Notícias da Marinha do Brasil

  • 1201 Respostas
  • 254678 Visualizações
*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4779
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +36/-16
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1170 em: Julho 30, 2018, 10:43:11 am »
Nunca deviam ter acabado com o NAE Minas Gerais, é ponto assente:

https://www.naval.com.br/blog/2018/07/29/fotos-da-visitacao-publica-ao-nael-minas-gerais-23-de-setembro-de-1990-porto-de-santos/

Citar
Fotos da visitação pública ao Navio-Aeródromo Ligeiro Minas Gerais (A11), em 23 de setembro de 1990, no Porto de Santos.









Cumprimentos
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Vitor Santos

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1171 em: Agosto 05, 2018, 10:25:23 pm »
Marinha do Brasil organiza V Conferência das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP


Citar
O Brasil será a sede da V Conferência das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), o fórum mais importante entre as Marinhas e Guardas Costeiras de língua portuguesa sobre assuntos ligados ao mar. Organizado pela Marinha do Brasil, o evento ocorrerá entre os dias 7 e 9 de agosto, na cidade do Rio de Janeiro, na Escola de Guerra Naval (EGN).


 
A Conferência constará de palestras apresentadas pelos Chefes das Delegações e proporcionará discussões sobre o Tema Central: “A cooperação entre as Marinhas para exercer a soberania nas águas jurisdicionais dos países”. Nesta V Conferência, as Marinhas dos seguintes países confirmaram presença: Marinha de Guerra Angolana, Marinha do Brasil, Guarda Costeira de Cabo Verde, Marinha de Guerra de Moçambique, Marinha de Portugal, Guarda Costeira de São Tomé e Príncipe e a Marinha da Guiné Equatorial.

A CPLP foi criada em 17 de julho de 1996, durante a Cimeira de Chefes de Estado e de Governo. Atualmente, são países-membros: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Guiné Equatorial. Um dos objetivos gerais da Organização é a cooperação em todos os domínios, inclusive os da educação, saúde, ciência e tecnologia, defesa, oceanos, agricultura, administração pública, comunicações, justiça, segurança pública, cultura, desporto e comunicação social.

No ambiente da Defesa, foi assinado, em setembro de 2006, o “Protocolo de Cooperação da CPLP no Domínio da Defesa”. Esse documento define como objetivo geral “promover e facilitar a cooperação entre os Estados-Membros no domínio da Defesa, através da sistematização e clarificação das ações a empreender”. Dispõe como objetivos específicos:

a) Criar uma plataforma comum de partilha de conhecimentos em matéria de Defesa Militar;

b) Promover uma política comum de cooperação nas esferas da Defesa e Militar; e

c) Contribuir para o desenvolvimento das capacidades internas com vista ao fortalecimento das Forças Armadas dos países da CPLP.

O Protocolo estabeleceu os seguintes órgãos como componentes da Defesa da CPLP:

a) Reunião de Ministros da Defesa Nacional ou equiparados dos Estados Membros;

b) Reunião de Chefes de Estado-Maior-General das Forças Armadas ou equiparados dos Estados-Membros;

c) Reunião de Diretores de Política de Defesa Nacional ou equiparados    dos Estados-Membros;

d) Reunião de Diretores dos Serviços de Informações Militares ou equiparados dos Estados-Membros;

e) Centro de Análise Estratégica; e

f) Secretariado Permanente para os Assuntos de Defesa (SPAD).


Especificamente sobre o encontro entre as Marinhas, entre 2 e 4 de julho de 2008, ocorreu o I Simpósio das Marinhas da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, realizado na Academia da Marinha de Portugal, na cidade de Lisboa, que teve como tema central: “O papel das Marinhas no atual contexto internacional”.

O II Simpósio aconteceu no período de 30 de junho a 1º de julho de 2010, em Luanda, Angola e teve como tema: “As Marinhas e os desafios do Século XXI”. O III Simpósio ocorreu entre os dias 8 e 10 de maio, na cidade do Rio de Janeiro e teve como tema: “Garantia da defesa e segurança marítimas, em âmbito nacional, regional e global.

