Notícias da Marinha

  • 2249 Respostas
  • 502699 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5466
  • Recebeu: 1098 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +375/-136
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2235 em: Julho 12, 2019, 10:06:57 am »
Citar
Portugal participa domingo nas comemorações oficiais do Dia da Bastilha, em Paris, com militares das forças especiais da Marinha e do Exército e uma aeronave da Força Aérea, na presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

As Forças Armadas portuguesas vão marcar presença com 15 fuzileiros da Marinha, sete paraquedistas do Exército e uma aeronave C-295 da Força Aérea, soube o DN junto de fontes dos três ramos.

Os fuzileiros presentes em Paris serão alguns dos que participaram na missão Corymbe 2018, integrados na guarnição de um navio que fazia escolta ao porta-aviões francês Charles de Gaulle, informou a Marinha.

Seria magistral  ouvir as nossas tropas a cantar e a calar os franceses.

Calar os franceses é fácil. Basta levar as nossas chaimites porta-morteiro ou os nossos anfíbios da marinha que eles nunca mais conseguem articular uma palavra nem fecham a boca de espanto...  :mrgreen: :mrgreen:





Cumprimentos  c56x1 c56x1
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, NVF

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2236 em: Julho 12, 2019, 10:13:54 am »
Citar
Portugal participa domingo nas comemorações oficiais do Dia da Bastilha, em Paris, com militares das forças especiais da Marinha e do Exército e uma aeronave da Força Aérea, na presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

As Forças Armadas portuguesas vão marcar presença com 15 fuzileiros da Marinha, sete paraquedistas do Exército e uma aeronave C-295 da Força Aérea, soube o DN junto de fontes dos três ramos.

Os fuzileiros presentes em Paris serão alguns dos que participaram na missão Corymbe 2018, integrados na guarnição de um navio que fazia escolta ao porta-aviões francês Charles de Gaulle, informou a Marinha.

Seria magistral  ouvir as nossas tropas a cantar e a calar os franceses.

Cada tropa tem o seu cancioneiro, cada tropa tem a sua marcha, como tal, vai ser à "normal" e sem cânticos à mistura.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3046
  • Recebeu: 127 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +128/-32
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2237 em: Julho 13, 2019, 02:22:58 pm »
Ao extremo a que se está a chegar nisto das Notícias da Marinha, no mínimo já se está a tornar ridículo !!!

https://www.marinha.pt/pt/media-center/Noticias/Paginas/Militar-da-Marinha-salva-gato-bebe-de-afogamento.aspx

Abraços

Pensei o mesmo, patético diria.

Querem-se imiscuir como sendo "bonzinhos", do tipo, nós não somos uma Marinha de "Guerra", somos uma instituição, de bem e até salvamos gatinhos.

No intermédio temos uns patrulhas, que não se preocupem não estão armados, é só para vigilância.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: P44

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3950
  • Recebeu: 1834 vez(es)
  • Enviou: 699 vez(es)
  • +523/-70
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2238 em: Julho 27, 2019, 12:44:49 pm »
Marinha Portuguesa

Militares da Marinha prestam apoio a piloto em dificuldades e detetam incêndios

No âmbito das ações de vigilância e patrulhamento para prevenir incêndios, as patrulhas da Marinha detetaram e reportaram ontem ao Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro uma coluna de fumo na freguesia de Cachopo, onde imediatamente apoiaram os operacionais no local no combate ao incêndio. Ainda na região do Algarve, na Barragem de Beliche, em Castro Marim, após amaragem em emergência de uma aeronave foi prestado socorro ao piloto até à chegada do apoio especializado no local.



Entretanto, no distrito de Viana do Castelo, os militares em patrulha detetaram duas colunas de fumo, originadas por queimadas locais, que prontamente foram extintas pelos militares da Marinha. Simultaneamente foram sensibilizados os responsáveis pelas queimadas, sendo esclarecidos quando e como é legalmente permitido fazer uso do fogo, bem como, apreender as necessárias regras de segurança que devem presidir à realização de queimas e queimadas.

