mar)

- Adelino Figueiredo Ferreira (sold)

- Agostinho Santos (sold)

- Alberto Domingos Congo (sold)

- Alberto Marques Torres (sold)

- Alberto Monteiro Afonso (sold)

- Alberto Ribeiro Macedo (sold)

- Albino Joaquim (sold)

- Albino Paulino Silva (sold)

- Albino Silva Martins (sold)

- Alfredo Magalhães Carvalho (sold)

- Alípio Santos Cardoso (fur)

- Amadeu Sousa Pinto (sold)

- Aníbal Baptista Alberto (sold)

- Aníbal Fernandes Jardino (mar)

- Aníbal Gonçalves Almeida (sold)

- Aníbal Marinheiro Santos (sold)

- António Augusto Alves (sold)

- António Azevedo Alves (sold)

- António Cariço Lourenço (1º cabo)

- António Catimba (sold)

- António Cruz Silva (sold)

- António Dias Duarte (1º cabo)

- António Domingos Dias (sold)

- António Emídio Fernandes (1º cabo)

- António Fernandes Picota (fur)

- António Ferreira (mar)

- António Ferreira Marques (sold)

- António Fuxe (sold)

- António Gouveia Freitas (1º cabo)

- António Jesus Sousa (sold)

- António Joaquim Leito (sold)

- António José Cerejo (sold)

- António José Palma (2º sar)

- António Manuel Costa (sold)

- António Marcos Teodoro (sold)

- António Mendes Ribeiro (fur)

- António Miranda Lima (sold)

- António Moreira Varão (fur)

- António Neves Carvalho (sold)

- António Oliveira Gaspar (sold)

- António Pereira Salvado (1º cabo)

- António Pinto Ferreira (sold)

- António Pombo Costa (cap)

- António Rodrigues (2º sar)

- António Rodrigues Guerra (sold)

- António Santa Rita (1º sar)

- António Seabra Dias (ten)

- António Silva (1º cabo)

- António Silva Henriques (sold)

- António Sousa Cardoso (sold)

- António Vieira Soares (1º cabo)

- Aquilino Silva Gonçalves (2º cabo)

- Aristides Várzea Alves (1º cabo)

- Armando António Soutilha (1º cabo)

- Armando Monteiro Ferreira (2º sar)

- Armindo Firmino Vicente (1º cabo)

- Armindo Grilo Paulino (1º cabo)

- Armindo Maria Alves (sold)

- Armindo Maria Correia (sold)

- Armindo Mendes Coelho (sold)

- Armindo Valente Tavares (1º cabo)

- Arnaldo Gomes Monteiro (sold)

- Arnaldo Lusia Silva (alf)

- Artur Sousa (sold)

- Augusto Almeida Pinto (sold) -

- Augusto Rebelo Faria (fur)

- Belmiro Faria Carvalho (sold)

- Belmiro Santos (1º cabo)

- Bento António Caeiro (2º sar)

- Bruno Azevedo Ricardo (sold)

- Cândido Martins Jesus (sold)

- Carlos António Alves (ten)

- Carlos Comboio (sold)

- Carlos Guilherme Santos (sold)

- Carlos Maria Amado (1º cabo)

- Carlos Monteiro Sousa (sold)

- Carlos Mota Oliveira (maj)

- Carlos Silva Freire (gen)

- Chiamba Dumba (2º cabo)

- Chimbundi (sold)

- Claudino Almeida Cunha (1º cabo)

- Coutinho Mulela (sold)

- Cunena Bapolo (sold)

- Custódio Bastos (sold)

- Daniel Almeida Esteves (sold)

- Daniel Pereira Silva (sold)

- Diogo Alberto Cardoso (mar)

- Domingos Adão (sold)

- Domingos António (sold)

- Domingos Conceição Mestre (sold)

- Domingos Oliveira Neiva (1º sar)

- Dorvalino Paiva Pacheco (fur)

- Eduardo Carvalho Fernandes (sold)

- Eduardo Conceição Ferreira (alf)

- Eduardo Costa Cunhal (1º cabo)

- Eduardo Martins Almeida (1º cabo)

- Eduardo Sousa Amador (sold)

- Eurico (sold)

- Evaristo Gomes Patrício (sold)

- Fernando Câmara Lamelino (t. cor)

- Fernando Ferrer Sousa (1º sar)

- Fernando Monteiro Pereira (sold)

- Fernando Oliveira Madeira (2º sb-ch)

- Florêncio Rosa Capela (sold)

- Francisco Agostinho Luís (1º cabo)

- Francisco Bergamo Oliveira (sold)

- Francisco Conceição Gamito (sold)

- Francisco Fernandes Carvalho (cap)

- Francisco José Ribeiro (2º sar)

- Francisco Mendes Nogueira (sold)

- Francisco Nunes Ribeiro (1º cabo)

- Francisco Pedro Henriques (sold)

- Francisco Pires Mendes (sold)

- Frederico Manuel Augusto (sold)

- Gilberto Almeida Dias (sold)

- Guibaldo Alves Martins (sold)

- Herondino Guerra Domingues (1º cabo)

- Idalino Serra Carvalho (1º cabo)

- Isaac Chivera (sold)

- João Almeida Figueiredo (1º cabo)

- João Camundi (sold)

- João Certo Loureiro (fur)

- João Donato Custódio (sold)

- João Ferreira Lima (t.cor)

- João Figueiredo André (sold)

- João Francisco Manilhas (sold)

- João Galo Agostinho (1º cabo)

- João Gama Araújo (1º cabo)

- João Henrique Filipe (sold)

- João Lopes Silva (1º cabo)

- João Maria Amaro (sold)

- João Oliveira Marques (t.cor)

- João Ricardo Afonso (fur)

- João Rodrigues Martins (sold)

- João Samarra Coelho (sold)

- João Vieira Gusmão (1º cabo)

- Joaquim Afonso Domingues (sold)

- Joaquim Baptista (sold)

- Joaquim Batista (2º sb-ch)

- Joaquim Brito Guerreiro (mar)

- Joaquim Colaço Cardoso (1º cabo)

- Joaquim Ferraz Aguiar (sold)

- Joaquim Ferreira Bessa (sold)

- Joaquim Neto Martins (sold)

- Joaquim Neto Pedra (sold)

- Joaquim Oliveira Silva (1º cabo)

- Joaquim Pato Campaniço (sold)

- Joaquim Pimenta Faustino (sold)

- Joaquim Pimenta Verdelhos (1º cabo)

- Joaquim Raimundo Ricardo (sold)

- Joaquim Raimundo Rosado (sold)

- Joaquim Reis Martins (1º cabo)

- Joaquim Santos Mendes (sold)

- Joaquim Soeiro Carrajola (1º cabo)

- Joaquim Sousa Ferreira (sold)

- Joaquim Sousa Oliveira (sold)

- Jofre Ferreira Prazeres (cap)

- Jorge Augusto Santos (sold)

- Jorge Cabeleira Filipe (ten)

- Jorge Gomes Prata (2º sar)

- Jorge Moura Leite (1º sar)

- Jorge Oliveira Carmo (2º ten)

- Jorge Soua Silva (sold)

- Jorge Tedeschi Seabra (t.cor)

- José Alcídio Basílio (1º cabo)

- José Almeida Basílio (sold)

- José António Faustino (sold)

- José Ascenção Inácio (sold)

- José Boavida Chagas (ten)

- José Bugalho Bárias (sold)

- José Cumacuma (sold)

- José Cunha Fernandes (sold)

- José Eugénio Borges (t.cor)

- José Fernandes Ruas (alf)

- José Gonçalves Vieira (1º cabo)

- José Guilherme Pimenta (sold)

- José João Gonçalves (2º sar)

- José Júlio Lopes (sold)

- José Marques (2º sb-ch)

- José Martins Moreira (fur)

- José Martins Silvestre (1º cabo)

- José Maurício Valadeiro (fur)

- José Miranda Reis (sold)

- José Neves Flores (alf)

- José Nobre Baiona (fur)

- José Oliveira Silva (1º cabo)

- José Oliveira Tavares (1º cabo)

- José Santos Henriques (gua 2ª)

- José Serrano Rosa (1º cabo)

- José Silva Capa (1º cabo)

- José Silva Correia (brig)

- José Silva Gomes (sold)

- José Valério Malveiro (sold)

- Josefeth Monteiro Figueiredo (maj)

- Júlio Carrilho Rosa (1º cabo)

- Júlio Rodrigues Ferreira (sold)

- Leonardo Caetano Pereira (sold)

- Luciano Muhala (sold)

- Luís António Rocha (1º grt)

- Luís Faria Gonçalves (sold)

- Luís Manuel Carlota (sold)

- Lumbo Quissanga (sold)

- Manuel Agostinho Rodrigues (sold)

- Manuel Azenha Ferreira (sold)

- Manuel Baptista Costa (1º cabo)

- Manuel Brás Ferreira (2º sb-ch)

- Manuel Conceição Curado (sold)

- Manuel Fonseca Simões (sold)

- Manuel Francisco Martins (fur)

- Manuel Freire Martins (1º cabo)

- Manuel Gomes Junqueira (sold)

- Manuel Hipólito Oliveira (1º grt)

- Manuel Joaquim Carola (fur)

- Manuel José Matos (sold)

- Manuel Leitão (sold)

- Manuel Lopes Ferreira (sold)

- Manuel Luís Geada (1º cabo)

- Manuel Matos Pires (sold)

- Manuel Mendes Pequeno (sold)

- Manuel Mota Costa (alf)

- Manuel Pinho (sold)

- Manuel Pinho Silva (sold)

- Manuel Ribeiro Marques (sold)

- Manuel Rocha Vieira (sold)

- Manuel Sequeira Campos (sold)

- Manuel Serafim Lavado (sold)

- Manuel Silva Ribeiro (sold)

- Manuel Sousa (2º sar)

- Mário Medeiros Correia (1º cabo)

- Mário Neves Rodrigues (1º cabo)

- Mário Oliveira Lopes (sold)

- Mário Viegas Beicinho (sold)

- Norberto Silva Couto (sold)

- Nuno Ferreira Mendes (2º sb-ch)

- Nuno Santos Brandão (sold)

- Orlando Machado Santos (1º cabo)

- Paulo Neves Mota (2º sar)

- Raúl Silva Coelho (sold)

- Rui Silveira Ramos (fur)

- Sanbuano (sold)

- Serafim Matos Pedro (sold)

- Serafim Mendes Paulo (1º cabo)

- Serafim Modesto Gonçalves (sold)

- Valentim Quaresma Alcobia (sold)

- Vasco Silva Júnior (1º cabo)

- Victor Correia Gomes (sold)

- Victor Pereira Coelho (sold)

- Virgílio Costa Marques (sold)

1962

- Abel Lima Costa (sold)

- Adelino Oliveira Carvalho (sold)

- Adérito Ferreira Gomes (fur)

- Adriano Alves Vieira (sold)

- Adriano Rodrigues Oliveira (sold)

- Albano Tavares Rocha (sold)

- Alberto Lima Maia (fur)

- Albino Soares Silva (1º cabo)

- Alexandre José Carvalho (sold)

- Altino Duarte Ferreira (sold)

- Álvaro Lopes Ferreira (sold)

- Américo Santos Marta (2º sar)

- Amílcar Santos Marreiros (sold)

- Aníbal Fonseca Constantino (sold)

- António Abreu Fonseca (sold)

- António Alves Manuel (sold)

- António Brites Subtil (1º cabo)

- António Brito Pedreira (sold)

- António Cavaleiro Freitas (1º cabo)

- António Costa Correia (sold)

- António Costa Ferreira (sold)

- António Cruz Marques (sold)

- António Fróis Ribeiro (2º sar)

- António Guilherme Cordeiro (1º cabo)

- António Guerra Garcia (1º cabo)

- António Jesus Santos (sold)

- António Lopes Cardoso (1º cabo)

- António Lucrécio David (fur)

- António Manuel Fazendas (1º cabo)

- António Monteiro Santos (sold)

- António Manuel (sold)

- António Manuel Costa (1º cabo)

- António Martins Dias (sold)

- António Morais Pinto (1º cabo)

- António Oliveira Silva (1º cabo)

- António Pereira Costa (1º cabo)

- António Pereira Ramos (mar)

- António Pires Pedro (sold)

- António Ribeiro (sold)

- António Silva (sold)

- António Silva Sousa (sold)

- António Vaz Mateus (sold)

- Armando Moreira Venda (sold)

- Armando Simões Rocha (sold)

- Armindo Correia Barriguinha (1º cabo)

- Artur Ribeiro (1º cabo)

- Avelino Dias (1º cabo)

- Avelino Ferreira Silva (sold)

- Avelino Lopes Freitas (sold)

- Belmiro Fernandes Pinto (sold)

- Benjamim Ferreira (sold)

- Benjamim Sousa Calado (sold)

- Carlos Aparício Oliveira (1º cabo)

- Carlos Pita Oliveira (1º cabo)

- Casimiro Augusto Teixeira (alf)

- Casimiro Costa (sold)

- Custódio Alves Santos (sold)

- Daniel Ascenção Piçarra (sold)

- Daniel Novak Szabo (fur)

- Diamantino Alves Pereira (sold)

- Diogo António Veiga (sold)

- Domingos (sold)

- Domingos Nambi (sold)

- Domingos Quitéculo (sold)

- Domingos Santos Barata (1º cabo)

- Eduardo Augusto Parreira (sold)

- Eduardo Coroadinho Novo (1º cabo)

- Emídio Augusto Pires (1º cabo)

- Emílio Bernando Miguel (1º cabo)

- Ernesto Sachicanga (sold)

- Ernesto Silva Almeida (1º cabo)

- Eusébio Barrocas Mourisco (sold)

- Fernando Antunes Martins (1º cabo)

- Fernando Basso Santos (fur)

- Fernando Capalo (sold)

- Fernando José Domingos (1º cabo)

- Fernando José Pereira (sold)

- Fernando Nunes Duarte (fur)

- Fernando Santos (sold)

- Fernando Sousa Silveira (fur)

- Fernando Teixeira Azevedo (1º cabo)

- Fernando Valdemar Silva (1º cabo)

- Firmino Augusto Silva (sold)

- Francisco Azevedo Keating (alf)

- Francisco Fernandes Abreu (alf)

- Francisco José Horácio (sold)

- Francisco José Ventura (1º cabo)

- Francisco Lucas Leitão (1º sar)

- Francisco Moreno Ramos (1º cabo)

- Francisco Nuns Maduro (1º cabo)

- Francisco Roque Oliveira (sold)

- Francisco Silva Ramos (sold)

- Gervásio Viana Nascimento (fur)

- Gualdino Teresa Lopes (fur)

- Guilherme Phalempiu Dantas (fur)

- Hélder Jesus Roldão (alf)

- Hélder Tavares Amaral (1º cabo)

- Henrique Luz Freitas (1º cabo)

- Horácio Rodrigues Catita (1º cabo)

- Isidoro Silva Castanheira (1º cabo)

- Jaime Santos Alves (sold)

- João Castro Silva (sold)

- João Gonçalves (2º sar)

- João Kambumba (1º cabo)

- João Lopes Pereira (sold)

- João Mota Reis (sold)

- João Neto Nunes (1º cabo)

- João Quimba (sold)

- João Silva Maranhão (1º cabo)

- João Silveira Veríssimo (sold)

- João Teixeira Resende (1º cabo)

- Joaquim Caetano Dias (sold)

- Joaquim Carmo Quintana (1º cabo)

- Joaquim Cartaxo Caeiro (1º cabo)

- Joaquim Couto Santos (1º cabo)

- Joaquim Duarte Saboeiro (sold)

- Joaquim Fazendas Barreiros (ten)

- Joaquim Magalhães (1º cabo)

- Joaquim Martins Neves (sold)

- Joaquim Pereira Santos (sold)

- Joaquim Repolho Carnide (sold)

- Joaquim Silva Alves (sold)

- Joaquim Teófilo Veiga (1º cabo)

- Jorge Silva Moniz (sold)

- José Águas Sousa (1º cabo)

- José António Mendes (sold)

- José Augusto Sousa (sold)

- José Augusto Teixeira (2º grt)

- José Barbosa Pombeiro (alf)

- José Barroso Araújo (2º sar)

- José Brites Camões (1º cabo)

- José Cardoso Carias (sold)

- José Carmo Bento (fur)

- José Cíncio Fonseca (alf)

- José Correia (1ºcabo)

- José Costa (2º sar)

- José Francisco (sold)

- José Franco Preto (ten)

- José Gaspar (sold)

- José Gonçalves Fraga (1º cabo)

- José Gonçalves Morgado (sold)

- José Maria correia (sold)

- José Melandes Ferreira (1º cabo)

- Mário Vicente Silva (2º sar)

- Martins Malange (sold)

- Máximo Pedrosa Neves (sold)

- Meter Kopejka (fur)

- Miguel Famarosa (sold)

- Moisés Manuel Chilulo (1º cabo)

- Muibove (sold)

- Nangale (sold)

- Oscar Monteiro Lopes (cap)

- Paissone (sold)

- Palanda Maricano (sold)

- Paulo Freitas Barros (alf)

- Paulo João (sold)

- Pedro Azevedo Bastos (1º cabo)

- Pedro Vieira Aguedo (fur)

- Rafael Henriques Brito (sold)

- Ricardo Bahia Ferreira (fur)

- Rui Pereira Retorta (alf)

- Sandalo (sold)

- Santana Luis Martins (sold)

- Savidem (sold)

- Silvério Santos (1º cabo)

- Silvestre Rodrigues Teixeira (sold)

- Silvestre Romeiras (sold)

- Valentim Pereira Costa (sold)

- Valério Augusto Barrelas (sold)

- Victoriano Neves Gonçalves (1º cabo)

- Vitorino Chinangue (sold)

1963

- Abílio Monteiro Brito (fur)

- Abílio Neves Luís (1º cabo)

- Adão Laurindo Carvalho (sold)

- Adosindo Carvalho Brito (sold)

- Adosindo Carvalho Brito (sold)

- Adriano Martins Fernandes (sold)

- Agostinho Catalão Gonçalves (2º sar)

- Agostinho Cruz Rodrigues (1º cabo)

- Agostinho Teixeira Reis (sold)

- Agostinho Torres Sousa (sold)

- Albertino Jesus Santos (sold)

- Alberto Almeida Fernandes (sold)

- Alberto Santos Monteiro (sold)

- Alcindo Correia Jardim (sold)

- Alexandre Cunha (fur)

- Alexandre Oliveira Couto (sold)

- Alfelino Pereira Rodrigues (sold)

- Alfredo Azevedo Lopes (1º cabo)

- Alípio Matos (sold)

- Amadeu Oliveira (sold)

- Amândio Silva Moniz (sold)

- António Alfredo (sold)

- António Almeida Paiva (sold)

- António Almeida Silva (sold)

- António Arez Carrusca (sold)

- António Carlos Matos (1º cabo)

- António Conceição Alves (sold)

- António Conceição Botelho (sold)

- António Conceição Machado (1º cabo)

- António Costa Gomes (cap)

- António Domingues Abreu (2º grt)

- António Esteves Magalhães (1º cabo)

- António Fernandes Amorim (sold)

- António Fernando Ramos (1º cabo)

- António Fialho Conceição (1º cabo)

- António Gonçalves Brites (sold)

- António Gonçalves Pereira (sold)

- António Guedes Ferreira (1º cabo)

- António Joaquim Borges (sold)

- António José Jacinto (sold)

- António Lopes Silva (sold)

- António Luz (sold)

- António Machado Carmo (cap)

- António Maia Mendes (cap)

- António Manuel Milagre (sold)

- António Marques Faria (alf)

- António Marques Soares (sold)

- António Martins Lemos (1º cabo)

- António Martins Santos (1º cabo)

- António Matos Braz (2º sar)

- António Melita Martins (sold)

- António Moreira Pinto (sold)

- António Neves Castro (fur)

- António Palma Cavaco (1º cabo)

- António Pereira Lopes (1º cabo)

- António Rasteiro Póvoas (sold)

- António Rodrigues Santos (cap)

- António Ruivo Navarro (sold)

- António Silva Pereira (sold)

- António Tavares Brito (t cor)

- António Teixeira Bernardo (2º sar)

- António Teixeira Jesus (1º cabo)

- Armando Bastos Mendes (alf)

- Armindo Santos Carromeu (fur)

- Augusto Ferreira Cunha (sold)

- Augusto Maria Lopes (sold)

- Áureo Santos Pires (cap)

- Avelino Gonçalves Brito (sold)

- Avelino Magalhães Fernandes (mar)

- Baptista João Vaz (sold)

- Belaque Lagarto (sold)

- Belchior Cunha (1º cabo)

- Bento Rebocho Silva (sold)

- Bernardino A Merca (fur)

- Brás Francisco Rabadão (sold)

- Cabral Catera (2º cabo)

- Cacoma (sold)

- Câmara Pomba (sold)

- Camaxuta (sold)

- Carlos Afonso Azevedo (ten)

- Carlos Castro Sampaio (sold)

- Carlos Cruz Samorinha (sold)

- Carlos Marques Freitas (2º sar)

- Carlos Moura Borges (cap)

- Carlos Santos Pereira (alf)

- Casimiro Ferreira Neto (sold)

- Casimiro Leite Ferreira (sold)

- César Costa Sousa (fur)

- Constantino Lambranca Abelha (sold)

- Custódio Ribeiro Miranda (1º cabo)

- Diamantino Magalhães Pereira (1º cabo)

- Diamantino Velez Casaca (fur)

- Domingos Neto Correia (1º cabo)

- Domingos Rodrigues Torres (sold)

- Duarte Piedade Francisco (1º cabo)

- Eduardo Ferreira Silva (sold)

- Eduardo Mota Naveira (saj)

- Eduardo Spínola Freitas (alf)

- Egídio Alves Pinho (sold)

- Eliseu Costa (sold)

- Elisiário Ferreira Leite (sold)

- Emílio Catalão Sampaio (sold)

- Ernesto Ferreira Touguinha (2º sar)

- Ernesto Nunes Chão (1º cabo)

- Ernesto Rodrigues Carneiro (1º cabo)

- Faustino Almeida Leal (sold)

- Fernando Berguo Faria (1º cabo)

- Fernando João Cerqueira (sold)

- Fernando João Dores (sold)

- Fernando Marques Pinto (1º cabo)

- Fernando Paulo Morais (sold)

- Fernando Ribeiro (mar)

- Fernando Santos Borges (1º cabo)

- Fernando Trindade Rei (cap)

- Fernando Vilares Pereira (sold)

- Flávio Ferreira Rocha (mar)

- Floriano Chitumba (sold)

- Francisco Céu Bernardo (sold)

- Francisco Céu Pires (2º sar)

- Francisco Moreira (1º cabo)

- Francisco Oliveira Caetano (1º cabo)

- Francisco Peixoto Ferraz (sold)

- Frederico Moreira (sold)

- Gabriel Campos Vale (saj)

- Gabriel Gomes Correia (1º cabo)

- Garcia Cacória Neto (1º cabo)

- Gregório Lipressa (sold)

- Guilherme Nunes (sold)

- Guilherme Silva Santos (1º cabo)

- Guilhermino Aires Custódio (sold)

- Gustavo Ferreira Martins (sold)

- Hélder Sanches Pires (1º cabo)

- Henrique Oliveira Durão (sold)

- Henrique Pedro Franques (fur)

- Hércules Sousa Lobo (fur)

- Horácio Oliveira Ramos (1º cabo)

- Horácio Santos Oleiro (sold)

- Idalino Santinho Pernita (sold)

- Jacinto Martins Azera (sold)

- Jarga Seidi (sold)

- Jeremias Cosme Damião (sold)

- Jesus Diogo Santos (sold)

- João Caldeira Carvalho (sold)

- João Cláudio Fernandes (sold)

- João Costa Marques (alf)

- João Cruz Ribeiro (sold)

- João Deus Ferreiro (sold)

- João Freitas Pereira (sold)

- João Gonçalves Mendonça (sold)

- João José (sold)

- João Lopes Ferreira (sold)

- João Moura (sold)

- João Nogueira Marques (1º cabo)

- João Nunes Redondo (fur)

- João Pandeirada Novo (1º cabo)

- João Rebelo Valente (cap)

- João Rosário (sold)

- João Silva Ferreira (fur)

- João Valeriano Cebola (1º cabo)

- Joaquim Bento Jorge (sold)

- Joaquim Costa Ramos (sold)

- Joaquim Luz Assis (sold)

- Joaquim Machado Ferrão (alf)

- Joaquim Nogueira Mendonça (sold)

- Joaquim Pinto Araújo (sold)

- Joaquim Romualdo Mesquita (fur)

- Joaquim Vilaça Castro (1º cabo)

- Jorge Esteves Silva (sold)

- Jorge Lopes Silva (alf)

- José Alberto Lemos (1º cabo)

- José Alves Gomes (sold)

- José Ângelo (sold)

- José António Luz (sold)

- José Baioa Vaz (fur)

- José Barbosa Almeida (sold)

- José Bernardes Vieira (1º cabo)

- José Brito (alf)

- José Carmo Cunha (sold)

- José Carvalho Carreira (sold)

- José Conceição Cunha (1º cabo)

- José Conceição Santos (sold)

- José Cordeiro Pinto (sold)

- José Costa Pinheiro (fur)

- José Figueiredo Costa (1º cabo)

- José Fontes Guedes (2º sar)

- José Freitas Esteves (sold)

- José Gonçalves Fernandes (1º cabo)

- José Gonçalves Pereira (sold)

- José Graça Marques (1º cabo)

- José Henriques Silva (sold)

- José Isidro Marques (sold)

- José Jesus Almeida (sold)

- José Jesus Pires (1º cabo)

- José Júlio Cristina (mar)

- José Lopes Sousa (1º cabo)

- José Madureira Nobre (ten)

- José Mariano Reis (2º grt)

- José Marouco Silva (fur)

- José Martiniano Marreiros (fur)

- José Mata Fonseca (1º cabo)

- José Mendes Gonçalves (sold)

- José Mendonça Henriques (1º cabo)

- José Monteiro (2º cabo)

- José Neves Mendes (1º cabo)

- José Oliveira Barros (1º cabo)

- José Paulo Santos (2º sar)

- José Pedrosa Trovão (sold)

- José Pereira (1º cabo)

- José Pinheiro Garcia (1º sar)

- José Rato Casaleiro (sold)

- José Rego Rebelo (fur)

- José Rosa Camacho (sold)

- José Silva Júnior (sold)

- José Simões Cruz (fur)

- José Veloso Gonçalves (sold)

- Josefino Jesus Bernardino (fur)

- Julião Faduco (sold)

- Lavane Menecongo (sold)

- Leió (sold)

- Leonel Lourenço Santos (sold)

- Lofane Tcahango (sold)

- Luís Almeida Bondoso (sold)

- Luís Nisa Gonçalves (fur)

- Luís Ramos Gonçalves (sold)

- Manuel Alves (sold)

- Manuel Alves Lopes (sold)

- Manuel Baptista (1º cabo)

- Manuel Cachada (sold)

- Manuel Costa Domingos (sold)

- Manuel Felizardo (mar)

- Manuel Fernandes Carvalho (sold)

- Manuel Fernando Fernandes (sold)

- Manuel Ferreira Costa (1º cabo)

- Manuel Freitas Oliveira (sold)

- Manuel Glória Silva (sold)

- Manuel Gomes Almeida (cap)

- Manuel Igrejas Fernandes (sold)

- Manuel Joaquim Pinheiro (sold)

- Manuel Lopes Marques (fur)

- Manuel Lourenço Oliveira (sold)

- Manuel Maria Santos (sold)

- Manuel Marques Venâncio (sold)

- Manuel Mateus Costa (sold)

- Manuel Maurício Choças (sold)

- Manuel Mendes Domingos (1º cabo)

- Manuel Moiteiro Leitão (ten)

- Manuel Oliveira Nascimento (sold)

- Manuel Pacheco Cintra (1º cabo)

- Manuel Pereira Gomes (sold)

- Manuel Pereira Monteiro (sold)

- Manuel Pires Fernandes (fur)

- Manuel Ramalho Capelas (1º cabo)

- Manuel Reis (1º cabo)

- Manuel Ribeiro Palhoça (sold)

- Manuel Sá Lobo (sold)

- Manuel Santos Domingos (sold)

- Manuel Santos Pinho (sold)

- Manuel Santos Rodrigues (1º cabo)

- Manuel Soares Ferreira (sold)

- Manuel Vilela Caldeira (2º sar)

- Marcelino Duarte (sold)

- Mário Lima Azevedo (2º sar)

- Mário Sousa Barreira (sold)

- Martinho Alves (1º cabo)

- Mateus (sold)

- Miguel Domingos (sold)

- Nanque Indafa (sold)

- Nhangagola (sold)

- Olímpio Lapa Santos (1º cabo)

- Paciência Lucas (sold)

- Pedro Mendes Lopes (sold)

- Rafael Mota Costa (sold)

- Raúl Conceição Severino (fur)

- Raúl Leandro Lima (1º cabo)

- Rui Monteiro Vitorino (fur)

- Rui Ribeiro Cabeça (1º cabo)

- Rui Rodrigues Neves (1º cabo)

- Saparalo Hepo (sold)

- Semente (sold)

- Serafim Francisco Ribeiro (sold)

- Serafim Serra (2º sar)

- Silva Coxe (sold)

- Silvino António Malveiro (fur)

- Teodoro Chilingobongo (sold)

- Tito Marques Correia (sold)

- Tomás Cassua (sold)

- Tomé Hungulo (sold)

- Tucam Mané (sold)

- Túlio Cunha Brandão (2º sar)

- Ulisses Marques Ventura (fur)

- Veríssimo Godinho Ramos (sold)

- Victoriano (sold)

- Virgílio Dinis Silva (1º cabo)

- Virgílio Ferreira (sold)

- Vitorino Chaínho Pereira (sold)

1964

- Abel Real Rodrigues (1º cabo)

- Abílio Martins Lourenço (sold)

- Acácio Alípio Mateus (fur)

- Adão Moreira Oliveira (fur)

- Adelino Silva Costa (sold)

- Adelino Tomé Pinto (sold)

- Adérito Lourenço Frias (sold)

- Adriano Moreira Gonçalves (sold)

- Agnelo Macedo Fernandes (alf)

- Agostinho Andrade Dinis (1º cabo)

- Agostinho Arromba Fonseca (1º cabo)

- Aires Silva Natálio (alf)

- Albano Ferreira Lourenço (sold)

- Alberto Abílio Costa (t cor)

- Alberto Barreiros (2º sar)

- Alberto Fernandes Machado (fur)

- Alberto Freitas Costa (cor)

- Alberto Oliveira Alves (1º grt)

- Alberto Rocha Sousa (fur)

- Alberto Teixeira Oliveira (sold)

- Albino Jouira (sold)

- Albino Mendes Carvalho (sold)

- Aleu Ventura Duarte (1º cabo)

- Alexandre Alves Félix (1º cabo)

- Alfredo Carramona Trindade (sold)

- Alfredo Vieira Varanda (1º cabo)

- Aliu Baldé (sold)

- Álvaro Henriques Espinheira (sold)

- Álvaro Oliveira Santos (fur)

- Álvaro Rocha Cabral (sold)

- Álvaro Vilhena Mesquita (fur)

- Américo Fernandes Barroso (1º cabo)

- Américo Santos Alves (sold)

- Amido Baldé (sold)

- Anastácio Vieira Domingos (sold)

- André Barros Rodrigues (1º cabo)

- Aníbal Guerreiro (sold)

- Aníbal Santos Afonso (sold)

- Antero Nascimento Branco (sold)

- António Augusto Rosa (sold)

- António Barata Duarte (sold)

- António Barata Farinha (sold)

- António Bernardino Português (sold)

- António Cadia (sold)

- António Caeiro Combadão (sold)

- António Calucando (sold)

- António Capucho Malagueta (sold)

- António Cláudio Alegre (sold)

- António Costa Teixeira (sold)

- António Coutinho Nobre (sold)

- António David Salomão (1º cabo)

- António Domingos Silvestre (sold)

- António Emídio Melo (1º cabo)

- António Fernandes Cunha (1º cabo)

- António Ferreira Pinto (fur)

- António Gonçalves Silva (fur)

- António Gonçalves Vicente (2º sar)

- António Henriques Costa (fur)

- António Jesus Melo (sold)

- António João Nunes (fur)

- António José Pereira (1º cabo)

- António Júlio Bento (1º cabo)

- António Lopes Fonseca (sold)

- António Luís Inácio (alf)

- António Machado Ribeiro (1º cabo)

- António Martins Monteiro (sold)

- António Mendes Martins (sold)

- António Monteiro Guedes (sold)

- António Monteiro Miranda (fur)

- António Monteiro Silva (sold)

- António Nascimento Fontão (fur)

- António Neves Ferreira (sold)

- António Oliveira Marques (fur)

- António Oliveira Moreira (sold)

- António Oliveira Silva (sold)

João Vaz


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor ricardonunes » terça 05 jun, 2007 9:47 am

Memórias de Guerra: 1961-1974 (2.º Parte)
Canhangulo era a pior das armas deles

“Os combates eram duros e muito feios”, recorda Libânio Pontes Miquelina, alferes na 105 do Batalhão de Caçadores 96, o primeiro a entrar em Nambuangongo, no Norte de Angola, ao fim da tarde de 9 de Agosto de 1961. Com o êxito da ‘Operação Viriato’, a primeira de grande dimensão nas campanhas de África, acabou-se com o ‘santuário da UPA’, onde os independentistas se consideravam inexpugnáveis, apesar de alguns aviões da Força Aérea Portuguesa irem de vez enquanto lá despejar uma bombas.
A partir de um morro rodeado de matas diabólicas, com as picadas que lá conduziam obstruídas por árvores e muitas valas, a UPA lançava ataques a povoações próximas e mantinha sob ameaça cidades mais distantes como Carmona, Ambriz e mesmo Luanda. Para o comando militar português destruir a base tornou-se decisivo e não teve dúvidas em montar uma operação de envergadura.

Por três itinerários diferentes, outras tantas forças militares receberam ordens para chegar a Nambuangongo. O Batalhão de Caçadores 114 comandado pelo tenente-coronel Henrique de Oliveira Rodrigues foi o único que não conseguiu lá chegar. E o 96, do tenente-coronel Armando Maçanita o primeiro a atingir o objectivo, tendo à frente a Companhia 103 dos alferes Santana Pereira, já falecido, e Casimiro, que veio a morrer em campanha.

Libânio Miquelina, que se estreara em fogo a sério no 10 de Junho de 1961 com o ataque à Pedra Verde, era um dos alferes da Companhia 105 que se previa ser a primeira a chegar Nambuangongo.

“Ficámos um pouco para trás por causa de um avião Drossard, atingido por uns tiros inimigos e que, vendo a localidade ocupada por militares, decidiu aterrar na rua central de Muxaluando, a uns 20 km de Nambuangongo”, conta Libânio Miquelina, alentejano de Grândola com quatro comissões em África, sendo três em Angola e a última 1971-73 em Moçambique, onde comandou uma unidade de morteiros.

Rumo a Nambuangongo, numa ofensiva que durou mais de 20 dias de intensos combates, as dificuldades começaram numa ponte sobre o Dange, a cem km do objectivo.

“Quando chegámos à zona tivemos de intervir rápido porque descobrimos que eles estavam a tentar destruir a única ponte existente”, conta o alferes da 105. “Eles faziam grandes fogueiras com muitas árvores e ramos sobre o tabuleiro e depois baldeavam água por cima para estalarem com o cimento através do efeito da diferença de temperaturas. Foi um ataque difícil porque eles já tinham metralhadoras automáticas, além de canhangulos e bazucas, enquanto no Exército português as melhores ferramentas para cavar os abrigos eram as baionetas das espingardas Mauser. Deixei lá dois mortos e muitos feridos.”

Os ataques inimigos aconteciam de dia e de noite, ao meio-dia e ao meio da tarde, mas nunca chegaram ao corpo a corpo de que às vezes se fala.

“Os guerrilheiros tinham uma segunda vaga armada de catanas para nos atacarem, caso nos derrotassem ou fugíssemos, mas na minha companhia travámo-lhes sempre as intenções. Além das metralhadoras, o canhangulo é que era a mais temível arma deles. Aquilo disparava uma carga com pregos e pedras que levava tudo à frente, enquanto uma bala fazia só um buraquinho a entrar e um maior à saída.”

A tomada de Nambuangongo constituiu uma viragem na guerra. Com a mobilização de meios militares, a segurança das populações foi sendo reposta. A Companhia 105 ficou oito meses a controlar a zona.

COMANDANTE DA REGIÃO MILITAR MORRE EM QUEDA DE AVIÃO

A adaptação da chefia militar à nova situação em Angola concretizou-se com a nomeação efectiva a 1 de Junho de 1961 do general Carlos Manuel Lopes da Silva Freire para comandante da Região Militar de Angola em substituição do general Monteiro Libório, em funções desde Setembro de 1959.

Enquanto ao antecessor coubera sobretudo a tomada de medidas preventivas contra a subversão independentista, que já se adivinhava, a Silva Freire coube o papel de comandante das operações de guerra.

Militares desse tempo lembram que “era apresentado como o melhor general que Salazar tinha”. Em Angola, tomou a iniciativa na acção militar e a ele se devem as directivas que conduziram à tomada de Nambuangongo e, de um modo geral, ao controlo de toda a região Norte abalada pelos massacres da UPA. Ficou famosa uma ‘directiva para a época das chuvas’, desmistificadora na medida em que apontava para um incremento das acções militares numa estação considerada inadequada para as operações em zonas já se si intransitáveis por causa de árvores abatidas e valas.

O tempo de comando de Silva Freire foi, porém, curto. Após pouco mais de cinco meses, em 1.º de Novembro de 1961 morreu devido à queda do avião em que viajava juntamente com quase todo o seu Estado-Maior. Na lista dos 18 mortos no desastre no Chitado estão também um brigadeiro, quatro tenentes-coronéis, dois majores e dois capitães.

COMBATENTES

O HOMEM QUE CHEGOU A NAMBUANGONGO

Armando Maçanita, à frente do Batalhão de Caçadores 96, ganhou lugar de destaque na galeria dos heróis: comandou com êxito a primeira grande acção militar da Guerra de África – a ‘Operação Viriato’, entre 10 de Julho e 9 de Agosto de 1961, com o objectivo de conquistar a vila de Nambuangongo, no Norte de Angola, em poder dos guerrilheiros da UPA. Armando Maçanita faleceu em 2006

O COMANDANTE DO PELOTÃO DE ENGENHARIA

O Batalhão de Caçadores 96, na marcha de Luanda para Nambuangongo, encontrou obstáculos naturais difíceis de imaginar. Valeu o pelotão de Engenharia, comandado pelo alferes Jorge Jardim Gonçalves: construiu jangadas e removeu árvores de grande porte para erguer pontes sobre vales dos rios. “Se não fosse o alferes Gonçalves, não sei se teria chegado a Nambuangongo”, dirá o coronel Maçanita. Jardim ganhou uma Cruz de Guerra.

GOLPES DE MÃO NA GUINÉ E EM MOÇAMBIQUE

Carlos Matos Gomes, Comando oriundo de Cavalaria, é dos oficiais com mais experiência de combate – e carrega no corpo algumas marcas da guerra. Participou nas mais duras operações militares – entre elas, duas das mais míticas: a ‘Nó Górdio’, em Moçambique, que acabou por ficar aquém dos resultados esperados; e a ‘Ametista Real’, na Guiné, que consistiu na destruição de uma base da guerrilha no território do Senegal.

O OFICIAL 'COMANDO' DAS CINCO MISSÕES

Jaime Neves, oficial de Infantaria, cumpriu cinco comissões – uma na Índia e quatro em África. Em Angola, começou como comandante de Caçadores Especiais e integrou em 1965 a 2.ª Companhia de Comandos com missões alargadas a Moçambique. Foi promovido a major em 1972 ao assumir o comando do Batalhão de Comandos. Em 1974 foi lá buscar a Companhia 2045 e esteve à frente do Regimento da Amadora de 1974 a 1981.

FUTURO HISTORIADOR EMBARCOU À FRENTE

António Pires Nunes devia seguir com a sua companhia de Artilharia no primeiro embarque para África, a bordo do ‘Niassa’ a 21 de Abril de 61. Foi desviado para a guarnição militar do cargueiro ‘Benguela’ que transportava uma enorme quantidade de material de guerra. Chegou a Luanda a 6 de Maio e seguiu para a frente de guerra na região Norte. Fez mais três comissões antes de se tornar no historiador militar das campanhas em Angola.

NOTAS

AJUDA AS FAZENDAS

Os fazendeiros do Norte de Angola, atacados pelos guerrilheiros da UPA, em 1961, foram ajudados por um generoso grupo de civis de Luanda proprietários de pequenos aviões – que formaram a Esquadrilha de Voluntários do Ar (EVA). Descolavam da capital e levavam aos colonos sitiados mantimentos, medicamentos e armas. Regressavam a Luanda com refugiados.

VOLUNTÁRIOS DO AR

A Esquadrilha de Voluntários do Ar (EVA) foi fundada, em Angola, por Rui de Freitas, Carlos Monteiro, Afonso Vicente Raposo, Carlos Mendes, Jaime Lopes, Rui Manaças, Mário Dias e Pereira Caldas. Cada um fez centenas de horas de voo – em socorro dos colonos do Norte. Voavam muitas vezes em condições difíceis e aterravam nas picadas lamacentas.

SUBSCRIÇÃO PÚBLICA

As notícias dos esforços dos pilotos da EVA chegam à Metrópole. Os aviões não eram suficientes. Não havia aparelhos de reserva para substituir os que eram obrigados a parar para operações de manutenção dos motores. A Emissora Nacional e a RTP lançam então uma subscrição pública – e o dinheiro recolhido deu para comprar cinco aviões Auster.

