Notícias da FAP

  • 627 Respostas
  • 140516 Visualizações
*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 301 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +6/-50
(sem assunto)
« Responder #30 em: Maio 27, 2009, 10:33:26 pm »
No es de la FAP, pero no sabia donde ponerlo:

El aterrizaje de emergencia de un hidroavión portugués obliga a cerrar el aeropuerto

Citar
Un hidroavión portugués realizó ayer un aterrizaje de emergencia en el aeropuerto de Valencia y obligó a cerrar la pista durante cuarenta minutos. Al parecer, el aparato no pudo desplegar el tren de aterrizaje y tuvo que tomar tierra con las palas de agua, una operación sorprendentemente limpia que no causó daño a ninguno de sus dos ocupantes.
   
 

El incidente se produjo a las siete y media de la tarde. Según fuentes del aeropuerto, a esa hora un hidroavión de los que se utilizan para fumigar y apagar incendios comunicó a la torre de control de Manises su intención de hacer un aterrizaje de emergencia. Todo parece indicar que el aparato, procedente de la localidad francesa de Perpignan, no podía desplegar el tren de aterrizaje -las pequeñas ruedas que salen de las palas- y decidió tomar tierra con éstas, aptas sólamente para el agua.
Inmediatamente se activó el protocolo de emergencia y se cerró la pista. Los equipos de bomberos y de asistencia sanitaria se pusieron en marcha y se despejó la zona para evitar colisiones en tierra. Pero nada de esto hizo falta. Según las fuentes consultadas, el hidroavión entró plano y tomó tierra con las palas, que, eso sí, quedaron completamente destrozadas. "Fue un aterrizaje bastante limpio para las condiciones que se daban", dijeron.
De hecho, los dos ocupantes resultaron ilesos y abandonaron el aparato por su propio pie. El avión, así mismo, pudo ser retirado unos minutos después, permitiendo reanudar al instante la actividad en el aeropuerto, justo 40 minutos después de la llamada de emergencia.
En este periodo de tiempo, explicaron fuentes de Aeropuertos Españoles y Navegación Aérea (AENA), fue necesario retrasar siete vuelos -cuatro de llegada y tres de salida- y desviar a Alicante uno que venía de Sevilla. Pero a partir de ahí se fue recuperando la normalidad y al cierre de esta edición no había problemas reseñables.
Escala en Valencia
Según las fuentes, el avión accidentado, de matrícula CS-DIU, es de bandera portuguesa y hacía el trayecto entre Perpignan y este país (no especificaron la ciudad). Su idea era hacer escala en Valencia para pasar la noche y hoy continuar viaje hasta su destino final.
Aunque es un hidroavión de los utilizados habitualmente para la extinción de incendios y fumigación, no está adscrito a ninguna empresa. En este caso, al menos, figuraba como vuelo privado.
El cierre del aeropuerto es una situación completamente excepcional. Sólo en caso de aterrizajes de emergencia, como ha sido el caso, o de condiciones meteorológicas muy adversas, se recurre a ello.
No obstante, el número de alertas es muy alto, sobre todo por problemas en los "chivatos" de los aparatos, que confunden a los pilotos y obligan a hacer comprobaciones visuales desde la torre. Es frecuente que un avión llame a control para que le verifique si lleva el tren de aterrizaje desplegado, por ejemplo.
 


¿Alguien sabria el modelo do aviao?
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2690
  • Recebeu: 1121 vez(es)
  • Enviou: 2353 vez(es)
  • +356/-57
(sem assunto)
« Responder #31 em: Maio 28, 2009, 01:23:34 am »
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2195
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +14/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #32 em: Maio 28, 2009, 01:40:15 am »
Então caro NVF?

Tem andado desaparecido. :wink:
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2690
  • Recebeu: 1121 vez(es)
  • Enviou: 2353 vez(es)
  • +356/-57
(sem assunto)
« Responder #33 em: Maio 28, 2009, 02:16:19 am »
A bulir, meu caro, na va tentativa de dar a volta 'a crise. :)

Abr.
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4144
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +53/-7
(sem assunto)
« Responder #34 em: Junho 05, 2009, 08:56:08 am »
Bom dia

No próximo domingo será apresentado um novo concurso, no programa da RTP Só Visto. Esse concurso terá o objectivo de o vencedor poder efectuar um voo num F16. Não se esqueçam de ver domingo o só Visto.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8467
  • Recebeu: 750 vez(es)
  • Enviou: 1230 vez(es)
  • +66/-34
    • http://youtube.com/HSMW
(sem assunto)
« Responder #35 em: Junho 05, 2009, 10:51:23 am »
Citação de: "nelson38899"
Não se esqueçam de ver domingo o só Visto.


Só se for pela Leite de Castro...  :twisted:
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4144
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +53/-7
(sem assunto)
« Responder #36 em: Junho 05, 2009, 11:45:47 am »
Citação de: "HSMW"
Citação de: "nelson38899"
Não se esqueçam de ver domingo o só Visto.

