Brasileira Embraer quer comprar 65% das OGMA

  • 13 Respostas
  • 3768 Visualizações
*

Dinivan

  • Membro
  • *
  • 198
  • +0/-0
Brasileira Embraer quer comprar 65% das OGMA
« em: Agosto 05, 2004, 05:29:24 pm »
A empresa brasileira Embraer está interessada em comprar 65% da empresa portuguesa de manutenção de aviões (OGMA), que será ser privatizada, disse Agência Financeira, fonte oficial da empresa.

«A Embraer está interessada no processo de privatização das OGMA», disse fonte oficial da empresa à Agência Financeira.

O jornal diário «O Estado de São Paulo» publica na edição de hoje declarações do presidente da Embraer, Mauricio Botelho, nas quais o responsável da quarta maior fabricante mundial de aviões diz que a empresa «vai entrar na União Europeia e que vai fazê-lo como uma entidade local» em 2005.

O mesmo jornal diz que a norte-americana Lockheed Martin Corp., a espanhola EADS-CASA e as portuguesas Portugália e TAP Manutenção e Engenharia estão interessadas na aquisição de uma quota na OGMA e deverão avançar com propostas nas próximas semanas.

Recorde-se que o Estado, através da Empordef, que agrupa as empresas da área da defesa, vai vender até 65% do capital das Oficinas Gerais do Material Aeronáutico (OGMA) até ao final do ano.

Para a escolha do parceiro, o plano industrial vai ser o factor mais importante, afirmou recentemente o então presidente da empresa, Miguel Morais Leitão durante a apresentação de resultados da Empordef. «Mesmo mais importante que o preço», referiu.

De acordo com Miguel Morais Leitão, «neste momento estão em curso as avaliações dos interessados em tomar uma posição na OGMA», adiantando que pelo facto de ser um negócio particular «não existem prazos para o final da operação».

Em termos da escolha, o principal factor «vai ser o plano industrial apresentado, que deve reforçar a componente internacional da empresa, bem como a componente tecnológica», disse o gestor. Morais Leitão referiu que o essa componente é mesmo mais importante que o preço que for oferecido.

O mesmo disse que o plano de negócios que foi entregue em Novembro passado, tendo sido actualizado em Abril deste ano, serve de base aos concorrentes. A Empodef convidou 10 grupos para a venda da participação da empresa.

Neste momento, as OGMA têm o seu balanço limpo, referiu. A Empodef procedeu a um aumento de capital de 13 milhões de euros, que serviu para limpar o passivo da empresa.

O presidente da empresa disse durante a apresentação de resultados de 2003, que o objectivo da gestão Empordef é «atingir um resultado operacional positivo já em 2004». Em 2003, a Empordef atingiu um lucro de 94,4 milhões de euros, contra um resultado negativo de 69,4 milhões de euros em 2002.

Miguel Morais Leitão referiu que, em 2003, os resultados foram afectados positivamente pela componente extraordinárias da assumpção da dívida da OGMA.

Em termos de resultados operacionais, a empresa obteve um prejuízo de 29 milhões de euros em 2003, o que representa uma forte subida face aos prejuízos de 58,9 milhões de euros atingidos em 2002.

Por outro lado, o volume de negócios cresceu de 73,6 milhões para 115,2 milhões em 2003. Em termos de pessoal, a empresa reduziu de 2.275 para 1.902 empregados, com os custos a caírem de 49,8 milhões para 45,8 milhões.

O presidente da empresa disse também que, actualmente, estão em liquidação duas empresas do grupo: a Indep e a Subloc, a Portugal Space está inactiva e a Celestium liquidada. Para alienação encontram-se ainda a Spel e a Naval Rocha.


http://agenciafinanceira.iol.pt/noticia ... iv_id=1728
-Nada nuevo, simplemente lo pongo para confirmar que el proceso continua.
 

*

Paisano

  • Especialista
  • ****
  • 905
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
    • http://defesabrasil.com/forum
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 07, 2004, 12:44:31 am »
Embraer disputa empresa portuguesa

Vagner Ricardo

A Embraer planeja ampliar suas operações na União Européia, por meio da compra da Ogma Indústria Aeronáutica, que será privatizada pelo governo português este ano. O diretor-presidente da Embraer, Maurício Botelho, disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que a aquisição da estatal de reparação e fabricação de peças é importante para consolidar a presença na Europa.

Quarta maior fabricante mundial de aviões, a Embraer não é a única interessada nos 65% do capital da Ogma. Estão no páreo as portuguesas TAP e Portugalia, a americana Lockheed Martin e a espanhola EADS. As propostas serão entregues nas próximas semanas.

