Notícias do Exército Brasileiro

  • 1202 Respostas
  • 319590 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1185 em: Maio 23, 2019, 03:31:48 pm »
12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel): Operação Três Luas


Citar
Taubaté (SP) - No período de 13 a 16 maio de 2019, a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) participou de adestramento conjunto com o Comando de Aviação do Exército (CAvEx) na Operação Três Luas.

Essa operação se refere ao adestramento avançado das Organizações Militares de Aviação, principalmente, quanto a realização do voo com óculos de visão noturna. Nessa oportunidade, a Brigada Aeromóvel aproveitou para aprimorar e lapidar seu adestramento por meio das Subunidades de Força Aeromóvel de Emprego (SUFAE).

Compuseram esse adestramento pelotões das SUFAE do 4º BIL, 5º BIL e 6º BIL com o foco no adestramento nas seguintes instruções: Preparação da tropa para situações de emprego real do voo com óculos de visão noturna, Navegação com óculos de visão noturna embarcado em helicóptero, Primeiros socorros, Operações Aeromóveis em ambiente urbano, Incursão Aeromóveis em quadro de guerra, Técnicas de Patrulha e Exercício de tiro real.

FONTE: http://www.bdaamv.eb.mil.br/index.php/noticias/365-operacao-tres-luas





 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1186 em: Maio 24, 2019, 07:21:53 pm »

Estudantes de comunicação conhecem o Exército Brasileiro
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1187 em: Maio 24, 2019, 07:27:41 pm »
Expedicionários que lutaram na Segunda Guerra Mundial são homenageados em estádio de futebol com mais de 30 mil pessoas


Citar
Curitiba (PR) – Nervosismo, ansiedade e muita emoção. Estava chegando a hora do grande espetáculo. Após muitos ensaios, passagem de som e alinhamentos realizados pela equipe da 5ª Região Militar (5ª RM) com o Club Athletico Paranaense, estavam todos ansiosos e em concentração aguardando a autorização para entrada em campo da Banda de Música da 5ª Divisão de Exército, acompanhada da cantora paranaense Fran Tenório.

Com um coro de 30.406 pessoas, o time do Exército executou a “Canção do Expedicionário” para as grandes estrelas da noite, os três integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que estiveram na Segunda Guerra Mundial e estavam em destaque para serem homenageados. “A homenagem capturou emoções e eternizou o apreço do povo paranaense pelos heróis da Segunda Guerra Mundial”, comemorou o General de Brigada Aléssio Oliveira da Silva, Comandante da 5ª RM.

Nos telões da Arena da Baixada e em todas as cadeiras do estádio era possível acompanhar a letra da canção e participar do espetáculo. Com mais de 90 anos, esses senhores são a história viva da participação do Brasil na Grande Guerra. Para Mauro Homzmann, Diretor Comercial e Relações Institucionais do Club Athletico Paranaense, “foi um orgulho enorme ter aqui os Expedicionários que deram tanto orgulho aos nosso país e nos encheu de satisfação ver essa banda maravilhosa. A torcida cantou junto e vi gente emocionada, com nó na garganta”, afirmou.

Os presentes ouviram do narrador da partida que o Brasil enviou para os campos de batalha da Itália 25 mil combatentes, sendo que 1.500 eram paranaenses. Não retornaram ao país, deixando seu sangue em solo europeu 467 heróis, sendo 28 do Paraná. Emocionados, os Expedicionários acompanharam a homenagem do gramado e foram ovacionados pela torcida. “Temos a missão de não deixar a história linda e feita com bravura pela FEB ir embora”, comentou o General de Divisão Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Comandante da 5ª Divisão de Exército (5ª DE).

Exibição internacional

Após a homenagem aos Expedicionários, a bola entrou em campo. No jogo entre Athletico x River Plate, pela primeira partida de final da Recopa, a Banda de Música da 5ª DE executou também o Hino Nacional Brasileiro, o Hino da Argentina, o Hino do Paraná e o Hino do Club Athletico. A transmissão foi feita pela DAZN (pronuncia-se Dazone) que é a primeira plataforma de streaming de esportes ao vivo e sob demanda do mundo.

O 1x0 do Athletico foi exibido para mais de 100 países e a homenagem foi uma parceria da 5ª RM e da Liga Paranaense do Expedicionário (LPE) com o Club Athletico Paranaense, com objetivo de homenagear os heróis de guerra. A partida foi realizada na quarta-feira (22/05) e foi o último evento da série de atividades da 5ª RM em homenagem ao mês da Vitória.

