FAB e Força Aérea Portuguesa com um Caça de 5º Geração

  • 28 Respostas
  • 12647 Visualizações
*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #15 em: Dezembro 01, 2008, 11:09:08 pm »
Entao se o governo tiver a mesma opinião que alguns foristas vai-se continuar a receber material que os outros não querem e depois vamos gastar mais dinheiro na modernização do que o preço de compra... enfim é preferivel ver o nosso governo a gastar dos bolsos dos contibuintes mais de 1000 milhoes de euros a "salvar" os bancos onde os milionários tem la a sua fortuna pela má gestao económica do que se preocupar com a defesa das suas populações, quem nao defende que Portugal deveria preocupar-se em construir com parcerias os seus meios militares por causa dos dinheiros ... certamente prefere ver o dinheiro dos contribuintes a ser gasto desavergonhosamente a salvar bancos dos ricos por atitudes fraudulentas.... certamente o povo gosta mas de ver os seus impostos a serem gastos nestas vergonhas nacionais do que ter umas Forças Armadas capazes de defenderem os interesses nacionais ou umas policias com mais e melhores meios de combate à criminalidade. Isso é muito subjectivo dinheiro á sempre para enrriquecer ainda mais os milionários para depois apresentarem mais de 500e mesmo 1000 milhoes de euros de lucro e ainda quererem beneficiar do pacote ajuda de 20 000 milhoes de euros disponibilizado pelo governo com o dinheiro dos contribuites. Certamente um banco dá muito mais riqueza a um pais do que as industrias de armamento que bem poderiam servir para aumentar substancialmente as nossas exportações. É por isso que a Espanha cada vez mais se distancia de Portugal, na marinha temos a construção Projecto com a ajuda dos EUA das F-100 que ja construiram 5 unidades e ja venderem mais 5 para a Noruega; os Submarinos S-80 projecto inicialmente a par com os Franceses da Scorpene, avioes militares de transporte, cooperação com outros paises em caças Eurothyphoon, componentes do Abrans em Santa Bárbara entre outros. Enfim continuamos a ver neste forum caros foristas a dizerem e defenderem o quanto é pequenino Portugal, e depois ainda criticam o governo por ir buscar sucata ao estrangeiro... eles proprios não opinao sobre a construção de material made in Portugal.......... :roll:
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4174
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
(sem assunto)
« Responder #16 em: Dezembro 01, 2008, 11:35:11 pm »
Citação de: "Instrutor"
Entao se o governo tiver a mesma opinião que alguns foristas vai-se continuar a receber material que os outros não querem e depois vamos gastar mais dinheiro na modernização do que o preço de compra... enfim é preferivel ver o nosso governo a gastar dos bolsos dos contibuintes mais de 1000 milhoes de euros a "salvar" os bancos onde os milionários tem la a sua fortuna pela má gestao económica do que se preocupar com a defesa das suas populações, quem nao defende que Portugal deveria preocupar-se em construir com parcerias os seus meios militares por causa dos dinheiros ... certamente prefere ver o dinheiro dos contribuintes a ser gasto desavergonhosamente a salvar bancos dos ricos por atitudes fraudulentas.... certamente o povo gosta mas de ver os seus impostos a serem gastos nestas vergonhas nacionais do que ter umas Forças Armadas capazes de defenderem os interesses nacionais ou umas policias com mais e melhores meios de combate à criminalidade. Isso é muito subjectivo dinheiro á sempre para enrriquecer ainda mais os milionários para depois apresentarem mais de 500e mesmo 1000 milhoes de euros de lucro e ainda quererem beneficiar do pacote ajuda de 20 000 milhoes de euros disponibilizado pelo governo com o dinheiro dos contribuites. Certamente um banco dá muito mais riqueza a um pais do que as industrias de armamento que bem poderiam servir para aumentar substancialmente as nossas exportações. É por isso que a Espanha cada vez mais se distancia de Portugal, na marinha temos a construção Projecto com a ajuda dos EUA das F-100 que ja construiram 5 unidades e ja venderem mais 5 para a Noruega; os Submarinos S-80 projecto inicialmente a par com os Franceses da Scorpene, avioes militares de transporte, cooperação com outros paises em caças Eurothyphoon, componentes do Abrans em Santa Bárbara entre outros. Enfim continuamos a ver neste forum caros foristas a dizerem e defenderem o quanto é pequenino Portugal, e depois ainda criticam o governo por ir buscar sucata ao estrangeiro... eles proprios não opinao sobre a construção de material made in Portugal.......... :roll:


