Votação

Unificação das Forças de Segurança (votar e apresentar argumentos)

Concordo Totalmente
20 (23.8%)
Concordo Parcialmente
29 (34.5%)
Discordo
35 (41.7%)

Votos totais: 73

Votação encerrada: Fevereiro 14, 2009, 12:06:38 pm

Unificação das Forças de Segurança

  • 154 Respostas
  • 30485 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4129
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +42/-2
(sem assunto)
« Responder #30 em: Março 01, 2009, 11:06:45 pm »
Eu votei discordo completamente, mas depois de ver os diferentes comentários acho que não fazem por exemplo ter haver duas forças policiais dentro de uma cidade, faria mais sentido haver apenas uma força. Outra coisa que não concordo é termos por exemplo uma policia marítima e ao mesmo tempo a GNR ambas a fazer trabalho similar. Finalmente concordo que haja capacidade de investigação tanto na psp, gnr e pj, pelo menos no meu ponto de vista a gnr e a psp ficavam com a pequena criminalidade e a pj com os crimes complexos. Para concluir não concordo com o numero de corpos especiais dentro da policias portuguesas, faz sentido na gnr e psp e guardas prisionais quanto ás outras  forças acho que não.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nosso cabo

  • 75
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #31 em: Março 13, 2009, 04:49:39 pm »
Agora já acredito numa única força, mas militar/de natureza militar/militarizada.
http://dn.sapo.pt/2009/03/13/sociedade/ ... feren.html
http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Naciona ... id=1168333
PERGUNTAI AO INIMIGO QUEM SOMOS
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14720
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 865 vez(es)
  • +118/-111
(sem assunto)
« Responder #32 em: Março 13, 2009, 05:28:48 pm »
Nosso Cabo, não vamos misturar descontentamento de ordem sindical, com outras coisas. Ainda há pouco tempo houve militares da GNR a queixarem-se de outras coisas aos seus colegas europeus.
Ainda se está por comprovar a maior eficiência de uma força policial militarizada.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

nosso cabo

  • 75
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Março 13, 2009, 08:39:32 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Nosso Cabo, não vamos misturar descontentamento de ordem sindical, com outras coisas. Ainda há pouco tempo houve militares da GNR a queixarem-se de outras coisas aos seus colegas europeus.
Ainda se está por comprovar a maior eficiência de uma força policial militarizada.

O que eu quis dizer é que, vendo os ante-projectos do estatutos da PSP e da GNR aliados aos desabafos do polcias, vai levar a uma polcícia nacional de natureza militar/militar/militarizada.
Quanto à efeciência, no coments.
PERGUNTAI AO INIMIGO QUEM SOMOS
 

*

AgentePM

  • 101
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #34 em: Março 18, 2009, 05:12:10 pm »
Aqui está uma questão polémica, sem dúvida!

Até agora ninguém falou na ASAE, não se esqueçam que é mais um OPC!  ;)

PJ e SEF juntas? Também concordo. Duas carreiras de inspecção numa Instituição só.

ASAE... Para o grupo da PJ e SEF? Também são da carreira de inspecção...

E o que fazer com os inspectores do trabalho e das actividades culturais que também podem usar arma?

Ideias que ainda têm muito para amadurecer...
 

*

Pedr0

  • 12
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Março 21, 2009, 10:22:40 pm »
Desde quando é que os Bombeiros são autoridade para estar incluido nessa lista? Os Bombeiros quanto muito são elementos de carácter prioritário e apenas em serviço e em carácter urgente, e a sua autoridade fica-se pela Protecção Civil.
 

*

inox

  • 56
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #36 em: Março 22, 2009, 12:37:05 pm »
Citação de: "AgentePM"
(...)  Mas já que toda a gente "bate" nas polícias municipais... Já percebi que acabavam com elas, mas o que fariam aos seus agentes? Eu percebo que a imagem das polícias municipais pode não ser a melhor (fruto de algumas que funcionam com meia dúzia de agentes...), mas se quiserem conhecer a onde presto serviço, a de Cascais, estou à vossa disposição e tenho a certeza que iriam ficar agradavelmente surpreendidos... ;)

(...) ASAE Para o grupo da PJ e SEF?
E o que fazer com os inspectores do trabalho e das actividades culturais que também podem usar arma?