Fonte: 5ª RM  - http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/9921132











 :Soldado2: ys7x9
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14954
  • Recebeu: 975 vez(es)
  • Enviou: 933 vez(es)
  • +167/-155
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1188 em: Maio 25, 2019, 02:48:56 pm »
Já não era sem tempo...
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1189 em: Maio 28, 2019, 04:00:23 am »
Militares do Exército Brasileiro assumem missão de risco no Congo

Tenente-coronel Adelmo de Souza Carvalho Filho: Brasil enviará tropas para República Democrática do Congo Foto: ALBERTO CESAR ARAUJO/ESTADAO

Citar
O Brasil vai mandar para a República Democrática do Congo (RDC), em junho, 13 de seus melhores guerreiros da selva, oficiais e especialistas, para treinar a tropa da missão internacional da ONU no país, a Monusco.

O grupo vai permanecer em ação ao longo de um período de seis meses. É uma primeira etapa. O Sistema de Capacidades em Operações de Paz das Nações Unidas considera que esse trabalho poderá ser estendido se houver necessidade.

Os instrutores militares brasileiros, todos eles formados pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), de Manaus, viaja diretamente para a cidade de Beni, no nordeste da República Democrática do Congo.

É uma área fortemente conflitada, onde atuam entre 100 e 200 bem armados grupos de rebeldes empenhados na luta étnica e religiosa com crescente influência de movimentos radicais, como o Boko Haram, infiltrado a partir da Nigéria, e o Estado Islâmico na Líbia, com base em pequenas vilas próximas de Sirte, no Mediterrâneo.

Há cinco meses, sete soldados da Monusco – seis do Malawi e um da Tanzânia –, foram mortos em uma emboscada na floresta de Ituri, a oeste de Beni.

A província onde está o município, Kivu do Norte, e a vizinha Ituri, enfrentam também um agressivo surto de Ebola, com 900 mortos entre 1.412 casos diagnosticados até a semana passada. Mais de 120 mil pessoas foram vacinadas.

Além da dificuldade para atender a população exposta ao vírus em localidades de acesso limitado por estradas precárias ou feito apenas por trilhas, há ainda a ameaça constante de ataque contra as equipes médicas.

O mais recente, na segunda quinzena de abril, deixou 11 feridos em Butembo, um centro turístico. Os milicianos exigem que o pessoal estrangeiro da Organização Mundial da Saúde (OMS) e as equipes dos Médicos Sem Fronteiras (MSF), saiam do território.

O Comando do Exército considera que o trabalho dos instrutores na RDC pode abrir a possibilidade de um novo viés para a participação do País em operações internacionais, atuando de forma qualitativa, preparando pessoal de campo.

O Brasil participa de missões da ONU há 70 anos. Cerca de 46 mil homens e mulheres das Forças Armadas e de serviços civis estiveram comprometidos com as ações, cumprindo 42 diferentes mandatos.

O atual ‘force-commander’ da Monusco é um general brasileiro, Elias Rodrigues Martins Filho, que lidera 16,2 mil soldados. O ministro da Defesa, general Fernando Azevedo, tem sustentado essa percepção.

Falando na Conferência de Ministros da Defesa das Nações Unidas, disse que “fornecer às tropas um treinamento eficaz é essencial para o bom desempenho”.

Os guerreiros

Os 13 militares brasileiros são todos combatentes, selecionados diretamente pelo gabinete do comandante do Exército, general Edson Leal Pujol. No Congo, serão chefiados pelo tenente-coronel Adelmo de Sousa Carvalho Filho.

O grupo é formado por oficiais, subtenentes e sargentos. Na média, têm entre 30 anos e 45 anos. São fluentes em inglês e têm em comum a especialização em conflito de selva. Vários deles atuaram em missões semelhantes na Guiana Francesa, no Suriname, na Guiana e no Senegal.

Adelmo, o comandante, piauiense de Teresina, casado e pai de dois filhos, está lotado em Belém, no Pará, sede do Comando Militar do Norte (CMN). Há um certo cuidado com a segurança da equipe.

De seu perfil pessoal, por exemplo, sabe-se apenas que é um corredor de média distância e “leitor de livros”. Dos demais, nem isso. É fácil de entender os motivos. A equipe é integrada por peritos em Treinamento de Guerra na Selva (JWTT) e vai preparar oficiais e sargentos da Brigada de Intervenção da ONU no Congo.

