Embraer em Portugal

  • 43 Respostas
  • 15540 Visualizações
*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
Embraer em Portugal
« em: Setembro 27, 2008, 07:48:33 pm »
Olá.

Decidi criar o topico para n colocarmos td no topico do Skylander.

Encontrei agora mais 1 noticia sobre o investimento da Embraer em Evora:

http://www.compositesworld.com/news/emb ... tugal.aspx

Para o pessoal q n conheça mais ou menos a empresa, esta é, supostamente o 3º maior fabricante de aeronaves, dpois da Boeing e Airbus.


Citar
Embraer to create composites center of excellence in Portugal

News Item from: High Performance Composites
Article Date: 9/15/2008

Click Image to Enlarge

Plane

Source: Embraer
Embraer (São José dos Campos, Brazil) announced in late July plans to implement two new industrial units dedicated to manufacturing complex airframe structures, one focused on metallic assemblies and the other on composites. Both will be located in the city of Évora, Portugal.

The event was attended by Portugal's Prime Minister José Sócrates Carvalho Pinto de Souza; the president of Brazil, Luiz Inácio Lula da Silva; and Embraer's president/CEO Frederico Fleury Curado as well as government and press officials from both countries.

"We are pleased to announce new investments in Portugal, which represent another important strategic step towards improving Embraer's productivity and competitiveness, while also supporting the company's growth and its global presence," said Curado. "We firmly believe that these technological state-of-the-art operations will represent an important contribution to the region of Évora, as well as to Portugal and to the European Union, one of our largest and most important markets, both for our supplies and aircraft sales and services."

The selection of the city of Évora was based on several factors, including potential access to qualified labor, logistics and an existing aeronautical technological center. According to the company, the new center will incorporate automation, consistent with Embraer's lean manufacturing initiatives. The composites facility represents an estimated investment of €48 million ($71.6 million USD) over the next six years. A July 29 Bloomberg news service report suggested that Toray Industries Inc. (Tokyo, Japan) is in talks with both Embraer and Bombardier Inc. (Montreal, Quebec, Canada) to develop carbon fiber for use in composite components for each company's regional jets.


Babes, queremos babes.
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Fevereiro 19, 2009, 09:13:22 pm »
Crise: Brasileira Embraer vai despedir 20 por cento dos seus trabalhadores, mais de 4.000 pessoas

http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interio ... id=1149758

Citar
Rio de Janeiro, 19 Fev (Lusa) - A empresa de aeronáutica brasileira Embraer anunciou hoje em comunicado que vai reduzir em 20 por cento dos seus efectivos, mais de 4.000 trabalhadores, devido "à crise sem precedentes que afecta a economia mundial".

A Embraer dispõe actualmente de uma força de trabalho total de 21.362 efectivos.

A empresa brasileira tem prevista a construção de duas fábricas em Évora, uma de estruturas metálicas para a produção de aeronaves e outra para materiais compósitos, mais leves e mais resistentes, cuja construção deverá arrancar até ao Verão deste ano.

Os contratos de investimento com a Embraer, aprovados pelo Governo Português em Setembro de 2008, estão avaliados em 170 milhões de euros e projectam a criação de 570 postos de trabalho.

NM.

Lusa/fim
"Ask DNA"
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Março 24, 2009, 04:32:31 pm »
Embraer garante que «vai manter investimento» em Évora


O presidente da Embraer Aviation, Luiz Fernando Fuchs, garantiu hoje em Lisboa que a construtora aeronáutica brasileira «vai manter o investimento» em Évora apesar da difícil conjuntura económica internacional.

Luiz Fernando Fuchs, que hoje esteve em Lisboa para assistir a apresentação do Plano de Qualificação para o Sector Aeronáutico, garantiu que a empresa aeronáutica «vai manter o investimento» em Évora apesar da difícil conjuntura económica, que já levou aquele grupo anunciar despedimentos noutros países.

Os contratos de investimento em Portugal, «por enquanto, ainda não serão afectados pela crise», salientou o presidente da segunda maior empresa exportadora do Brasil, com participação na OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal.

