Notícias do Exército Brasileiro

  • 1201 Respostas
  • 319574 Visualizações
*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1110 em: Julho 07, 2018, 10:17:35 pm »
Guarani 6×6 com torre UT30 BR e equipado com kit de flutuação chega ao C I Bld

O 6x6 Iveco Guarani armado com o canhão de 30 mm UT-30BR montado em torreta chegou ao CIBld, unidade referência sediada em Santa Maria (RS).

Citar
O Exército Brasileiro, através do Centro de Instrução de Blindados (CIBld), avança na preparação das forças blindadas equipadas com as viaturas do PEE Guarani em suas diferentes versões.

O 6×6 Iveco Guarani armado com o canhão de 30 mm UT-30BR montado em torreta faz parte do acervo do CIBld, unidade escola referência sediada em Santa Maria (RS).

Equipes de instrução e alunos alocados aquele estabelecimento de ensino militar poderão aprender todos os segredos sobre essa versão do carro e seu poderoso armamento, e como reconfigurá-lo rapidamente, de acordo com a necessidade de momento.

Para a transposição de cursos dágua (rios, lagos, etc), o Guarani armado com a torre UT-30 BR precisa receber uma modificação de campo de rápida instalação, na forma de um kit de flutuabilidade afixado ao chassis do veículo.

Esse equipamento de segurança é necessário devido ao peso extra do armamento.

O Guarani e a torre UT-30BR juntos, mais a munição deste último, representam 19 toneladas e uma mudança considerável no centro de gravidade (CG) do veículo, que possui uma silhueta tida como alta.

Como o motor do Guarani fica disposto a frente no chassis, deslocado a direita, o carro quando navegando, sem emprego de kit de flutuabilidade, apresenta uma tendência de inclinar-se para a direita, o que reduz a velocidade do deslocamento.

Para corrigir essa tendência e dar maior condição de navegabilidade ao Guarani armado com a UT-30 BR, faz-se necessário o emprego do kit de flutuação específico dessa versão, afixado ao chassis do blindado, nas laterais do mesmo.

Sem a necessidade de ferramentas especiais, e aproveitando pontos de fixação previamente existentes no chassis do 6×6, é possível instalar o kit de flutuação em menos de 15 minutos, permitindo assim uma rápida transposição de obstáculos pela infantaria mecanizada e cavalaria.

Esse kit de flutuabilidade foi testado pela primeira vez (com sucesso), dentro do processo de experimentação doutrinária da Infantaria Mecanizada colocado em prática pela 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – Brigada Guarani, em novembro de 2017, no açude Tuiuti, em Rosário do Sul (RS).





FONTE: http://tecnodefesa.com.br/guarani-6x6-com-torre-ut30-br-e-equipado-com-kit-de-flutuacao-chega-ao-c-i-blnd-rs/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1111 em: Julho 07, 2018, 10:21:10 pm »
Operação Atlântico V: transporte por ferrovia do VBTP-MR 6×6 Guarani é testado


Citar
Cascavel (PR) – A 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec) realizou, em 4 de julho de 2018, o teste do embarque em composição ferroviária da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal Média sobre Rodas (VBTP-MSR) Guarani.

O procedimento de embarque aconteceu no Terminal da Ferroeste de Cascavel (PR) e contou com a participação de militares do Comando da Brigada, do 33º Batalhão de Infantaria Mecanizado e do 15º Batalhão Logístico.





FONTE: http://tecnodefesa.com.br/operacao-atlantico-v-transporte-por-ferrovia-do-vbtp-mr-6x6-guarani-e-testado/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11064
  • Recebeu: 384 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1112 em: Julho 09, 2018, 03:20:24 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1113 em: Julho 12, 2018, 02:46:51 pm »
General Dynamics European Land Systems vai fornecer ponte flutuante ao Exército Brasileiro


Citar
KAISERSLAUTERN, Alemanha — A General Dynamics European Land Systems assinou um contrato com a Comissão do Exército Brasileiro para a produção e entrega de sua Improved Ribbon Bridge (IRB).

