GALE - NH-90 pode sofrer novo atraso

  • 9 Respostas
  • 4381 Visualizações
*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1262
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
GALE - NH-90 pode sofrer novo atraso
« em: Agosto 16, 2004, 10:20:18 pm »
Citar
Entrega dos hélis 'NH-90' pode sofrer um novo atraso

O desenvolvimento do programa do novo helicóptero militar europeu de transporte de pessoal, NH- -90, no qual Portugal participa conjuntamente com outros países, corre o risco de sofrer um novo atraso devido à falência de uma das empresas associadas ao projecto, a holandesa SP Aerospace (ligada à produção de componentes para os trens de aterragem dos aparelhos).

Contudo, uma outra empresa envolvida no programa, a Stork (a que a SP Aerospace fornecia aqueles componentes), afirmou ontem em Haia que vai procurar «minimizar o potencial atraso na entrega».

A Stork detém uma participação de 5,5% no desenvolvimento do programa e é um dos principais fornecedores de componentes para a produção dos NH-90. Em comunicado divulgado à Imprensa, adiantou que está em «consultas» com a SP Aerospace. O contrato com a SP, que tem cerca de 10 anos, «foi acrescentado de cláusulas que permitem à Stork, em situações deste género, reiniciar as operações tão rapidamente quanto possível», afirmou a empresa.

O projecto NH-90 é liderado pela Eurocopter (62,5 %), do grupo europeu de aeronáutica EADS, e pela empresa italiana Agusta (32 por cento).

Portugal associou-se ao consórcio fundador dos NH-90 por decisão de António Guterres e de um dos seus ministros da Defesa: Castro Caldas.

O Governo português encomendou então 10 aparelhos, do total de 253 que serão entregues às Forças Armadas da Alemanha, França, Itália e Holanda. Outras 72 encomendas, correspondentes à aquisição de outros tantos helicópteros NH-90, foram feitas pela Finlândia, Noruega, Suécia e Grécia.

Quando for entregue a Portugal, o NH-90 equipará o Grupo de Aviação Ligeira do Exército (GALE).

O Exército também planeava equipar o GALE com helicópteros ligeiros EC-635, mas o projecto foi suspenso pelo ministro Paulo Portas, que rescindiu o contrato com a Eurocopter no Verão de 2002 devido a incumprimento contratual por parte da empresa.

Na altura, o ministro Paulo Portas garantiu ao Exército que o Ministério da Defesa Nacional iria desenvolver iniciativas para encontrar uma alternativa aos EC-635.

O facto de a Eurocopter não entregar parte do armamento contratualmente requerido e de se recusar a assegurar a certificação militar dos helicópteros EC-635 destinados a Portugal (também contratualmente estabelecida), foi um dos motivos que levou o Governo português a rescindir o contrato com aquela empresa.

O Governo exigiu na altura à Eurocopter uma indemnização correspondente à verba entretanto já despendida pelo Exército para operação e manutenção dos helicópteros que deveria fornecer.

O Exército, que já havia formado diversos pilotos, investira igualmente na formação de mecânicos, aquisição de ferramentas e outros equipamentos destinados especificamente ao helicóptero ligeiro EC-635, que esperava receber devidamente certificado.



Seria bom se a quota da OGMA fosse aumentada dos 1.2% actuais.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 17, 2004, 09:41:25 am »
Li algures (Revista Sábado?) que a Chefia Militar responsável pelos abdicou de mísseis nos hélis ligeiros...
Será que se ainda vai regressar aos EC 635??
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1262
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #2 em: Agosto 17, 2004, 11:35:15 am »
Citação de: "Luso"
Li algures (Revista Sábado?) que a Chefia Militar responsável pelos abdicou de mísseis nos hélis ligeiros...
Será que se ainda vai regressar aos EC 635??


Exacto. Também li a mesma notícia ( onde também era mencionado o concurso de blindados, onde, pelos vistos, o Pátria AMV se está a dar mal ).