A Embraer está na Europa desde 1983, com uma subsidiária na França para tratar das vendas e dar suporte aos clientes. Especialistas disseram que o fortalecimento da Embraer está em linha com as perspectivas promissoras naquela região, para onde poderão ser entregues 1.970 aviões de 30 a 120 assentos nos próximos 20 anos.

Esta semana, a Embraer também avisou que o consórcio do qual participa venceu a concorrência para fornecer o novo sistema de defesa dos EUA.

Fonte: O Globo
As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração. (Dom Hélder Câmara)
_________________
Volta Redonda
_________________
 

*

FinkenHeinle

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Agosto 08, 2004, 10:22:02 pm »
Se a Embraer efetivamente comprar parte da OGMA, no futuro podemos ter alguns R-99 voando com a Cruz estampada na fuselagem...
Um Forte Abraço.
André Finken Heinle
_________________
"Em condições normais, corro para vencer e venço. Em situações adversas, também posso vencer. E, mesmo em condições muito desfavoráveis, ainda sou páreo." (AYRTON SENNA)
 

*

Fábio G.

  • Investigador
  • *****
  • 1398
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Agosto 08, 2004, 10:54:21 pm »
Citação de: "FinkenHeinle"
Se a Embraer efetivamente comprar parte da OGMA, no futuro podemos ter alguns R-99 voando com a Cruz estampada na fuselagem...


Espero bem que sim...
 

*

Tiger22

  • Perito
  • **
  • 567
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Agosto 09, 2004, 01:05:27 am »
Citar
Se a Embraer efetivamente comprar parte da OGMA, no futuro podemos ter alguns R-99 voando com a Cruz estampada na fuselagem...


Preferia o EMB 145 AEW&C  :wink:





"you're either with us, or you're with the terrorists."
 
-George W. Bush-
 

*

Dinivan

  • Membro
  • *
  • 198
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Agosto 13, 2004, 03:27:20 pm »
Embraer associa-se à Airbus para a privatização das OGMA

A brasileira Embraer, quarto maior fabricante mundial de aviões e o consórcio europeu EADS, fabricante do Airbus, juntaram-se para concorrer à privatização da OGMA.
De acordo com o Semanário Económico a proposta a apresentar irá abranger entre 35 e 65% do capital da OGMA e «pressupõe a gestão da empresa, definida num acordo parassocial que terá de ser estabelecido com o Estado», que irá manter pelo menos uma posição de 33,3%.

A EADS é uma das maiores companhias de aeronáutica da Europa, e a segunda maior do Mundo, num consórcio que resultou da fusão entre a alemã Daimler Chrysler Aerospace, a francesa Aerospatiale Matra e a Casa espanhola, empresas ligadas à aeronáutica militar e civil.

A Embraer é o maior grupo exportador brasileiro e está a apostar no mercado norte-americano, colaborando inclusivamente com a empresa portuguesa, através da manutenção dos aviões Erj 145 das forças aéreas grega e belga.

Segundo o jornal, a outra empresa que está interessada na privatização da OGMA é a italiana Alenia-Aeronáutica. O Governo pretende concluir a operação até ao final do ano.
 

*

Guilherme

  • Perito
  • **
  • 380
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Agosto 13, 2004, 04:23:50 pm »
Hummm, quarto maior fabricante mundial de aviões. Imagino que os 4 maiores sejam:

1 - Boeing
2 - Lockheed
3 - Airbus
4 - Embraer
 

*

FinkenHeinle

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Agosto 14, 2004, 12:25:40 am »
Citação de: "Tiger22"
Citar
Se a Embraer efetivamente comprar parte da OGMA, no futuro podemos ter alguns R-99 voando com a Cruz estampada na fuselagem...

Preferia o EMB 145 AEW&C  :wink:  :lol:
Um Forte Abraço.
André Finken Heinle
_________________
"Em condições normais, corro para vencer e venço. Em situações adversas, também posso vencer. E, mesmo em condições muito desfavoráveis, ainda sou páreo." (AYRTON SENNA)
 

*

FinkenHeinle

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Agosto 14, 2004, 12:27:39 am »
Citação de: "Dinivan"
Embraer associa-se à Airbus para a privatização das OGMA

A brasileira Embraer, quarto maior fabricante mundial de aviões e o consórcio europeu EADS, fabricante do Airbus, juntaram-se para concorrer à privatização da OGMA.
De acordo com o Semanário Económico a proposta a apresentar irá abranger entre 35 e 65% do capital da OGMA e «pressupõe a gestão da empresa, definida num acordo parassocial que terá de ser estabelecido com o Estado», que irá manter pelo menos uma posição de 33,3%.

A EADS é uma das maiores companhias de aeronáutica da Europa, e a segunda maior do Mundo, num consórcio que resultou da fusão entre a alemã Daimler Chrysler Aerospace, a francesa Aerospatiale Matra e a Casa espanhola, empresas ligadas à aeronáutica militar e civil.

A Embraer é o maior grupo exportador brasileiro e está a apostar no mercado norte-americano, colaborando inclusivamente com a empresa portuguesa, através da manutenção dos aviões Erj 145 das forças aéreas grega e belga.

Segundo o jornal, a outra empresa que está interessada na privatização da OGMA é a italiana Alenia-Aeronáutica. O Governo pretende concluir a operação até ao final do ano.


Hummm,


Essa notícia é boa... Afinal de contas, os europeus só se associariam se precisassem da Embraer para vencer essa disputa... Isso mostra a importância da Embraer no cenário mundial...
Um Forte Abraço.
André Finken Heinle
_________________
"Em condições normais, corro para vencer e venço. Em situações adversas, também posso vencer. E, mesmo em condições muito desfavoráveis, ainda sou páreo." (AYRTON SENNA)
 

*

FinkenHeinle

  • Membro
  • *
  • 188
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Agosto 14, 2004, 12:28:55 am »
Citação de: "Guilherme"
Hummm, quarto maior fabricante mundial de aviões. Imagino que os 4 maiores sejam:

1 - Boeing
2 - Lockheed
3 - Airbus
4 - Embraer


Guilherme, a Embraer é a 3ª maior fabricante de aeronaves CIVIS...
Um Forte Abraço.
André Finken Heinle
_________________
"Em condições normais, corro para vencer e venço. Em situações adversas, também posso vencer. E, mesmo em condições muito desfavoráveis, ainda sou páreo." (AYRTON SENNA)
 

*

Guilherme

  • Perito
  • **
  • 380
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Agosto 14, 2004, 01:09:09 am »
Citação de: "FinkenHeinle"
Citação de: "Guilherme"
Hummm, quarto maior fabricante mundial de aviões. Imagino que os 4 maiores sejam:

1 - Boeing
2 - Lockheed
3 - Airbus
4 - Embraer

Guilherme, a Embraer é a 3ª maior fabricante de aeronaves CIVIS...


"A brasileira Embraer, quarto maior fabricante mundial de aviões (...)"

Imagino que, no TOTAL de aeronaves produzidas (CIVIS + MILITARES), essas que citei são as 4 maiores. Se não for, corrija, mas leve em consideração tanto aeronaves civis quanto militares.
 

*

Dinivan

  • Membro
  • *
  • 198
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Agosto 14, 2004, 11:26:46 am »
Del mercado civil, es Airbus la mayor compañía (en número de aviones entregados), y sumando el mercado militar, como la notícia dice, EADS (propietaria de Airbus) es la segunda compañía del mundo.

Citar
Essa notícia é boa... Afinal de contas, os europeus só se associariam se precisassem da Embraer para vencer essa disputa... Isso mostra a importância da Embraer no cenário mundial...


Son estrategias comerciales, a EADS tal vez no le interesa demasiado OGMA, por eso prefiere compartir costes de adquisición con embraer. O tal vez sea un primer paso de asociación comercial para en un futuro EADS adquiera embraer...
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1263
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +0/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #12 em: Agosto 17, 2004, 10:06:05 pm »
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

J.Ricardo

  • Perito
  • **
  • 311
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Setembro 24, 2004, 06:22:02 pm »
Na prática a EADS já detem 20% da Embraer!!! :G-deal:
 

 

Lockheed Martin-Embraer, Vencem Aerial Common Sensor

Iniciado por Fábio G.

Respostas: 3
Visualizações: 2322
Última mensagem Agosto 18, 2004, 05:21:41 pm
por JLRC
EMBRAER assina memorando de entendimento com a Índia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 0
Visualizações: 1258
Última mensagem Fevereiro 09, 2005, 01:36:07 pm
por J.Ricardo
WEBASAS - EMBRAER 2008 - TESTES DE VÔO - FOTOS!!

Iniciado por WEBASAS

Respostas: 1
Visualizações: 2425
Última mensagem Julho 24, 2008, 09:49:37 am
por nelson38899
Embraer ganha programa LAS (USAF)

Iniciado por Luso

Respostas: 19
Visualizações: 5805
Última mensagem Abril 06, 2015, 02:37:01 pm
por Edu
Escola de pilotagem da EMBRAER em Beja

Iniciado por AFA

Respostas: 13
Visualizações: 2310
Última mensagem Março 14, 2017, 11:58:15 pm
por AFA