FORÇA AÉREA

Meses depois da Esquadrilha dos Voluntários do Ar entrar em acção, o Governo criou por decreto a Força Aérea Voluntária (FAV), que passou a fazer a organização militar de Angola e para onde transitaram os pilotos da EVA. Passaram a cumprir missões estritamente militares. Quando se deu a independência, em 1975, estes pilotos tinham o posto de tenente.

'BALA NÃO MATA'

Os guerrilheiros da UPA, no Norte de Angola, emboscavam as tropas e, por vezes, atacavam em hordas, às centenas: enfrentavam as balas de peito aberto, armados de catanas, paus e canhangulos, alguns aos gritos de “bala não mata”. Os militares estavam mal armados: dispunham de poucas armas automáticas, apenas de velhas espingardas Mauser de repetição.

CABEÇAS CORTADAS

Os guerrilheiros, nestes primeiros meses de guerra, acreditavam na ressurreição: mesmo que fossem mortalmente atingidos voltavam a viver – só morriam se lhes fosse amputada parte importante do corpo. Os militares receberam ordens para decapitarem os cadáveres e espetarem a cabeça em estacas – para provar aos vivos que morriam se atacassem os portugueses.

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (Lista de todos os nomes inscritos no Memorial, em Belém, fornecida pela Liga dos Combatentes – continua amanhã)

CONT.

- António Pedroso Luzio (sold)

- António Peres Trindade (sold)

- António Pinheiro Bicho (sold)

- António Ramos Santos (1º cabo)

- António Ribeiro Teixeira (1º cabo)

- António Rodrigues Abreu (sold)

- António Rodrigues Ferreira (1º cabo)

- António Rosa Caseiro (sold)

- António Rosa Libério (2º sar)

- António Santos Lemos (1º cabo)

- António Silva Gonçalves (1º cabo)

- António Silva Martins (1º cabo)

- António Silva Vigário (cap)

- António Soares Pereira (sold)

- António Teixeira Vilela (sold)

- António Torres Ferreira (1º cabo)

- António Vieira Ferreira (1º cabo)

- António Vieira Marinho (sold)

- António Vilaça Costa (1º cabo)

- Arlindo Silva Carvalho (sold)

- Armando Candeias Martins (1º cabo)

- Armando Guilherme Ferreira (sold)

- Armando Oliveira Moreira (sold)

- Armando Silva Pereira (sold)

- Armando Teixeira (2º grt)

- Arménio Dias Almeida (fur)

- Arménio Sanches Casanova (fur)

- Armindo Nogueira (sold)

- Artur Abreu Faria (fur)

- Artur Branco Gonçalves (1º cabo)

- Artur Pereira Pires (fur)

- Artur Pinto Dias (sold)

- Assane Nauta (sold)

- Ataliba Pereira Faustino (1º cabo)

- Augusto Gonçalves (sold)

- Augusto Martinho Rodrigues (sold)

- Augusto Quissama (sold)

- Bento Navarro Soares (1º cabo)

- Bernardino Sousa Gomes (sold)

- Bernardo José Fragoso (sold)

- Braima Seidi (1º cabo)

- Brilhantino C Almeida (1º cabo)

- Bubacar Jaló (sold)

- Buhó Ressesold

- Cachiné (sold)

- Caingona (sold)

- Cândido Silva Dias (sold)

- Carlos Alberto Brilhante (sold)

- Carlos Augusto

- Fernandes (sold)

- Carlos Barosa Santos (fur)

- Carlos Boura Ferreira (cap)

- Carlos Duarte Prudente (cap)

- Carlos Fernandes Oliveira (sold)

- Carlos Figueira Águas (1º cabo)

- Carlos Figueiredo Miroto (fur)

- Carlos Henriques Flores (sold)

- Carlos Silvestre Monteiro (1º cabo)

- Carlos Simões Abade (1º cabo)

- Celestino Costa Silva (sold)

- Celestino Guardado Gonçalves (alf)

- Celestino Santos Valente (sold)

- Clemente António Pires (sold)

- Cristovão Silva Figueiredo (1º cabo)

- Daniel Rosa Neto (sold)

- Delmar Aires Reis (fur)

- Diamantino Santos Martins (1º grt)

- Domingos António Botelho (mar)

- Domingos Cunha Felgueiras (sold)

- Domingos Gouveia (sold)

- Domingos Jacinto Barreto (sold)

- Domingos José (sold)

- Domingos Oliveira Fernandes (sold)

- Dumnia Biai (sold)

- Edílio Catumbela (sold)

- Eduardo Fernando Vieira (1º cabo)

- Eduardo José Borges (1º cabo)

- Elias António Emídio (sold)

- Elísio Curado Silva (sold)

- Endmi Embana (sold)

- Ernesto Chivela (sold)

- Ernesto Sambú (sold)

- Estevão Rosa Brito (1º cabo)

- Eugénio Campos Ferreira (sold)

- Eurico Jesus Augusto (fur)

- Faustino Burites Neto (sold)

- Faustino Carlos (sold)

- Fernando Almeida Moura (1º cabo)

- Fernando Alves (sold)

- Fernando Barros Catarino (1º cabo)

- Fernando Cabral Sousa (sold)

- Fernando Correia Teixeira (1º grt)

- Fernando Eduardo Pereira (2º grt)

- Fernando Fonseca Pinho (ten)

- Fernando Guedes Oliveira (1º cabo)

- Fernando Henrique (sold)

- Fernando Lopes (sold)

- Fernando Lopes Raposo (alf)

- Fernando Lucrécia (sold)

- Fernando Lupica (sold)

- Fernando Marques Almeida (1º cabo)

- Fernando Martins Ferraz (sold)

- Fernando Pratas Fragoso (sold)

- Fernando Ribeiro Mendonça (alf)

- Fernando Ribeiro Santos (alf)

- Fernando Serras Catarino (fur)

- Floriano Teles Oliveira (1º cabo)

- Francisco António Feiteira (sold)

- Francisco Augusto Sousa (sold)

- Francisco Capela Quitela (sold)

- Francisco Fernandes Xavier (sold)

- Francisco Manuel Sobral (sold)

- Francisco Parente Marques (1º cabo)

- Francisco Purificação Chaves (sold)

- Francisco Reis Chaves (sold)

- Francisco Simão Rosado (sold)

- Francisco Sousa (fur)

- Francisco Sousa Veloso (sold)

- Franklin Antunes (1º cabo)

- Frederico José Gonçalves (alf)

- Frutuoso Brás Ferreira (1º cabo)

- Gabriel Sange (sold)

- Gastão Saleiro Lima (sold)

- Gentil Marques Sousa (mar)

- Gil Bernardo Silva (cabo)

- Ginestal Santos Quitério (sold)

- Henrique José Pinto (1º cabo)

- Henrique Sachipindo (sold)

- Horácio Rocha Ferreira (sold)

- Ilídio Neves Silva (alf)

- Ime Cavala (sold)

- Inácio José Simões (fur)

- Indame Nangue (sold)

- Isidoro Gomes Coelho (cap)

- Jaime Ribeiro (1º cabo)

- Jesuíno Bilro Simões (sold)

- Jesuíno Costa (sold)

- Jesuíno Joaquim Coelho (sold)

- João Aleixo Martins (sold)

- João Ambrósio (sold)

- João Beijinho Sardinha (sold)

- João Cândido Almeida (fur)

- João Carvalho Alves (fur)

- João Casimiro Costa (sold)

- João Cunha Alves (1º cabo)

- João Fonseca Balaeiro (sold)

- João Gonçalves (sold)

- João Inácio Carmo (2º grt)

- João Libório Lapa (1º cabo)

- João Lopes Santos (sold)

- João Maria Miguel (sold)

- João Martins Brum (1º grt)

- João Martins Lourenço (1º cabo)

- João Oliveira Almeida (sold)

- João Pedro Favas (sold)

- João Pereira Santos (sold)

- João Pinheiro Canal (fur)

- João Quental Gouveia (sold)

- João Quisanga (sold)

- João Ramos Godinho (sold)

- João Rosa Barranquinho (sold)

- João Santos Gomes (maj)

- João Silva Góis (sold)

- João Varela Calão (2º sar)

- Joaquim Barata Pereira (2º sar)

- Joaquim Batista Gomes (sold)

- Joaquim Carapêncio Caeiro (sold)

- Joaquim Cristina Caiado (1º cabo)

- Joaquim Gonçalves Dias (sold)

- Joaquim Gonçalves Magalhães (sold)

- Joaquim Maria Lopes (sold)

- Joaquim Nunes Assunção (1º cabo)

- Joaquim Peseiro Martins (sold)

- Joaquim Relvas Ferro (fur)

- Joaquim Ribeiro Alves (sold)

- Joaquim Santos Oliveira (sold)

- Joaquim Silva Ferreira (sold)

- Joaquim Sousa Inácio (1º cabo)

- Jorge Jesus Oliveira (1º cabo)

- José Abundância Rocha (sold)

- José Alberto Pereira (fur)

- José Alves Branquinho (sold)

- José António Gomes (sold)

- José Augusto Ribeiro (sold)

- José Capalo (sold)

- José Caramelo Proença (sold)

- José Cardoso Pereira (sold)

- José Carmo Correia (sold)

- José Conceição Francisco (sold)

- José Ferreira Carneiro (sold)

- José Ferreira Duarte (1º cabo)

- José Ferro Duarte (1º cabo)

- José Firme Pires (sold)

- José Fonseca Rua (sold)

- José Franco Rodrigues (1º cabo)

- José Fraústo Basso (alf)

- José Freitas Vieira (1º cabo)

- José Gomes Horta (mar)

- José Gonçalves Rua (1º cabo)

- José Henriques Ferreira (sold)

- José Jesus Marques (1º cabo)

- José Justino Moreira (sold)

- José Lopes Cunha (sold)

- José Lourenço Silva (fur)

- José Luís Jesus (sold)

- José Macamo (2º cabo)

- José Manuel (sold)

- José Maria Zoio (sold)

- José Marques Andrade (sold)

- José Marques Pereira (fur)

- José Martins Neto (sold)

- José Martins Rego (sold)

- José Mendes Gonçalves (sold)

- José Miguel Ventura (sold)

- José Nogueira Santos (1º cabo)

- José Oliveira Fadigas (2º sar)

- José Oliveira Grancho (sold)

- José Paulo Fonseca (sold)

- José Pereira Domingos (sold)

- José Pereira Durães (sold)

- José Pereira Jesus (mar)

- José Pereira Rodrigues (sold)

- José Pereira Santos (fur)

- José Pereira Simões (fur)

- José Pinheiro Fernandes (sold)

- José Pombo Matos (sold)

- José Ramos Picão (sold)

- José Rocha Moreira (sold)

- José Rola Teixeira (fur)

- José Rosa Louro (sold)

- José Sanches Falcão (tcor)

- José Santos Pereira (sold)

- José Silva (ten)

- José Silva Duarte (sold)

- José Silva Nunes (1º grt)

- José Silva Peixeiro (sold)

- José Sousa Cabral (sold)

- José Sousa Uva (ten)

- José Taranta Lindim (sold)

- José Vivalvo Andrade (sold)

- Júlio Esteves Sousa (sold)

- Justiniano Tavares Ferreira (sold)

- Kuetogane Sanhá (sold)

- Lélio Perestrelo França (2º sar)

- Lenine Lima Castro (fur)

- Leonel Viegas Marcos (1º cabo)

- Libânio Silva Amorim (mar)

- Luís António Conceição (sold)

- Luís Eusébio Teles (1º cabo)

- Luís Ferreira Faria (sold)

- Luís Gomes Silva (sold)

- Luís Manuel Castilho (sold)

- Luís Pereira Cardoso (sold)

- Luís Peres Crespo (fur)

- Luís Pestana Dinis (sold)

- Malan Mané (sold)

- Mamadu Salim Jaló (sold)

- Manuel (sold)

- Manuel Alves Nogueira (1º cabo)

- Manuel Augusto Corvacho (sold)

- Manuel Bernardes (sold)

- Manuel Bispo Rodrigues (1º cabo)

- Manuel Calado Cordeiro (2º sar)

- Manuel Carlos Rosa (sold)

- Manuel Conceição Pedro (sold)

- Manuel Couto Narciso (sold)

- Manuel Dias Gonçalves (alf)

- Manuel Dias Neves (1º cabo)

- Manuel Fernandes Claro (1º cabo)

- Manuel Ferreira Carmo (sold)

- Manuel Fonseca Ribeiro (1º grt)

- Manuel Fraga Martins (1º cabo)

- Manuel Gestinha Costa (sold)

- Manuel Gonçalves Lomba (alf)

- Manuel Jesus Luís (1º cabo)

- Manuel Joaquim Nogueira (fur)

- Manuel José Casimiro (sold)

- Manuel Lopes Torres (sold)

- Manuel Marques Carreira (1º cabo)

- Manuel Paiva Resende (sold)

- Manuel Patrício Pereira (sold)

- Manuel Pimenta Azevedo (alf)

- Manuel Pombo Pinto (sold)

- Manuel Prazeres Pereira (1º cabo)

- Manuel Rocha Silva (1º cabo)

- Manuel Rodrigues Brito (sold)

- Manuel Rosário Fernandes (sold)

- Manuel Sá Araújo (sold)

- Manuel Santos Barraca (1º grt)

- Manuel Santos Esteves (sold)

- Manuel Santos Teixeira (alf)

- Manuel Silva (sold)

- Manuel Sousa Rebelo (alf)

- Manuel Tavares Costa (alf)

- Manuel Vieira Martins (sold)

- Marcelo Aguiar Gomes (fur)

- Margotim Vaz Conteiras (sold)

- Mário (sold)

- Mário Cordeiro Francisco (fur)

- Mário Jesus Costa (sold)

- Mário José (sold)

- Mário Santos Alves (sold)

- Martinho Augusto Pires (2º sar)

- Miguel Guilherme Monteiro (sold)

- Miguel Pereira Silva (1º grt)

- Narciso Reinaldo Baptista (sold)

- Nascimento Machado Antenor (sold)

- Natário Clemente Cruz (1º cabo)

- Neves Ebo (sold)

- Oldegário Gil Carvalho (sold)

- Patrício Casela (sold)

- Paulo Alves Maia (1º grt)

- Paulo Graça (1º cabo)

- Pedro Pais Gomes (1º cabo)

- Pompeu Courelas Malacão 81º cabo)

- Ramiro Jesus Silva (1º cabo)

- Ricardo Santos Gonçalves (sold)

- Rodrigo Teixeira Cunha (fur) n

- Rolando Santos Pinto (1º cabo)

- Rubim Ribeiro Oliveira (1º cabo)

- Rufino Oliveira Pais (1º cabo)

- Rui Jesus Neves (sold)

- Sanhá Nam Baca (sold)

- Sebastião Santos Araújo (sold)

- Serafim Augusto Sousa (sold)

- Severino Matos Fernandes (1º cabo)

- Silva Cassuque (sold)

- Silva Domingos (sold)

- Teotónio Ribeiro Cavaleiro (sold)

- Tomé Tavares Alho (sold)

- Vasco Ferreira Lourenço (sold)

- Vergílio Ferreira Ribeiro (sold)

- Veríssimo Soares (sold)

- Victor Conceição Silva (1º cabo)

- Virgílio Fernandes Braga (1º cabo)

- Vitor Morais (sold)

- Vitorino António Marques (1º cabo)

- Vladimiro Cordeiro Sousa (fur)

1965

- Abilardo Júlio Espada (1º cabo)

- Abílio Mendes Costa (1º cabo)

- Abílio Vilas Boas (sold)

- Abraão Matias Filipe (1º cabo)

- Acácio Martins Cruz (sold)

- Acácio Moreira Dias (sold)

- Acácio Silva Sá (sold)

- Adelino Costa Duarte (alf)

- Adelino Nunes (sold)

- Adelino Pereira Sousa (1º cabo)

- Adélio Pinto Faria (1º cabo)

- Adriano Castanheira Dias (sold)

- Adrião Fernandes Ferreira (1º cabo)

- Adulai Candé (sold)

- Afonso Caniquila (sold)

- Afonso Chaúque (sold)

- Afonso Encarnação Batista (sold)

- Afonso Sequeira Estrela (1º cabo)

- Agostinho Chimuco (sold)

- Agostinho Gomes Fernandes (sold)

- Agostinho Jesus Gualdino (mar)

- Agostinho Rocha Faria (sold)

- Aires Freitas Vilaca (sold)

- Alberto Aires Reis (1º cabo)

- Alberto Amade (sold)

- Alberto Martinho (1º cabo)

- Albino António Tavares (sold)

- Aleixo António Felizardo (sold)

- Alexandre Machado Dias (sold)

- Alexandre Mussore (1º cabo)

- Alexandre Silva Martins (2º sar)

- Alexandrino Augusto Lucas (sold)

- Alfredo Freitas Castro (sold)

- Alfredo Nunes Alves (sold)

- Alípio Jesus Delfim (sold)

- Aloísio Cardoso Borges (sold)

- Álvaro Cruz Ferreira (sold)

- Álvaro Moreira Santos (sold)

- Álvaro Silva Rosa (1º cabo)

- Amadeu Falcão Santinho (sold)

- Amável Lopes Baptista (sold)

- Américo Alves Luís (sold)

- Américo Barroso Machado (sold)

- Américo Gonçalves Alexandre (1º cabo)

- Américo Viegas Fernandes (sold)

- Amílcar Costa Ramos (sold)

- Anacleto Pires (fur)

- Aníbal Alves Pires (sold)

- Aníbal Mendes (sold)

- Aníbal Nunes Magalhães (ten)

- Anselmo Gomes Oliveira (sold)

- António Abrantes Cardoso (sold)

- António Alcobia (sold)

- António Alves Assunção (1º cabo)

- António Augusto Pires (sold)

- António Aunhavela (sold)

- António Barreira Facote (sold)

- António Barros Silva (sold)

- António Botelho Joaquim (sold)

- António Candeias Santos (sold)

- António Carrola Guerra (sold)

- António Coelho Almeida (sold)

- António Conceição Costa (cabo)

- António Costa (sold)

- António Cunha (1º cabo)

- António Custódio Coelho (1º cabo)

- António Custódio Rosário (sold)

- António Dias Alves (sold)

- António Dias Martins (1º cabo)

- António Fatal Brandão (fur)

- António Félix Alberto (sold)

- António Fernandes Moreno (sold)

- António Ferreira Almeida (sold)

- António Ferreira Batista (sold)

- António Ferreira Costa (sold)

- António Ferreira Francisco (sold)

- António Ferreira Marques (1º cabo)

- António Freixo Pombinho (1º cabo)

- António Gago Silvestre (sold)

- António Gaspar Muhongo (sold)

- António Gita Santana (fur)

- António Golaio Portela (sold)

- António Gomes Alves (1º cabo)

- António Gomes Guerra (1º cabo)

- António Gomes Silva (1º cabo)

- António Gomes Teixeira (1º cabo)

- António Gonçalves Martins (sold)

- António Graça Viegas (sold)

- António Jacinto Rosa (fur)

- António Joaquim Fernandes (sold)

- António Joaquim Silvestre (sold)

- António José Cravo (1º cabo)

- António José Frade (sold)

- António Júlio Cardanha (sold)

- António Luís (sold)

- António Luís Teixeira (sold)

- António Manuel Dias (sold)

- António Manuel Lopes (sold)

- António Manuel Santos (sold)

- António Margarido Camelo (1º cabo)

- António Maria Ferreira (sold)

- António Maria Gomes (sold)

- António Marques Carneiro (fur)

- António Marques Vieira (sold)

- António Martins Carvalho (1º cabo)

- António Mendes Magalhães (sold)

- António Mergulhão Dias (fur)

- António Montes Carvalho (sold)

- António Moura Santos (fur)

- António Neves Silvério (1º cabo)

- António Neves Wissmann (alf)

- António Nobre Pinto (2º sar)

- António Nogueira José (sold)

- António Oliveira Lopes (sold)

- António Petronilho Ferreira (sold)

- António Pinto Silvestre (1º cabo)

- António Rama Fidalgo (fur)

- António Rodrigues Loureiro (sold)

- António Santos Ferreira (sold)

- António Santos Luna (sold)

- António Santos Rebelo (sold)

- António Sestelo Sequeira (alf)

- António Silva Bom (fur)

- António Silva Mota (sold)

- António Siquitela (sold)

- António Sousa Meneses (alf)

- António Teixeira Xavier (alf)

- António Vieira Reis (sold)

- António Vinagre Carrilho (sold)

- Aquiles Marques Simão (fur)

- Aquinaldo Palhais (sold)

- Arlindo Leandro Silva (sold)

- Arlindo Pereira Freitas (sold)

- Arlindo Santos Cardoso (1º cabo)

- Armando Almeida Tavares (cap)

- Armando Alves Castro (fur)

- Armando Barreiro Amorim (sold)

- Armando Correia Rijo (1º cabo)

- Armando Gonçalves Fonseca (sold)

- Armando Marrundine Sitoi (sold)

- Armando Sampaio Pinto (sold)

- Armando Silva Cardoso (1º cabo)

- Armindo Jesus Rodrigues (sold)

- Arnaldo Teixeira (1º cabo)

- Artur Custódio Vicente (sold)

- Artur Fernando Louro (alf)

- Artur Mateus Martins (sold)

- Artur Santos Martins (1º sar)

- Augusto Bero (sold)

- Augusto Domingos Pereira (fur)

- Aurélio Tavares Rodrigues (alf)

- Avelino Martins António (1º cabo)

- Azevedo Lopes (sold)

- Bifa Insiga (sold)

- Bobo Baldé (sold)

- Braima Baldé (sold)

- Carlos Alberto Silva (sold)

- Carlos Almeida Martins (1º cabo)

- Carlos Alves Rocha (1º cabo)

- Carlos Carvalho Toledo (sold)

- Carlos Conceição Pessoa (sold)

- Carlos Moura Fernandes (1º cabo)

- Carlos Pires Cavaleiro (1º cabo)

- Carlos Ribeiro Pereira (sold)

- Carlos Silvestre Francisco (sold)

- Carlos Tavares Pereira (sold)

- Carlos Veloso Marcos (sold)

- Casimiro Silva Campos (1º cabo)

- Casimiro Torres Cruz (sold)

- César Santos Rebelo (sold)

- Chihunde (sold)

- Chipanda (sold)

- Cipriano Amirete Jambala (sold)

- Claudino Fernandes Barbosa (sold)

- Clemente Cuvale (sold)

- Constantino Vindula (sold)

- Cussivila (sold)

- Custódio Ernesto Silva (sold)

- Cyrillo Freitas Soares (cap)

- Daniel Arez Santos (1º cabo)

- Daniel Correia Jorge (fur)

- Daniel Vieira Nobre (sold)

- Dário Silva (sold)

- David Coelho Araújo (cap)

- David Neves Silva (sold)

- David Veloso Matias (sold)

- Diamantino Jorge Martinho (sold)

- Dimas Graça Alves (sold)

- Dinis Chicoca (sold)

- Diogo Amaro Neves (sold)

- Dionísio Silva Santos (2º grt)

- Domingos Alves Matos (2º sar)

- Domingos António Alfredo (sold)

- Domingos Barios Aguiar (1º cabo)

- Domingos Filipe (sold)

- Domingos Gomes Nabais (sold)

- Domingos Jo (sold)

- Domingos M Vilanculos (1º cabo)

- Domingos Moreira Leite (fur)

- Domingos Oliveira Cardoso (sold)

- Domingos Pedro Sango (sold)

- Domingos Pereira Aleixo (alf)

- Domingos Quintas Oliveira (sold)

- Domingos Silva Araújo (sold)

- Domingos Silva Lopes (sold)

- Edmundo Teixeira Sousa (1º cabo)

- Eduardo Neves Pereira (sold)

- Eduardo Nobre Mouzinho (1º cabo)

- Egualdino Morais (sold)

- Elias Gaspar Reis (2º sar)

- Elídio Ferreira Morais (1º cabo)

- Elísio Santos Filipe (1º cabo)

- Elói Vieira Fonseca (sold)

- Emílio Lemos Teixeira (sold)

- Ernesto Augusto Chino (fur)

- Ernesto Matete (sold)

- Ernesto Quinda (sold)

- Esmeraldo Pereira Martins (sold)

- Eugénio Piedade Simões (1º cabo)

- Faustino Reis (sold)

- Felisberto Rosa Cardim (sold)

- Feliz Muhongo (sold)

- Fernando Castro Pereira (alf)

- Fernando Cotrim (1º cabo)

- Fernando Eusébio (sold)

- Fernando Ferreira Passos (sold)

- Fernando Lourenço Mota (sold)

- Fernando Mendonça Baptista (alf)

- Fernando Oliveira Morais (sold)

- Fernando Pereira Santos (sold)

- Fernando Santos Lopes (1º cabo)

- Fernando Tavares (1º cabo)

- Fernando Teixeira Soeima (sold)

- Filipe Estevão Anastácio (sold)

- Filipe Rosa Camacho (sold)

- Fó Gomes (sold)

- Francisco António (sold)

- Francisco António Amaro (1º cabo)

- Francisco Camilo Silva (sold)

- Francisco Carlos Laranjo (sold)

- Francisco Damião Pereira (sold)

- Francisco Esteves Lucas (sold)

- Francisco Fernandes Sacíto (sold)

- Francisco João Beirão (1º cabo)

- Francisco Machado Ferreira (sold)

- Francisco Martinho Rameiras (sold)

- Francisco Martins (1º cabo)

- Francisco Matos Valério (1º cabo)

- Francisco Quintano Freire (2º sar)

- Francisco Raimundo Lemos (sold)

- Francisco Rosa Parrinha (sold)

- Francisco Silva Gomes (sold)

- Francisco Torres Meireles (cap)

- Glicério Jorge Batata (mar)

- Graciano Lopes Figueiredo (sold)

- Graciano Santos Rodrigues (sold)

- Guido Silva Lopes (fur)

- Guilherme Custódio Silva (sold)

- Guilherme Sampaio Silva (sold)

- Gustavo Santos (sold)

- Hélder Martins Faísca (fur)

- Hélder Martins Inácio (sold)

- Henrique Cruz Guerreiro (sold)

- Hermínio Francisco (sold)

- Hernâni Guedes Melo (sold)

- Hilário Paulino Abreu (sold)

- Horácio Fernandes Santos (sold)

- Humberto Galvão Bacelar (1º cabo)

- Humberto Jesus Borges (sold)

- Humberto Silva Cunha (sold)

- Ibraimo Vali Mussa (sold)

- Ilídio Alexandre Pires (1º cabo)

- Ilídio Correia António (1º cabo)

- Ilídio Maria Damásio (sold)

- Inácio Freitas Ferreira (1º cabo)

- Ismael Bernardino Nunes (sold)

- Jaime Matos Feijão (fur)

- Jaime Oliveira Vaz (alf)

- Jambe Saperinho (sold)

- João Aguiar Lopes (1º cabo)

- João Amador Trigueiros (sold)

- João Anjos Margalho (1º sar)

- João Azevedo Costa (1º grt)

- João Bico Mendes (sold)

- João Brito Vale (sold)

- João Cabral Andrade (alf)

- João Carvalho Palinhas (1º cabo)

- João Casimiro Duarte (sold)

- João Dias Fernandes (alf)

- João Duarte Gonçalves (1º cabo)

- João Engenia Feiteiro (fur)

- João Ferreira Matos (1º cabo)

- João Francisco Serrão (1º cabo)

- João Grilo Moreira (sold)

- João Jesus Batista (sold)

- João Jota Costa (sold)

- João Lage (1º sar)

- João Lucas (sold)

- João Machado (sold)

- João Machado Silva (fur)

- João Manteigas Martins (sold)

- João Manuel Vieira (fur)

- João Marques Caeiro (fur)

- João Medeiros Feio (sold)

- João Moreno Gomes (1º cabo)

- João Movira (sold)

- João Nunda (sold)

- João Nunes Nascimento (sold)

- João Roxo Ferreira (1º cabo)

- João Santos Seborro (1º cabo)

- João Silvestre Palma (sold)

- João Sousa (1º cabo)

- João Veríssimo Silva (1º cabo)

- Joaquim B Rodrigues (sold)

- Joaquim Carvalho Barbosa (sold)

- Joaquim Covas Balsinhas (1º sar)

- Joaquim Cunha Santos (sold)

- Joaquim Fernando (2º sar)

- Joaquim Ferreira Matos (sold)

- Joaquim Ferreira Morais (fur)

- Joaquim Gonçalves Cruz (2º sar)

- Joaquim Gonçalves Monteiro (sold)

- Joaquim Henrique (sold)

- Joaquim Jesus Silva (1º cabo)

- Joaquim Jorge Langa (sold)

- Joaquim Josseta Manguele (sold)

- Joaquim Louro Costa (sold)

- Joaquim Madriza (sold)

- Joaquim Martins António (sold)

- Joaquim Martins Ferreira (1º grt)

- Joaquim Matusse (sold)

- Joaquim Oliveira Vale (sold)

- Joaquim Pais Santos (sold)

- Joaquim Peres Jorge (1º cabo)

- Joaquim Pinheiro Couto (sold)

- Joaquim Santos Lages (sold)

- Joaquim Sousa Loureiro (sold)

- Joaquim Sousa Rodrigues (sold)

- Joel Paulino (sold)

- Jorge Garcês Silva (2º sar)

- Jorge Monteiro Moreira (fur)

- Jorge Pedro Couto (fur)

- Jorge Pereira Cruz (fur)

- Jorge Silva Teixeira (sold)

- José Alves Salgado (sold)

- José Andrade Oliveira (sold)

- José Anjos Batista (sold)

- José Araújo Sendão (sold)

- José Augusto Gata (sold)

- José Augusto Jesus (sold)

- José Augusto Mano (sold)

- José Bação Leal (alf)

- José Barbosa Cerdeira (1º cabo)

- José Basílio Moreira (sold)

- José Belo Nunes (sold)

- José Bernardo Freitas (sold)

- José Bexiga Troncão (sold)

- José Bolito Matias (sold)

- José Canoa Nogueira (sold)

- José Carrasco Brito (fur)

- José Carvalho Ruas (fur)

- José Casimiro Florentino (sold)

- José Correia Ventura (sold)

- José Correia Vieira (1º cabo)

- José Costa Cavaleiro (sold)

- José Costa Pereira (sold)

- José Demba Embaló (fur)

- José Dias (sold)

- José Eduardo Marques (fur)

- José Eugénio Nascimento (sold)

- José Fernandes Rocha (sold)

- José Ferreira Clemente (sold)

- José Ferreira Mouta (sold)

- José Ferreira Vieira (sold)

- José Lacerda Sarmento (1º sar)

- José Lemos Santos (sold)

- José Lopes Carvalho (sold)

- José Lopes Oliveira (sold)

- José Lopes Pereira (sold)

- José Manuel Mendonça (sold)

- José Maria Silva (1º cabo)

- José Marques Silva (1º grt)

- José Maximiano Duarte (sold)

- José Miranda Cabrera (fur)

- José Moniz Barreto (sold)

- José Moreira Rocha (sold)

- José Paulo Alves (sold)

- José Paz Pinto (1º sar)

- José Pereira (1º cabo)

- José Pereira Cerqueira (1º cabo)

- José Pinto Almeida (sold)

- José Pinto Macedo (fur)

- José Portígio (sold)

- José Ribeiro (fur)

- José Ribeiro (sold)

- José Ribeiro Ferreira (sold)

- José Ribeiro Pereira (1º cabo)

- José Rocha Silva (sold)

- José Santos Corbacho (1º cabo)

- José Santos Ferreira (sold)

- José Silva Cardoso (alf)

- José Silva Oliveira (sold)

- José Silva Pereira (sold)

- José Silva Soares (sold)

- José Soares Martins (1º cabo)

- José Soares Pereira (1º cabo)

- José Soares Silva (sold)

- José Soeiro Martins (1º cabo)

- José Tavares Santos (sold)

- José Vieira Rodrigues (sold)

- José Vieirada Cruz (sold)

- José Vivaldo Gonçalves (sold)

- Júlio Monteiro Gomes (1º cabo)

- Lázaro Costa Tavares (sold)

- Leandro Vieira Barcelos (2º sar)

- Leonel Guerreiro (1º cabo)

- Lino Nascimento Amado (sold)

- Lodena Foca (sold)

- Lopes Bongue (sold)

- Lourenço Pires André (1º cabo)

- Luciano Florêncio (sold)

- Luís Augusto Guindeiro (sold)

- Luís Belo Gerardo (sold)

- Luís Ferreira Azevedo (alf)

- Luís Ferreira Gomes (mar)

- Luís Ferreira Simões (cap)

- Luís Garcia Faria (sold)

- Luís Lopes Pereira (sold)

- Luís Macotamo Chongo (sold)

- Luís Manuel Rodrigues (sold)

- Luís Moreira Vieira (sold)

- Manuel Almeida Ferreira (1º cabo)

- Manuel Alves Oliveira (sold)

- Manuel Amaral Nobre (sold)

- Manuel António (fur)

- Manuel António (sold)

- Manuel Barbosa Santos (1º cabo)

- Manuel Bobo Jau (sold)

- Manuel Boucinha Santos (sold)

- Manuel Cabral Ribeiro (sold)

- Manuel Caleça Costa (sold)

- Manuel Campos Rolão (sold)

- Manuel Campos Sousa (sold)

- Manuel Carvalho Araújo (ten)

- Manuel Correia Ferreira (sold)

- Manuel Correia Gomes (mar)

- Manuel Correia Pedro (sold)

- Manuel Costa (sold)

- Manuel Dias Carneiro (sold)

- Manuel Dias Santos (sold)

- Manuel Ferreira Oliveira (1º cabo)

- Manuel Ferreira Silva (2º sar)

- Manuel Gama Moreira (1º cabo)

- Manuel Geraldo Teixeira (sold)

- Manuel Godinho Soeiro (1º cabo)

- Manuel Gonçalves Moreira (sold)

- Manuel Gonçalves Silva (sold)

- Manuel Gonçalves Valério (1º cabo)

- Manuel Guerreiro Martins (1º cabo)

- Manuel Henriques Monteiro (sold)

- Manuel Inácio Rodrigues (sold)

- Manuel Jesus David (fur)

- Manuel Jesus Vasconcelos (sold)

- Manuel Lamelas (sold)

- Manuel Lopes Barbeiro (1º cabo)

- Manuel Lopes Cunha (sold)

- Manuel Lopes Marques (1º cabo)

- Manuel Maria Matias (sold)

- Manuel Marques Almeida (sold)

- Manuel Marques Sardão (sold)

- Manuel Mendes Barbosa (sold)

- Manuel Miranda Azenha (sold)


João Vaz

Potius mori quam foedari
Avatar do Utilizador
ricardonunes
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 3563
Registado: quinta 09 mar, 2006 6:25 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor PereiraMarques » terça 05 jun, 2007 1:56 pm

O COMANDANTE DO PELOTÃO DE ENGENHARIA

O Batalhão de Caçadores 96, na marcha de Luanda para Nambuangongo, encontrou obstáculos naturais difíceis de imaginar. Valeu o pelotão de Engenharia, comandado pelo alferes Jorge Jardim Gonçalves: construiu jangadas e removeu árvores de grande porte para erguer pontes sobre vales dos rios. “Se não fosse o alferes Gonçalves, não sei se teria chegado a Nambuangongo”, dirá o coronel Maçanita. Jardim ganhou uma Cruz de Guerra.


Será o banqueiro? Também se chama Jorge Jardim Gonçalves e é Engenheiro (não sei é de quê?)... :?
Imagem

Imagem
Avatar do Utilizador
PereiraMarques
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 5968
Registado: quarta 24 ago, 2005 5:26 pm
Localização: República Portuguesa
Enviou: 10 vez(es)
Recebeu: 19 vez(es)

Mensagempor Lancero » terça 05 jun, 2007 2:22 pm

PereiraMarques Escreveu:Será o banqueiro? Também se chama Jorge Jardim Gonçalves e é Engenheiro (não sei é de quê?)... :?


É ele mesmo.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » quarta 06 jun, 2007 10:31 am

2007-06-06 - 00:00:00

Memórias de Guerra 1961-1974
Aguenta-te que até vem enfermeira

"Épá, estás com sorte. Aguenta-te que até vem uma enfermeira!”, é a frase que Ivone Reis se lembra de ter ouvido mais vezes nos doze anos que passou a ir buscar de helicóptero feridos às frentes de combate em Angola, Moçambique e Guiné. Foi uma das primeiras seis voluntárias para enfermeira pára-quedista, em 1961, e conheceu uma experiência que a tornou muito sensível ao sofrimento dos outros.

O segredo para aguentar 12 anos consecutivos, até 1973, a voar para as zonas de combate está no seu carácter rebelde. Órfã de pai e de mãe, ainda criança soube dar a volta ao destino. Revelou-se irreverente até diante do eng.º Jorge Jardim e, por ser respondona, acabou mobilizada para uma missão muito especial: disfarçada de hospedeira da PIA (Pakistan International Airlines) foi, em Maio de 1962, buscar a Goa o governador general Vassalo e Silva, completamente de rastos depois da ocupação dos antigos territórios portugueses por tropas da União Indiana.

Maria Ivone Quintino Reis, de seu nome completo, foi uma das primeiras seis Marias da guerra em África. Das outras, Arminda, Céu Policarpo, Lurdes Rodrigues, Zulmira e Nazaré Andrade, todas também com primeiro nome de Maria, só a última já faleceu. Valentia e abnegação são também dotes de todas, mas Ivone, graduada em capitão, mas que gosta de ser apenas tratada como enfermeira, aprendeu nas vicissitudes da vida a ser brava ainda antes de fazer treino militar. Nasceu na Venda Seca, em Belas, e trabalhou para estudar até tirar o curso geral de enfermeira, com três anos de duração, nas Franciscanas Missionárias de Maria, ao Largo do Rato, em Lisboa. Fez o curso a crédito para pagar depois quando arranjasse emprego. O eclodir da guerra em Angola apanhou-a já a trabalhar no Hospital da CUF. Com a garantia de que podia voltar à clínica privada da Cova da Moura sempre que quisesse, entrou para os pára-quedistas.

“Realmente nós éramos só enfermeiras e saltávamos de pára-quedas apenas como treino físico e psicológico, mas chamavam-nos enfermeiras pára-quedistas porque estávamos integradas na Força Aérea e andávamos sempre de avião ou de helicóptero”, lembra com uma constatação: “ Também era a única forma de acorrer às zonas de combate.”

Por causa do ramo a que pertenciam, Ivone e outras Marias foram para Luanda de avião e habituaram-se a deslocar-se com relativa rapidez entre Angola, Moçambique, Guiné e Lisboa.

“Mesmo depois de novas entradas, nunca fomos mais de vinte e poucas e rodávamos entre as várias frentes. As viagens eram demoradas até de avião – a ligação de Lourenço Marques, em Moçambique, a Lisboa durava 28 horas – e às vezes trazíamos já guia de marcha para seguir para outra frente. Havia preocupação em variar para não nos cansarmos com as mesmas paisagens”, acentua.

Em qualquer dos territórios africanos, tinham as sua residência própria fora dos quartéis e sempre que acorriam a recolher feridos iam de Nord Atlas ou de helicóptero com absoluta proibição de pôr o pé de fora.

“Era muito perigoso por causa do risco de ficarmos debaixo de fogo inimigo”, recorda. “Não saíamos dos helicópteros não por causa de medo, mas sim por prudência. Os soldados traziam os feridos em macas de campanha e ajudávamo-los a içá-los e a passá-los para as nossas macas que eram diferentes para aproveitar o reduzido espaço existente. Éramos rápidos para evitar problemas e evitar que surgissem situações trágicas para quem combatia no terreno. Aqueles jovens soldados de 20/22 anos eram pessoas extraordinárias e de grande solidariedade para com os feridos. Já não me lembro por onde andei de 1961 a 1973, mas nunca vou esquecer a generosidade que senti por todo o lado. Eram pessoas como parece que já não existem.”

COMPANHIA DE CAÇADORES 'FECHA GUERRA' À SOLNADO

“Uma vez, acho que em 1972, no Sul da Guiné houve uma razia, com tiros por todos os lados, que nos obrigou a ir lá várias vezes buscar feridos. Quando, à terceira viagem, retirávamos o último doente, um soldado, que estava a olhar para o que fazíamos, disse: ‘Que pena, estas senhoras só cá vêm em dias de azar!’ Eu, que tenho sempre umas espontaneidades irreverentes, respondi logo com uma daquelas frases das histórias cómicas do Raul Solnado que ouvíamos muitas vezes na rádio e disse: ‘Olhe, fechem a guerra e convidem-nos.’”

O desafio é hoje contado por Ivone Reis com o sorriso de assunto especial. E foi porque a companhia de Caçadores onde ela e a Celeste assistiram vários feridos era constituída por açorianos muito unidos que não esqueceram o assunto. Passado algum tempo, quando chegou o dia do Senhor Santo Cristo, que é a grande festa dos Açores, os soldados açorianos pediram ao comandante da companhia, do Continente, para convidar as duas enfermeiras.

“Foi um dia inesquecível. Montaram um espectáculo com as anedotas da ‘História da Guerra’, do Solnado. Para fingirem que a guerra fechava mesmo, uma parte dos rapazes andou a enfarruscar-se numa chaminé e ficou preta como os nativos. Tenho muita pena de não ter contacto com aqueles homens. Eram pessoas de uma grandeza e dignidade como nunca vi. Nunca tinham expressões negativas. De resto, também nunca as ouvi aos combatentes na dúzia de anos em que fui enfermeira na guerra até não poder mais.”