Nós também construímos equipamentos militares mas em menor escala que os espanhóis porque compra-mos menos que eles, basta comparar por exemplo o numero de leos que eles dispõem com os que nós acabamos de comprar, ou o numero de caças que eles têm e o numero de caças que nós dispomos. O exemplo maior é os pandur, ou seja, se nós não comprássemos os 240 muito dificilmente eles eram montados cá.
Quanto ao caça de 5ª geração, duvido muito que Portugal e o Brasil juntos o consigam desenvolver sozinhos, basta ver o preço que está a custar desenvolver o F35 e o numero de países envolvidos no seu desenvolvimento.
Caso esse projecto fosse para a frente, Portugal podia participar no desenvolvimento do projecto através da analise da estrutura do avião e quem sabe no seu design, na área das comunicações, na área do simulador de voo e finalmente construção de componentes em compósito, alumínio ou titânio.
O resto da contribuição teria que ser dada pelo Brasil
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #17 em: Dezembro 02, 2008, 11:44:31 am »
Seria difícil Brasil e Portugal desenvolverem sozinhos um caça de 5ª geração, precisarim de um parceiro, não vejo o Brasil com um caça de 5ª geração tão cedo, depois de dizer não ao F-35 e a parceria no Pak russo, o Brasil vai ficar decadas na geração 4,5.
 

*

bokaido

  • 56
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #18 em: Dezembro 02, 2008, 07:38:22 pm »
Então o Brasil vai agora comprar 60 aviões novos e o caro amigo já fala em 5ª geração? Só daqui a 30 anos é q vai ser necessário outro avião. Pode ser que o futuro seja muito risonho e nessa altura o Brasil tenha capacidade para um projecto assim. Pode ser.


Nós por cá, com sorte, daqui a 20 recebemos uma dúzia de Typhoons espanhóis ou alemães..
E, se vierem em boas condições, eu já fico muito satisfeito.

Não digo isto por pessimismo, é mais um pressentimento  :?
Ó Estrela, queres cometa?
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7511
  • Recebeu: 653 vez(es)
  • Enviou: 796 vez(es)
  • +104/-31
(sem assunto)
« Responder #19 em: Dezembro 02, 2008, 09:31:34 pm »
Citação de: "papatango"
Não há a mais pequena comparação entre um F-16MLU da Força Aérea Portuguesa e um caça brasileiro modernizado.
Nem F-5 nem Mirage-2000 tem características que se possam equiparar.


Caro Papatango está mesmo a referir-se ao Mirage 2000 ou aos Mirage III? É que apesar de podermos afirmar com alguma certeza que um F-16 é melhor que um Mirage 2000, são ambos aviões da mesma geração, por isso a diferença nunca vai ser assim abismal, como com o F-5.
 

*

migbar2

  • Perito
  • **
  • 334
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #20 em: Dezembro 02, 2008, 10:15:33 pm »
Citação de: "bokaido"
Então o Brasil vai agora comprar 60 aviões novos e o caro amigo já fala em 5ª geração? Só daqui a 30 anos é q vai ser necessário outro avião. Pode ser que o futuro seja muito risonho e nessa altura o Brasil tenha capacidade para um projecto assim. Pode ser.


Nós por cá, com sorte, daqui a 20 recebemos uma dúzia de Typhoons espanhóis ou alemães..
E, se vierem em boas condições, eu já fico muito satisfeito.

Não digo isto por pessimismo, é mais um pressentimento  :?






