Comando da NATO em Oeiras, que futuro?

  • 71 Respostas
  • 14909 Visualizações
*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1517
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #15 em: Outubro 17, 2010, 12:32:32 pm »
Qual seria o peso da CPLP nesta questão?
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #16 em: Outubro 17, 2010, 06:53:18 pm »
O peso da CPLP é simples de calcular: NENHUM, ZERO, NADA.

Hoje como no passado, temos que nos apoiar na potência naval dominante. Se quem mais poderá colocar em causa as nossas pretensões são os países europeus, que são teoricamente os nossos aliados, então só temos uma alternativa: Apoio dos americanos.

A questão que a seguir se coloca é:
O que é que vamos dar aos americanos para ter o apoio deles ?

E isto leva-nos novamente para a questão das decisões no passado. Por sermos um país atlântico, a nossa geografia atirou-nos para fora do centro da Europa. Por muito que os Sampaios os Soares e os Barrosos queiram convencer os cidadãos de que temos que estar no nucleo da União Europeia, ou o «pelotão da frente da integração europeia», como eles costumavam dizer.

Quem pode estar no pelotão da frente, é quem tem dinheiro e recursos para isso e não precisa de andar de mão estendida, aflito para que os bancos não lhe cortem o crédito, para que possa pagar o salário dos funcionários públicos e os juros da dívida. Além disso, ajuda estar efectivamente lá.
O que concluímos, é que quando olhamos para a possibilidade de explorar o fundo do mar e a plataforma continental, mas uma vez somos confrontados com questões com que já nos confrontávamos no século XIV.

A primeira coisa a fazer é demonstrar interesse, intenção e determinação em garantir o controlo sobre aquelas áreas da superfície do oceano.

Precisamos de muito mais que a actual marinha, se alguma vez quisermos transmitir esse interesse e determinação.
E patrulhas oceânicos não chegam.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7487
  • Recebeu: 256 vez(es)
  • Enviou: 97 vez(es)
  • +31/-26
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #17 em: Outubro 17, 2010, 07:26:28 pm »
Eu não contaria com os americanos a médio prazo. Cheira-me (cheira? tresanda!) que eles terão problemas que cheguem. Alemanha ou Brasil parecem-me os parceiros a considerar.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5580
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.areamilitar.net
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #18 em: Outubro 17, 2010, 09:47:04 pm »
Porque se desvia da questão específica da NATO em Oeiras, continuo a falar sobre este assunto aqui:

http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?f=10&t=3360&p=197066#p197066


Podemos prosseguir aqui com a discussão de temas mais logísticos, directamente relacionados com Oeiras e com a NATO.
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #19 em: Novembro 17, 2010, 01:27:52 am »
Décadas de desinvestimento nas forças armadas Portuguesas tiverem os seus frutos, a mais que certa extinção do comando nato de Oeiras em detrimento do Belga e do de Nápoles.

Na cimeira vai ser aprovado o novo conceito estratégico para os próximos 10 anos, em que os objectivos passam pela consolidação da posição da aliança a leste, pelo médio oriente e pelo Afeganistão, Iraque, irão e mesmo o Paquistão.

Se Portugal tivesse umas forças armadas em condições e uma marinha de guerra bem equipada, sempre teríamos mais alguma margem de manobra, assim, vai ser engolir em seco e calar, a zona euro-atlantica esta minimamente estabilizada, os países dessa zona mais o menos sob a orbita de Washington, os objectivos estratégicos em suma resvalaram para leste.

O ministro da defesa, o malhador da direita, lá foi pôr-se em bicos de pés junto do senhor Rasmussen, para que as televisões do regime possam enganar o povo, de modo a que passe a mensagem que o governo dos ministros está a fazer tudo impedir a saída do comando nato de Oeiras, mas isto é só fumaça.

Para além disto, a saída do comando da NATO de Oeiras é fruto de décadas de conspiração castelhana contra o comando NATO em Portugal, os principais obstáculos para a instalação e manutenção de comandos reginais da NATO em Portugal Oeiras partiram sempre de Madrid.

A nível de politica externa, sempre que para Portugal estavam em jogo questões importantes no seio da NATO, a maior oposição veio sempre de Madrid.

