Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa

  • 506 Respostas
  • 84226 Visualizações
*

tsahal

  • Perito
  • **
  • 580
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
AOR.
« Responder #75 em: Agosto 05, 2009, 03:05:00 pm »
reconverter sim mas sempre com ajuda exterior. De raiz duvido. Apesar de um AOR ser muitas vezes visto como um navio civil ele é bem militar.
 

*

sivispacem

  • Perito
  • **
  • 354
  • Recebeu: 14 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +13/-1
Re: EB.
« Responder #76 em: Agosto 05, 2009, 03:05:33 pm »
Citação de: "tsahal"
Guerra na selva de certeza que não visto que eles são dos mais experientes nisso. Eles até tem uma força especializada nisso.


Pois têm, Tsahal, daí ter dito que essa seria uma das 2 áreas em que o Brasil não precisa do apoio de mais ninguém! :o)
 

*

tsahal

  • Perito
  • **
  • 580
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
EB.
« Responder #77 em: Agosto 05, 2009, 03:10:21 pm »
Afirmativo, foi confusão minha, entendi que Portugal poderia ajudar o Brasil nessa area.

Sobre o AOR, penso que o ENVC n tem capacidade para projectar um AOR mas pode sim participar na construção. No entento acho que ao abrigo desta parceria estrategica com a Damen, o ENVC pode dar um grande salto tecnológico e as coisas mudarem radicalmente.
 

(sem assunto)
« Responder #78 em: Agosto 09, 2009, 11:24:37 pm »
Citação de: "psaa"
Lá está, acredito que exista interesse de Portugal em cooperar com o Brasil, isso é claro, mas o Brasil apenas "precisa" de Portugal para entrar em campos restritos para eles, onde Portugal é membro, como por exemplo a NATO e a CE. Através da teoria dos povos irmãos, vamos ajudando o Brasil a cooperar com estas entidades (militarmente, económicamente, etc...), em tudo o resto o eles basicamente não precisam de nós para nada!
Penso que concordarão comigo?!


 Não é bem assim meu caro amigo, se você vier ao Brasil verá que os portugueses são tratados como irmão e a grande maioria das pessoas tem uma grande estima pelo seu país, é claro que sempre tem um idiota do contra, mas que lugar do mundo não o tem. Agora o Brasil não precisa de Portugal nem de ninguém para entrar nos circulos que quiser, tanto que ele é constantimente convidado para participar de operações com a Navy, USAF, FA Francesa, Argentina, Chilena, Uruguai, Venezuelana, Colombiana, Marinha Argentina, Uruguai, Chilena, Sul Africana, Indiana e outras. Portanto parem de ver o Brasil de forma inferior, pois aqui vemos a décadas Portugal como um igual nosso.
Viva os Paises Lusofonos!

  Pátria amada BRASIL!
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #79 em: Agosto 10, 2009, 09:46:57 am »
Eu também sou a favor de uma parceria Tecnico-Militar com o Brasil, não somente relacionados com assuntos da Marinha mas tambem projectos que envolvam a Força Aérea e o Exercito, ambos podem beneficiar muito com estas parcerias.... e não confundamos as coisas o Brasil é um país IRMAO com o mesmo sangue.... não um Meio-Irmão que olha com ganancia para o nosso Território.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8468
  • Recebeu: 751 vez(es)
  • Enviou: 1232 vez(es)
  • +67/-34
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #80 em: Agosto 10, 2009, 03:31:33 pm »
O Instrutor hoje acordou para implicar com os castelhanos...  :lol:

Quanto à cooperação com o Brasil...
Não é um pais da NATO, as normas não são STANAG, logo haveria sempre discórdia nas decisões e conceitos operacionais do equipamento.
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #81 em: Agosto 10, 2009, 03:43:14 pm »
Citação de: "HSMW"
O Instrutor hoje acordou para implicar com os castelhanos...  :lol:

Quanto à cooperação com o Brasil...
Não é um pais da NATO, as normas não são STANAG, logo haveria sempre discórdia nas decisões e conceitos operacionais do equipamento.