Além da IRB, a empresa entregará caminhões, paletes de adaptador de ponte, um barco de montagem de ponte, bem como Suporte de Logística Integrado (ILS). A entrega do primeiro sistema está prevista para 2019.

O Exército Brasileiro é um usuário existente da Floating Support Bridge (FSB) da empresa. Os sistemas FSB e IRB são interoperáveis ​​e oferecem recursos essenciais para forças armadas em todo o mundo.

A IRB pode ser operada como uma balsa de vários compartimentos, bem como uma ponte flutuante. Ela fornece uma ampla capacidade de cruzamento de rios para cargas até MLC 80 sobre lagartas/MCL 96 sobre rodas.

“Esta nova aquisição do IRB demonstra a alta confiança e satisfação do Exército Brasileiro no desempenho de nossos avançados sistemas de pontes”, disse Thomas Kauffmann, vice-presidente de Sistemas e Negócios Internacionais da General Dynamics.

A Improved Ribbon Bridge está em serviço em todo o mundo e apoiou as operações de teatro e de manutenção da paz, bem como missões humanitárias e ambientais. A IRB é totalmente interoperável com os sistemas legados de pontes flutuantes da General Dynamics European Land Systems, incluindo a Ponte de Suporte Flutuante, a Standard Ribbon Bridge (SRB) e a Ponte Anfíbia M3 e o Sistema de Balsas.

A General Dynamics European Land Systems, com sede em Madri, na Espanha, é uma unidade de negócios da General Dynamics e conduz seus negócios por meio de cinco instalações operacionais europeus localizados na Áustria, República Tcheca, Alemanha, Espanha e Suíça. Com cerca de 2.200 funcionários técnicos altamente qualificados, as empresas projetam, fabricam e fornecem sistemas, incluindo veículos com rodas, sobre lagartas e anfíbios, sistemas de pontes, armamentos e munições para os clientes globais.

DIVULGAÇÃO: General Dynamics European Land Systems / http://www.forte.jor.br/2018/06/26/general-dynamics-european-land-systems-vai-fornecer-ponte-flutuante-ao-exercito-brasileiro/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1114 em: Julho 13, 2018, 02:09:17 am »

Exército participa de feira inédita de defesa, segurança e "offshore"
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1115 em: Agosto 03, 2018, 03:49:26 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1116 em: Agosto 05, 2018, 06:37:09 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1117 em: Agosto 05, 2018, 07:02:44 pm »
Comando Militar do Sudeste - Aniversário da 2ª Região Militar




















 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1118 em: Agosto 05, 2018, 07:29:19 pm »
Exército Brasileiro compra Iveco Lince para uso na Intervenção Federal (Rio de Janeiro)

A compra dos 16 Lince, feita sem licitação, está inserida dentro dos R$ 550 milhões em recursos disponibilizados pelo Governo para que o Interventor Federal, general Braga Netto, possa colocar em prática seu plano de reequipar as Forças de Segurança Fluminenses emergencialmente com novas armas, viaturas, coletes e uniformes, munições e equipamentos de perícia, dentre outros.

Citar
O GIF ou Gabinete de Intervenção Federal do Rio de Janeiro (mandato efetivo até 31 de dezembro próximo) deverá obter por meio de aquisição direta 16 veículos blindados 4×4 Iveco LINCE, usados e recondicionados, diretamente dos estoques do Exército Italiano.

Segundo fontes próximas as negociações, cada unidade terá um custo de €170 mil, o contrato como um todo sendo orçado em €3,8 milhões (cerca de 16 milhões de reais).


Não se sabe ainda quais os itens integrantes da oferta, ou se a fábrica da Iveco em Sete Lagoas terá algum papel no suporte desses veículos. A Diretoria de Manutenção (DMAT) do EB está responsável por conduzir todo o processo.

