Passaporte Lusofono?

  • 32 Respostas
  • 5166 Visualizações
*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Passaporte Lusofono?
« Responder #30 em: Abril 20, 2010, 08:34:18 pm »
Citação de: "Camuflage"
Eu não me revejo nas ex-colónias, se quero o bem de Portugal então é preciso querer junta-lo aos melhores e não a países que preferiam optar por outras vias. Não tenho nada contra as ex-colónias, mas fizeram as suas opções tal como ainda hoje fazem ao permitirem serem explorados por outros países, são opções e Portugal deve saber tomar as melhores opções para si e não andar a dar colinho a quem não precisa.
Portugal já tentou isso - Juntar-se aos melhores - Uma vez: Ao aderir à União Europeia. Agora, além do Euro e da livre circulação de seus cidadãos pelo continente, me diga o que Portugal ganhou com isso. E o que os "melhores" estão a pensar de Portugal? Hum?

Citação de: "Camuflage"
Eu já não iria tão longe, Portugal deve aproveitar todas as oportunidades de negocio, seja em que local for e deve tratar todos da mesma forma.
Eu propus algo diferente?

Citação de: "Camuflage"
Essa coisa das ligações do passado tem que ser esquecida, porque não nos dá nada a ganhar, eles por algum motivo quiseram a independência e gostam de viver como vivem, a venderem o país a quem dá mais.
Os tempos mudaram. E com eles, o modo de pensar político. Portugal tem lá suas necessidades que podem ser supridas pelos outros países lusófonos, e vice-versa.
(E o teu modo de se referir aos outros países lusófonos me soou bastante preconceituoso.)
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 942
  • Recebeu: 7 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
Re: Passaporte Lusofono?
« Responder #31 em: Abril 21, 2010, 03:06:45 pm »
Com o passaporte Lusofono, milhares de portugueses poderiam instalar-se e trabalhar livremente em Angola ou Timor. Quantos milhares de tugas nao estao à espera neste momento que Angola lhes conceda um visto de entrada ?
Paises como a China ou a Arabia Saudita  "compram" milhares de quilometros quadrados de terras em Africa ou na América Latina para ai instalar centros de produçao agricola e mineira, a fin de garantir a segurança alimentar e os recursos de que precisarao no futuro... Estes paises apostam tudo no futuro e sabem bem onde é que esta a arvore das patacas !

Portugal que neste momento so tem olhos para a europa , tem ganho alguma coisa com isso ? Olhem que a mama dos subsidios tende a acabar e eu nao me revejo numa populaçao que sobrevive à custa de "ajudas" e de "ajudinhas" por parte do resto da UE.

Nao somos nos portugueses quem deveria temer a invasao dos barbaros, pois temos sido sempre nos a exportar-nos, a emigrar para outros destinos. E é de destinos que estou a falar quando faço a apologoia do passaporte Lusofono : nos portugueses precisamos mais dos Palopes que eles de nos ! ainda nao perceberam isso ?

Portugal ja atingiu ha muitos anos a saturaçao, e existem mais luso-descendentes no resto do mundo do que no nosso territorio europeu ; estes movimentos populacionais obedecem às nossas necessidades : emigramos porque nao existem recursos suficientes em Portugal ! Porque nao favorisar a instalaçao de portugueses em terras que ja lhe sao familiares, como é o caso dos Palop e do Brasil ?  

Como um forista aqui escreveu, a maior parte dos africanos dos Palop nem sequer tem dinheiro para comprar o bilhete de aviao para emigrar para Portugal, paciencia ! mas felizmente, a maioria dos portugueses interessados em instalar-se am Angola ou Moçambique têm dinheiro para pagar a passagem para estes paises e até para ai criarem o seu negocio, so falta o passaporte lusofono para o poder fazer .
« Última modificação: Junho 07, 2010, 11:26:12 am por legionario »
IN HOC SIGNO VINCES
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Passaporte Lusofono?
« Responder #32 em: Abril 24, 2010, 12:41:47 pm »
Citação de: "legionario"
Com o passaporte Lusofono, milhares de portugueses poderiam instalar-se e trabalhar livremente em Angola ou Timor. Quantos milhares de tugas nao estao à espera neste momento que Angola lhes conceda um visto de entrada ?
E olha que, cá no Brasil, faltam profissionais qualificados, especialmente nas áreas agrícola e médica, em especial nas cidades que estão surgindo (E crescendo) com o agronegócio. Muitos brasileiros, em especial os das regiões Sudeste e Sul, são conformados demais para se aventurarem pelo Centro-Oeste e até pelo Norte do Brasil, onde as oportunidades são maiores.

Citação de: "legionario"
Paises como a China ou a Arabia Saudita  "compram" milhares de quilometros quadrados de terras em Africa ou na América Latina para ai instalar centros de produçao agricola e mineira, a fin de garantir a segurança alimentar e os recursos de que precisarao no futuro... Estes paises apostam tudo no futuro e sabem bem onde é que esta a arvore das patacas !
Nada contra, mas... A Arábia Saudita tem uma bela área de terra, com o dinheiro que eles têm, poderiam muito bem fertilizar o deserto e irrigá-lo para proverem a alimentação no Oriente Médio. Se Israel pôde, por que eles não podem? E a presença maciça da China (E dos EUA) por aqui é preocupante, também.

Citação de: "legionario"
Portugal que neste momento so tem olhos para a europa , tem ganho alguma coisa com isso ? Olhem que a mama dos subsidios tende a acabar e eu nao me revejo numa populaçao que sobrevive à custa de "ajudas" e de "ajudinhas" por parte do resto da UE.

Nao somos nos portugueses quem deveria temer a invasao dos barbaros, pois temos sido sempre nos a exportar-nos, a emigrar para outros destinos. E é de destinos que estou a falar quando faço a apologoia do passaporte Lusofono : nos portugueses precisamos mais dos Palopes que eles de nos ! ainda nao perceberam isso ?
Hora de olhar para as ex-colônias com mais carinho... :jaja:

Citação de: "legionario"
Portugal ja atingio ha muitos anos a saturaçao, e existem mais luso-descendentes no resto do mundo do que no nosso territorio europeu ; estes movimentos populacionais obedecem às nossas necessidades : emigramos porque nao existem recursos suficientes em Portugal ! Porque nao favorisar a instalaçao de portugueses em terras que ja lhe sao familiares, como é o caso dos Palop e do Brasil ?  

Como um forista aqui escreveu, a maior parte dos africanos dos Palop nem sequer tem dinheiro para comprar o bilhete de aviao para emigrar para Portugal, paciencia ! mas felizmente, a maioria dos portugueses interessados em instalar-se am Angola ou Moçambique têm dinheiro para pagar a passagem para estes paises e até para ai criarem o seu negocio, so falta o passaporte lusofono para o poder fazer .
Falou tudo! :G-Ok:
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

 

Galiza não é um país lusófono!

Iniciado por sebmellovip

Respostas: 61
Visualizações: 17057
Última mensagem Outubro 16, 2012, 01:17:13 pm
por napoleonverrugas