A mim ainda ninguem me ouviu falar de Espanhois ou Castelhanos  :lol:  :lol:  eu só falo em vizinhos que nos olham com ganancia de nos ter e de vizinhos temos Espanha, Marrocos, Argélia França Itália.... não percebo porque falou em castelhanos..... terá por terem sido eles os unicos que tentaram alguma coisa e levaram??
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

(sem assunto)
« Responder #82 em: Agosto 13, 2009, 02:27:24 am »
Caro amigo Instrutor, esse projeto seria algo bom para essa aliança começar, até por que é um projeto relativamente facil, mas tem de haver vontade dos governos, quanto ao país não ser da OTAN para min isso não quer dizer nada, duvído que se Portugal e Inglaterra tivessem algum desentendimento, gostaria de ver que lado a sua OTAN amigo HMSW escolheria, quem os EUA escolheriam apoiar. Agora eu acredito que se Portugal fosse agredido e pedisse a ajuda do Brasil, essa ajuda iria ser atendida prontamente, isso é só um pensamento hein, não vão viajar. Mas o Brasil é sim um país amigo e irmão de Portugal, pelo menos desse lado de cá do Atlântico é esse o sentimento.
Viva os Paises Lusofonos!

  Pátria amada BRASIL!
 

*

bokaido

  • 56
  • +0/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #83 em: Outubro 31, 2010, 01:20:48 am »
Novo projecto dos estaleiros franceses DCNS.
Se isto funcionasse em condições não seria assim tão complicado adquirir um projecto lá fora, e alguma consultadoria técnica claro, e construir em Viana uma navio destes.
 

http://www.dcnsgroup.com/naval/produits/brave/?product-category=navire-de-soutien-logistic-supply-vessel

Na verdade, creio que as necessidades da Marinha poderiam ser asseguradas pela indústria nacional desde que existisse um plano faseado, com parcerias com estaleiros de capacidades confirmadas, bem dirigido e correctamente financiado.
Patrulhas oceânicos, Lanchas costeiras, Navio Polivalente, Reabastecedor, Navios de investigação e outros auxiliares, Corvetas (não faltam projectos deste género) Não será preciso nada de muito evoluído ou complicado de construir, já temos os submarinos que serão a jóia da coroa nas próximas décadas. As fragatas são a espinha dorsal e ainda aguentam 20 anos, era aproveitar esse tempo para construir o resto da frota e nessa altura a Marinha só teria de substituir as fragatas. Simples, se este país fosse bem governado.

Cumprimentos
Ó Estrela, queres cometa?
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1106
  • Recebeu: 176 vez(es)
  • Enviou: 192 vez(es)
  • +24/-6
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #84 em: Outubro 31, 2010, 11:13:16 am »
Com os OE dos próximos anos, podem tirar a ideia de novos projectos.

Se todo o país estará a fazer sacrificos (mais uma x..) não era possivel explicar aos portuguesas um aumento na despesa nas FA!

Simplesmente não é..
 

*

bokaido

  • 56
  • +0/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #85 em: Novembro 03, 2010, 08:06:06 pm »
Eu não falei em aumentar a despesa, falei em gerir melhor o pouco que temos.
Potenciar a construção de material para a Marinha é bom para os trabalhadores e empresas, para a marinha e para o país.

Cumprimentos
Ó Estrela, queres cometa?
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4144
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +53/-7
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #86 em: Fevereiro 03, 2011, 07:47:29 pm »
boa noite

tive a pensar neste navio, como substituto do Bérrio



Citar
RFA Fort George has served with distinction throughout the world since 1994
[Picture: LA(Phot) Nicola Wilson, Crown Copyright/MOD 2011]

que dizem??
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2327
  • Recebeu: 1113 vez(es)
  • Enviou: 616 vez(es)
  • +427/-154
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #87 em: Fevereiro 03, 2011, 09:55:38 pm »
Disseram-me hoje que o HNLMS Zuiderkruis (A832) poderá ser posto à venda quando em Março se der a conhecer a nova ronda de cortes nas Forças Armadas Holandesas (até porque estava previsto ser retirado do serviço activo em 2015), ficando a RNLN apenas com o mais novo Amsterdam (A836). Muito grande?  :|

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

GI Jorge

  • 617
  • +0/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #88 em: Fevereiro 03, 2011, 10:21:43 pm »
Mas porquê não comprar novo? Sempre dura mais algum tempo.
Confunde-se em Portugal tantas vezes a justiça com a violência que é vulgar não haver reacções contra o crime e haver reacções contra a pena.

Oliveira Salazar
 

*

sergio21699

  • Especialista
  • ****
  • 933
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +1/-0
Re: Novo Reabastecador da Marinha Portuguesa
« Responder #89 em: Fevereiro 03, 2011, 10:47:53 pm »
Porque usado é mais barato.
-Meu General, estamos cercados...
-Óptimo! Isso quer dizer que podemos atacar em qualquer direcção!
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3168
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 11420
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3589
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 9869
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Marinha: Seis armas roubadas da base do Alfeite

Iniciado por Camuflage

Respostas: 17
Visualizações: 5525
Última mensagem Agosto 26, 2011, 04:56:26 pm
por nelson38899