Na sua intervenção, Luiz Fernando Fuchs falou sobre a presença da empresa em Portugal no quadro da sua estratégia europeia, salientando o «interesse de trabalhar com o Governo português para reforçar o interesse no sector em Portugal».

Lembrando que o «mercado predominante em termos de concentração de vendas situa-se nos Estados Unidos e só depois na Europa», Luiz Fernando Fuchs salientou que o investimento em Portugal, estimado em 170 milhões de euros, «poderá acelerar o processo» em território europeu.
A construtora Embraer pretende instalar duas fábricas no futuro parque aeronáutico de Évora, uma delas para a produção de aeronaves e a outra para fabricar materiais compósitos, criando cerca de 570 postos de trabalho.

Por sua vez, o presidente da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Basílio Horta, salientou que a criação e consolidação de um cluster de empresas nacionais que operem no ramo aeronáutico é «possível», referindo que em Portugal a «competitividade neste sector já está demonstrada». «Este é o primeiro passo para que, a médio prazo, entre três a cinco anos, um grupo de empresas nacionais qualificadas trabalhem como fornecedoras da indústria aeronáutica mundial e para que, em Portugal, seja criado um cluster significativo neste sector», afirmou.

O responsável salientou que, apesar de uma «presença ainda reduzida» no país, existe em Portugal «know-how de engenharia técnica, motivação e disponibilidade das empresas para apostarem no sector e um elevado número de empresas qualificadas». Basílio Horta também lembrou que, actualmente, há «uma visão e óptica que recomendam um melhor envolvimento da indústria aeronáutica» por ser «um sector em crescimento», que é reconhecido pelo seu «elevado investimento no desenvolvimento tecnológico» e «significativo efeito de criação de postos de trabalho directos e indirectos altamente qualificados».

«Há, contudo, um conjunto de características que têm de ser melhoradas, designadamente o melhoramento da qualificação das empresas portuguesas do sector», frisou.

A opinião foi partilhada por Joaquim Menezes, vice-presidente da Direcção da Associação Pool.Net, que, no encontro, apresentou a «Estratégia de Sensibilização e Qualificação para o Sector Aeronáutico na área de Engineering and Tooling», que integrará oito workshops nos próximos meses.

Segundo o responsável, esta estratégia visa «dotar os gestores de conhecimentos mais profundos da industria aeronáutica e, numa segunda fase, de competências específicas que lhes permitam o alinhamento das suas estratégias internas com a estratégia de criação de um cluster em Portugal, fornecedor do sector aeronáutico mundial».

«É preciso potenciar capacidades existentes nas empresas e no sector, bem como criar ferramentas que nos permitam ser um valor acrescentado», sublinhou, ressalvando que o interesse em apostar no sector aeronáutico «não deriva da crise», foi «identificado antes numa lógica de oportunidades e inovação».

Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Julho 25, 2009, 01:07:31 pm »
Novo centro de excelência da Embraer arranca domingo


A primeira pedra do novo centro de excelência que a construtora aeronáutica brasileira Embraer pretende instalar em Évora será lançada domingo, prevendo um investimento inicial de 148 milhões de euros e a criação de 570 postos de trabalho directos.

«É uma nova página que se abre na cidade e na região do Alentejo», considerou hoje o presidente da Câmara Municipal de Évora, José Ernesto Oliveira, em declarações à agência Lusa.

A cerimónia, marcada para domingo, às 11:30, vai decorrer junto ao aeródromo municipal de Évora, contando com a presença do Primeiro-Ministro português José Sócrates, do presidente executivo da Embraer, Frederico Fleury Curado, do autarca José Ernesto Oliveira e de membros do Governo.

Lusa

 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Julho 26, 2009, 06:11:21 pm »
oxente, tanto tempo, né?

Citar
Aeronáutica: Fábrica da Embraer em Évora começa a laborar no primeiro semestre de 2012
16h35m

Évora, 26 Jul (Lusa) - O presidente executivo da Embraer, Frederico Fleury Curado, revelou hoje que a primeira fábrica da empresa em Évora deverá começar a laborar no primeiro semestre de 2012 e anunciou a abertura de uma escola para formação de trabalhadores.

