Conflitos Fronteiriços

  • 68 Respostas
  • 15906 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4165
  • Recebeu: 263 vez(es)
  • Enviou: 262 vez(es)
  • +54/-13
Conflitos Fronteiriços
« em: Fevereiro 04, 2011, 07:22:46 pm »
Decidi criar este tópico, com o objectivo de apenas discutir as pequenas escaramuças fronteiriças entre países:

Citar
As tropas cambojanas e tailandesas estão a "confrontar-se" junto à fronteira, na sequência do aumento da tensão diplomática nas últimas semanas sobre questões territoriais, afirmou hoje o porta-voz do governo do Camboja.

"Os confrontos estão em andamento", disse o porta-voz do governo cambojano, Khieu Kanharith, sem dar mais pormenores.

Um soldado cambojano, perto das ruínas do templo Khmer de Preah Vihear, espaço disputado pelos dois países, disse à agência noticiosa francesa AFP, por telefone, que teve envolvido em confrontos com militares tailandeses, enquanto se ouviam tiros. "Os confrontos começaram às 15:10 locais em Phu Makua e continuam", confirmou um oficial do exército tailandês à AFP.

As linhas de fronteira entre o Camboja e a Tailândia ainda não foram delimitadas, alimentando disputas entre os dois países e vários incidentes armados, que resultaram em várias mortes em 2008 e 2009. As tensões foram retomadas após a prisão, no final de dezembro, de sete tailandeses, incluindo um membro do partido no poder, que entraram numa zona de fronteira em disputa. Dois deles foram condenados à prisão por espionagem.
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=1775781&seccao=%C1sia

Citar
Costa Rica lamenta nuevo rechazo de Nicaragua al diálogo

CANCUN, México .- El canciller costarricense René Castro, lamentó el viernes el rechazo del gobierno de Nicaragua a su última propuesta de diálogo en torno a su diferendo limítrofe, aunque afirmó que están abiertos a escuchar opciones de mediadores distintos a la Organización de Estados Americanos (OEA).


“Teníamos la esperanza de que se aprovechara la oportunidad, que se contestara más bien positivamente y posiblemente sugiriendo un cambio en el mediador o en el facilitador”, dijo Castro a la AP en el marco de su participación en la conferencia de la ONU sobre cambio climático en Cancún, México.

“Si no se quería que fuese la OEA, que fuese un grupo de amigos o de países… seguimos abiertos a opciones”, aseguró el jefe de la diplomacia costarricense.

Costa Rica propuso el jueves una reunión a nivel ministerial con delegados nicaragüenses para definir “un área de despeje”, en seguimiento a una resolución de la OEA en la que se exhorta a los dos países a retirar a sus efectivos de la zona fronteriza.

Horas después, el presidente Daniel Ortega rechazó la propuesta.

“Nicaragua no tiene nada que hacer ahí; este tema se encuentra en la Corte Internacional de Justicia (CIJ)”, dijo Ortega.

Para el mandatario nicaragüense, no es competencia de la OEA convertirse en árbitro en temas limítrofes.

Ambas naciones mantienen desde fines de octubre un conflicto por la posesión de un territorio colindante con el río San Juan conocido como Isla Calero, donde Nicaragua realiza dragados que según sus vecinos ha provocado daños ambientales.

Además de recurrir a la OEA, Costa Rica presentó una demanda ante la Corte Internacional de Justicia (CIJ) en La Haya, donde se realizará una primera audiencia entre las partes entre el 11 y 13 de enero próximos.

Castro estimó que tras la última negativa de Nicaragua, es posible que no se concrete un encuentro bilateral antes de la audiencia en la CIJ.

“Si hay otras iniciativas (de Nicaragua) las vamos a aceptar siempre, pero vamos a continuar la defensa en organismos multilaterales”, dijo.

Comentó que si la Corte falla a su favor y Nicaragua se niega a detener las obras, Costa Rica acudiría al Consejo de Seguridad de las Naciones Unidas.

Castro ha dicho que su país no descarta pedir una indemnización por el dragado que realiza Nicaragua, aunque el viernes señaló que no han estimado el costo provocado porque no han llegado al terreno.

Aseguró que Costa Rica sólo utilizará la vía del derecho internacional.

“Nosotros no vamos a recurrir a medidas de violencia, armadas o que provoquen el derramamiento de sangre”, dijo el canciller.