A cooperação entre as Marinhas para o monitoramento e o controle do tráfego marítimo nas águas jurisdicionais dos países”. O penúltimo evento, agora com a designação de Conferência, foi em Maputo, em fevereiro de 2015. O tema central foi: “Importância do Mar para o Desenvolvimento dos Países da CPLP”.

FONTE: https://www.naval.com.br/blog/2018/08/03/marinha-do-brasil-organiza-v-conferencia-das-marinhas-da-comunidade-dos-paises-de-lingua-portuguesa-cplp/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1172 em: Agosto 13, 2018, 06:32:19 pm »
Brasil junta-se às Forças Marítimas Combinadas


Citar
O Brasil uniu-se às Forças Marítimas Combinadas (CMF), tornando-se o 33º membro da parceria naval multinacional. O Brasil tem um número de oficiais de ligação trabalhando ao longo dos anos dentro da organização para desenvolver habilidades e entender como a CMF trabalha.

O comandante João Prudêncio Enes, da Marinha do Brasil, torna-se o primeiro oficial a atuar como Representante Nacional Sênior do Brasil como membro ativo.

“No dia 30 de julho, a Marinha do Brasil atendeu a carta convite do CCFM aceitando a afiliação como membro titular da CMF. A Marinha do Brasil considera esse tipo de evento uma excelente oportunidade para reforçar os laços de amizade, além de promover a cooperação e o respeito mútuo entre as marinhas participantes ”,afirmou  um porta-voz da Marinha do Brasil.

Como explicado, a adição do Brasil à coalizão CMF significa que eles agora têm representação em todos os continentes habitados e se tornaram uma força-tarefa marítima global.

“Estou muito feliz em receber o Brasil em nossa crescente organização. Isso mostra que as questões de segurança marítima, como pirataria e atividades terroristas, são uma preocupação verdadeiramente global e estamos ansiosos para que a Marinha do Brasil contribua com nossa parceria internacional ”  , comentou o Comodoro Steve Dainton, vice-comandante da CMF.

A CMF dedica-se a promover a segurança e o livre fluxo do comércio em 3,2 milhões de milhas quadradas de águas internacionais no Mar Vermelho, no Golfo de Aden, na Bacia Somali, no Oceano Índico e no Golfo. As principais áreas de foco da CMF são a interrupção do terrorismo, a prevenção da pirataria, a redução de atividades ilegais e a promoção de um ambiente marítimo seguro para todos.

Atualmente a CMF é composta pelas  marinhas dos seguintes países.

Alemanha,

Austrália,

Bahrein,

Bélgica,

Brasil,

Canada,

Catar,
Dinamarca,

Emirados Árabes Unidos,

Espanha,

Estados Unidos,

Filipinas,

França,

Holanda,

Grécia,

Itália,

Iraque,

Japão,

Jordânia,

Kuwait,

Malásia,

Nova Zelândia,

Noruega,

Paquistão,

Portugal,

República da Coréia do Sul

Reino da Arábia Saudita,

Reino Unido,

Seycheles,

Singapura

Tailândia,

Turquia

Yemen.
Fonte: Naval Today / http://www.planobrazil.com/brasil-junta-se-as-forcas-maritimas-combinadas/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1173 em: Agosto 24, 2018, 01:49:34 pm »
Os primeiros pousos de helicópteros no PHM Atlântico

Citar
Hoje pela manhã foram realizados os primeiros pousos de helicópteros da Força Aeronaval a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) Atlântico (ex-HMS Ocean).

O PHM Atlântico iniciou hoje a VSA (Vistoria de Segurança de Aviação) ao largo de Cabo Frio, com o objetivo de deixar o navio apto a realizar operações aéreas seguras com os helicópteros da Força Aeronaval.

