Dúvidas Polícia Aérea

  • 98 Respostas
  • 30524 Visualizações
*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4174
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
(sem assunto)
« Responder #15 em: Dezembro 15, 2008, 02:12:24 pm »
Citação de: "raphael"
Desconheço se o número vai ser aumentado. Numa fase inicial poderão haver redistribuições de viaturas pelas várias Unidades. De qualquer penso que a capacidade anfíbia das Condor não irá ser reimplementada.


Na minha opinião seria mais vantajoso usar o Pandur
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1232
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +36/-4
(sem assunto)
« Responder #16 em: Dezembro 15, 2008, 06:27:48 pm »
Citação de: "nelson38899"
Citação de: "raphael"
Desconheço se o número vai ser aumentado. Numa fase inicial poderão haver redistribuições de viaturas pelas várias Unidades. De qualquer penso que a capacidade anfíbia das Condor não irá ser reimplementada.

Na minha opinião seria mais vantajoso usar o Pandur


... e oneroso também.. não vislumbro efectivamente qual a vantagem de utilização do Pandur na missão da Policia Aérea, em vez do APC Condor...
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #17 em: Dezembro 15, 2008, 10:05:13 pm »
Qual a vantagem tactica de utilizar viaturas blindadas na patrulha de unidades pertencentes á FAP pela Polícia Aérea? Os jipes armados com armas .50 ou 7,62 não são suficientes?
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1232
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +36/-4
(sem assunto)
« Responder #18 em: Dezembro 16, 2008, 12:47:55 am »
Neste momento não existe na FAP qualquer viatura TT (excepto os blindados) com capacidade para uma arma .50 (tipo Browning) e as  torres c adaptador para MG-3 existem mas não são habitualmente utilizadas.
As VBTP existem para apoiar a acção da PA seja para acções dentro ou fora do perímetro da Unidade seja para ocorrências em que a sua utilização seja decisiva.
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #19 em: Dezembro 16, 2008, 10:42:33 pm »
Muito bem camarada Raphael, compreendi perfeitamente a necessidade do emprego de Condors nas patrulhas de unidades, contudo penso que deveriamos ter mais unidades deste tipo é que somente 12 unidades é muito pouco para um total de 8 Bases Aéreas, penso que deveriamos pelo menos ter 4 para cada unidade.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1232
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +36/-4
(sem assunto)
« Responder #20 em: Dezembro 17, 2008, 05:19:39 pm »
Citação de: "Instrutor"
Muito bem camarada Raphael, compreendi perfeitamente a necessidade do emprego de Condors nas patrulhas de unidades, contudo penso que deveriamos ter mais unidades deste tipo é que somente 12 unidades é muito pouco para um total de 8 Bases Aéreas, penso que deveriamos pelo menos ter 4 para cada unidade.


Bases Aéreas não são assim tantas... Para ser Base Aérea deve ter meios aéreos atribuidos (Esquadras de Vôo) e neste momento são só 05 Bases Aéreas, de qualquer modo outras Unidades existem em que se justifica(rá) a presença de VBTP's (CTA/AT1/AM1)... A questão de serem 3 ou 4 implica tão somente que a despesa em termos de manutenção/conservação das mesmas recai sobre o orçamento de cada Unidade... e os meios aéreos têm sempre prioridade... e como estamos em tempos de contenção de despesas... apesar de ter um motor Mercedes fiável e ser a diesel, o desgaste a nível de pneus e consumos é elevado...
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

tiagu25

  • 26
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #21 em: Dezembro 19, 2008, 12:43:22 pm »
podem-me dizer quais sao as cidades no norte (se existentes) onde a policia aerea pode "trabalhar"????
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1232
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +36/-4
(sem assunto)
« Responder #22 em: Dezembro 19, 2008, 01:32:16 pm »
tiago, Unidades da Força Aérea no Norte onde existente contingente de PA's tens o AM1 em Maceda - Ovar, segue-se BA5 em Serra de Porto de Urso - Monte Real - Leiria e depois mais abaixo já na zona centro o CFMTFA em Ota e na mesma linha tens o CTA em Alcochete (mas isso já não é norte mesmo).
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 953
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-17
(sem assunto)
« Responder #23 em: Dezembro 19, 2008, 07:21:39 pm »
Cumpri o meu SMO na PA em Monte Real na secçao cinotécnica  :)  que tinham que se portar bem e andar bem fardados, senao ...  :)

Acontecia tambem frequentemente termos que intervir nos bares das redondezas quando os pilotos ingleses e holandeses sobretudo se enfrascavam mais do que deviam e partiam a louça toda...até era divertido !
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #24 em: Dezembro 20, 2008, 12:37:42 am »
Só esbardinagem.... :lol:  :lol:  cacetete em cima deles...
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Tailz_zliaT

  • 11
  • +0/-0
Caro Tiagu25!
« Responder #25 em: Dezembro 20, 2008, 01:43:40 am »
Citação de: "tiagu25"
podem-me dizer quais sao as cidades no norte (se existentes) onde a policia aerea pode "trabalhar"????