Para além disso o regime castelhano assente em madrid nos anos 80 Madrid recusava ter tropas espanholas sob comando português mesmo no seio da NATO.

Para além da real politik, dos risinhos para a fotografia e dos apertos de e palmadinhas nas costas para aparecer na televisão, a realidade é bem mais cruel e sombria, e Castela como sempre ao longo destes últimos 9 séculos sempre que pode não hesitou e ainda hoje não hesita em nos dar a facada nas costas.

As vozes da NATO que afirmaram há uns anos atrás e que recentemente voltaram á carga dizendo que para Portugal os submarinos não eram prioridade, não eram outras vozes que espanholas, embora oriundas do seio da NATO.

Pior ainda, com a perda do comando, e pelo que me apercebo no âmbito Allied Command Operations (ACO) corremos o sério risco de ficar sob a dependência de madrid, que por sua vez está sob a dependência de Nápoles, e basta ir à página da Nato e ver o organograma da organização para ver que isto é o cenário mais real.

Bem com uma unica cajada castela matou dois coelhos, tirou-nos o comando Nato e ainda por cima sujeitos a ficarsoba dependencia dos castelhanos e ter que receber ordens na lingua dos trapos.

Pois os nossos amigos americanos parece que nos vão deixar pendurados, cada vez mais me convenço que são bem amigos de castela do que de nós.

 :snipersmile:
« Última modificação: Novembro 17, 2010, 01:47:30 am por Luso-Efe »
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #20 em: Novembro 17, 2010, 01:31:25 am »
Citação de: "papatango"

Com a NATO a afastar-se de Portugal, ou encontramos parceiros, ou ficaremos a "xuxar" no dedo. A solução mais evidente é a da Ibéria. Assim ainda conseguimos garantir 20% do bolo (representamos 20% da Ibéria), mas mesmo a Ibéria, não terá capacidade para conter os interesses da França e da Grã Bretanha e especialmente da Alemanha, que como no caso de África, vai querer o seu lugar ao Sol, e o seu quinhão de plataforma continental.

Caro papatango.

Presumo que isto é uma piada?

Certo.

Seria uma das ultimas pessoas deste fórum a quem pensaria ver escrito algo parecido.
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #21 em: Novembro 17, 2010, 01:39:26 am »
Citação de: "Luso"
Eu não contaria com os americanos a médio prazo. Cheira-me (cheira? tresanda!) que eles terão problemas que cheguem. Alemanha ou Brasil parecem-me os parceiros a considerar.

Penso que o Luso, um dos "senhores" deste Fórum, tem toda a razão, a solução passa pelo Brasil, ou outro parceiro forte, Inglaterra.

Ou mesmo a Alemanha como diz o Luso, afinal pagavam volfrânio com ouro e não ficaram a dever nada, andamos aos tiros com eles na 1ª guerra mundial mas foi por arrastamento.

Eu penso que só o Brasil nos pode salvar.

Agora Castela, essa opção nunca se pôe, castela não é, nem nunca foi, nem poderá ser no futuro uma opção a considerar por Portugal.

Isso seria a desgraça dos portugueses, seriamos tratados como párias, já que falamos de alemães, seriamos considerados pelo reich castelhano como Untermenschen  , sub-humanos.

 :snipersmile:
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1169
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +2/-3
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #22 em: Novembro 17, 2010, 07:11:17 pm »
Por mim pode-se ir embora, não faz cá falta, é tempo de nos virarmos para a UE e interesses comunitários, quanto menos nos metermos nas guerras dos EUA melhor.
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #23 em: Novembro 17, 2010, 07:29:15 pm »
Citação de: "Camuflage"
Por mim pode-se ir embora, não faz cá falta, é tempo de nos virarmos para a UE e interesses comunitários, quanto menos nos metermos nas guerras dos EUA melhor.

Com a parte de não nos meter-mos na guerra dos EUA concordo a certo ponto.

Os americanos ao serviço da sua politica meia imperialista e energética invadiram o Iraque com base em argumentos forjados e á revelia das nações unidas.

Por isso, meter soldados naquele atoleiro em se transformou o Iraque não me parece bem.

