Indústria Embalagem e Consumo

  • 9 Respostas
  • 2900 Visualizações
*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
Indústria Embalagem e Consumo
« em: Novembro 20, 2008, 12:11:43 am »
La Seda raises finance for Portuguese project

Citar
Leading European PET producer La Seda de Barcelona has agreed long term finance of €320m for its project to build a plant in Portugal to produce up to 700,000 tpa of PET raw material purifed terephthalic acid (PTA).

La Seda's 15-year project finance package with a five-year repayment period is to be provided by banks led by Caixa Banco de Investimento, a subsidiary of Portugal's Caixa Geral, announced La Seda.

The PET producer, based in Barcelona, Spain, which began work on the new facility in Sines, south of Lisbon in March, expects to start commercial production there before March 2010.

The new operation, Artenius Sines, is designed to cover Europe's 500,000 tpa shortfall of PTA, currently import from Asia.

The €400m unit will boost La Seda's capacity of the PET intermediate chemical product by 140% and become one of the globe's major strategic production plants. It will create up to 150 jobs directly, as well as some 200 indirect ones.

La Seda runs 22 production plants in 11 European countries and employs an overall workforce numbering 2,300 people.


http://www.prw.com/subscriber/newscat2. ... 1227087463
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Novembro 29, 2008, 09:26:35 am »
Outra grande empresa Portuguesa.

Para a produção de 300 milhões de garrafas PET por ano
Logoplaste inaugura fábrica na Holanda por 25 milhões de euros

Citar
A Logoplaste inaugura esta segunda-feira a fábrica de Elst, na Holanda, no âmbito de um contrato celebrado com a multinacional do sector alimentar Heinz, no valor de 250 milhões de euros, para a produção de 300 milhões de garrafas PET por ano.

O investimento nesta unidade fabril, «que cumpre todos os requisitos ambientais impostos em termos europeus recuperando e reutilizando todos os desperdícios que possa gerar, ascende a 25 milhões de euros», avança o comunicado.

Esta fábrica, que se destina a abastecer em exclusividade a Heinz, vai produzir embalagens utilizando uma nova tecnologia desenvolvida em parceria pela Logoplaste conhecida por «multicamada PET» e que permite mais durabilidade à garrafa e maior capacidade de conservação.

A fábrica de Elst criou 40 postos de trabalho e está instalada junto às instalações já existentes da Heinz


É dos maiores grupos de produçao de embalagens do mundo.
Segundo o site deles "Hoje, em 50 fábricas localizadas por todo o mundo, a Logoplaste converte 128128 toneladas de matérias primas, em 5849 milhões de embalagens plásticas. "
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Maio 06, 2009, 08:49:50 pm »
Produtores de leite portugueses recebem mais que europeus
Produtores estão «a perder encomendas por causa da diminuição do consumo

Citar
Os produtores de leite portugueses não têm razões para se queixarem, porque ainda assim recebem mais do que os europeus. A garantia foi dada esta quarta-feira pelo Secretário de Estado da Agricultura.

Luís Vieira garantiu que os produtores de leite portugueses estão «a perder encomendas por causa da diminuição do consumo», avança a TSF.

Enquanto alguns produtores de leite mostram o seu desagrado pelo que recebem por litro de leite, lastimando aquilo que consideram ser uma concorrência desleal dos produtores estrangeiros, o Secretário de Estado explica: «o leite tem vindo a diminuir de preço por causa da fraca procura».

Luís Vieira esclareceu que actualmente os consumidores estão a «consumir menos produtos alimentares e menos produtos lácteos», logo, quando «se procura menos os preços tendencialmente descem».

O responsável disse ainda que estão a ser implementadas várias medidas, a nível europeu e nacional, para que «haja um equilíbrio de preços» e para que estes se mantenham a um «nível que assegure um rendimento sustentável aos produtores».