'OPERAÇÃO TRIDENTE'

As ilhas de Caiar, Como e Catungo, no Sudoeste da Guiné, são ocupadas pela guerrilha. A tropa portuguesa responde e, em 16 de Janeiro de 1964, lança a ‘Operação Tridente’, sob o comando do tenente-coronel Fernando Cavaleiro. Os combates prolongam-se por 71 dias. Os guerrilheiros são desalojados. Nove soldados portugueses morrem e 47 ficam feridos

'OPERAÇÃO ÁGUIA'

No seguimento do ataque da guerrilha a Chai, a 25 de Setembro de 1964, em Moçambique, é lançada no distrito de Cabo Delgado, no extremo Nordeste da província, a ‘Operação Águia’. Missão: desalojar os guerrilheiros do Planalto dos Macondes. A acção militar decorreu entre 2 de Julho e 6 de Setembro de 1965. Os portugueses sofreram dez mortos e 45 feridos

'OPERAÇÃO ZETA'

Em 7 de Junho de 1969, três companhias de pára-quedistas são largadas de avião, a Sul do rio Rovuna, em Moçambique. É a ‘Operação Zeta’, o primeiro grande lançamento de ‘páras’ na guerra. Não houve combates. Os guerrilheiros, surpreendidos pelo lançamento, fugiram antes de os ‘páras’ atingirem o solo e abandonaram grande quantidade de material de guerra

'OPERAÇÃO VULCANO'

Na manhã de 7 de Março de 1969, aviões flagelam uma posição do PAIGC, no Sul da Guiné. A seguir, uma vaga de helicópteros coloca no terreno duas companhias de pára- -quedistas para o assalto final. Mas a operação correu mal. Os ‘páras’ ficaram encurralados. O poder de combate salvou-os da chacina: aguentaram até ao dia seguinte e só então conseguiram retirar

'OPERAÇÃO MAR VERDE'

Comandos e fuzileiros, sob o comando de Alpoim Calvão, levam a cabo, em 22 de Novembro de 1970, a ‘Operação Mar Verde’, acção militar sem paralelo: a invasão de um país estrangeiro, a Guiné-Conacri, com a missão, entre outras, de matar o presidente Touré e resgatar 26 militares portugueses reclusos. A libertação dos presos foi o único objectivo coroado de êxito

'OPERAÇÃO ABANADELA'

A construção da barragem de Cahora Bassa, em Moçambique, obrigou a um gigantesco dispositivo de segurança. Os Fuzileiros ficaram com a missão de travar a passagem da guerrilha para Sul. Entre 20 e 30 de Julho de 1970, é executada a Operação Abanadela: várias equipas de ‘fuzos’, em condições atmosféricas extremas, flagelaram grupos da guerrilha

COMBATENTES

‘MÁQUINA DE GEURRA’ NAS MATAS DA GUINÉ: Marcelino da mata Tenente-coronel, Comando

É guineense, de etnia papel. Fez parte do Batalhão de Comandos Africanos, constituído apenas por naturais da Guiné. Começou como soldado e, ao longo dos anos em que participou em 2412 operações de grande violência, nunca deixou de ser promovido, sempre por distinção e feitos em combate. Tem uma Torre e Espada e é o oficial com mais Cruzes de Guerra: cinco.

FUZILEIRO NAS 3 FRENTES DE COMBATE EM ÁFRICA: José Coisinhas, Sargento-mor, Fuzileiros

Alistou-se no Corpo de Tropas de Pára-quedistas em 1958, ainda a guerra não rebentara. Passou por todas as unidades de ‘Páras’ no Ultramar. Foi mobilizado para Angola em 1963. Fez mais três comissões: duas em Moçambique e a última na Guiné, entre 1971 e 1973, onde chefiou o Comando Operacional de Cufar, que abrangia praticamente tudo o Sul da Guiné, a mais difícil zona de combate para as tropas portuguesas.

UM DOS PREFERIDOS DO GENERAL SPÍNOLA: Manuel Monge, Major-general, Cavalaria

Foi mobilizado para Angola já a guerra ia assanhada no Norte. A partir de 1968, Spínola, nomeado comandante-chefe da Guiné, escolhe os melhores oficiais para conduzir a nova estratégia na província, então à beira da derrota militar. Manuel Monge é um dos eleitos. Ainda capitão, colocado no inferno do Sul, é-lhe atribuída missão quase impossível: defender o aquartelamento de Gadamael. Manuel Monge ganhou a batalha.

ENCONTROS SECRETOS NO LESTE DE ANGOLA: Espírito santo, Tenente-general, Artilharia

A partir de Maio de 1970, o MPLA, com as bases instaladas na Zâmbia, alarga a guerra ao Leste de Angola. O comandante-chefe Costa Gomes alicia Jonas Savimbi a colocar os seus guerrilheiros da UNITA ao lado dos portugueses contra o MPLA. Gabriel Espírito Santos é um dos oficias que leva a cabo, com êxito, a operação de aliciamento de Savimbi. Este plano deixou as unidades portuguesas a um passo da vitória em Angola.

PRIMEIRAS MULHERES NAS FORÇAS ARMADAS

Das onze inscritas no primeiro curso de enfermeiras pára-quedistas apenas as seis Marias, preparadas para um salto na foto ao lado, foram consideradas aptas. Tratou-se de uma estreia feminina absoluta que depois se estendeu da Força Aérea ao Exército e à Marinha.
João Vaz

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1965

Manuel Morais Costa (1º cabo)
Manuel Moreira Marques (1º cabo)
Manuel Neves Silva (sold)
Manuel Oliveira Carvalho (sold)
Manuel Pacheco (sold)
Manuel Paiva Santos (sold)
Manuel Parente Bouças (sold)
Manuel Patrocínio Santos (sold)
Manuel Pereira Costa (1º cabo)
Manuel Pimenta Rodrigues (1º cabo)
Manuel Pires Brochado (1º cabo)
Manuel Prazeres Lima (sold)
Manuel Ribeiro (sold)
Manuel Rocha (sold)
Manuel Rodrigues Dias (sold)
Manuel Sampaio Oliveira (1º cabo)
Manuel Santos Ferreira (sold)
Manuel Santos Oliveira (sold)
Manuel Santos Tomé (sold)
Manuel Seco (sold)
Manuel Silva (sold)
Manuel Silva Carvalho (1º cabo)
Manuel Silva Ferreira (1º cabo)
Manuel Silva Gago (1º cabo)
Manuel Silva Simões (sold)
Manuel Soares Cartaxo (alf)
Manuel Sousa Pereira (sold)
Manuel Sousa Pinto (sold)
Manuel Ventura Nunes (cap)
Marçal Madeira Matos (1º cabo)
Mário António Antunes (sold)
Mário Bernardo Querido (sold)
Mário Borges Rocha (1º cabo)
Mário Fernandes Rodrigues (fur)
Mário Loureiro Ribeiro (sold)
Mário Monteiro Gomes (sold)
Mário Ribeiro Jesus (1º cabo)
Mário Santos Sasso (alf)
Martinho Gramunha Marques (alf)
Martinho Segunda (sold)
Maurício Gomes Silva (sold)
Mazelo Camangula (sold)
Miguel Carvalho Silva (1º cabo)
Miguel Gomes Anica (2º sar)
Miguel Piedade Santos (sold)
Nhima Baldé (sold)
Norberto Araújo Júnior (sold)
Norberto Calce Reis (sold)
Norberto Cardoso Pacheco (fur)
Norberto Santos Costa (sold)
Numa Baldé (sold)
Nuno Costa Moreira (1º cabo)
Ocante Có (sold)
Orlando Simões Caracol (1º cabo)
Óscar Gomes Pires (1º cabo)
Paulino Uacuna Dimande (1º cabo)
Paulo Dingume (sold)
Paulo João Miguel (sold)
Paulo Sói (1º cabo)
Pedro Martinho Brízido (1º cabo)
Ponum Nanque (sold)
Rafael Valente Neves (1º cabo)
Ramiro Almeida Santos (maj)
Ramiro Lopes Rodrigues (sold)
Ramiro Sousa Galiza (cap)
Raul Maia Machado (sold)
Ricardo Ivens Ferraz (cap)
Rodolfo Valentim Oliveira (2º sar)
Rodrigues António (sold)
Rogério Marcelino Oliveira (sold)
Rosário António Raunde (sold)
Sabalo Martins (sold)
Saide Jaló (sold)
Salomão Daniel (sold)
Salustiano Fernandes Vieira (1º cabo)
Salvador Caetano Monteiro (sold)
Samba Djaló (sold)
Sanbundo (sold)
Serafim Cardoso Fernandes (sold)
Siga Có (sold)
Silvério Galvão Nogueira (fur)
Soares (sold)
Somalu (sold)
Telmo Alves Rego (sold)
Tolentino Gouveia (sold)
Tomás Anjos Nobre (1º cabo)
Unsumane Embaló (sold)
Urbano Barbeitos Pinto (2º sar)
Valdemar Santos Nunes (sold)
Valentim Manatelo (sold)
Victor Fernandes Gonçalves (1º cabo)
Virgílio Ferreira Branco (sold)
Viriato Bachir Raigo (sold)
Vítor Cruz Teixeira (fur)
Vitoriano Furtado Campino (1º grt)

1966

Abel Amorim Rente (sold)
Abel Pereira Silva (sold)
Abílio Ferreira Andrade (1º cabo)
Abílio Ferreira Martins (sold)
Acácio Mendes Simão (sold)
Acácio Pestana Rafael (1º cabo)
Adão Oliveira Ferreira (sold)
Adelino Batista (fur)
Adelino Manuel (sold)
Adelino Santos Ferreira (sold)
Adérito Castro Soares (sold)
Adolfo Nascimento Piçarra (sold)
Adriano Mita Capeva (sold)
Afonso Clemente Lopes (1º cabo)
Afonso Jesus Nascimento (sold)
Agostinho Lopes Prata (fur)
Agostinho Monteiro (sold)
Agostinho Muchanga (1º cabo)
Agostinho Silva Abreu (2º sar)
Aires Jesus Ferreira (sold)
Aires Jesus Moreira (sold)
Albano Almeida Figueiredo (sold)
Albano Lima Costa (1º cabo)
Albano Pais Almeida (1º cabo)
Albertino Antunes Cunha (fur)
Albertino Ernesto Inteiro (sold)
Albertino Moniz Nogueira (sold)
Alberto Costa Cristóvão (sold)
Alberto Inhamussa Foliche (1º cabo)
Alberto Pinto Carvalho (1º cabo)
Alberto Silva (1º cabo)
Alberto Teixeira Santos (sold)
Alberto Tibério Silva (sold)
Albino Espírito Santo (1º cabo)
Albino Teixeira Bertão (sold)
Alcidio Reis Sequeira (sold)
Alexandre Ferreira Teixeira (sold)
Alexandre Leitão Pinto (sold)
Alfa Djaló (sold)
Alfredo Amorim Malheiro (sold)
Alfredo Capetine (sold)
Alfredo João Amaral (1º cabo)
Alfredo Matias Alves (1º cabo)
Alfredo Pinto Ferreira (1º cabo)
Alfredo Santos Fernandes (sold)
Alfredo Silva Nunes (sold)
Alfredo Tavares Marinho (2º sar)
Ali Buandou (sold)
Aliu Silva (sold)
Almerindo Ferreira Lavrador (sold)
Almiro Celeste (sold)
Álvaro Augusto Farelo (sold)
Álvaro Ferreira Caneira (1º cabo)
Álvaro Florentino Condeço (fur)
Álvaro Fonseca Loureiro (fur)
Álvaro Melo Figueiredo (sold)
Álvaro Silva Pereira (sold)
Amadú Balde (sold)
Amândio Silva Capela (1º cabo)
Américo Mateus Jorge (sold)
Américo Melriça (sold)
Amílcar Costa Santos (sold)
Andrelino Catarino Bravo (sold)
Ângelo Maria Muhaikela (sold)
Aníbal Pinto Santos (1º cabo)
Aníbal Rodrigues Santos (1º cabo)
Anselmo Manuel Santos (1º cabo)
António Abrantes Monteiro (sold)
António Alfredo Mariano (sold)
António Almeida Oliveira (fur)
António Alves Moura (alf)
António Alves Santos (sold)
António Amaro Santos (sold)
António Amorim Rocha (sold)
António Andrade Monteiro (sold)
António André Vargas (1.º cabo)
António Barata Castanho (sold)
António Barros Rodrigues (fur)
António Borges Raquel (sold)
António Borrego Carreto (fur)
António Camará (sold)
António Canhoto Luzia (ten)
António Carvalho Celorico (sold)
António Carvalho Maldonado (alf)
António Carvalho Teixeira (sold)
António Cavaco Moutinho (1º cabo)
António Coelho Rocha (sold)
António Conceição Santos (1º cabo)
António Costa Cunha (sold)
António Dioclécio Brasil (sold)
António Dórdio Cravidão (alf)
António Fernandes (fur)
António Fernandes Pinheiro (sold)
António Fernandes Vilão (alf)
António Ferreira Lima (sold)
António Figueiredo Dias (alf)
António Francisco Xavier (sold)
António Gabriel Coelho (sold)
António Gaganhana Madumangia (sold)
António Gonçalves Santos (sold)
António Guerra Pais (sold)
António Joaquim Carvalho (sold)
António José Carvalho (1º cabo)
António Júlio Alves (sold)
António Leal Faria (alf)
António Leite Eira (1º cabo)
António Leite Teixeira (sold)
António Manuel Sousa (1º cabo)
António Maria Aparício (sold)
António Maria Nunes (sold)
António Maria Silva (sold)
António Matias Silva (fur)
António Matos Martins (1º cabo)
António Melo Gomes (sold)
António Miambo (sold)
António Morgado Cardoso (sold)
António Naftal (sold)
António Novais Esteves (1º cabo)
António Nunes Franco (sold)
António Nunes Maçarico (sold)
António Páscoa Simão (1º cabo)
António Pascual (sold)
António Pereira Caldas (sold)
António Pereira Gil (sold)
António Pereira Sá (sold)
António Pereira Silva (1º cabo)
António Pina Duarte (alf)
António Pinto Santos (sold)
António Purificação Marques (1º cabo)
António Ramos Leal (sold)
António Ramos Nobre (sold)
António Rodrigues Silva (sold)
António Sá Bettencourt (fur)
António Santos (sold)
António Santos Mano (fur)
António Sequeira Malta (1º cabo)
António Silva Estrela (1º cabo)
António Silva Ferreira (sold)
António Silva Monteiro (sold)
António Sousa Moutinho (sold)
António Sousa Raposo (sold)
António Tchilala (sold)
António Victor Prachedes (1º cabo)
António Vilela Gonçalves (2º sar)
Armando Fortes Conde (alf)
Armando José Sousa (sold)
Armando Quingue (sold)
Armando Santos Vilela (1º cabo)
Armando Tavares Almeida (sold)
Armindo Madeira Marques (alf)
Armindo Rodrigues Freitas (ten)
Armindo Silva Machado (sold)
Armindo Vieira Veloso (fur)
Arnaldo Carneiro Ferreira (sold)
Arnaldo Fernandes Clemente (sold)
Arnaldo Fernandes João (1º cabo)
Arné Constantino Santos (sold)
Artur Cossa Acácio (1.º cabo)
Artur Dias Santos (sold)
Artur Ferreira Duque (sold)
Artur Santos Ferreira (sold)
Artur Silva Amaral (sold)
Augusto Carvalho Tuna (fur)
Augusto Figueira Caria (1º cabo)
Augusto Floriano (sold)
Augusto Maria Joaquim (sold)
Augusto Neves Simões (1º cabo)
Augusto Reis Ferreira (sold)
Aureliano Azevedo Portugal (1º cabo)
Aurélio Seco (sold)
Aurélio Silva Barbosa (sold)
Avelino Aguiar Teixeira (sold)
Avelino Alves Silva (1º cabo)
Avelino Ribeiro Cunha (sold)
Avelino Sousa (2º sar)
Bento Correia Costa (fur)
Bento Valente Machado (fur)
Benvindo Silva Rosário (2º sar)
Bernardino Mesquita Silva (2º sar)
Bernardo Guerreiro Gonçalves (sold)
Bernardo Sevene (sold)
Blimat Baquessá (sold)
Braima Camará (sold)
Buanhe Chancelan (sold)
Bubacar Balde (sold)
Cabonga António (2º cabo)
Cândido Abreu Vieira (1º cabo)
Cândido Augusto Moutinho (sold)
Carlos Abreu Ferreira (fur)
Carlos Alberto (sold)
Carlos Alberto Costa (1º cabo)
Carlos Alberto Santos (sold)
Carlos Chume (1º cabo)
Carlos Dias Silva (sold)
Carlos Filomeno Sá (fur)
Carlos Fradinho Cruzeiro (fur)
Carlos Guedes Moura (sold)
Carlos Jesus Vareda (fur)
Carlos Pinheiro Vieira (sold)
Carlos Rodrigues Boavida (fur)
Carlos Santos Dias (alf)
Carlos Santos Martins (sold)
Carlos Serra Canhoto (sold)
Carlos Teixeira Ribeiro (sold)
Celso Costa (sold)
César Augusto Morais (sold)
Chissupe (sold)
Cipriano José Vieira (sold)
Cipriano Sobreira (sold)
Coitado Santiago (sold)
Comprido Tomé (sold)
Conceição Gonçalo (sold)
Custódio José Lima (fur)
Dadu Té (sold)
Daniel César (sold)
Daniel Francisco Santos (sold)
David Martins Paiva (sold)
David Nascimento Rogado (sold)
David Vieira Pinto (sold)
Delfim Lopes Taboso (sold)
Demba Jau (sold)
Diamantino Antunes Lopes (sold)
Diamantino José Carneiro (1º cabo)
Diamantino Pereira (1º cabo)
Diamantino Sousa Cardoso (sold)
Dinis Corte Real (cap)
Diogo Ivo Silva (sold)
Dionísio Almeida Feliciano (1º cabo)
Dionísio Rocha Lourenço (1º cabo)
Domingos Francisco Inroga (sold)
Domingos Gomes (sold)
Domingos Lopes Almeida (sold)
Domingos Lopes Fernandes (sold)
Domingos Manuel Costa (sold)
Domingos Ramos Rodrigues (sold)
Domingues Fernandes Rodrigues (1º cabo)
Ecamildo Silva Coelho (sold)
Edgar Machado Ramos (2º ten)
Eduardo Coelho Duarte (sold)
Eduardo Cunha Barbosa (1º cabo)
Eduardo Dinis Oliveira (1º cabo)
Eduardo Luís Sequeira (sold)
Eduardo Rosário Santos (sold)
Elias Manuel Garcia (sold)
Eliote Justino (sold)
Elísio Rego Bravo (1º cabo)
Emanuel Sousa Santos (fur)
Emídio Matos Moreira (sold)
Ernesto Cocola Boa (sold)
Eugénio Conceição Pinto (sold)
Fausto Capuca (sold)
Fausto Fonseca Ferraz (cap)
Feliciano Cavalo (sold)
Feliciano Pereira Moreira (1º cabo)
Felisberto Sitói (1º cabo)
Fernando Augusto Ovelheiro (sold)
Fernando Caiuma (1º cabo)
Fernando Ferreira Cabral (sold)
Fernando Gomes Mota (alf)
Fernando Mendes Freitas (sold)
Fernando Pereira Oliveira (sold)
Fernando Pinto Castro (sold)
Fernando Pires Fernandes (fur)
Fernando Rafael Milice (1º cabo)
Fernando Ramos Rocha (alf)
Fernando Rodrigues Marques (alf)
Fernando Romão António (sold)
Fernando Santos Félix (sold)
Fernando Silva Canha (sold)
Fernando Silva Pinto (sold)
Filipe Capatelo (sold)
Filipe Dala (sold)
Filipe Manuel Pires (sold)
Filipe Salvado Amaral (sold)
Firmino Alexandre Cruz (sold)
Florentino Vitula (sold)
Floriano Silva (sold)
Fona Obna (sold)
Foré Soque (sold)
Francisco António Baía (sold)
Francisco Carvalho Marques (sold)
Francisco Coelho Leminhos (sold)
Francisco Conceição Monteiro (2º sar)
Francisco Costa Ávidos (sold)
Francisco Domingues (sold)
Francisco Fernandes Costa (sold)
Francisco Fernandes Lopes (sold)
Francisco Guerreiro Costa (1º grt)
Francisco Jesus Florêncio (fur)
Francisco Martins Correia (mar)
Francisco Matola (sold)
Francisco Mendes Borba (1º cabo)
Francisco Pós De Mina (fur)
Francisco Pereira Monteiro (sold)
Francisco Ribeiro (sold)
Francisco Roberto Hipotecas (sold)
Francisco Santos Lemia (sold)
Francisco Vaimoia Nhabanga (sold)
Gabriel António Bravo (sold)
Gabriel Antunes Simões (fur)
Gale Jaló (sold)
Germano Silva Palma (sold)
Gilberto Figueira Lopes (fur)
Guilherme Calungini (sold)
Guilherme Estevão Oliveira (1º cabo)
Heitor Cabrita Reis (2º sar)
Heitor Silva Fernandes (1º cabo)
Hélder Almeida Bernardino (sold)
Henrique Américo Cuco (sold)
Henrique Anjos Comiche (2º sar)
Hermenegildo B Rego (fur)
Hermenegildo C Marreiros (sold)
Hermínio Fernandes Duarte (sold)
Hermínio Silva Batista (sold)
Hernâni Domingues Sá (sold)
Higino Carranco Arrozeiro (fur)
Honório Ferreira Pinto (sold)
Hugo Cordeiro Silva (alf)
Humberto Gonçalves Vaz (fur)
Ildo Faria Costa (sold)
Isaías Macuacua (1º cabo)
Jacinto Candeias Costa (sold)
Jacinto Trabuco Palma (sold)
Jacinto Vaz Leda (sold)
Jaime Changa Samba (sold)
Jaime Silva Gonçalves (sold)
Jaime Silva Prieto (fur)
Januário Ascensão Ambrósio (mar)
Jerónimo Ventura Curado (2º sar)
João António Core (sold)
João António Duro (sold)
João Bernardino Fernandes (sold)
João Cajuda Lopes (sold)
João Carvalho Fernandes (sold)
João Correia Cavaco (sold)
João Custódio Severino (sold)
João Fernandes Galego (sold)
João Fernandes Lima (fur)
João Fernando Conceição (sold)
João Ferreira Ganhadeiro (1º cabo)
João Girão Lemos (fur)
João Henriques Godinho (fur)
João José Boavida (fur)
João Luz Eufrásio (sold)
João Pinheiro Silva (mar)
João Pinto Costa (sold)
João Ribeiro Valverde (1º cabo)
João Santos Grave (sold)
João Santos Madriano (sold)
João Silva Duarte (sold)
João Vieira Melo (1º cabo)
Joaquim Alves Teixeira (sold)
Joaquim Balakahala (sold)
Joaquim Braga Gonçalves (ten)
Joaquim Calado Cortes (cfrg)
Joaquim Cardoso Firme (1º cabo)
Joaquim Carvalho Rebelo (1º cabo)
Joaquim Conceição Silva (sold)
Joaquim Dias Leite (2º sar)
Joaquim Francisco Teles (sold)
Joaquim João Trindade (1º cabo)
Joaquim Marinho Oliveira (sold)
Joaquim Martins Lima (sold)
Joaquim Neves Sobral (sold)
Joaquim Nunes Gouveia (sold)
Joaquim Oleiro Santos (1º cabo)
Joaquim Oliveira Vales (1º cabo)
Joaquim Pereira Outeiro (sold)
Joaquim Pires Moreira (sold)
Joaquim Ribeiro (1º cabo)
Joaquim Sá Sebastião (sold)
Joaquim Santos (sold)
Joaquim Santos Borronha (sold)
Joaquim Santos Mucajo (sold)
Joaquim Soares Reis (sold)
Joaquim Sousa (2º sar)
Joaquim Tique Lopes (sold)
Joaquim Valadas Pereira (sold)
Jorge Bebe (sold)
Jorge Maria Brás (sold)
Jorge Rodrigues Amorim (fur)
Jorge Rosário (sold)
José Albuquerque Vaz (fur)
José Almeida Lopes (alf)
José Ângelo Nhantumbo (sold)
José António Leonor (1º cabo)
José António Moreira (sold)
José Assunção Jardim (sold)
José Barroso Sobreiro (sold)
José Batista Martins (1º cabo)
José Bento (sold)
José Bernardino Camarada (sold)
José Cambulo (sold)
José Caracol Boneca (fur)
José Carlos Tembe (1º cabo)
José Carvalho Pereira (alf)
José Cativa (sold)
José Céu Guerreiro (sold)
José Clemente Casarote (sold)
José Coelho Cunha (sold)
José Comporta Caseiro (sold)
José Conceição Afonso (sold)
José Conceição Magalhães (sold)
José Correia Cardeira (sold)
José Correia Monteiro (1º cabo)
José Correia Tomé (sold)
José Costa Almeida (sold)
José Costa Ferreira (sold)
José Costa Fonseca (sold)
José Cruz Ramos (sold)
José Cruz Roque (1º cabo)
José Cunha Vicente (ten)
José Dias Guimarães (1º cabo)
José Dias Raposo (sold)
José Domingues Sousa (sold)
José Duarte Domingos (sold)
José Esperança Rodrigues (alf)
José Fernandes Carvalho (sold)
José Fernando Coelho (sold)
José Ferreira Borges (1º cabo)
José Francisco Vitória (sold)
José Garcia Henriques (2º sar)
José Garcia Vargas (2º sar)
José Gomes Carvalheiro (sold)
José Gonçalves Correia (1º cabo)
José Gonçalves Peixoto (sold)
José Guerreiro Brito (sold)
José Guerreiro Maçano (sold)
José Horta Rodrigues (sold)
José Jesus Barreto (1º cabo)
José Jesus Costa (1º cabo)
José Jesus Ferreira (2º sar)
José Jesus Jacinto (sold)
José Jesus Oliveira (sold)
José Jesus Sousa (sold)
José João Aguiar (sold)
José Lameiras Pires (sold)
José Lopes Freitas (sold)
José Lopes Martins (1º cabo)
José Luís Cabreiro (alf)
José Luís Duarte (sold)
José Manuel Alves (1º cabo)
José Manuel Loureiro (sold)
José Manuel Rato 1º cabo)
José Maria Alves (sold)
José Maria Augusto (sold)
José Maria Fernandes (sold)
José Marques Dias (sold)
José Martins (sold)
José Mateus Santana (sold)
José Mendes Cruz (1º cabo)
José Mendes Monteiro (1º cabo)
José Monteiro Mota (1º cabo)
José Mota Brás (sold)
José Nobre Guerreiro (sold)
José Pedro Correia (sold)
José Pereira (sold)
José Pereira Oliveira (sold)
José Pires (sold)
José Quirino Câmara (alf)
José Ramos Cardoso (1º cabo)
José Ricardo Marta (sold)
José Rocha Ferreira (sold)
José Rodrigues Corregaita (sold)
José Rodrigues Fernandes (sold)
José Rodrigues Silva (1º cabo)
José Rodrigues Vicente (sold)
José Rosado Carvalho (sold)
José Sabão Varcha (1º cabo)
José Saleiro Lima (sold)
José Salgueiro Fonseca (sold)
José Santos (sold)
José Santos Amaral (sold)
José Santos Barata (1º sar)
José Saraiva Cruz (sold)
José Silva Craveiro (1º cabo)
José Silva Ferreira (2º sar)
José Silva Gomes (1º cabo)
José Silva Marques (fur)
José Silveira Ó (sold)
José Soares Gonçalves (2º sar)
José Sousa Moreira (sold)
José Tavares Ribeiro (1º cabo)
José Teixeira Bica (sold)
José Teresa Pinheiro (sold)
José Tomás Pereira (sold)
José Viana Marques (sold)
Juldé Mané (sold)
Júlio Augusto Silva (sold)
Júlio Carvalho Vieira (sold)
Júlio Jesus Joaquim (sold)
Júlio Saraiva Nanepa (sold)
Júlio Varela Dias (sold)
Juvenal Gonçalves (sold)
Juvenal Linder Pinho (1º cabo)
Leonel Nunes Sousa (sold)
Leonel Silva Batalha (sold)
Leong Chu Sheng (sold)
Libânio Pires (sold)
Licínio Baptista (sold)
Licínio Ramos Almeida (sold)
Lifua Cumbá (sold)
Lino Silva Leal (sold)
Lino Sousa Leite (alf)
Luciano António Santos (1º cabo)
Luciano Capelão Figueiredo (sold)
Luciano Paulo (sold)
Luís Arsénio Pereira (sold)
Luís Bade (sold)
Luís Gonçalves Ferreira (1º cabo)
Luís José Vitoriano (1º cabo)
Luís Matos Lopes (sold)
Luís Miguel Gonçalves (sold)
Luís Pereira Pinto (fur)
Luís Tinoco Faria (maj)
Luís Zovo Raul (sold)
Manuel Afonso Sampaio (alf)
Manuel Alves Abade (sold)
Manuel Alves Bebiano (sold)
Manuel Alves Pereira (sold)
Manuel Amaral Costa (sold)
Manuel António Lúcio (sold)
Manuel Augusto Caetano (sold)
Manuel Augusto Carteiro (1º cabo)
Manuel Azevedo Costa (sold)
Manuel Barros Marinho (sold)
Manuel Butes Silvério (sold)
Manuel Correia (fur)
Manuel Costa Coelho (sold)
Manuel Costa Gonçalves (sold)
Manuel Costa Rodrigues (sold)
Manuel Custódio Brito (sold)
Manuel Duarte (1º cabo)
Manuel Fernandes Lourenço (1º cabo)
Manuel Fernandes Moreira (ten)
Manuel Ferreira Manso (sold) n Manuel Ferreira Reis (sold) n Manuel Fonseca Afonso (2º sar) n Manuel Garcia Barquina (1º grt) n Manuel Gertrudes Guerreiro (1º cabo) n Manuel Gomes (sold) n Manuel Gomes Correia (1º cabo) n Manuel Gonçalves Anes (1º cabo) n Manuel Gonçalves Pereira (1º cabo) n Manuel Guedes Silva (sold) n Manuel João José (sold) n Manuel Joaquim Fernandes (sold) n Manuel José Ferreira (1º cabo) n Manuel José Morteiro (sold) n Manuel José Passarinho (sold) n Manuel José Sousa (sold) n Manuel Lourenço Cerqueira (sold) n Manuel Machado Barbosa (sold) n Manuel Magrinho Caixeirinho (cabo) n Manuel Marques Costa (sold) n Manuel Matos Almeida (sold) n Manuel Monteiro Rendo (ten) n Manuel Nazaré Saraiva (sold) n Manuel Nunes Marieiro (1º cabo) n Manuel Oliveira Dias (sold) n Manuel Oliveira Marques (1º cabo) n Manuel Pedro Soares (sold) n Manuel Pereira (sold) n Manuel Pereira Júnior (sold) n Manuel Pereira Silva (sold) n Manuel Ramos Inácio (1º cabo) n Manuel Ramos Silva (fur) n Manuel Reis Amália (sold) n Manuel Reis Prazeres (sold) n Manuel Relvado Mobila (sold) n Manuel Ressureição Morais (sold) n Manuel Rodrigues Cruz (sold) n Manuel Rodrigues Joaquim (sold) n Manuel Rosa Afonso (sold) n Manuel Silva Casquilho (1º cabo) n Manuel Silva Couto (cap) n Manuel Silva Marques (sold) n Manuel Silva Nunes (fur) n Manuel Silveira Júnior (cap) n Manuel Silveira Pires (1º cabo) n Manuel Simões Antunes (1º cabo) n Manuel Sousa Martins (sold) n Manuel Travessa Carvalho (1º cabo) n Manuel Vale Rodrigues (1º cabo) n Manuel Vieira Ferreira (sold) n Manuel Vital Rodrigues (sold) n Marciano Adriano Paulino (sold) n Mariano José Ebo (sold) n Mário António (sold) n Mário Fernando Santos (1º cabo) n Mário Marques Loureiro (sold) n Mário Silva Luís (sold) n Martinho Costa Moreira (sold) n Martinho Mousinho Almadanim (fur) n Maximino Jacinto Malveira (sold) n Metchá Umcuquetá (sold) n Miguel Silva Pinto (alf) n Moisés Pinhal Moutinho (1º cabo) n Mongonema Jamba (sold) n Monteiro Tamanhe (sold) n Mussa Embalo (sold) n Narciso Fortes Romero (fur) n Natalino Assunção Nogueira (1º cabo) n Norberto Domingos Coutinho (fur) n Opa Colubali (sold) n Orlando Augusto Macamo (1º cabo) n Orlando Ferreira Olaio (2º sar) n Orlando Lopes Sousa (1º cabo) n Osório Pires Lopes (2º sar) n Patrício Carmo Farrobinha (1º grt) n Paulo Carvalhal Costa (cap) n Pedro Firmino Lopes (cabo) n Pedro Soares (sold) n Pena Pagador (sold) n Quessife Im-Alé (sold) n Rafael Leandro Moreira (sold) n Ramiro Pereira Pedrosa (sold) n Raul Carreira Bento (sold) n Raul Santos Cabrita (1º sar) n Ricardo Moreira Cunha (sold) n Ricardo Osório (2º sar) n Rodolfo Emílio Samuel (1º cabo) n Rodrigo Santos Moreira (sold) n Rogério Correia Francisco (sold) n Rogério Lopes (1º cabo) n Rogério Oliveira Furtado (t. cor) n Rosário Norberto Naitele (sold) n Rui Costa Santos (alf) n Rui Madeira Tomé (fur) n Rui Nuno Romero (cap) n Rui Oliveira Coelho (sold) n Sábado Mabuque Cossa (sold) n Sacamissa Quetá (sold) n Salemane Tarmamade (sold) n Salvador Ribeiro Martins (1º cabo) n Samuel Alicório Muiari (sold) n Samuel Guiomar Gomes (sold) n Sebastião Conceição Morgado (sold) n Serafim Alves Sousa (sold) n Serafim Ribeiro Barbosa (1º cabo) n Sérgio Ponte Campos (sold) n Sérgio Silva (sold) n Silva Hossi (sold) n Silvério Francisco Anjos (sold) n Silvestre Brites Correia (sold) n Silvestre Cimieta Chilaule (sold) n Silvio Dias Gonçalves (sold) n Simão Mucoronde (sold) n Simão Nozolini (sold) n Sinforiano João (sold) n Sitafá Camará (sold) n Sorte Comalá (sold) n Tagna Blaba (sold) n Terenciano Álvaro Pais (sold) n Terenciano Issa (sold) n Tinga Rafael Maiusse (sold) n Tolentino Aparício Nunes (sold) n Tomás Antunes Gomes (sold) n Tomé Candungo (sold) n Uanuque (sold) n Valdemar Ramalho Caldeira (sold) n Valdemar Rodrigues (1º cabo) n Vasco Duarte Ferreira (fur) n Velhinho Serrote (sold) n Victor Augusto Português (sold) n Victor Hugo Bogarim (1º cabo) n Victor Nunes Russo (sold) n Victoriano Magalhães Cunha (1º cabo) n Virgílio Coelho (sold) n Virgílio Gomes (1º cabo) n Vitorino Cardoso Valente (fur) n Zacarias André Novela (sold)

1967

Abel Carvalho Martins (1º cabo) n Abel Nogueira Silva (sold) n Abílio Barbosa Martins (sold) n Adaíl Lopes Santos (fur) n Adelino Mendes (sold) n Adelino Pereira Costa (sold) n Adelino Piedade Tavares (1º cabo) n Adérito Santos Ferreira (sold) n Adolfo Domingos Liojanja (sold) n Adulai Camará (sold) n Adulai Sissé (sold) n Afonso Manuel (sold) n Afonso Sousa Silva (sold) n Agostinho Ferreira Sousa (sold) n Agostinho Miguel Machado (1º cabo) n Agostinho Ribeiro Fontinhas (sold) n Agripino Bom Pastor (sold) n Aires Louro Alves (sold) n Albertino Gonçalves Sousa (1º cabo) n Alberto Cassai (sold) n Alberto Pereira Freitas (fur) n Alberto Silva Maia (1º cabo) n Alberto Teixeira Lopes sold) n Albino Afonso Coelho (1º cabo) n Albino Gomes (sold) n Albino Iala (sold) n Albino Marçal Farinha (sold) n Albino Pinto Ribeiro (sold) n Alcino Artur Pinto (sold) n Alexandre Moreira Bento (1º cabo) n Alfredo Araújo Moreira (1º cabo) n Alfredo Augusto (sold) n Alfredo Canhoto Sequeira (1º cabo) n Alfredo Fernandes (fur) n Alfredo Gorgel Xinenes (1º cabo) n Alfredo João Santos (sold) n Alfredo José Nogueira (1º cabo) n Alfredo Lino (1º cabo) n Alfredo Pereira Malheiro (sold)


Fonte
Editado pela última vez por Lancero em quarta 06 jun, 2007 5:35 pm, num total de 1 vez.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Duarte » quarta 06 jun, 2007 5:10 pm

Excelente, muito obrigado!

Um reparo:

'OPERAÇÃO MAR VERDE'

Comandos e fuzileiros, sob o comando de Alpoim Calvão, levam a cabo, em 22 de Novembro de 1970, a ‘Operação Mar Verde’, acção militar sem paralelo: a invasão de um país estrangeiro, a Guiné-Conacri, com a missão, entre outras, de matar o presidente Touré e resgatar 26 militares portugueses reclusos. A libertação dos presos foi o único objectivo coroado de êxito


Outro dos objectivos era a destruição das vedetas do PAIGC e Guiné-Konakry, que julgo ter sido atingido, se não todas, quase todas?
__
«Os chamados partidos políticos, por definição e exigências da sua vida própria, não representam nem podem servir a unidade nacional» Salazar
Avatar do Utilizador
Duarte
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 1971
Registado: sexta 21 mai, 2004 5:31 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 1 vez

Mensagempor Lancero » quinta 07 jun, 2007 9:27 pm

2007-06-07 - 00:00:00

Memórias de Guerra 1961/1974
Passei a voar sempre a dois: eu e o medo

Na altura, sinceramente, nem vi o Strella”, conta, 34 anos depois, o coronel Miguel Pessoa, primeiro piloto-aviador atingido pelos mísseis do PAIGC quando em 1973 a guerra na Guiné se tornou numa espécie de Vietnam para os portugueses.

As suas recordações são muito pessoais. Fala pouco do que os outros fizeram para o encontrar e gosta evovar o testemunho de terceiros para relatar o que passou.

“Fiquei completamente estupefacto, mas mais tarde confirmei, em conversa com pessoas do outro lado, que realmente foi um míssel daquele tipo que me atingiu. E soube também que apesar de tudo o que passei durante 20 horas, até me encontrarem e transportar para Guileje, não corri riscos de me procurarem por dois motivos: primeiro, não me viram injectar porque tudo se passou muito baixo; segundo, ficaram tão satisfeitos por pela primeira vez atingirem um alvo aéreo que foram festajar e deixaram-me em paz.

“Tinha quatro meses de comissão na Guiné quando a meio do almoço do dia 25 de Março de 1973, um domingo, na base de Bissalanca, que era a única da Força Aérea, apesar de haver 64 pistas no território, fui chamado para um apoio de fogo ao aquartelamento de Guileje, no sul. Estava de alerta e levantei num Fiat G 91, irritado por a urgência não me deixar acabar o café que gosto de saborear sem acúcar.

Por precaução, voava baixo, a cerca de mil pés - uns 300 metros. A ideia era precaver-me das anti-aéreas da Guiné Conakry. O problema é que fiquei mais ao alcance dos mísséis.

Uns dias antes, a 21, mas no norte da Guiné, em Campada, também tentaram atingir-me com um míssel, que passara entre dois aviões. Fui alvejado juntamente com o tenente-coronel Brito, comandante do grupo operacional, e estávamos ainda a descobrir o que aquilo era. Ele morreu, pouco depois, a 28 de Março, numa operação no sul.

“A minha reação ao ser atingido foi dirigir-me para Guileje. Mas não deu. Fiquei sem motor e sem comandos. O avião tornou-se numa pedra e ejectei-me. O pára-quedas só enfunou quando eu já me enfiava pelo meio das árvores. Por causa da velocidade a que cheguei ao chão parti uma perna e fiquei desmaiado uns minutos. Num terreno livre enfiava pela terra e só ficava com a cabeça de fora. Tive sorte.

“Valeu-me estar preparado para a situação. Quando consegui olhar para o relógio, apesar ter uma vista cheia de sangue e uns ferimentos no pescoço, vi que era uma e pouco.

“Lancei nove ‘very lights’ e fui localizado pelo tenente coronel Brito que morreria três dias depois noutra operação no sul da Guiné. Acabei por ser encontrado umas 20 horas depois do acidente, na manhã do dia seguinte, por um grupo de 25 pára-quedistas e 14 elementos das operações especiais do Marcelino da Mata. Foram estes que me viram primeiro. Assustei-me ao vê-los pois cheguei a pensar que eram africanos do PAIGC. Felizmente tudo correu. Quem também chegou ao pé de mim foi o capitão Cordeiro dos páras que mais morreu lá na Guiné.”

Após uns dias no hospitalem Bissau e quatro meses de recuperação em Lisboa, Miguel Pessoa regressou à Guiné para mais um ano de guerra: “Passei a voar acompanhado, sempre a dois: Eu e o medo. Mas nunca fiz má figura. E o meu primeiro voo, com o comandante Pinto Ferreira, foi ao sítio onde fora abatido para ganhar endurance.”

PILOTO ABATIDO CASOU COM ENFERMEIRA QUE O SALVOU

Miguel Pessoa é um marido feliz que chega a considerar a coesão entre companheiros de armas como o factor mais forte na relação com a mulher, Giselda. Na realidade são os dois da Força Aérea, e ela que decidira deixar o seu emprego no Hospital de São João, no Porto, em Agosto de 1970, para ser enfermeira páraquedista, foi quem o assistiu no voo de recuperação, na tarde de 26 de Março de 1973 do aquartelamento de Guileje para o Hospital de Bissau.

Giselda Sousa Rosa Antunes Pessoa esteve na Guiné de janeiro de 1972 a Abril de 1974. Cruzou-se várias vezes com o tenente aviador Pessoa, mas por circunstâncias fortuitas nunca fez nenhum voo de assistência com ele. Só mesmo quando o foi buscar após ser abatido pelo ‘Strella’.