Nos vídeos e fotos divulgados pela MB aparecem um UH-15 Super Cougar, um SH-16 Sea Hawk e um IH-6B Bell Jet Ranger III realizando a VSA no PHM Atlântico.

Os primeiros pousos de aeronaves a bordo do novo porta-helicópteros da Marinha do Brasil coincidiram com o Dia da Aviação Naval, comemorado hoje.

Haverá um Desfile Naval para a chegada do PHM Atlântico ao Rio de Janeiro no dia 25/08, com início às 08:30h na orla da Barra da Tijuca, percorrendo toda a orla da Zona Sul, adentrando a Baía de Guanabara até a altura da Escola Naval.

O PHM Atlântico deverá atracar no AMRJ às 12h.

FONTE: https://www.naval.com.br/blog/2018/08/23/os-primeiros-pousos-de-helicopteros-no-phm-atlantico/




 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1174 em: Agosto 24, 2018, 02:10:26 pm »
AH-11B Super Lynx - Conheça o programa de modernização


Citar
O Defesa Aérea & Naval esteve na fábrica da Leonardo Helicopters na cidade de Yeolvil – UK, para conhecer o programa de modernização das aeronaves AH-11A (Mk-21A) Super Lynx, atualmente em andamento. As aeronaves após a modernização passarão a ter a denominação AH-11B (Mk-21B).

O DAN foi recebido por Geoff Russel, Relações Públicas da empresa, por Les Cameron, Chefe de Vendas da Área Militar, por Jeremy Fox, Gerente do Programa e pelo Capitão de Mar e Guerra Luciano Claro Garcia, Chefe do Grupo de Fiscalização e Recebimento de Aeronaves Lynx (GFRLYNX). Iniciando a visita, Les Cameron fez uma apresentação sobre a empresa, mostrando os modelos fabricados e os planos futuros. Em seguida Jeremy Fox, fez a apresentação do programa de modernização das aeronaves da Marinha do Brasil.

De AH-11A para AH-11B

O contrato de modernização das aeronaves Lynx, prevê a modernização de 8 aeronaves do esquadrão HA-1, composto pelas aeronaves AH-11A (Mk-21A), que após modernizadas serão identificadas como AH-11B. O contrato com a Leonardo abrange a instalação de novos motores CTS800-4N, com os devidos reforços estruturais, transmissão e sistemas elétricos associados. O novo motor é amplamente utilizado na versão Super Lynx 300 e no AW159 Wildcat.

A adição de um novo Glass Cockpit se fez necessária, trazendo a aeronave para o século 21. Além dos novos displays, a automação da aeronave é um importante marco, como por exemplo, o gerenciamento dos motores através do FADEC, que permite uma partida mais rápida.

A aeronave conta com um cockpit dotado de um processador tático, sistema de navegação baseado em satélite, auxílio de
navegação civil, incluindo um sistema de prevenção de colisão de tráfego aéreo (TCAS), sistema de identificação automática (AIS), suíte defensiva incorporada ao RWR/ESM, sistema de contramedidas com dispensers de Chaff e Flare, compatibilidade para operar com Night Vision Goggle (NVG) completo e um novo Hoist elétrico.

O contrato prevê ainda suporte logístico, curso para TACCO, curso de suporte operacional de guerra eletrônica, publicações técnicas revisadas, sobressalentes, treinamento de tripulações e mecânicos.

Atualmente existem 5 helicópteros AH-11 Super Lynx na fábrica da Leonardo em Yeovil. As aeronaves N-4001 e N-4004 praticamente prontas serão entregues este ano e as N-4005, N-4003 e N-4010 em diferentes fases de modernização. As próximas aeronaves a serem modernizadas serão as N-4012 (envio para a fábrica em 2019), N-4009 e N-4006, finalizando o programa em 2021.

Para poder realizar a modernização, foi necessário a reconstrução da célula da aeronave. Com a célula no gabarito, se inicia a desmontagem estrutural da aeronave, verificando a existência de corrosão, rachaduras ou qualquer outro problema, antes de avançar para outra etapa.