O requesito do exército passou a ser apenas a utilização de metralhadores 12.7mm e rockets nos helis ligeiros abdicando dos mísseis.
Pessoalmente continuo a apostar no A109 que já tem provas dadas no exército belga.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Nuno

  • Membro
  • *
  • 126
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Agosto 17, 2004, 02:25:23 pm »
Qual é o custo de cada um desses helicopteros NH 90 e A 109 ?
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #4 em: Agosto 21, 2004, 11:40:20 am »
Li no ultimo "O Independente" que provavelmente se vão comprar os EC635!!!!
E já não vão disparar Tow. Ou seja, um dos motivos que levou o Paulinho das Feiras a denunciar o contrato deixou de interessar. Saber-se-á o resultado em... Janeiro de 2005.

Em outra notícia é mencionado os vários problemas que as viaturas de rodas têm demonstrado, a falta de fiabilidade e de... mobilidade!  :roll:
Ora aí está uma novidade!
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5512
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +18/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #5 em: Agosto 24, 2004, 08:49:45 pm »
Citação de: "Luso"
Em outra notícia é mencionado os vários problemas que as viaturas de rodas têm demonstrado, a falta de fiabilidade e de... mobilidade!  Ora aí está uma novidade!


Esta é uma má notícia e explico porquê:

É que sempre houve a noção de que os 8x8 são veículos com uma mobilidade relativamente reduzida, especialmente quando comparados com veículos sobre lagartas. Há razões técnicas evidentes para que um veículo sobre lagartas seja mais móvel que um sobre rodas, mesmo 8x8. Sempre que se colocam os dois a par, o de lagartas normalmente ganha sempre em mobilidade e o de rodas ganha sempre em velocidade de ponta em terreno livre e em estrada então nem se fala.

o problema é que podemos concluir que é exactamente isso que as cabeças pensantes do ministério da defesa e dos comandos do exército estão a fazer. Pensar que  de facto se podem substituir os M-113 por carros 8x8, o que parece ser - e é - um disparate. Provam-no a continuada utilização e aquisição de equipamentos sobre lagartas no mundo todo.

Mas claro, isto é apenas uma impressão minha.

cumprimentos
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #6 em: Agosto 24, 2004, 09:06:36 pm »
Os nossos "líderes" vão por modismos, e mais uma vez seguiram os Estados Unidos que neste caso estão mais interessados em garantir USD aos fabricantes que apresentar um produto de qualidade.
Continuo a defender o "fanático" do Carlton Meyer...
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Agosto 24, 2004, 10:10:12 pm »
Quanto aos americanos, as brigadas Stryker ( 6 acho eu) estão a substituir principalmente unidades antes equipadas com camiões e não unidades pesadas como alguns querem fazer passar.

No projecto FCS ainda não foi decidido se será de rodas ou lagartas ( ou uma mistura dos dois).


A negociata dos EC-635 a confirmar-se seria uma anedota ( outra)...


Para o A109 tenho um preço de 6.85 milhões de dólares ( aparentemente baseado no negócio para a Malásia), e para o NH-90 20-30 milhões ( mais caro que um F-16A+MLU  :roll: )...
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #8 em: Agosto 24, 2004, 10:57:09 pm »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +1/-1
(sem assunto)
« Responder #9 em: Agosto 25, 2004, 12:05:02 pm »
Atrasos e mais atrasos... Será que todas as compras das FA nos últimos anos têm que ser autênticas telenovelas?... :shock:  Ora se a operação de mísseis AT não era essencial, por que é que isso não foi dito há mais tempo??!! São anos desperdiçados graças à incompetência e às habituais negociatas... :evil:
 

 

Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 2553
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Tenente-General Pinto Ramalho - novo CEME

Iniciado por Lancero

Respostas: 3
Visualizações: 4096
Última mensagem Dezembro 19, 2006, 09:53:27 pm
por PereiraMarques
KOSOVO: PORTUGUESES IMPULSIONAM NOVO CONCEITO DE EMPREGO

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 3
Visualizações: 2127
Última mensagem Setembro 11, 2011, 06:54:10 pm
por saojorgexercito
NOVO COMANDANTE DA BRIGADA DE REACÇÃO RÁPIDA

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 4
Visualizações: 2607
Última mensagem Março 30, 2009, 07:44:31 pm
por lazaro
Novo Casco Militar Portugues?

Iniciado por Toni87

Respostas: 12
Visualizações: 5420
Última mensagem Março 11, 2012, 11:17:53 am
por ACADO