Votação

Acha positivo para a Europa e Portugal a Globalização e a Islamização do velho continente??

Sim, acho positivo. Um mundo, uma especie, tudo é de todos.
3 (5.8%)
Não, acho mau perdermos a nossa história e cultura própria através da Globalização. Acho ainda que é perigoso para a ordem publica uma "Eurabia".
45 (86.5%)
Não tenho opinião formada./Não sei.
4 (7.7%)

Votos totais: 46

Votação encerrada: Abril 28, 2009, 08:59:43 pm

Islão na Europa

  • 41 Respostas
  • 9715 Visualizações
*

nestor

  • Membro
  • *
  • 225
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #15 em: Maio 24, 2009, 02:46:55 am »
Interesante estudio demografico sobre el Islam en Europa en los proximos años.

http://www.youtube.com/watch?v=6-3X5hIF ... r_embedded

Saludos
 

*

amarcelo991

  • 2
  • +0/-0
Re:
« Responder #16 em: Outubro 24, 2009, 10:29:08 pm »
Citação de: "HaDeS"
Acho ótimo, a europa gosta tanto de influênciar outras culturas, é bom que os europeus provem um pouco desse veneno!

Já experimentámos e nem gostámos na Idade Média nem gostámos agora. Foi graças a termos influenciado outras culturas que o mundo progrediu.
 

*

dannymu

  • 79
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #17 em: Outubro 28, 2009, 02:25:06 am »
Quantos menos muçulmanos viverem em Portugal melhor. Espero que nenhum governo Português alguma vez se ponha com ideias de trazer para Portugal muçulmanos em grandes quantidades. É melhor não permitir que mais que 50000 muçulmanos vivam em Portugal e não renovar vistos para muçulmanos estrangeiros a viver em Portugal. No Reino Unido deixaram entrar milhões de muçulmanos e agora muitos deles querem impôr a barbárica lei de sharia (nalguns locais eles já a praticam), abusam verbalmente soldados Britânicos em paradas de celebração do regresso do Iraque e Afeganistão (abusam aqueles que garantem a democracia Britânica, democracia essa que dá a tais muçulmanos o direito de contruirem mesquitas enquanto Cristãos na Arábia Saudita e Irão são perseguidos, espancados, mortos e impedidos de ler a Bíblia ou de construir igrejas) e muitos milhares apoiam actos de terrorismo. Além disso eles ficam ofendidos se virem cartoons do profeta deles ou se escrevem mal do seu profeta e depois ameaçam Israel, o Reino Unido, EUA com atentados ou fazem ameaças de morte a pessoas como o Salman Rushdie. E vê-se cada vez mais muçulmanas a usar o véu, burqa, niqab (coisa que não é obrigatória no Corão), o que é ofensivo, um risco para a segurança (e se polícias pedem para destaparem a cara os muçulmanos ficam furiosíssimos e gritam "racismo!", "islamofobia!"). E muitas dessas mulheres não falam Inglês apesar de já cá viverem há muitos anos. E também há os casos de "honour killings" em que pais e irmãos matam suas filhas e irmãs se elas não casarem com quem a família quiser (casamentos forçados e às vezes até levam as miúdas para o seu país como Bangladesh ou Paquistão e depois casam-nas à força e trazem os maridos para o Reino Unido) ou se namorarem com "infiéis". Existem também "no go areas" em cidades como Bradford, em que os muçulmanos não deixam não-muçulmanos entrarem e ameaçam os não-muçulmanos que queiram entrar em tais bairros dominados por islamistas.

Viver no Reino Unido ensinou-me muito acerca do Islão e do perigo que representa não só para o Ocidente mas também para todo o mundo não islâmico. As experiências multiculturais em que cada religião ou grupo étnico é encorajado a manter suas tradições não resulta e o que resulta é a assimilação dos imigrantes. Além disso só se deve dar nacionalidade a quem domine a língua do país de acolhimento, a quem respeite as leis e tradições do país acolher e que não queira forçar o país a mudar os costumes para satisfazer os costumes do imigrante, a quem trabalhe e não viva de subsídios. No Reino Unido dão-se passaportes a Somalianos e outros muçulmanos que depois tentam cometer ataques terroristas.
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8290
  • Recebeu: 692 vez(es)
  • Enviou: 1027 vez(es)
  • +40/-8
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Islão na Europa
« Responder #18 em: Novembro 29, 2009, 04:06:08 pm »
Citar
Suíça aprova interdição da construção de minaretes

 
A Suíça aprovou a interdição da construção de minaretes, ao aprovar em referendo uma proposta de dois partidos de direita. A proposta foi aprovada por 53 por cento dos helvéticos e apenas rejeitada em quatro dos 26 cantões do país.