“Creemos que es tan consustancial a la democracia costarricense la solución pacífica de conflictos, que vamos a poder aguantar esta prueba y salir fortalecidos de ella”, añadió. (AP)
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #1 em: Fevereiro 07, 2011, 07:21:18 pm »
Rússia e Japão aumentam o tom na disputa pelas Ilhas Curilhas


A Rússia jamais renunciará à sua soberania sobre as ilhas Curilhas do Sul, indicou o presidente russo, Dmitri Medvedev, depois de classificar de «inaceitáveis» as declarações do pimeiro-ministro japonês, Naoto Kan, país que também reivindica as ilhas.

Durante um discurso feito na ocasião do dia anual no Japão de memória a essa disputa territorial, Kan qualificou hoje de um «ultraje imperdoável» a visita que Medvedev realizou em Novembro passado às ilhas Curilhas do Sul.

Também prometeu que fará tudo o que estiver ao seu alcance para obter a restituição dessas quatro ilhas, anexadas pela Rússia depois do fim da Segunda Guerra Mundial.

«A Rússia não renunciará nem hoje nem no futuro à sua soberania sobre as Ilhas Curilhas» reivindicadas pelo Japão, respondeu o conselheiro diplomático do Kremlin, Serguei Prijodko.

O minitro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, também disse lamentar as declarações «claramente não diplomáticas» do primeiro-ministro japonês.

«Essas declarações são claramente não diplomáticas», afirmou Lavrov durante uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo húngaro, Janos Martonyi, que está em visita a Moscovo.

A diferença em torno destas ilhas, chamadas Territórios do Norte no Japão, impede há 64 anos a assinatura de um tratado de paz entre ambos os países.

As ilhas de Habomai, Shikotan, Etorofu e Kunashiri foram anexadas pelos soviéticos a 18 de Agosto de 1945, três dias depois do anúncio da derrota japonesa. Estas ilhas, que têm cerca de 19.000 habitantes numa superfície total de 5.000 km2, são administradas pela Rússia desde essa data.

A União Soviética, e depois a Rússia, propuseram em várias ocasiões devolver ao Japão duas dessas ilhas, Habomai e Shikotan, as menores e mais inóspitas, enquanto Moscovo conservaria Iturup (nome russo para Etorofu) e Kunashir (Kunashiri).

O Japão afirmou que essa proposta era inaceitável e continuou a exigir a restituição e todos os Territórios do Norte.

A 1 de Novembro de 2010, Medvedev foi o primeiro chefe de Estado russo a visitar o sul das Curilhas, uma cadeia de ilhas que se estende desde o sul da Península de Kamchatka até ao nordeste do Japão.

Esta visita indignou o governo japonês, que chamou para consultas o seu embaixador em Moscovo.

Em Dezembro passado, Medvedev reiterou que as ilhas Curilhas do Sul são «território russo», mas propôs ao Japão criar uma zona económica livre na região.

Desde então, outros ministros russos visitaram essas ilhas, onde há jazidas de ouro e prata, mas que sobretudo estão situadas numa das regiões do mundo mais ricas em peixe.

Na sexta-feira passada, o ministro da Defesa russo, Anatoli Serdiukov, inspeccionou uma divisão de artilharia nesse arquipélago.

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) japonês, Seiji Maehara, condenou esta visita, qualificando-a como «extremamente lamentável».

O embaixador da Rússia no Japão foi convocado e recebeu «um protesto enérgico».

Maehara, que também participou na Reunião Nacional para exigir a devolução dos Territórios do Norte, organizada na sede do primeiro-ministro, iniciará uma visita a Moscovo na próxima quinta-feira.

O MNE japonês prometeu que fará tudo o que estiver ao seu alcance para obter a restituição destas ilhas, mesmo que isso lhe custe a carreira política, disse.

Lusa
 

*

Lusitanian

  • 283
  • +0/-0
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #2 em: Fevereiro 08, 2011, 12:22:50 am »
OMG quem me dera que houvesse alguem assim para com Olivença. Até porque Espnha assinou um tratado, em que como iria devolver o territorio a Portugal...mas adiaram...adiaram...aproveitaram a colonização e mudaram nomes e ensinaram espanhol....adiaram...e já lá vão uns 200 anos.
Deus quer, o Homem sonha, a Obra nasce.
Por Portugal, e mais nada!
Tudo pela Nação, nada contra a nação!
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #3 em: Fevereiro 14, 2011, 09:42:21 pm »
ONU apela a cessar-fogo entre Camboja e Tailândia


O Conselho de Segurança das Nações Unidas apelou hoje a um cessar-fogo permanente entre Camboja e Tailândia, na sequência dos recentes confrontos perto de um templo disputado na fronteira entre os dois países do Sudeste asiático.

Os países-membros do órgão da ONU manifestaram “grande preocupação” com os confrontos armados, após uma reunião pedida pelo governo do Camboja, que contou com a presença em Nova Iorque dos chefes da diplomacia dos dois países.