A negociação entre os Governos do Brasil e da Itália para a aquisição dos Lince não guarda qualquer relação com o contrato vencido pela Iveco Veículos de Defesa do Brasil para fornecer mais de uma centena de exemplares novos do LMV* que serão fabricados em Sete Lagoas (MG), para o Programa Estratégico do Exército Guarani (PEE Guarani).


Segundo apurou a reportagem, o Tribunal de Contas da União (TCU) autorizou a modalidade de compra direta sem concorrência por entender a extrema urgência desse material, que deverá estar disponível no Brasil já no final de outubro próximo.

Oficias do Exército Brasileiro viajaram recentemente a Bolzano, Itália (sede da Iveco Veículos de Defesa), para conhecer e avaliar os exemplares disponíveis.

Essa compra, feita sem licitação, está inserida dentro dos R$ 550 milhões em recursos disponibilizados pelo Governo para que o Interventor Federal, general Braga Netto, possa colocar em prática seu plano de reequipar as Forças de Segurança Fluminenses emergencialmente com novas armas, viaturas, coletes e uniformes, munições e equipamentos de perícia, dentre outros.


Também estão na lista de compras 190 itens de manutenção (peças e componentes) para devolver a operacionalidade diversos veículos policiais indisponíveis para o serviço por falta de manutenção e/ou danos em combate.

*Com vendas totais de mais de 4.000 unidades para 13 países diferentes, o LMV é o veículo da Europa de escolha até à data em sua categoria. Os clientes incluem a Albânia, Áustria, Bélgica, Croácia, República Tcheca, Itália, Líbano, Noruega, Rússia, Eslováquia, Espanha, Tunísia e Reino Unido.


Paulo Roberto Bastos & Roberto Caiafa

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/exercito-brasileiro-compra-iveco-lince-para-uso-na-intervencao-federal-rio-de-janeiro/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1119 em: Agosto 10, 2018, 06:17:04 pm »
Artilharia Antiaérea promove maior exercício anual


Citar
Formosa (GO) – No dia 8 de agosto, a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª Bda AAAe) promoveu o Exercício de Adestramento do Sistema de Armas da Artilharia Antiaérea com execução de tiro real, no Campo de Instrução de Formosa, na Região da Pedra de Fogo.

O principal objetivo da atividade foi proporcionar a atualização das capacidades da Artilharia Antiaérea e da Força Terrestre. Participaram desse Exercício cerca de 600 militares de todas as organizações militares voltadas para essa missão específica. Mais de 90 viaturas deslocaram-se até 2.500 km, transportando material para a realização do evento.

Durante a apresentação, foram executados tiros com os canhões de 40 mm Bofors, da Viatura Blindada de Combate Antiaérea com canhões 35 mm Gepard, além dos mísseis portáteis RBS-70 e IGLA-S. Os disparos foram efetuados contra alvos aéreos desenvolvidos pelo 3° Grupo de Artilharia Antiaérea, visando à otimização do treinamento e à racionalização de custos.

O Comandante da 1ª Bda AAAe, General de Brigada Alexandre de Almeida Porto, salienta que esse Exercício é o mais importante da Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro. O General explicou que foram necessárias muitas horas de treinamento no simulador para poder realizar um único disparo. “Selecionamos, entre todos os que estavam aptos, os melhores para estar aqui presente e realizar o disparo”, disse o Gen Porto.

Também estiveram presentes na apresentação o Chefe do Departamento de Engenharia e Construção, General de Exército Claudio Coscia Moura; o Comandante do Comando Militar do Sudeste, General de Exército Luís Eduardo Ramos Baptista Pereira; o Chefe de Logística e Mobilização do Ministério da Defesa, General de Exército Laerte de Souza Santos; o Chefe de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior; o Ministro Péricles Aurélio Lima de Queiroz, Ministro do Superior Tribunal Militar; além de outros oficiais-generais e convidados civis e militares.