"A construção civil deverá demorar 18 meses, depois segue-se toda a parte industrial. Devemos começar a ter produção no primeiro semestre de 2012", indicou o responsável pela construtora aeronáutica brasileira.

Frederico Fleury Curado falava aos jornalistas no final da cerimónia de lançamento da primeira pedra da primeira de duas fábricas que a Embraer pretende instalar na cidade alentejana.


http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Interio ... id=1318139
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Julho 26, 2009, 08:18:22 pm »
Citar
Mais três fábricas subsidiárias da Embraer em Évora
Empresas do sector da aviação já manifestaram intenção de se instalar no parque industrial aeronáutico da cidade

O autarca de Évora, José Ernesto Oliveira, revelou este domingo que três novas empresas do sector da aviação já manifestaram intenção de se instalar no parque industrial aeronáutico da cidade, onde a brasileira Embraer vai investir 148 milhões de euros.

Trata-se, segundo o autarca, de duas empresas estrangeiras e uma portuguesa, que serão subsidiárias das fábricas da construtora aeronáutica brasileira.

«É o efeito de arrastamento dos grandes projectos», disse José Ernesto Oliveira, salientando que os novos investimentos permitem a criação de um «cluster» aeronáutico em Évora.


http://diario.iol.pt/economia/embraer-e ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Julho 26, 2009, 08:24:28 pm »
Ver notícia acima.

O jornalista da notícia seguinte é otário. No título mete o Sócrates a dizer "A partir de agora", mas no corpo já cita "a partir daqui". Duvido que o Sócrates tenha usado ambos; ainda por cima, se dissesse "a partir de agora" o Sócrates estaria a enterrar-se.

Citar
«A partir de agora, Portugal fabrica aviões»
País passa da manutenção para fabrico de aeronaves, sublinha Sócrates no lançamento da primeira pedra de centro da Embraer

O primeiro-ministro sublinhou este domingo que o novo centro de excelência da construtora brasileira Embraer em Évora inaugura uma nova fase da indústria aeronáutica em Portugal, evoluindo o país da manutenção para o fabrico de aviões.

«É um investimento da maior importância para Portugal, porque inaugura uma nova fase da indústria aeronáutica no nosso país. Significa que Portugal passa da manutenção para o fabrico de aviões», disse José Sócrates.

O primeiro-ministro falava durante a cerimónia de lançamento da primeira pedra de uma de duas fábricas que a construtora aeronáutica brasileira Embraer pretende instalar na cidade alentejana.

José Sócrates considerou que o investimento da Embraer significa «intensidade tecnológica de know-how e inserção de Portugal no contexto da economia global, num dos sectores de maior investigação e desenvolvimento».

Destacando o «pulo tecnológico» que Portugal dá, o primeiro-ministro considerou que o investimento permite a criação de um «cluster» aeronáutico no Alentejo.

«Quero sublinhar a dimensão nacional que este investimento tem, não apenas pela dimensão do investimento, não apenas pelo emprego que gera, não apenas porque se destina à exportação, mas pelo que ele significa de um salto tecnológico no nosso país. A partir daqui, Portugal fabrica aviões».


http://diario.iol.pt/economia/socrates- ... -4058.html
"Ask DNA"
 

*

Get_It

  • Investigador
  • *****
  • 1703
  • Recebeu: 187 vez(es)
  • Enviou: 433 vez(es)
  • +7/-1
(sem assunto)
« Responder #7 em: Julho 27, 2009, 03:24:35 am »
Epá, se eu fosse o gajo que viesse substituir o Sócrates depois do mandato dele voltava a fazer outra cerimónia. Podia ser por exemplo a cerimónia para colocar a primeira telha no telhado da fábrica.

Cumprimentos,
:snip: :snip: :Tanque:
 

*

Heraklion

  • Membro
  • *
  • 299
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Agosto 13, 2009, 12:24:36 am »
Na fábrica de Évora vão ser produzidos aviões ou apenas peças???
Alguém sabe?
Nos liberi sumus;
Rex noster liber est;
Manus nostrae nos liberverunt
 

*

Chicken_Bone

  • 488
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Agosto 13, 2009, 12:29:06 am »
Lê o primeiro "post" para teres a resposta directa à tua pergunta. Nos restantes "posts", tens a resposta implícita à tua pergunta; pista: nº de trabalhadores.
"Ask DNA"
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Agosto 19, 2009, 11:16:28 am »
Citação de: "Heraklion"
Na fábrica de Évora vão ser produzidos aviões ou apenas peças???
Alguém sabe?


