As minhas Forças Armadas

  • 123 Respostas
  • 22519 Visualizações
*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2495
  • Recebeu: 19 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-4
(sem assunto)
« Responder #30 em: Junho 06, 2008, 10:21:34 pm »
Citação de: "Luso"
Porquê esta insistência em "listas de compras" sem primeiro sabermos que país queremos?


Prontos veio o Luso estragar a festa :P  emfim agora no seio da europa do bruxelas e daquele louco, que quer subir as taxas de juros :?  sera que precisamos de listas se nao temos independencia?
 

*

Luso

  • Investigador
  • *****
  • 7489
  • Recebeu: 259 vez(es)
  • Enviou: 99 vez(es)
  • +32/-27
(sem assunto)
« Responder #31 em: Junho 06, 2008, 10:29:29 pm »
Sonhar por sonhar ao menos que seja com coisas de jeito.
http://www.forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=488
Ai de ti Lusitânia, que dominarás em todas as nações...
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 935
  • Recebeu: 4 vez(es)
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #32 em: Junho 07, 2008, 10:52:57 am »
Citação de: "Miguel"
A minha proposta RADICAL, em tempos de crise e com objetivos de manter um minimo de capacidade.

FAP:

24 F16MLU(12 por esquadra a 201 e 301)
6 P3 Esq601
6C130 a modernizar Esq501
12 C295 Esq502
12 Alphajet Esq103
12 Epsilon Esq101
12 EH101 Esq751
12 A109 Esq552

ARMADA:

2 Submarinos
4 Fragatas Meko e M( vende-se uma meko e moderniza-se as outras)
6 NCP/NPO(2 nos açores, 4 no continente)
6 LFC(2 na madeira, 4 no continente)
12 lanchas fiscalizaçao
1 navio escola
4 Hidrograficos

6 Helis Lynx ou NH90

Abdicamos do NavPol e Reabastecedor, reduzimos o CFN para 1 Batalhao que passa a operar a partir dos NPO/LFC

EXERCITO:

Passamos a operar com 1 Brigada Media/Pesada e 2 Brigadas Ligeiras

36 LeopardII no GCC/BriMec
240 Pandurs nos Bimecs/BriMec e unidades apoio da brigada
60 VBL nos EREC

60 Lançadores AntiTanque (18 por Brigada)
60 Lançadores AA Stinger/Avenger(18 por Brigada)

18 M109 no GAC/Brimec ( as brigadas ligeiras passam a dispor unicamente dos morteiros como artilharia de bolso )

organizaçao do Exercito reduzido com 18000 elementos:

Brigada Mecanizada
2 Brigadas Ligeiras Infantaria( cada com um batalhao de paras e dois batalhaoes de infantaria ligeira e unidades de apoio)
Erec,CACar,CMP,CEng,BAA,CTm,CCS

Regimento Comandos e Operaçoes Especiais, sob comando directo do EMGFA com 3 companhias de forças especiais e comandos.


 :wink:  "le plaisir de la marche a pied"
as tantas ainda transformamos o GCC em  batalhao de ciclistas!



Esta é uma proposta sensata e realista...tanto mais que esse material ja existe quase todo...ou ja esta programado ;)
IN HOC SIGNO VINCES
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13646
  • Recebeu: 556 vez(es)
  • Enviou: 607 vez(es)
  • +39/-10
(sem assunto)
« Responder #33 em: Junho 07, 2008, 11:16:02 am »
Citação de: "Luso"
Porquê esta insistência em "listas de compras" sem primeiro sabermos que país queremos?

Exacto, mas neste tópico estamos a falar das Forças Armadas, por isso é que eu acho que em nada adianta andarem a ditar listas de unidades e quantidades de material sem antes debatermos que tipo de forças Armadas queremos e as suas caracteristicas.

Por isso:

 :arrow:
Citar
1- Como é que devem ser estruturadas as Forças Armadas?

2- Que sistema de recrutamento deve haver em Portugal?

3- Como deve ser a formação dos militares?

4- Quais devem ser as várias formas de se fazer carreira militar em Portugal?

5- Há outras formas de melhorar a formação dos militares/unidades militares em Portugal? Quais?