FONTE: https://www.forte.jor.br/2018/08/09/artilharia-antiaerea-promove-maior-exercicio-anual/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1120 em: Agosto 10, 2018, 06:23:14 pm »
1ª Bda AAAe: Exercício de Tiro Real simulando a defesa do Espaço Aéreo

Durante a apresentação foram executados tiros com os canhões de 40 mm BOFORS, da viatura blindada de combate Antiaérea com canhões 35 mm GEPARD, além dos mísseis portáteis RBS-70 (foto) e IGLA-S.

Tidos como obsoletos, o que é um equívoco, o fato é que os canhões BOFORS L70/40mm sofrem de um problema simples: eles são poucos. Frente ao custo, uma massa desses canhões, bem posicionados e reequipados com sistemas como o SABER M-60 ainda são uma ameaça formidável para a maioria dos alvos aéreos mais comuns de uma guerra.

KMW Gepard 1A2: a parte debates sobre sua eficiência, os dois exemplares empregados em Formosa abateram seus alvos com dispêndio de poucos rounds de munição. A falta de um alvo aéreo a jato (mais veloz) é uma lacuna que a 1ª Brigada de Artilharia Antiáérea ainda não conseguiu cobrir. Os alvos fabricados pelo 3º GAAAe carecem de desempenho nesse quesito, velocidade. (TODAS AS FOTOS POR ROBERTO CAIAFA)

Adidos militares puderam conhecer de perto todos os armamentos empregados em Formosa, como o MANPADS RBS70 (SAAB, Suécia), e IGLA-S 9M342 (Rússia), visto abaixo em seu case de transporte para pronto emprego com dois sistemas completos, exceto pelo mecanismo de gatilho, última parte a ser acoplada ao míssil, e visível acima de seu case para guarda e transporte. (TODAS AS FOTOS POR ROBERTO CAIAFA)


Citar
No dia 08 de agosto, a 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea (1ª Bda AAAe) realizou Exercício de Adestramento do Sistema de Armas da Artilharia Antiaérea com execução de tiro real, no Campo de Instrução de Formosa, na Região da Pedra de Fogo, em Goiás.

O principal objetivo da atividade é proporcionar a atualização das capacidades da Artilharia Antiaérea e da Força Terrestre.

Participaram desse Exercício cerca de 600 militares de todas as Organizações Militares voltadas para essa missão específica. Mais de 90 viaturas se deslocaram até 2500 km transportando material para a realização do evento.

Durante a apresentação foram executados tiros com os canhões de 40 mm BOFORS, da viatura blindada de combate Antiaérea com canhões 35 mm GEPARD, além dos mísseis portáteis RBS-70 e IGLA-S.

Os disparos foram efetuados contra alvos aéreos desenvolvidos pelo 3° Grupo de Artilharia Antiaérea, visando à otimização do treinamento e à racionalização de custos.

O Comandante da 1ª Bda AAAe, General de Brigada Alexandre de Almeida Porto, salienta que esse Exercício é o mais importante da Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro.

O General explicou que foram necessárias muitas horas de treinamento no simulador para poder realizar um único disparo. “Selecionamos, entre todos os que estavam aptos, os melhores para estar aqui presente e realizar o disparo”, disse o Comandante.

FONTE: http://tecnodefesa.com.br/1a-bda-aaae-exercicio-de-tiro-real-simulando-a-defesa-do-espaco-aereo-formosa-go/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1121 em: Agosto 16, 2018, 07:47:46 pm »
Operação Atlântico V – Guaranis são transportados por trens da Rumo pela Serra do Mar

Exército treina o modal logístico ferroviário para transporte de viaturas Guarani da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec) – Brigada Guarani, entre Cascavel e Paranaguá.