Os suíços decidiram, este domingo, interditarem a construção de minaretes de mesquitas, aprovando assim em referendo uma proposta de um partido da direita populista e de um pequeno partido cristão de direita do país.

Só quatro dos 26 cantões suíços rejeitaram esta proposta da UDC e da UDF, que contou com a aprovação de 53 por cento dos eleitores suíços que deram o seu sim a esta interdição que será uma medida «própria para manter a paz entre as diversas comunidades religiosas».

A UDC entende que os minaretes são um «símbolo aparente de uma reivindicação político-religiosa do poder que coloca em causa os direitos fundamentais», ao passo que o intelectual muçulmano Tariq Ramadan considerou «catastrófico» o resultado deste referendo.

Este intelectual controverso, que vive em Genebra e dá aulas na Universidade de Oxford, considerou que os «suíços exprimiram um verdadeiro medo» e «questionaram de modo profundo a questão do islamismo na Suíça».

Os Verdes helvéticos entretanto já indicaram, por seu turno, que vão apresentar um recurso no Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, em Estrasburgo, contra o resultado deste referendo, por violação da liberdade religiosa que é garantida pela Convenção Europeia dos Direitos do Homem.

O resultado surpreendeu os analistas, isto depois de as sondagens feitas durante a campanha eleitoral predizerem uma vitória do "não", que teria o apoio de 53 por cento dos eleitores.

http://tsf.sapo.pt/PaginaInicial/Intern ... id=1434106
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

PENSADOR

  • 14
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #19 em: Fevereiro 04, 2010, 05:21:54 pm »
Há muito que a comunidade islâmica (Umma) se encontra na Europa, são neste momento 5% da população europeia.
Esta comunidade é o "Exército" avançado de líderes como o Presidente iraniano que neste momento fez de conta que cedeu na questão do enriqueciemnto de urânio quando no fundo ele sabe muito bem que como potência regional que é o Irão poderá causar muitos estragos aos interesses ocidentais. Mais até que o enriquecimento de urânio.
Ninguém se esqueça que o Irão neste momento controla quase tudo o que são grupos radicais tanto a nível regional como internacional na forma de células espalhadas pela pelo Ocidente e que poderá fazer desse "Exército" avançado como já está a acontecer em França com os tumultos públicos e a questão da proibição do véu.
Estas comunidades possuem uma taxa de natalidade muito superior à dos ocidentais e dentro em breve controlarão os parlamentos nacionais e europeus. Esta é a geopolítica omissa do Islão que o Presidente iraniano bem conhece mas que o Ocidente quer continuar a ignorar.
 

*

Crypter

  • Especialista
  • ****
  • 1048
  • Recebeu: 162 vez(es)
  • Enviou: 157 vez(es)
  • +9/-2
Re: Islão na Europa
« Responder #20 em: Fevereiro 04, 2010, 07:00:48 pm »
Citação de: "PENSADOR"
Há muito que a comunidade islâmica (Umma) se encontra na Europa, são neste momento 5% da população europeia.
Esta comunidade é o "Exército" avançado de líderes como o Presidente iraniano que neste momento fez de conta que cedeu na questão do enriqueciemnto de urânio quando no fundo ele sabe muito bem que como potência regional que é o Irão poderá causar muitos estragos aos interesses ocidentais. Mais até que o enriquecimento de urânio.
Ninguém se esqueça que o Irão neste momento controla quase tudo o que são grupos radicais tanto a nível regional como internacional na forma de células espalhadas pela pelo Ocidente e que poderá fazer desse "Exército" avançado como já está a acontecer em França com os tumultos públicos e a questão da proibição do véu.
Estas comunidades possuem uma taxa de natalidade muito superior à dos ocidentais e dentro em breve controlarão os parlamentos nacionais e europeus. Esta é a geopolítica omissa do Islão que o Presidente iraniano bem conhece mas que o Ocidente quer continuar a ignorar.

Por essa ordem de ideias, nos e espanha estamos a ser invadidos pelos ciganos!!!!