“Foi também a primeira vez que andei de helicóptero o que me leva a dizer, de brincadeira, que aquilo é tão fácil que voei todo o tempo deitado”, conta Miguel Pessoa, sempre bem disposto. Atrapalhação só mesmo na noite na mata:

“A partir do momento em que me convenci ter sido localizado, aguardei com a calma possível que viessem buscar-me. Não deu para dormir. Só passei pelas brasas e por alguns sustos. Tinha a cabeça com um ouvido no chão e até a queda de folhas à distância me dava a impressão de passos de pessoas a avançarem para me apanhar à mão. Naquele isolamento tudo parecia assustador. Por causa da luz do relógio tive a sensação de ser atacado por um réptil fosforoscente, mas nunca perdi o sentido das coisas. Não tenho fé e sou prático.”

SPÍNOLA MUDA TUDO

Quando o então brigadeiro António de Spínola chegou à Guiné, em 1968, a guerra estava praticamente perdida a favor da guerrilha. Investido da dupla função de chefe militar e civil, muda a estratégia da guerra, apostando em acções curtas e de grande violência. A combinação de forças especiais com bombardeamentos aéreos reequilibram o conflito militar.

VITÓRIA IMPOSSÍVEL

Spínola rapidamente se apercebeu de que a vitória militar contra os movimentos independentistas era impossível. Não exigiu aos seus oficiais que ganhassem a guerra, mas pediu-lhes que não a perdessem – para lhe darem a tempo a encontrar uma solução política. A par da demonstração de força, põe em marcha um ambicioso plano de conquista das populações

NEGOCIAÇÕES

Descrente de uma solução militar para a Guiné, Spínola vira-se para a diplomacia. Inicia contactos com Leopold Senghor, presidente do Senegal, um respeitado líder africano que tinha grande poder de influência sobre Amílcar Cabral, líder do PAIGC. Ao mesmo tempo, incumbe três majores de negociar com dirigentes moderados do partido africano a deposição das armas

MORTOS À CATANADA

Em Abril de 1970, os majores Passos Ramos, Pereira da Silva e Magalhães Osória são babaramente assassinados à catanada por elementos de uma facção radical do PAIGC, quando iam, desarmados, a caminho de um encontro negocial. O próprio Spínola só não os acompanhou por mero acaso. Os três majores tinham conseguido a paz em várias regiões da Guiné.

ACORDO COM SENGHOR

Em Maio de 72, o já general António Spínola encontra-se com Leopold Senghor no Senegal e acorda com ele as condições para o fim da guerra: cessar-fogo por um período de dez anos, após o qual seria referendada a solução para o território: independência ou federalismo. Spínola apresenta o plano a Marcelo Caetano, que o recusa por não querer negociar com “terroristas”

MÍSSEIS EM ACÇÃO

Desgostado com o fracasso da negociação, Spínola pede a demissão Só será substituído, em finais de 1973, pelo general Bettencourt Rodrigues . Em Fevereiro de 1973, o PAIGC começa a usar os mísseis “Strella” que acabam com o domínio aéreo dos portugueses. Quando chega a Revolução de 25 de Abril de 1974, a Guiné estava de novo à beira de pesada derrota militar..

COMBATENTES

COMANDOS SÓ DEPOIS DO PRIMEIRO COMBATE

José Megre, alferes, Comandos

O ex-piloto de rallis esteve no Norte e Leste de Angola, entre 1967 e 1970, onde integrou a 12ª Companhia de Comandos. “Só recebíamos o crachá dos comandos depois de termos estado debaixo de fogo”. Condecorado com duas Cruzes de Guerra, Megre recorda tempos de constante desafio psicológico e físico: “Chegávamos a estar duas semanas na mata, a viver como animais”.

QUINZE ANOS DE GUERRA NAS FRENTES DE ANGOLA

Fernando Venâncio, sargento, Artilharia

Na tropa chamavam-lhe “Cabinda”, por ser originário deste enclave de Angola. Alistou-se no Exército em 1960, e fez o curso de Artilharia. Em 1964, completa o curso de Comandos e integra a 11ª Companhia. Com uma carreira recheada de episódios de bravura em combate, recebeu duas condecorações - uma Cruz de Guerra e uma Medalha de Cobre por Serviços Distintos com Palma. Deixou a vida militar em 1975.

REBENTOU MINAS COM GRANADAS DE MÃO

Godinho Sousa, furriel, Comandos

Formado como comando em Angola em 1973 cumpriu a primeira comissão de serviço em Moçambique e esteve depois em Angola. Lembra um episódio de Moçambique: “Estávamos numa operação de protecção de uma coluna militar quando nos deparámos com uma estrada minada. Desactivei 53 minas usando apenas granadas de mão. Um dos soldados disse que preferia dar-me um tiro a deixar-me morrer estropiado”.

QUANDO MATAR ERA UMA FORMA DE VIDA

Amílcar Maia, furriel, Comandos

Sem sombra de remorso. Amílcar Maia, Comando em Angola entre 1967 e 1969 não tem problemas em confesar que teve de matar dezenas de inimigos, muitos deles com as próprias mãos.

“Lembro-me de ter morto pai e filho. O pai ainda teve tempo de rezar pela alma do filho que tinha acabado de matar. Eu era um soldado e aquele era o meu dever”. Recorda a guerra como um tempo de grande companheirismo.

QUATRO HOMENS SÓS NO TERRENO DO INIMIGO

Rui Fonseca, furriel, Comandos

Os cinco helicópteros e tinham como alvo o quartel Bota-Fogo, do MPLA, em Angola. Cada um trazia uma equipa de quatro comandos, com ordem para atacar. Um dos aparelhos aproxima-se do solo e a equipa comandada pelo Furriel Fonseca (67-69) salta. Os outros ‘helis’ afastam-se e os quatro homens ficam isolados em terreno inimigo. Perseguidos e alvejados, conseguiram escapar ilesos. O feito valeu-lhe a Cruz de Guerra.

UMA GUERRA QUE CHEGOU AOS CÉUS

A Força Aérea teve um papel importante no esforço de guerra conduzido pelo general Spínola na Guiné. Além da base de Bissalanca havia 64 pistas num território do tamanho do Alentejo. Helicópteros aviões de evacuação DO-27 e jactos Fiat G 91 geravam intenso tráfego.

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1967

Alfredo Pinto Sousa (sold)

Alfredo Sousa Soares (1º cabo)

Alípio Lourenço Fernandes (1º cabo)

Alvarido Guedes (sold)

Álvaro Claro (1º cabo)

Álvaro Coelho Romano (sold)

Álvaro Loureiro Barata (sold)

Álvaro Rocha Fonseca (sold)

Álvaro Ucuahamba Júlio (sold)

Álvaro Valentim Antunes (fur)

Amadeu Tavares Silva (sold)

Amadeu Teixeira Soares (sold)

Amadú Quetá (sold)

Amâncio Siquela Cambane (sold)

Amândio Maria Ramos (1º cabo)

Amaro Pereira Cruz (sold)

Américo Baleia Duarte (sold)

Américo Mendes Silva (sold)

Américo Morais Dias (sold)

Américo Rosa Guimarães (sold)

Américo Santos Henriques (alf)

Américo Torres Ribeiro (fur)

Amílcar Martins Peralta (fur)

André Miguel (sold)

Angelino Lucas (sold)

Aníbal Augusto Figueiredo (1º cabo)

Aníbal Esteves Macedo (1º cabo)

Aníbal Fernandes (sold)

Aníbal Ferreira Rodrigues (2º sar)

Aníbal Silva Lopes (sold)

Anísio Manuel Rodrigues (alf)

Anselmo Anjos Bento (sold)

Antero Filipe Cardoso (1º cabo)

António Albuquerque (cap)

António Almeida Pereira (sold)

António Alves Cartaxo (alf)

António Amorim (sold)

António Amorim Torres (sold)

António Augusto Ferreira (1º cabo)

António Augusto Gil (sold)

António Augusto Moreiras (sold)

António Batista Massano (sold)

António Carlos Viegas (sold)

António Carneiro Oliveira (1º cabo)

António Carrasco Ramalho (sold)

António Carvalho Nascimento (sold)

António Castro Rodrigues (sold)

António Conceição Santos (mar)

António Correia Moreira (1º cabo)

António Correia Reis (sold)

António Costa Azevedo (sold)

António Costa Félix (sold)

António Dias Simão (sold)

António Faildes (sold)

António Felicidade Silva (sold)

António Fernandes Costa (fur)

António Fernandes Dias (sold)

António Fernandes Luís (sold)

António Ferreira Ramos (1º cabo)

António Ferreira Santos (sold)

António Francisco (sold)

António Furtado Castro (alf)

António Gabriel Beco (sold)

António Galamba Oliveira (1º cabo)

António Garcia Ferreira (sold)

António Gomes Dantas (sold)

António Gomes Gens (2º sar)

António Gomes Mesquita (sold)

António Gomes Santos (fur)

António Gomes Teixeira (sold)

António Gonçalves Anjo (sold)

António Gouveia (2º sar)

António Guerreiro Francisco (sold)

António Jacinto Coelho (1º cabo)

António Jesus (sold)

António Jesus Monteiro (sold)

António Joaquim Machado (sold)

António Jorge (sold)

António José Melo (sold)

António Lopes (sold)

António Lopes Costa (sold)

António Lopes Mendes (sold)

António Lopes Silva (sold)

António Lourenço Costa (sold)

António Lourenço Sousa (sold)

António Machado Sousa (1º cabo)

António Machado Teixeira (sold) António Manuel Mendonça (sold)

António Manuel Quicazo (sold)

António Marques Lameiras (sold)

António Marques Quintela (fur)

António Marques Rosa (1º cabo)

António Melo Veredas (sold)

António Mesquita Cardoso (sold)

António Milício (sold)

António Monteiro Ribeiro (sold)

António Mota Guedes (cap)

António Nunes Carvalho (sold)

António Ornelas Carrasco (sold)

António Piedade Almeida (sold)

António Pinheiro (sold)

António Queiroga Pinho (sold)

António Queiroga Pinto (sold)

António Ramalho Passinhas (sold)

António Ramos Teixeira (fur)

António Reis Vieira (sold)

António Ribeiro Borges (1º cabo)

António Rocha Carvalho (cap)

António Rodrigues Silva (sold)

António Sampaio (sold)

António Santos (sold)

António Santos Nunes (1º cabo)

António Santos Pereira (sold)

António Segundo Nanga (sold)

António Silva Delgado (fur)

António Silva Domingos (1º cabo)

António Silva Gomes (sold)

António Silva Monteiro (sold)

António Silva Oliveira (sold)

António Simões Morgado (sold)

António Simões Silva (asp)

António Simplício Nobre (sold)

António Sousa Cunha (sold)

António Sousa Oliveira (sold)

António Sucena Pinto (fur)

António Teixeira Fernandes (sold)

António Vieira Martins (1º cabo)

António Zulmiro Gonçalves (sold)

Aparício Augusto Margarido (sold)

Armando Alves Marques (sold)

Armando Augusto Rocha (sold)

Armando Cassule (sold)

Armando Ferreira Fernandes (sold)

Armando Gonçalves Saraiva (sold)

Armando João Chavango (sold)

Armando Lopes (2º cabo)

Armando Lopes (1º cabo)

Armando Pereira Lima (1º cabo)

Armando Pereira Saraiva (sold)

Armando Silva Costa (sold)

Armando Silva Rodrigues (1º cabo)

Armando Vaz Jesus (sold)

Arménio Moutinho Costa (sold)

Arménio Santos Silva (sold)

Armindo Carvalho Marinho (sold)

Armindo Machado Félix (sold)

Armindo Ratinho Farinha (sold)

Arnaldo Garrido Silva (cfrg)

Arsénio Marques Almeida (1º cabo)

Artur Duarte Francisco (1º cabo)

Artur Furtado Medeiros (sold)

Artur Jacinto (sold)

Artur José (sold)

Artur Pereira Carvalho (sold)

Artur Rodrigues Alves (sold)

Artur Tiago (sold)

Augusto Casimiro Gambôa (alf)

Augusto Conceição Fernandes (sold)

Augusto Pereira Dias (sold)

Augusto Quinta (1º cabo)

Aureliano Guerra Ramiro (sold)

Avelino Lameirão Batista (fur)

Avelino Martins Araújo (sold)

Avelino Mestre Alho (sold)

Babú (sold) n Bacar Sanha (sold)

Basílio Ventura Gonçalves (1º cabo)

Belo Teixeira Martins (sold)

Bernardino José Sousa (sold)

Boaventura Oliveira Pinho (1º cabo)

Braima Sissé (sold)

Branca Quefai (sold)

Camoxa (sold)

Carlos Alberto Araújo (sold)

Carlos Alberto Viegas (sold)

Carlos Anacleto Neves (1º cabo)

Carlos Andrade (sold)

Carlos Fonseca Cabral (1º cabo)

Carlos Garcia Serrão (fur)

Carlos Garcia Valverde (fur)

Carlos Gomes Purificação (sold)

Carlos Linhares Almeida (alf)

Carlos Madala Pelembe (sold)

Carlos Moreira Azevedo (1º cabo)

Carlos Nunes Varela (sold)

Carlos Santos Mano (1º cabo)

Carlos Silva Matias (fur)

Carlos Silva Morais (sold)

Carlos Vieira Osório (sold)

Casimiro Gonçalo (sold)

Celestino Martins Silva (sold)

Celestino Pinto Pereira (1º cabo)

César Gomes Saraiva (maj)

Cherno Balde (sold)

Cipriano Rocha Nunes (alf)

Cláudio Lopes Marinho (fur)

Daniel Borges (sold)

Daniel Jesus (sold)

Daniel Manico (sold)

Daniel Pinto Azevedo (sold)

Daniel Rosário Gonçalves (sold)

Daniel Veiga Verdes (fur)

David Dias Marques (cap)

David José Gonçalves (sold)

David Pedro Pimenta (1º cabo)

David Silva (1º cabo)

Delfim Anjos Borges (alf)

Deolindo Soares (1º cabo)

Diamantino João Carapinha (sold)

Dinis Bento Guerra (sold)

Dinis Conceição Viegas (fur)

Dinis Guilherme (sold)

Doma Mané (sold)

Domingos Anjos Lopes (1º cabo)

Domingos Antunes Fernandes (1º grt)

Domingos Caetano José (sold)

Domingos Garrido Bispo (sold)

Domingos Lepa (sold)

Domingos Lopes Medeiros (mar)

Domingos Martins Alves (mar)

Domingos Sousa Paim (sold)

Domingos Vilas Boas (1º cabo)

Doutor Tugué (sold)

Eduardo Chaves (1º cabo)

Eduardo Loureiro Cardoso (1º cabo)

Eduardo Manuel Cerqueira (cabo)

Eduardo Moreira Oliveira (fur)

Eduardo Prates Custódio (cabo)

Eduardo Sebastião Inguane (sold)

Elias Santos Azevedo (sold)

Eliezer Teixeira Fonseca (fur)

Eliseu Silva (sold)

Elisiário Merendão Penedo (sold)

Elísio Gonçalves Ribeiro (1º cabo)

Emílio Sousa Pinto (1º cabo)

Enoque Victorino (sold)

Ernesto Garcia Oliveira (1º cabo)

Ernesto Lima Ávila (sold)

Ernesto Marques Sousa (1º cabo)

Estevão Filipe Matos (sold)

Eugénio Alberto (sold)

Eugénio Fernandes Esteves (sold)

Eugénio Gomes Simões (fur)

Eurico Manuel Domingues (alf)

Eusébio Luís Tigre (sold)

Ezequiel Soares (sold)

Feliciano Luís Estêvão (sold)

Félix Henrique Sousa (sold)

Fernando Albuquerque Rocha (fur)

Fernando Almeida Amaral (sold)

Fernando Almeida Carvalho (maj)

Fernando Andrade Pinto (sold)

Fernando Ávila Lima (sold)

Fernando Conceição Machado (sold)

Fernando Dias Cristóvão (fur)

Fernando Dias Marques (sold)

Fernando Félix Viana (sold)

Fernando Gaspar Lopes (sold)

Fernando Guedes Silva (sold)

Fernando Hucuahamba (sold)

Fernando Lopes Oliveira (sold)

Fernando Manuel Cauinde (sold)

Fernando Martins Fernandes (sold)

Fernando Matsinha (sold)

Fernando Maurício Frade (sold)

Fernando Minau Ferreira (sold)

Fernando Silva Alpalhão (ten)

Fernando Soares Nogueira (sold)

Fernando Zavala (sold)

Filipe Afonso Felgueiras (1º cabo)

Firmino José Palma (sold)

Florindo Catarino Costa (1º cabo)

Florival Rodrigues Martins (sold)

Francisco Afonso Mendes (sold)

Francisco António Jorge (sold)

Francisco Bastos (sold)

Francisco Cardoso Gonçalves (sold)

Francisco Celestino Pascoal (sold)

Francisco Clemente Duarte (sold)

Francisco Costa Pereira (1º cabo)

Francisco Dória Pacheco (fur)

Francisco Fernando Castro (sold)

Francisco Jesus (sold)

Francisco José Garcia (sold)

Francisco José Silva (sold)

Francisco Luz Carloto (sold)

Francisco Manuel Vieira (sold)

Francisco Marques Sá (fur)

Francisco Monteiro Almeida (1º cabo)

Francisco Novas Pequeno (1º cabo)

Francisco Pereira Adão (sold)

Francisco Pinto Faria (sold)

Francisco Rebelo Pereira (sold)

Francisco Rodrigues Silva (sold)

Francisco Rodrigues Tavares (fur)

Francisco Sales Branquinho (sold)

Francisco Santos Encarnação (fur)

Francisco Soares Campos (fur)

Francisco Valente Maposse (sold)

Francisco Videira Caixadas (sold)

Gaspar Peixoto Bourbon (alf)

Gaspar Ramos Gonçalves (alf)

Gastão Crisóstomo Nascimento (sold)

Germano Jesus Castanheira (sold)

Ginga Dala (sold)

Gregório Velhinho Recto (sold)

Guilherme Ferreira Brito (sold)

Hélder Freitas Pereira (sold)

Henrique Duarte Assunção (asp)

Henrique Silva Fernandes (sold)

Herculano Catanha Baptista (sold)

Hermenegildo B Carvalho (sold)

Hermínio José Balhana (sold)

Humberto Castelo Branco (1º sar)

Idálio Brito Sesudo (sold)

Ilídio António Sá (1º cabo)

Ilídio Rodrigues Gomes (sold)

Ilídio Santos Trindade (sold)

Imbali Bedane (sold)

Insumbo Sina (sold)

Isaías Pereira André (1º cabo)

Isaías Zunzana (sold)

Ismael Silva Santos (1º cabo)

Izequiel Moreira Alves (fur)

Jacinto Vilhena Santana (sold)

Jacob Mulemba (sold)

Jangue Balde (sold)

Jenuíno Dias Almeida (sold)

Jerónimo Ferreira Silva (fur)

Jerónimo Silva Mourão (fur)

João Batista (1º cabo)

João Batista Alves (sold)

João Borges Linhares (sold)

João Brás Duarte (1º cabo)

João Conceição Bertolo (sold)

João Cunha Fernandes (sold)

João Cunhete Passe (sold)

João David Oliveira (sold)

João Domingos (sold)

João Faria (sold)

João Fernando (sold)

João Ferreira (sold)

João Gomes (sold)

João José (sold)

João Lagarto Pires (sold)

João Lourenço Matos (alf)

João Manuel Machado (fur)

João Matos Calado (mar)

João Mestre David (1º sar)

João Miranda Cardoso (sold)

João Moreira Bravo (sold)

João Nunes Augusto (sold)

João Nunes Ávila (fur)

João Pedro (sold)

João Pimentel Fernandes (sold)

João Serol Santos (1º cabo)

João Silva Monteiro (1º grt)

João Silva Soares (alf)

João Simões (sold)

João Teixeira Freitas (sold)

Joaquim Augusto Gonçalves (1º cabo)

Joaquim Carmo Reis (sold)

Joaquim Cesário Venâncio (sold)

Joaquim Costa Azevedo (sold)

Joaquim Costa Santos (fur)

Joaquim Esteves Luís (sold)

Joaquim Ferreira Lima (sold)

Joaquim Gomes Pires (1º cabo)

Joaquim Gonçalves (fur)

Joaquim Marques Albuquerque (sold)

Joaquim Martins Pires (sold)

Joaquim Matos Campos (1º cabo)

Joaquim Matos Vicente (sold)

Joaquim Mendonça Martins (sold)

Joaquim Miguel João (1º grt)

Joaquim Moreira (sold)

Joaquim Neto Sousa (sold)

Joaquim Oliveira Magalhães (sold)

Joaquim Pedro (sold)

Joaquim Pedro Francisco (1º cabo)

Joaquim Pereira Lourenço (fur)

Joaquim Ribeiro Pica (sold)

Joaquim Rolo Nóbrega (1º cabo)

Joaquim Santos Soares (sold)

Joaquim Silva (sold)

Joaquim Silva (fur)

Joaquim Soares Andrade (1º cabo)

Joaquim Sousa Barbosa (sold)

Joaquim Sousa Guimarães(sold)

Joaquim Teixeira Silva (sold)

Jorge Borges Cabral (sold)

Jorge Mendes Pimentel (sold)

José Antunes Mendes (1º cabo)

José Augusto Parada (sold)

José Bulica (sold)

José Caetano Carola (sold)

José Capu (sold)

José Carlos Nhamtumbo (sold)

José Carneiro Matos (sold)

José Carvalheira Martins (sold)

José Có (sold)

José Coelho Nascimento (sold)

José Costa (sold)

José Costa Silva (sold)

José Couto Pinto (1º cabo)

José Dias Maximino (sold)

José Dias Remédios (sold)

José Dinis Venâncio (sold)

José Domingos Nunes (sold)

José Dórdio Godinho (fur)

José Duarte Costa (sold)

José Encarnação Costa (sold)

José Esperança Ramos (1º cabo)

José Félix Lopes (1º cabo)

José Fernandes Coelho (sold)

José Fernandes Machado (mar)

José Fernandes Pereira (sold)

José Fernandes Rodrigues (alf)

José Fernandes Sousa (sold)

José Ferreira Alves (1º cabo)

José Ferreira Pereira (sold)

José Ferreira Quintela (sold)

José Figueiredo Cardoso (1º cabo)

José Figueiredo Matias (2º sar)

José Fonseca Brás (1º cabo)

José Gomes Freitas (1º cabo)

José Gomes Murilhas (sold)

José Gonçalves Costa (sold)

José Grosso Fontes (sold)

José Guedes Monteiro (sold)

José Guenda (sold)

José Henriques Pedro (1º cabo)

José Jesus Monteiro (sold)

José Jesus Sousa (1º cabo)

José Joice Chalupa (alf)

José Lopes Ferreira (fur)

José Lopes Pedrosa (sold)

José Lopes Pereira (1º grt)

José Luís Teixeira (sold)

José Manuel Malta (sold)

José Maria Coelho (sold)

José Maria Furtado (sold)

José Maria Morgado (1.º cabo)

José Maria Silva (1º cabo)

José Maria Simões (sold)

José Marques Afonso (sold)

José Mendes Garcia (1º cabo)

José Moreira Abreu (1º cabo)

José Mota Gonçalves (sold)

José Moura Nogueira (sold)

José Nadais Costa (sold)

José Natalino Pereira (sold)

José Paiva Simões (sold)

José Patrício Santos (sold)

José Pedro Fernandes (cabo)

José Peixinho Dias (1º cabo)

José Pinto Moura (mar)

José Ponte Grosso (sold)

José Quijó Santos (1º cabo)

José Ramos Ribeiro (2º sar)

José Reis (alf)

José Ribeiro Baptista (alf)

José Ribeiro Brejo (sold)

José Rodrigues (sold)

José Rodrigues Coelho (alf)

José Santos Cardoso (sold)

José Serafim (sold)

José Silva (sold)

José Silva (2º grt)

José Silva Candeias (sold)

José Silva Cravidão (cap)

José Silva Moreira (1º cabo)

José Silva Mota (1º cabo)

José Silva Oliveira (sold)

José Silva Ribeiro (sold)

José Silva Valentim (sold)

José Silva Vasques (ten)

José Simão Pires (1º cabo)

José Soares Abreu (sold)

José Sousa Costa (sold)

José Sousa Vicente (sold)

José Teixeira Rodrigues (1º cabo)

José Victor Gaio (sold)

José Viegas Agostinho (1º cabo)

José Vieira Barcelos (1º cabo)

Julat Mateus Zimba (sold)

Julião Paixão Mateus (2º sar)

Júlio Antunes Fernandes (1º cabo)

Júlio Antunes Sapo (sold)

Júlio Carvalho Calvário (sold)

Júlio Correia Pinto (1º cabo)

Júlio Figueiredo Lameirinha (sold)

Júlio Norberto Rebolho (alf)

Júlio Oliveira Soares (sold)

Júlio Sousa Magalhães (fur)

Justino Bento Batista (sold)

Justino Martins Cunha (sold)

Justo Leão Couto (sold)

Leandro C Marques (sold)

Leonardo Lacão Gomes (sold)

Leone Frutuoso Picanço (1º cabo)

Leopoldo Carrasco Gomes (fur)

Licínio Lacerda Pinto (sold)

Licínio Marques Gonçalves (fur)

Lino Sampulili (sold)

Lopeu Ferreira Mucosa (1º cabo)

Lourenço Carvalho Santos (sold)

Luís Andrade Âmbar (alf)

Luís Augusto Costa (1º cabo)

Luís Barjona Freitas (fur)

Luís Carvalho Cunha (1º cabo)

Luís Cruz Valverde (sold)

Luís Egídio Ceia (cap)

Luís Frutuoso Costa (2º ten)

Luís Pereira Sarmento (sold)

Luís Ramos Carvalho (alf)

Luís Sebastião Aço (sold)

Luís Silva Gaspar (2º sar)

Luís Tomé Agrela (sold)

Macedo Machaire Canetane (1º cabo)

Machado Cumbá (sold)

Mama Saliu Gagico (sold)

Mamadu Jamanca (sold)

Manuel Afonso Neto (sold)

Manuel Aguiar Teixeira (sold)

Manuel Aguilar Rosa (sold)

Manuel Alvas Pereira (sold)

Manuel Alves Martins (sold)

Manuel Amado Antunes (sold)

Manuel António Poeiras (1º cabo)

Manuel Batista Torre (sold)

Manuel Cabral Rodrigues (sold)

Manuel Calisto (1º cabo)

Manuel Cardoso Silva (1º cabo)

Manuel Cassanga (sold)

Manuel Coelho Machado (sold)

Manuel Coimbra Horta (cap)

Manuel Conceição Guimarães (cap)

Manuel Conceição Miguel (sold)

Manuel Conceição Teixeira (sold)

Manuel Costa Mirassol (sold)

Manuel Costa Sacramento (sold)

Manuel Dias Martins (sold)

Manuel Esteves Do Vale (sold)

Manuel Fernandes Júnior (cabo)

Manuel Ferreira Pereira (1º cabo)

Manuel Ferreira Vaz (sold)

Manuel Filipe Henriques (1º cabo)

Manuel Gaio Neto (1º cabo)

Manuel Gaspar Leite (1º cabo)

Manuel Gonçalves Costa (sold)

Manuel Gonçalves Jardim (sold)

Manuel Grilo Silva (1º cabo)

Manuel Guedes Valente (sold)

Manuel Ilhéu Domingos (fur)

Manuel Inocêncio Ribeiro (sold)

Manuel Jacinto Matos (1º cabo)

Manuel Jesus Silva (1º cabo)

Manuel Jesus Vigário (sold)

Manuel João Graça (sold)

Manuel Malaquias Oliveira (ten)

Manuel Maria Costa (sold)

Manuel Maria Lourenço (sold)

Manuel Martins Silva (ten)

Manuel Maximiano Mendonça (sold)

Manuel Mendes Pinto (sold)

Manuel Morgado Carvalho (sold)

Manuel Nascimento Alves (sold)

Manuel Nascimento Pires (sold)

Manuel Nicolau Conceição (sold)

Manuel Nobre Cebola (sold)

Manuel Nunes Bessa (sold)

Manuel Oliveira (sold)

Manuel Paulino Fernandes (sold)

Manuel Penedo Simões (sold)

Manuel Pereira Cairrão (sold)

Manuel Pereira Félix (sold)

Manuel Pinto (1º cabo)

Manuel Pinto Castro (sold)

Manuel Raínho Costa (1º grt)

Manuel Rebelo Fonseca (sold)

Manuel Rodrigues Escarigo (sold)

Manuel Rodrigues Miranda (1º cabo)

Manuel Rosa Lopes (sold)

Manuel Rosário Saide (1º cabo)

Manuel Santana Carvalho (1º grt)

Manuel Santos Nunes (1º cabo)

Manuel Santos Pinto (sold)

Manuel Segundo Leão (1º cabo)

Manuel Silva Briosa (1º cabo)

Manuel Tacho Bertolo (sold)

Manuel Tavares Pinho (sold)

Manuel Vaz Montenegro (sold)

Manuel Vieira (sold)

Marçal Horta Silvério (1º cabo)

Mário Andrade Constantino (sold)

Mário Augusto Escudeiro (saj)

Mário Correia (sold)

Mário Marques Martins (1º cabo)

Mário Papeco (sold)

Mário Soares Luís (sold)

Mário Vila Nova Maria (sold)

Mateus André Correia (sold)

Matias Lima (sold)

Maurício Januário (sold)

Maximino Almeida Silva (sold)

Mendonça Calunga (sold)

Miguel N'gola (sold)

Miguel Teixeira Fernandes (1º cabo)

Morna Iombá (sold) n Moro Siga (sold)

Muxuaringa (sold)

Nestor Pires Dias (sold)

Norberto Nascimento Ferreira (1º cabo)

Nuno Alberto Pinto (sold)

Nuno Forte Vaz (alf)

Nuno Tavares Machado (alf)

Olívio Ferreira Mestre (sold)

Osório Resende Cordeiro (sold)

Pedro Carmo Augusto (sold)

Pedro Escritório (sold)

Pedro Silva (sold)

Pedro Vunde (sold)

Protázio Rodolfo (1º cabo)

Quecuta Sonca (sold)

Raul Aquino (1º cabo)

Raul Correia (1º sar)

Raul Feliciano Silva (sold)

Rebe Cumatcha (sold)

Riga Fechena (sold)

Romeu Castro (sold)

Romeu Isaac Sassuco (sold)

Romualdo Santos Nascimento (fur)

Rui Jacinto Santos (fur)

Rui Magalhães Pereira (fur)

Rui Palmela Mealha (fur)

Rui Santos Pimenta (sold)

Rui Santos Ribeiro (fur)

Sabalo Manuel (sold)

Saliu Djassi (sold)

Salvador Esteves (sold)

Salvador Vitória Rosado (sold)

Samba Candé (sold)

Samba Jaló (sold)

Sambel Balde (sold)

Sebastião Arone Banda (sold)

Sebastião Sabão Cumbane (sold)

Semião Amenosse Mucova(sold)

Serafim Silva Faria (sold)

Sérgio Silva Pereira (alf)

Severino António (sold)

Severino Gonçalves Lapas (sold)

Simão Francisco Costa (1º cabo)

Singote Chaicomo (sold)

Sissau Anaca (sold)

Tertuliano R Henriques (sold)

Toban Uaiga (2º cabo)

Torcato Plácido Coelho (1º cabo)

Uari Bentiniore (sold)

Umbuqué (sold)

Valdemar Galego Joaquim (sold)

Valdemar Rodrigues Lages (sold)

Vicente Adolfo Marcelino (sold)

Vicente Machanguana (sold)

Victor Anjos Martins (1º cabo)

Victor Correia Pestana (fur)

Victor Manuel Pinto (sold)

Victor Marques Valença (sold)

Victor Severino Santos (sold)

Virgílio Augusto Andrade (alf)

Vitorino Moreira Mendes (sold)

1968

Abílio Duarte Jorge (fur)

Abílio Freitas Pereira (sold)

Abílio Jesus Sousa (sold)

Abílio Silva Martins (1º cabo)

Acácio Correia Pereira (sold)

Adelino Rodrigues Pereira (sold)

Adelino Serra André (sold)

Adelino Stoca Ruas (mar)

Ademar Silva (mar)

Adriano Carrasco (sold)

Adriano Marques (sold)

Adriano Moreira (sold)

Adriano Moutinho Alves (sold)

Adulai Balde (sold)

Adulai Candé (sold)

Afonso Batista Gomes (sold)

Afonso Cardoso Santos (sold)

Afonso Domingos Ferreira (2º sar)

Afonso Eduardo (sold)

Afonso Filipe Mudumane (sold)

Afonso Henriques Mepuera (sold)

Afonso Manjane (sold)

Agibo Selemane (sold)

Agostinho Almeida Amaro (cabo)

Agostinho Borrego Paixão (alf)

Agostinho F Rodrigues (sold)

Agostinho Ferreira Dias (1º cabo)

Agostinho M Berengueiro (1º cabo)

Agostinho Manuel Filipe (sold)

Agostinho Mota Machado (sold)

Agostinho Silva Lemos (1º cabo)

Albano Melo Faria (1º cabo)

Albertino Pereira Leite (sold)

Alberto Davene Manhiça (sold)

Alberto Fernando Mira (fur)

Alberto Jaime (sold)

Alberto Milheiro Moura (1º cabo)

Alberto Miranda Costa (1º cabo)

Alberto Pedro (sold)

Alberto Reginaldo Williamo (sold)

Alberto Sousa Couto (sold)

Alberto Trigo (sold)

Albino Cláudio (sold)

Albino Conceição Gomes (sold)

Albino José Mazive (sold)

Alexandre Brancas Neiva (1º cabo)

Alexandre Camilo Chiote (sold)

Alexandre Canica (sold)

Alexandre Ramalho Leite (sold)

Alexandre Semedo Furtado (sold)

Alexandre Silva Miguel (1º cabo)

Alfredo Andrade Lima (sold)

Alfredo Costa (sold)

Alfredo Ferreira Dias (1º cabo)

Alfredo Martins (sold)

Alfredo Silva (1º sar)

Alfredo Silva Macedo (fur)

Almerindo Rocha Borges (2º sar)

Álvaro Araújo Martins (sold)

Álvaro Conceição Teixeira (sold)

Álvaro Ferreira (1º cabo)

Álvaro Guerreiro Inácio (1º cabo)

Álvaro Vale Leitão (alf)

Amadeu Dinis (sold)

Amadeu Ferreira Soares (sold)

Amadeu Santos Necho (sold)

Amâncio Cerqueira Pereira (1º cabo)

Amílcar Gomes Grilo (sold)

Anacleto Campos Araújo (1º cabo)

Anacleto Epuca (sold)

Anacleto Pinto Matoso (1º cabo)

Andrade Cavane Chango (sold)

André Gomes Ferreira (1º cabo)

André João Simão (sold)

André Manuel Andelane (sold)

André Rodrigues Pinto (1º cabo)

Andretino Abreu Nobre (1º cabo)

Aníbal Ferreira Borges (1º cabo)

Aníbal Gomes Ferreira (1º cabo)

Aníbal Lucas Anjos (fur)

Anselmo Muerenga (sold)

Antenor António Batista (sold)

Antero Manso Correia (maj)

António Almeida Correia (1º cabo)

António Almeida Fernandes (sold)

António Almeida Trindade (alf)

António Alves Mota (sold)

António Amaral Teles (sold)

António Andrade Salgueiro (sold)

António Barbosa Moreira (sold)

António Barreira Cunha (1º cabo)

António Bernardino Pereira (sold)

António Cambanda (sold)

António Coelho Ribeiro (fur)

António Conceição Henriques (fur)

António Correia Martins (sold)

António Costa Silva (sold)

António Custódio Marçal (sold)

António Esperança Francisco (sold)

António Fernandes Alves (sold)

António Fernandes Rodrigues (1º cabo)

António Fernandes Sousa (1º cabo)

António Fernando Barreira (sold)

António Ferreira Novo (mar)

António Ferreira Santos (1º cabo)

António Gonçalves Matos (1º cabo)

António Guerreiro Correia (1º cabo)

António Jacinto Machlela (sold)

António Jesus Alves (sold)

António Jesus Peixoto (sold)

António João Santos (1º cabo)

António Jorge Costa (sold)

António Jorge Silva (sold)

António José Inácio (fur)

António Lage Marreiros (1º cabo)

António Lima Barbosa (alf)

António Luís Chatelango (sold)

António Luís Nunes (fur)

António Luís Sebastião (sold)

António Madeira Vasques (sold)

António Manuel (1º grt)

António Manuel Mateus (sold)

António Maria Miguens (sold)

António Martins Sanches (sold)

António Martins Santos (sold)

António Matos (sold)

António Matos Costa (sold)

António Melanda Oliveira (fur)

António Monteiro Coelho (alf)

António Morais Camões (sold)

António Moura Cavaco (alf)

António Neves Silva (sold)

António Oliveira Simões (fur)

António Oliveira Teixeira (sold)

António Paulino Siquetene (1º cabo)

António Pereira (1º cabo)
João Vaz


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » sexta 08 jun, 2007 11:29 am

2007-06-08 - 00:00:00

Memórias da Guerra: 1961-1974
A cavalo, até os prendíamos sem um tiro

"Uma vez ao aproximarmo-nos de uma zona de lavras no meio do mato, as mulheres pensaram que vinham aí as gungas, um animal perigoso com uns grandes chifres, e chamaram os guerrilheiros para as socorrerem. Tivemos um êxito surpreendente: à carga, até os prendemos à mão, vivos, com armas e tudo, sem um tiro.” O raide aconteceu durante a Operação Alvorada no Leste de Angola, onde a partir de meados de 1970, uma Companhia de Artilheiros de Cavalaria, a 25/63, viu metade dos seus efectivos passarem a operar a cavalo, concretizando um projecto experimentado em 66/67. E foi contado ao CM pelo então capitão Manuel Moreira Dias, comandante da companhia e adepto do uso de cavalos nas campanhas de África.

“Já não era como antigamente, quando se faziam cargas de sabre desembainhado, mas, tanto como meio de transporte como em acções rápidas, os cavalos revelaram-se um meio extraordinário”, sublinha o militar, apreciador dos equídeos, a ponto de questionar a ideia do ‘cão ser o melhor amigo do homem’, e com uma bela colecção de pintura sobre o tema em casa.

Houve que treinar muito, cavaleiros e cavalos, mas os resultados deram razão a quem teve a ideia e deu ordens para a aplicar à Cavalaria, sediada em Munhango, uma estação de caminho-de-ferro onde, por motivos de segurança, pernoitavam os comboios vindos de Benguela e que depois seguiam até ao Luso.

Para o capitão Dias que iniciou a sua primeira comissão em Angola em Julho de 1969, foi óptimo trabalhar um primeiro ano como lhe tinham ensinado na Academia Militar, antes de ter parte dos seus comandados a operar a cavalo. Deu até para se aperceber das dificuldades de controlar uma quadrícula territorial com mais de 100 km de comprimento e outros 100 de largura.

“A ideia dos cavalos arrancou em 1966, na minha opinião pessoal tardiamente, para quem estava, como os militares portugueses, no terreno desde o início do século. Forças armadas de países vizinhos, como a África do Sul, na Namíbia, e a Rodésia, de Ian Smith, usaram-nos muito antes. E no começo houve apenas a mobilização de um alferes, o Neves Veloso, que estava comigo na Escola Prática de Cavalaria, e foi para Silva Porto, que era a sede da Arma em Angola, formar um pelotão, com recrutas locais, experimentar equipamentos, cavalos e práticas de actuação.”

Essa aprendizagem serviu de base ao operacionalizar de dois grupos da Companhia 25/63 ida da metrópole e que premonitoriamente tinha o nome de ‘Os Cavaleiros do Capim’, mesmo quando ainda fazia tudo a pé conforme era prática nas acções de controlo das populações.

“O transporte de militares para intervir a grande distância levantava problemas de detecção e era difícil por as grandes chuvas em terrenos arenosos provocarem muitos pântanos e impossibilitarem a circulação de viaturas. Muito diferente era utilizar os cavalos que andam 6/7 km e aguentam uma média de 50 km por dia, além de não precisar de trilho”, recorda o coronel Manuel Dias.

“Íamos à carga com a mão esquerda na rédea e a direita com a arma a disparar e apanhávamos guerrilheiros à mão, armados e tudo, o que era raro acontecer.”

As acções a cavalo, sempre cuidadosamente planeadas, até porque se tinha de prever através da hidrografia a necessidade dos animais beberem grandes quantidades de água duas vezes por dia, tinham sempre excelentes balanços. “Só de uma vez apanhámos 1 lança granadas RPG, 2 metralhadoras ligeiras, 2 Simonov, 2 PPSH, muitas munições e guerrilheiros vivos”, conclui o coronel Manuel Dias.

CAPITÃO DE ESQUADRÃO A CAVALO FOI O ÚLTIMO A SAR DE ANGOLA

A presença portuguesa em África como potência ocupante terminou à meia-noite de 11 de Novembro de 1975 com a retirada de Angola, concretamente o embarque das últimas forças armadas, no caso unidades da Polícia Militar e dos Dragões de Cavalaria. Quem comandou a operação foi Manuel Moreira Dias, natural de Santo Tirso, que entrou para a Academia Militar em 1961, já com a guerra activa, e fez três comissões em África: a primeira em 1969-71 com a Companhia 25/53, ‘Os Cavaleiros do Capim’ que fez jus ao cognome com as unidades a cavalo; a segunda de 1972-74 e a terceira em 1975, na fase de transição do poder para o MPLA, em que actuou em condições difíceis, mas segundo garante com toda a dignidade e honra militar para Portugal.