Para ajudar os produtores, o Governo propõe uma linha de crédito de 35 milhões de euros, que se encontra a funcionar desde Setembro do ano passado. Além disso, a União Europeia tem lançado medidas que visam aumentar o consumo de leite nos países onde ele é produzido.


http://diario.iol.pt/economia/leite-cri ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Maio 25, 2009, 05:49:24 pm »
Citações de um episódio de South Park para o grande Rob Schneider
Citar
Movie Announcer: Rob Schneider was an animal. Then he was a woman. And now Rob Schneider is... A stapler. And he's about to find out that being a stapler is harder than it looks. Rob Schneider is... The Stapler. Rated PG-13.
Movie Announcer: Rob Schneider is a wall street executive, with everything going for him. Only problem is, he's about to become... a carrot!
Rob Schneider: I'm a carrot!
Movie Announcer: It's twenty four "carrot" comedy! Rob Schneider is, A Carrot! Rated PG-13.
Movie Announcer: Rob Schneider derp de derp. Derp de derpity derpy derp. Until one day, the derpa derpa derpaderp. Derp de derp. Da teedily dumb. From the creators of Der, and Tum Ta Tittaly Tum Ta Too, Rob Schneider is Da Derp Dee Derp Da Teetley Derpee Derpee Dumb. Rated PG-13.

agora, a notícia q interessa

Festival de Cinema Oenovideo distinguiu vídeo nacional
Campanha portuguesa com actor de Hollywood vence prémio
Citar
Rob Schneider protagoniza campanha «Save Miguel»A Campanha da Corticeira Amorim «Save Miguel», com o actor de Hollywood, Rob Schneider, foi distinguida no festival de cinema internacional Oenovideo.

O vídeo venceu nas categorias de «Guião mais Original» e «Escolha do Público». O realizador de «Save Miguel, Sean Ascroft, foi distinguido pela organização do festival, a par de nomes como o reputado realizador norte-americano Martin Scorsese e o britânico Howard Greenhalgh, cujas curtas-metragens foram também premiadas.

«Toda a equipa envolvida na produção do filme Save Miguel ficou claramente entusiasmada com este reconhecimento no Festival Oenovideo», afirma o director de Marketing e Comunicação da Corticeira Amorim, Carlos de Jesus, em comunicado.

Lançada pela Corticeira Amorim no Verão passado, a campanha «Save Miguel» também tem um website pedagógico (www.savemiguel.com). Em apenas três meses, o vídeo online da campanha foi visualizado por cerca de meio milhão de consumidores. Simultaneamente, a página do FaceBook já conta com mais de 5.000 membros.

O vídeo transmite uma mensagem sobre as alterações climáticas e tem como objectivo alertar os consumidores para os benefícios sociais, ambientais e económicos da utilização de produtos de cortiça e, particularmente, do impacto positivo da aquisição de garrafas de vinho com rolhas de cortiça.

No início deste ano, a revista britânica «The Drinks Business» apontou a campanha «Save Miguel» como um dos motivos para a atribuição à Corticeira Amorim da 25ª posição entre as empresas com uma maior influência ambiental no mundo.

Na edição de 2009 do Festival Oenovideo estiveram a concurso aproximadamente 100 filmes, de 12 países, estando a entrega oficial dos prémios marcada para o dia 9 de Setembro.


video http://www.savemiguel.comtarget_=blank/

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/not ... iv_id=1728
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Junho 21, 2009, 10:19:18 pm »
Vamos lá ver se este "post" vai gerar polémica.
O P deve andar de férias. :D Não tem havido contestação ou referências ao Medina. Ó P, volta lá

Sócrates orgulhoso com investimento da Pescanova

Citar
Primeiro-ministro satisfeito com maior empreendimento de aquacultura de pregado do mundoO primeiro-ministro, José Sócrates disse este domingo ter «orgulho na administração portuguesa» pela celeridade como conseguiu que o maior empreendimento de aquacultura de pregado do mundo fosse hoje inaugurado em Portugal.