Os agentes das policias municipais eram integrados na nova Força de Segurança policial.
(Não ponho em causa a dedicação da maior parte desses profissionais, mas devemos separar as àguas e manter as Forças de Segurança independentes dos poderes políticos locais - porque todos sabemos como são as autarquias enquanto viveiros de obscuridade...)

Quanto à ASAE fundia-se na PJ+SEF (mantendo-se as mesmas competências); os inspectores do trabalho e das "actividades culturais" também passavam para a nova PJ.

Resumindo:
1) Guarda Nacional (com natureza militar e competências da GNR e PSP e policias militares / marítima / aérea)

2) PJ renovada (incluindo ASAE; SEF e afins)

3) Serviços Secretos Únicos  (com competências de actuação a nivel nacional e internacional tanto na área civil como militar.
NOTA: com autorização para uso e porte de arma; para escutas telefónicas/informáticas; etc.)

Quanto à Protecção Civil, que poderia integrar INEM e Bombeiros, fica a questão se deveria ser mais uma instituição à parte ou fazer parte da Guarda Nacional. (eu sou da opinão que se podem juntar as coisas para optimizar a gestão de recursos e coordenação de meios).
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14720
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 865 vez(es)
  • +118/-111
(sem assunto)
« Responder #37 em: Março 24, 2009, 01:00:14 pm »
Inox o que é que a PA/PE tem a haver com a PSP /GNR? :roll:

Acho que ainda não percebeste a verdadeira natureza destas duas unidades.

Guarda Nacional de caracter militar, para quê? O que é que se ganha com isso?


Para além de não perceberes a natureza das várias instituições/unidades, também não percebes/não sabes o que é a Protecção Civil e como funciona.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6676
  • Recebeu: 250 vez(es)
  • Enviou: 180 vez(es)
  • +84/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Março 24, 2009, 03:54:03 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Inox o que é que a PA/PE tem a haver com a PSP /GNR? :roll:


Provavelmente inspirado nos casos francês e italiano em que as polícias militares das forças armadas são membros da Gendarmerie e dos Carabinieri, respectivamente.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14720
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 865 vez(es)
  • +118/-111
(sem assunto)
« Responder #39 em: Março 24, 2009, 04:31:57 pm »
Acho um perfeito desperdicio, um agente/guarda ganha mais do que um soldado da PE/PA. Vamos meter um COE/GOE a fazer as missões da UPF?

Vamos analisar as coisas da perspectiva da PA:

-Protecção e Defesa das Infra-estruturas, Material e Pessoal da Força Aérea (para isso não havia necessidade de mais instrução);
-Reconhecimento e Inactivação de Engenhos Explosivos (lá se tinha que ir buscar homens e material que há em pouca quantidade);
-Combate em ambiente convencional (lá se tinha que ir buscar pessoal ao RI/GNR ou à UEP/PSP);
-Combate em ambiente de Guerra Nuclear, Biológica e Química (lá se tinha que ir buscar pessoal ao RI/GNR ou à UEP/PSP).
-CSAR/Protecção de forças destacadas no estrangeiro (lá se tinha que ir buscar pessoal ao RI/GNR ou à UEP/PSP).

Ou seja, tinha-se que meter as unidades especiais ao barulho e dar-lhes formação especifica que não tem nada a haver com as suas funções policiais.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

inox

  • 56
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #40 em: Março 26, 2009, 10:52:43 pm »
Cabeça de Martelo: para todas essas actividades já existe pessoal na GNR/PSP com formação na área e especialmente com experiência de actuação tanto nacional como internacional (muito mais do que os da PA), por isso só torna mais válida a minha ideia inspirada nas forças tipo gendarmerie para uma Guarda Nacional.

Quanto ao caracter militar, quem realmente sabe a natureza das várias instituições/unidades e trabalha ou trabalhou nesse meio, compreende facilmente que é essencial para optimizar o desempenho e trazer eficiência a esse tipo de forças nos vários papeis que lhe são atribuidos.
Quem nunca teve contacto com o meio militar é levado a pensar que tanto faz porque nunca conheceu alternativa melhor (ou então o contacto que teve foi no ambito do serviço militar obrigatório e vem com um viez de pensamento).

