F-35 JSF

  • 668 Respostas
  • 133901 Visualizações
*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
F-35 JSF
« em: Junho 24, 2004, 04:10:48 pm »
Para todos os que acham o JSF o super-avião, que papará um Typhoon ou um Rafale ao pequeno-almoço sendo mais barato que eles :

Citar
Fighters the `next best'

22jun04
AUSTRALIA will not get "top of the range" stealth fighters in the $15 billion deal for the new generation US-built aircraft.

The Australian version of the Joint Strike Fighter will not be equipped with the best weapons systems and will be missing other crucial war fighting sensors.

Michael Cosentino, international programs director for Lockheed Martin's JSF project, yesterday confirmed the RAAF would be sold so-called Block 2 aircraft and not the Block 3 type provided to the US Air Force.

Mr Cosentino rejected claims Australia would get a "dumbed down" version of the JSF when it signs up for the nation's biggest ever defence contract.

The $15 billion will buy the RAAF 60 fighters which are due to be delivered in three instalments from 2012 to 2020.

They will replace the RAAF's 24 F-111 strike aircraft and 77 F/A-18 fighters.

Mr Cosentino said the Block 2 version would be a war-ready fighter but would not be fitted with more sophisticated weapons, software and other systems available in Block 3 planes.

"Block 2 is a go-to-war, stealthy, survivable, lethal aircraft," he said.

Mr Cosentino is in Canberra for a major defence industry conference and to update the Government and RAAF on the project.

He said the aircraft was "about 80 per cent designed and tracking to all of its performance requirements".

The US Government and Lockheed were acutely aware of the "strategic gap" between when the F-111s were retired in 2010 and the JSF delivery.

US Ambassador to Australia Tom Schieffer told a Parliamentary Inquiry yesterday Australia would get as much technology as any country outside the US could get.

"We have given assurances to Australia that we will give you the absolute maximum that we can with regard to that technology," he said.

"Having said the airplane will not be exactly the same airplane as the US . . . it will be a stealth fighter, it will have stealth capabilities


http://www.theadvertiser.news.com.au/common/story_page/0,5936,9916467%255E911,00.html

Reparem no preço. Mesmo contando com o investimento australiano no projecto e os custos de desenvolvimento, o custo fica em 172M$ por avião...
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

emarques

  • Especialista
  • ****
  • 1178
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Junho 24, 2004, 04:25:56 pm »
Os noruegueses também já se tinham queixado dessa "versão de exportação", se bem me lembro. Mas esse preço... Bolas, mais um bocadito (o preço de um caça "normal", mas pronto ;)) e compram F-22.
Ai que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há cá.
Há cá eco, é?!
Há cá eco, há.
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7463
  • Recebeu: 330 vez(es)
  • Enviou: 108 vez(es)
  • +60/-137
(sem assunto)
« Responder #2 em: Junho 24, 2004, 05:42:03 pm »
Alguém anda a mexer nos bolsos de muita gente...
Não faz parte das contrapartidas pelos novos Hércules a participação no JSF?
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #3 em: Junho 25, 2004, 03:31:36 pm »
Os americanos andam a abusar desta história de fazerem um "downgrading" dos seus aviões de última geração para exportação. Se exceptuarmos as capacidades stealth, o F-35 não é um avião brilhante, assim, se não vierem com avionics e radares topo de gama, eu gostaria de saber como é que os compradores se vão sentir se alguma vez se desenvolverem radares que detectam mesmo este tipo de aeronaves...  :?  Vai haver muita gente arrependida de não ter comprado Rafales, Typhoons e Grippens...
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #4 em: Junho 25, 2004, 03:33:47 pm »
Já agora, um bom artigo de fundo que analisa o F-35:

Parte 1 - http://www.sci.fi/~fta/aviat-6.htm

Parte 2 - http://www.sci.fi/~fta/aviat-6b.htm
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7463
  • Recebeu: 330 vez(es)
  • Enviou: 108 vez(es)
  • +60/-137
(sem assunto)
« Responder #5 em: Junho 25, 2004, 05:09:54 pm »
Com este murcão do Bush quem manda são as grandes companhias. E espero que o Kerry traga ar fresco...
Os americanos estão a fazer-se demasiado esquisitos, e por mais que os admire não hesitaria em mandá-los dar uma volta se me viessem com conversa da treta.
« Última modificação: Junho 25, 2004, 08:40:10 pm por Luso »
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1263
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +0/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #6 em: Junho 25, 2004, 05:50:27 pm »
Citação de: "Luso"
Com este murcão do Bush quem manda são as grandes companhias. E Espero que o Kerry traga ar fresco...
Os americanos estão a fazer-se demasiado esquisitos, e por mais que os admire não hesitaria em mandá-los dar uma volta se me viessem com comversa da treta.


Concordo.
Mesmo assim penso que é demasiado cedo para quantificar o preço de um F-35.
Prefiro esperar para ver pois estou convencido que será uma aeronave mais barata do que aquela que aqui foi referida. Acredito que isto seja mais uma manobra da LMTAS e da própria Força Aérea para conseguir mais fundos para o programa.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #7 em: Junho 25, 2004, 06:23:17 pm »
Citação de: "Ricardo Nunes"
Concordo.
Mesmo assim penso que é demasiado cedo para quantificar o preço de um F-35.
Prefiro esperar para ver pois estou convencido que será uma aeronave mais barata do que aquela que aqui foi referida. Acredito que isto seja mais uma manobra da LMTAS e da própria Força Aérea para conseguir mais fundos para o programa.