É uma unidade de combate efetivo, formada com pessoal de variada origem (só da África o contingente saiu de quatro países) para ser empregada na repressão destinada a garantir a segurança da população, dos voluntários em programas humanitários e no apoio ao governo reconhecido do presidente Felix Tshisekedi, “nas iniciativas de estabilização da RDC”, nos termos da ata de instalação da Monusco em 2010.

“Isso quer dizer que nosso pessoal vai preparar guerreiros para agir com eficiência contra a força adversa no seu cenário mais favorável, o da floresta – é claro que isso é um fator de risco”, explicou um veterano do Centro de Instrução.

O time não vai levar equipamento próprio. Nas instalações militares em Beni, será usado o material da Brigada – em princípio fuzis calibre 5.56mm, pistolas 9mm, facas de sobrevivência, granadas e explosivos leves.

Até a semana passada o time do Brasil estava em Manaus preparando o programa de treinamento. O Cigs realiza dois cursos anuais de 12 semanas, limitado a 100 militares – 10% dos quais desistem antes do final.

Em três fases, os alunos aprendem a evitar doenças tropicais, encontrar alimentos e água na mata; manipular explosivos, preparar e lançar ataques furtivos, conduzir operações com helicópteros e lanchas. Também passam muito tempo no estande de tiro – em menos de um mês terão de efetuar mil disparos com rendimento de precisão acima de 85%.

Com informações do estadão, Por Roberto Godoy

FONTE: https://www.defesa.tv.br/militares-do-exercito-brasileiro-assumem-missao-de-risco-no-congo/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1190 em: Maio 29, 2019, 01:25:17 pm »
Oficiais do EB irão à Suécia conhecer o sistema BAMSE da Saab


Citar
O Boletim do Exército nº 21 divulgou que o General de Brigada Alexandre de Almeida Porto, comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea e o Coronel Artilheiro Márcio Faccin de Alencar, do Estado Maior do Exército Brasileiro, foram designados para participarem de uma visita técnica à empresa Saab, fabricante do sistema de defesa aérea de média altura BAMSE, na cidade de Karlskoga, Suécia.

Eles farão também uma visita técnica à empresa Leonardo, fabricante do sistema de alvos aéreos a jato, nas cidades de Cagriari e Trieste, na Itália.

A viagem será feita no período de 7 a 16 de junho de 2019.

O sistema BAMSE

O sistema de míssil antiaéreo de média altura telecomandado BAMSE da Saab pode operar tanto em rede quanto de modo autônomo. Com alcance superior a 20 quilômetros e teto de emprego de 15 mil metros, o sistema possui um radar de vigilância ativo multifeixe e outro de acompanhamento monopulso, do tipo comando automático da linha de visada, para guiamento do míssil.

Com a possibilidade de lançar dois mísseis telecomandados simultaneamente, o sistema também permite que o operador anule o acompanhamento automático, escolha o ponto de pontaria no alvo e, se necessário, realize a mudança de alvo após o lançamento do míssil.

COLABOROU: Marcos Aryeh / https://www.forte.jor.br/2019/05/28/oficiais-do-eb-irao-a-suecia-conhecer-o-sistema-bamse-da-saab/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1191 em: Maio 29, 2019, 07:15:26 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11064
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1192 em: Junho 04, 2019, 02:36:08 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1193 em: Junho 10, 2019, 03:35:58 pm »
2ª BATERIA DE ARTILHARIA ANTIAÉREA INAUGURA SALA E SIMULADOR DO MÍSSIL DE BAIXA ALTURA TELECOMANDADO RBS 70


Citar
Sant’Ana do Livramento (RS) – Um dos eventos mais esperados pelos militares da 2ª Bateria de Artilharia Antiaérea (2ª Bia AAAe) e pela Comunidade da “Fronteira da Paz” tornou-se realidade no dia 31 de maio, com a Inauguração da Sala e Simulador do Míssil de Baixa Altura Telecomandado RBS 70.

O evento contou com as presenças do General de Brigada Amadeu Martins Marto, Comandante da Artilharia Divisionária da 3ª Divisão de Exército; e do General de Brigada Carlos Augusto Ramires Teixeira, Comandante da 3ª Brigada de Cavalaria Mecanizada; além de autoridades civis e militares do Brasil e do Uruguai.

No primeiro momento, o Comandante da 2ª Bia AAAe, Major Andrei Daniel Ferraz Silva, ministrou uma palestra aos convidados sobre as potencialidades do novo material de emprego militar, o salto operacional da unidade e o Programa Estratégico do Exército Defesa Antiaérea.