Atualmente, a Marinha continua a colaborar com Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas com 36 militares por dia, 12 patrulhas diárias, contribuindo para a vigilância e sensibilização das populações, nas matas nacionais e perímetros florestais, durante o período crítico de incêndios florestais.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/

Abraços
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3950
  • Recebeu: 1834 vez(es)
  • Enviou: 699 vez(es)
  • +523/-70
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2239 em: Agosto 09, 2019, 09:52:11 am »
« Última modificação: Agosto 09, 2019, 09:53:35 am por tenente »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3950
  • Recebeu: 1834 vez(es)
  • Enviou: 699 vez(es)
  • +523/-70
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2240 em: Agosto 16, 2019, 06:34:45 pm »
NRP Sines pronto para regressar ao mar após concluir docagem de garantia



O navio patrulha oceânico Sines regressou à Base Naval de Lisboa após um período de docagem de garantia nos estaleiros navais de Viana do Castelo, entre 20 de julho e 15 de agosto.

O NRP Sines está agora pronto para iniciar mais uma missão ao serviço de Portugal e dos portugueses.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/pcb.2558890317465469/2558878987466602/?type=3&theater

Abraços
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11090
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-47
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2241 em: Setembro 21, 2019, 03:40:35 pm »
Marinha quer embarcar primeiro destacamento de 'drones' aéreos ainda este ano


A Marinha portuguesa quer embarcar ainda em 2019 o primeiro destacamento de "drones" aéreos não tripulados, equipamentos que foram hoje testados com sucesso num exercício realizado ao largo de Tróia, envolvendo militares e navios de nove países.

“Aquilo que pretendo é que, talvez este ano, possa embarcar o primeiro destacamento de sistemas aéreos não tripulados”, afirmou o chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), almirante Mendes Calado, em declarações aos jornalistas, a bordo da fragata Álvares Cabral.

Cerca de 852 militares e civis, apoiados por oito navios de guerra e um submarino estão envolvidos na 10.ª edição do “Recognized Environmental Picture (Maritime Unmanned Systems) – REP (MUS) 19”, o maior exercício de demonstração do uso de ‘drones’ ao serviço da marinha, que começou em 09 de setembro e que vai decorrer até dia 27 de setembro.

No cenário fictício hoje criado para testar os equipamentos, um navio é pirateado ao largo da costa da Tróia, no distrito de Setúbal, e três pessoas ficam reféns dentro da embarcação. A Marinha portuguesa mobiliza todos os meios disponíveis e inicia o resgate.

O navio hidrográfico D. Carlos I é ladeado por uma embarcação de assalto, do Destacamento de Ações Especiais (DAE) da Marinha Portuguesa, preparada para iniciar a operação de resgate.

A suportar a equipa estão quatro veículos não tripulados: dois de superfície e dois aéreos.

As duas lanchas não tripuladas são pilotadas a partir do Ponto de Apoio Naval de Tróia – uma das quais possui uma metralhadora na frente que pode ser comandada para abater alvos remotamente – e monitorizam a embarcação pirateada, a bombordo.

Ao mesmo tempo, o ‘drone’ “Puma” está a orbitar a embarcação, para haver vigilância permanente do alvo, enquanto outro drone sobrevoa a embarcação de um ponto mais alto para poder ampliar o campo de visão dos fuzileiros.

As condições para realizar o resgate são avaliadas pelo comando estabelecido a bordo do D. Carlos I e também pelo comandante do grupo de assalto, que conseguem ver tudo o que os veículos não tripulados captam, de todos os ângulos.

Depois de avaliadas as condições, é dada a ordem à embarcação de assalto do DAE para iniciar o resgate, que acelera em direção ao navio e resgata os reféns poucos minutos depois da abordagem da equipa.

A operação foi um exercício incluído no “Recognized Environmental Picture (Maritime Unmanned Systems) – REP (MUS) 19”, mas os procedimentos espelharam a realidade das operações, sublinhou a Marinha.

Estas operações costumam ser executadas durante a noite – para aproveitar o fator surpresa -, mas a exemplificação foi diurna para demonstrar o conceito que é a nova aposta da Marinha Portuguesa: o uso de veículos não tripulados no auxílio das missões.

Esta missão, que recorreu a quatro destes `drones´ militares, é apenas um dos usos desta tecnologia.

“[Através deste exercício] tivemos a perceção clara da importância que este tipo de sistemas vai trazer ao futuro da nossa atividade e como vamos transformar a nossa forma de estar no mar com a ajuda destes sistemas não tripulados”, referiu o almirante Mendes Calado, acrescentando com entusiasmo que é “particularmente sensível a tudo o que é inovador”.

Para o CEMA, uma das vantagens de ter estes sistemas a apoiar os navios de busca e salvamento é poder ter vigilância avançada, identificar "prevaricadores na utilização" do espaço e "poder setorizar o esforço" dos navios portugueses e da NATO, com o “auxílio de um horizonte mais alargado”.