O Polo aronautico de Évora, vai ser constituído por 2 pavilhões/fabricas, numa primeira fase vai somente fabricar peças/componentes para aviões, mais tarde provavelmente aviões de pequeno porte da familia Legacy vamos aguardar.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11063
  • Recebeu: 381 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Embraer em Portugal
« Responder #11 em: Maio 19, 2010, 03:06:04 pm »
Embraer tem "luz verde" da UE para investir em Évora

A Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia deu luz verde ao avanço dos projectos de investimento da Embraer na construção de duas fábricas na área da aeronáutica em Évora, disseram hoje à Lusa fontes do Governo português.

A comunicação por parte da Direção-Geral da Concorrência europeia, que levantou dúvidas sobre a legalidade das ajudas a conceder pelo Estado português ao projecto de investimento da multinacional brasileira em Portugal, acontece no dia em que se inicia em Lisboa a 11º cimeira Luso-brasileira com a presença do chefe de Estado do Brasil, Lula da Silva.

Com esta resposta da Direção-Geral da Concorrência europeia, o Governo português considera que o projecto da Embraer em Évora "está muito bem encaminhado".

O projecto da Embraer em Évora, anunciado em 2008, prevê a instalação de duas fábricas no parque industrial aeronáutico de Évora, uma delas de estruturas metálicas (asas) e outra para produzir materiais compósitos (caudas), sendo que as unidades serão dedicadas inicialmente ao suporte logístico de jactos executivos.

O investimento está orçado em 400 milhões de euros.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11063
  • Recebeu: 381 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Embraer em Portugal
« Responder #12 em: Maio 19, 2010, 08:10:17 pm »
Brasil admite escolher empresas lusas para fornecer Embraer


O ministro brasileiro do Comércio e da Indústria Miguel Jorge disse hoje que Brasília poderá escolher empresas portuguesas para fornecer peças para o novo avião de transporte militar da Embraer se o Governo português optar por comprar este aparelho.

"Vou fazer aqui um lobby: a eventual compra de aparelhos KC-390 pelo Governo português - sem ser condição [essencial] - ajuda bastante a tornar este projecto mais interessante em termos comerciais, o que pode ajudar também a escolher Portugal a participar mais nessa aeronave", disse Miguel Jorge num encontro empresarial à margem da 10ª cimeira luso-brasileira.

De acordo com o ministro, existem já 16 fornecedores portugueses a discutir com a Embraer a participação no fornecimento de peças para este avião.

O KC-390 é um avião de transporte militar que a Embraer está a desenvolver para substituir os C-130 actualmente usados pela força aérea portuguesa e pela brasileira.

É também um concorrente directo do A-400 desenvolvido pela Airbus, um projecto em que Portugal chegou a estar envolvido.

O ministro brasileiro revelou ainda que a força aérea brasileira já encomendou entre 35 e 50 deste aparelhos, decisão que foi essencial para que o projecto avançasse.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11063
  • Recebeu: 381 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Embraer em Portugal
« Responder #13 em: Setembro 16, 2010, 06:38:32 pm »
Câmara de Évora isenta Embraer de taxas urbanísticas


A Câmara de Évora decidiu isentar de taxas urbanísticas a empresa aeronáutica brasileira Embraer, que pretende construir duas fábricas na cidade, por ser considerado um projecto «estruturante para o desenvolvimento económico e social do concelho».

O projecto da Embraer «é, claramente, estruturante para o desenvolvimento económico e social do concelho, por isso recebe estes apoios, fruto de uma política de incentivo e apoio à fixação de empresas», disse hoje à Agência Lusa o presidente da Câmara de Évora, José Ernesto Oliveira.

