Actividade Operacional/Exercícios

  • 398 Respostas
  • 96967 Visualizações
*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7461
  • Recebeu: 267 vez(es)
  • Enviou: 437 vez(es)
  • +74/-199
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #390 em: Março 05, 2019, 11:40:14 am »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7461
  • Recebeu: 267 vez(es)
  • Enviou: 437 vez(es)
  • +74/-199
« Última modificação: Março 13, 2019, 07:45:23 pm por P44 »
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: mayo

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14727
  • Recebeu: 894 vez(es)
  • Enviou: 868 vez(es)
  • +118/-113
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #392 em: Março 26, 2019, 10:37:08 am »
Entrevista ao fuzileiro herói em Moçambique: “A missão dos portugueses é o que nos pedirem”

Militar da primeira equipa de portugueses em Moçambique contou como resgatou a mulher numa ilha isolada em Moçambique. Está lá há dois dias mas já não se lembrava: "Estamos concentrados na missão".


Sargento fuzileiro Faustino voluntariou-se para resgatar a mulher moçambicana

Sargento Fuzileiro Faustino. Enquanto estiver em Moçambique a ajudar no resgate e apoio da população após a tragédia do ciclone Idai, Faustino não tem primeiro nome. Foi isso que combinou com a sua mulher. Homem experiente, o sargento entrou para a Marinha há 18 anos e já esteve em missões na Lituânia, no Senegal, em Timor e no Afeganistão. Na sexta-feira, herdou outra: incorporar a primeira equipa da Marinha Portuguesa enviada para a cidade moçambicana da Beira.

Ao fim de dois dias, Faustino tornou-se num herói ao resgatar uma mulher isolada numa minúscula ilha no meio da mar de lama em que parte da província de Sofala se transformou.  O momento foi captado em vídeo pela Marinha Portuguesa. E o sargento descreveu, passo a passo, como tudo aconteceu ao Observador através de uma chamada telefónica de 10 minutos com o fuzileiro Faustino, constantemente interrompida por momentos de silêncio e gaguejos impostos pelas falhas de comunicação no país. Na verdade, falha tudo em Moçambique.


Quando os militares das Forças Armadas portuguesas sobrevoam as aldeias perdidas nas margens dos rios moçambicanos, as crianças queixam-se de falta de água e de comida. É para que esses bens cheguem até elas que os fuzileiros como Faustino viajam para um país a 8 mil quilómetros de Portugal. Quem sobreviveu ao ciclone Idai, sobrevive agora à fome e às doenças graças a esta ajuda humanitária.

A missão dos portugueses é “o que nos pedirem”, descreve o fuzileiro. Este domingo foram duas. Primeiro, sobrevoaram em helicópteros indianos as regiões inundadas da cidade de Beira para saberem onde estão as povoações isoladas quando o fluxo do rio galgou as margens e inundou os campos. Depois, os botes dos fuzileiros da Força de Reação Imediata (FRI) — a que pertence Faustino — levam comida, água e assistência médica via mar. Em casos mais extremos, os fuzileiros a bordo dos helicópteros atiram esses bens para terra ainda antes dos botes serem enviados para lá. Ou então resgatam quem está em perigo.

Este último caso foi o da mulher que o sargento Faustino salvou. “Estávamos a fazer um reconhecimento de zona para rentabilizar os meios e saber se era possível chegar a sítios isolados. Aproveitamos a Força Aérea indiana para distribuir alimentação nessas zonas isoladas. Numa dessas aldeias vimos gestos de socorro. E identificámos uma pessoa, uma senhora”, recorda o fuzileiro poucas horas depois da operação.

O helicóptero aproximou-se da ilhota de onde a mulher acenava para que os militares pudessem falar com ela. Mas não se ouvia nada por causa do barulho das hélices e dos motores. Foi então que o sargento tomou a decisão de descer a terra para ir buscá-la: “Os indianos só falam inglês, por isso voluntariei-me para falar em português com ela. Como não conseguia ouvir nada, pedi para ir lá abaixo e ver se havia mais gente”, recorda o fuzileiro ao Observador. Não havia. Mas aquela mulher precisava de ser resgatada. Apresentava “sinais evidentes de fraqueza”.