Só se for pela Leite de Castro...  :twisted:


não seja por isso



desculpem pelo offtopic

siga com o tópico
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1509
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Junho 05, 2009, 11:53:07 am »
Esteja à vontade caro Nelson  ufx29
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1510
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Junho 26, 2009, 04:40:35 pm »
Citar
Lajes: Força Aérea sem meios suficientes para fiscalizar toda a ZEE açoriana - CEMFA

Lajes, Praia da Vitória, 26 Jun (Lusa) -- O Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa (CEMFA), Luís Araújo, disse hoje que "não possui meios suficientes para fiscalizar toda a vasta zona económica exclusiva (ZEE) dos Açores" de um milhão de quilómetros quadrados.

Luís Araújo, que falava à margem da celebração do 68º aniversário da Base Aérea nº. 4 das Lajes, na ilha Terceira, sustentou que "a fiscalização das ZEE é uma missão secundária para os helicópteros que cumprem como missão principal as acções de busca e salvamento".

Solicitado para comentar uma acção que associações de pesca açorianas moveram contra o Estado Português, na sequência da liberalização do acesso à subzona dos Açores da Zona Económica Exclusiva nacional, o CEMFA sublinhou "não existir relação entre as missões".
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3033
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +122/-30
(sem assunto)
« Responder #39 em: Junho 27, 2009, 03:28:14 pm »
Mas isso já é um facto que se tem mantido ao longo dos anos, simplesmente 5 P-3C MMA e no máximo 5 C-295M/Persuader II não são suficientes para vigiar/patrulhar a nossa extensa ZEE.Isto sem contar que quase nunca vão estar os 10 disponíveis.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7301
  • Recebeu: 594 vez(es)
  • Enviou: 730 vez(es)
  • +78/-23
(sem assunto)
« Responder #40 em: Junho 27, 2009, 10:43:41 pm »
Citação de: "typhonman"
simplesmente 5 P-3C MMA e no máximo 5 C-295M/Persuader II não são suficientes para vigiar/patrulhar a nossa extensa ZEE.


E 2 EH101 de vigilância marítima.  :wink:
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6709
  • Recebeu: 271 vez(es)
  • Enviou: 194 vez(es)
  • +129/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Junho 27, 2009, 10:47:09 pm »
E se houvesse algum interesse ainda poderiamos continuar a utilizar os 2 CASA C-212 300 Aviocar por alguns anos.

 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 3033
  • Recebeu: 125 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +122/-30
(sem assunto)
« Responder #42 em: Junho 27, 2009, 11:10:36 pm »
Citação de: "Lightning"
Citação de: "typhonman"
simplesmente 5 P-3C MMA e no máximo 5 C-295M/Persuader II não são suficientes para vigiar/patrulhar a nossa extensa ZEE.

E 2 EH101 de vigilância marítima.  :wink:


Sim, mas mesmo assim para a área a vigiar são poucos meios.

A meu ver o sistema de vigilância da nossa ZEE e zonas costeiras deveria ser sub dividido.

Para patrulhar grandes aéreas em oceano aberto, poderia-se usar os P-3C e complementar com o P-99 da Embraer ou então UAV´s de alta performance.

Para zonas mais próximas da costa os C-295M/Persuader II podem realizar com eficácia a sua missão, depende é do numero de aeronaves disponíveis. O unico senão da solução da solução de "mar aberto" é a existência de uma nova plataforma, (P-99).
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

JLRC

  • Investigador
  • *****
  • 2509
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +4/-42
(sem assunto)
« Responder #43 em: Junho 28, 2009, 01:21:00 am »
Citação de: "typhonman"
Para patrulhar grandes aéreas em oceano aberto, poderia-se usar os P-3C e complementar com o P-99 da Embraer ou então UAV´s de alta performance.

Para zonas mais próximas da costa os C-295M/Persuader II podem realizar com eficácia a sua missão, depende é do numero de aeronaves disponíveis. O único senão da solução da solução de "mar aberto" é a existência de uma nova plataforma, (P-99).


Typhonman

Não entendi qual a vantagem de complementar os P-3C com o P-99 (até porque julgo que o Brasil não os usa). Não seria mais lógico comprar mais C-295M? Por outro lado, julgo que a afirmação do CEMFA se refere à actualidade em que somente estão em serviço 2 P-3P e 1/2 P-3C, não sei se algum C-295M e com os problemas que sabemos dos AW-101 Merlin. Quando o sistema previsto estiver a funcionar a 100% é provável que os problemas actuais não se ponham. Em relação às pescas convém lembrar que nem toda a ZEE tem pesqueiros, eles aliás estão em áreas restritas e bem delimitadas e que a nova plataforma continental é isso mesmo, plataforma continental ou seja, não temos jurisdição sobre a coluna de água mas unicamente sobre o solo.
 

*

cromwell

  • Especialista
  • ****
  • 1105
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Junho 28, 2009, 10:25:13 am »
Eu gostava é de saber o que é dos tais radares com alcance gigantesco para a Madeira e Açores.
"A Patria não caiu, a Pátria não cairá!"- Cromwell, membro do ForumDefesa