A decisão do município alentejano de isentar de taxas urbanísticas as fábricas da construtora aeronáutica brasileira, num valor de cerca de 63 mil euros, foi aprovada, por unanimidade, na última reunião pública de câmara.

As obras das duas fábricas vão arrancar no próximo mês de novembro, anunciou, em julho último, o presidente da Embraer Europa, Luiz Fuchs, à margem da feira internacional de aviação de Farnborough, perto de Londres.

Na altura, o responsável adiantou que as obras estariam concluídas no final de 2011 e a produção começaria a partir de 2012. Hoje, o autarca alentejano explicou que, «pelo conhecimento que a Câmara Municipal tem, os prazos mantêm-se».

«Como estamos na fase de definição de taxas, é porque o projeto está completamente concluído na sua apreciação. Da parte da câmara, tudo aquilo que havia a fazer, está feito», afirmou José Ernesto Oliveira.

 O projecto da Embraer em Évora, anunciado em 2008, prevê a instalação de duas fábricas no parque industrial aeronáutico da cidade, uma delas de estruturas metálicas (asas) e outra para produzir materiais compósitos (caudas), sendo que as unidades serão dedicadas inicialmente ao suporte logístico de jactos executivos.

A empresa brasileira prevê um investimento inicial de 148 milhões de euros e a criação de 600 postos de trabalho diretos.

Lusa
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 11063
  • Recebeu: 381 vez(es)
  • Enviou: 227 vez(es)
  • +62/-46
Re: Embraer em Portugal
« Responder #14 em: Abril 27, 2011, 08:50:18 pm »
Embraer espera exportar a partir de Évora em agosto de 2012


As fábricas de Évora da construtora aeronáutica brasileira Embraer deverão começar a exportar em «agosto de 2012», podendo estar a funcionar em velocidade de cruzeiro «cerca de um ano depois», estimou hoje um responsável da empresa.

«A previsão é termos as primeiras produções exportáveis em agosto de 2012, no verão do ano que vem, e termos, cerca de um ano depois, a produção, já em 'cruzeiro', das fábricas», garantiu João Taborda, diretor de Relações Externas da Embraer Europe.

O responsável falava aos jornalistas em Évora, à margem de um encontro entre empresas portuguesas e da região espanhola da Andaluzia que operam no setor aeronáutico, promovido pela PEMAS e pela Agência Andaluza de Promoção Externa (EXTENDA).


Lusa




Embraer de Évora poderá fomentar parcerias com Andaluzia


O investimento da Embraer em Évora, com a construção de duas fábricas, vai desenvolver o setor aeronáutico em Portugal e abrir oportunidades para parcerias neste setor entre empresas portuguesas e da Andaluzia (Espanha), garantiu hoje um responsável espanhol.

«Este setor está a crescer em Espanha, mas vai crescer também em Portugal», afiançou à Agência Lusa Manuel Cruz Ballesteros, diretor da Fundação Hélice, que representa o «cluster» aeronáutico da Andaluzia.

À margem de um encontro em Évora, que juntou empresas daquela região espanhola e de Portugal ligadas ao setor aeronáutico, o responsável realçou a importância do projeto da construtora brasileira Embraer na cidade alentejana.

Lusa
 

 

Iniciativa "Compromisso Portugal"

Iniciado por Tiger22

Respostas: 0
Visualizações: 2281
Última mensagem Fevereiro 11, 2004, 04:12:19 pm
por Tiger22
Portugal Confidencial - " A pista da energia" ...

Iniciado por dremanu

Respostas: 5
Visualizações: 3318
Última mensagem Abril 27, 2004, 11:28:13 am
por ferrol
Rede Logística Nacional / Portugal "Logístico"

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1744
Última mensagem Julho 15, 2006, 09:20:16 am
por Marauder
Portugal pode cair na dependência assistida como Sul Itália

Iniciado por Marauder

Respostas: 8
Visualizações: 2859
Última mensagem Maio 09, 2006, 11:55:00 pm
por NVF
El Corte Ingles abre o segundo centro comercial em Portugal

Iniciado por Nadie

Respostas: 4
Visualizações: 3637
Última mensagem Maio 24, 2006, 06:05:52 pm
por Marauder