Já fomos!
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9772
  • Recebeu: 318 vez(es)
  • Enviou: 217 vez(es)
  • +19/-8
Re: Islão na Europa
« Responder #21 em: Março 30, 2010, 05:42:07 pm »
Belgas vão proibir o uso de burqa


A Bélgica prepara-se para proibir o uso da "burqa" e do "niqab" em público, tendo uma maioria do parlamento federal chegado já a um acordo sobre alterações ao código penal que poderão ser aprovadas já em Abril.

Quatro partidos - os liberais do Movimento Reformador, os democratas-cristãos do CD&V, os democratas do centro cdH e o partido de extrema-direita Vlaams Belang - acordaram um texto comum que será votado quarta feira pela comissão parlamentar de assuntos internos, antes de ser submetido à votação da Câmara em meados de Abril.

O compromisso, ao qual a imprensa belga teve acesso na semana passada, prevê que o código penal belga passe a considerar crime (passível de uma multa de 15 a 25 euros ou pena de prisão de um a sete dias) uma pessoa apresentar-se em locais públicos com "a cara coberta ou dissimulada total ou parcialmente, de tal forma que não seja identificável".

O texto emenda uma proposta de alguns dos quatro projectos de lei originais ao não incluir qualquer referência a "peças de vestuário", e isenta algumas categorias, tais como motociclistas, bombeiros ou soldadores.

O compromisso poderá também receber o voto favorável de socialistas e dos ecologistas, estes últimos contra o uso da burqa mas com dúvidas sobre o melhor instrumento legislativo a utilizar para o proibir.

A polémica sobre o véu islâmico não é nova na Bélgica, onde, de resto, o seu uso já é sancionado em algumas partes do território, mas até agora ao nível da legislação das comunas.

A ser aprovado pela Câmara do parlamento federal em Abril, o véu facial ou o niqab (que deixa aparecer somente os olhos) deixarão de ser tolerados a partir do próximo verão na via pública, edifícios público e comércio em todo o país.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9772
  • Recebeu: 318 vez(es)
  • Enviou: 217 vez(es)
  • +19/-8
Re: Islão na Europa
« Responder #22 em: Abril 21, 2010, 05:30:27 pm »
França apresentará projecto de lei contra a burka em Maio


O Governo da França prepara um projecto de lei para proibir o uso da burka, o véu islâmico que cobre quase totalmente o corpo da mulher, nos espaços públicos, anunciou hoje o porta-voz do Executivo francês, Luc Chatel.

Seria uma proibição total desse véu em todos os locais públicos, e não apenas nos serviços públicos, como nos transportes colectivos, edifícios governamentais, hospitais e escolas públicas, destacou o porta-voz após a periódica reunião do Conselho de ministros.

«A proibição deve ser geral em todos os locais públicos, porque a dignidade da mulher não é limitada», salientou Chatel, acrescentando que essa iniciativa deve ser realizada de modo a que «ninguém se sinta estigmatizado».

Segundo Chatel, está previsto que o projecto de lei seja enviado em Maio para o gabinete ministerial para depois passar ao Parlamento, onde será submetido a debate.

O texto «não pode ser partidário», disse o porta-voz, sublinhando que precisamente por isso serão consultados os partidos políticos e «evidentemente as autoridades morais e religiosas».

O próprio presidente francês, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro, François Fillon, pediram ao resto do Governo que se «mobilize» para levar adiante o texto do projecto.

Querem fazê-lo o mais rápido possível com o objectivo de não permitir que o fenómeno vá mais longe e chegue a afetar os «valores da República» francesa.

«Legislamos para o futuro», resumiu o porta-voz governamental, indicando que em França há aproximadamente 2 mil mulheres que usam a burka.

Sarkozy foi quem impulsionou o debate contra o uso do véu em França e um dos primeiros a mostrar-se partidário de o proibir por lei porque, segundo reiterou hoje mesmo aos membros do seu Governo, é algo que representa um ataque à dignidade das mulheres.

Lusa
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #23 em: Julho 26, 2010, 08:26:21 pm »
Bom, hei de opinar porque, brevemente, estarei aí na Europa.
Considero positiva a entrada de islâmicos, DESDE QUE seja respeitado o caráter laico do Estado. Imposição de costumes religiosos deve ser sempre vista como atentado à liberdade alheia.