«Contra ventos e marés e apesar de algumas contrariedades, [o empreendimento] aqui está. Eu sei o que passámos para estarmos aqui hoje: foi precisa determinação, empenho e confiança», comentou, citado pela agência Lusa, na inauguração da nova filial do grupo Pescanova, em Mira.

Em cima da mesa está um investimento de 140 milhões de euros. Sobre o projecto, Sócrates explicou que é deste tipo «de que Portugal precisa».

«É com estes investimentos que se cria um país melhor», afirmou, realçando que vai ajudar a dinamizar a investigação e desenvolvimento, em ligação com a rede de universidades, criar emprego qualificado e aumentar as exportações.

Pinho elogia esforço de progresso

O ministro da Agricultura e Pescas, Jaime Silva, aludiu à polémica da escolha da localização, afirmando que não podia ser ignorado tratar-se de uma área abrangida pela rede Natura 2000, mas que «por isso foram tomadas precauções particulares».

Já o ministro da Economia, Manuel Pinho, classificou o empreendimento como «uma bandeira pelo que significa em termos científicos e tecnológicos e importante para o progresso».

A empresa prevê produzir desde já 7000 toneladas de pregado por ano, sendo que cerca de 99 por cento da produção será destinada ao mercado comunitário e à exportação para países terceiros. Esperam-se 800 postos de trabalho, dos quais 200 serão directos.
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Junho 26, 2009, 07:43:59 pm »
Produtores apelam ao consumo de leite

Citar
Cerca de mil produtores de leite juntaram-se na Póvoa de Varzim para pedir aos portugueses para que "consumam leite nacional", caso contrário, o sector "corre o risco de desaparecer".

Eram cerca das 11:00h, quando os produtores de leite, de vários pontos do país, se juntaram na Póvoa de Varzim, rumando depois até Vila do Conde, numa marcha que visou alertar para a necessidade de se "proteger o leite nacional, assim como os seus derivados", apontou Carlos Neves, da organização do movimento "Mais Portugueses".

Para o também produtor, "é preciso que o Governo crie mecanismos que protejam os nossos produtos, caso contrário, o leite de outros países como a Alemanha e Holanda acaba por ser a opção" dos consumidores.

Carlos Neves alega mesmo que há agricultores, mais a sul do país, que já "vivem situações dramáticas".

"Estão a ser avisados que as cooperativas vão deixar de recolher o leite, dentro em breve, porque as grandes superfícies estão a importar este produto de outros países da União Europeia, que se vende a preços contra os quais não podemos competir".

"Caso o Governo não se sente à mesa com os vários agentes do sector (agricultores e distribuidores), para se encontrar uma solução, iremos realizar outras acções de protesto", avançou Carlos Neves.


http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Economi ... id=1276189
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Agosto 04, 2009, 06:55:58 pm »
Tecnicarton abre nova fábrica em Portugal
Companhia oferece diferentes soluções de embalagens industriais

Citar
A Tecnicarton, uma empresa especializada em desenho e fabricação de embalagens industriais anunciou no seu site que vai abrir uma unidade em Aveiro, Portugal.

A nova fábrica será «a única em Portugal capaz de oferecer soluções industriais de embalagem que abrange desde o cartão ondulado convencional até soluções completas de embalagem», informa o comunicado no site da empresa.

A fábrica da Tecnicarton de Aveiro terá novo equipamento industrial e pessoal qualificado, oferecendo produtos em embalagens reutilizáveis, engenharia de embalagens, entre outras linhas de produção.


http://diario.iol.pt/economia/portugal- ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
Re: Indústria Embalagem e Consumo
« Responder #7 em: Setembro 22, 2009, 09:07:52 pm »
Citar
European Bank backs Logoplaste Ukrainian deal
By Keith Nuthall
Posted 22 September 2009 11:13 am GMT
The European Bank for Reconstruction and Development (EBRD) is lending €4.1m to Logoplaste Ukraine, a subsidiary of Portugal’s Logoplaste, one of the largest producers of rigid plastics packaging in Europe.