“O objectivo era dar condições para que todos quantos quisessem sair de Angola o pudessem fazer”, afirma, ao recordar o envio de unidades algo indisciplinadas de Lisboa e os massacres entre os independentistas:

“Com o passar à disponibilidade de muitos africanos que integravam as unidades portuguesas, era necessário colmatar as saídas e foram enviados reforços de Lisboa. Senti profundo desgosto, como comandante da Polícia Militar, de ter militares portugueses detidos.

“Pior foi, porém, do outro lado. À altura do 25 de Abril, os movimentos estavam em Angola derrotados e aniquilados, mas com as novas condições recrutaram quem estava disponível, bandidos e desempregados, e deram-lhes armas. Foi uma horrível tragédia.”

COMBATENTES

OPERAÇÕES TERRESTRES APOIADAS PELA AVIAÇÃO

Lemos Ferreira, segundo-comandante da Região Aérea da Guiné, tinha um missão difícil: os seus bombardeiros Fiat tinham de apoiar as operações terrestres – acções de curta duração e de grande violência levadas a cabo por forças especiais, de acordo com a estratégia de Spínola. A partir de 1973, os mísseis abatem aviões. As operações são cada vez mais perigosas.

17 MIL QUILOS DE ARMAS EM BASE DA FRELIMO

Às cinco da manhã do dia 7 de Junho de 1969, Carlos Costa saltou a sul do Rio Rovuma, em Moçambique. A Operação Zeta estava em curso e o objectivo era desmantelar as bases das FRELIMO. O inimigo foge. Depois de cinco horas de caminhada, no meio de pântanos, os ‘páras’ chegam a uma base e encontram 17 mil quilos de material de guerra. “Havia de tudo: anti-aéreas, morteiros de 120 e 80, kalashnikovs, etc”.

CABEÇAS CORTADAS NO NORTE DE ANGOLA

Em Setembro de 1961, dez pára-quedistas da 3.ª Companhia do Batalhão 21 vão em socorro da povoação de Quibocolo, no Norte de Angola. Quando chegaram deparam-se com um cenário de terror. “Os brancos tinham fugido e os homens da UPA cortaram a cabeça aos negros que trabalhavam nas fazendas“, recorda. Durante cinco dias, os ‘páras’ são atacados por centenas de guerrilheiros. Resistem e escapam.

DEDO NO GATILHO ATÉ ESGOTAR CARREGADOR

Esteve em Angola entre 1968 e 1970, integrado na Companhia 2431 do Batalhão de Cavalaria 2854. Combateu em várias zonas contra a FNLA e MPLA. Nos trilhos da região dos Dembos sofreu várias emboscadas. “Era pôr o dedo no gatilho e só parar quando acabava o carregador”, recorda. Em Casage, eram frequentes os ataques do MPLA. “Estavam mais bem organizados do que a FNLA e muito bem armados”.

SALTOU DA VIATURA ANTES DA MINA REBENTAR

Chegou à Guiné a 6 de Maio de 1968 e esteve sempre em zonas de combate. Enquanto enfermeiro, prestava assistência aos camaradas feridos e ajudava os nativos. Um dia, escapou à morte porque teve um pressentimento. “Saltei da viatura e, pouco depois, uma mina atirou-a pelos ares”, relata. Dessa arma que se esconde debaixo de terra, guarda as piores recordações. “Tive de assistir camaradas meus que ficaram sem pernas”.

NOTAS

ROTA AGOSTINHO NETO

Nos primeiros meses de 1970, o MPLA concentra esforços no Leste de Angola: procura abrir um corredor em direcção ao Norte através do Planalto Central, coração económico da província e importante região estratégica. O MPLA chama a esta ofensiva a Rota Agostinho Neto e empenhou os melhores chefes militares, comandante Petroff e comandante Iko Carreira.

COSTA GOMES

A investida do MPLA no Leste de Angola, a partir de bases na Zâmbia, coincide com a nomeação do general Costa Gomes para substituir Almeida Viana, oriundo da Força Aérea, como comandante-chefe. Costa Gomes altera todo o dispositivo militar e transfere o centro de operações do norte para leste. Esta reviravolta obrigou à criação da Zona Militar do Leste.

GENERAL BETENCOURT

Costa Gomes entregou o comando da Zona Militar do Leste ao general Betencourt Rodrigues – que conhecia bem a guerra que se travava em África: ainda como major, em 1962, desempenhou o cargo de chefe do Estado-Maior da Região Militar de Angola, em que reorganizou as forças portuguesas e contribuiu para a criação dos primeiros grupos especiais de Comandos.

VITÓRIA A LESTE

Com Costa Gomes, estrategista de mérito, as forças militares tinham pela primeira vez na história da guerra em Angola um objectivo claramente definido: evitar que o Planalto Central fosse flagelado. Regressou à Metrópole, em 1972, para o cargo do chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas. Deixou as tropas portugueses à beira da vitória em Angola.

SURPRESA LOCAL

O uso de cavalos provocava alguma surpresa no Leste de Angola, embora fossem recrutas africanos os primeiros a experimentar o excelente meio de transporte. A explicação está na origem étnica. Para a companhia inicial recrutaram-se Chanhamas e Cumatos, no Sul do país. Eram guerreiros e nómadas. Os africanos do leste tinham vida sedentária e medo das gungas.

CAVALOS ARGENTINOS

A escolha do tipo de cavalos utilizados nas operações no Leste de Angola suscitou divergências. A última remonta foi feita na Argentina em 1970, com 225 cavalos que se revelaram muito bons. Os lotes anteriores adquiridos na África do Sul eram inferiores, mas mais baratos. Uma curiosidade: os animais nunca eram ferrados para se movimentarem melhor no terreno arenoso.

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1968

António Pereira Nunes (1º cabo)

António Pereira Santos (1º cabo)

António Pinheiro Carreira (sold)

António Pinho Brandão (1º cabo)

António Pinto Assoreira (ten)

António Pinto Fernandes (1º cabo)

António Pires Mendonça (1º cabo)

António Pires Quintas (fur)

António Pires Ramadas (sold)

António Ribeiro Fernandes (1º cabo)

António Rosa Simões (sold)

António Santos Gonçalves (sold)

António Santos Moura (1º cabo)

António Santos Silva (1º cabo)

António Santos Simão (sold)

António Silva Bastos (fur)

António Silva Beirante (1º cabo)

António Silva Pinto (fur)

António Taveira Pinheiro (sold)

António Teixeira Leite (sold)

António Vaz Valente (sold)

António Videiros Camelo (sold)

António Vieira Alves (alf)

António Viringa (sold)

Apa Ie (sold)

Aparício Sousa Miranda (sold)

Armandino Santos (1º cabo)

Armando Alves Bento (fur)

Armando Andrade Roque (1º cabo)

Armando Conceição Brites (sold)

Armando Fabião Mabota (sold)

Armando José Gomes (sold)

Armando Lopes Loureiro (sold)

Armando Micas Langa (sold)

Armando Santos Antunes (2º sar)

Armando Tavares Cá (sold)

Arménio Martins (sold)

Armindo Gonçalves Rebelo (sold)

Armindo Mendes Lopes (sold)

Armindo Ribeiro Sousa (sold)

Armindo Sousa Ventura (fur)

Arnaldo Santos Fernandes (1º grt)

Arnaldo Sousa Queirós (1º cabo)

Artur Alves Ressureição (1º cabo)

Artur Antunes Fernandes (1º cabo)

Artur Bandeira Flores (1º cabo)

Artur Geraldes Nunes (cap)

Artur Henriques (sold)

Artur Martins Silva (sold)

Artur Torcato Neves (1º cabo)

Aruna Mané (sold)

Augusto Campum Djamá (1º cabo)

Augusto Delgado Duarte (1º cabo)

Augusto Eugénio Jonasse (sold)

Augusto Monteiro Silva (sold)

Augusto Silva Fernandes (sold)

Aurélio Eiambi (sold)

Aurélio Silva Brochado (fur)

Aurélio Silva Maia (sold)

Bacar Amade (sold)

Bacar Amadú Balde (sold)

Bacar balde (sold)

Baga Cá (sold)

Baião Quibahelo (sold)

Basílio Gonçalves Andrade (sold)

Belmiro Santos João (fur)

Benedito Zacarias Nhantumbo (1º cabo)

Benumuane Mabilecuane Davide (sold)

Bernardo Jotamo Mindú (sold)

Bernardo Miguel (sold)

Bessena Tambá (sold)

Bevumane Mabilone David (sold)

Bogna Tamba (sold)

Brissos Felício Carvalhinho (1º cabo)

Buramo Bacar (sold)

Cabo Braimo (sold)

Califo Balde (sold)

Camilo Ferreira Alves (sold)

Camilo Rodrigues Paiva (sold)

Carfa Dabó (sold)

Carlos Alves Madeira (fur)

Carlos Brás Pereira (sold)

Carlos Carvalho Albano (sold)

Carlos Correia Cunha (sold)

Carlos Correia Vicente (sold)

Carlos Costa Pimenta (sold)

Carlos Fernando Gomes (sold)

Carlos Flores Dias (1º cabo)

Carlos Gaspar Fonseca (fur)

Carlos Manuel (sold)

Carlos Melo Valente (fur)

Carlos Oliveira (sold)

Carlos Pereira Rodrigues (sold)

Carlos Pires Alcobia (fur)

Carlos Pontes Lopes (1º cabo)

Carlos Silva Morais (sold)

Carlos Silva Pacheco (alf)

Carlos Silva Vicente (sold)

Carlos Soares Silva (sold)

Carlos Sousa Duarte (sold)

Carlos Tomás Duarte (fur)

Carlos Trindade Peixoto (alf)

Celestino Carmo Pereira (sold)

Celso Lopes Ferreira (alf)

Celso Reis Marouvas (fur)

César Lourenço Silva (sold)

César Simões Alentejeiro (sold)

Chene Jaconias Mocumbi (sold)

Chimatam Balde (sold)

Cílio Rodrigues Costa (1º cabo)

Clementino Rosário António (1º cabo)

Constantino Júlio Aguiar (1º cabo)

Constantino Pereira Maia (sold)

Cosmo Sousa Pinto (sold)

Damião Melo Lopes (1º cabo)

Daniel Deus Saraiva (1º cabo)

Daniel Ferreira Costa (sold)

Daniel Rosa Constantino (1º cabo)

Daniel Vassoura (sold)

David Correia Sousa (sold)

David Gomes Rocha (sold)

David Gonçalves Santos (sold)

Delfim Vinagre Freire (1º cabo)

Dionísio Almeida Lopes (1º cabo)

Domingo António (sold)

Domingos António (sold)

Domingos António Carreira (sold)

Domingos Campos Sá (alf)

Domingos Cardoso (sold)

Domingos Chico Santos (sold)

Domingos Ferreira Costa (sold)

Domingos Fialho Silva (1º cabo)

Domingos Francisco João (sold)

Domingos Henriques Soares (sold)

Domingos Macamo (sold)

Domingos Moreira Martins (1º cabo)

Domingos Neto Duarte (fur)

Domingos Silva Magalhães (sold)

Domingos Zeferino (sold)

Dorildo Amélia Martins (fur)

Edgar Pinto Santos (fur)

Edmundo Bento Pinto (sold)

Edmundo Moreira Rafanão (sold)

Eduardo Almeida Sousa (sold)

Eduardo Fernandes Cartaxo (sold)

Eduardo João Franco (sold)

Eduardo Melo Dias (fur)

Eduardo Teixeira Monteiro (alf)

Elias Machava (fur)

Elísio Ferreira Silva (1º cabo)

Emílio Xavier Mfumo (sold)

Ernesto Ferreira Lemos (fur)

Ernesto Jesus Duarte (sold)

Ernesto Oliveira Vitória (sold)

Estevão Ferreira Carvalho (alf)

Eurico Dória Ribeiro (fur)

Fabião Faduco (sold)

Faia Dane (sold)

Faquir Ibraimo Dilivane (1º cabo)

Feliciano Huo Bonguane (sold)

Fernando Almeida Silva (sold)

Fernando Azevedo Rodrigues (sold)

Fernando Borges Anjo (1º cabo)

Fernando Botelho (sold)

Fernando Brito Martinho (sold)

Fernando Carvalho Santos (fur)

Fernando Franco (sold)

Fernando Lopes Pereira (sold)

Fernando Olivença Almeida (1º cabo)

Fernando Paiva (sold)

Fernando Pereira Vaz (sold)

Fernando Ribeiro Sousa (1º cabo)

Fernando Ribeiro Sousa (sold)

Fernando Teixeira Dias (fur)

Fernando Vieira Gomes (sold)

Filipe Serrano Mancos (2º sar)

Flora Silva (sold)

Fortunato Silva Gonçalves (sold)

Francisco António Justino (sold)

Francisco Cavalheiro Capitão (sold)

Francisco Costa Pedras (sold)

Francisco Ferreira Frederico (sold)

Francisco Gonçalves Soares (sold)

Francisco Lino Neto (alf)

Francisco Lourenço (sold)

Francisco Neto (sold)

Francisco Neves Reis (sold)

Francisco Nunes Silva (sold)

Francisco Pires Florêncio (sold)

Francisco Rafael (mar)

Francisco Rodrigues Ramos (1º cabo)

Francisco Silva Maia (sold)

Francisco Tomás Coito (sold)

Francisco Veríssimo Pina (sold)

Gabriel Pereira Bagaço (sold)

Gil Conceição Escape (sold)

Graciano Sousa Rato (fur)

Gregório Eusébio Pires (fur)

Gregório Vicente (sold)

Guilherme Alberto Moreira (sold)

Hélder Jesus Silva (sold)

Henrique Antunes Marques (fur)

Henrique Costa Vasco (2º sar)

Henrique Ferreira Almeida (alf)

Henrique Jamisse Chilengue (sold)

Henrique Pereira Fernandes (1º cabo)

Henrique Rodrigues (sold)

Henrique Sampaio Ferreira (sold)

Henrique Tavares Fé (sold)

Henrique Teixeira Rodrigues (fur)

Hermenegildo A Branco (sold)

Hermenegildo C Castelo (fur)

Hermínio Governo Augusto (sold)

Hernâni Pereira Silva (sold)

Higino Vieira Cunha (fur)

Hilário Macitela (sold)

Hito Oliveira Lopes (fur)

Horácio Dias Ferreira (sold)

Horácio Martins Valente (cap)

Horácio Sousa Rocha (1º cabo)

Humberto Pereira Vieira (sold)

Ilídio Alexandre Pereira (sold)

Ilídio Bonito Claro (sold)

Ilídio Oliveira Santos (fur)

Ilídio Porelo Teixeira (sold)

Imbonde Insima (sold)

Inácio Faife (sold)

Inácio Fernandes Barbosa (1º cabo)

Inácio Morais (cabo)

Intumbo Quasse (sold)

Isaías Alberto Ramos (1º cabo)

Iunissa Jaló (sold)

Jacinto Guerreiro Curtinha (sold)

Jacinto Manuel Sousa (sold)

Jacinto Muanha (sold)

Jaime Nunes Esteves (sold)

Jaime Vinhais Teixeira (1º cabo)

Jerónimo Dias Abreu (sold)

João Alves Aguiar (sold)

João Alves Antunes (sold)

João Batista Silva (1º cabo)

João Calçada Oliveira (sold)

João Caria Ramos (fur)

João Catana (mar)

João Coelho Braga (sold)

João Correia Fernandes (sold)

João Ernesto Tiago (sold)

João Ferreira Vilaça (sold)

João Francisco (sold)

João Francisco Frasco (1º cabo)

João Freitas Paulo (sold)

João Góis Perestrelo (sold)

João Jacinto Figueiras (1º cabo)

João Jorge Baptista (sold)

João Lopes Conde (fur)

João Luís Barata (fur)

João Luís Silva (sold)

João Macedo Rocha (sold)

João Mate (sold)

João Moreno Miranda (1º ten)

João Oliveira Bengala (1º cabo)

João Paciência Jesus (sold)

João Pimentel Bertolo (1º cabo)

João Portugal Soares (sold)

João Prudêncio Reis (sold)

João Rodrigues Guinote (cap)

João Rodrigues Silva (fur)

João Santos Oliveira (sold)

João Santos Pilima (sold)

João Serra (fur)

João Silva Domingues (sold)

João Silva Machado (sold)

João Silva Rodrigues (1º cabo)

João Silva Santos (sold)

João Silva Sousa (sold)

João Sousa Peito (1º cabo)

João Vale Costa (1º cabo)

Joaquim Abreu Almeida (1º cabo)

Joaquim Alves Oliveira (sold)

Joaquim Barreira (sold)

Joaquim Borges Macedo (alf)

Joaquim Brás Sousa (1º cabo)

Joaquim Caldeira Vale (sold)

Joaquim Capela Cristo (sold)

Joaquim Castela Oliveira (1º cabo)

Joaquim Costa Morgado (1º cabo)

Joaquim Duzenta Mutende (sold)

Joaquim Ferreira Alves (sold)

Joaquim Ferreira Correia (sold)

Joaquim Ferreira Magalhães (sold)

Joaquim Ferreira Pardal (sold)

Joaquim Figueiredo Brilhante (sold)

Joaquim Gomes Dias (sold)

Joaquim Gonçalves Guterres (sold)

Joaquim Henriques Teixeira (sold)

Joaquim Jesus Magalhães (sold)

Joaquim Jesus Patego (sold)

Joaquim Jesus Pinto (sold)

Joaquim Lourenço Guerra (1º cabo)

Joaquim Mário Garcia (sold)

Joaquim Marques Coxinho (sold)

Joaquim Marques Santos (1º cabo)

Joaquim Moreira Couto (sold)

Joaquim Moreira Dionísio (mar)

Joaquim Nogueira (sold)

Joaquim Oliveira Paiva (sold)

Joaquim Pacheco António (sold)

Joaquim Pereira Fernandes (sold)

Joaquim Ramos Mantas (alf)

Joaquim Ribeiro Matos (fur)

Joaquim Ribeiro Moreira (sold)

Joaquim Ribeiro Sebastião (sold)

Joaquim Rosa Lança (sold)

Joaquim Rosário Carrilho (sold)

Joaquim Vicente Alves (sold)

Joel Santos Fontes (sold)

Jofare Meque (sold)

Jorge Almeida Pina (1º cabo)

Jorge Bande Mulau (sold)

Jorge Barroca Jacinto (sold)

Jorge Batista Silva (fur)

Jorge Chavango (sold)

Jorge Cufa Machavane (sold)

Jorge Duarte Ferreira (fur)

Jorge João (sold)

Jorge Lopes Figueiredo (sold)

José Amaral Silva (fur)

José Andrade Correia (sold)

José António Barbosa (sold)

José António Esteves (sold)

José Antunes Carvalho (alf)

José Augusto Alves (sold)

José Augusto Amião (sold)

José Azeredo Pais (alf)

José Califa Colubali (sold)

José Camuengue (sold)

José Candeeiro (sold)

José Carmo Silva (sold)

José Castro Silva (1º cabo)

José Castro Torres (fur)

José Cerqueira (sold)

José Charro Marques (fur)

José Conceição Antunes (fur)

José Costa Barros (sold)

José Costa Moules (sold)

José Eduardo Figueiredo (1º cabo)

José Encarnação Silva (sold)

José Fazenda Machado (sold)

José Ferreira Borges (sold)

José Ferreira Carvalho (sold)

José Ferreira Félix (1º cabo)

José Fichane (1º cabo)

José Fidalgo Vasques (fur)

José Figueira Araújo (alf)

José Figueiredo Alho (1º cabo)

José Figueiredo Rodrigues (sold)

José Figueiredo Ronda (sold)

José Fonseca Caramelo (1º cabo)

José Gomes Monteiro (sold)

José Gonçalves Lourenço (1º cabo)

José Guila (sold)

José Guimarães Júnior (sold)

José Inácio Ferreira (sold)

José Jacinto Rodrigues (2º sar)

José Jesus Monteiro (fur)

José Joaquim Fernandes (mar)

José Joaquim Pires (1º cabo)

José Lage Esteves (sold)

José Lopes Gonçalves (alf)

José Madeira Heitor (sold)

José Manuel Alves (sold)

José Maria Góis Faria (fur)

José Marques Loureiro (1º cabo)

José Martins Cavaco (fur)

José Mendes Coelho (1º cabo)

José Monteiro Teixeira (sold)

José Moreira (sold)

José Muhongo Malonga (sold)

José Nascimento António (1º cabo)

José Navalhas Crespim (1º grt)

José Neves Claro (sold)

José Neves Pereira (1º cabo)

José Nunes Martins (sold)

José Oliveira Fernandes (sold)

José Oliveira Pita (1º cabo)

José Pacheco Duarte (sold)

José Paula Santos (fur)

José Peixoto (sold)

José Pereira Torres (sold)

José Pereirinho Sagorro (sold)

José Pimenta Nobre (sold)

José Pitura Rosado (cap)

José Reis Rodrigues (fur)

José Ribeiro Carvalho (ten)

José Rodrigues Gomes (sold)

José Rodrigues Reis (sold)

José Rosário Martins (sold)

José Santos Aveleira (1º cabo)

José Santos Fidalgo (alf)

José Santos Pereira (fur)

José Santos Rodrigues (sold)

José Silva Alves (sold)

José Silva Galegos (1º cabo)

José Silva Leal (1º cabo)

José Silva Oliveira (alf)

José Soares Andrade (fur)

José Sousa Alves (1º cabo)

José Sousa Carneiro (fur)

José Tavares Diogo (sold)

José Teodoro Vieira (fur)

José Valente Esperança (1º cabo)

José Vaz Sousa (sold)

José Vidinha Costa (sold)

José Vieira Martins (sold)

Jubileu Pondja (sold)

Julião Ginge (sold)

Júlio Massepa (sold)

Júlio Moniz Garras (1º sar)

Júlio Silva Carreira (sold)

Júlio Silva Peixoto (fur)

Laurentino Castro Silva (sold)

Laurindo Miguel (sold)

Leonel Ferreira Rosas (fur)

Leonel Lúcio Quinas (2º sar)

Leotino Caminho Narciso (sold)

Levação Matuto Timana (sold)

Luciano Santos Gomes (sold)

Luís António Pereira (fur)

Luís Ferreira Pedras (maj)

Luís Ferreira Salgado (sold)

Luís Filipe Teles (sold)

Luís Galvão Santos (sold)

Luís Gonçalves Pinto (sold)

Luís Jesus Viegas (cabo)

Luís Rodrigues Silva (alf)

Luís Silva Carvalhal (1º cabo)

Luís Torres Sesinando (1º cabo)

Luís Vieira Pinto (sold)

Madiú Balde (sold)

Malan Balde (sold)

Mamadu Bá (sold)

Mamadu Samé (sold)

Mamadu Só (sold)

Mande Balde (sold)

Manguena Raimundo Gorande (sold)

Manuel Acussade (1º cabo)

Manuel Almeida Alexandre (sold)

Manuel António Conceição (sold)

Manuel António Sanches (fur)

Manuel Augusto Monteiro (sold)

Manuel Cachene Cossa (1º cabo)

Manuel Caetano Nunes (sold)

Manuel Campos Silva (1º cabo)

Manuel Cardoso Melo (sold)

Manuel Carlos Vicente (sold)

Manuel Coelho Vasconcelos (1º cabo)

Manuel Conceição Costa (1º cabo)

Manuel Conceição Gonçalves (sold)

Manuel Correia (sold)

Manuel Correia Quintas (1º cabo)

Manuel Correia Santos (1º cabo)

Manuel Costa Patela (sold)

Manuel Costa Viegas (sold)

Manuel Cumaio (sold)

Manuel Dias Aldeia (sold)

Manuel Domingues Ferreira (sold)

Manuel Engadinhas Kagado (alf)

Manuel Fernandes Sequeira (sold)

Manuel Fernandes Silva (sold)

Manuel Ferreira Almeida (sold)

Manuel Ferreira Silva (1º grt)

Manuel Ferreira Silva (sold)

Manuel Fraga Carvalho (alf)

Manuel Francisco Gouveia (sold)

Manuel Francisco Marques (1º grt)

Manuel Freire Fonseca (1º cabo)

Manuel Gonçalves Mendes (1º cabo)

Manuel Horta Correia (alf)

Manuel Isidro Santos (fur)

Manuel Jacinto Duarte (sold)

Manuel Jesus Ferreira (sold)

Manuel João Guerra (1º sar)

Manuel Joaquim Pereira (mar)

Manuel Joaquim Roque (sold)

Manuel Joaquim Silva (2º sar)

Manuel José Agosto (sold)

Manuel José Castro (1º cabo)

Manuel José Lopes (sold)

Manuel Lapa Ratinho (sold)

Manuel Lopes Almeida (sold)

Manuel Machado Rosa (sold)

Manuel Magalhães Sousa (sold)

Manuel Manhiça (sold)

Manuel Marcolino (1º cabo)

Manuel Maria Viana (mar)

Manuel Marques (sold)

Manuel Martins Lima (sold)

Manuel Massupa Miambo (sold)

Manuel Medeiros Cabral (sold)

Manuel Meireles Ferreira (sold)

Manuel Mendonça Santos (fur)

Manuel Mesquita Faria (sold)

Manuel Monteiro Mota (sold)

Manuel Moreira Barbosa (1º cabo)

Manuel Moreira Monteiro (fur)

Manuel Nunes Moreira (sold)

Manuel Oliveira Moreira (sold)

Manuel Paiva Cunha (sold)

Manuel Paiva Silva (sold)

Manuel Papa (1º cabo)

Manuel Peixoto Mendes (sold)

Manuel Pinto Cardoso (sold)

Manuel Pinto Granado (sold)

Manuel Ribeiro Silva (1º cabo)

Manuel Ribeiro Teixeira (sold)

Manuel Rodrigues (sold)

Manuel Rodrigues Oliveira (alf)

Manuel Rodrigues Sobreiro (alf)

Manuel Roxo Coelho (sold)

Manuel Salgueiro Lopes (alf)

Manuel Santos Cravo (sold)

Manuel Santos Paulino (fur)

Manuel Santos Vieira (sold)

Manuel Silva (sold)

Manuel Silva (fur)

Manuel Silva Amorim (fur)

Manuel Silva Oliveira (sold)

Manuel Silva Santos (sold)

Manuel Soares Costa (fur)

Manuel Sousa Branco (sold)

Manuel Teixeira Correia (sold)

Manuel Teixeira Fonseca (sold)

Manuel Teixeira Monteiro (1º cabo)

Manuel Tivana (sold)

Marcelo Mateus Domingos (sold)

Marcolino Salgado Sousa (1º cabo)

Mariano Jesus Leal (fur)

Mário António Sá (sold)

Mário Augusto Silva (sold)

Mário Conceição Graça (sold)

Mário Cruz Anjo (sold)

Mário Gomes Camacho (alf)

Mário Gonçalves Machado (sold)

Mário Jesus Santos (sold)

Mário Martins Silva (sold)

Mário Monta Moreira (sold)

Mário Ramos Silva (sold)

Mário Serra Ramos (sold)

Marques Sebastião Elias (sold)

Mateus Costa Nunes (cap)

Miguel Casimiro (alf)

Miguel Fernandes (alf)

Miguel Nunes Henriques (sold)

Miguel Octávio (sold)

Miguel Veloso Guedes (sold)

Moisés Mateus (sold)

Morais José (sold)

Moreira Silva (sold)

Mussa Balde (sold)

Mussa Seidi (sold)

Mussagy Aly Mussagy (sold)

Narciso Jamisse (1º cabo)

Natalino Luissane Luís (sold)

Nelson Jesus Pires (sold)

Nelson Monteiro João (sold)

Nuno Lacerda Machado (cap)

Oliveiros Silva Adelino (sold)

Orlando Cia Indami (sold)

Orlando Silva Lopes (sold)

Osvaldo Costa Mendes (sold)

Pacífico Sá Teixeira (2º sar)

Panca Ieme (sold)

Pascoal Manuença (1º cabo)

Paulino Abel Gonçalves (sold)

Paulo Domingos Carriço (sold)

Paulo Lima (sold)

Paulo Machagane Mauai (1º cabo)

Pedro Fernandes (sold)

Pedro Ferraz Teixeira (sold)

Pedro Isaac (sold)

Pedro Manuel João (sold)

Prudêncio E Pacheco (1º grt)

Quedum Induté (sold)

Queta Balde (sold)

Quintino Risso Valério (1º cabo)

Rafael Jamisse Guilherme (sold)

Rafael Pereira Oliveira (sold)

Rafael Tchiuinda (sold)

Raimundo Dumba (1º cabo)

Raimundo Sequeira Duarte (sold)

Ramajó Candé (sold)

Ramiro Carvalho Lopes (sold)

Ramiro Dias Neto (sold)

Ramiro Macedo (sold)

Raúl Caetano Couvreur (alf)

Raúl Canadas Ferreira (fur)

Raúl Esteves Robalo (sold)

Raúl Joaquim Costa (1º cabo)

Ricardo Pereira Benoliel (sold)

Ricardo Serpa Bettencourt (2º sar)

Rodrigo Barros Pereira (alf)

Rodrigo Batista Russo (1º grt)

Rodrigo Paiva (sold)

Rogério Correia (sold)

Rogério José Marreiros (mar)

Rogério Martins Silva (alf)

Rogério Nunes Carvalho (alf)

Romeu Marques Pontífice (1º cabo)

Rubens Guengo Pedro (1º cabo)

Rui António Primor (1º sar)

Rui Heitor Sá (sold)

Rui Lemos Abreu (alf)

Rui Mateus Moura (2º sar)

Rui Vilhena Mascarenhas (fur)

Samba Embalo (sold)

Sambatene Colubali (sold)

Sapi (sold)

Sarmento Arão (sold)

Schazenane H Mussagy (fur)

Sebastião Costa Dionísio (fur)

Sebastião Trindade Amaral (sold)

Segunda Alfredo (sold)

Serafim Ferreira Mendes (sold)

Sérgio Artur Veríssimo (1º cabo)

Severino Brito Guerra (1º cabo)

Silvério Carmo Vitorino (sold)

Silvério Figueiredo Costa (sold)

Silvestre Damas (1º cabo)

Silvestre Tibúrcio Cheira (sold)

Silvino Loureiro Rodrigues (sold)

Sílvio Joaquim Luz (sold)

Sulo Tchangue (sold)

Sussu Bidé (sold)

Teodósio Zefanias (sold)

Tomás Chabuca Cardoso (sold)

Tomé Soares Gama (1º cabo)

Tristão Leite Bacelar (cor)

Tumane Balde (sold)

Umaro Julde Djaló (sold)

Umelisse (sold)

Una Infale (sold)

Ussumane Cande (sold)

Valdemar Fernandes Carvalho (1º grt)

Vasco Dias Cunha (sold)

Vasco Majumbe (sold)

Vasco Marques Lemos (cap)

Vasco Rodrigues Matias (alf)

Venâncio Chimuco Isaac (sold)

Venâncio Marinha Cruz (alf)

Victor Alves Franco (sold)

Victor Amador Bibiu (sold)

Victor Beato Pires (1º cabo)

Victor Caetano Martins (sold)

Victor Carvalho Amaral (sold)

Victor Castelo Branco (sold)

Victor Garcia Guerra (alf)

Victor Ribeiro Lopes (sold)

Vitor Jesus Rosário (1º grt)

Zacarias Benoliel (1º cabo)

1969

Abel Pereira Gomes (sold)

Abílio Alves Ferreira (mar)

Abílio Manuel Janze (sold)

Abílio Rodrigues Veloso (1º cabo)

Abílio Vieira (sold)

Abraão Rocha Vieira (sold)

Absalão Valente (fur)

Abubacar Umpene Assan (sold)

Acácio João Mendes (sold)

Adelino Andrade Cantarinha (sold)

Adelino Antunes Soares (sold)

Adelino Fernando Castro (fur)

Adelino Infanda Duque (1º cabo)

Adelino Jerónimo Silva (fur)

Adelino Jesus Salgueiro (sold)

Adelino Lopes Santos (1º cabo)

Adelino Martins Sousa (sold)

Adelino Sousa Santos (sold)

Adélio Pinto Sousa (sold)

Adriano Canjaia (sold)

Adriano Correia Silva (1º cabo)

Adriano Pinto Costa (sold)

Adriano Silva Pinto (1º cabo)

Adul Embalo (sold)

Adulai Jau (sold)

Afonso Augusto Claro (1º cabo)

Afonso Henriques Panchoneia (sold)

Agapito Anjos (sold)

Agostinho Alama (sold)

Agostinho Botelho Silva (2º sar)

Agostinho Clemente Lavadeira (sold)

Aires Silva Pedrosa (1º cabo)

Albano Figueira Machado (sold)

Alberto Alves Teixeira (sold)

Alberto Augusto Zinessa (sold)

Alberto Cardoso (1º cabo)

Alberto Ferreira Silva (1º cabo)

Alberto Gonçalves Pinto (sold)

Alberto Martinho (1º cabo)

Alberto Martins Teixeira (sold)

Alberto Rade Quitete (sold)

Alberto Silva Mendes (sold)

Alberto Soares Moutinho (fur)

Alberto Vareque (sold)

Albino Carneiro Oliveira (sold)

Albino Dias Santos (1º cabo)

Albino Freitas Novais (sold)

Albino Marques Ribeiro (sold)

Albino Moreira Abrantes (1º cabo)

Albino Simão (sold)

Albino Vieira Couto (sold)

Alcino Jerónimo Nunes (1º cabo)

Alfredo Dores Correia (sold)

Alfredo Fatetine (sold)

Alfredo Francisco Mondlana (1º cabo)

Alfredo Martins Simões (fur)

Alfredo Matias (sold)

Alfredo Rocha Guedes (1º cabo)

Alfredo Silva Faria (sold)

Ali Abudo (sold)

Ali Embalo (1º cabo)

Alípio Nunes Sousa (asp)

Alvarinho Sousa Carneiro (1º cabo)

Álvaro Machado Sampaio (sold)

Álvaro Manuel (fur)

Aly Abudo (sold)

Amâncio Neves Banha (1º cabo)

Amândio Jesus Ferreira (sold)

Américo Dias Saraiva (sold)

Américo França Bastos (sold)

Américo Nascimento Paiva (1º cabo)

Américo Neves Almeida (sold)

Américo Pereira Ribeiro (sold)

Américo Pinto Moreira (sold)

Américo Quinteiro Ramos (sold)

Américo Ribeiro Sequeira (sold)

Américo Rodrigues Morais (sold)

Amílcar Anjos Domingues (sold)

Amílcar Faustino Canhoto (1º cabo)

Amílcar Fernandes Sampaio (sold)

Amim Hamad Ali (1º cabo)

André Martins Amaro (fur)

Ângelo Cassule António (sold)

Ângelo Monteiro Costa (sold)

Aníbal Augusto Quintas (fur)

Aníbal Jorge Costa (sold)

Aníbal Pereira Silva (sold)

Aniceto Alves Lousada (sold)

António (sold)

António Abrantes Couto (sold)

António Alberto M'bebe (sold)

António Alves Tavares (1º cabo)

António Amado Gião (1º cabo)

António Antunes Almeida (1º cabo)

António Assunção Madeira (sold)

António Augusto Cosme (sold)

António Belo Cosme (sold)

António Caetano Abrantes (cap)

António Camacho Silva (sold)

António Carmo Rosário (sold)

António Carvalho Lima (1º cabo)

António Carvalho Rocha (sold)

António Cassula (1º cabo)

António Claudino Carvalho (sold)

António Correia Gouveia (fur)

António Costa Silva (sold)

António Cunha Santos (2º sar)

António Dias Baptista (fur)

António Dias Neto (1º grt)

António Domingues Nascimento (sold)

António Duarte Coutinho (alf)

António Duarte Nunes (sold)

António Esteves Duarte (sold)

António Faria Claro (sold)

António Faria Lopes (sold)

António Fernandes Barbosa (sold)

António Fernandes Cardoso (sold)

António Ferreira Diogo (sold)

António Figueiredo Almeida (guar 2ª)

António Figueiredo Maia (sold)

António Figueiredo Rodrigues (maj)

António Firmino Soares (sold)

António Fonseca Correia (sold)

António Freire Santos (1º cabo)

António Freitas Brandão (alf)

António Gomes Fernandes (1º cabo)

António Gomes Silva (sold)

António Gouveia Júnior (sold)

António Guerreiro (1º cabo)

António Jesus Silva (sold)

António Joaquim Silva (sold)

António José Ramos (1º cabo)

António Júlio Francisco (sold)

António Leite Costa (1º cabo)

António Lino Jorge (mar)

António Lopes Gomes (sold)

António Lopes Iria (1º sar)

António Lopes Marques (1º cabo)

António Luís Fernandes (sold)

António Manuel Ferreira (1º cabo)

António Marques Correia (fur)

António Marques Faria (sold)

António Marques Pereira (fur)

António Martins Coelho (sold)

António Martins Oliveira (sold)

António Mendes Pereira (sold)

António Mestre Candeias (sold)

António Morais Pereira (sold)

António Morgado Luís (sold)

António Moura Almeida (sold)

António Neves (sold)

António Nogueira Anjos (1º cabo)

António Nunes Pereira (sold)

António Oliveira Leitão (sold)

António Oliveira Machado (1º cabo)

António Oliveira Paulino (1º cabo)

António Oliveira Taveira (sold)

António Palma Mestre (sold)
João Vaz


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » sábado 09 jun, 2007 10:23 am

2007-06-09 - 00:00:00

Memórias da Guerra
Ataque a base da guerrilha no Senegal

No início de 1973, o aquartelamento português em Guidage, no Norte da Guiné, a escassas centenas de metros da fronteira com o Senegal, vivia dias terríveis. A guarnição, à volta de 200 homens, e uma pequena aldeia foram cercadas por 700 guerrilheiros comandados por Francisco Mendes e Manuel dos Santos.

As tropas da guerrilha começaram por cortar todos os acessos a Guidage pelo sul: ocuparam a zona com numerosa força de combatentes e instalaram ao redor um vasto campo de minas.

Unidades de pára-quedistas não conseguiam romper os anéis de cerco e só entre 8 e 10 Maio sofreram 13 mortos e 41 feridos. Apenas no da 12 uma coluna de reabastecimento protegida por dois destacamentos de fuzileiros especiais conseguiu alcançar Guidage.

Um avião T6 de ataque e dois Dornier 27 foram abatidos por mísseis Strella. A artilharia pesada do PAIGC flagelava o quartel sem sossego. Os feridos não podiam ser evacuados e os mortos eram enterrados ali mesmo. Guidage era então o inferno à face da terra. As forças do PAIGC eram reabastecidas pelo Norte, a partir de base de Kumbamory, no Senegal – o que lhes permitia manter o cerco por tempo indeterminado. A situação era desesperante.

O comandante-chefe da Guiné, general António Spínola, sabia que só a destruição de Kumbamory permitiria pôr fim ao cerco a Guidage. Mas a operação era difícil e de resultados imprevisíveis. O ataque ao Senegal foi atribuído ao Batalhão de Comandos Africanos, comandado pelo então major Almeida Bruno – que tinha por hábito atribuir às acções militares o nome de pedras preciosas: esta ficou ‘Operação Ametista Real’.

Na tarde de 19 de Maio de 1973, uma sexta-feira, 450 homens do Batalhão de Comandos Africanos embarcam em lanchas da Marinha e sobem o rio Cachéu até Bigene, onde chegam ao pôr-do-sol. A força de ataque segue dividida em três grupos de combate: o Agrupamento Romeu, comandado pelo capitão pára-quedista António Ramos (já falecido); o Agrupamento Centauro, sob o comando do capitão Raul Folques (hoje, coronel); e o Agrupamento Bombox, comandado pelo capitão Matos Gomes (actualmente, coronel).

O comandante da operação, Almeida Bruno, seguiu integrado no Agrupamento Romeu, que levava um grupo especial comandado por Marcelino da Mata – guineense de etnia papel, uma autêntica máquina de guerra que só receava duas coisas: não se sentia à vontade em lanchas e em helicópteros.

A força de ataque acampa em Bigene ao pôr-do-sol, cerca das cinco da tarde, e à meia-noite inicia a marcha, a pé, a caminho do norte. Os combatentes caminham a pé durante a madrugada. Pisam território senagalês cerca das seis da manhã do dia 20, sábado. Levam material de guerra capturado ao PAIGC em operações anteriores – como espingardas automáticas Kalashnikov, granadas de mão e granadas-foguete.

Às oito em ponto uma esquadrilha de aviões Fiat inicia pesado bombardeamento da zona. Os pilotos atacam um pouco às cegas, porque a exacta localização da base da guerrilha não é conhecida. Mas quis a sorte que as bombas da aviação acertassem em cheio em paióis inimigos. Mal cessou o ataque aéreo, que não terá demorado mais do que dez minutos, os grupos comandados por Matos Gomes e Raul Folques lançam-se no assalto – enquanto o Agrupamento Romeu, comandado por António Ramos e onde seguia o comandante da operação, Almeida Bruno, toma posição como força de reserva.

O que se passou a seguir é de reconstituição difícil – “tal foi o granel”, recorda Matos Gomes. Os três agrupamentos vêem-se de repente envolvidos em duros combates. “Os soldados de ambos os lados estavam tão próximos uns dos outros que era impossível delimitar uma frente”, diz Matos Gomes. O combate é corpo a corpo. O capitão Raul Folques fica gravemente ferido numa perna. Estava tudo terminado. Por volta do meio-dia os guerrilheiros começam a retirar.

CAPITÃO CUBANO CAPTURADO NAS MATAS DA GUINÉ

Na primeira semana de Novembro de 1969 chega ao quartel-general de Bissau uma informação escaldante: Nino Vieira, o mítico comandante do PAIGC, que então punha o Sul da Guiné a ferro e fogo, iria acompanhar uma coluna num conhecido trilho entre Kandiafra, na vizinha Conacri, onde a guerrilha tinha a mais importante base, e o interior da província. Este caminho era designado pelos portugueses como o Corredor da Morte.

António Spínola atribui ao Batalhão de Pára-quedistas 12, comandado pelo tenente-coronel Fausto Marques, o objectivo de capturar Nino Vieira. Fausto Marques destaca para a missão o capitão João Bessa – que escolhe 40 ‘páras’ da Companhia 122 e dez da 121. Estava em marcha a ‘Operação Jove’.