Caro colega, pode sêr que não se venha a confirmar esse pessimismo. Digo isto apenas por considerar que as nossas F.A. estão a passar uma fase complicada, pois nestas duas décadas o nosso país teve de investir em quase de tudo na defesa, por dois motivos: equipamento desadequado do tempo da guerra colonial e desinvestimento quase total durante mais de década e meia. Muita coisa tem vindo a sêr corrigida, lentamente é certo, mas para quem tiver a minha idade e olhar para o que tinhamos em comparação com os nossos parceiros na década de oitenta, o balanço é definitivamente muito positivo. Na década de 2020 será certamente uma época, mais calma, aonde não teremos tudo a cair de velho para sêr substituido ao mesmo tempo ( Helicopteros, blindados,tanques, veiculos 4x4, submarinos e muitos etc ), nessa altura este equipamento estará ainda a meio da sua vida util ou menos. Desta forma talvez hajam mais uns euros para investir na defesa aérea, na substituição dos C-130 e de algumas fragatas ! Penso que a parte mais complicada está a acabar.
 

*

HaDeS

  • 223
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #21 em: Dezembro 03, 2008, 04:06:59 am »
Citar
Então o Brasil vai agora comprar 60 aviões novos

Nossa, que os políticos brasileiros de ouçam, inicialmente está previsto 36 aeronaves e pode se chegar a 120 (o que eu dúvido muito se tratando de Brasil), mas o fato é que esse anuncio ja vou adiato trocentas vezes e até agora nada, dizem que no 2º semestre do ano que vem(2009) anunciam o vencedor, será?![/quote]
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4174
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
(sem assunto)
« Responder #22 em: Dezembro 03, 2008, 09:02:15 am »
Citação de: "HaDeS"
Citar
Então o Brasil vai agora comprar 60 aviões novos

Nossa, que os políticos brasileiros de ouçam, inicialmente está previsto 36 aeronaves e pode se chegar a 120 (o que eu dúvido muito se tratando de Brasil), mas o fato é que esse anuncio ja vou adiato trocentas vezes e até agora nada, dizem que no 2º semestre do ano que vem(2009) anunciam o vencedor, será?!
[/quote]

mas o Brasil se quiser transferência de tecnologia tem que comprar essa quantidade de aviões, pois caso contrário não estou a ver nenhum país a dar a tecnologia que o Brasil pretende, excepto talvez a França que anda desejosa de vender o rafale.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4174
  • Recebeu: 264 vez(es)
  • Enviou: 267 vez(es)
  • +54/-14
(sem assunto)
« Responder #23 em: Dezembro 03, 2008, 09:09:27 am »
Vou lançar aqui um desafio construir ou desenhar uma caça de 5ª geração ++ com base neste novo material, pois pelo que sei já se anda a estudar as suas aplicações na área militar.

Citar
Agora, cientistas da Universidade de Cambridge, Inglaterra, desenvolveram um material que consegue manter uma "memória" de pelo menos dois formatos diferentes e alternar entre os dois sem nenhum problema ou esforço: da mesma forma que o formato cilíndrico, por exemplo, não exigirá um grampo para se manter, o material voltará à sua forma plana naturalmente, sem a necessidade de ficar dobrando-o ao contrário até "anular o enrolamento".

Mas telas enroláveis são apenas um exemplo das possíveis utilizações dessas novas estruturas capazes de trazer ao mundo concreto as capacidades de "morphing" já comuns nos programas de desenho virtual. O "morphing" refere-se a uma função dos programas de animação no qual um objeto se transforma em outro.

O novo material "mutante", ou morfologicamente adaptável, poderá ser utilizado em embalagens reutilizáveis, teclados que podem ficar planos e serem enrolados e depois voltarem à sua forma tradicional, barracas que se montam sozinhas, apenas para citar algumas possibilidades.

"Eles oferecem grande capacidade de mudança de forma, mantendo a integridade estrutural. Eles são simples de serem fabricados e sua operação não exige materiais avançados. Eles proporcionam soluções compactas e baratas para dispositivos multifuncionais, necessários quando se exige equipamentos que tenham leveza, rigidez e que possam ser dobrados quando necessário," diz o pesquisador Keith Seffen.

http://www.inovacaotecnologica.com.br/n ... 0160060928


deixo vos o desafio:
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 790
  • Recebeu: 14 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +3/-4
(sem assunto)
« Responder #24 em: Dezembro 03, 2008, 01:00:33 pm »
Caça d 5ª Geração? Hepa este pessoal pensa pequeno :P

 

*

bokaido

  • 56
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #25 em: Dezembro 03, 2008, 04:25:38 pm »
Caro migbar2, apesar de eu não ter esse sentido histórico da evolução da nossas forças armadas, concordo com a sua visão.
Mas mesmo assim ainda faltam alguns investimentos importantes (na marinha p. e.) antes de a aviação de caça ser um objectivo prioritário, julgo eu, claro.