The bank wants to back Logoplaste Ukraine’s recent acquisition, modernisation and operation of the packaging facilities of the Kiev subsidiary of US-based home-care product manufacturer SC Johnson, which it announced this July. An EBRD note said the initiative would help introduce packaging outsourcing to Ukraine, where it is “still little known”.

This involves plastic bottles being supplied ‘just-in-time’ from factories built within a client’s premises. EBRD Ukraine director André Küüsvek said the concept would be attractive for other companies in Ukraine and neighbouring countries “since it offers an integrated and complete packaging development solution that goes from early innovation and design to engineering, manufacturing and implementation”.

Filipe de Botton, Logoplaste ceo, said: “It was a truly rewarding achievement: we entered a new country, with a great partner, SC Johnson.” He said the project would “enhance the potential for our group's growth in this strategic region in the near future”.

Logoplaste is present in 17 countries with more than 50 plants. Its Ukraine venture is its first in the former USSR.

[ Back ]

http://www.prw.com/subscriber/headlines ... 1253618030
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
Re: Indústria Embalagem e Consumo
« Responder #8 em: Outubro 17, 2009, 01:06:46 pm »
Citar
Gelo inovador dá mais qualidade ao peixe
Biotecnologia integrou extractos de algas de Peniche e das Berlengas no gelo

Um projecto de investigação inovador permitiu produzir um tipo de gelo que garante maior qualidade do pescado. A técnica foi desenvolvida pela a Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche e premiada nos Açores, noticia a «Lusa».

Este gelo especial é «biotecnológico» e contém «um suplemento com extractos de algas de Peniche e das Berlengas, que têm capacidades antioxidantes e antibacterians», explicou o investigador e docente das disciplinas de Biotecnologia e Bioquímica.

Os investigadores acreditam que este tipo de gelo contribuiu para elevar a qualidade do peixe, uma vez que «consegue mantê-lo fresco mais tempo em banca, evitando o aparecimento de algumas bactérias», ao mesmo tempo que «possui um aroma a mar», que leva os consumidores nas grandes superfícies a comprar peixe.

Após este primeiro prémio, os autores do projecto esperam que a Lotaçor venha a incentivar este tipo inovador de gelo não só nas embarcações, mas também nos transportes de pescado para todo o Mundo.

Nos últimos seis meses, os autores do projecto estiveram a avaliar em termos teóricos o potencial das algas existentes na costa de Peniche e das Berlengas, seguindo-se agora as fases de produção do gelo e de validação prática dos resultados.

Ao projecto «Algelo» foi atribuído o primeiro lugar do Prémio Universitário 2008/2009 da Lotacor. A investigação foi levada a cabo por quatro alunos finalistas e um professor da Escola Superior de Turismo e Tecnologia do Mar de Peniche, no âmbito do curso de biotecnologia.

Além dos 8500 euros, o prémio abre igualmente as portas dos alunos autores do projecto, agora já licenciados, à criação de uma empresa na área da biotecnologia, que possa vir a produzir este tipo de gelo ou a desenvolver tecnologia para pôr em prática o projecto.


http://diario.iol.pt/tecnologia/gelo-bi ... -4069.html
"Ask DNA"
 

*

Malagueta

  • 261
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Indústria Embalagem e Consumo
« Responder #9 em: Novembro 22, 2012, 11:12:47 am »
Ílhavo: Vista Alegre e IKEA parceiros em empresa que vai produzir produtos de louça de mesa


A IKEA vai apoiar o Grupo Vista Alegre no investimento que está em preparação e que poderá implantar-se, a breve prazo, no concelho de Ílhavo. Depois dos passos dados à escala municipal para garantir a criação de condições para o desenvolvimento do projeto, agora é o Governo a dar o seu “aval” classificando o projeto como tendo “interesse estratégico”.