És capaz de ter razão, Ricardo, mas se juntares os atrasos do programa F-35, os custos extra que vão ser necessários para resolver os problemas de peso, e a má publicidade que estas notícias estão a trazer (o que possivelmente se reflectirá numa descida das vendas), vai ser cada vez mais difícil conseguir um preço muito inferior ao do Typhoon ou Rafale... :?
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1263
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +0/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #8 em: Junho 25, 2004, 06:35:11 pm »
Claro. É sempre uma situação relativa.  Eu acredito que o F-35 ficará mais bem barato do que os 170 milhões de Dollars.

Algo de interessante, em termos de pressão empresarial e política, decorreu durante o Cope India 2004 onde F-15´s norte-americanos treinaram em conjunto com Mirage 2000 e Su-30 Indianos. O relatório entregue pela USAF ao congresso referia o facto de os pilotos americanos terem sofrido algumas consideráveis derrotas em combates ar-ar e que se deveria investir mais no F/A-22 de modo a garantir a superioridade americana. O que, impressionantemente, o relatório não referia - e esta á a manobra política - é que no geral, por cada 4 F-15C que os norte-americanos tinha no ar, os Indianos tinham 12 aeronaves. Ou seja, numa situação de desvantagem de 3 para 1. Na realidade os norte-americanos face a esta desproporção tiveram um desempenho impecável conseguindo resultados espectaculares mas, como é óbvio, na maioria das vezes o último aviao sobrevivente era Indiano.

É impressionante o choque de reputação que a USAF está disposta enfrentar para garantir o futuro da melhor aeronave alguma vez construída - o F/A-22.
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

JNSA

  • Analista
  • ***
  • 835
  • +0/-1
(sem assunto)
« Responder #9 em: Junho 25, 2004, 06:41:48 pm »
Por acaso já tinha ouvido essa história dos 4 F-15C para cada 12 aviões indianos... Não sei é se isso é mesmo verdade, ou se foi algo que foi sendo veiculado por alguém despeitado pelos resultados do exercício... :wink: )
 

*

Ricardo Nunes

  • Investigador
  • *****
  • 1263
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +0/-0
    • http://www.falcoes.net/9gs
(sem assunto)
« Responder #10 em: Junho 25, 2004, 06:48:15 pm »
A fonte dos 4 americanos x 12 indianos foi uma entidade oficial do exercício ( por acaso Indiana !!! ). Penso que um press release foi colocado no site da USAF.
Quanto aos AWAC´s pelo que sei só os indianos tinham esse apoio. Em termos de Su-30 os indianos possuem excelentes tripulações, o mesmo já não se pode dizer de outras aeronaves. O ratio em Mirage 2000 é bom mas em Mig-21, por exemplo, é completamente desastroso. Chegaram, num única mês, a perder 14 e o avião ganhou a querida alcunha de "caixão voador".  :roll:
Ricardo Nunes
www.forum9gs.net
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Junho 25, 2004, 10:42:49 pm »
Ainda não se sabe ao certo se os F15C que foram lá tinham o radar AESA. Mas como vieram do Alasca, e é lá ( e no Hawai) que se processaram as primeiras entregas deste radar, dá que pensar...

O que é certo é que a USAF neste tipo de exercícios ( e ainda mais com um parceiro não NATO) nunca utiliza todo o seu potencial em guerra electrónica, tendo sido mesmo sugerido que o seu objectivo neste exercício era obter dados sobre os Flankers.

PS: JNSA, essas páginas sobre o JSF são escritos por Carlo Koop, um australiano lunático que acredita que os F-111 são os melhores aviões de sempre, e chegou a propor a substituição dos F-18 deles por F-111 novinhos em folha com novos radares e AMRAAMS. Na eventualidade do seu querido "Aardvark" ter que ser retirado ( a sua manuençao custa uma fortuna), ele "exige" o F/A-22 para a RAAF, tendo embarcado numa ofensiva para desacreditar o F-35.  É um dos que levanta o "espantalho"  da ameaça dos Flankers indonésios ( que não chegam aos 10)...
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

emarques

  • Especialista
  • ****
  • 1178
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Junho 26, 2004, 01:50:03 pm »
O preço indicado não será em dólares australianos? Isso baixaria o preço para uns 100M USD (ainda muito, mas bem menos).
Ai que eco que há aqui!
Que eco é?
É o eco que há cá.
Há cá eco, é?!
Há cá eco, há.
 

*

Spectral

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Junho 26, 2004, 02:55:23 pm »
O preço indicado (15 biliões) está em dólares australianos, que devem usar a notação americana para o bilião ( mil milhões).

Valendo o dólar australiano 1.4 dólares americanos, dá o tal valor de 170M$ americanos para cada um dos 60 aviões.
I hope that you accept Nature as It is - absurd.

R.P. Feynman
 

*

[PT]HKFlash

  • Membro
  • *
  • 183
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #14 em: Junho 28, 2004, 01:26:32 am »
Se calhar as nações que receberem esses Block 2 deviam criar um programa de modernização independente da FANA.