Energias renovaveis e etanol

  • 10 Respostas
  • 2232 Visualizações
*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Energias renovaveis e etanol
« em: Julho 22, 2010, 07:44:32 pm »
Boas. Eu criei este tópico porque penso que um dos mais graves problemas actuais em Portugal é a dependência energética, que na forma de combustíveis fosseis quer na forma de electricidade.

Esta tal ideia tem como base o maior recurso português: o mar.
Como todos sabem, o etanol é maioritariamente produzido através de milho e soja. Como Portugal não é propriamente grande nem se pode dar ao luxo de desviar os seus poucos recursos agrícolas para a produção de etanol, pensei em usar kelp. O kelp é uma alga que cresce extremamente depressa (até 50 cm/dia) e que se desenvolveria extremamente bem na zona oceânica portuguesa.
Ora, com quintas de kelp suficientemente grandes, seria possível colhe-lo e usa-lo para produzir metano ou etanol substituir o carvão e petróleo nas centrais termoeléctricas. E como a costa portuguesa é tao extensa, enormes florestas de kelp poderiam ser criadas ao longo das cidades costeiras. Então, com etanol suficiente, poderia ser discutida a possibilidade de alimentar todos os veículos nacionais com este combustível, evitando a importação de petróleo.

Implicações:

Estas medidas, para alem de evitarem a importação de combustíveis fósseis, também teriam outro efeitos no sector das pescas (colocando também recifes artificiais http://www.revistademarinha.com/index.php?option=com_content&view=article&id=7:recifes-artificiais-aspectos-gerais-e-a-experiencia-portuguesa&catid=103:marinha-de-pesca&Itemid=292), pois o kelp é fonte de alimento de muitos peixes que existem ao largo de Portugal.
Outras implicações também poderiam ser no sector automóvel, já que unidades fabris com capacidade de produzir ou adaptar veículos movidos a etanol teriam de ser construídas para satisfazer a procura nacional.
Até mesmo no sector do mergulho de "lazer" (não sei se é este o nome) poderiam ter impacto, pois deve ser espectacular mergulhar numa floresta cheia de peixes e recifes...
E o sector de construção naval também seria beneficiado, pois teria encomendas de barcos para a pesca e para a recolha de kelp.
Claro que tudo isto traria emprego e diminuiria as importações.

Desvantagens:

Instaurar este sistema seria algo muito demorado e exigiria investimentos algo avultados...

As minhas perguntas são: É viável?
Traria mais consequências que não previ?

Desde já obrigado por lerem um tópico tão grande...
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15092
  • Recebeu: 1033 vez(es)
  • Enviou: 966 vez(es)
  • +176/-170
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #1 em: Julho 23, 2010, 02:24:43 pm »
Acho que li algures no fórum que se estava a estudar isso mesmo. Infelizmente não sei se ainda estão a pesquisar ou se acabou os fundos para isso.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #2 em: Julho 23, 2010, 02:38:42 pm »
Na minha humilde opinião...

Não conhecia esse kelp, e estou surpreso com o que eu li, sinceramente.

É de se exigir, de fato, um monte de água para se montar quintas de kelp. A vantagem está no fato que os oceanos, fora a navegação, são muito subutilizados, e não tem como grileiros requererem propriedade de áreas oceânicas, o que deixaria a área em questão à dispor do Estado.

Mas é necessária pesquisa para se poder produzir etanol a partir do kelp, e como se trata de extração submarina, o custo de extração da alga pode ser mais caro do que, vejamos, o custo de beneficiamento da cana-de-açúcar, por exemplo. Não sei se já fizeram etanol a partir do kelp, se já fizeram já é meio caminho andado.

Como recurso de alimentação de peixes, o kelp pode, sim, aumentar a produção de peixes, e a revitalização da atividade pesqueira. Agora, as implicações referentes à produção do etanol de kelp devem passar primeiro pela pesquisa. Feito isso, com certeza é um grande passo.

Como brasileiro, posso dizer que o processo da aceitação do etanol por aqui foi demorado (O Pró-Álcool foi posto em marcha em 1979), principalmente por causa do tamanho do país. Se for necessária a implantação da consciência do etanol, ele pode ser importado do Brasil (Onde, creio, é mais barato) até que Portugal possa obter um índice satisfatório de etanol de kelp. Com isso, Portugal já pode diminuir em peso a dependência de petróleo e carvão. E fazendas eólicas nunca são demais, é bom aproveitar a brisa do mar pra gerar energia.

Espero ter contribuído.
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #3 em: Julho 23, 2010, 02:57:55 pm »
Citação de: "Snowmeow"
Na minha humilde opinião...

Não conhecia esse kelp, e estou surpreso com o que eu li, sinceramente.

É de se exigir, de fato, um monte de água para se montar quintas de kelp. A vantagem está no fato que os oceanos, fora a navegação, são muito subutilizados, e não tem como grileiros requererem propriedade de áreas oceânicas, o que deixaria a área em questão à dispor do Estado.