Em seguida, o Major Ferraz, junto ao General Marto e ao General Ramires, realizaram o descerramento da Placa de Inauguração da Sala e Simulador do Míssil RBS 70, e foi realizada uma demonstração do novo equipamento da organização militar.

Encerrando o evento, os convidados prestigiaram a solenidade militar sobre o recebimento oficial do referido material. Em suas palavras, os oficiais-generais ressaltaram a importância do emprego da tecnologia e da capacitação dos recursos humanos da Unidade, bem como suas novas capacidades para cumprir suas missões de defesa antiaérea.




FONTE: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/id/10011282
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1194 em: Junho 10, 2019, 03:38:31 pm »
EXERCÍCIO REGIONAL QUE ABORDA O TEMA DEFESA QUÍMICA ENVOLVE PAÍSES DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE


Citar
Rio de Janeiro (RJ) – No período de 3 a 7 de junho, ocorreu o Exercício Regional em Assistência e Proteção para Estados Partes da América Latina e Caribe (EXBRALC 2019), cujo objetivo foi consolidar os conhecimentos adquiridos nos ciclos anteriores de aprendizagem sobre o tema de Defesa Química.

A abertura do evento reuniu autoridades e representantes de agências de resposta a emergências químicas, de defesa civil ou de segurança do Brasil e de países da América Latina e do Caribe.

O 1° Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (1º Btl DQBRN) participou da atividade por meio de instruções, exposição de materiais e apoio nas atividades práticas de atendimento a emergências envolvendo produto químico. Com isso, pôde demonstrar o conhecimento técnico-profissional de seus recursos humanos e suas capacidades em operar equipamentos especializados de última geração existentes na organização militar, de acordo com a doutrina preconizada pelo Exército Brasileiro.

A atividade materializou o compromisso firmado pelos Ministérios da Defesa, das Relações Exteriores e da Ciência Tecnologia, Inovação e Comunicações com a Organização para Proibição de Armas Químicas (OPAQ), no sentido de capacitar recursos humanos na área de assistência e proteção em resposta a emergências químicas.

Participaram do Exercício militares das Forças Armadas e das Forças Auxiliares, alem de civis dos seguintes países: Argentina, Belize, Bolívia, Brasil, Chile, Costa Rica, Cuba, El Salvador, Espanha, Equador, Guatemala, Honduras, Luxemburgo, México, Panamá e Peru.

Fonte: 1º Btl DQBRN





 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1195 em: Junho 28, 2019, 07:01:24 pm »
Exército Brasileiro irá receber primeira versão do Uniforme Inteligente


Citar
Até o final de 2019, o Exército Brasileiro (EB) deverá receber da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) a primeira versão do lote piloto de Uniformes Inteligentes para testes.

O anúncio foi feito pela analista de Produtividade e Inovação da ABDI, Larissa Querino, durante participação no workshop Soluções para Defesa e Segurança, realizado no dia 26 de junho, dentro da programação da Conferência de Simulação e Tecnologia Militar (CSTM), em Brasília.

Realizado em parceria com o Ministério da Defesa (MD) e o EB, o projeto Uniforme Inteligente tem o objetivo de contribuir para a capacitação produtiva e tecnológica da Base Industrial de Defesa (BID) Brasileira nos segmentos de produtos têxteis e confecções, bem como para a incorporação das tecnologias de informações e comunicações (TIC) em uniformes para uso pelas Forças Armadas e de Segurança.

“De um lado, promovemos o desenvolvimento da inovação na indústria, por meio do estímulo das competências no setor têxtil e de eletrônica e, de outro, contribuímos para a adoção dessas tecnologias nos uniformes das Forças Armadas e de Segurança Pública”, destacou Larissa, ao acrescentar que o escalonamento da inovação na área militar tem aplicação dual, com oportunidades para os mercados nacional e internacional.

Segundo o diretor-presidente da Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel), general Aderico Visconde Parti Mattioli, a parceria com a ABDI contribui para a inserção das forças terrestres no contexto de transformação digital, impulsionado pela indústria 4.0.

“Esta parceria com a Agência nos ajuda a ter consciência situacional sobre o novo contexto tecnológico global. E a proposta do uso do uniforme inteligente é só o primeiro passo, tanto para proteger nossa tropa, quanto para garantir maior produtividade e eficácia na hora da ação do combatente”, avalia o general.

Os uniformes, segundo Matiolli, serão utilizados para o combate, adestramento das tropas, em situações de selva, forças especiais, paraquedismo e outras situações extremas.