Citar
Nos dias 8 e 9 de agosto, a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada, Brigada Guarani, realizou o embarque de 31 Viaturas Blindadas de Transporte de Pessoal Guarani, em duas composições ferroviárias.

Anteriormente, em julho, a operadora RUMO e o membros da 15ª Bda Inf Mec testaram o embarque das viaturas blindadas Guarani em plataformas ferroviárias.

O embarque faz parte da Operação Atlântico V, que no período de 8 a 20 de agosto, fará o transporte de blindados do Paraná até Santa Catarina. A operação tem como objetivos realizar o adestramento e levantar dados de planejamento relativos ao transporte da Brigada por diversos modais.


Inicialmente, foi realizado o embarque e transporte por modal ferroviário de um Batalhão de Infantaria Mecanizado de Cascavel (PR), para Paranaguá (PR), passando pelos municípios paranaenses de Guarapuava, Ponta Grossa e Curitiba.


Após o desembarque, no dia 13 de agosto, o Batalhão seguirá por modal rodoviário, para o porto de São Francisco do Sul (SC), onde, nos dias 16 e 17 de agosto, embarcará em navio mercante.

O modal Ferroviário

A RUMO, maior operadora de ferrovias do país, transportou os 31 blindados do Exército Brasileiro na Operação Atlântico V. No domingo (12AGO2018), as duas composições de trens desceram pela Serra do Mar na última etapa do trajeto.

Organizado pela concessionária, o trabalho foi iniciado em Cascavel, na manhã de quarta-feira, e encerrado em Paranaguá no domingo, por volta das 19h30. Mais de 40 profissionais de áreas administrativas, de engenharia e operacional estiveram envolvidos na execução do plano logístico.

As plataformas, viabilizadas pela RUMO, preservaram a estrutura dos blindados durante o percurso. Foram carregados 15 e 16 veículos em cada composição, respectivamente. Para reforçar a segurança, um carro batedor verificou as condições da ferrovia na Serra antes da passagem dos trens. Além disso, militares ocuparam um vagão especial ao final de cada composição. Toda movimentação foi monitorada pelo Centro de Controle Operacional (CCO).

As viaturas blindadas Guarani, pertencem à 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec), de Cascavel, Paraná. De Paranaguá, o comboio segue por modal rodoviário até o porto de  São Francisco do Sul, no litoral de Santa Catarina, onde serão embarcados em navio mercante, para treinamentos e simulação de combate.

FONTE: http://www.defesanet.com.br/guarani/noticia/30195/Operacao-Atlantico-V-%E2%80%93-Guaranis-sao-transportados-por-trens-da-Rumo-pela-Serra-do-Mar/
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8506
  • Recebeu: 764 vez(es)
  • Enviou: 1253 vez(es)
  • +75/-34
    • http://youtube.com/HSMW

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3916
  • Recebeu: 310 vez(es)
  • Enviou: 265 vez(es)
  • +537/-649
Re: Exército Brasileiro
« Responder #1124 em: Agosto 18, 2018, 05:29:59 am »
 

 

Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército (Cmdo Com GE Ex)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 2
Visualizações: 72
Última mensagem Julho 23, 2019, 07:09:03 pm
por Vitor Santos
Aviação do Exército (AvEx)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 87
Visualizações: 2036
Última mensagem Maio 28, 2019, 03:45:02 am
por Vitor Santos
Projeto Combatente Brasileiro (COBRA)

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 3
Visualizações: 221
Última mensagem Junho 25, 2019, 10:33:31 pm
por Vitor Santos
Comando de Operações Especiais (COpEsp) do Exército Brasileiro

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 52
Visualizações: 2250
Última mensagem Julho 27, 2019, 04:47:26 pm
por Vitor Santos
Exército Brasileiro usará dirigíveis na Amazônia

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 2
Visualizações: 2864
Última mensagem Janeiro 18, 2005, 07:13:34 pm
por J.Ricardo