No Brasil, pode parecer que não, mas temos um problema semelhante. Os evangélicos pentecostais e neo-pentecostais estão crescendo exponencialmente em número e influência, e estão querendo "botar as manguinhas de fora", entrando na política e usá-la como meio de proselitismo contra o "maior país católico do mundo". E, se os islâmicos são taxados por aí (e aqui) de terroristas, os evangélicos daqui são verdadeiros salafrários, que fazem lavagem cerebral nos incautos e tomam todos seus recursos em troca de algo incerto (Que, no caso, seria o céu), além de praticarem verdadeiras barbaridades, como tráfico de drogas em território europeu (Ex-pastor da IURD confessou isso).
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14437
  • Recebeu: 787 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +63/-57
Re: Islão na Europa
« Responder #24 em: Julho 27, 2010, 12:54:56 pm »
Citação de: "Snowmeow"
Bom, hei de opinar porque, brevemente, estarei aí na Europa.
Considero positiva a entrada de islâmicos, DESDE QUE seja respeitado o caráter laico do Estado. Imposição de costumes religiosos deve ser sempre vista como atentado à liberdade alheia.

No Brasil, pode parecer que não, mas temos um problema semelhante. Os evangélicos pentecostais e neo-pentecostais estão crescendo exponencialmente em número e influência, e estão querendo "botar as manguinhas de fora", entrando na política e usá-la como meio de proselitismo contra o "maior país católico do mundo". E, se os islâmicos são taxados por aí (e aqui) de terroristas, os evangélicos daqui são verdadeiros salafrários, que fazem lavagem cerebral nos incautos e tomam todos seus recursos em troca de algo incerto (Que, no caso, seria o céu), além de praticarem verdadeiras barbaridades, como tráfico de drogas em território europeu (Ex-pastor da IURD confessou isso).

Se há coisa que eu não gosto que tenha vindo do Brasil é exactamente a IURD. Bando de ladrões!!! :evil:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #25 em: Fevereiro 18, 2011, 08:07:26 pm »
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8290
  • Recebeu: 692 vez(es)
  • Enviou: 1027 vez(es)
  • +40/-8
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Islão na Europa
« Responder #26 em: Fevereiro 18, 2011, 08:59:34 pm »
Brasileiros a dar opiniões sobre a  Europa e nem uma única referencia a Portugal... No mapa apenas apareceu uma vez.

Informação da treta "made in Brasil".
Outra coisa não seria de esperar de um brasileiro que utiliza uma bandeira Nazi http://www.youtube.com/user/BRSP1488BH como avatar e fundo da página.

Come se a pura raça de deuses arianos tivesse tal simpatia pelos sul americanos.
Ou será uma pura raça sul americana?!  :N-icon-Axe:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #27 em: Março 13, 2011, 05:29:42 pm »
O video é de autoria de alguém que prega a ideologia Nazi e supremacista branca no Brasil. Creio eu, não deve ser levado muito a sério.
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

*

Pellegrino Ernetti

  • Membro
  • *
  • 76
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #28 em: Maio 27, 2014, 03:10:27 am »
Em Espanha vivem 1.732.191 de musulmanos, 3% da população total.

http://www.minutodigital.com/2014/02/06 ... ion-total/

Atenção Espanhois!!
 

*

Snowmeow

  • 200
  • +0/-0
Re: Islão na Europa
« Responder #29 em: Maio 31, 2014, 09:07:31 pm »
O perigo que os muçulmanos representam para a Espanha é muito MENOR do que o perigo que os fanáticos evangélicos representam para o Brasil. Aqui, eles beiram os 20%, possuem bancada exclusiva no Congresso Nacional, e já cogitaram até mesmo uma versão cristã da Sharia a ser implementada no Brasil. :evil:
"Não corte uma árvore no Inverno; pois sentirás falta dela no Verão." Jairo Navarro Dias
 

 

"Estados Unidos da Europa"

Iniciado por Digo

Respostas: 28
Visualizações: 6170
Última mensagem Outubro 18, 2014, 04:10:08 pm
por Oktarnash
Israel aponta as suas ogivas nucleares para a Europa

Iniciado por casimir

Respostas: 3
Visualizações: 1748
Última mensagem Março 26, 2010, 11:34:41 am
por Duarte
Europa desenvolve tecnologia anti-echelon

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 2
Visualizações: 1170
Última mensagem Maio 18, 2004, 09:11:47 pm
por Spectral
Europa prestes a levantar o embargo à Líbia

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 0
Visualizações: 974
Última mensagem Setembro 23, 2004, 09:35:08 pm
por Ricardo Nunes
Europa vai reduzir interceptações de voos comercias

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1791
Última mensagem Agosto 04, 2006, 10:48:49 pm
por Marauder