Pelas das 10h00 de 18 de Novembro de 1969, uma terça-feira, os pára-quedistas chegam ao ponto de emboscada, na zona de Guileje e tomam posição. Ouvem vozes ao longe. A coluna do PAIGC aproxima-se. Estala violento tiroteio. Um dos homens que segue à frente dos guerrilheiros foge ferido para o interior da mata. Um grupo de ‘páras’ vai atrás dele com ordens para o capturar vivo. Seguem o rasto de sangue. Encontram-no caído. Não é Nino Vieira, que ficara retido num combate mais a sul, mas um oficial cubano: capitão Pedro Peralta. Tem um braço esfacelado. É transportado para Bissau e enviado para Lisboa. Esteve preso, no Forte de Caxias, durante seis anos. Só foi libertado depois do 25 de Abril por troca com um agente da CIA, Kirby Hunt, condenado em Havana a 30 anos de cadeia.

COMBATENTES

RIBEIRO PACHECO: PRIMEIRA GRANDE ACÇÃO MILITAR NA GUINÉ

Em Janeiro de 1964, quando foi lançada a primeira grande acção militar na Guiné, a ‘Operação Tridente’, o então primeiro-tenente Ribeiro Pacheco comandava o Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 7. Foi a sua primeira grande prova de fogo. Desembarcou numa praia da ilha de Cair e avançou para as matas cerradas de Curijacó. Cumpriu mais duas comissões em África. Chegou a chefe do Estado-Maior da Armada.

LUÍS ARAÚJO: PILOTO DISTINGUIDO COM CRUZ DE GUERRA

O actual chefe do Estado-Maior General da Força Aérea é dos poucos pilotos a quem foi atribuída a Cruz de Guerra – honraria para distinguir feitos em combate. Luís Araújo combateu em Moçambique, entre 1970 e 1972, era comandante-chefe o general Kaúlza de Arriaga. Foi piloto de helicópteros e participou em inúmeras operações executadas por equipas de Comandos, aerotransportadas para os locais de combate.

CARLOS FABIÃO: O MAIS IMPORTANTE ESTIO DE SPÍNOLA

Carlos Fabião foi o oficial que mais tempo serviu na Guiné, onde esteve para cima de dez anos – antes de Spínola, com Spínola e depois de Spínola. Aliava às artes da guerra um raro instinto para a actuação política – predicados que lhe valeram o lugar de um dos mais próximos conselheiros do general. Foi mais importante esteio de Spínola na manobra da guerra e na acção política de conquista das populações. Faleceu em 2005.

ALPOIM GALVÃO: PLANEOU E COMANDOU A 'OPERAÇÃO MAR VERDE'

Alpoim Calvão é o oficial da Armada com mais comissões em África, sempre na Guiné, onde a guerra era mais dura, à frente do Destacamento de Fuzileiros Especiais n.º 8. Participou na ‘Operação Tridente’, que lhe valeu a primeira condecoração por destreza em combate. Planeou e comandou a mais arrojada operação da guerra travada por Portugal em África: a ‘Operação Mar Verde’, a invasão da Guiné-Conacri.

NOTAS

'AMETISTA REAL'

O assalto à base do PAIGC, em Kumbamory, no Senegal, custou ao Batalhão de Comandos Africanos 25 mortos e 23 feridos graves. O combate prolongou-se por longas quatro horas. O campo dos guerrilheiros foi arrasado. Foram destruídos 22 depósitos de munições. O ataque fez 67 mortos, entre eles dois médicos cubanos e soldados mauritanos e senegaleses.

GUIDAGE

O principal objectivo da ‘Operação Ametista Real’ foi a libertação do aquartelamento português em Guidage – que estava cercado por 700 guerrilheiros do PAIGC. O cerco era alimentado a partir de Kumbamory. Destruída esta base, a pressão sobre Guidage foi aliviada e isso permitiu render a guarnição exausta e recuperar a iniciativa da guerra no Norte da Guiné.

INFERNO A SUL

Ao mesmo tempo que o comandante-chefe, General Spínola, conseguiu sacudir a pressão que a poderosa ponta tenaz do PAIGC exercia sobre o Norte da Guiné, a Sul a outra ponta da tenaz apertava o aquartelamento português de Guileje, mesma em cima da linha de fronteira com a Guiné-Conacri. A guarnição de Guileje passava agora por grandes dificuldades.

CERCO DO PAIGC

As tropas portuguesas em Guileje (constituídas por uma companhia de Cavalaria, um pelotão de Artilharia e uma secção de carros de combate), sob o comando do major Coutinho de Lima, não resistem ao cerco cada vez mais apertado por uma importante força da guerrilha comandada por Nino Vieira. Os militares portugueses vivem protegidos em buracos.

TROPAS EM FUGA

O PAIGC fez deslocar para Guileje uma considerável força de combate constituída por cerca de 600 guerrilheiros e unidades de artilharia pesada. Objectivo: tomar a posição portuguesa. A ofensiva, com o nome de código de ‘Operação Amílcar Cabral’, foi coroada de êxito. O major Coutinho de Lima, contrariando ordens de Spínola, retirou para Gadamael. Foi preso.

COM BI PORTUGUÊS

Dois erros deturparam os nomes de etnias do sul de Angola referidas no ‘CM’ de ontem a propósito das suas qualidades de cavaleiros. Os nomes correctos são Cuanhamas e Cuamatos. Segundo o leitor que caçou as gralhas, os cuanhamas consideram-se ainda portugueses e guardam religiosamente os antigos bilhetes de identidade. Pelo erro, pedimos desculpa aos leitores.
Manuel Catarino

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1969

António Penhasco Costa (sold)

António Pereira Moreira (sold)

António Pereira Queirós (sold)

António Pica Marques (sold)

António Pinto Reis (sold)

António Pires Bastos (cap)

António Protázio Ferreira (fur)

António Rocha Santos (sold)

António Rodrigues Cunha (sold)

António Rodrigues Silva (sold)

António Ruivo Vieira (1º grt)

António Sábado (sold)

António Salufumo (sold)

António Santos Amaro (sold)

António Santos Fonseca (sold)

António Santos Lobo (sold)

António Santos Marques (sold)

António Santos Pacheco (sold)

António Santos Ribeiro (sold)

António Silva Capela (sold)

António Silva Coutinho (1º cabo)

António Silva Gonçalves (sold)

António Silva Nogueira (sold)

António Silva Souto (sold)

António Soares Rodrigues (sold)

António Soares Santos (mar)

António Sousa Soares (sold)

António Tavares Chinita (sold)

António Teixeira (sold)

António Teófilo Ribeiro (sold)

António Vache Chambale (sold)

António Varandas Rodrigues (fur)

António Vicente Faustino (1º sar)

António Vieira (1º cabo)

António Vieira Ferreira (fur)

António Vieira Santos (sold)

Aristides Fernandes (1º cabo)

Arlindo Santos (sold)

Armando Amaro Dias (sold)

Armando Artur (sold)

Armando Cupita (sold)

Armando Duarte Henriques (1º cabo)

Armando Ferreira Machado (sold)

Armando Gomane Mazivila (sold)

Armando José Bata (sold)

Arménio Anjos Gonçalves (1º cabo)

Armindo Henriques Teixeira (fur)

Armindo Pereira Calado (alf)

Armindo Virgílio Teixeira (sold)

Arnaldo Reis Fonseca (fur)

Arnaldo Ribeiro Pereira (sold)

Artur Alves Silva (sold)

Artur Chimuco (sold)

Artur Fernando Matias (sold)

Artur Serrão Bonito (1º cabo)

Asharafali Jafar Ismail (sold)

Assane Saide (sold)

Atamane Muharane (sold)

Augusto Batista Henriques (sold)

Augusto Caril Correia (sold)

Augusto Duarte Reis (sold)

Augusto Magalhães (sold)

Augusto Maria (sold)

Augusto Maria Gamito (1º cabo)

Augusto Matangulane Matos (sold)

Augusto Neves Alfaiate (guar 1ª.)

Augusto Praça Vieira (1º cabo)

Augusto Santos Bernardes (sold)

Augusto Silva Oliveira (sold)

Augusto Tumane (sold)

Aurélio Almeida Santos (fur)

Aurélio Coelho Silveira (1º cabo)

Avelino Augusto Corado (sold)

Avelino Ferreira Alves (1º cabo)

Avelino Madail Almeida (sold)

Avelino Vieira Rodrigues (1º cabo)

Baptista Luís (sold)

Bebiano Pascoal Santana (1º cabo)

Belmiro Alves Vicente (sold)

Belmiro Ferreira Vilas (1º cabo)

Benjamim Pereira Rodrigues (sold)

Bento Lemos Esperança (sold)

Bento Rebocho Piçarra (sold)

Benvindo Alberto Pires (sold)

Bernardino Figueiredo Marques (sold)

Bernardino Magalhães Teixeira (sold)

Bernardo Pinto (sold)

Bertolino Ferreira Vendas (1º cabo)

Bloca Quefade (sold)

Bomboro Joaquim (sold)

Bruno Rodrigues Silva (sold)

Calisto Daude Sulemane (sold)

Candido Santos Gonçalves (sold)

Canivete João (sold)

Carlos Adolfo Madeira (sold)

Carlos Alves Mata (1º cabo)

Carlos Alves Soares (alf)

Carlos Amador Santos (sold)

Carlos Augusto Fernandes (fur)

Carlos Augusto Rocha (fur)

Carlos Barros Silva (1º cabo)

Carlos Cruz Pimenta (sold)

Carlos Ezequias Nhavoto (sold)

Carlos Ferreira Cortinhas (sold)

Carlos Ferreira Marques (sold)

Carlos Ferreira Rodrigues (sold)

Carlos Fonseca Fialho (1º cabo)

Carlos Gomes Gonçalves (sold)

Carlos José Ferreira (fur)

Carlos Lemos Naia (fur)

Carlos Lira Marques (sold)

Carlos Macassa (1º cabo)

Carlos Mata Lima (1º cabo)

Carlos Montês Canário (sold)

Carlos Queirós Oliveira (1º cabo)

Carlos Santos Fernandes (fur)

Carlos Santos Jardim (sold)

Carlos Santos Jorge (sold)

Carlos Santos Miranda (sold)

Carlos Santos Soares (1º cabo)

Carlos Silva Graça (fur)

Carlos Simões Ladeiro (sold)

Carlos Vieira Tavares (2º sar)

Carolino Manuel Cruz (sold)

Cassimo Antumane (sold)

Cassoma (1º cabo)

Celestino Gonçalves Sousa (sold)

Cesário Maria Dimas (sold)

Chedo Namadjo (sold)

Cipriano Costa Luz (1º cabo)

Cipriano Djata (sold)

Cláudio Pereira Ascenção (ten)

Cláudio Vieira (sold)

Clemente Fernandes Gomes (1º cabo)

Clemente Hipólito Marengue (sold)

Constantino Ungerlo (sold)

Crispim Almeida Costa (sold)

Cristiano Bomba (1º cabo)

Daniel Almeida Fonseca (alf)

Daniel Hidimwasa (1º cabo)

Daniel Licula (sold)

Daniel Machamale Zandamela (sold)

Daniel Maria Barnabé (fur)

Daniel Vieira Victorino (sold)

Daude Seleje (sold)

David Duque Chaves (sold)

David Martins Machado (sold)

David Pacheco Sousa (sold)

David Paunde (sold)

David Zacarias (1º cabo)

Delfim Ramos (sold)

Delmar Sereno Marques (sold)

Demba Balde (sold)

Diamantino Santos Meireles (sold)

Diamantino Viegas Lopes (sold)

Dinis Cavel Creio (sold)

Diniz Manuel Pires (1º grt)

Dinosse Bito Cuapatira (1º cabo)

Dioclesiano Pinheiro Neto (sold)

Domingos (sold)

Domingos Adão João (sold)

Domingos Agostinho Manuel (sold)

Domingos Bolo (sold)

Domingos Borges (sold)

Domingos Cangonjo (1º cabo)

Domingos Cotia (sold)

Domingos Dinis (sold)

Domingos Gomes Almeida (sold)

Domingos Martins Troncão (1º cabo)

Domingos Mesquiita Marques (1º cabo)

Domingos Praia (sold)

Domingos Silva Ferreira (sold)

Domingos Trindade Faria (sold)

Domingos Verdades Ventinhas (sold)

Eduardo Carvalho (sold)

Eduardo Costa Correia (1º cabo)

Eduardo Henriques Pereira (mar)

Eduardo Marques Carvalho (sold)

Eduardo Martins Francisco (sold)

Elias Catarino Garcia (sold)

Elias José Nefrario (1º cabo)

Eliseu Vicomo (sold)

Eugénio Biré Loque (1º cabo)

Eugénio Ferreira Pinto (alf)

Eugénio Joaquim Carvalho (sold)

Eugénio Júlio (sold)

Eugénio Silva (sold)

Eurico Almeida Checo (sold)

Eusébio Viegas Silva (alf)

Ezequiel Francisco Dava (sold)

Ezequiel Jorge Pereira (1º cabo)

Ezequiel Martins Figueiras (1º cabo)

Faustino José Milho (sold)

Faustino Lourenço Capala (sold)

Feliciano Chindumbo (sold)

Felisberto Miguel (sold)

Felisberto Sando (sold)

Félix Calembe (sold)

Félix Litali (sold)

Félix Meque Ferro (sold)

Félix Vinhas Gomes (sold)

Fernando Alves Afonso (fur)

Fernando Alves Rodrigues (1º cabo)

Fernando António Meireles (sold)

Fernando Braga Dias (sold)

Fernando Campelos Sousa (1º cabo)

Fernando Cavaco Luz (sold)

Fernando Correia Garcia (fur)

Fernando Costa Bettencourt (2º sar)

Fernando Faustino Teixeira (sold)

Fernando Fernandes (cap)

Fernando Fonseca Paiva (sold)

Fernando Gonçalves Silva (1º cabo)

Fernando Jesus Nogueira (sold)

Fernando Lebreiro (1º cabo)

Fernando Manivete (sold)

Fernando Neves Ferreira (sold)

Fernando Pinto Sequeira (sold)

Fernando Pinto Silva (sold)

Fernando Ramos Mendes (sold)

Fernando Raúl João (sold)

Fernando Rodrigues Vasconcelos (sold)

Fernando Santos Neto (fur)

Fernando Silva Azevedo (sold)

Fernando Silva Sampaio (sold)

Fernando Soares Gonçalves (fur)

Fiare Bedane (sold)

Filipe António Manuel (sold)

Filipe Filismino Silva (1º cabo)

Filipe Lopes Pires (sold)

Filipe Pouciano Buín (sold)

Filipe Sousa Lima (sold)

Flávio Azevedo Ferreira (fur)

Floribelo Júlio Ribeiro (sold)

Fortunato Titosse Cuhoco (sold)

Francisco Alberto Magaia (sold)

Francisco Almane Sano (fur)

Francisco Alves Sousa (sold)

Francisco António Martins (2º grt)

Francisco Assunção Bonifácio (1º cabo)

Francisco Coelho Meireles (sold)

Francisco Conceição Simões (sold)

Francisco Correia (sold)

Francisco Costa Nunes (1º cabo)

Francisco Cruz (sold)

Francisco Dionísio Ferreira (1º cabo)

Francisco Gonçalves Ferreira (1º cabo)

Francisco João Sebastião (sold)

Francisco Lameiro Rodrigues (sold)

Francisco Mendes Alter (1º cabo)

Francisco Mendes Palma (fur)

Francisco Missando (sold)

Francisco Moreira Pica (sold)

Francisco Pires Leal (1º cabo)

Francisco Ramos Franco (sold)

Francisco Santos Ferreira (1º cabo)

Francisco Sousa Rodrigues (sold)

Francisco Vaz Silva (sold)

Franklin Rodrigues (sold)

Gabriel Djassi (sold)

Gabriel Jorge Silva (1º cabo)

Gabriel Luís Ferrão (sold)

Genésio Clemente (sold)

Geraldino Costa Silva (sold)

Gilberto António Muaia (1º cabo)

Gilberto Jesus Ribeiro (1º cabo)

Gonçalo Silva Castro (sold)

Gonçalves Bernardo Júnior (sold)

Gregório Corvelo Rebelo (fur)

Gualdino José Silva (sold)

Guilherme Henriques Neves (sold)

Guilherme Lopes Paixão (alf)

Henrique Anunciação Costa (sold)

Henrique Candeias Casimiro (mar)

Henrique Costa Salvador (sold)

Henrique Joaquim Filipe (sold)

Henrique Maria Oliveira (sold)

Henrique Marques Santos (fur)

Henrique Rodrigues Dias (sold)

Henrique Rodrigues Ortega (fur)

Henriques Rodrigues (1º cabo)

Herculano Augusto Dias (1º cabo)

Hermínio Simões Oliveira (sold)

Hermógenes Leonel Santos (sold)

Homana Iema (sold)

Homero Azevedo Ferreira (1º cabo)

Horácio Moreira Palhares (1º cabo)

Humberto Santos Aires (sold)

Iaia Balde (sold)

Iero Bailo Camará (sold)

Iero Jaló (sold)

Ilídio Ferreira (sold)

Ilídio Fidalgo Rodrigues (sold)

Ilídio Rodrigues Almeida (sold)

Imbide Sambú (sold)

Inácio Rio Jesus (1º cabo)

Infoli Dabó (sold)

Jacinto Delgado (sold)

Jacob Capatelo (sold)

Jaime Antunes Almeida (sold)

Jaime Marques Monteiro (sold)

Jaime Mousinho Mazive (sold)

Jaime Silva Sousa (sold)

Jaime Uluvela Mutsambi (sold)

Januário Chimbinda (sold)

João Almeida Muacho (1º cabo)

João Alves Gomes (sold)

João António Costa (ten)

João Augusto Pires (1º grt)

João Azevedo Silva (sold)

João Baptista Brás (sold)

João Campos Baeta (alf)

João Carlos Silva (sold)

João Costa Gomes (sold)

João Dias Machado (sold)

João Dores Lopes (sold)

João Duarte (1º cabo)

João Duarte Baeta (sold)

João Emídio Prazeres (sold)

João Fernandes Caridade (sold)

João Fernandes Franco (1º cabo)

João Ferreira Paiva (sold)

João Freire Santos (sold)

João Freitas Aveiro (sold)

João Freitas Brito (sold)

João Jesus Alves (1º sar)

João Jesus Rosa (sold)

João Jorge Nóbrega (sold)

João Kambolo (sold)

João Lima Correia (sold)

João Lopes Silva (1º cabo)

João Magalhães Peixoto (sold)

João Manuel (sold)

João Meneses Pacheco (sold)

João Miguel Cunha (sold)

João Morais Duarte (fur)

João Muando (1º cabo)

João Natalino Vales (sold)

João Oliveira Carvalho (1º cabo)

João Pereira (1º sar)

João Pereira Catarino (sold)

João Pereira Sousa (sold)

João Pica Monteiro (1º cabo)

João Porto Fernandes (alf)

João Salvador Bastos (sold)

João Silva Manuel (1º cabo)

João Simas Amaral (sold)

João Vaz Santos (1º cabo)

João Vences Barroso (sold)

João Viana Melo (1º cabo)

João Zangue (1º cabo)

Joaquim Alves Silva (sold)

Joaquim Augusto Monteiro (fur)

Joaquim Barbosa Oliveira (1º sar)

Joaquim Batalha Ramos (sold)

Joaquim Bessa Ferreira (sold)

Joaquim Cantante Cheira (sold)

Joaquim Carvalho (sold)

Joaquim Conceição Pragana (1º cabo)

Joaquim Corvo Trindade (sold)

Joaquim Costa Macedo (sold)

Joaquim Cunha Marques (sold)

Joaquim Evaristo Parreira (sold)

Joaquim Fernandes Carvalhosa (sold)

Joaquim Ferreira Barbosa (sold)

Joaquim Gomes Neves (sold)

Joaquim Guedes Ribeiro (sold)

Joaquim Jesus Pedro (sold)

Joaquim José Tavares (sold)

Joaquim Leal Araújo (1º cabo)

Joaquim Lopes Ferreira (1º cabo)

Joaquim Machado Oliveira (sold)

Joaquim Manuel António (sold)

Joaquim Marcelino (1º cabo)

Joaquim Martins Barbosa (sold)

Joaquim Martins Fonseca (1º cabo)

Joaquim Matos Carneiro (sold)

Joaquim Matos Cavalinhos (1º cabo)

Joaquim Matos Cupertino (sold)

Joaquim Moreira Marques (sold)

Joaquim Nunes Alcobia (sold)

Joaquim Oliveira Fernandes (sold)

Joaquim Ramalho Rei (sold)

Joaquim Rita Coutinho (1º cabo)

Joaquim Rocha Rabasqueira (mar)

Joaquim Rodrigues Silva (sold)

Joaquim Santos Monteiro (sold)

Joaquim Silva Campos (sold)

Joaquim Silva Magalhães (1º cabo)

Joaquim Silva Moreira (sold)

Joaquim Simão Francisco (sold)

Joaquim Sousa Dias (sold)

Joaquim Vicente Fernandes (sold)

Joaquim Vitória Tomás (sold)

Joel Santos Silva (sold)

Jomel Embalo (sold)

Jorge Abraão Malaquias (fur)

Jorge Coré Sambú (sold)

Jorge Loução Victor (2º sar)

Jorge Manuel Fernandes (sold)

Jorge Maria Faustino (1º cabo)

Jorge Rosa Miguel (1º cabo)

Jorge Seabra Teixeira (sold)

Jorge Sousa Botelho (fur)

Jorge Vicente Mendes (1º cabo)

José Matos Dionísio (sold)

José Abílio Alves (sold)

José Abreu Furtado (sold)

José Alberto Aguiar (1º cabo)

José Almeida Mateus (sold)

José Alves Brito (sold)

José Alves Gomes (sold)

José Anjos Silva (sold)

José Antunes Claudino (1º cabo)

José Araújo Gonçalves (alf)

José Ascenção Barata (sold)

José Augusto Catarino (1º cabo)

José Augusto Trigo (1º cabo)

José Baeta Presigo (sold)

José Barata Borges (sold)

José Barros Carvalho (sold)

José Beldroegas Matias (sold)

José Bento Santos (fur)

José Botelho Santos (sold)

José Cambuque (sold)

José Cardoso Gonçalves (sold)

José Carlos Koque (1º cabo)

José Carvalho Costa (sold)

José Carvalho Magalhães (sold)

José Carvalho Nora (fur)

José Chocho (sold)

José Conceição Jorge (cabo)

José Conceição Lourenço (sold)

José Correia Araújo (1º cabo)

José Correia Moura (1º cabo)

José Costa Castro (sold)

José Costa Dias (sold)

José Domingos Simião (fur)

José Fátima Nascimento (1º cabo)

José Felício Calado (sold)

José Fernando Aranda (sold)

José Fernando Pereira (sold)

José Fernando Silva (1º cabo)

José Ferreira Bessa (sold)

José Ferreira Martins (sold)

José Ferreira Oliveira (sold)

José Festas Gomes (sold)

José Filipe (sold)

José Fino Feijão (sold)

José Franco Verde (fur)

José Gaié Casadinho (sold)

José Heleno Lourenço (1º cabo)

José Jesus Melo (sold)

José Joaquim Justo (sold)

José Justino Carmo (sold)

José Justino Laranjo (1º cabo)

José Lança Pires (fur)

José Leal Barros (sold)

José Leal Ribeiro (fur)

José Liberdade Silva (sold)

José Lopes Marques (sold)

José Lopes Pereira (1º cabo)

José Lopes Tavares (sold)

José Loureiro (sold)

José Luís Evaristo (sold)

José Luís Galvão (sold)

José Luís Gomes (sold)

José Macedo Rodrigues (sold)

José Madeira Lory (sold)

José Manuel (sold)

José Manuel Ferreira (sold)

José Manuel Ribeiro (sold)

José Maria Lomba (1º cabo)

José Maria Penedo (mar)

José Maria Silva (sold)

José Marques Amorim (sold)

José Marques Carapinha (fur)

José Marques Nunes (sold)

José Marques Silva (1º cabo)

José Martins (1º cabo)

José Martins Antunes (sold)

José Martins Botelho (fur)

José Martins Cobrado (mar)

José Mateus Reis (sold)

José Mendes Fernandes (sold)

José Mendes Morais (mar)

José Mendes Moreira (sold)

José Mendes Salvado (sold)

José Monteiro Reis (1º cabo)

José Morais Janeiro (sold)

José Moreira Pinto (sold)

José Moreira Pontes (fur)

José Mota Gonçalves (sold)

José Mouco Domingues (sold)

José Mousinho Mazive (sold)

José Nobre Joaquim (sold)

José Oliveira Rodrigues (sold)

José Pacheco Aveiro (sold)

José Parrilha Madeira (sold)

José Pedras Pimpão (1º cabo)

José Pedro Ramalho (fur)

José Pedrosa Almeida (sold)

José Pereira Costa (sold)

José Pereira Fernandes (sold)

José Pereira Filipe (1º cabo)

José Pereira Gomes (1º cabo)

José Pereira Reis (sold)

José Pereira Silva (fur)

José Pereira Simão (sold)

José Piedade Pereira (sold)

José Rama Bernardes (fur)

José Rebelo Almeida (sold)

José Rebelo Cruz (alf)

José Rocha Cabral (1º cabo)

José Rodrigues Almeida (sold)

José Rodrigues Cunha (sold)

José Santos Ferreira (sold)

José Santos Freitas (1º cabo)

José Santos Henriques (sold)

José Santos Moreira (sold)

José Santos Torre (sold)

José Santos Tremoço (1º cabo)

José Saraiva Oliveira (sold)

José Sarreira Santos (fur)

José Serra Zita (sold)

José Serrosa Monte (sold)

José Silva Coelho (sold)

José Silva Fernandes (1º cabo)

José Silva Franco (sold)

José Silva Góis (sold)

José Silva Gonçalves (sold)

José Silva Marques (sold)

José Silva Rebelo (sold)

José Silva Ribeiro (sold)

José Silva Teixeira (sold)

José Soares Almeida (1º sar)

José Sobral Farófia (sold)

José Sousa Silva (sold)

José Tavares Duras (sold)

José Teixeira Medeiros (sold)

José Veríssimo Franco (sold)

José Viana Melo (1º cabo)

José Vidigal Lopes (1º cabo)

José Vilas Boas (fur)

Jovialino Alves Batista (sold)

Judite Embuque (sold)

Júlio Abranches Nascimento (fur)

Júlio Alberto Camilo (sold)

Júlio Dinis Firmino (1º cabo)

Júlio Ferreira Fernandes (fur)

Juvêncio Raimundo Jonhane (sold)

Laminé Balde (sold)

Laurentino Anjos Pessoa (sold)

Lázaro Conceição Neto (sold)

Lázaro Manuel Nunes (fur)

Leonardo David (sold)

Leonel Cabral Abreu (sold)

Leonel Caetano Pereira (sold)

Leonel Lourenço Roque (1º cabo)

Leopoldo Silva Loureiro (sold)

Li Chin Wai (1º cabo)

Libertino Moura Sobral (sold)

Lino Ribeiro Silva (sold)

Lissopo Sendela Nhanisse (sold)

Louté Có (sold)

Lucas Baptista (1º cabo)

Lucas Silva Manuel (1º cabo)

Luciano Jesus Dias (sold)

Luciano Malaia (sold)

Luciano Moreira Augusto (sold)

Luciano Sousa (sold)

Lucídio Rasinhas (sold)

Luís António Silva Amaro (alf)

Luís Batista Gomes (sold)

Luís Bernardino Silva (sold)

Luís Bico Santos (sold)

Luís Conceição Jóia (1º cabo)

Luís Dias Alves (sold)

Luís Francisco Buque (sold)

Luís Inguanasse Novela (1º cabo)

Luís Lopes Silva (sold)

Luís Martins Bouça (sold)

Luís Miranda Lecoq (sold)

Luís Monteiro Bernardino (fur)

Luís Quitembe (sold)

Luís Real Mendes (alf)

Luís Rodrigues Franco (sold)

Luís Rodrigues Jardim (sold)

Luís Sampaio Maia (fur)

Luís Santos Carneiro (sold)

Luís Silva (sold)

Luís Silva Mateus (sold)

Luís Val Correia (sold)

Luís Vilela Machado (sold)

Mali Balde (sold)

Man Quedá (sold)

Mansoa Sintra (sold)

Manuel Almeida Sampaio (sold)

Manuel Amaral Carreiro (fur)

Manuel António (sold)

Manuel António Fernandes (sold)

Manuel António Sabino (1º cabo)

Manuel Augusto (1º cabo)

Manuel Barros Felgueiras (fur)

Manuel Batista Leonor (fur)

Manuel Bernardo Sequeira (1º cabo)

Manuel Candeias Maria (sold)

Manuel Carreirinha Félix (1º cabo)

Manuel Carvalho Almeida (sold)

Manuel Carvalho Mortágua (1º cabo)

Manuel Casimiro Maciel (1º cabo)

Manuel Castro Almeida (1º cabo)

Manuel Catanho Ribeiro (1º cabo)

Manuel Centeio Pereira (1º cabo)

Manuel Clemente Leitão (1º cabo)

Manuel Coelho Parreira (sold)

Manuel Coelho Proença (sold)

Manuel Conceição Laranjeira (sold)

Manuel Correia Pinto (sold)

Manuel Costa Almeida (sold)

Manuel Costa Marques (1º cabo)

Manuel Cunha Fernandes (sold)

Manuel Custódio Rosa (sold)

Manuel Dias Amaro (1º sar)

Manuel Dias Rosa (sold)

Manuel Domingos Martins (1º cabo)

Manuel Eduardo (sold)

Manuel Felizardo Curtinha (fur)

Manuel Fernandes (sold)

Manuel Fernandes Torres (sold)

Manuel Ferreira Barros (sold)

Manuel Ferreira Carvalho (sold)

Manuel Ferreira Costa (fur)

Manuel Figueiredo Carvalho (2º sar)

Manuel Florêncio Maurício (sold)

Manuel Francisco Mateus (sold)

Manuel Francisco Zage (sold)

Manuel Freitas Teixeira (sold)

Manuel Gonçalves Pereira (sold)

Manuel Guerreiro Jorge (sold)

Manuel Henriques Corga (1º cabo)

Manuel Henriques Mateus (sold)

Manuel Jerónimo Curado (sold)

Manuel Jesus Ferreira (sold)

Manuel Jesus Guerreiro (sold)

Manuel Jesus Inácio (sold)

Manuel João Guerreiro (sold)

Manuel Joaquim Borges (1º sar)

Manuel Jorge Florêncio (sold)

Manuel José Ferreira (sold)

Manuel Lopes Neta (guar 2ª)

Manuel Lourenço Fontes (sold)

Manuel Luís Sales (sold)

Manuel Machado Silva (sold)

Manuel Maria Pires (alf)

Manuel Marques Ferreira (sold)

Manuel Martins Ferreira (sold)

Manuel Martins Gonçalves (fur)

Manuel Medeiros Ferreira (sold)

Manuel Mendes Carneiro (sold)

Manuel Mendes Silva (sold)

Manuel Nascimento Rodrigues (cabo)

Manuel Oliveira Azevedo (1º cabo)

Manuel Oliveira Santos (sold)

Manuel Pinheiro Almeida (1º cabo)

Manuel Portalegre Trindade (1º cabo)

Manuel Póvoa Martins (2º sar)

Manuel Real Freitas (sold)

Manuel Ribeiro Macedo (sold)

Manuel Ribeiro Silva (sold)

Manuel Ribeiro Silva (1º cabo)

Manuel Robalo Gabriel (1º cabo)

Manuel Rodrigues Alves (sold)

Manuel Rodrigues Loureiro (1º cabo)

Manuel Rosado Camões (sold)

Manuel Santos Costa (cabo)

Manuel Santos Mota (sold)

Manuel Sebastião Guerreiro (2º grt)

Manuel Sequeira Coelho (guar 2ª)

Manuel Serpa Machado (sold)

Manuel Silva Carrola (sold)

Manuel Silva Dias (sold)

Manuel Silva Ferreira (sold)

Manuel Silva Gonçalves (sold)

Manuel Silva Maia (sold)

Manuel Silva Pereira (sold)

Manuel Sousa Fagundes (sold)

Manuel Tavares Costa (1º cabo)

Manuel Valverde Eugénio (1º cabo)

Manuel Ventura (1º cabo)

Manuel Vidas Mendes (fur)

Manuel Vieira Nóbrega (sold)

Manuel Vingada Cardoso (sold)

Manuel Vitorino Ramos (fur)

Manuel Zeferino Daniel (1º cabo)

Marcelino Capitango (1º cabo)

Mariano Salas Vilhena (sold)

Mário Antunes Gaspar (sold)

Mário Conceição Caixeiro (sold)

Mário Faria Pimenta (sold)

Mário Faria Pires (fur)

Mário Ferreira Azevedo (sold)

Mário Insumbo (sold)

Mário Janeiro Carecho (fur)

Mário Oliveira Rocha (sold)

Mário Oliveira Santos (sold)

Mário Pinto Silva (sold)

Mário Rio Jesus (1º cabo)

Mário Silva Henriques (sold)

Mário Vieira Duarte (sold)

Mário Vieira Monteiro (1º cabo)

Mateus Augusto (sold)

Mateus Coelho Silva (1º cabo)

Mateus Lopes Sopas (sold)

Mateus Pedro Mahumane (sold)

Mateus Silva Pereira (fur)

Maurício Augusto Martins (sold)

Maurício Casqueiro Ricardo (1º sar)

Mavula Zombo (sold)

Meneses Sachilepa Capata (sold)

Menino Cá (sold)

Miguel Agostinho Mateus (sold)

Miguel Almeida Bernardo (sold)

Miguel Artiel (sold)

Modesto Lourenço Baião (sold)

Moisés Rastido Magaia (sold)

Morna Nalé (sold)

Narciso Uetela (sold)

Nélson Nogueira Lebres (alf)

Nélson Rodrigues Rocha (fur)

Neves Almeida Tembe (1º cabo)

Noé Vasco Nhancale (1º cabo)

Norberto Silva Correia (sold)

Octávio Augusto Barreira (sold)

Orlando João (sold)

Orlando Ornelas Gomes (1º cabo)

Orlando Quinta Nova (sold)

Oscar Firmino Rosário (alf)

Paulino Castro Navaia (sold)

Paulo Aurane Tauacale (sold)

Paulo Incute (1º cabo)

Paulo Teixeira Costa (sold)

Paulo Vunda Agostinho (sold)

Pedro Cahinda Mapsobué (sold)

Pedro Cunha (sold)

Pedro Jorge Gaspar (sold)

Pedro Matos Neves (alf)

Porfírio Armindo Cabanas (sold)

Quecuta Balde (sold)

Rafael Filipe Alves (sold)

Rafael Magode Mate (sold)

Ramiro Cândido Costa (sold)

Ramiro Sousa Duarte (fur)

Raúl Costa Ferreira (sold)

Raúl Fainó Ramos (fur)

Raúl Freire Fernandes (fur)

Raúl Mendes Costa (sold)

Raúl Nunes Proença (sold)

Raúl Silva (sold)

Reinaldo Alves Portela (1º cabo)

Ricardo Pereira Silva (sold)

Rodolfo Geraldo Henriques (fur)

Rodolfo João Baptista (sold)

Rodrigo Teixeira Pinto (sold)

Rogério Batista Romão (sold)

Romão Samuel (1º cabo)

Rufino Costa Amaral (1º cabo)

Rui Aparício Lopes (fur)

Rui Carneiro Santos (1º grt)

Rui Costa Lobão (sold)

Rui Matos André (ten)

Rui Pereira Agostinho (2º sar)

Rui Pratas Sousa (fur)

Sadjo Balde (sold)

Saide Abdul Remane (sold)

Saide Língua (sold)

Salvador Caichane Timbe (sold)

Salvador José Chiau (sold)

Salvador Mabasso (sold)

Sambel Sane (sold)

Samuel Massinangure Machava (sold)

Satoné Colubali (sold)

Saúl Araújo (sold)

Sebastião Gonzaga Neto (sold)

Seco Balde (sold)

Serafim Cheganças Neves (fur)

Serafim Ferreira Madeira (sold)

Serafim Silva (sold)

Severino Ribeiro Pereira (sold)

Simão Monjane (sold)

Tadeu Luís Silva (sold)

Telmo Barcelos Santos (sold)

Tijane Jaló (sold)

Tomás Silva Martins (sold)

Torcato Gonçalves Azevedo (sold)

Tungue Fure (sold)

Valdemar Vieira Figueiredo (1º cabo)

Valentim Pinto Faria (sold)

Vasco Lopes Pereira (sold)

Vicente Caifás (1º cabo)

Victor Barradas Moreira (sold)

Victor Conceição Marques (sold)

Victor Lameiras Ferreira (fur)

Victor Lopes Tavares (1º cabo)

Victor Lopes Trovão (fur)

Victor Manuel Teixeira (sold)

Victor Manuel Vieira (fur)

Victor Oliveira Neto (sold)

Victor Pereira Caetano (sold)

Victor Torres Viegas (1º cabo)

Victoriano Fidalgo Matos (fur)

Virgílio Almeida Rodrigues (sold)

Vitor Bandeira Quaresma (sold)

Xale Mucussete (sold)

Xavier Henda Domingos (sold)

Zacarias Ferreira Ralha (sold)

Zacarias Noé (1º cabo)

Zitane Nhanice Machoco (sold)
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » domingo 10 jun, 2007 11:46 am

2007-06-10 - 00:00:00

Memórias da Guerra (1961-1974)
O Lobato veio satisfeito após 7 anos preso

António Lobato estava muito magro, tinha duas grandes cicatrizes nas costas por golpes de catana, só trazia calções e chinelos de enfiar no dedo, mas pareceu-nos bem humorado e satisfeito”, lembra César Melgás, sargento maquinista do navio patrulha ‘Hidra’, para quem o resgate de 26 portugueses detidos pelo PAIGC em Conacri, capital da Guiné (ex-francesa), valeu bem as 24 horas de medo de um possível ataque de ‘Migs’ que não se concretizou.

A ‘operação Mar Verde’ desencadeada a meio da noite de 22 de Novembro de 1970, sob chefia do comandante Alpoim Galvão, foi das mais secretas e seguramente a mais desmentida de todas em África. Os objectivos eram muito mais vastos do que a libertação dos prisioneiros, a morte de Amílcar Cabral e a destruição infligida em edifícios e infra-estruturas da Guiné de Sékou Touré, desde o palácio presidencial à central eléctrica.

Apesar da destruição feita, nem tudo correu bem, a começar pela desejada devastação dos ‘Migs’ que aniquilaria a hipótese de resposta guineense. A missão estava entregue ao pelotão de pára-quedistas do capitão Morais que viajou até Conacri a bordo do ‘Hidra’.

“Não me lembro de problemas anteriores, mas a acção deles no aeroporto foi complicada, segundo deu para perceber pelos contactos rádio. Eles não encontraram os ‘Migs’ e ficaram perturbados emocionalmente”, conta o sargento que estava na sua segunda comissão – entre 1963/65 patrulhara a costa de Angola na fragata ‘Diogo Gomes” – e que já tinha experiência de operações especiais: “Na preparação do ataque a Conacri, o ‘Hidra’, que habitualmente patrulhava o rio Geba, foi várias vezes à Gambia buscar guineenses anti-Sékou Touré posteriormente treinados militarmente em ilhas dos Bijagós para fazer um golpe de Estado no seu país.”

Até por causa destas missões, Milgás estava por dentro da operação secreta que ninguém anunciou. “Gosto muito da minha Pátria e tenho respeito pela nossa bandeira, pelo que na guerra tive sempre um comportamento responsável’, explica ao justificar o segredo absoluto que manteve, mesmo quando, já nos preparativos finais na ilha João Vieira, a mais distante de Bissau e próxima de Conacri, se apagou com pintura por cima a matrícula do ‘Hidra’, o que nunca se fizera para as viagens à Gâmbia, onde não havia vigilância da costa. No resto, combustível, mantimentos e armamento não se mudou nada.

Foi num autêntico barco pirata que levou pára-quedistas até à capital da Guiné e trouxe, entre outros militares, o mais famoso dos presos resgatados: o sargento da Força Aérea António Lobato, detido durante mais de sete anos e duas vezes parado a golpes de catana nas suas tentativas de evasão.

“Atacámos de noite e mantivemo-nos sempre nos postos de combate, sem dormir durante mais de 24 horas, o que custou muito, sempre a pensar que os ‘Migs’ viriam atrás de nós atacar-nos. Quando chegou a hora de regressar, pelas 05h00, porque se fazia dia e a maré tinha começado a vazar, a ordem foi: ‘Quem está parte, quem não está paciência.’”

A presença a bordo de António Lobato aliviou, de qualquer modo, a tensão no barco onde nem um tiro se disparou:

“Ele era uma pessoa muito aberta, estava bem psicologicamente e depois de tomar banho, de comer e se vestir de lavado foi extraordinário. Deu-nos a satisfação do dever cumprido por libertarmos os prisioneiros. Era casado, falou--nos da correspondência que recebia sempre já aberta e disse estar preparado para tudo. Se a mulher o tivesse esperado, era bom, se não tudo bem na mesma. Em liberdade já não se preocupava com nada.”

LIBERTAÇÃO FEITA EM SEGREDO E QUE NINGUÉM PODIA CONTAR

A libertação dos 26 prisioneiros foi a grande vitória da ‘Operação Mar Verde’, mas, devido ao seu carácter secreto e à necessidade de evitar retaliações internacionais, demorou muitos anos até ser reconhecida e poder ser contada. A todos os envolvidos foi exigido absoluto sigilo.