No afeganistão o cenário já é outro, ai já admito a presença de tropas portuguesas.

Mas há que o dizer sem rodeios, a Nato neste momento passou de uma organização defensiva que era a sua matriz inicial, para se tornar numa organização ofensiva, organização esta que se encontra em larga medida ao serviço dos interesses americanos, é uma verdade.

Mas nos comos fazemos parte da NATO e mandamos muito pouco temos que seguir com eles, não há solução.

Mas a saida do comando da Nato de Lisboa pode levar à nossa sublaternização em relação a madrid e isso é muito perigoso.

Em relação a este reich assente no eixo paris-berlim-madrid, penso que era hora de acabar com isto de vez, regressar á CEE, um espaço de livre comércio de pessoas e bens, foi isto que trouxe paz á europa, visto que o comérico conduz a uma sã convivencia entre os povos.

Pelo contrário, este UE e a ganancia do directório europea é que nos pode trazer conflitos de novo, nada de uniões politicas, muito menos militares, ai é que estavamos desgraçados, sem exercito próprio, no seio de um exercito europeu estavamos condenados á castelhanização.

Cumprimentos.
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1169
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +2/-3
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #24 em: Novembro 17, 2010, 08:45:26 pm »
Já somos subalternos de muita gente há muito tempo, sair da NATO não implica ser-se seu inimigo, apenas deixamos de ter obrigações, logo torna-se algo mais benéfico do que o sistema actual.
O Afeganistão não é mais do que outro Iraque, estão tropas lá presentes com o objectivo de proteger o pipeline que por lá andam a construir desde há muito tempo e tão brevemente não vão arrecadar de lá o pé, pelo menos enquanto não estiver garantido que o governo fantoche controla bem a nação. Por outro lado agora fala-se na participação da Rússia com a NATO para a luta contra o narcotráfico naquela região... tendo em conta o historial mafioso russo, dá a entender que o objectivo é a concertação de preços e por outro lado a própria NATO não parece empenhada na destruição dos campos, bem pelo contrário.



E claro que há ainda que questionar o porquê das equipas que iriam caçar o bin Laden (o afinal motivo para a entrada no Afeganistão) terem sido desfeitas em tão pouco tempo e nunca voltaram a ser criadas. Chegado ao cumulo de noticias como esta: http://www.cbsnews.com/stories/2008/10/ ... 4937.shtml .

Portanto não vale a pena fazer-se parte dum clube cujos interesses se focam no G8 e usam estas marionetas (como Portugal) para irem conquistando objectivos. Alias fazer-se parte de clubes devia ser alvo de referendo por parte do povo, isso sim verdadeiramente democrático.
 

*

Lince

  • Moderador Global
  • *****
  • 245
  • +0/-0
    • http://forumdefesa.com
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #25 em: Novembro 18, 2010, 12:40:13 pm »
Se nos virarmos só para a Europa é o nosso fim como Nação.

Se sairmos da NATO, quem vai pagar a factura de umas Forças Armadas capazes integralmente de garantir a nossa soberania e defesa?

Globalmente, os interesses dos EUA são coincidentes em quase tudo aos de Portugal, como o são para qualquer país atlântico moderno. Ignorar isto, falar em guerras pelo petróleo, vassalos, etc. é tipicamente uma retórica chavista, que não faz o mínimo sentido.

Vendo como a Europa caminha para o abismo, e dizer ao mesmo tempo que devemos romper os nossos vínculos atlânticos, é qualquer coisa de loucos. Foi precisamente esta vertente que nos permitiu, e ainda nos permite, ser umas das nações mais antigas da Europa.
Cumprimentos

 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2691
  • Recebeu: 17 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +5/-4
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #26 em: Novembro 18, 2010, 03:10:49 pm »
Citação de: "Lince"
Se nos virarmos só para a Europa é o nosso fim como Nação.

Se sairmos da NATO, quem vai pagar a factura de umas Forças Armadas capazes integralmente de garantir a nossa soberania e defesa?

Globalmente, os interesses dos EUA são coincidentes em quase tudo aos de Portugal, como o são para qualquer país atlântico moderno. Ignorar isto, falar em guerras pelo petróleo, vassalos, etc. é tipicamente uma retórica chavista, que não faz o mínimo sentido.