Aeronaves em voo

As duas primeiras aeronaves modernizadas, já estão realizando voos de aceitação para depois serem enviadas para o Brasil. A primeira, a N-4001, está com seu ciclo de voos de teste finalizado, aguardando a preparação para ser embarcada para o esquadrão HA-1 na Base Aeronaval de São Pedro D’Aldeia – RJ.

A aeronave N-4004 estava dentro do Hangar, mas por conta de nossa visita, nossos anfitriões da Leonardo a rebocaram até um spot para que fosse possível a realização das imagens da mesma.

A N-4004 se encontra realizando testes em voos de verificação de compatibilidade eletromagnética (EMC), antes de ser dada como pronta para junto com a N4001, serem enviadas ao Brasil.

O novo painel confere ao novo AH-11B um salto para o século 21, conferindo a aeronave uma atualização que a coloca no mesmo nível de aeronaves mais atuais. Uma das diferenças observadas é que graças ao FADEC, agora a partida dos motores é feita através de um “switch” elétrico.

Infelizmente não foi possível entrar na aeronave, pois ela estava com sensíveis equipamentos eletrônicos de medição eletromagnética, e por esta razão as imagens do interior da mesma ficaram um pouco restritas. Mas externamente, os pilotos abriram, o cofre do novo motor para que pudéssemos fazer imagens dele já instalado.

Com o AH-11B do lado de fora foi possível ver o novo DAS /ESM, os novos dispensers de Chaff/Flare, o novo Hoist e ter a confirmação de que a aeronave está configurada para utilizar o míssil SeaSkua. Segundo o CMG Luciano Garcia, a DAerM junto com a DSAM estudam para no futuro vir a equipar os AH-11B com um novo míssil, completando com chave de ouro o programa.

Ao final de nossa visita fomos apresentados aos pilotos de teste da Leonardo Helicopters, responsáveis pelos voos de aceitação dos AH-11B, agradecendo a simpatia com que fomos recebidos por todos e nos despedindo de Yeovil-UK, aguardando ansiosamente a chegada das duas aeronaves ainda este ano para afiar as garras de nossos Linces.

FONTE: http://www.defesaaereanaval.com.br/ah-11b-super-lynx-conheca-o-programa-de-modernizacao-na-leonardo-helicopters/




















 :G-beer2:
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9441
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +17/-7
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1175 em: Agosto 26, 2018, 02:18:48 pm »
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9441
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +17/-7
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1176 em: Agosto 30, 2018, 05:32:29 pm »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1177 em: Setembro 04, 2018, 01:54:11 pm »
Marinha do Brasil recebe quarto jato AF-1 modernizado pela Embraer


Citar
No dia 23 de agosto, Dia da Aviação Naval, foi finalizada a fase de aceitação da aeronave modernizada AF-1B N-1008, encerrando mais uma etapa do contrato de modernização dos AF-1B/C.

Em 29 de agosto, a aeronave foi transferida ao setor operativo, aumentando a capacidade de inteligência e defesa aérea da Força Naval e possibilitando a demonstração de incremento da Base Industrial de Defesa, por meio da empresa Embraer Defesa e Segurança.

A empresa desenvolveu tecnologia nacional para integração de sistemas embarcados para combate e criou integralmente o software embarcado de missão das aeronaves modernizadas (Operational Flight Program), o que permite maior independência nacional.

O AF-1B N-1008 modernizado poderá ser utilizado em operações de inteligência, uma vez que apresentou evolução no quesito furtividade, por receber pintura que reduz a identificação visual.

Todas as aeronaves modernizadas receberam o radar israelense EL/M 2032, que possui os seguintes modos de operação: ar-ar, ar-mar, ar-solo e navegação, e tem como principal tarefa detectar e rastrear alvos aéreos e de superfície, além de fornecer medida de distância ar-solo para o subsistema de pontaria de armas.