Imagina-se o que esse sigilo tenha custado a uma pessoa como o piloto António Lobato. Ele já contou tudo no livro ‘Liberdade ou Evasão’, com o subtítulo ‘O Mais Longo Cativeiro da Guerra’. César Milgás ouviu, porém, tudo em primeira mão:

“O Lobato contou-nos que as cicatrizes enormes que trazia nas costas eram de golpes de catana sofridos de uma das vezes que tentara fugir. Se não me engano, sozinho ou com outros, tentara evadir-se umas três vezes. E também o tinham querido matar na primeira vez que fora preso. Para mim heroísmo é isto mesmo: pôr a vida em perigo.”

Depois de uma viagem com os olhos no céu à espera de que os ‘Migs’ aparecessem, a chegada ao porto de Bissau foi discreta e tranquila. António Lobato foi contar as suas histórias a outros camaradas de armas. Passados uns dias, houve uma cerimónia em que o general Spínola, governador e comandante militar, deu um louvor geral aos participantes. Na altura, visitou o ‘Hidra’, navio com uns 40 metros de comprimento. César Milgás fez-lhe continência. Nesse tempo não era habitual os oficiais cumprimentarem os praças. Mais tarde foram atribuídas 18 condecorações e cinco louvores aos que mais se distinguiram.

COMBATENTES

CABO DE AÇO ESTICADO ERA ARMADILHA MORTAL (Benjamin Durães, Furriel, Infantaria)

Chegou à Guiné em 1970. A primeira vez que sai em missão, na zona de Bambadinca, é ferido num acidente causado pelo medo de uma armadilha do inimigo. À data, o PAIGC esticava cabos de aço entre as árvores, a meia altura dos Unimogs. A viatura onde seguia Benjamim fez uma travagem brusca e todos os soldados foram projectados. Benjamim ficou ferido na coluna.

HORAS DE ANGÚSTIA COM CAMARADA FERIDO (Luís Grifo, Furriel, Infantaria)

Cumpriu o serviço militar em Angola, entre 1969 e 1970. Era especialista em transmissões. E há um momento que nunca esquecerá. Um camarada foi gravemente ferido e era necessário proceder à evacuação. Luís manteve o sangue-frio e deu as instruções necessárias. Três horas depois, chegou o helicóptero. “Foram horas de angústia, com um ferido grave ali ao lado. Foi a primeira vez que vi sangue. Mas ele sobreviveu”, conta.

EMBOSCADA VIOLENTA ACABA EM MASSACRE (Luís Graça, Furriel, Infantaria)

Esteve dezoito meses na Guiné, entre 1969 e 1971. Na memória, guarda uma operação desencadeada a 25 de Novembro de 1970. Um grupo de 200 homens segue em coluna pelo meio do mato para atacar um objectivo do PAIGC. O inimigo estava à espera e a coluna cai numa emboscada. “Os tipos que iam à frente foram todos massacrados. “Conseguimos resgatar os corpos... Trouxemos os restos – pernas, braços – em trouxas...”

GRITOS DOS AMIGOS A SEREM MORTOS (João Fonseca, Soldado, Infantaria)

Ainda hoje chora quando fala das muitas emboscadas que sofreu nas matas de Angola. Esteve na zona Norte, entre 1968 e 1970, integrado no Batalhão de Caçadores 2480. Desses tempos difíceis, lembra uma das muitas emboscadas: “Ouvíamos os gritos dos amigos a serem mortos e não podíamos fazer nada... Se avançássemos, ficávamos lá... Quando os corpos eram resgatados, víamos que tinham sido mortos à catanada...”

SIMULACRO METEU MAIS MEDO DO QUE O MATO (José A. Carvalho, Cabo, Infantaria)

Esteve no Sul da Guiné pouco mais de um ano, antes do fim da guerra colonial. Integrou a 2.ª Companhia do Batalhão de Infantaria 2515, numa zona muito perigosa devido às emboscadas no mato, mas o maior susto aconteceu quando o capitão Braga da Cruz fez um simulacro no aquartelamento que até atraiu as forças instaladas em Bissau. Meteram-se todos na vala e só saíram de lá depois de várias ordens.

NOTAS

796 798 MOBILIZADOS

O número de militares portugueses envolvidos nas Campanhas de África entre 1961 e 1975 é difícil de certificar. Oficialmente está fixado que os mobilizados no actual território de Portugal foram 796 798. Se acrescentarmos os recrutados nos territórios sob administração nacional durante séculos, de Cabo Verde a Timor, o total de militares sobe para 1 392 230.

SÓ 44 ENFERMEIRAS

Fácil de identificar no quase milhão e meio de militares é o contigente de 44 enfermeiras pára-quedistas recrutadas voluntariamente a partir do início da guerra em Angola, em 1961. Treinadas para agir na evacuação de feridos, cumpriram missões durante vários anos seguidos nas três frentes de guerra: Angola, Guiné e Moçambique. Na lista existente só há duas falecidas.

BAIXAS POR RAMO

Nos 9196 mortos registados de 1958 a 1975, em Angola, Guiné, Moçambique e também em Goa (Índia) e Cabo Verde, a maioria pertencia ao Exército que sofreu 8417 baixas. A Força Aérea teve 498 e a Marinha 281. Viúvas de militares mortos na Índia acham que a lista dos mortos devia começar com as vítimas dos ataques a Dadrá e Nagar-Aveli em 1954.

REPARTE DE UNIDADES

O estudo comparado das três principais frentes em África mostra que Angola teve a guerra mais longa, com uma duração de 176 meses, seguida da Guiné com 141 meses e Moçambique com 129. Em termos de unidades, estiveram em operações 1800 companhias e 413 batalhões. Por frente, o reparte de unidades dá 1078 em Angola, 578 na Guiné e 552 em Moçambique.

CATIVEIRO EM LIVRO...

O militar, libertado na ‘Operação Mar Verde’, preso há mais tempo foi o sargento-aviador António Lobato. Detido no Sudoeste da Guiné, em 1963, depois do seu T-6 cair em consequência de choque com outro aparelho português num bombardeamento da ilha de Como, conta os sete anos de cativeiro no livro ‘Liberdade ou Evasão’, com 200 páginas.

...E NUM FILME

O cativeiro de António Lobato em Conacry inspirou também um filme, ‘A Noiva’, de 2000, realizado por Luís Galvão Teles, com Marco Almeida e Catarina Furtado nos papéis principais. Incluído numa série de produções da SIC, tem como tema musical principal ‘Laura’, da autoria de Catarina Furtado e João Gil. Interpretam Jorge Palma, Lena d’ Água e Diogo Infante.

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1970

Abel Félix Rebelo (1º cabo)

Abel Gonçalves Baptista (1º cabo)

Abel Gongondela Chirindza (1º cabo)

Abílio Costa Ribeiro (fur)

Abílio Pereira (1º cabo)

Abílio Rodrigues Ferreira (alf)

Adão Nunes Ferreira (sold)

Adelino Alves Nogueira (sold)

Adelino Augusto Caló (1º cabo)

Adelino Fernandes Lopes (sold)

Adelino Ferreira Batista (sold)

Adelino Figueiredo Santos (1º cabo)

Adelino Monteiro Latão (sold)

Adelino Nunes Duarte (cap)

Adelino Pereira Magalhães (sold)

Adelino Pinto Ribeiro (2º grt)

Adelino Silva Cunha (sold)

Adelino Soares Oliveira (1º cabo)

Adriano Augusto Mesquita (sold)

Aduramane Seide (sold)

Afonso Henrique (alf)

Afonso Jeremias Monsane (1º cabo)

Afonso Sousa Amante (1º cabo)

Agostinho F Rodrigues (sold)

Agostinho Figueira Freitas (sold)

Agostinho Lourenço Marreiros (2º sar)

Agostinho Silva Sampaio (sold)

Agostinho Vale Almeida (1º cabo)

Aires Augusto Correia (2º sar)

Aladje Silá (sold)

Albano Carneiro Fernandes (sold)

Albano Mendes Marques (alf)

Albertino Dias Antunes (fur)

Albertino Sousa Azevedo (sold)

Alberto Albino Joaquim (sold)

Alberto Cangongo Elavoco (sold)

Alberto Ferreira Santos (1º cabo)

Alberto João Madaleno (sold)

Alberto Magalhães Osório (maj)

Alberto Manuel Fernandes (1º grt)

Alberto Marques Pereira (1º cabo)

Alberto Nascimento Nhampulo (sold)

Alberto Santos Coutinho (fur)

Alberto Santos Couto (sold)

Alberto Vanhale (sold)

Albino Carmo Lopes (gua 2ª)

Albino Costa Alves (1º cabo)

Albino Ferreira Magalhães (sold)

Albino Nhantumbo (sold)

Albino Sousa Tavares (sold)

Albino Teixeira Marinho (sold)

Alcides Dias Sousa (sold)

Alexandre Taela (sold)

Alexandrino Fernandes (sold)

Alfeu Santos Cláudio (1º cabo)

Alfredo Borges Garcia (sold)

Alfredo Januário Nunes (sold)

Alfredo Martins Félix (sold)

Alfredo Silva Amaral (sold)

Alfredo Silva Tavares (fur)

Alfredo Simões Batista (sold)

Almerindo Godinho Paiva (sold)

Alsseimi Mané (sold)

Altino Simões Pedro (sold)

Álvaro Barreira Gomes (1º cabo)

Álvaro Ledo Pontes (1º cabo)

Álvaro Martins Félix (sold)

Álvaro Nunes Bento (sold)

Álvaro Pereira Santos (sold)

Amadeu Santos Francisco (sold)

Amaro Joaquim Palminhas (sold)

Américo Gomes Maia (sold)

Américo Vicente Pereira (sold)

Anastácious Magalhães (sold)

André Daniel (sold)

André Louro Varela (sold)

André Mutuali (sold)

André Naife Vilanculos (sold)

André Pedro (sold)

André Zague (sold)

Aníbal Alves Carreira (sold)

Ansu Sanó (sold)

António Abreu (sold)

António Aguiar Almeida (sold)

António Alexandre Pereira (1º cabo)

António Alhau Lucas (sold)

António André (sold)

António Augusto Centenico (sold)

António Augusto Ribeiro (sold)

António Bambe (sold)

António Barbosa Costa (sold)

António Batista Reis (sold)

António Camelo Ribeiro (1º cabo)

António Carvalho Ferreira (sold)

António Chambeno (sold)

António Charia (sold)

António Conceição Carrasqueira (1º cabo)

António Conceição Henriques (1º cabo)

António Costa Ferreira (1º cabo)

António Coutinho Rebelo (alf)

António Crespo Garcia (sold)

António Cufa (sold)

António Cungo (sold)

António Damião Baltasar (1º cabo)

António Dias Cerveira (sold)

António Dias Coelho (fur)

António Dias Santos (sold)

António Dias Silva (sold)

António Duarte Parente (2º sar)

António Fernandes Marinho (sold)

António Fernandes Peixoto (sold)

António Fernando Costa (sold)

António Ferreira (sold)

António Ferreira Anastácio (sold)

António Ferreira Pinto (sold)

António Figueiredo Santos (sold)

António Fonseca Ambrósio (alf)

António Inácio Guerreiro (sold)

António Justino Matlombe (sold)

António Justo Areias (sold)

António Lourenço Soares (gua 2ª)

António Louro Canário (sold)

António Machado Garcia (1º cabo)

António Mansos Ferreira (sold)

António Manuel Alberto (1º cabo)

António Manuel Ayob (1º cabo)

António Manuel Maia (sold)

António Maria Rodrigues (sold)

António Marques Azevedo (sold)

António Marques Francisco (sold)

António Marques Pereira (sold)

António Monteiro Rodrigues (alf)

António Mota Martins (sold)

António Mota Seixas (sold)

António Nunes Almeida (1º cabo)

António Nunes Rodrigues (sold)

António Oliveira Lucas (1º cabo)

António Oliveira Matos (sold)

António Parrachil Rocha (sold)

António Pascoal Santos (sold)

António Pereira Almeida (sold)

António Pereira Fonseca (fur)

António Pereira Marques (sold)

António Pinto Gonçalves (sold)

António Pires Oliveira (mar)

António Quissanga João (sold)

António Ramalho Alhinho (fur)

António Ribeiro Ferreira (1º cabo)

António Rodrigues Aguiar (sold)

António Rodrigues Barbosa (sold)

António Rodrigues Gonçalves (fur)

António Rosa Silva (1º grt)

António Sadina Bande (sold)

António Santos (sold)

António Santos Paulo (sold)

António Santos Pereira (sold)

António Santos Silva (mar)

António São Simão (sold)

António Silva Lopes (sold)

António Silva Loureiro (1º cabo)

António Silva Pagaímo (1º cabo)

António Silva Pereira (1º cabo)

António Silva Ramos (sold)

António Silva Rosa (fur)

António Simões Ferreira (sold)

António Sousa Alves (1º cabo)

António Sousa Martins (1º cabo)

António Sousa Oliveira (fur)

António Taero (sold)

Aparo Sebastião Picardo (sold)

Aquilino Martins Segão (sold)

Arlindo Ferreira Silva (1º cabo)

Armando Antunes Ferreira (sold)

Armando Carmo Augusto (1º cabo)

Armando Fonseca Silva (1º cabo)

Armando Isaac (1º cabo)

Armando Martins Bessa (alf)

Armando Santos (sold)

Armindo Laquene Cumbane (sold)

Armindo Neves Balão (sold)

Armindo Victorino Henriques (sold)

Arnaldo António Morais (sold)

Arnaldo Ernesto Checo (sold)

Arnaldo Francisco Xerinda (sold)

Arnaldo Santos Silva (fur)

Arquimino Delfino Rosa (sold)

Arsénio Joaquim Santos (sold)

Artur Guerreiro Tomás (sold)

Augusto Carvalho Coelho (cap)

Augusto Oliveira Carvalho (sold)

Augusto Salvador Costa (sold)

Aussi Temusse Álvaro (sold)

Avelino Almeida Sousa (sold)

Avelino Costa (1º cabo)

Avelino Pereira Silva (sold)

Belarmino Oliveira Dias (sold)

Benigno Gomes Soeiro (1º cabo)

Benjamim Marques Silva (sold)

Bento Valente Pica (sold)

Bernardino Cunha Lima (sold)

Bernardino F Candelária (sold)

Bernardo Afonso (sold)

Betaquete Cumbá (sold)

Boate Sim (sold)

Bojo Embaló (sold)

Bonifácio Fernandes Gonçalves (sold)

Bubacar Sidi Cá (sold)

Cabaré Rodrigues Paca (sold)

Caetano Gomes (sold)

Camilo Luís Nunes (mar)

Camilo Mendes Branco (sold)

Camilo Nunes Rodrigues (sold)

Cândido Gonçalves Ruivo (1º cabo)

Cândido Rafael Nunes (sold)

Carlos Abrantes Borges (sold)

Carlos Almeida Dias (fur)

Carlos Borges Pegas (1º cabo)

Carlos Carvalho Serrão (sold)

Carlos Costa Marques (fur)

Carlos Fernandes Lopes (sold)

Carlos Gabriel Nunes (fur)

Carlos Gomes Gonçalves (fur)

Carlos Jesus Maria (1º cabo)

Carlos Leitão Dinis (1º cabo)

Carlos Lopes Pais (1º cabo)

Carlos Luís Morgado (sold)

Carlos Miranda Pagou (1º cabo)

Carlos Noronha Leote (cap)

Carlos Paulo Sampaio (alf)

Carlos Sambo (sold)

Carlos Santos Martins (sold)

Carlos Silva Ferreira (sold)

Carlos Vaz Matos (sold)

Carlos Xavier Sortane (sold)

Casimiro Fernandes Machado (sold)

Casimiro José Momade (sold)

Casimiro Martins Gregório (fur)

Cassiel Armando Muanga (sold)

César Jesus Gouveia (sold)

César Justino Santos (1º cabo)

Cipriano Mendes Pereira (2º sar)

Cláudio Libânio Duarte (fur)

Clemente Leal Moura (sold)

Damião Diogo Bernardo (sold)

Daniel Abibo (sold)

Daniel Lopes Dias (sold)

Daniel Vicente Viegas (sold)

David Barbosa Calrão (alf)

David Lourenço Carmo (sold)

David Miranda Casanova (sold)

David Oliveira Cruz (sold)

David Saluhui (sold)

David Silva Ferreira (sold)

Delfim Miguel Pereira (sold)

Demba Dabó (sold)

Demba Sissé (sold)

Dinis César Castro (fur)

Dinis Queta Baldé (sold)

Dinis Tiago (sold)

Domingos Camoso (1º cabo)

Domingos Fernando (sold)

Domingos Ferreira Cunha (sold)

Domingos Jorge Morais (sold)

Domingos Lourenço (sold)

Domingos Luís Pires (sold)

Domingos Marcolino (sold)

Domingos Martins (sold)

Domingos Pedro Manuel (sold)

Domingos Pereira Teixeira (sold)

Domingos Simão Silva (1º cabo)

Domingos Soares Adrião (sold)

Duarte Borges Sousa (1º cabo)

Duarte Bramão Miranda (sold)

Duarte Ribeiro Gualdino (sold)

Edmundo Rosário Candeias (sold)

Edmundo Serra Pereira (fur)

Eduíno Tomás Bettencourt (sold)

Elias Sambuque (1º cabo)

Eliseu Rodrigues Gonçalves (sold)

Elisiário Cruz Júnior (1º cabo)

Elísio Ladeira Dias (sold)

Elvino Raposo Cabaceira (2º sar)

Emanuel Pacheco Melo (fur)

Emanuel Soares Lopes (fur)

Emílio Galamba Ramalho (sold)

Engrácio Tostão Rato (sold)

Ercílio Silva Medeiros (sold)

Ernesto Cabral Pacheco (sold)

Ernesto Massaete (sold)

Ernesto Nunes Pimentel (1º cabo)

Evaristo Chideve Nhambine (sold)

Ezequiel Ferreira Martins (sold)

Farim Có (sold)

Faustino Jam Baldé (sold)

Fausto Domingos Fidalgo (sold)

Feliciano Santos Paiva (alf)

Fernando Augusto Alves (1º cabo)

Fernando Costa (mar)

Fernando Eugénio Rino (sold)

Fernando Laminé (sold)

Fernando Lopes Novo (sold)

Fernando Magalhães Alberto (sold)

Fernando Mapungo Covina (sold)

Fernando Martins Rodrigues (sold)

Fernando Pacheco Santos (fur)

Fernando Ramos Santos (1º cabo)

Fernando Reis Nascimento (sold)

Fernando Rodrigues (sold)

Fernando Rodrigues Alexandre (sold)

Fernando Santos Silva (fur)

Fernando Santos Simões (sold)

Fernando Silva Luís (sold)

Fernando Silva Sousa (sold)

Fernando Soares (sold)

Fernando Sousa Chaves (alf)

Fernando Sousa Lopes (1º cabo)

Fernando Trancoso Vaz (alf)

Filipe Farinha (sold)

Filipe Gemo Massonda (sold)

Filomeno Costa (sold)

Florêncio Gonçalves Pinto (sold)

Francisco António (sold)

Francisco Antunes Silva (sold)

Francisco Cabral Tavares (sold)

Francisco Caetano (1º sar)

Francisco Caldas Franco (fur)

Francisco Chaia (fur)

Francisco Ferreira Barbosa (1º sar)

Francisco João Sousa (cap)

Francisco José Mugadule (sold)

Francisco Luís Alves (sold)

Francisco Macamo (sold)

Francisco Mandele (1º cabo)

Francisco Manuel (sold)

Francisco Manuel Campos (fur)

Francisco Moura Borges (cap)

Francisco Nunes Guiomar (sold)

Francisco Nunes Lopes (fur)

Francisco Pereira Celestino (sold)

Francisco Pociano (alf)

Francisco Revés Tomás (sold)

Francisco Rovisco Ferreira (sold)

Francisco Sete (sold)

Francisco Sote (sold)

Francisco Teixeira Mendes (1º cabo)

Frank Guedinala (sold)

Frederico Catumbela (sold)

Frederico Fostino (sold)

Frederico Semedo Cunha (fur)

Gabriel Parreiras Campilho (1º cabo)

Gaspar Amorim Barbosa (sold)

Gaspar Sebastião Cristovão (sold)

Gilberto Mamadu Baldé (sold)

Gilberto Vargas Santos (1º cabo)

Gomes Alfredo Costa (sold)

Gonçalo Caíssa (sold)

Guido Dias Silva (alf)

Guilherme Manuel António (sold)

Guilhermino Vila Real (cmg)

Hassane António (sold)

Heitor Magalhães Oliveira (fur)

Hélder José Martins (sold)

Hélder Pitarma Felgas (fur)

Henrique Matos Calado (sold)

Herculano Tavares Pontemieiro (1º cabo)

Hermínio Amaral Roque (sold)

Hildeberto Leal Soares (1º sar)

Horácio Albano (sold)

Hortêncio Graça Bernardo (sold)

Humberto Almeida Figueiredo (1º cabo)

Humberto Jesus Mendes (sold)

Idálio Bandeira Almeida (sold)

Idrissa Seidi (sold)

Iero Jau (sold)

Ilídio Carvalho Magalhães (1º cabo)

Ilídio Cruz Calheiros (cap)

Ilídio Ferreira Silva (sold)

Imparula Nienadala (sold)

Inácio Sanguel (sold)

Isaac Adolfo (sold)

Israel Elamba (sold)

Issa Jau (2º sar)

Jaime Faria Affonso (cap)

Jau Queta (sold)

João Almeida (sold)

João Bacar Cassamá (sold)

João Bento Guilherme (sold)

João Carmo Barreto (1º cabo)

João Conceição Pereira (sold)

João Correia Dias (sold)

João Costa Silva (sold)

João Dala Laurindo (sold)

João Fernandes Pedra (sold)

João Ferreira Araújo (sold)

João Ferreira Rodrigues (sold)

João Gaspar Picado (sold)

João Gonçalves Antunes (1º cabo)

João Gonçalves Rodrigues (sold)

João Jassi (sold)

João José Pereira (sold)

João Lima Oliveira (sold)

João Lopes Moreno (sold)

João Luís Santos (1º cabo)

João Machado Tavares (sold)

João Manuel Lopes (2º sar)

João Manuel Silva (sold)

João Martinho Mucaina (sold)

João Martins Alfaiate (sold)

João Martins Cecílio (fur)

João Martins Farias (sold)

João Mateus Paulo (sold)

João Miranda Sousa (1º cabo)

João Monteiro Parra (sold)

João Montez Melancia (ten)

João Moreira Moita (fur)

João Mota Ferreira (sold)

João Mouratinho Ralo (gua 2ª)

João Nascimento Purificação (1º cabo)

João Neves Ferreira (fur)

João Oliveira Silva (sold)

João Pinto Antunes (fur)

João Ribeiro (sold)

João Rode (sold)

João Santos Cardoso (1º cabo)

João Santos Correia (sold)

João Silva Maneta (sold)

João Silva Sousa (fur)

João Sousa Sá (1º cabo)

João Teixeira Alves (fur)

João Tonim Rebimba (sold)

Joaquim Abraão (sold)

Joaquim António (sold)

Joaquim Antunes Gonçalves (1º cabo)

Joaquim Araújo Cunha (fur)

Joaquim Banam (1º cabo)

Joaquim Borges Machado (sold)

Joaquim Chaínho Custódio (sold)

Joaquim Ferreira (1º cabo)

Joaquim Ferreira Estaféro (sold)

Joaquim Ferreira Fonseca (1º cabo)

Joaquim Ferreira Fonseca (sold)

Joaquim Fonseca Silva (sold)

Joaquim Grasina Marques (sold)

Joaquim Jesus Rodrigues (sold)

Joaquim João Silva (sold)

Joaquim Manuel Silva (sold)

Joaquim Marques Espada (sold)

Joaquim Martins Ferreira (sold)

Joaquim Mendes Barros (sold)

Joaquim Palma Quaresma (fur)

Joaquim Palmeira Mosca (alf)

Joaquim Pereira Correia (sold)

Joaquim Pereira Costa (sold)

Joaquim Pereira Silva (maj)

Joaquim Pinto Pereira (sold)

Joaquim Ramos Vieira (1º cabo)

Joaquim Rodrigues (sold)

Joaquim Rodrigues Cruz (sold)

Joaquim Silva Raimundo (2º sar)

Joaquim Simão (cap)

Joaquim Varela Cavaleiro (sold)

Jorge Baptista Vaz (sold)

Jorge Caeiro Freitas (sold)

Jorge Gonçalves Ferreira (sold)

Jorge Lucas Sango (sold)

Jorge Macieira Santos (sold)

Jorge Madíl Oliveira (sold)

Jorge Oliveira Silva (fur)

Jorge Santos Reis (alf)

José Afonso Veríssimo (sold)

José Agostinho Dionísio (sold)

José Alexandre Xavier (sold)

José Almeida Casteleiro (1º cabo)

José Almeida Seabra (sold)

José Almeida Silva (sold)

José Andrade Brito (sold)

José António (sold)

José António Santos (1º cabo)

José Brandão Queirós (alf)

José Campos Costa (sold)

José Carvalho Andrade (cap)

José Carvalho Lopes (sold)

José Carvalho Spínola (sold)

José Chicuma (sold)

José Claro Fonseca (fur)

José Conceição Leandro (sold)

José Constantino Gonçalo (sold)

José Costa Basílio (sold)

José Costa Borges (1º cabo)

José Costa Martins (cap)

José Costa Rocha (sold)

José Costa Simões (fur)

José Coutinho Conde (sold)

José Cruz Mamede (1º cabo)

José Custódio Marques (sold)

José Encarnação Sintra (1º cabo)

José Fernandes Baptista (sold)

José Fernandes Batista (sold)

José Fernandes Serra (sold)

José Fernandes Sousa (sold)

José Ferreira Gonçalves (sold)

José Figueiredo Silva (sold)

José Francisco Raposo (sold)

José Francisco Rodrigues (sold)

José Freire Silva (2º sar)

José Godinho Pinto (alf)

José Gonçalves Meireles (fur)

José Gonçalves Pinto (sold)

José Gonçalves Rancão (fur)

José Guerreiro Nascimento (1º cabo)

José Henriques Camilo (sold)

José Jesus Borralho (sold)

José Joaquim Coelho (sold)

José Joaquim Ferreira (1º cabo)

José Joaquim Rebuga (sold)

José Jorge Matos (sold)

José Lemos Teixeira (sold)

José Lima Fernandes (sold)

José Lima Mendonça (sold)

José Lopes Silva (sold)

José Lourenço Antunes (sold)

José Luís Ramos (sold)

José Mangas Pereira (sold)

José Manuel Henriques (sold)

José Manuel Prudêncio (sold)

José Manuel Ribeiro (1º cabo)

José Maria Antunes (sold)

José Maria Jardim (sold)

José Maria Luís (2º sar)

José Maria Preto (1º cabo)

José Maria Rodrigues (sold)

José Marinho (sold)

José Marques Melo (1º cabo)

José Marques Nóbrega (1º cabo)

José Marques Rodrigues (fur)

José Marques Silva (1º cabo)

José Martins Freitas (sold)

José Martins Lêdo (1º cabo)

José Martins Pereira (1º cabo)

José Martins Santos (1º cabo)

José Martins Sousa (sold)

José Maru Djna (sold)

José Mendes Sousa (sold)

José Mendonça (fur)

José Moreira Rodrigues (1º cabo)

José Moreira Sousa (alf)

José Morgado Correia (sold)

José Nunes Ferreira (tcor)

José Nunes Vitor (sold)

José Oliveira Bágio (1º cabo)

José Oliveira Lopes (sold)

José Pais Peixoto (1º grt)

José Palácio Almeida (sold)

José Pereira Félix (1º cabo)

José Pereira Silva (cap)

José Pereira Silva (sold)

José Pinto Sousa (sold)

José Ramos Alípio (sold)

José Ribeiro Castro (1º cabo)

José Ribeiros Vaz (fur)

José Rodrigues Ferreira (sold)

José Rodrigues Gomes (1º cabo)

José Rodrigues Palma (cap)

José Rosende Oliveira (sold)

José Santos Costa (1º cabo)

José Santos Couto (alf)

José Santos Nogueira (sold)

José Santos Reis (1º grt)

José Serpa Rosa (1º grt)

José Sousa Ferreira (1º cabo)

José Sousa Moreira (1º cabo)

José Sousa Ribeiro (sold)

José Teixeira Moniz (1º cabo)

José Trindade Anica (sold)

José Ventura Rodrigues (alf)

José Vicente Nobre (fur)

José Viveiros Fernandes (sold)

Julião Albano Cabral (1º cabo)

Júlio Azevedo Teixeira (sold)

Júlio Ernesto Mapana (sold)

Júlio João Schreiber (sold)

Júlio Macuacua (sold)

Júlio Ribeiro Oliveira (sold)

Júlio Simões Neto (fur)

Justino Vilaça Quesada (sold)

Juvali Iala (sold)

Laurindo Alves Osório (1º cabo)

Leandro Gonçalves Morais (sold)

Leonardo Cunha Ribeiro (sold)

Leonardo Silva Teixeira (sold)

Leonel Gomes Conceição (sold)

Libânio Mota (sold)

Lindo Cabaço Mundai (sold)

Lino Mira Coelho (sold)

Lopes Afonso (sold)

Lote Reis Cacunda (1º cabo)

Lourenço Pedro Dias (sold)

Lourenço Seventine (sold)

Lucas Chiló (sold)

Lucas Tomo Tombe (sold)

Luciano Vicente (sold)

Ludjero Carapito Gomes (sold)

Luís Abreu Silva (sold)

Luís Belles Aleixo (alf)

Luís Coelho Casquilho (maj)

Luís Costa Simões (1º cabo)

Luís Coutinho Júnior (sold)

Luís D'Orey Roquette (1º cabo)

Luís Esteves (sold)

Luís Farias Reis (1º cabo)

Luís Ferreira Melo (sold)

Luís Franco Lourenço (sold)

Luís Gonçalves Fernandes (sold)

Luís Navalha (sold)

Luís Reis Villar (cap)

Luís Rodrigues Ornelas (sold)

Luís Santos Marques (sold)

Luís Sebastião (sold)

Luís Silva Sá (alf)

Luís Sottomayor Negrão (1º cabo)

Manuel Acácio Cunha (fur)

Manuel Aires Silva (1º cabo)

Manuel Almeida Matos (sold)

Manuel Alves Pereira (sold)

Manuel António Francisco (1º cabo)

Manuel Antunes Pimenta (sold)

Manuel Bambo Nhareluga (sold)

Manuel Bastos Vieira (2º sar)

Manuel Benvides Rosinha (sold)

Manuel Brás (sold)

Manuel Caeiro Martins (fur)

Manuel Cardoso Lopo (1º cabo)

Manuel Cavaleiro Farias (fur)

Manuel Clemente Camacho (sold)

Manuel Conceição Gomes (sold)

Manuel Conceição Gonçalves (sold)

Manuel Correia Oliveira (fur)

Manuel Costa (sold)

Manuel Costa Bandeira (alf)

Manuel Costa Ferreira (sold)

Manuel Costa Pessoa (1º cabo)

Manuel Cubomba (sold)

Manuel David Silva (1º cabo)

Manuel Encarnação Costa (alf)

Manuel Estevão (sold)

Manuel Fernandes (sold)

Manuel Fernandes Custódio (1º cabo)

Manuel Fernando Monteiro (sold)

Manuel Ferreira Antunes (1º cabo)

Manuel Ferreira Bidarra (1º cabo)

Manuel Ferreira Pragana (sold)

Manuel Fonseca Correia (sold)

Manuel Fragoso Carmona (1º cabo)

Manuel Garrido Relvas (sold)

Manuel Gomes Pito (sold)

Manuel Gomes Silva (1º cabo)

Manuel Gomes Torres (sold)

Manuel Gonçalves Rego (1º cabo)

Manuel Gouveia (sold)

Manuel Guerreiro Luz (1º cabo)

Manuel Ivan Cabral (fur)

Manuel Jesus Tito (1º cabo)

Manuel João Alves (1º cabo)

Manuel João Pires (sold)

Manuel José Santos (sold)

Manuel Justino Luís (1º cabo)

Manuel Lima Gomes (sold)

Manuel Lopes Lourenço (fur)

Manuel Lucas Salvador (1º cabo)

Manuel Macedo Bazulo (sold)

Manuel Maria Rosário (sold)

Manuel Marques Valente (1º cabo)

Manuel Mateus (sold)

Manuel Medeiros Gaidola (sold)

Manuel Moreira Alves (sold)

Manuel Nunes Caetano (alf)

Manuel Oliveira Claro (sold)

Manuel Oliveira Ferreira (sold)

Manuel Oliveira Fontes (sold)

Manuel Palma Frederico (1º cabo)

Manuel Pereira Antunes (sold)

Manuel Pereira Carvalho (sold)

Manuel Pereira Gomes (sold)

Manuel Pinheiro Marques (sold)

Manuel Pinto Cardoso (sold)

Manuel Ramos Pais (fur)

Manuel Rocha Lopes (1º cabo)

Manuel Rodrigues Sampaio (fur)

Manuel Rosário Mendes (1º cabo)

Manuel Rosário Rosa (1º cabo)

Manuel Sampaio Basto (sold)

Manuel Santo Júnior (sold)

Manuel Santos (1º cabo)

Manuel Santos Oliveira (sold)

Manuel Silva Monteiro (sold)

Manuel Silva Oliveira (mar)

Manuel Silveira Fonseca (fur)

Manuel Soares Campos (1º cabo)

Manuel Soares Paulo (sold)

Manuel Sousa Loureiro (1º cabo)

Manuel Teixeira Sousa (1º cabo)

Manuel Velez Batista (sold)

Marcelino José Txauaiele (sold)

Marcolino Catita Rosalino (sold)

Mariano Opa (sold)

Mário Antunes Nunes (sold)

Mário Costa Neves (1º cabo)

Mário Gomes (sold)

Mário Jaime Santos (1º cabo)

Mário Maciel Rocha (sold)

Mário Moreira Fernandes (sold)

Mário Pereira Pimentel (sold)

Mário Reinaldo Bráz (1º grt)

Mário Silva Melo (sold)

Mário Silva Pereira (sold)

Mário Viveiros Andrade (sold)

Mateus Buleza (sold)

Mateus Felizberto (sold)

Matias Boneco Gonçalves (sold)

Meraji Achíno Meraji (sold)

Miguel Gonçalves Gomes (sold)

Miguel Nunes Quinta (fur)

Manuel Pereira Fonseca (sold)

Murengua Guata António (sold)

Namapa Ussene (sold)

Napalane Jive Alberto (sold)

Natcha Quefique (sold)

Nicolau Tomás Cabral (sold)

Norberto Reis Neves (fur)

Oliveira Celestino (sold)

Olívio Esteves Gaspar (sold)

Onhe Cá (sold)

Paixão Ebo Paixão (sold)

Paulino Cajungoque (sold)

Pedro Benjamim (sold)

Pedro Lopes Lucas (1º cabo)

Pedro Muendo (sold)

Pires Massaca (sold)

Pompílio Santos Graça (sold)

Possidónio Borrego Gandum (1º cabo)

Pugna Nhaga (sold)

Quisito Pinto Tole (sold)

Rafael Manuel Vaz (sold)

Rafael Muando (1º cabo)

Raimundo Figueiredo (sold)

Raimundo Teixeira Catarino (sold)

Ramiro Piedade Santo (sold)

Raúl Fernando Correia (sold)

Raúl Jesus Pereira (sold)

Raúl Passos Ramos (maj)

Raúl Peleças Sereno (alf)

Raúl Pinto Pires (sold)

Raúl Silva Carvalho (alf)

Renato Moreira Rodrigues (fur)

Ricardo Costa (sold)

Ricardo Gonçalves Pereira (sold)

Roberto Lourenço Banze (sold)

Roderico Francisco Piegas (2º sar)

Rodolfo Páscoa Santos (sold)

Rogério Moura Magalhães (sold)

Romão Alfinete (1º cabo)

Rufino Correia Oliveira (sold)

Rui Cardoso Cunha (fur)

Rui Faria Pimentel (fur)

Rui Martins (gua 2ª)

Rui Ricardo Chagas (sold)

Saide Momade Pintua (sold)

Saliu Baldé (2º grt)

Salomão Mazezulane Monjane (sold)

Salvador Gonçalves Alves (sold)

Salvador Vaz (sold)

Samuel Dabó (sold)

Samuel Fernandes Matos (sold)

Sebastião Valentim Madovo (1º cabo)

Serafim Lopes Rego (1º cabo)

Sérgio Alone (1º cabo)

Sérgio Manuel Camacho (1º cabo)

Sérgio Pereira Pego (fur)

Serifo Djaló (sold)

Silo Indjai (sold)

Silvestre Costa Silva (1º cabo)

Sima Buaigu (sold)

Tambe Nimba (sold)

Tangina Mute (sold)

Tomás Silva Rodrigues (sold)

Uam Sambo (sold)

Ulisses Pereira Correia (mar)

Valente Mabasso (sold)

Valentim Silva Freitas (1º cabo)

Victor Alves Torres (1º cabo)

Victor Cruz Meneses (fur)

Victor Matos Alves (sold)

Victor Mendes Santos (sold)

Victor Vieira Silva (sold)

Viegas Afonso Macunguele (sold)

Vitalino Silva Gomes (sold)

Vitorino Vieira Pinto (sold)

Wiliamo Bestala (sold)

Wilson Ferreira Câmara (sold)

1971

Abdul Abdul Gani (sold)

Abdulai Jaló (sold)

Abel Fernandes Dias (sold)

Abel Xavier Silva (1º cabo)

Abílio Ribeiro (1º cabo)

Acácio Carriça Pedrosa (1º cabo)

Adamo Momade Hassamo (sold)

Adelino Conceição Baptista (sold)

Adelino Gomes Amaro (sold)

Adelino Pires Oliveira (sold)

Adid Jop (sold)

Adolfo Lopes Silva (1º cabo)

Adolfo Muivdi (sold)

Adriano Saraiva Madureira (fur)
João Vaz


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » segunda 11 jun, 2007 3:42 pm

2007-06-11 - 00:00:00

Memórias da Guerra (1961-1974)
Experiências traumatizantes vividas em África

Armando da Anunciação Coutinho, mais conhecido por ‘Penálti’, nunca mais esquece o dia 31 de Agosto de 1964. Soldado da 1.ª Companhia de Comandos Fantasmas, ‘Penálti’ integrou, nesse dia, uma operação de salvamento de seis camaradas em Xitole, no Norte da Guiné, uma das zonas de guerra mais intensas naquela ex-colónia. Do grupo de seis militares em risco, quatro morreram. E ele viveu uma experiência rara: “Fui dado como morto, levaram-me para a morgue e depois recuperei.” Em Lisboa, a família, confrontada com a morte do filho, fez-lhe o funeral. E, quando o combatente regressou para ser tratado no Hospital Militar, ninguém acreditava que Armando Coutinho estivesse vivo.

De boina vermelha na cabeça, camuflado verde, botas adequadas aos palcos de guerra, olhar vivo e corpo direito, Armando Coutinho é ainda hoje, aos 66 anos de idade, um digno representante do clássico espírito de camaradagem dos antigos combatentes. Ontem, na cerimónia de comemoração do 10 de Junho no Monumento dos Antigos Combatentes do Ultramar, em Lisboa, o ‘Penálti’ recebia cumprimentos de um lado e do outro de ex-companheiros de armas. E ele próprio não escondia o orgulho na sua experiência ao serviço da Pátria: “Estive em combate em 1963, 64, 65 e 66 em Angola e em 63 e 64 na Guiné.”

Por isso, ‘Penálti’, assim conhecido por ter sido “o guarda-redes menos batido em penáltis nos juniores do Sporting [Clube de Portugal] e depois no Sporting da Covilhã, tem ainda bem presente o acontecimento mais marcante da sua vida: “O que mais me marcou foi o dia da minha morte. Fui dado como morto a 31 de Agosto de 1964. Estava no Norte da Guiné, numa operação de salvamento de seis camaradas em risco de vida.”

Quase 50 anos depois deste dia quase fatídico, Armando Coutinho ainda é capaz de evocar detalhes: “Houve uma morteirada, morreram logo dois camaradas e eu fui ferido na cabeça e em várias partes do corpo. Levaram-me para a morgue como morto”. Os jornais noticiaram o seu óbito e as próprias Forças Armadas registaram a “morte do soldado n.º 3225163, Armando da Anunciação Coutinho”.

Quando foi ferido em combate, o ‘Penálti’ entrou em coma, estado de inconsciência de que viria a recuperar já na morgue. E só mais tarde, quando já recuperava na enfermaria das operações cirúrgicas à cabeça, braço e perna, ficou a conhecer a sua história recente: “Estava eu na enfermaria, pouco falava porque tinha tirado uma bala da garganta, entrou um 1.º sargento enfermeiro a perguntar quem era o Mamude Baldea. Eu disse que não havia mais ninguém na enfermaria e o sargento perguntou-me ‘Como é que você se chama?”

Quando ouviu o nome António Coutinho, a resposta do enfermeiro deixou o ‘Penálti’ gelado: “Eh pá... Você está morto”. Com a descoberta de que, afinal, Armando Coutinho estava vivo, as Forças Armadas decidiram mandá-lo de volta a Portugal. E recorda o ‘Penálti’: “A minha família já tinha feito o funeral e o Kaulza de Arriaga mandou-me para cá para verem que eu estava vivo.”

Com o regresso a Lisboa, onde seria internado no Hospital Militar, a experiência de António Coutinho não deixou de causar surpresas. “Foi um problema grande: na Rua Maria Pia, onde eu nasci, ninguém acreditava que eu estivesse vivo. As pessoas fugiam de mim.” A própria família tinha dúvidas: “Quando eu cheguei, foram visitar-me ao Hospital e não acreditavam que eu estivesse vivo.”

Em 1965, o Governo reconhecia a valentia do ex-combatente: Salazar condecorava Armando Coutinho com duas medalhas da Cruz de Guerra.

