Votação

Qual deverá ser a sucessora da G3?

G36
26 (66.7%)
XM-8
4 (10.3%)
Steyr AUG
1 (2.6%)
Diemaco C7/C8
2 (5.1%)
FN F2000
0 (0%)
FAMAS
0 (0%)
TAVOR TAR-21
1 (2.6%)
SIG SG-550/551/552
1 (2.6%)
M-16/M4
4 (10.3%)
Beretta AR-70/90
0 (0%)

Votos totais: 38

Votação encerrada: Julho 06, 2004, 02:37:52 pm

A sucessora da G3

  • 73 Respostas
  • 12867 Visualizações
*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +1/-1
A sucessora da G3
« em: Julho 06, 2004, 02:37:52 pm »
Pelos vistos já não faltará muito para que seja aberto o concurso para a substituição da G3 (esperamos nós... :wink:
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1262
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +1/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #1 em: Julho 06, 2004, 02:54:49 pm »
O meu voto vai para a G-36, na sua mais recente versão a G-36KV .

Para mais informações sobre a KV, visitem este tópico: http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=778
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Fábio G.

  • Investigador
  • *****
  • 1398
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Julho 06, 2004, 03:11:06 pm »
Citação de: "Ricardo Nunes"
O meu voto vai para a G-36, na sua mais recente versão a G-36KV .


O meu também.
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3057
  • Recebeu: 129 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +128/-32
(sem assunto)
« Responder #3 em: Julho 06, 2004, 04:13:32 pm »
O meu voto vai para a Diemaco C77C8.. Noruega,Dinamarca,Holanda,já a escolheram.. A diemaco está esperançosa de fazer contracto com Portugal.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +1/-1
(sem assunto)
« Responder #4 em: Julho 06, 2004, 04:30:18 pm »
Esqueci-me de dizer que votei na G36... :?
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #5 em: Julho 06, 2004, 05:08:17 pm »
Voto na XM8 com miras flip-up do tipo KV e em calibre 6.5 Grendel.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Julho 06, 2004, 07:20:32 pm »
E não há estimativas de preços ?

Na minha opinião de leigo na matéria, a solução do Luso parece-me ser a mais avançada, logo eu diria que as suas probabilidades serão algo reduzidas  :roll:

Que venha a G-36 que já não estaremos (nada!) mal servidos...
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

komet

  • Investigador
  • *****
  • 1664
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #7 em: Julho 06, 2004, 08:51:04 pm »
A possibilidade que o Luso pôs é de facto interessante, e já que vamos mudar de calibre standard, se calhar não era mal pensado esperar um pouco mais a ver no que isto dá... quem esperou estes anos todos pode esperar uns mesitos...  :roll:
"History is always written by who wins the war..."
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #8 em: Julho 06, 2004, 09:35:03 pm »
O calibre 6.5mm Grendel é fantástico porque pode substituir satisfatóriamente o 5.56 e o 7.62.
Há quem argumente que o peso do 6.5 é superior ao 5.56 para idêntico número de cartuchos e isso é obviamente verdade assim como também é verdade que o primeiro é muito mais capaz.
É quase como o 6.5 x 58 Vergueiro ou 6.5x55 Sueco mas mais curto (6.5x39) e cabe num carregador de M16!
Se for preciso algo mais pesado entram as .50 ou os lançadores de granadas.
6.5 Grendel... Supersónico a 1200m com projectil pesado.
Vejam a tabela que vos enviei e constatem a versatilidade do calibre.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2198
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +16/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #9 em: Julho 06, 2004, 11:12:22 pm »
Citação de: "Luso"
Voto na XM8 com miras flip-up do tipo KV e em calibre 6.5 Grendel.


Concordo plenamente, se bem que, o “revolucionário” desta escolha nos fará optar pela G-36.
É a minha opinião. :roll:
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #10 em: Julho 06, 2004, 11:32:07 pm »
Recordo mais uma vez este artigo...