O radar, no sub-modo TWS (Tracking While Scan), possui capacidade de localizar e rastrear automaticamente 64 alvos, simultaneamente, marítimos ou terrestres. No modo SAR (Abertura Sintética), é possível fazer o mapeamento terrestre em operações de esclarecimento (reconhecimento).


Com a incorporação do Porta Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico” e seu Radar 3D 997, será possível realizar o vetoramento das aeronaves decolando a partir de terra, para conduzir operações de guerra naval em apoio à Força Naval. Será igualmente possível realizar ações de defesa aeroespacial, ativa e passiva, da Força Naval ou de Fuzileiros Navais, garantindo um nível de proteção e ações em oposição à ameaça aérea inimiga.

Ao verificar a obsolescência dos sistemas de combate das suas aeronaves de asa fixa e objetivando fomentar a indústria nacional, a Marinha celebrou em 2009, contrato exclusivo com a Embraer Defesa e Segurança, escolhida para ser a Primer Contractor para a modernização de suas aeronaves de asa fixa.

Desde de então, a Embraer iniciou projetos mediante requisitos diferentes daquelas aeronaves que operam apenas a partir de terra. O projeto de modernização objetivou atender a requisitos de um avião que operasse com capacidade de alinhamento do sistema inercial sob plataforma móvel e que precisasse operar em ambiente com alta emissividade eletromagnética. Estas características são um marco no contrato que elevam o know how em projetos, tanto para a Marinha do Brasil quanto para a Embraer.

FONTE: https://www.aereo.jor.br/2018/09/03/marinha-do-brasil-recebe-quarto-jato-af-1-modernizado-pela-embraer/
 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9441
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +17/-7
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1178 em: Setembro 05, 2018, 06:17:30 pm »
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2364
  • Recebeu: 873 vez(es)
  • Enviou: 271 vez(es)
  • +64/-5
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1179 em: Setembro 06, 2018, 04:33:00 pm »
Brazilian Navy plans to buy Swedish MCMVs

Victor Barreira, Istanbul - IHS Jane's Defence Weekly 05 September 2018



The Brazilian Navy has plans to purchase two MCMV 47 Koster-class mine countermeasures vessels (MCMVs) from Saab Kockums through its Directorate of Naval Engineering, hoping to replace its existing maritime mine countermeasures (MCM) fleet.

A contract award to Saab Kockums is currently awaiting clearance by the top echelon of the navy, with the budget difficulties as the main obstacle for a rapid decision, a source told Jane’s .

At first, the navy had considered acquiring in-service MCMVs directly from other friendly navies for the project, known as the ‘Programa de Navios de Contramedidas de Minagem’, but no deal could be struck with one of the other services.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=46&page=2

Devem ser as duas unidades que foram retiradas do activo, ou serão unidades novas  :conf: :conf: :conf: :banana: :banana: :banana:???

https://en.wikipedia.org/wiki/Koster-class_mine_countermeasures_vessel

https://saab.com/globalassets/commercial/naval/submarines-and-warships/naval-surface-ships/mcmv/kokums_mcmv_brochure_d3_2.pdf

Só Portugal é que acha que não precisa deste tipo de Navios !!!!!

Abraços



« Última modificação: Setembro 06, 2018, 05:10:33 pm por tenente »
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1180 em: Setembro 06, 2018, 06:13:09 pm »
Brazilian Navy plans to buy Swedish MCMVs

Victor Barreira, Istanbul - IHS Jane's Defence Weekly 05 September 2018



The Brazilian Navy has plans to purchase two MCMV 47 Koster-class mine countermeasures vessels (MCMVs) from Saab Kockums through its Directorate of Naval Engineering, hoping to replace its existing maritime mine countermeasures (MCM) fleet.

A contract award to Saab Kockums is currently awaiting clearance by the top echelon of the navy, with the budget difficulties as the main obstacle for a rapid decision, a source told Jane’s .

At first, the navy had considered acquiring in-service MCMVs directly from other friendly navies for the project, known as the ‘Programa de Navios de Contramedidas de Minagem’, but no deal could be struck with one of the other services.

http://www.thefifthcolumn.xyz/Forum/viewthread.php?tid=46&page=2

Devem ser as duas unidades que foram retiradas do activo, ou serão unidades novas  :conf: :conf: :conf: :banana: :banana: :banana:???

https://en.wikipedia.org/wiki/Koster-class_mine_countermeasures_vessel

https://saab.com/globalassets/commercial/naval/submarines-and-warships/naval-surface-ships/mcmv/kokums_mcmv_brochure_d3_2.pdf

Só Portugal é que acha que não precisa deste tipo de Navios !!!!!

Abraços

Há muito tempo a Marinha do Brasil vem analisando a aquisição destes navios suecos.

Em relação a vosso questionamento, creio que sejam usados.
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1181 em: Setembro 06, 2018, 06:33:52 pm »
Citar
Na guerra de minas, Brasil e Suécia estão navegando no mesmo canal


No 1º Congresso Internacional de Contramedidas de Minagem, realizado no Rio de Janeiro, participação da Marinha Sueca e da Saab foi expressiva, e palestras de oficiais da MB mostraram preferência por navios e sistemas suecos para substituir nossos atuais navios varredores


Citar
Guerra de minas: a experiência operacional sueca, a classe Koster e sistemas da Saab


No 1º Congresso Internacional de Contramedidas de Minagem (CICMM) realizado na Escola de Guerra Naval (RJ), o primeiro dia de apresentações, 17 de outubro, contou com duas palestras de oficiais da Marinha Real Sueca e duas de executivos do grupo de defesa Saab, fornecedor dos navios empregados por aquela força. No dia seguinte, 18, houve mais uma palestra de oficial da Marinha Real Sueca e de representante da Saab, estas duas incorporando, também, lições aprendidas no ambiente terrestre.

 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 4779
  • Recebeu: 785 vez(es)
  • Enviou: 538 vez(es)
  • +36/-16
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1182 em: Setembro 08, 2018, 03:57:48 pm »
http://tecnodefesa.com.br/fragata-niteroi-aderna-incidente-na-base-naval-do-rio-de-janeiro-marinha/

Citar
Fragata Niterói aderna! Incidente na Base Naval do Rio de Janeiro (Marinha)







Saudações
« Última modificação: Setembro 08, 2018, 04:00:09 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

*

Vitor Santos

  • Moderador Global
  • *****
  • 3396
  • Recebeu: 252 vez(es)
  • Enviou: 198 vez(es)
  • +112/-33
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1183 em: Setembro 08, 2018, 07:01:21 pm »
Desfile Cívico-Militar de 7 de setembro / 2018 - Brasília-DF






 

*

Lusitano89

  • Investigador
  • *****
  • 9441
  • Recebeu: 308 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +17/-7
Re: Marinha do Brasil
« Responder #1184 em: Setembro 16, 2018, 09:03:53 pm »
 

 

Acidente durante exercício de tiro entre Brasil e Argentina

Iniciado por Paisano

Respostas: 14
Visualizações: 6315
Última mensagem Dezembro 07, 2004, 11:52:51 pm
por papatango
Brasil Comprará Torpedo MK 48 Mod 6 Adv Tech

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 4
Visualizações: 4295
Última mensagem Maio 04, 2009, 11:41:33 pm
por 2dmaio
Marinha do Brasil incorpora navio-auxiliar "Pará"

Iniciado por J.Ricardo

Respostas: 3
Visualizações: 2462
Última mensagem Janeiro 24, 2005, 09:01:15 pm
por Paisano
Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) da Marinha do Brasil

Iniciado por Paisano

Respostas: 171
Visualizações: 58763
Última mensagem Dezembro 10, 2018, 12:20:04 pm
por Vitor Santos
Piranha-III para a Marinha do Brasil

Iniciado por papatango

Respostas: 29
Visualizações: 8266
Última mensagem Novembro 22, 2008, 01:27:31 pm
por fealcap