UM REPÓRTER COM MEMÓRIAS DOS MASSACRES EM ANGOLA

Manuel Graça foi o primeiro repórter a acompanhar os militares portugueses na guerra colonial no Norte de Angola. Aos 71 anos de idade, o antigo fotógrafo do jornal ‘Província de Angola’ ainda tem a memória fresca: “O maior massacre que eu vi de negros foi na Fazenda Tabi, no Norte de Angola. Encontrámos lá 110 negros mortos [bailundos, que trabalhavam para os colonos] e dois europeus. Os brancos estavam esquartejados e os negros tinham a cabeça cortada. Foi a UPA [União dos Povos de Angola] que fez isso.”

Manuel Graça partiu de Luanda para o Norte de Angola a 15 de Abril de 1961, um mês depois de a UPA ter desencadeado a luta armada no Uíge. Integrado numa coluna de camiões com mantimentos para as fazendas, Manuel Graça não esquece esse dia: “Encontrámos muitos obstáculos pelo caminho, camionetas abandonadas e corpos carbonizados. Tinha, na altura, 20 anos.

Entre 1961 e 1965, o fotógrafo do jornal ‘Província de Angola’ acompanhou sempre os militares portugueses. E tem presente o ambiente da época: “Os primeiros meses foram horríveis. Muita população foi massacrada. Assisti a muitos horrores, com soldados mortos à minha frente, corpos cortados.”

Por saber o que “os soldados portugueses sofreram nas matas de Angola”, Manuel Graça aproveita as comemorações do 10 de Junho para expor as suas reportagens junto ao monumento dos Antigos Combatentes. Ontem, lá estava mais uma vez.

MISSA ATRAI TURISTAS CURIOSOS

O Mosteiro dos Jerónimos foi mais uma vez palco da missa realizada para comemorar o Dia de Portugal e prestar homenagem a todos os que morreram em defesa da Pátria em qualquer época ou ponto do Globo. E mais uma vez a sala estava cheia de ex-combatentes e dos seus familiares, militares no activo e curiosos. Com a cidade concentrada de turistas estrangeiros, a chuva, que marcou uma boa parte da manhã de ontem em Lisboa, acabou por funcionar como um motivo acrescido de curiosidade para o turismo. Ao fundo da sala, eram visíveis inúmeros turistas curiosos.

LEITURA SILENCIOSA E ANÓNIMA

Mais de 30 anos depois do fim da Guerra do Ultramar, a simples leitura dos nomes dos militares mortos em combate ainda é motivo de reserva para pessoas que, directa ou indirectamente, convivem, ou conviveram, com familiares envolvidos num dos períodos de maior angústia da História recente de Portugal. Ontem, mal acabaram as cerimónias de comemoração do Dia de Portugal, inúmeros ex-combatentes e familiares dirigiram-se às lápides onde estão inscritos os nomes de mais de 9000 militares mortos na Guerra Colonial em Angola, Moçambique e Guiné. As lápides foram inauguradas em 5 de Fevereiro de 2000.

BOINAS E CAMISOLAS À VENDA

Os encontros de antigos combatentes são também motivo para fazer negócio. Ontem, nas proximidades do Monumento aos Combatentes do Ultramar, várias tendas e bancas exibiam inúmeros artigos para venda: boinas das tropas especiais, como os comandos e os pára-quedistas, livros sobre a Guerra Colonial, fotografias da época, tudo servia para despertar a saudade aos ex-combatentes. E os potenciais clientes não se faziam rogados. Muitos antigos combatentes, ou os seus filhos, aproveitavam para adquirir esses símbolos de um passado recente que deixou traumas a muitos portugueses.

NOTAS

REIVINDICAÇÕES

O presidente da Associação Portuguesa dos Veteranos de Guerra (APVG) acusou ontem o poder político de ter “esquecido os antigos combatentes entre 1974 e 2007”. Augusto Freitas deixou claro que “nós não queremos esmolas”, como o complemento anual de 150 euros, mas que o “tempo de serviço militar conte para a reforma” e isenção nas taxas moderadoras da Saúde.

GOVERNO ESTUDA

O secretário de Estado da Defesa afirmou ontem que o Governo está a trabalhar com vista a regulamentar a lei que consagra a atribuição do suplemento anual de reforma e a contagem do tempo do serviço militar no Ultramar aos ex-combatentes. João Mira Gomes frisou que o Executivo está em contacto com associações e os partidos políticos para tratar do assunto.

SAÚDE MAIS CÉLERE

O Ministério da Defesa está a renegociar com as associações de ex- -combatentes os protocolos de apoio ao stress pós-traumático de guerra. Com os novos protocolos, as associações poderão apoiar com mais eficiência os ex-combatentes com esta doença, dado que podem preencher o chamado modelo 2, se o Serviço Nacional de Saúde não tratar deste assunto em 60 dias.

APOIOS FINANCEIROS

A transferência de funções para as associações de ex-combatentes, como é o caso do preenchimento do modelo 2, vai implicar, segundo as próprias, o aumento dos apoios financeiros por parte do Ministério da Defesa. Através dos anteriores protocolos, celebrados em 2002, cada associação recebia um apoio anual de 125 mil euros, para prestar assistência na Saúde.

EMIGRANTES

O secretário de Estado das Comunidades, António Braga, disse ontem que o tempo de serviço militar dos ex-combatentes emigrados pode vir a ser contabilizado pela segurança social do país onde residem, mas que não irá permitir uma reforma em Portugal. A solução foi apresentada por António Braga aos representantes das comissões de ex-militares do Luxemburgo.

FUTURO NA LUSOFONIA

Hernâni Lopes disse ontem a centenas de ex-combatentes que “o vosso esforço [na Guerra Colonial] não foi perdido, nem inútil, nem vazio”. Para este especialista em estratégia, que não foi combatente mas que trabalha no terreno há duas décadas sobre questões africanas, o futuro do País “está na capacidade” de Portugal se articular com a Europa, África e Brasil.

MILITARES MORTOS EM ÁFRICA (1961-1974)

1971

Afonso Manuel Paulo (1º cabo)

Afonso Ricardo Mulevetaca (sold)

Agostinho José Silva (sold)

Agostinho Lopes Miranda (sold)

Agostinho Ribeiro Guimarães (alf)

Agostinho Sousa Silva (1º cabo)

Aguiar Santos (sold)

Alane Massimbo (sold)

Alberto António Azevedo (sold)

Alberto Chaibo (sold)

Alberto Cruz Gomes (sold)

Alberto Fonseca Araújo (sold)

Alberto José Fernandes (sold)

Alberto Lopes Cardoso (fur)

Alberto Mateus (sold)

Alberto Muhirupe (sold)

Alberto Sá Couto (sold)

Alberto Silva Teixeira (sold)

Albino Dias Sousa (sold)

Albino Fernandes Soares (sold)

Albino Maia Jesus (1º cabo)

Albino Zacarias Baloi (sold)

Alcides Silva Esteves (sold)

Alcino Silva Santos (2º sar)

Alexandre João Simira (sold)

Alfa Baldé (sold)

Alfiado Chipenite Chivite (sold)

Alfredo Jacinto Salvador (sold)

Alfredo Laissone (sold)

Alfredo Lopes (fur)

Alfredo Nascimento Novais (sold)

Alfredo Oliveira Marques (sold)

Alfredo Pinto Costa (1º cabo)

Alfredo Tomás Laranjinha (1º cabo)

Ali Nhassela (sold)

Aliu Jaquite (sold)

Almorindo Catita Santos (sold)

Altino Pereira Sequeira (1º cabo)

Álvaro Alves Almeida (sold)

Álvaro Coelho Pinto (sold)

Álvaro Dias Costa (sold)

Álvaro José Sintra (1º sar)

Álvaro Luz Rodrigues (1º cabo)

Amadeu Martins Melo (1º cabo)

Amadeu Serralva Ferreira (sold)

Amadú Seidi (sold)

Amândio Riqueza Antunes (sold)

Amaral José Amade (sold)

Américo Ângelo Duarte (sold)

Américo Barbosa Pereira (1º cabo)

Amílcar Augusto Ferreira (1º cabo)

Amílcar Pompílio Margarido (tcor)

André (sold)

Ângelo Ribeiro Sousa (sold)

Aníbal Afonso Ascenção (sold)

Aníbal Ferreira Figueiredo (sold)

Aníbal Joaquim Vaz (sold)

Aníbal Santos Ferreira (sold)

António Açarias Cacito (sold)

António Aguido Metuma (sold)

António Alberto Lopes (fur)

António Alberto Mole (sold)

António Alberto Rocha (sold)

António Alfredo (1º cabo)

António Alves Ferreira (fur)

António Anciães Diogo (sold)

António Augusto Silva (sold)

António Bedeta (sold)

António Belinho Silva (sold)

António Brito Tibúrcio (mar)

António Caldeira Boné (1º sar)

António Capela Barroso (1º cabo)

António Conceição Silva (sold)

António Correia Carinhas (sold)

António Costa Silva (sold)

António Cristiano Chiodukutu (sold)

António Cunha Franco (fur)

António Dias Cavaco (1º grt)

António Dias Cunha (sold)

António Diogo Guerreiro (sold)

António Fernando (sold)

António Ferraz Batoque (sold)

António Ferreira (sold)

António Ferreira Castelo (sold)

António Ferreira Dias (sold)

António Ferreira Santos (1º cabo)

António Figueiredo Gomes (alf)

António Fonseca Frade (sold)

António Fonseca Marques (1º cabo)

António Francisco Gil (1º grt)

António Freitas Basílio (1º cabo)

António Frias (cabo)

António Gomes Jesus (sold)

António Gomes Reis (ten)

António Gomes Rodrigues (sold)

António Horácio Massinga (sold)

António Janeiro Madeira (cap)

António Jesus Filipe (1º cabo)

António Jesus Lopes (sold)

António Jesus Nicolau (sold)

António João Bernardino (sold)

António Joaquim Marques (1º grt)

António José Lourenço (1º cabo)

António José Notiço (1º cabo)

António Lapuia (sold)

António Lavado Pinto (sold)

António Lopes Marques (sold)

António Lopes Soeiro (fur)

António Magalhães Sousa (sold)

António Manja Gomes (sold)

António Maria Guilherme (sold)

António Maria Silva (sold)

António Martins Garrudo (sold)

António Martins Sousa (1º cabo)

António Matias Araújo (sold)

António Mendes Lopes (sold)

António Miguel (sold)

António Miranda (sold)

António Moreira Barros (sold)

António Morgado Barbosa (sold)

António Mourão Lamez (sold)

António Mourão Martins (1º cabo)

António Nassone Bauque (sold)

António Oliveira Félix (1º cabo)

António Pires Gomes (1º cabo)

António Reis Pereira (sold)

António Ribeiro Arthur (fur)

António Ribeiro Pimenta (1º cabo)

António Saido Baldé (sold)

António Saldanha Marreca (fur)

António Saraiva Peixe (fur)

António Silva Alves (sold)

António Silva Cunha (sold)

António Silva Fernandes (1º cabo)

António Silva Gomes (fur)

António Simas Dutra (sold)

António Soares Faria (cabo)

António Soares Silva (sold)

António Sozinho (sold)

António Teixeira Lopes (1º cabo)

António Vale Eiras (1º cabo)

António Vasconcelos Guimarães (sold)

António Ventura Pedro (sold)

Arlindo Baptista Loureiro (1º cabo)

Arlindo Matias Felisberto (sold)

Armandino José Bernardo (sold)

Armando Belo Pires (sold)

Armando Fernando Ligoínha (sold)

Armando José Tavares (1º cabo)

Armando Lopes Araújo (1º cabo)

Armando Mape (sold)

Armando Ngulho Manungo (sold)

Armando Nogueira (1º cabo)

Armando Simões Melo (1º cabo)

Armando Techuda (2º grt)

Arménio Gonçalves Cabete (sold)

Armindo Lourenço Nunes (sold)

Armindo Matos André (fur)

Armindo Silva Pereira (sold)

Arnaldo Fernandes (1º grt)

Arone Telegrade Ubisse (sold)

Artur Malcata Matos (sold)

Assana Jaló (sold)

Atimo Seda (sold)

Augusto Abdilal (sold)

Augusto Aguido Metuma (sold)

Augusto Alvassone Gumende (1º cabo)

Augusto Capelos Zeferino (1º cabo)

Augusto Cruz Fernandes (sold)

Augusto Lourenço Alves (1º cabo)

Augusto Rajabalo Hassana (sold)

Augusto Torres Costa (sold)

Aurélio Lucas Manjate (1º cabo)

Avelino Costa Gomes (sold)

Avelino Gomes Tavares (sold)

Bacar Coiate (sold)

Bafa Injai (2º grt)

Baptista Anastácio Pinto (fur)

Barros Ernesto (sold)

Benedito Almeida Sumaela (sold)

Benjamim Almeida (sold)

Benjamim Quessongo (1º cabo)

Bento Frasco Pinheiro (sold)

Bento Madeira Mutote (sold)

Bernardino Costa Cruz (sold)

Bernardino Rodrigues Vale (fur)

Bernardo António (sold)

Bernardo Sainda (sold)

Breno Botelho Vasconcelos (alf)

Bucar Baldé (1º cabo)

Caetano Diamantino Impatua (sold)

Caetano Sambu (2º grt)

Camilo Mendes Aly (sold)

Cândido Dias Vitorino (sold)

Canzo Azevedo Diogo (sold)

Carlos Alberto Amorim (fur)

Carlos Aliu Mané (sold)

Carlos António (sold)

Carlos Carvalho Alfândega (sold)

Carlos Carvalho Fraga (sold)

Carlos Cossa (sold)

Carlos Cunha Pina (sold)

Carlos Dilemele (sold)

Carlos Ferreira Antunes (1º cabo)

Carlos Ferreira Martins (sold)

Carlos Isidro Santos (fur)

Carlos Lima Brito (fur)

Carlos Monteiro Reveles (fur)

Carlos Murta Anjos (1º cabo)

Carlos Pinto Ribeiro (sold)

Carlos Quaresma Marques (1º cabo)

Carlos Queirós Mesquita (fur)

Carlos Santos Silva (cap)

Carlos Sousa (sold)

Carlos Teixeira Borba (sold)

Casimiro Caetano Gambóias (sold)

Casimiro Tavares Coelho (1º sar)

Celestino (sold)

Celestino Conceição (2º sar)

Celestino Jesus Ribeiro (sold)

Celso Vasconcelos Ferreira (sold)

César Vieira Andrade (sold)

Chafim Assara (sold)

Chale Torcida (sold)

Cherno Sirá Sanhá (sold)

Cheval Baldé (sold)

Chico Vasco (sold)

Chinhama Filimone (sold)

Cipriano Chilima (sold)

Cipriano Santos Esteves (mar)

Constantino Dias Santos (fur)

Constantino Silva Salgado (sold)

Corrinto Jorge (sold)

Cristovão Aldinha Tecedeiro (sold)

Daniel Biano (1º cabo)

Daniel Farinha Santos (1º cabo)

Daniel Lopes Sambú (sold)

Daniel Machico (sold)

Daniel Mendes Rodrigues (sold)

Daniel Mussa Naicale (sold)

Delfim Gabriel Valentim (sold)

Demba Dembo (sold)

Dembaró Baldé (sold)

Diamantino Carreira (sold)

Diamantino Conceição Cunha (sold)

Diamantino Sousa (1º cabo)

Dinis Pimentel Carvalho (sold)

Dionísio Santos Leirião (sold)

Domingos António (sold)

Domingos Bartolomeu Sebastião (sold)

Domingos Chicolomucunho (sold)

Domingos Correia (sold)

Domingos Dias Pacheco (sold)

Domingos Ferreira Castro (sold)

Domingos Ferreira Sousa (sold)

Domingos Garrido Silva (1º cabo)

Domingos Lopes Pires (sold)

Domingos Mota Oliveira (sold)

Domingos Paulino (sold)

Domingos Rota Chombe (sold)

Eduardo Caldeira Gouveia (sold)

Eduardo Cardeiro Saraiva (maj)

Eduardo Carvalho Gregório (1º cabo)

Eduardo Costa Cunha (1º cabo)

Eduardo Cuhanga (sold)

Eduardo Francisco Santos (sold)

Eduardo Guerreiro Cavaco (1º cabo)

Eduardo Jorge Moura (sold)

Eduardo José (1º cabo)

Eduardo Melgueira Batista (1º cabo)

Eduardo Ramos Inácio (sold)

Eduardo Silva Dias (sold)

Elias Marcolino (sold)

Elias Serrote (sold)

Ernesto Costa Casaca (sold)

Ernesto Enoque Cândido (sold)

Ernesto Rosa Jesus (1º cabo)

Essuete Lenço (sold)

Eugénio Eduardo Agostinho (sold)

Eugénio Sequeira Gomes (1º cabo)

Evangelino Pereira Cunha (sold)

Evaristo Santos Teixeira (sold)

Fadil Aiuba (sold)

Fausto Almeida Tavares (1º cabo)

Feidão Botelho Vasconcelos (sold)

Feliciano Cardoso Teixeira (1º grt)

Feliciano Nuno Bastiano (fur)

Feliciano Soares Gama (sold)

Felisberto António Chamamute (sold)

Felisberto Maiela (1º cabo)

Fernando Alves Couto (sold)

Fernando Assunção Silva (cap)

Fernando Cipriano (sold)

Fernando Conceição Nunes (1º cabo)

Fernando Conceição Ribeiro (sold)

Fernando Constantino Fragata (sold)

Fernando Costa Silva (1º cabo)

Fernando Dias Pereira (sold)

Fernando Fonseca (tcor)

Fernando Gião Freitas (sold)

Fernando Gonçalves Alves (sold)

Fernando Gouveia Dias (1º cabo)

Fernando Jorge Gonçalves (sold)

Fernando José Monteiro (sold)

Fernando Lhate (sold)

Fernando Lobo Costa (maj)

Fernando Matos Oliveira (1º cabo)

Fernando Mendes Cachofarro (sold)

Fernando Moreira (sold)

Fernando Mota Magalhães (sold)

Fernando Pestana (sold)

Fernando Pinto Beirão (sold)

Fernando Pires Martins (1º cabo)

Fernando Sadjo Seidi (sold)

Fernando Sanhatonze (sold)

Fernando Silva Carvalho (mar)

Fernando Silva Moreira (sold)

Fernando Sousa Gonçalves (sold)

Fernando Vasco Menoita (1º cabo)

Filipe Daimone (1º cabo)

Florindo Soquete (sold)

Francisco Amaral Videira (sold)

Francisco António Pires (sold)

Francisco António Pizeiro (1º cabo)

Francisco Bernardes Correia (fur)

Francisco Candeias Raposo (sold)

Francisco Carlos Ginama (sold)

Francisco Celestino (sold)

Francisco Cid Anastácio (1º cabo)

Francisco Conceição Nunes (2º sar)

Francisco Cortês Baptista (1º cabo)

Francisco Dias Neto (sold)

Francisco Eduardo Rosa (sold)

Francisco Egas Henrique (sold)

Francisco Galrito Coelho (alf)

Francisco Góis Ribeiro (cabo)

Francisco Gomes Lopes (1º sar)

Francisco Gonçalves Barbosa (alf)

Francisco Joaquim (sold)

Francisco Macandja (1º cabo)

Francisco Macoo (sold)

Francisco Marcelino Machado (1º cabo)

Francisco Mendes Sordo (1º sar)

Francisco Moreira Cunha (sold)

Francisco Nogueira Matos (cabo)

Francisco Oliveira Ferreira (sold)

Francisco Patrocínio Guerreiro (sold)

Francisco Pereira Sousa (sold)

Francisco Reis (sold)

Francisco Silva Mesquita (sold)

Francisco Silva Nicolau (sold)

Francisco Silva Oliveira (fur)

Francisco Silva Oliveira (sold)

Francisco Silva Pereira (sold)

Francisco Silvestre Fernandes (sold)

Francisco Simão Barata (sold)

Francisco Teixeira Félix (1º cabo)

Francisco Toste Lima (sold)

Francisco Verga Santos (sold)

Francisco Xavier Januário (sold)

Frederico Fonseca Pinto (sold)

Gabriel Sumana (sold)

Gervásio Bernardo (sold)

Gil Figueiredo Sá (sold)

Gonçalves Marizane (sold)

Graciano Balula Marques (sold)

Gregório Gomes Pereira (fur)

Hélder Bento Alexandre (fur)

Hermenegildo Santos Círiaco (sold)

Hilário Camacua (sold)

Horácio Pereira Gomes (1º cabo)

Humberto Braga Simões (alf)

Humberto Ragide (sold)

Iamedi Intehami (sold)

Idalécio José Sebastião (sold)

Idalino Ribeiro Carneiro (sold)

Ilídio Dias Póvoas (fur)

Ilménio Dias Santos (1º cabo)

Inácio Correia Silva (sold)

Intchala Buntche (sold)

Irá Jaime Jone (1º cabo)

Ismael Augusto Fernandes (1º cabo)

Jango Candé (sold)

Jeremias Arnaldo Matsinhe (sold)

Jerónimo Cambumba (sold)

João Amisse Atumane (sold)

João António (sold)

João António Machado (1º grt)

João Bacar Jaló (cap)

João Baptista Muatala (sold)

João Baptista Simões (sold)

João Borrego Saragoça (1º cabo)

João Botelho Lima (sold)

João Brasil Oliveira (sold)

João Castro Pinto (1º cabo)

João Coelho Santos (sold)

João Cruz Rosendo (sold)

João Divalassone (sold)

João Encarnação Góis (sold)

João Faria Silva (sold)

João Fátima Novais (sold)

João Gabriel Costa (sold)

João Gomes Caires (sold)

João Gomes Júnior (1º cabo)

João Gonçalves Pinto (fur)

João Henriques Antunes (1º cabo)

João Lopes Vilela (sold)

João Marques Eira (sold)

João Marques Mata (alf)

João Medeiros Paiva (sold)

João Mendes Alho (fur)

João Mendes Ribeiro (alf)

João Mira Rebocho (sold)

João Nóbrega Baptista (1º cabo)

João Oliveira Pedro (sold)

João Pacheco Amaral (1º sar)

João Peixoto Araújo (sold)

João Pereira Rodrigues (sold)

João Pinela Raposo (sold)

João Ramos Encarnação (sold)

João Ribeiro Martins (sold)

João Serpa Soares (alf)

João Silva Mimoso (sold)

João Vieira Caetano (sold)

Joaquim Almeida Lopes (sold)

Joaquim Amadeu Ferreira (sold)

Joaquim Barbosa Sousa (sold)

Joaquim Cabaço Lucas (1º cabo)

Joaquim Capitão Ferrão (sold)

Joaquim Carregueira Correia (1º cabo)

Joaquim Carvalho Fontelas (sold)

Joaquim Diogo Ferreira (alf)

Joaquim Domingues Nunes (cabo)

Joaquim Fernandes Pataca (sold)

Joaquim Fernando Faria (fur)

Joaquim Ferreira Costa (sold)

Joaquim Ferreira Martins (sold)

Joaquim Fiúza Rocha (1º cabo)

Joaquim Grácio Rio (sold)

Joaquim Jesus Vieira (sold)

Joaquim José Lucas (sold)

Joaquim Lemos Almeida (sold)

Joaquim Marques Neves (sold)

Joaquim Monteiro Resende (1º cabo)

Joaquim Nunes Duarte (sold)

Joaquim Pais Tanganho (1º cabo)

Joaquim Rodrigues Peixoto (sold)

Joaquim Soares Rodrigues (sold)

Joaquim Vasco Silva (sold)

Joaquim Vilaça Silva (sold)

Jobert Gil Caetano (saj)

Jorge Alberto Novele (sold)

Jorge Amaral Malta (cap)

Jorge Calado Monteiro (sold)

Jorge Costa Gomes (sold)

Jorge Encarnação Lourenço (sold)

Jorge Marques Mota (sold)

Jorge Santos (sold)

Jorge Vaz Ribeiro (sold)

José Abreu Costa (sold)

José Adelino Silva (sold)

José Afonso (sold)

José Aires Dias (sold)

José Albuquerque Silva (fur)

José Almeida Vieira (alf)

José Baptista Sevia (sold)

José Barradas Fé (sold)

José Cabral Tavares (fur)

José Carmo Luís (1º cabo)

José Carmo Oliveira (fur)

José Carvalho Jacinto (1º cabo)

José Castro Pinto (sold)

José Correia Costa (sold)

José Costa Pereira (sold)

José Cunha Guimarães (1º cabo)

José Cunha Moreira (1º sar)

José Cunha Pacheco (1º sar)

José Dias Cardoso (1º cabo)

José Dias Sousa (sold)

José Domingos Lemos (fur)

José Duarte Vinagre (sold)

José Encarnação Guerreiro (sold)

José Entradas Cardoso (sold)

José Fernandes Penedos (sold)

José Ferreira (sold)

José Ferreira Pestana (sold)

José Ferreira Silva (1º cabo)

José Figueiredo Neves (1º cabo)

José Fonseca Couto (1º cabo)

José Francisco Marques (sold)

José Francisco Valério (sold)

José Glória Sousa (sold)

José Gomes Gama (1º cabo)

José Gonçalves Santos (sold)

José Gonçalves Teixeira (1º cabo)

José Guedes Monteiro (sold)

José Hans Hutter (sold)

José Jesus Tomé (1º grt)

José Joaquim Caio (sold)

José Joaquim Garcia (1º cabo)

José Leal Goulart (1º cabo)

José Leite Gomes (sold)

José Lopes Coimbra (1º cabo)

José Lopes Serralheiro (sold)

José Lucas Fernandes (1º cabo)

José Luís (sold)

José Luís Bonifácio (sold)

José Luís Maritene (1º cabo)

José Machado Cunha (sold)

José Magalhães Caneca (sold)

José Manuel Gouveia (sold)

José Manuel Palma (sold)

José Maria Fragoso (fur)

José Mário Cecílio (sold)

José Marta Melo (sold)

José Martins Ferreira (sold)

José Martins Ramos (fur)

José Medeiros Machado (sold)

José Mendes Areias (sold)

José Miguel (sold)

José Miranda Esteves (alf)

José Moreira Santos (1º grt)

José Mujavangue Zavala (sold)

José Nascimento Agostinho (sold)

José Nunes Bento (sold)

José Nunes Vieira (sold)

José Pena Manuel (fur)

José Peralta Oliveira (sold)

José Pereira Borges (sold)

José Pereira Monteiro (sold)

José Pereira Pedrosa (1º cabo)

José Pina Justo (sold)

José Pires Alexandre (sold)

José Pires Viegas (sold)

José Raposo Cagarrinho (sold)

José Rodrigues Andrade (fur)

José Rodrigues Freitas (sold)

José Rosa Venâncio (sold)

José Santo Barbosa (sold)

José Santos Arroube (cap)

José Santos Cardoso (1º cabo)

José Santos Gomes (sold)

José Santos Magalhães (sold)

José Santos Pinho (sold)

José Santos Sá (1º cabo)

José Sequeira (sold)

José Silva (sold)

José Silva Costa (1º cabo)

José Silva Oliveira (sold)

José Silva Sintra (1º cabo)

José Simeão (sold)

José Teixeira Silva (sold)

José Vasques Flores (alf)

José Veiga Tavares (sold)

Joviano Conceição Gregório (sold)

Júlio Alvorada Troucha (sold)

Júlio Correia Sequeira (fur)

Júlio Dias Cardoso (sold)

Júlio Ferreira Cardoso (1º cabo)

Júlio Peixoto Lima (sold)

Júlio Veloso Costa (sold)

Justino Dionísio Lopes (sold)

Justino Majaque (sold)

Justino Sousa Costa (1º cabo)

Juvêncio Mário Langa (sold)

Laminé Camrá (sold)

Laurentino Ventura Luís (1º cabo)

Lázaro Pereira Loures (sold)

Leonel Bento Duarte (sold)

Leonel Conceição Barreto (sold)

Leonel Pinto (sold)

Lindolfo Jesus (sold)

Lino Paula Martins (sold)

Luciano Augusto Paula (sold)

Lucílio Mendes Matos (1º cabo)

Luís Jamisse Tivane (sold)

Luís Lemos Ferreira (ten)

Luís Paiva Fernandes (fur)

Luís Vasco Fernandes (sold)

Lusitano Santos Ezequiel (sold)

Malan Baldé (sold)

Malan Quebe (sold)

Mamadu Camará (sold)

Mamadu Jaló (sold)

Manuel Alves Candeias (1º grt)

Manuel Alves Carneiro (sold)

Manuel Andrade (sold)

Manuel Antunes Silva (fur)

Manuel Brás Ferreira (sold)

Manuel Campos Cardoso (1º cabo)

Manuel Cândido Mira (sold)

Manuel Conceição Pestana (sold)

Manuel Conceição Rodrigues (sold)

Manuel Correia Elias (sold)

Manuel Correia Gouveia (1º cabo)

Manuel Costa Soares (sold)

Manuel Cotrim Nunes (1º cabo)

Manuel Fernandes Marques (1º cabo)

Manuel Fernando Moutinho (sold)

Manuel Freitas Rodrigues (sold)

Manuel Gago Nora (fur)

Manuel Galvão Eira (sold)

Manuel Gomes Eirado (sold)

Manuel Gomes Pereira (sold)

Manuel Gomes Santos (1º cabo)

Manuel Gonçalves Cunha (sold)

Manuel Gonçalves Lambaz (sold)

Manuel Gonçalves Martins (sold)

Manuel Guedes Cardoso (sold)

Manuel Horta Correia (fur)

Manuel Horta Morais (1º cabo)

Manuel Inácio Pinto (sold)

Manuel Jacinto Nobre (sold)

Manuel João Silva (ten)

Manuel José Correia (sold)

Manuel Lérias Santos (1º cabo)

Manuel Lopes Azevedo (sold)

Manuel Luade Joa (sold)

Manuel Maia Silva (fur)

Manuel Martins Carvalho (fur)

Manuel Martins Olaio (2º sar)

Manuel Martins Salgado (1º cabo)

Manuel Martins Silva (sold)

Manuel Mata Santos (sold)

Manuel Mendes Loureiro (2º sar)

Manuel Monteiro Ferreira (sold)

Manuel Monteiro Freitas (sold)

Manuel Moreira Silva (mar)

Manuel Nunes Aguiar (sold)

Manuel Nunes Elisiário (2º sar)

Manuel Oliveira Lucas (sold)

Manuel Osias Pelembe (sold)

Manuel Papoula Correia (mar)

Manuel Pereira Lobo (1º sar)

Manuel Piedade Augusto (sold)

Manuel Pinheiro Oliveira (1º grt)

Manuel Queirós Moura (fur)

Manuel Ramos Franco (sold)

Manuel Ramos Rocha (sold)

Manuel Rodrigues Amorim (sold)

Manuel Rodrigues Ferreira (1º cabo)

Manuel Rodrigues Lucas (1º cabo)

Manuel Rodrigues Silva (sold)

Manuel Rodrigues Vieira (sold)

Manuel Santos Lourenço (fur)

Manuel Silva Guerreiro (1º cabo)

Manuel Silva Pereira (sold)

Manuel Silva Sousa (1º cabo)

Manuel Silva Vilas (1º cabo)

Manuel Silvério Santos (sold)

Manuel Soares Capela (fur)

Manuel Sousa Gago (1º cabo)

Manuel Tavares Oliveira (fur)

Manuel Uassitela (sold)

Manuel Veríssimo (sold)

Manuel Vieira (sold)

Manuel Vilela Ribeiro (2º sar)

Marcelino Cavicola (sold)

Marciano Mendes (fur)

Mariano João Soares (sold)

Mário Afonso Rodrigues (sold)

Mário Alves Fernandes (sold)

Mário Alves Oliveira (1º cabo)

Mário Costa Morgado (sold)

Mário Cruz Marques (1º cabo)

Mário Gonçalves Eusébio (sold)

Mário Gonçalves Pacheco (cap)

Mário Ribeiro Lopes (1º cabo)

Mário Rodrigues Fonseca (sold)

Mário Silva Carvalho (2º grt)

Mário Vaz Teixeira (fur)

Martins Salama (sold)

Massular Ruia (sold)

Mateus Nicuanema (sold)

Mesanamade Suade (sold)

Meta Camará (sold)

Miguel Jesus Vieira (sold)

Miguel Tiago (sold)

Momadu Jau (sold)

Mutina Balabal (sold)

Muzurei Essiaca (sold)

Narciso Jorge Passos (2º grt)

Nelson Martins Corga (1º cabo)

Nelson Pereira Soares (alf)

Nhaca Macque (2º cabo)

Normamad Abdula (sold)

Normando Voluntário (sold)

Nuno Fernandes Galvão (fur)

Nuno Silva Cerqueira (fur)

Olímpio Fernando Guinama (1º cabo)

Omar Nicapela (sold)

Orlando Carapinha Gonçalves (sold)

Paraíso Martins Gomes (alf)

Parsotannagar Carsongar (sold)

Patrício Alexandre Guivala (sold)

Paulino Manuel Balira (sold)

Paulino Massango (sold)

Paulo Dalama (sold)

Pedro Gaspar Augusto (1º cabo)

Pedro Jofrisse Sacaeiro (sold)

Pedro Manhepe Mafumana (sold)

Pedro Matias Baleia (sold)

Pedro Morais Santos (cap)

Plácido Sousa Antunes (sold)

Quecuta Camará (sold)

Quidna Cole (sold)

Quintino Gomes (sold)

Raúl Amaro Luís (sold)

Raúl Elissana Milisse (sold)

Raúl Momade (sold)

Raúl Oliveira Neves (sold)

Raúl Saide Mohamad (sold)

Reinaldo Lopes Lavaredas (sold)

Rogério António Soares (1º cabo)

Rogério Cardoso Pinto (sold)

Rogério Rosendo Naval (sold)

Rogério Xavier (sold)

Rui Aguiar Viana (fur)

Rui Aurélio Chiúque (sold)

Rui Brandão Freitas (alf)

Rui Cardoso Figueiredo (sold)

Rui Paradanta Moreira (sold)

Sabino Chipombo (sold)

Saliu Embaló (sold)

Salvador Almeida (sold)

Salvador António Macia (1º cabo)

Sambaró Embaló (sold)

Samuel André Mucavel (1º cabo)

Samuel Samussone Machado (1º cabo)

Samuel Suela Langariranhe (sold)

Sancho João Mule (sold)

Saraiva Pascoal António (sold)

Satugale Vicente Rocha (sold)

Sebastião Leal Oliveira (sold)

Sebastião Maria Moutinho (sold)

Silvano Rodrigues Figueira (sold)

Silvério Conceição Bilro (sold)

Silvério Rodrigues Fernandes (sold)

Simplício Borges Mota (sold)

Smirate Natare (sold)

Sunto Camara (sold)

Tandamali Macombo (sold)

Tchetena Intchuda (sold)

Teixeira Cunhaque (sold)

Tera Baquene (sold)

Tobias Semo Phiri (1º cabo)

Tomás Mucarengua Paia (1º cabo)

Torcato Marques Pinto (sold)

Turem Baldé (sold)

Ussumane Sissé (sold)

Valentim Caetano Mateus (sold)

Varanga Tamino (sold)

Vicente Malás (sold)

Vicente Simango (sold)

Victor Manuel Silva (1º cabo)

Victor Cabral Pavão (sold)

Victor Ferreira Cardoso (1º cabo)

Vida (sold)

Virgílio Conceição Silva (sold)

Virgílio Espadanal Milheiro (mar)

Virgílio Gomes Simão (sold)

Vitor Castelo Parreira (1º cabo)

Vitor Silva Correia (fur)

Zaqueu Uinge Vilancula (sold)

1972

Abdul Remane Mamudo (1º cabo)

Abdulcadir Issufo Popate (fur)

Abel Gomes Rocha (1º cabo)

Abel Sousa Magalhães (sold)

Acácio Duarte Cardoso (1º cabo)

Adão Moreira Figueiredo (alf)

Adão Pascoal (sold)

Adão Rocha Moreira (sold)

Adelino Jorge Silva (1º cabo)

Adelino Martins Ferreira (sold)

Adolfo Ferreira (sold)

Adriano Domingos Neto (1º cabo)

Adriano Francisco (1º cabo)

Afonso Filipe (sold)

Afonso Pedro Cruz (sold)

Agostinho Dias Gomes (alf)

Agostinho Ferreira Mendes (sold)

Agostinho Silva (sold)

Agostinho Silva Rocha (sold)

Aiuba Barrone (sold)

Albertino Simões Rodrigues (sold)

Alberto Araújo Mota (alf)

Alberto Carvalho Duarte (alf)

Alberto Pica Sempão (fur)

Alberto Ribeiro Sequeira (1º cabo)

Alberto Santos Barros (fur)

Alberto Santos Rocha (sold)

Albino Joaquim Nascimento (sold)

Albino Lopes Marques (1º cabo)

Albino Maciel Faria (sold)

Albino Oliveira Cruz (sold)

Albino Pedro Gonçalves (sold)

Albino Rodrigues Silva (1º sar)

Alcides Coelho Ferreira (1º cabo)

Alcides Pedrosa Carvalhais (sold)

Alcino Azevedo Moreira (1º cabo)

Alcino Jesus Adão (sold)

Alcino Jorge Silva (fur)

Alcino Pinto Venâncio (sold)

Alexandre Manuel Mate (sold)

Alexandre Augusto Pedro (sold)

Alexandre Rodrigues Correia (sold)

Alexandre Teixeira Rodrigues (1º cabo)

Alfredo António Fanheiro (sold)

Alfredo Gomes Vilar (sold)
António Sérgio Azenha


Fonte
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez

Mensagempor Lancero » sexta 15 jun, 2007 3:28 pm

Sobre a estória do senhor "Armando da Anunciação Coutinho, mais conhecido por ‘Penálti’", que diz ter sido da 1.ª Companhia de Comandos e que esteve na Guiné (onde "foi dado como morto"), descrita na última reportagem acima, foi-me hoje dito que o homem afinal nunca foi comando.
Ao que parece é um senhor perturbado que todos os 10 de Junho veste o camuflado e põe uma boina vermelha e vai para o monumento :?
Enganou bem o jornalista :mrgreen:


EDIT: No site www.comandosdeportugal.net/jornal têm a história melhor contada.

MAIS UM EX-COMANDO (???)

Meu caro Neves, obrigado pela sua resposta. Já tinha visto o texto, até repetido, porque quando ele me desapareceu da caixa inicial, passei-o para a outra e lá foi...mas não é fácil perceber a lógica de envio..o site é muito bonito e está bem organizado...pena esta forma um pouco complexa de envio e troca de mensagens...melhorará...ou a culpa é minha...

Agora outro assunto, sobre o fundo do nosso assunto. Da forma como abandalhamos o que não o devia ser. Esta até tem graça. Estava ontem a almoçar com um velho amigo meu - velho no sentido também da idade (tem 82 e dois) um coronel de cavalaria à antiga, com 4 comissões, sempre rijo e ele mostra-me o Correio da Manhã de 11 de Junho com uma bela reportagem de um ex-comando, fotografia junto ao monumento de Belém, camuflado novo em folha, uma medalha de valor militar e duas cruzes de guerra ao peito: Titulo (cito de memória)este homem foi dado como morto - sub títulos: Salazar deu-lhe duas cruzes de guerra (desconfiei) olha o Salazar a dar alguma coisa? A medalha de Valor Militar presumo que lhe foi dada de bónus. Vinha no texto a alcunha pela qual era conhecido o nosso herói: Penalti.

Foi esta alcunha que chamou a atenção ao coronel Monteiro da Graça. Ele conhecera nas suas andanças pela Guiné um tal penalti, soldado da companhia de Xitole que passava a maior parte do tempo em Bissau porque era o guarda-redes suplente do clube de Bissau e era protegido do director, um médico. Em Bissau toda agente conhecia o penalti, que exibia um louvor do director da casa de correcção (da Idanha Nova) onde estivera internado. Era um corrécio bem comportado. Ora o Penalti só ia ao Xitole quando tinha mesmo de ser e um dia caiu numa emboscada. Um camarada ficou coma cara desfeita e morreu, ele foi ligeiramente ferido e vieram os dois evacuados de helicóptero para o hospital militar. O Penalti raspou-se para a tabanca e foi ele quem foi dado como morto. (Esta parte coincide com o artigo do jornal) Quando soube da notícia da sua morte, o Penalti tratou de aproveitar o acontecimento e, com os seus bons relacionamentos foi chorar-se às senhoras do movimento nacional feminino, dizendo que tinha de ir a Lisboa
para que a mãe, a Maria Bêbada, o visse e acreditasse que ele estava vivo.

As senhoras moveram influências junto do comando militar e juntaram dinheiro e o Penalti veio a Lisboa. Aqui chegado, esqueceu-se de voltar durante os tempos. Até que um, um grupo de amigos dele, do bairro do Casal Ventoso embarcava para a Guiné, em comissão, e o Penalti decidiu acompanhá-los (o tipo é divertido) e volta a fardar-se e embarcar sem quaisquer papéis.

Apresentou-se em Bissau ao major Monteny, chefe da repartição de pessoal e um bom homem que foi meu professor na Academia Militar, que teve um trabalhão para inventar desculpas legais para a deserção do Penalti (inventar licenças, títulos de baixa ao hospital e coisas dessas). E a partir daí perde-se o rasto do Penalti: até ao 10 de Junho de 2007, agora antigo comando, medalhado !!!

Talvez fosse engraçado o nosso site perguntar se alguém conhece dos comandos o tal Penalti, que diz ter sido da 1ª CCmds, os Fantasmas e ter feito comissões de 63 a 64 na Guiné e também de 63 a 65 em Angola...

Um grande abraço

Carlos Matos Gomes
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
Avatar do Utilizador
Lancero
Investigador
Investigador
 
Mensagens: 4089
Registado: quinta 24 nov, 2005 7:46 pm
Enviou: 0 vez
Recebeu: 0 vez


Voltar para Conflitos do Passado e História Militar

Quem está ligado:

Utilizador a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante

  • Publicidade
cron