"Source: United Industrial Corp.; issued June 3, 2004)

HUNT VALLEY, Md. --- United Industrial Corporation announced today that its wholly-owned subsidiary AAI Corporation has been awarded $1.2 million by the U.S. Army for the first phase of a potential three-phase effort valued at about $24 million to develop a Lightweight Machine Gun and Ammunition (LMGA).

The contract will focus on development of a family of high-performance, lightweight weapons utilizing advanced technology ammunition. The program is intended to replace existing light-caliber and medium-caliber machine guns.

In the first of three phases, AAI and another contractor will develop virtual prototypes for the weapons and ammunition. The companies will recommend the weapon and ammunition configurations that would be the basis for the second phase of the program. After the initial research and development phase, the Army is expected to select a single contractor to continue work on the second and third phases of the LMGA program.

AAI’s Defense Systems unit is experienced in armament and ammunition technologies and has been involved in many U.S. Army small arms development programs over the past 50 years. The new LMGA program enables the company to expand its presence in the development of innovative, advanced technology small arms that will enhance the combat effectiveness of U.S. soldiers. "

Ou seja:

- Há interesse num novo calibre;
- O 6.8 SPC é melhor que o 5.56 MK262 mas menos versátil que o...
- 6.5 Grendel, cujo estojo, por ser mais curto mas mais largo, permite montar projécteis mais pesados (longos) e com melhor coeficiente balístico...
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

NotePad

  • Perito
  • **
  • 579
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Julho 07, 2004, 02:50:36 am »
...
« Última modificação: Fevereiro 25, 2007, 05:10:58 am por NotePad »
 

*

emarques

  • Especialista
  • ****
  • 1178
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Julho 07, 2004, 04:27:18 am »
Bem-vindo ao fórum.

Se me permite um pequeno comentário: mais alguns pontos e separação de frases na mensagem talvez dessem melhor resultado. Eu sei que o Saramago até ganhou um Nobel e tudo, mas...

Mas repito: bem-vindo!
Ai que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há cá.
Há cá eco, é?!
Há cá eco, há.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7508
  • Recebeu: 385 vez(es)
  • Enviou: 119 vez(es)
  • +138/-194
(sem assunto)
« Responder #13 em: Julho 07, 2004, 09:26:54 am »
"Assim todas as vantagens que a XM-8 aparentava sobre a G-36 perdem o seu efeito sendo até apresentadas duas falhas na XM-8, a qualidade dos carregadores e o aquecimento do cano. "

Bom: a XM-8 é uma arma experimental e sujeita a alterações que resultarão dos testes, tal como aconteceu com a G36 e com qualquer outra arma.

1 - Qualidade dos carregadores: a coisa resolve-se;

2- Aquecimento do cano: o cano tem a mesma proveniência dos da G36. Isso provoca que o polímero da guarda se derreta (algo que também aconteceu com a G36) Além disso prevê-se que se instale um "escudo de calor" - um perfil de alúmínio e quem sabe mais algum isolamento térmico entre este e o polímero;

3- Desmontagem: a da XM-8 é superior. Basta tirar o pino traseiro para ter acesso à culatra. O mesmo acontecia com a M16 mas esta não precisa
que separem completamente o "upper" do "lower" - só que a M16 precisa de mais limpezas.

4- Tirando o quebra-chamas "prong", entendo que o design da XM-8 é superior, sem arestas e mais compacto. Todavai preferia que aquela alcinha maricas que para nada serve fosse eliminada. Outra coisa que gostava de ver era um manípulo de ferrolho fixo e ambidextro (em "T");

5- Côr: preto; verde oliva; castanho escuro.
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Fábio G.

  • Investigador
  • *****
  • 1398
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Julho 07, 2004, 11:35:08 am »
Bem-vindo NotePad.

Parece que temos outro especialista em armas ligeiras.