“Os membros pedem a ambos os lados que tenham a maior contenção e evitem qualquer ação que possa agravar a situação”, disse Maria Luiza Ribeiro Viotti, embaixadora junto da ONU do Brasil, país que preside este mês ao Conselho.

Na declaração após a reunião, o Conselho de Segurança apela às partes para “estabelecerem um cessar-fogo permanente e implementarem-no completamente, resolvendo a situação de forma pacífica e através de diálogo eficaz”.

No centro da disputa entre os dois países está o templo de Preah Vihear, um monumento do século XI inscrito na lista de património mundial da UNESCO (agência da ONU para a educação, ciência e cultura).

Os membros do Conselho de Segurança decidiram dar prioridade às negociações entre os dois países, envolvendo a Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), pondo para já de parte a possibilidade de uma intervenção da ONU.

O assunto será debatido na próxima cimeira de ministros dos Negócios Estrangeiros da ASEAN, no próximo dia 22 de fevereiro.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #4 em: Julho 13, 2011, 01:12:29 am »
Governo do Chile diz que Bolívia não tem razão para pedir acesso ao mar


O governo chileno assegurou esta terça-feira que a Bolívia «carece de todo o fundamento jurídico» para reclamar um acesso soberano ao mar por territórios que pertencem àquele país e «não tem direito nenhum» a intervir no litígio Peru-Chile.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros chileno respondeu assim, através de um comunicado citado pela agência EFE, à apresentação pela Bolívia de uma nota diplomática no Tribunal Internacional de Haia para dar a conhecer a sua posição relativamente ao seu direito de acesso soberano ao Oceano Pacífico.

A Bolívia informou esta terça-feira que a apresentação dessa nota diplomática foi um resultado do litígio no Tribunal Internacional em que o Peru pretende modificar em seu benefício o limite marítimo com o seu vizinho do Sul, o Chile.

A Bola
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #5 em: Julho 14, 2011, 09:47:02 am »
Vietname acusa marinha chinesa de agressões a capitão de barco de pesca


As autoridades do Vietname acusaram a marinha chinesa de espancarem o capitão de um pesqueiro e ameaçado outros membros da tripulação de um pesqueiro junto às ilhas Paracel, reclamadas por ambos os países.
Um responsável fronteiriço da província de Quang Ngai, centro do país, disse que um navio da marinha chinesa perseguiu um barco pesqueiro do Vietname antes de lançar à água um bote rápido com dez soldados armados a bordo que entraram no pesqueiro junto às ilhas Paracel.

Os soldados terão espancado o capitão do navio vietnamita e ameaçado outros nove elementos da tripulação no incidente que ocorreu a 5 de julho.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #6 em: Julho 21, 2011, 01:40:30 pm »
Pequim acusa Filipinas de violação da sua soberania marítima


O Governo chinês acusou hoje as Filipinas de violação da sua soberania territorial pela colocação de uma bandeira daquele país numa ilha no Mar do Sul da China, sob disputa de vários países.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Ma Zhaoxu, citado pela agência oficial Xinhua, disse que a China «tem uma soberania indiscutível sobre as ilhas do Mar do Sul da China e das águas que as rodeiam», e pediu a Manila que respeite o consenso internacional sobre o conflito na zona.

Pequim respondeu assim à iniciativa de cinco deputados filipinos que, na quarta-feira, içaram a bandeira do seu país no ilhote de Pagasa - que os chineses denominam de Zhongye -, no arquipélago das Ilhas Spratly, cuja soberania é reivindicada por várias nações do sudeste asiático.

Lusa
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4165
  • Recebeu: 263 vez(es)
  • Enviou: 262 vez(es)
  • +54/-13
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #7 em: Julho 21, 2011, 03:05:34 pm »
Parece-me que a china anda à procura de um inimigo, para testar a sua maquina de guerra.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #8 em: Julho 21, 2011, 03:07:07 pm »
Why A War Between China And Vietnam Is Inevitable


Read more: http://www.businessinsider.com/sino-vie ... z1SkPUeXpH
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #9 em: Julho 21, 2011, 03:09:46 pm »
Do DB:
Citar


Minha opinião sobre o assunto, como se pode ver o arquipélago é inabitável  :roll:, mas a China diz que toda a região lhe pertence.