.
Os pormenores são revelados no despacho do Ministério da Economia, hoje publicado em Diário da República, e que avança que a entidade proponente do investimento é a “Ria Stone”, uma fábrica de louça de mesa em Grés, do Grupo Vista Alegre Atlantis, participada na totalidade pela Vista Alegre Atlantis.

 

Está desfeito o segredo que a Câmara de Ílhavo guardou ao longo dos últimos meses, assumindo uma atitude de contra-relógio para preparar todas as questões formais e burocráticas que permitissem a instalação da empresa no concelho de Ílhavo.

A recente visita do presidente da AICEP ao Município e o encontro de trabalho com representantes do grupo Vista Alegre Atlantis terão sido momentos decisivos no avanço do processo.

 

Esta nova empresa foi constituída em Junho deste ano, tendo em vista a produção de artigos em grés para uso doméstico e resulta de um processo de seleção lançado pela empresa sueca IKEA a fim de encontrar um fornecedor para três linhas de produtos de louça de mesa.

 

Segundo a tomada de posição do Governo, o projeto “reúne as condições necessárias à sua qualificação como de interesse estratégico para a economia portuguesa e para a região onde se localiza” admitindo-se o Enquadramento Nacional de Sistemas de Incentivos ao Investimento nas Empresas.

 

No despacho do Secretário de Estado Adjunto da Economia e Desenvolvimento Regional, Almeida Henriques, e do Secretário de Estado do Empreendedorismo, Competitividade e Inovação, Carlos Nuno Alves de Oliveira, é adiantado que o investimento, a implementar entre 1 de setembro de 2012 e 1 de setembro de 2014, envolve “um montante total de cerca de 19,5 milhões de euros” a pensar na construção de uma unidade fabril para a produção de louça de mesa em grés, incorporando processos e métodos pioneiros desenvolvidos pela empresa, bem como as mais recentes inovações tecnológicas ao nível de equipamento fabril para o setor, para fornecer a multinacional IKEA”.

 

Este projeto de investimento será implementado no concelho de Ílhavo e prevê efeitos positivos para outras empresas fornecedoras de pequena e média dimensão.

 

No arranque deverá contar com 144 novos postos de trabalho, “dos quais 13 altamente qualificados” e o projeto será “orientado para a exportação, representando as vendas no mercado externo cerca de 85 % a 90 % da faturação da empresa” admitindo-se que “entre 2014 e 2021 se prevê possa representar cerca de 110 milhões de euros de valor acumulado”.

Para fornecer a IKEA, esta unidade fabricará peças em grés de diversas cores e tamanhos, num total de 40 referências, representando uma produção de 30 milhões de peças por ano.

 

A opção pela monocozedura, em oposição à bicozedura atualmente utilizada, “será o fator chave de inovação de todo o processo produtivo”, uma solução menos agressiva em termos ambientais, menos poluente, com menos emissão de gases, prevendo -se também uma redução do volume de resíduos sólidos
 

 

Grupo Vangest investe 3,2 milhões em fábrica para indústria

Iniciado por Cabeça de Martelo

Respostas: 0
Visualizações: 2421
Última mensagem Dezembro 05, 2006, 02:45:47 pm
por Cabeça de Martelo
Portugal fornecedor da indústria automóvel sul-africana?

Iniciado por Cabeça de Martelo

Respostas: 1
Visualizações: 2469
Última mensagem Julho 16, 2015, 10:04:53 pm
por HSMW
Sonae Indústria: Notícias

Iniciado por Marauder

Respostas: 4
Visualizações: 1483
Última mensagem Julho 29, 2006, 09:33:44 am
por Marauder
Indústria Têxtil

Iniciado por Chicken_Bone

Respostas: 15
Visualizações: 5787
Última mensagem Outubro 08, 2010, 12:07:37 pm
por pedrojoao
Indústria Aeroespacial

Iniciado por Chicken_Bone

Respostas: 38
Visualizações: 9651
Última mensagem Julho 03, 2019, 04:52:33 pm
por Lusitano89