Olá boa noite!
Antes demais não queria de forma alguma te desincentivar a concorreres a especialidade de Policia Aérea. Eu falo-te disto por experiência própria!
Fui P.A  e com muito orgulho o digo, pertenci a cinófila durante 3 anos e foram os anos que mais gostei como militar, cumpri o contrato até ao fim. 6 anos para ser mais preciso.
É verdade que ser P.A não é facil para conciliar os estudos, depende mesmo de muitos factores.
Não sei quais são os teus projectos futuros, mas penso que é nisso que te deves agarrar um pouco e pensar. Muitas das vezes não devemos seguir os gostos, porque usar uma boina azul é bonito e impõe algum respeito perante as outras especialidades.
Devemos ser inteligentes e pensar nas perspectivas de futuro.
Para te demonstrar um pouco de como podem ser as coisas te digo que para concorreres para o curso de sargentos da P.A apenas o podes fazer ao fim de 2 anos, e consoante as tuas avaliações. Ou seja se tens louvores, medalhas, etc....
Depois tens o problema da antiguidade, tens sempre imensos cabos adjuntos a concorrer para 5 vagas por exemplo.
Para a P.A nunca abrem muitas vagas para o CFS, é mais uma desvantagem.
Se o que queres mesmo é ser um P.A  então vai para oficial, ser praça é como andares na "cepa torta" acabas por morrer estupido.
Pensa um pouco como que experiencia profissional terás depois ao saires da FAP?
Como P.A dos poucos trabalhos que consegues compativel as tuas funções como militar é como segurança privado.
Isto é um pouco de como as coisas podem ser no teu futuro como P.A!

FLUTUAT NEC MERGITUR
P.A, P.A, P.A
 

*

tiagu25

  • 26
  • +0/-0
Re: Caro Tiagu25!
« Responder #26 em: Dezembro 20, 2008, 01:11:52 pm »
ficar como praça esta fora de questao....posso ficar como praça temporariamente......tipo tenho 12º sei que equivale a categoria de sargentos......meu objectivo era depois ficar nos quadros permanentes mas nao como praça........agora fiquei confuso
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1232
  • Recebeu: 204 vez(es)
  • Enviou: 169 vez(es)
  • +36/-4
(sem assunto)
« Responder #27 em: Dezembro 20, 2008, 01:44:13 pm »
Na Força Aérea com o 12º ano podes concorrer para a Academia directamente como civil, podes ir para Oficial a Contrato na especialidade PIL (as restantes só com Licenciatura), para Praça é exigido o 11º ano ou o 12º ano (para algumas especialidades), não existe acesso directo de civil para sargento na Força Aérea (salvo SS - Serviço de Saúde, mas tens de ter Licenciatura).
Resumindo e baralhando se a intenção é o regime de contrato com 12º ano só podes ser Praça ou Oficial PILoto a contrato.
Não desanimes porque se entrares para Praça (seja PA ou outra especialidade) cumpres o tempo mínimo e concorres ao CFS (PA há sempre poucas vagas é certo). Mas sendo um pouco ambicioso podes concorrer como Praça directamente para Oficial do Quadro Permanente, sem passar pela categoria de Sargentos, sei de exemplos bem sucedidos dessa transição!
Mas de qualquer modo antes de vires aqui ao fórum já deves ter certamente ido a www.emfa.pt à parte do Recrutamento e AFA e concerteza que já deste um pulo ao Lumiar ao Centro de Recrutamento da Força Aérea, porque quem lá está colocado poderá informar-te muito melhor do qualquer um de nós, que apesar de termos passado pela área podemos não ter a informação completa. :twisted:
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

tiagu25

  • 26
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #28 em: Dezembro 20, 2008, 06:21:30 pm »
com, o 12º posso concorrer a oficial eu sei mas tem de ter bom aproveitamemnto a matematica o que nao é o caso :evil:  :cry:
 

*

Tailz_zliaT

  • 11
  • +0/-0
Re: Caro Tiagu25!
« Responder #29 em: Dezembro 20, 2008, 06:25:31 pm »
Citação de: "tiagu25"
ficar como praça esta fora de questao....posso ficar como praça temporariamente......tipo tenho 12º sei que equivale a categoria de sargentos......meu objectivo era depois ficar nos quadros permanentes mas nao como praça........agora fiquei confuso


Se queres mesmo entrar para a F.A.P e o teu desejo é proseguir uma vida militar então o conselho que te dou é escolheres especialidades como MARME , MELECT, OPREDET, OPCOM, etc... são tudo especialidades que como praça abrem sempre muito poucas mas a taxa de conseguires ser chamado para o CFS e conseguires entrar é sempre muito alta porque concorrem sempre muito pouca gente.
Se tens o 12 ano ja pensas-te em concorrer para PILAV?
Eu enquanto estive na FAP tive a oportunidade de voar no ALFA JET, no EPSILON, PUMA, ALLOUETTE, AVIOCAR e conheço antigos colegas meus que tiveram a oportunidade de voar no F-16.
O que te digo é de coração, é uma experiencia alucinante que marcou para sempre a minha vida, como P.A um dia não me limitei a ve-los do chão e fui voar com eles.
Se tu podes e tens essa possibilidade então exprimenta concorrer para PILAV.
 

 

Petição: TROPAS PÁRA-QUEDISTAS, PARA A FORÇA AÉREA!

Iniciado por paraquedista

Respostas: 3
Visualizações: 3298
Última mensagem Março 11, 2016, 07:53:23 pm
por paraquedista
Qual as prioridades para a Força Aérea entre 2011-2020 ?

Iniciado por dc

Respostas: 38
Visualizações: 10558
Última mensagem Novembro 15, 2010, 02:34:53 pm
por bokaido
CDS propõe 12 anos de serviço para pilotos da Força Aérea

Iniciado por Marauder

Respostas: 19
Visualizações: 9021
Última mensagem Setembro 12, 2007, 02:40:44 am
por raphael
Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9360
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
Força Aérea Portuguesa no V Festival Aéreo de Vigo

Iniciado por bucanero

Respostas: 8
Visualizações: 5360
Última mensagem Julho 30, 2008, 06:15:06 pm
por bucanero