É uma operação “simples” e “não apresenta riscos” para o militar, explicou o sargento. O fuzileiro desce do helicóptero para terra através do guincho, depois coloca um cinto em redor da pessoa que está a ser resgatada e sobe para o helicóptero pelo mesmo guincho. A opção de pousar a aeronave nunca esteve em cima da mesa: “Aquilo estava completamente alagado”, recorda o sargento fuzileiro Faustino.

A mulher salva pelo militar português “estava muito calminha, não falou praticamente nada”: “Dizia que estava bem, mas fez um gesto como que a dizer que estava triste, por assim dizer”, descreve o sargento. Depois de recuperada pelo fuzileiro português, a mulher foi levada para o aeroporto da Beira, onde foi montada uma tenda com profissionais de saúde que prestam socorro às vítimas do furacão.

Depois de a deixar lá, Faustino perdeu o rasto à mulher que salvou. O fuzileiro não sabe quando vai regressar a casa, mas diz não se importar com o tique-taque dos ponteiros do relógio — tanto que precisa de fazer contas para saber há quanto tempo está em Moçambique: “Estamos mais concentrados nesta missão do que preocupados em regressar”, confessa.

https://observador.pt/2019/03/24/entrevista-ao-fuzileiro-heroi-em-mocambique-a-missao-dos-portugueses-e-o-que-nos-pedirem/
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3270
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 560 vez(es)
  • +215/-9
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #393 em: Abril 30, 2019, 07:23:57 am »
Navio patrulha oceânico Figueira da Foz participa em exercício em Espanha



Ontem, 29 de abril, o NRP Figueira da Foz iniciou a sua participação no exercício SPANISH MINEX19, dedicado essencialmente à guerra de minas, com a saída coordenada do porto de Mahon.
Após a largada dos treze navios do Grupo-Tarefa do porto, efetuaram-se exercícios de manobras e evoluções, onde todos os navios da força participaram.

São esperados vários cenários de treino tático, entre eles, a defesa a ameaça assimétrica e a realização de ações de busca, deteção, reconhecimento, identificação e inativação de minas marítimas realizadas pelo Destacamento de Mergulhadores Sapadores embarcado.

Após concluir a sua participação no exercício espanhol o navio ruma à Figueira da Foz onde estará aberto a visitas no âmbito do Dia da Marinha.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/

PS : lá está o belo do Contentor ! E se em vez do VdC tivéssemos usado um Classe Tejo, com os módulos apropriados para esta missão, que tal ??

Abraços
« Última modificação: Abril 30, 2019, 07:25:40 am por tenente »
 

*

Barlovento

  • Membro
  • *
  • 156
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +17/-2
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #394 em: Abril 30, 2019, 11:07:31 am »
En la noticia se ve foto del NPO Figueira da Foz atracado en la Estación Naval de Mahón.

http://www.infodefensa.com/es/2019/04/30/noticia-buques-cinco-submarinos-cazan-minas-baleares.html

 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7461
  • Recebeu: 267 vez(es)
  • Enviou: 437 vez(es)
  • +74/-199
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3270
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 560 vez(es)
  • +215/-9
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #396 em: Maio 07, 2019, 06:58:26 pm »
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120

Lá ficamos sem 40% da MdG, de superfície, a classe BD deu de FROSK, digo FOST.  :mrgreen:

Abraços
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7461
  • Recebeu: 267 vez(es)
  • Enviou: 437 vez(es)
  • +74/-199
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3270
  • Recebeu: 1451 vez(es)
  • Enviou: 560 vez(es)
  • +215/-9
Re: Actividade Operacional/Exercícios
« Responder #398 em: Maio 08, 2019, 07:52:30 am »
https://mobile.twitter.com/seawaves_mag/status/1125814423623557120

Lá ficamos sem 40% da MdG, de superfície, a classe BD deu de FROSK, digo FOST.  :mrgreen:

Abraços

E ainda levou o Bérrio!

https://m.facebook.com/159252640762594/posts/2376393825715120/?app=fbl


Isso é que é uma excelente Noticia, os Bifes devem querer o Bérrio para o colocar num museu e vão-nos dar em troca o Wave Ruler.  :G-beer2: ;)

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44, NVF

 

Abertura do ano operacional

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 30
Visualizações: 12983
Última mensagem Fevereiro 28, 2007, 07:23:18 am
por Tropinha
Exercícios Navais

Iniciado por dionisio

Respostas: 6
Visualizações: 4288
Última mensagem Junho 25, 2008, 11:22:05 pm
por dionisio