Funcionalidades

O lote piloto dos uniformes será testado em ambiente relevante por forças terrestres, e incorporarão tecnologias inovadoras em design, produtos têxteis, novos materiais, nanotecnologia e eletrônica embarcada.

As funcionalidades têxteis deverão incluir frescor, controle térmico, ação hidratante, melhoria da circulação sanguínea, alívio de dor e redução da fadiga, ação repelente, repelência à água, ação antimicrobiana e proteção UV-A e UV-B.

Nas funcionalidades eletrônicas (gadgets) estão incluídas aferição de temperatura, batimento cardíaco, oxigenação sanguínea, detecção de gases nocivos no ambiente, transmissão dos dados para o Comando da Tropa, integração às soluções tecnológicas já desenvolvidas pela Imbel (rádio e computador operacionais) e utilização da Body Area Network (BAN).

A analista Larissa Querino afirmou que a ABDI está na fase de cotação de preços para a publicação do edital de licitação para a compra dos uniformes. “ Estamos mobilizando os setores têxtil e de eletroeletrônico para a consulta e formação dos preços com a referência do mercado.

Nosso objetivo é publicar o edital em breve e entregar o primeiro lote para o teste pelo Exército até o final do ano”. Pela ABDI, também participaram do Workshop a gerente de Desenvolvimento Produtivo e Tecnológico, Cynthia Mattos; a coordenadora de Difusão Tecnológica, Talita Daher; e o analista de Produtividade e Inovação, Cássio Marx.

FONTE:  https://www.defesa.tv.br/exercito-brasileiro-ira-receber-primeira-versao-do-uniforme-inteligente/

 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1196 em: Julho 21, 2019, 09:04:47 pm »
1° Batalhão de Infantaria Motorizado (Escola) "Regimento Sampaio" transforma em Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) o 1º BI Mec (Es)


Citar
Rio de Janeiro (RJ) –  No dia 9 de julho foi realizada uma formatura para marcar a transformação do 1° Batalhão de Infantaria Motorizado (Escola) - "Regimento Sampaio", em Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola), o 1º BI Mec (Es). Com a mudança, o Batalhão tornou-se a primeira unidade de Infantaria Mecanizada do Comando Militar do Leste (CML).

O evento teve a inauguração da nova fachada do Batalhão e da placa comemorativa à data festiva. Para simbolizar a alteração, foi entregue a boina preta, símbolo das tropas mecanizadas, ao Adjunto de Comando do Batalhão, o Subtenente Alves, praça mais antiga da unidade.

O 1º BI Mec, uma das mais tradicionais unidades da Força Terrestre, possui um grande legado histórico, angariado ao longo de 178 anos. Em sua História, destacam-se as participações heroicas na Guerra da Tríplice Aliança, na Revolta Paulista e na Revolução Constitucionalista. Em 1944, aquela organização militar contribuiu com 3.432 militares para compor a FEB durante a Segunda Guerra Mundial.

Estiveram presentes à formatura o Comandante Militar do Leste, General de Exército Júlio Cesar de Arruda; o Comandante da 1ª Região Militar, General de Divisão Fernando José Sant’Ana Soares e Silva; o Comandante da 1ª Divisão de Exército, General de Divisão William Georges Fellipe Abrahão; o Comandante da Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, General de Brigada Marcos de Sá Affonso da Costa; o Comandante da Brigada de Infantaria Pára-quedista, General de Brigada Pedro Celso Coelho Montenegro; o Comandante do Grupamento de Unidades Escola/9ª Brigada de Infantaria Motorizada, General de Brigada Otávio Rodrigues de Miranda Filho; o Chefe da Diretoria de Fabricação, General de Brigada Tales Eduardo Areco Villela; o Comandante do 1º BI Mec (Es), Tenente-Coronel de Infantaria Rodrigo Tramontini Fernandes; e demais comandantes de organizações militares da Guarnição do Rio de Janeiro. Também abrilhantaram o evento os Tenentes Juventino e Candido, ex-combatentes que integraram o Regimento Sampaio na Força Expedicionária Brasileira (FEB).