Quanto à Protecção Civil realmente não sei como funciona... se é que funciona: "A protecção civil é a actividade desenvolvida pelo Estado, Regiões Autónomas e Autarquias Locais, pelos cidadãos e por todas as entidades públicas e privadas, com a finalidade de prevenir riscos colectivos inerentes a situações de acidente grave ou catástrofe, de atenuar os seus efeitos, proteger e socorrer as pessoas e bens em perigo quando aquelas situações ocorram." Quando eu falo em juntar a PCivil à Guarda Nacional, refiro-me ao comando e gestão das operações em situação de perigo / catástrofe mantendo a ligação com as outras entidades.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14720
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 865 vez(es)
  • +118/-111
(sem assunto)
« Responder #41 em: Março 27, 2009, 10:10:58 am »
E ias meter militares que estão sobre a alçada do MAI a controlar unidades/outros militares que estão sobre a alçada do MDN? Não faz sentido. A questão é que uma coisa é uma unidade anti-terrorista, outra coisa é uma unidade para CSAR, uma coisa é andar a lidar com bombas pelo país fora, outra coisa é estar num TO e ter que lidar com minas, bombas de desfragmentação, etc.

À 1ª vista parece tudo igual, na prática é completamente diferente.

Em relação à Protecção Civil...acho que é assunto para outro tópico e se calhar para outro fórum (ex: http://www.portaldafenix.com/ )
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

inox

  • 56
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #42 em: Março 29, 2009, 12:46:28 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
E ias meter militares que estão sobre a alçada do MAI a controlar unidades/outros militares que estão sobre a alçada do MDN?


Isso já existe. Especialmente entre Exercito e GNR.
O exemplo mais frequente são os Generais que vão comandar Unidades da GNR. Está também previsto na Lei que um Almirante possa comandar as UCC. Se aparentemente não há problema que militares do MDN controlem unidades do MAI o contrário também será válido.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14720
  • Recebeu: 893 vez(es)
  • Enviou: 865 vez(es)
  • +118/-111
(sem assunto)
« Responder #43 em: Março 31, 2009, 11:11:54 am »
Mas nestes casos são militares das Forças Armadas que vão servir em unidades da GNR/PM e não unidades inteiras. Estamos a falar de coisas diferentes.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

inox

  • 56
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #44 em: Abril 02, 2009, 07:34:45 pm »
Sinceramente não percebo qual é o problema então.

O que propões?
10 policias (PSP; GNR; PE; PA; PM; PJ; SEF; ASAE; PMunicipal; Guarda Prisional)? Fora as unidades especiais dentro de cada uma mais todas as outras autoridades que andam por aí a servir de tacho para os "Engenheiros responsáveis por coisas"...

Onde está a Unidade de Comando?
Não é mais simples e eficiente unificar esta dispersão de recursos?
Para não falar de mais económico e de ser melhor para a partilha de informações. Quem tem experiência de comando sabe perfeitamente que sim e concorda com a fusão.
Já se fez no Passado com algumas forças e resultou (ex.: Guarda Fiscal e Guarda Florestal).

No Futuro uma Guarda Nacional Militar será o melhor para o nosso País!
 

 

Fórum "Criminalidade Vs Imigração - Pol. segurança"

Iniciado por ANASP-UPS

Respostas: 1
Visualizações: 2085
Última mensagem Junho 09, 2009, 10:22:54 pm
por ShadIntel
Ajuda: Fardamento das Forças Policiais

Iniciado por Benny

Respostas: 2
Visualizações: 2775
Última mensagem Agosto 11, 2006, 03:57:06 pm
por Benny
Militares das Forças Armadas nas ruas

Iniciado por Primy

Respostas: 128
Visualizações: 16423
Última mensagem Dezembro 24, 2010, 01:13:48 am
por Trafaria
GNR vai comandar forças europeias

Iniciado por antoninho

Respostas: 4
Visualizações: 2333
Última mensagem Março 10, 2007, 02:26:56 am
por golex
GISP - Grupo de Intervenção e Segurança Prisional da GP

Iniciado por Pstolaas

Respostas: 122
Visualizações: 57885
Última mensagem Novembro 01, 2013, 02:06:30 pm
por Cabeça de Martelo