O Comandante Naval da Marinha, o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo, explicou que, para desenvolver estes veículos, foi necessário “reunir a academia, a indústria e as forças armadas” de vários países.

De acordo com a informação disponibilizada à Lusa pela Marinha portuguesa, estiveram envolvidos no desenvolvimento destas tecnologias oito centros de investigação/universidades e 17 indústrias de diversas nações, além de terem sido necessárias 1.146 horas de navegação.

O vice-almirante Gouveia e Melo vincou que “a Marinha terá sempre que operar com navios" e que os veículos não tripulados vão complementar e multiplicar as capacidades.

“Quanto mais cedo chegarmos a esse mundo, dos veículos não tripulados, mais cedo conseguiremos multiplicar a nossa capacidade e o nosso valor a custos razoáveis”, considerou o Comandante Naval.

 :arrow: https://24.sapo.pt/atualidade/artigos/marinha-quer-embarcar-primeiro-destacamento-de-drones-aereos-ainda-este-ano
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3950
  • Recebeu: 1834 vez(es)
  • Enviou: 699 vez(es)
  • +523/-70
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2242 em: Setembro 28, 2019, 02:34:33 pm »
Portuguese Navy reveals existence of ‘tech guerrilla’ unit
Jane's Defence Weekly 26 September 2019

The Portuguese Navy’s CEOV has kit including the Blackfin autonomous UUV and a pair of toy remote control cars modified to carry grenade launchers and cameras. Source: IHS Markit/James Rands


The Portuguese Navy revealed the existence of the Unmanned Vehicle Experimentation Cell (Célula Experimentação Operacional de Veículos Não Tripulados: CEOV), dubbed Q-branch, during the 'Recognised Environmental Picture Maritime Unmanned Systems' ('REPMUS') exercise being held on Portugal's Troia Peninsula on 11-27 September.

The team was set up in 2017 and while not secret had not been advertised prior to 'REPMUS'. It numbers less than a dozen technically minded naval personnel of all ranks and varied experience under the command of Lieutenant Tiago Mendes. All personnel have an enthusiasm for engineering and technology. The unit reports directly to Fleet Commander Vice Admiral Gouveia e Melo and is tasked exclusively by him.

Vice Adm Melo said the main motivation for the team is "to fight asymmetric threats with asymmetric thinking". Citing Martec's law that technology changes exponentially while organisations transform logarithmically, Lt Mendes explained that procurement of new and emerging technologies was routinely too slow to procure cutting edge kit or exploit new uses of existing

technology. This left navies in the position of every sailor having a phone in his or her pocket with more processing power than the ship on which he or she was embarked. Smaller, more agile teams unburdened by organisational inertia (for example terrorists) could exploit advances in technology faster and in less stereotyped ways. Exploring the asymmetric potential of technology enables the unit to predict what an irregular adversary could do and thus pre-emptively develop countermeasures. Lt Mendes said, "We're like the flu vaccine; we don't do the change, we start the process."

https://www.janes.com/article/91548/portuguese-navy-reveals-existence-of-tech-guerrilla-unit

Abraços
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7464
  • Recebeu: 639 vez(es)
  • Enviou: 778 vez(es)
  • +101/-30
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2243 em: Setembro 28, 2019, 06:50:59 pm »
« Última modificação: Setembro 28, 2019, 06:52:33 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: HSMW

*

Viajante

  • Investigador
  • *****
  • 1373
  • Recebeu: 392 vez(es)
  • Enviou: 193 vez(es)
  • +143/-13
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2244 em: Outubro 07, 2019, 09:47:36 am »
Marinha Portuguesa tem uma unidade que desenvolve drones de guerra com brinquedos

A Marinha Portuguesa, comparativamente à de outros países, não tem um orçamento tão alargado. Contudo, tal não a impede de inovar. Através da Célula de Experimentação Operacional de Veículos Não Tripulados (CEOV), tem desenvolvido drones e robots de guerra recorrendo a componentes provenientes de brinquedos e demais peças de objetos do quotidiano.
Este projeto tem dado frutos e, apesar de o foco não estar em criar soluções definitivas para combate, tem como principal objetivo estudar contramedidas contra os inimigos mais inovadores.