As justificativas são bem parecidas com a disputa entre Japão e China por umas pequenas ilhas perto de Taiwan, no passado varias ilhas eram regiões independentes, mesmo Okinawa que era uma mistura de povos da Coreia,China e Japão ainda hoje as pessoas falam uma linguá nativa que não tem a ver com nada de nenhum dos 3 países, cada local desenvolveu uma cultura própria até o século 18, a partir do final seculo 19 começou as disputas entre os países o famoso Imperialismo...na minha opinião fica difícil dizer o que pertence a quem mesmo porque segundo estudos encontram ruínas do que seria a civilização mais antiga do mundo...http://oestranhocurioso.blogspot.com/2011/02/civilizacao-mais-antiga-do-mundo.html na área disputada entre China e Japão.

Eu acho que a China teria melhores argumentos para o arquipélago Paracelso em disputa com o Vietnã, mas para o arquipélago Spratley eu acho o argumento dos chineses ridículo, os países menores não tendo como disputar por via militar com a China corre para debaixo das asas do Eua para fazer valer suas revindicações, alguns deles se escondem nas costas do Eua para não prejudicar as relações comerciais com a China...Malásia,Brunei e Indonésia estão quietinhas por enquanto....


Alem do fator de recursos naturais, tem o fator estratégico na região por ser uma importante rota marítima, qualquer bloqueio na região afetaria inimigos de ambas as partes.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #10 em: Novembro 14, 2011, 07:11:59 pm »
China e Filipinas disputam territórios marítimos


A China reclama um território a menos de 80 quilómetros de uma província Filipina. Um incremento das tensões na região, com o suspeito do costume na origem: gigantescos recursos energéticos abaixo da linha de água. O Mar do Sul da China poderá muito bem ser palco dos próximos conflitos diplomáticos na Ásia.

Para já, o sub-secretário filipino da Energia, Jose Layug Jr., dá conta de que a China contestou em Julho um plano do país para explorar petróleo e gás naquela área.

Pequim tem aproveitado o crescente poder económico e geopolítico para intensificar disputas territoriais, e este caso poderá mesmo ir parar às Nações Unidas até porque além de Pequim e Manila há quatro outros interessados.

Em causa estão as Spratlys, onde centenas de ilhas, recifes, barreiras de corais e bancos de areia que cobrirão vastos depósitos de petróleo e gás natural.

Por seu turno, Jose Layug Jr. diz que as áreas a explorar pelas Filipinas não fazem parte das Spratlys – por onde se espalham autoridades do Brunei, Malásia, Vietname, além das chinesas e filipinas.

No protesto de Julho, a China alegava que duas das 15 zonas cuja exploração Manila queria levar a concurso internacional estavam sob soberania de Pequim e dizia que a atitude filipina «só complica as disputas e afecta a estabilidade no Mar do Sul da China».

A província filipina de Palawan, a 820 quilómetros a sudoeste da capital, está perante o Mar do Sul da China, que Pequim reclama integralmente.

«As áreas que estamos a levar a leilão estão todas em território das Filipinas. Não há qualquer dúvida em relação a isso», garantia por seu lado Layug, que referia que as duas áreas em causa estão a mais de 800 quilómetros da costa chinesa.

O assunto poderá estar na agenda de temas em discussão quarta-feira com Hillary Clinton.

SOL
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #11 em: Janeiro 04, 2012, 09:42:33 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11080
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #12 em: Julho 11, 2012, 11:28:42 pm »
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8530
  • Recebeu: 782 vez(es)
  • Enviou: 1276 vez(es)
  • +82/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #13 em: Julho 11, 2012, 11:45:42 pm »
A guerra vem aí. É só aguardar...
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4165
  • Recebeu: 263 vez(es)
  • Enviou: 262 vez(es)
  • +54/-13
Re: Conflitos Fronteiriços
« Responder #14 em: Julho 16, 2012, 05:26:39 pm »
Citação de: "HSMW"
A guerra vem aí. É só aguardar...

A china anda sedente, para testar a sua máquina de guerra. Faz me lembrar os tempos de Hitler!
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

 

Indignação selectiva perante os conflitos modernos

Iniciado por ShadIntel

Respostas: 14
Visualizações: 3590
Última mensagem Junho 05, 2010, 06:27:07 pm
por FoxTroop
GEOPOLÍTICA EUROPEIA NOS CONFLITOS ACTUAIS

Iniciado por Paulo Ramires

Respostas: 269
Visualizações: 59257
Última mensagem Maio 13, 2019, 09:43:06 pm
por Lusitano89
Líbia - conflitos pós Khadafi

Iniciado por LM

Respostas: 45
Visualizações: 2499
Última mensagem Julho 10, 2019, 08:40:13 pm
por FoxTroop
Conflitos em Africa

Iniciado por nelson38899

Respostas: 235
Visualizações: 40139
Última mensagem Julho 22, 2019, 10:40:56 pm
por smg