FONTE: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/formatura-marca-a-transformacao-do-1-batalhao-de-infantaria-motorizado-escola-regimento-sampaio-em-batalhao-de-infantaria-mecanizado-escola-/8357041



« Última modificação: Julho 21, 2019, 09:11:51 pm por Vitor Santos »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3917
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1197 em: Julho 21, 2019, 09:17:42 pm »
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14954
  • Recebeu: 975 vez(es)
  • Enviou: 933 vez(es)
  • +167/-155
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1198 em: Agosto 02, 2019, 12:27:19 pm »
Oficiais do Exército Brasileiro visitam Sistema de Gestão Ambiental da Brigada Mecanizada





​No âmbito das Relações Bilaterais de Defesa entre Portugal e o Brasil, a Brigada Mecanizada (BrigMec), situada no Campo Militar de Santa Margarida, no dia 25 de julho, recebeu a visita de uma delegação composta por dois Oficiais do Exército Brasileiro e dez elementos nacionais da estrutura superior do Ministério da Defesa Nacional e dos outros Ramos das Forças Armadas Portuguesas.

Certificada ambientalmente e, recentemente, vencedora do Prémio Defesa Nacional do Ambiente, a BrigMec constitui-se como um ponto de interesse no âmbito da proteção do ambiente. Neste sentido a delegação teve a oportunidade de visitar as diversas vertentes do Sistema de Gestão Ambiental, nomeadamente os separadores de hidrocarbonetos, o depósito de inertes, o depósito de resíduos e de equipamentos elétricos e eletrónicos e a estação de tratamento de águas residuais.

Todos os membros da delegação reconheceram o trabalho desenvolvido pela BrigMec no âmbito da proteção ambiental, existindo, deste modo, um reforçando da imagem e do prestígio do Exército nesta área.

http://www.exercito.pt/pt/informa%C3%A7%C3%A3o-p%C3%BAblica/not%C3%ADcias/1121
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14954
  • Recebeu: 975 vez(es)
  • Enviou: 933 vez(es)
  • +167/-155
Re: Notícias do Exército Brasileiro
« Responder #1199 em: Agosto 02, 2019, 12:28:22 pm »
Militar do Exército Brasileiro regressa ao seu país após completar Doutoramento em Portugal

O tempo de contacto e partilha serviu o desígnio de desenvolvimento de sinergias entre os Centro de Psicologia Aplicada dos dois Exércitos.



​O Exército, através do seu Centro de Psicologia Aplicada (CPAE), realizou, no dia 18 de julho, uma cerimónia de despedida à Capitão Carolina Rodrigues Silveira, Psicóloga do Centro de Psicologia Aplicada do Exército Brasileiro.

Desde que chegou a Portugal, a Capitão Carolina tem mantido um relacionamento de profunda amizade e cooperação com o Exército Português, tendo acompanhado algumas das atividades desenvolvidas pelo CPAE, nomeadamente o acompanhamento de um Processo de Apoio Psicológico a uma Força Nacional Destacada, que comtemplou o apoio em Teatro de Operações, e a participação no International Applied Military Psychology Symposium.

Este tempo de contacto e partilha serviu o desígnio de desenvolvimento de sinergias entre o CPAE e o seu congénere Brasileiro, no âmbito das relações bilaterais entre os dois Exércitos.

Enquanto discente da Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa, a Capitão Carolina Silveira desenvolveu um Doutoramento na área da Psicologia dos Recursos Humanos, do Trabalho e das Organizações, durante cerca de 3 anos, subordinado ao tema da Psicologia Aplicada às Missões de Paz, intitulado de “Bem-Estar dos Militares do Exército em Missão de Paz no Haiti".

O Exército deseja as maiores felicidades e sucesso à Capitão Carolina Silveira, na certeza todas as parcerias deste género resultarão num aprofundar das reações existentes entre os dois Exércitos.

http://www.exercito.pt/pt/informa%C3%A7%C3%A3o-p%C3%BAblica/not%C3%ADcias/1129
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

 

Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (Cmdo Com GE Ex)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 2
Visualizações: 72
Última mensagem Julho 23, 2019, 07:09:03 pm
por Vitor Santos
Aviação do Exército (AvEx)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 87
Visualizações: 2036
Última mensagem Maio 28, 2019, 03:45:02 am
por Vitor Santos
Projeto Combatente Brasileiro (COBRA)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 3
Visualizações: 221
Última mensagem Junho 25, 2019, 10:33:31 pm
por Vitor Santos
Comando de Operações Especiais (COpEsp) do Exército Brasileiro

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 52
Visualizações: 2250
Última mensagem Julho 27, 2019, 04:47:26 pm
por Vitor Santos
Exército Brasileiro usará dirigíveis na Amazônia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 2
Visualizações: 2864
Última mensagem Janeiro 18, 2005, 07:13:34 pm
por J.Ricardo