Mas é necessária pesquisa para se poder produzir etanol a partir do kelp, e como se trata de extração submarina, o custo de extração da alga pode ser mais caro do que, vejamos, o custo de beneficiamento da cana-de-açúcar, por exemplo. Não sei se já fizeram etanol a partir do kelp, se já fizeram já é meio caminho andado.

Como recurso de alimentação de peixes, o kelp pode, sim, aumentar a produção de peixes, e a revitalização da atividade pesqueira. Agora, as implicações referentes à produção do etanol de kelp devem passar primeiro pela pesquisa. Feito isso, com certeza é um grande passo.

Como brasileiro, posso dizer que o processo da aceitação do etanol por aqui foi demorado (O Pró-Álcool foi posto em marcha em 1979), principalmente por causa do tamanho do país. Se for necessária a implantação da consciência do etanol, ele pode ser importado do Brasil (Onde, creio, é mais barato) até que Portugal possa obter um índice satisfatório de etanol de kelp. Com isso, Portugal já pode diminuir em peso a dependência de petróleo e carvão. E fazendas eólicas nunca são demais, é bom aproveitar a brisa do mar pra gerar energia.

Espero ter contribuído.

de facto contribuiu. e sim, o kelp já foi utilizado (em pequenas quantidades) para produzir etanol nos EUA. aliás, o kelp tem uma maior taxa de conversão (não sei se é este o termo) para etanol do que o milho.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #4 em: Julho 23, 2010, 02:59:54 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Acho que li algures no fórum que se estava a estudar isso mesmo. Infelizmente não sei se ainda estão a pesquisar ou se acabou os fundos para isso.

Pois, isso nao sei. nem sequer procurei, porque como foi uma ideia que desenvolvi numa aula em que estavamos a falar da importancia dos biocombustiveis, pensei que fosse algo que só eu tinha pensado... se não for o caso peço desculpa...   :oops:
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15092
  • Recebeu: 1033 vez(es)
  • Enviou: 966 vez(es)
  • +176/-170
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #6 em: Julho 23, 2010, 03:53:30 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"

:arrow: http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fic ... aula=17699

 :arrow: http://alimentacaoviva.blogspot.com/201 ... -kelp.html

obrigado pelos links. também me esqueci de referir nas vantagens que as florestas de algas também são responsáveis pela produção de o2
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

Fvieira

  • 9
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #7 em: Novembro 16, 2010, 09:27:05 pm »
Intressante,

Bem eu estava nessa aula, e de facto acho que traria grandes vantagens a marinha portuguesa.

Mas, Jorge meu amigo, e desvantagens?? Não existem ou não as quises te dizer?

 :D
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #8 em: Novembro 16, 2010, 09:37:38 pm »
Citação de: "Fvieira"
Intressante,

Bem eu estava nessa aula, e de facto acho que traria grandes vantagens a marinha portuguesa.

Mas, Jorge meu amigo, e desvantagens?? Não existem ou não as quises te dizer?

 :D

Desvantagens, apenas me ocorreram aquelas. Porque aliás, não se estaria a adicionar nada de novo. Tanto o kelp, como os peixes existem no nosso mar. Apenas estaríamos a adicionar. E além disso a pesca só diminui as quantidades. Estaríamos a repor. E ao fazê-lo, influenciava-mos as quantidades mundiais, só para melhor.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

AC

  • Perito
  • **
  • 398
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #9 em: Novembro 16, 2010, 10:20:57 pm »
Só um detalhe: como na maior parte do mundo, usamos pouco petróleo para produzir electricidade.
É principalmente gás natural e carvão.

Dito isto, o combustível produzido por estas algas tanto poderia ser utilizado para produção de electricidade como de etanol ou biodiesel para os veículos.

Felizmente, é uma vertente que também se estuda por cá. Porque como bem diz, temos muito mar.

Outra vertente em estudo é possibilidade de culturas de algas em viveiros "alimentados" com o CO2 produzido por refinarias e centrais eléctricas.
Se não estou em erro, a GALP tem, em colaboração com outras empresas, um projecto deste género em Sines.
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Energias renovaveis e etanol
« Responder #10 em: Novembro 17, 2010, 06:17:51 pm »
Citação de: "AC"
Dito isto, o combustível produzido por estas algas tanto poderia ser utilizado para produção de electricidade como de etanol ou biodiesel para os veículos.

Felizmente, é uma vertente que também se estuda por cá. Porque como bem diz, temos muito mar.

A produção de etanol a partir de kelp estuda-se por cá? Espero que não, se não quando entrar na faculdade, tenho de encontrar outro tema para tese de mestrado! Aliás, nem sabia que essa possibilidade existia, apenas sabia que os americanos tinham utilizado pequenas quantidades para fazer etanol, não sabia que andavam a estudar isso.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

 

Energias Renováveis

Iniciado por comanche

Respostas: 232
Visualizações: 54284
Última mensagem Outubro 22, 2019, 10:35:23 pm
por perdadetempo