Novo fuzil do Exército

  • 32 Respostas
  • 16983 Visualizações
*

G.B.Schmitt

  • 26
  • +0/-0
Re: Novo fuzil do Exército Brasileiro
« Responder #30 em: Abril 16, 2011, 04:09:38 pm »

Fuzil IMBEL IA2 calibre 7,62x51mm na versão longa.



Fuzil IMBEL IA2 calibre 7,62x51mm na versão curta



Fuzil IMBEL IA2 calibre 5,56x45mm na versão longa



Carabina IMBEL Ca 5,56 IA2, similar visualmente ao fuzil IMBEL IA2 calibre 5,56x45mm na versão curta



As versões no calibre 5,56x45mm do IA2 possuem uma nova proteção para o retém do carregador



Nova coronha rebatível do IA2, ao contrário das versões anteriores não é ajustável.



A nova e melhor alça de mira do IA2
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14493
  • Recebeu: 809 vez(es)
  • Enviou: 784 vez(es)
  • +68/-66
Re: Novo fuzil do Exército Brasileiro
« Responder #31 em: Abril 16, 2011, 04:10:41 pm »
Novo Fuzil da Taurus:

 :arrow: viewtopic.php?p=209566#p209566
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14493
  • Recebeu: 809 vez(es)
  • Enviou: 784 vez(es)
  • +68/-66
Re: Novo fuzil do Exército Brasileiro
« Responder #32 em: Abril 19, 2011, 12:25:10 pm »
Exército Brasileiro exibe nova família de fuzis na LAAD/2011

Rio de Janeiro (RJ) – Com o estímulo à indústria nacional de material de defesa, o Exército Brasileiro está desenvolvendo uma nova família de fuzis nos calibres 5,56x45 mm e 7,62x51 mm. O novo produto está sendo apresentado durante a LAAD/2011, aqui no Riocentro. Pela primeira vez foi projetado, desenvolvido e fabricado no Brasil um fuzil. Moderno, menor e mais leve, os novos fuzis de assalto IA2, da Indústria de Material Bélico (IMBEL), estão aptos a receber equipamentos óticos auxiliares de pontaria, e seguem a tendência dos exércitos mais modernos. O produto vem sendo submetido à exaustivas provas de tiros em testes de resistência, de areia, de poeira, de baixa temperatura e marinidade, entre outros, exigidos em normas militares internacionais. O desempenho da arma nos testes de fábrica em área de selva também demonstrou elevada confiabilidade operacional. O fuzil IA2 foi projetado para ser mais leve que seu antecessor. Uma de suas versões pesa 3,7 kg, e a carabina e o fuzil de assalto pesam 3,2 kg, cada. O menor comprimento das armas foi outra demanda, especialmente para tropas embarcadas e forças especializadas. As condições operacionais do combate moderno não exigem mais o emprego de armas individuais para aumentar o volume de fogos a grandes distâncias. Por essa razão, o fuzil de assalto IA2 é quase 50 cm mais curto (com a coronha rebatida) do que o FAL, porém com a mesma precisão a um alcance de 300 m. Isso é uma mudança significativa que permite menor esforço e maior agilidade ao combatente.

Reportagem com fotos: http://www.exercito.gov.br/web/guest/la ... .mode=view
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Comando de Operações Especiais (COpEsp) do Exército Brasileiro

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 40
Visualizações: 512
Última mensagem Novembro 14, 2018, 01:09:50 pm
por Vitor Santos
Exército Brasileiro usará dirigíveis na Amazônia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 2
Visualizações: 2635
Última mensagem Janeiro 18, 2005, 07:13:34 pm
por J.Ricardo
Novas Armas para o Exército Brasileiro

Iniciado por ualison

Respostas: 52
Visualizações: 15494
Última mensagem Novembro 11, 2006, 08:26:03 am
por ualison
Pogramas modernização Exército Brasileiro

Iniciado por Miguel Silva Machado

Respostas: 0
Visualizações: 1548
Última mensagem Novembro 19, 2011, 06:49:18 pm
por Miguel Silva Machado
Comando de Aviação do Exército (Cavex)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 72
Visualizações: 515
Última mensagem Fevereiro 01, 2019, 04:30:47 pm
por Vitor Santos