Mas agora em modo de futurologia, que aviões estarão ao nosso alcance em 2025? O F-35, o GripenNG, o Typhoon devem manter produção até essa data, os restantes caças actuais só se for em 2ª mão. Aviões russos nem vale a pena incluir na lista.
Destas opções o melhor seria mesmo o Typhoon, novo de preferência.

Cumpts!
Ó Estrela, queres cometa?
 

*

migbar2

  • Perito
  • **
  • 334
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #26 em: Dezembro 03, 2008, 10:56:42 pm »
Citação de: "bokaido"
Caro migbar2, apesar de eu não ter esse sentido histórico da evolução da nossas forças armadas, concordo com a sua visão.
Mas mesmo assim ainda faltam alguns investimentos importantes (na marinha p. e.) antes de a aviação de caça ser um objectivo prioritário, julgo eu, claro.

Mas agora em modo de futurologia, que aviões estarão ao nosso alcance em 2025? O F-35, o GripenNG, o Typhoon devem manter produção até essa data, os restantes caças actuais só se for em 2ª mão. Aviões russos nem vale a pena incluir na lista.
Destas opções o melhor seria mesmo o Typhoon, novo de preferência.

Cumpts!






As alternativas são poucas. sem dúvida que o mais provavel seria sempre uma versão do Typhoon ou do F-35...não consigo vêr mais além !
Quanto ao restante da sua intervenção, o colega tem razão, mas repare que eu não disse que na década de vinte só teriamos que investir em aviação de caça. Até porque basta mudar a realidade geopolítica e de repente somos obrigados a modificar as prioridades de investimento. Mesmo nesta década que vem teremos de fazer um esforço de investimento nos meios de defesa anti-aérea e comunicações entre outros, mas isso ,quando comparado com aviões de combate ou fragatas, não são grandes investimentos.
 

(sem assunto)
« Responder #27 em: Janeiro 17, 2009, 04:24:25 pm »
Concordo quando dizem que comprámos muita sucata, mas tambem é preciso que se note que fizémos bons negócios[ Pandur, Leopard, F-16, as fragatas , entre outros].
 

*

luis simoes

  • Membro
  • *
  • 156
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +0/-42
Re:
« Responder #28 em: Outubro 04, 2015, 11:21:29 pm »
Citação de: "Get_It"
De lembrar que os dois países terão requisitos diferentes para as especificações do futuro caça. Vejam só a diferença no território dos dois e das ameaças que os rodeiam.

Cumprimentos,

Aqui obviamente estamos a falar de paises de dimensoes diferentes e de ameaças diferentes mas em comum temos o mar......o terrorismo......a ameaça real......entre outras situaçoes eu defendo essa uniao simplesmente Portugal faria uma versao mais adequada a estes items.........tamanho.....distancias......ameaças.......enfim......
 

 

Esquadrão de Demonstração Aérea - Esquadrilha da Fumaça

Iniciado por Vitor Santos

Respostas: 3
Visualizações: 381
Última mensagem Maio 03, 2019, 03:11:50 pm
por Vitor Santos
Notícias da Força Aérea Brasileira

Iniciado por Bravo Two Zero

Respostas: 836
Visualizações: 219430
Última mensagem Novembro 01, 2019, 12:14:49 pm
por Vitor Santos
Modernização da Força Aérea Brasileira

Iniciado por silversantis

Respostas: 50
Visualizações: 24175
Última mensagem Junho 22, 2011, 05:40:41 pm
por HSMW
Reunião da Aviação de Caça (Força Aérea Brasileira)

Iniciado por jambock01

Respostas: 3
Visualizações: 2075
Última mensagem Maio 27, 2006, 11:21:18 am
por Cabeça de Martelo