As Forças Armadas Portuguesas, onde se incluí a Marinha, fazem um excelente trabalho na defesa do país mesmo tendo um orçamento bastante limitado. Não obstante, isso não as impede de inovar e adquirir novos equipamentos.
Um dos últimos projetos nesse sentido tem sido realizado pela Célula de Experimentação Operacional de Veículos Não Tripulados (CEOV). Esta unidade está a ser notícia especialmente pela sua inovação e sentido de reutilização. Recorrendo a brinquedos e outros objetos do nosso quotidiano, a Marinha Portuguesa está a desenvolver veículos de guerra não tripulados. Entre os quais destacam-se drones, robots e carros controlados remotamente.

https://www.facebook.com/MarinhaPortuguesa/photos/a.166558256698699/2318569994830837/?type=3

A título de exemplo, esta unidade da Marinha Portuguesa desenvolveu um carro telecomandado que transporta e lança granadas. Para além disso, tem uma câmara incorporada para análise do terreno.
Este e muitos mais equipamentos estão a ser criados pelos militares portugueses, com elevado conhecimento em engenharia e informática. Recorrendo a simples dispositivos, conseguem criar armas letais e que podem ser de extrema utilidade em situações de ‘guerra assimétrica’.



Algumas destas invenções foram apresentadas na conferência Recognized Environmental Picture Maritime Unmanned Systems (REPMUS) da NATO. O evento decorreu em Portugal, mais especificamente na Península de Tróia, entre os dias 11 e 27 de setembro deste ano.
A Marinha Portuguesa mostra assim que, mesmo com o orçamento bastante limitado que tem, consegue desenvolver soluções inovadoras. Estes veículos, aparentemente inofensivos, poderão ser importantes aliados em situações bastante peculiares na Defesa.

https://pplware.sapo.pt/gadgets/marinha-portuguesa-drones-brinquedos/
(baseado no artigo da Janes)
« Última modificação: Outubro 07, 2019, 12:52:53 pm por Viajante »
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2844
  • Recebeu: 1247 vez(es)
  • Enviou: 2628 vez(es)
  • +482/-89
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2245 em: Outubro 07, 2019, 03:17:10 pm »
Na senda de outros brinquedos já em uso, como as classes Viana do Castelo e Tejo.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM, Major Alvega, oi661114

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 565
  • Recebeu: 483 vez(es)
  • Enviou: 243 vez(es)
  • +312/-116
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2246 em: Outubro 07, 2019, 03:34:27 pm »


Até a Zâmbia já opera drones da categoria MALE há uma série de anos, nomeadamente o Hermes 450. Já para não falar de outros países como Marrocos com Predators's que deverão passar cá por cima uma série de vezes sem darmos por isso, porque sabem que temos radares obsoletos dos anos 80.

 Por cá na choldra, os tugas continuam nas suas tuguíces, brincando aos drones...
« Última modificação: Outubro 07, 2019, 03:40:46 pm por Major Alvega »
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 755
  • Recebeu: 110 vez(es)
  • Enviou: 718 vez(es)
  • +102/-0
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2247 em: Outubro 07, 2019, 04:29:44 pm »

Já para não falar de outros países como Marrocos com Predators's que deverão passar cá por cima uma série de vezes sem darmos por isso, porque sabem que temos radares obsoletos dos anos 80.

Os radares - salvo, espero, o instalado na Madeira - são assim tão obsoletos...? Ou são obsoletos para drones, pois são algo relativamente novo?
« Última modificação: Outubro 07, 2019, 04:51:02 pm por LM »
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Major Alvega

  • Perito
  • **
  • 565
  • Recebeu: 483 vez(es)
  • Enviou: 243 vez(es)
  • +312/-116
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2248 em: Outubro 07, 2019, 04:44:24 pm »

Já para não falar de outros países como Marrocos com Predators's que deverão passar cá por cima uma série de vezes sem darmos por isso, porque sabem que temos radares obsoletos dos anos 80.

Os radares - salvo, espero, o instalado na Madeira, são assim tão obsoletos...? Ou são obsoletos para drones, pois são algo relativamente novo?

Estou a falar dos localizados no continente como é óbvio. E que são muito diferentes (e muito mais antigos) do instalado na Madeira há poucos anos
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8557
  • Recebeu: 787 vez(es)
  • Enviou: 1299 vez(es)
  • +86/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Notícias da Marinha
« Responder #2249 em: Outubro 07, 2019, 07:11:16 pm »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: LM

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3483
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 11841
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3727
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10201
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1831
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro