Fogos Florestais

  • 547 Respostas
  • 46703 Visualizações
*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 210
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #15 em: Agosto 23, 2010, 02:04:45 pm »
Citação de: "chaimites"
A floresta e uma riqueza nacional, porque nao soam as cirenes por esses quarteis fora, e nao sai a tropa toda para a mata quando ha um incendio florestal?
Nao é uma ameaça bem real a segurança nacional?

Esta e a pergunta que ouço cada vez que um fogo chega as portas de qualquer aldeia perdida na serra

sei que por vezes sao chamados, mas quase sempre para funçoes de rescaldo



Quero ouvir as respostas dos entendidos
Em primeiro lugar e como por enquanto (e que eu espero continue por muitos e bons anos) vivemos numa democracia, compete aos responsáveis a tomada de decisão do empenhamento de mais meios que aqueles que actualmente estão atribuidos, e ou uma alteração às missões que estão confiadas aos militares.
Esses responsáveis, pelas razões que já apontei anteriormente, não são os militares mas sim (e é sempre bom recordar), a tutela politica : leia-se Ministro da Defesa Nacional. Só após essa tomada de posição é que cabe ás chefias militares planearem e apresentarem os meios para fazerem face ao que lhes é solicitado.
Se não perdessem tanto tempo e verbas a mandar fazer mais algumas rotundas e inaugurar estátuas, os Presidentes das Câmaras Municipiais podiam através do seu Gabinete de Protecção Civil ( quando existe ), contactar a Engenharia Militar para abrir mais uns valentes quilómetros de estradas florestais e aceiros ( essas sim obras essenciais para ajudar no combate e prevenir muito incêndio.
Actualmente o Exército colabora na prevenção e detecção de incêndios florestais com patrulhas de vigilância ( as possíveis face às verbas destinadas e meios existentes), e posteriormente com pessoal e viaturas para apoiar os bombeiros em missões de rescaldo e evacuação de populações assim como apoio logistico aos mesmos.
Convem referir que não faz parte do treino o conhecimento sobre combates a incêndios florestais. Se quisermos, e não levem a mal, podemos comparar as forças de Segurança a actuar perante uma ameaça de saúde pública - podem ajudar o melhor que souberem e puderem - mas não é a sua missão principal !
Certamente poderia haver um melhor aproveitamento dos meios humanos e materiais mas cabe aos responsáveis politicos e às chefias da Protecção civil uma melhor elaboração de planos e depois pôr pessoal responsável e com conhecimentos ( bombeiros) a aplicá-los.
 

*

joao emilio

  • 15
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #16 em: Agosto 24, 2010, 01:10:11 pm »
Citação de: "chaimites"
Boas!
Os meios sao suficientes 95% dos dias do ano!
Mas quando os bombeiros tem que se desmultiplicar em varias frentes  tem a triste opçao de escolher o que vao deixar arder!

aqui fica uma citaçao doDiario de noticias  do desastre que aconteceu dia 10  11 de Agosto em viana!

Foram os quintais, salvaram-se as casas
por PAULO JULIÃO

População uniu-se para evitar que fogo atingisse habitações. Queixas por lentidão na ajuda e dos meios aéreos.


No espaço de uma hora o inferno parece ter descido aos arredores da cidade de Viana do Castelo. O fogo que deflagrou em Outeiro ao início da tarde rapidamente ficou descontrolado. Perre foi a aldeia vizinha mais visada, a cinco minutos da cidade. "Tão depressa me chamaram a dizer que estava lá em cima como logo a seguir estava eu a fugir. Fiquei sem 15 mil metros de terreno e vinhas. Quer dizer, ficou a terra preta", confessava ao DN João Ruivo que, aos 69 anos, não se lembra de "tamanha tragédia".

"A família e a população ajudaram, caso contrário tinha ardido tudo", confessava a filha, Glória, por entre o lamento: "Eu sei que não têm toda a culpa, mas onde estão os bombeiros? Pagámos os nossos impostos e depois quem nos defende?", insurgia-se.

Por entre o combate, um bombeiro lá desabafa: "Isto não vale a pena mais do que salvar as casas. O resto é para arder, não conseguimos." E de facto salvaram-se as casas, mas o fogo chegou aos quintais. "O povo une-se nestas alturas. É a única hipótese que temos. Vamos buscar as nossas máquinas, seja o que Deus quiser", explicava ao DN Eduardo Ferreira, da Junta de Freguesia de Perre, enquanto "coordenava" as cinco cisternas que tinha ao seu cuidado para proteger um conjunto de meia dúzia de casas. Três horas depois de deflagrar, e quando uma camada de fumo preto já cobria a cidade, chegam os meios aéreos. João é bombeiro e não resiste a soltar o comentário: "Agora é que eles chegam, quando o pior já passou."

As estradas que ligam as freguesias de Perre, Outeiro e Santa Marta de Portuzelo estavam repletas de centenas de populares. "Nunca se viu uma coisa destas. É um Inferno", gritavam as mulheres, por entre os panos da cozinha com que tapavam a cara, enquanto tentavam saber dos pertences e da restante família
Na zona de Mujães, um reacendimento provocou o mesmo cenário. O apoio das juntas de freguesia e populares impediu as chamas de atingir habitações. "Tem sido um mês complicado e o que mais notámos é que o fogo avança rapidamente. Isso e o facto de não termos meios aéreos suficientes na região", lamentou o autarca de Viana, José Maria Costa.

Desespero às portas de Viana do Castelo

"Esqueceram-se de nós", gritava, desesperado, António Maciel enquanto tentava apagar labaredas de vários metros de altura com a mangueira que antes regava o jardim, em Cardielos, Viana do Castelo. O jardim desapareceu, a casa escapou, mas o relato mostra como ontem, sem meios, foram os populares e os poucos bombeiros a apagar as chamas à volta das casas. Dezenas de habitações foram ameaçadas durante a tarde, enquanto o desespero pelos reforços tomava conta de todos. Inclusive do presidente da Câmara de Viana, que a cada dez minutos não largava o telemóvel a reclamar apoio do Ministério da Administração Interna.

"Estou desesperado. Quando vejo os meios a serem canalizados para uma área protegida em que está a arder mato e nós temos casas a arder há dois dias e ninguém nos manda apoio, gera indignação", afirmava o autarca do PS, José Maria Costa.

O incêndio, que já vinha do dia anterior depois de alastrar de Perre e Outeiro, acabava de atingir o ponto crítico e deixava a cidade, a cinco minutos de distância, em alerta, face ao fumo negro. No local a situação era tal que o fogo já obrigava ao corte da A27 e da EN202, devido às chamas e ao fumo, o que praticamente isolou a freguesia. E reforços, nem vê-los, com excepção de uma viatura dos Voluntários de Caminha. O resto do combate, em várias frentes de gigantesca dimensão, cabia apenas aos homens das corporações da cidade.

"Estamos há dois dias com dois grandes incêndios e à espera de reforços nacionais que não chegam. Imagine-se que tivemos que desguarnecer o outro incêndio, em Subportela, desviando os meios da outra margem para aqui", dizia ao DN o autarca de Viana."  in Diario de Noticias

Quem diz que os meios sao suficientes nunca viu labaredas de 10 metros engolir-lhe a casa e telefonar para a proteçao civil e receber a resposta : "NAO TEMOS MAIS MEIOS ESTAO TODOS NA TERRENO JA, FECHE A CASA E FUJA!  
 
As corporaçoes tem todas viaturas 4x4 e 6x6, mas, com quantos carros combates uma frente de 5km  que puxada pelo vento caminha descontrolada  em direçao e centenas de casas?
Nao ha meios! nem aqui nem em lado nenhum

feche a casa,  fuja e reze  

ABRAÇO



caro camarada (chaimite) este texto que colocou especifica uma situaçao em tempo real, ou seja uma situaçao em concreto, para se entender o que se discute neste tópico teremos que tambem entender o que se passou a montante , uma das primeiras e basicas liçoes que temos(bombeiros) sobre formaçao de incendios florestais,urbanos,industriais, quimicos etc etc, è de que um grande incendio antes de ser grande é pequeno.
vou-lhe dar um exemplo em concreto, o meu antigo comandante homem de grande capacidade operacional(infelismente como homem nao vale nada) nunca deixa-va o incendio percorrer por onde cria, como cria, um incendio nunca vem ter com os bombeiros, os bombeiros è que vao ter com os incendios, nem que para isso se monte e desmonte linhas de agua com kilometros, e mesmo a material sapador quando possivel.
o problema é que os meios locais,concelhios,regionais e nacionais sao activados em tempo inutil, primeiro avalia-se se o incendio cede aos meios disponiveis e sò depois se pede meios que muitas vezes demoram muito tempo, a isto chama-se falta ou desconhecimento do que è o planeamento(arte de prever o futuro) em socorro mais vale pecar por excesso de meios do que por falta de meios.
resumindo aos senhores comandantes, governantes e demais cambada falta uma coisa que ouvi muitas vezes enquanto fui bombeiro, AGARRAR O TOURO PELOS CORNOS, e nao brincar aos bombeiros e muito menos fazer contas a despesas em pleno socorro.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6454
  • Recebeu: 130 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +8/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #17 em: Agosto 24, 2010, 02:53:33 pm »
"joao emilio", desde já, deixe-me dar-lhe as boas-vindas ao Fórum Defesa e de dar-lhe os parabéns pelos relevantes aportes, na perspectiva dos Bombeiros, que tem dado ao fórum. Não obstante, gostaria de chamar a sua atenção para o uso  correcto da língua portuguesa, nomeadamente o uso de Maiúsculas no início das frases, bem como o uso de uma ortografia correcta. Por exemplo: "infelismente" --> infelizmente; "deixa-va" --> deixava; "cria" [do verbo criar, quando se deve usar o verbo querer] --> queria; "è" --> é, "sò" --> só, etc., etc.

Obrigado pela atenção,
Boas participações,

Pel'A moderação,
B. Pereira Marques
 

*

lazaro

  • 473
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #18 em: Agosto 24, 2010, 02:58:43 pm »
Citação de: "AtInf"
Em primeiro lugar e como por enquanto (e que eu espero continue por muitos e bons anos) vivemos numa democracia, compete aos responsáveis a tomada de decisão do empenhamento de mais meios que aqueles que actualmente estão atribuidos, e ou uma alteração às missões que estão confiadas aos militares.
Esses responsáveis, pelas razões que já apontei anteriormente, não são os militares mas sim (e é sempre bom recordar), a tutela politica : leia-se Ministro da Defesa Nacional. Só após essa tomada de posição é que cabe ás chefias militares planearem e apresentarem os meios para fazerem face ao que lhes é solicitado.
Se não perdessem tanto tempo e verbas a mandar fazer mais algumas rotundas e inaugurar estátuas, os Presidentes das Câmaras Municipiais podiam através do seu Gabinete de Protecção Civil ( quando existe ), contactar a Engenharia Militar para abrir mais uns valentes quilómetros de estradas florestais e aceiros ( essas sim obras essenciais para ajudar no combate e prevenir muito incêndio.
Actualmente o Exército colabora na prevenção e detecção de incêndios florestais com patrulhas de vigilância ( as possíveis face às verbas destinadas e meios existentes), e posteriormente com pessoal e viaturas para apoiar os bombeiros em missões de rescaldo e evacuação de populações assim como apoio logistico aos mesmos.
Convem referir que não faz parte do treino o conhecimento sobre combates a incêndios florestais. Se quisermos, e não levem a mal, podemos comparar as forças de Segurança a actuar perante uma ameaça de saúde pública - podem ajudar o melhor que souberem e puderem - mas não é a sua missão principal !
Certamente poderia haver um melhor aproveitamento dos meios humanos e materiais mas cabe aos responsáveis politicos e às chefias da Protecção civil uma melhor elaboração de planos e depois pôr pessoal responsável e com conhecimentos ( bombeiros) a aplicá-los.
É assim mesmo!
 

*

joao emilio

  • 15
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #19 em: Agosto 24, 2010, 06:35:58 pm »
Ex. Senhor moderador Pereira Marques. Pela minha forma de escrever é mais que evidente que não sou nenhum licenciado, obrigado pela chamada de atenção, quando voltar a escrever neste fórum apenas terei o trabalho de escrever no Word para rectificar os erros ortográficos.
Apesar disso acho que um fórum não serve propriamente para ensinar ninguém a escrever mas sim para fazer passar as opiniões de cada um sobre variadíssimos temas.

João Emílio

Escrevi bem ou mal agora?
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #20 em: Agosto 24, 2010, 10:15:55 pm »
Boas!

joao emilio

O que aconteceu foi que o fogo no espaço de menos de 2 horas atingiu essas proporçoes! ao contrario do costume ele começou na base de um monte cerca das 13.30 e  tinha casas que contronavam o monte em todo o seu caminho, avançou como uma coisa que eu nunca vi na minha vida, tudo explodia a sua frente, eu vi o inicio do incendio telefonei á proteçao  civil e eles informaram que ja sabiam e tinham os carros a caminho , quando ca chegaram ja a frente tinha mais de 5 km e avançava descontrolada en direçao a centenas de casas!
Eu ja tinha ouvido falar de autoincineraçao, mas nunca tinha visto, agora acredito, tudo explodia ainda a frente estava a metros de distancia, um inferno! Qualquer heroi que fosse segurar o touro pelos cornos tinha morrido!  
Ja apaguei muito fogo mas nunca vi nada assim!
Eu nao estava a criticar os bombeiros, eles nao tinham mais nada no quartel !
Um abraço para os municipais e voluntarios de viana!
Acredita que enviaram para aqui carros com mais de 30 anos que estavam no quartel prontos para ir para o museu!  
Velhinhos camioes mercedes com a pintura e cromados a brilhar como novos ! la sairam do museu!
3 horas depois, quando chegou o primeiro helicoptero o fogo tinha precorrido mais de 7 km
Os meios existentes posicionaram-se para proteger as habitaçoes  e se nao fossem os populares  a ajudar tinham ardido dezenas de casas!
Assim so arderam as que  nao estavam habitadas!
Quando ca chegaram começaram a proteger casas,  a salvar  pessoas encorraladas,  a retirar de casa idosos intoxicados  e cercados pelo fogo e assim continuaram ate nao haver mais nada pra queimar!
Abraço
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6454
  • Recebeu: 130 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +8/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #21 em: Agosto 25, 2010, 12:12:56 am »
Citação de: "joao emilio"
Ex. Senhor moderador Pereira marques. Pela minha forma de escrever é mais que evidente que não sou nenhum licenciado, obrigado pela chamada de atenção, quando voltar a escrever neste fórum apenas terei o trabalho de escrever no Word para rectificar os erros ortográficos.
Apesar disso acho que um fórum não serve propriamente para ensinar ninguém a escrever mas sim para fazer passar as opiniões de cada um sobre variadíssimos temas.

João Emílio

Escrevi bem ou mal agora?

Caro João,

Apesar de certa maneira ter chamado a atenção a si, mais em concreto, tratou-se também de um aviso em geral para o fórum, que a Administração e a Moderação gostam de fazer periodicamente, no sentido de manter um uso correcto da língua portuguesa.

 :G-beer2:

Continuação de uma boa participação,
Cumprimentos,
B. Pereira Marques
 

*

Miguel Silva Machado

  • Perito
  • **
  • 494
  • +0/-0
    • http://www.operacional.pt/
Re: Fogos Florestais
« Responder #22 em: Agosto 25, 2010, 10:00:37 am »
Um incidente comunicacional que envolveu um autarca e o Exército a propósito dos fogos trouxe-me à memória esta frase em título, dita algures numa missão internacional, por um militar estrangeiro. Dizia-me “atrás de nós, ninguém” porque segundo ele, quando todos os outros falham ou não têm capacidade para resolver seja o que for (catástrofes naturais, terrorismo, violência urbana, acidentes nucleares, biológicos ou químicos, acidentes no mar, etc.), a solução é recorrer às Forças Armadas (...)

http://www.operacional.pt/atras-de-nos-ninguem/

Miguel Silva Machado
http://www.operacional.pt/
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3926
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 219 vez(es)
  • +7/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #23 em: Agosto 26, 2010, 10:28:45 am »
Citar
Mais de 2000 militares estiveram envolvidos em operações de rescaldo e vigilância de incêndios florestais desde 01 de julho, num total de 97 pelotões auxiliados por 201 viaturas, segundo o Estado Maior General das Forças Armadas.

Estes meios, atuando no âmbito do plano Lira, estiveram em ação desde 01 de julho, início da fase Charlie do plano de combate a incêndios florestais.

Em colaboração com a Autoridade Nacional de Proteção Civil, as Forças Armadas tiveram ainda 172 intervenções do dispositivo de primeira intervenção integrado no plano Vulcano, que consagra 250 militares, divididos por 20 equipas, em ações de vigilância e prevenção.

Além de primeira intervenção, estas equipas, destacadas principalmente para as matas do Estado, participaram em ações de rescaldo, apoio e vigilância.

Desde 01 de julho, as Forças Armadas dispensaram mais de doze mil litros de combustível e reabasteceram os aviões de combate ao fogo Canadair italianos e espanhóis e os helicópteros Kamov, que pousaram na Base Aérea 6 do Montijo e no Aeródromo de manobra 1 de Ovar.
http://noticias.pt.msn.com/Politica/article.aspx?cp-documentid=154495648
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

joao emilio

  • 15
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #24 em: Agosto 26, 2010, 03:52:13 pm »
Amigo (chaimites) o que acaba de relatar são fenómenos que no mínimo terão que estar previstos por quem de direito (bombeiros, protecção civil, ministérios da agricultura e administração interna etc. etc.,.) nestas situações extremas em que os combustíveis ardem espontaneamente é muito difícil o combate e acarreta um perigo crescente para quem combate este género de fogo, mas existe esta realidade e as entidades competentes tem que estar concentradas na sua solução e não no problema em concreto.
O que fazer nestas circunstancias, primeiro a tal prevenção nunca deixar que em certas zonas mais inacessíveis que a vegetação ervária, arbustiva, e arbórea cresça descontroladamente, depois no combate a um incêndio assim, terá que haver um plano prévio que tem de ser seguido na integra, os planos municipais, distritais e nacionais de emergência raramente são accionados pois isto trás muita despesa, mas são eficazes pois só estando um plano de emergência activo è que as forças no terreno tem mecanismos legais para efectuar certas acções que não podem fazer fora dos planos de emergência, por ex. se tivermos necessidade de montar um posto de comando dentro de alguma instalação fabril ou qualquer propriedade privada e se o dono não autorizar, dentro de um plano de emergência as forças da autoridade podem fazer uma requisição digamos há força ou por ordem da lei, e dentro da lei lógico., depois estando previsto este tipos de incêndios e cada corporação deve ter conhecimento da sua área de intervenção planear o melhor método de ataque, fazer chegar o mais rápido possível os meios de combate ao teatro de operações, assim como toda a logística, lançar alertas para as forças de segurança proceder às evacuações, definir prioridades de ataque e protecção, envolver tudo o que seja necessário ao melhor combate.
O efeito chaminé tem um efeito verdadeiramente explosivo, ou seja a vegetação entra em combustão espontânea e generalizada, existem coisas humanamente possíveis e outras que não são possíveis, agora citando um dos grandes investigadores portugueses na área dos fogos florestais o professor Xavier Viegas (nenhuma arvore, nenhuma propriedade, nenhuma casa e mesmo nenhum animal vale a vida de um bombeiro, apenas isto um bombeiro tem que honrar o seu lema VIDA POR VIDA)
 

*

chaimites

  • 1663
  • Recebeu: 61 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #25 em: Agosto 26, 2010, 10:20:02 pm »
Boas

 O camarada Joao Emilio seria um bom reforço para a sua corporaçao se fosse reintegrado! pense nisso

 O que aqui se passou foi mesmo o efeito chamine agravada pelo calor, 35Cº, vento e combustivel com fartura
 E qualquer coisa de respeito ver aquele turbilhao de chamas a avançar, so o barulho que faz assusta!  ele ronca mesmo!!!!
 Depois o maior problema aqui e  a falta de acessos nao ha maneira de entrar no monte! e por isso ninguem limpa nem os madeireiros la vao!

Estou ha espera da proxima assembleia  da autarquia para pegar "fogo" à reuniao!!!!
Andei anos a avisar para a bomba que estava naquele monte!
Ninguem quiz saber de nada!

Abraço!
 

*

joao emilio

  • 15
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #26 em: Agosto 27, 2010, 02:39:03 pm »
Quanto há minha reintegração na associação do bombeiros è praticamente impossível, pelo menos enquanto o actual comandante estiver em funções, depois seria complicado com 35 anos entrar novamente como bombeiro de 3 classe, e depois muita coisa teria que mudar principalmente a nível das altas chefias e intermédias.
Pensem numa coisa ex: senhores militares uma estrutura como a dos bombeiros que são combatentes por natureza não tivessem eles a alcunha de soldados da paz, terá que obedecer a regras praticamente iguais a de qualquer exército, sem a disciplina e protocolos a que um soldado está habituado e treinado nada pode correr bem.
Um grande abraço camaradas e boa sorte para as vossas vidas.
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 3926
  • Recebeu: 184 vez(es)
  • Enviou: 219 vez(es)
  • +7/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #27 em: Agosto 27, 2010, 03:40:10 pm »
Citação de: "joao emilio"
Quanto há minha reintegração na associação do bombeiros è praticamente impossível, pelo menos enquanto o actual comandante estiver em funções, depois seria complicado com 35 anos entrar novamente como bombeiro de 3 classe, e depois muita coisa teria que mudar principalmente a nível das altas chefias e intermédias.
Pensem numa coisa ex: senhores militares uma estrutura como a dos bombeiros que são combatentes por natureza não tivessem eles a alcunha de soldados da paz, terá que obedecer a regras praticamente iguais a de qualquer exército, sem a disciplina e protocolos a que um soldado está habituado e treinado nada pode correr bem.
Um grande abraço camaradas e boa sorte para as vossas vidas.

Pelo andar da carruagem isso irá acontecer, não nos bombeiros voluntários mas sim com a GNR e sapadores florestais.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13646
  • Recebeu: 556 vez(es)
  • Enviou: 607 vez(es)
  • +39/-10
Re: Fogos Florestais
« Responder #28 em: Agosto 29, 2010, 02:53:44 pm »
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "joao emilio"
Quanto há minha reintegração na associação do bombeiros è praticamente impossível, pelo menos enquanto o actual comandante estiver em funções, depois seria complicado com 35 anos entrar novamente como bombeiro de 3 classe, e depois muita coisa teria que mudar principalmente a nível das altas chefias e intermédias.
Pensem numa coisa ex: senhores militares uma estrutura como a dos bombeiros que são combatentes por natureza não tivessem eles a alcunha de soldados da paz, terá que obedecer a regras praticamente iguais a de qualquer exército, sem a disciplina e protocolos a que um soldado está habituado e treinado nada pode correr bem.
Um grande abraço camaradas e boa sorte para as vossas vidas.

Pelo andar da carruagem isso irá acontecer, não nos bombeiros voluntários mas sim com a GNR e sapadores florestais.

GIPS que consegue pior resultados que os Canarinhos? Já agora sabes onde é que eles são treinados? Escola Nacional de Bombeiros.

Sapadores Florestais que são pagos mal e porcamente? Desde que eu sai dos bombeiros todos os SF da minha recruta deixaram o seu trabalho para irem para o Corpo de BV em questão ou para outras profissões. Desconheço se o ordenado é igual em todo o território nacional, mas se for, mais vale estar desempregado. :evil:

Enquanto não houver uma maior exigência a nível de selcção e formação dos BV, salários condignos para os BV, SF, etc; esqueçam.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Fogos Florestais
« Responder #29 em: Agosto 30, 2010, 01:57:29 am »
na minha opinião, o pior de tudo é que se não for o "Zé povinho" a mostrar como pode ser generoso, bem que ficávamos  sem bombeiros. Aliás, sempre me ensinaram que pouco ou muito, dá-se sempre o que se pode aos bombeiros. O governo, quase que nem quer saber das corporações de bombeiros amadores. Atira para lá uns trocos e eles que, na típica tradição portuguesa, se desenrasquem. Ainda à pouco tempo estive a falar com um amigo bombeiro voluntário que disse que mal havia dinheiro para manter as viaturas em tempo de "paz e sossego", e então no Verão, na época dos incêndios estavam quase na "bancarrota". Se já manter um carro tem custos por vezes elevados, então manter tantos camiões e ambulâncias, e alguns com partes muito sensíveis (ambulâncias, gruas, e aqueles com a escada), nem se fala. já que procederam à profissionalização do exercito, deviam fazer o mesmo com os bombeiros, pagando-lhes, dando-lhes boas condições, e mais importante, um orçamento de jeito, para não irem combater fogos com equipamento totalmente ultrapassado.
Já agora, alguém sabe se aquela ideia de que se um pinhal, ou eucaliptal não estiver bem cuidado, quem fizer queixa pode ficar com ele, desde que o mantenha limpo foi avante? Até é uma boa medida para embutir responsabilidade e civismo na cabeça de certas pessoas.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

 

Fogos: apenas quatro PUMAS disponíveis em 2006

Iniciado por P44Quadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 6
Visualizações: 1332
Última mensagem Setembro 08, 2005, 04:54:04 pm
por Rui Elias
Puma fora dos fogos

Iniciado por LanceroQuadro Força Aérea Portuguesa no ForumDefesa.com

Respostas: 17
Visualizações: 3918
Última mensagem Maio 22, 2006, 10:12:07 am
por Rui Elias
Combate a fogos pela F.A.P.

Iniciado por typhonmanQuadro Força Aérea Portuguesa no ForumDefesa.com

Respostas: 642
Visualizações: 74441
Última mensagem Hoje às 05:42:57 pm
por tenente
Incêndios Florestais - Flagelo

Iniciado por CabecinhasQuadro Área Livre-Outras Temáticas de Defesa

Respostas: 0
Visualizações: 843
Última mensagem Julho 06, 2008, 07:36:44 pm
por Cabecinhas
Incêndios florestais

Iniciado por fgomesQuadro Portugal

Respostas: 62
Visualizações: 7692
Última mensagem Setembro 06, 2004, 11:31:48 pm
por emarques