Vendo como a Europa caminha para o abismo, e dizer ao mesmo tempo que devemos romper os nossos vínculos atlânticos, é qualquer coisa de loucos. Foi precisamente esta vertente que nos permitiu, e ainda nos permite, ser umas das nações mais antigas da Europa.


Se sairmos da NATO, quem vai pagar a factura de umas Forças Armadas capazes integralmente de garantir a nossa soberania e defesa?

Contra quem ?
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Luso-Efe

  • 467
  • +0/-0
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #27 em: Novembro 18, 2010, 07:09:57 pm »
Citação de: "Lince"
Se nos virarmos só para a Europa é o nosso fim como Nação.

Não podia estar mais de acordo, a UE com as leis permissivas que permitem a castelhanização e parasitismo económico de Portugal por parte de espanha é o principal perigo à soberania nacional.

Considero também que o garante de paz na europa é a NATO.

Em relação á UE na minha opinião dava o estoiro já hoje, amanha já é tarde, visto que este UE está feita á medida do directório europeu, assente no eixo Berlim-Paris-Madrid, todos nossos inimigos históricos, principalemente a Espanha e França, os alemães nem  tanto, o perigo é castela e frança que ve na absorção de Portugal por espanha uma forma de parar os impetos independentistas da catalunha que estãoa contagiar todo o sul de frança, a occitania, os occitanos já se manifestam, exigem o reconhecimento da lingua ocitana, isto para não falar dos bascos també.

Se continuarmos nesta UE a castelhanização do pais vai aumentar a olhos vistos.

Ou seja, para Portugal o fim desta UE era o melhor que nos podia acontecer, voltávamos à CEE, ou seja, um livre espaço de circulação de pessoas e bens, foi esta filosofia que trouxe paz á Europa, ou seja, o comércio promove o diálogo e a sã convivência entre os povos.

Pelo contrário este esboço de um estado federal à imagem dos EUA e criado á revelia do povos da Europa, é que nos pode arrastar de novo para os conflitos, devido á ganância e à prepotência do directório europeu, para além disso á sombra desta EU e das leis europeias feitas ao serviço dos interesses dos grandes da europa é que Castela está a iberizar e canibalizar Portugal e a economia Portuguesa.

Por outro lado a NATO está-se a tornar uma organização ofensiva, e não sei se isso a médio prazo e devido ao facto de o Iraque se ter transformado num atoleiro, bem como o afeganistão, não sei se a médio prazo estes conflitos não poderão levar a cisões no seio da organização.

Vamos andando e vamos vendo.

Se a NATO por ventura acaba-se, teriamos que nos defender, a aliança inglesa voltaria a ter a preponderancia de outros tempos, pelo menos, uma coisa é certa não seriamos governados por traidores iberistas como agora.

Cumprimentos.
Chamar aos Portugueses ibéricos é 1 insulto enorme, é o mesmo que nos chamar Espanhóis.

A diferença entre as 2 designações, é que a 1ª é a design. Grega, a 2ª é a design. Romana da península.

Mas tanto 1 como outra são sinónimo do domínio da língua, economia e cultura castelhana.

Viva Portugal
 

*

Camuflage

  • Especialista
  • ****
  • 1169
  • Recebeu: 59 vez(es)
  • Enviou: 27 vez(es)
  • +2/-3
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #28 em: Novembro 18, 2010, 07:20:40 pm »
Citação de: "Lince"
Globalmente, os interesses dos EUA são coincidentes em quase tudo aos de Portugal, como o são para qualquer país atlântico moderno. Ignorar isto, falar em guerras pelo petróleo, vassalos, etc. é tipicamente uma retórica chavista, que não faz o mínimo sentido.

Será que é mesmo assim ou será que os interesses Portugueses prendem-se exclusivamente com os interesses americanos ou mesmo da potência em voga?
Se a China vier mesmo ajudar Portugal a pagar a divida, vamos ter que começar a piar fino e ficaremos entre a espada e a parede no que toca a resoluções da ONU ou questões dos direitos humanos... ah pois é.

A soberania nacional está mais que assegurada, é uma falsa questão que anda sempre a ser levantada e nunca colocam em cima da mesa as provas de tais afirmações.
A Finlândia não faz parte desse clube, vai participando nos treinos e envia tropas para onde quer e bem entende! Não se vendo obrigada a regras da tanga, não é por isso que perde soberania, bem pelo contrário, é capaz até de estar bem mais preparada para enfrentar o inimigo do que Portugal. (sejam lá os inimigos que temos...)

Portugal queimou literalmente 25 milhões com a brincadeira do Afeganistão, quando já noticiado noutro post não se justificam os meios que enviou, com esse $ poderia pagar a 1750 enfermeiros (e quem diz enfermeiros diz outros profissionais) durante 1 ano, com 14 meses incluídos, a auferirem 1020€ mensais (salário base de enfermagem), algo que seria muito mais útil à sociedade portuguesa, pois antes dos outros, estamos nós ! E que vamos tirar dessa participação? "Experiência"  :lol:
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2691
  • Recebeu: 17 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +5/-4
Re: Comando da NATO em Oeiras, que futuro?
« Responder #29 em: Novembro 18, 2010, 09:29:20 pm »
Citação de: "Camuflage"
Citação de: "Lince"
Globalmente, os interesses dos EUA são coincidentes em quase tudo aos de Portugal, como o são para qualquer país atlântico moderno. Ignorar isto, falar em guerras pelo petróleo, vassalos, etc. é tipicamente uma retórica chavista, que não faz o mínimo sentido.

Será que é mesmo assim ou será que os interesses Portugueses prendem-se exclusivamente com os interesses americanos ou mesmo da potência em voga?
Se a China vier mesmo ajudar Portugal a pagar a divida, vamos ter que começar a piar fino e ficaremos entre a espada e a parede no que toca a resoluções da ONU ou questões dos direitos humanos... ah pois é.

A soberania nacional está mais que assegurada, é uma falsa questão que anda sempre a ser levantada e nunca colocam em cima da mesa as provas de tais afirmações.
A Finlândia não faz parte desse clube, vai participando nos treinos e envia tropas para onde quer e bem entende! Não se vendo obrigada a regras da tanga, não é por isso que perde soberania, bem pelo contrário, é capaz até de estar bem mais preparada para enfrentar o inimigo do que Portugal. (sejam lá os inimigos que temos...)

Portugal queimou literalmente 25 milhões com a brincadeira do Afeganistão, quando já noticiado noutro post não se justificam os meios que enviou, com esse $ poderia pagar a 1750 enfermeiros (e quem diz enfermeiros diz outros profissionais) durante 1 ano, com 14 meses incluídos, a auferirem 1020€ mensais (salário base de enfermagem), algo que seria muito mais útil à sociedade portuguesa, pois antes dos outros, estamos nós ! E que vamos tirar dessa participação? "Experiência"  :lol:

Por essa ordem de ideias o que lucrou Portugal com a ida dos militares para o Líbano ou para o Kosovo ? Enfim...
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

 

"O Futuro Começa Hoje"

Iniciado por LusoQuadro Mundo

Respostas: 1
Visualizações: 932
Última mensagem Fevereiro 27, 2006, 06:39:05 pm
por Marauder
Futuro "best seller" português

Iniciado por LusoQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 3
Visualizações: 1396
Última mensagem Maio 24, 2006, 03:34:54 pm
por Cabeça de Martelo
Sub Sul-Africano "afunda" todo SNMG-1 da NATO

Iniciado por P44Quadro Armadas/Sistemas de Armas

Respostas: 22
Visualizações: 8946
Última mensagem Dezembro 11, 2009, 08:19:24 pm
por SSK
NATO Teme ataques contra navios tanque no Atlântico

Iniciado por Tiger22Quadro Conflitos do Presente

Respostas: 1
Visualizações: 1196
Última mensagem Dezembro 22, 2004, 10:45:05 pm
por Nautilus
Escudo antimísseis pode provocar divisão no seio da NATO

Iniciado por LanceroQuadro Mundo

Respostas: 10
Visualizações: 4336
Última mensagem Fevereiro 26, 2008, 12:45:44 pm
por Lancero