Forças Reservistas activas, sim ou não? (Como acontece nos EUA com a Nacional Guard, ou na Grã-Bretanha com a Home Guard).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 13646
  • Recebeu: 556 vez(es)
  • Enviou: 607 vez(es)
  • +39/-10
(sem assunto)
« Responder #34 em: Junho 07, 2008, 11:16:53 am »
Citação de: "JLRC"
Citação de: "legionario"
alguem com juizo :wink:

PS : Mandei o teu mail do Ronaldo para os nossos amigos brasileiros. Estou à espera da reacção


Agora é que eu vou ser trocidado! :lol:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Junho 16, 2008, 07:16:39 pm »
Caro Cabeça de Martelo essas são perguntas interessantes, na minha opinião
as forças armadas deviam ter um comando conjunto para evitar duplicar meios e harmonizar estruturas e procedimentos. Não faz sentido por exemplo, PE, PA, PM porque não existir apenas Policia Militar. Quanto à  recruta e formação deveria ser privilegiada a formação profissional de modo a incentivar os novos recrutas, mais uma vez não faz sentido que homens que serviram o pais saiam das forças armadas sem qualquer formação profissional valida na sua vida civil, disparar uma G3 não é propriamente vantajoso no currículo é preciso mais. Fica o desabafo.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6536
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 409 vez(es)
  • +20/-2
(sem assunto)
« Responder #36 em: Junho 16, 2008, 10:03:03 pm »
Eu tenho outra questão, porque é que não se pode fazer umas forças armadas 100% profissionais como por exemplo a GNR e a PSP, isto é, quem vai para a GNR e a PSP sabe que tem um emprego para a vida toda, porque é que nas Forças Armadas tem que haver contractos de meia duzia de anos? Porque é que não podem ser todos os elementos efectivos?

E em relação às perguntas do Cabeça de Martelo:

Citar
1- Como é que devem ser estruturadas as Forças Armadas?

Um Comando Unificado à semelhança da Bélgica e do Canadá.

Citar
2- Que sistema de recrutamento deve haver em Portugal?

Só para voluntários, uma força profissional, quem está lá contra a propria vontade não vale a pena.

Citar
3- Como deve ser a formação dos militares?

A melhor :oops: )

Citar
4- Quais devem ser as várias formas de se fazer carreira militar em Portugal?

Profissional.

Citar
5- Há outras formas de melhorar a formação dos militares/unidades militares em Portugal? Quais?

A nivel de unidades operacionais (Batalhões do Exército, Navios da Armada, Esquadras da Força Aérea) acho que isso passa tudo pelo orçamento, pois equivale a ter equipamento recente e a poder fazer muitos treinos e disparar muitas munições.

Citar
Forças Reservistas activas, sim ou não? (Como acontece nos EUA com a Nacional Guard, ou na Grã-Bretanha com a Home Guard).


Se ouver dinheiro para isso não acho mal nenhum, até faço uma proposta, enquanto as forças activas se dedicavam a nivel de operações internacionais, as forças reservistas tinham a responsabilidade de defesa territorial, podia haver uma unidade de reservistas por distrito (unidades de Caçadores ou infantaria ligeira como agora se diz), cada uma treinava a defesa da sua area geográfica e com as particularidades que cada região tem, dava algum enfase no uso de armamento anti-carro e misseis Stinger, mas claro também no uso de espingarda automatica e sobrevivencia na sua propria região.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6454
  • Recebeu: 130 vez(es)
  • Enviou: 115 vez(es)
  • +8/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Junho 16, 2008, 10:35:24 pm »
Citação de: "Lightning"
Eu tenho outra questão, porque é que não se pode fazer umas forças armadas 100% profissionais como por exemplo a GNR e a PSP, isto é, quem vai para a GNR e a PSP sabe que tem um emprego para a vida toda, porque é que nas Forças Armadas tem que haver contractos de meia duzia de anos? Porque é que não podem ser todos os elementos efectivos?


Se calhar na Armada ou na F. Aérea não haverá tanto esse problema, mas o Exército pode ter Soldados ou Cabos, Atiradores de Infantaria, Paraquedistas, Comandos, Operações Especiais, etc., com 45/50 anos, fazem um exercício e iam logo para o "estaleiro" (hospital) com problemas nas "cruzes" c34x ....
 

*

pchunter

  • 368
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Junho 17, 2008, 12:19:09 am »
Não faz muito sentido ter soldados com 40/50 anos, o que eu acho é que o tempo que lá passam deveria ser melhor aproveitado. Deveria haver cursos profissionais com boa empregabilidade, de modo a complementar a formação militar e académica, isso seria importante. Seguramente que o nº de voluntários aumentaria.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6536
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 409 vez(es)
  • +20/-2
(sem assunto)
« Responder #39 em: Junho 17, 2008, 07:17:28 pm »
No site das noticias tive conhecimento de um tal livro branco.
http://antigo.mdn.gov.pt/Publicacoes/li ... branco.pdf

(agradecimentos ao Pereira Marques :D )

A nivel de pessoal na Marinha e na Força Aérea já existe uma maioria QP em relação aos RC, quase se poderia ter estas forças 100% QP.
(PS: Não me vou referir aos civis que trabalham para as Forças Armadas)

Marinha:
- 10500 elementos
- 4000 oficiais e sargentos QP
- 3500 praças QP
- (70% QP)
- 3000 RC (30%)

Exército:
- 24500 elementos
- 12400 pertencem à componente operacional
- 12100 pertencem à componente territorial
- 7000 oficiais e sargentos QP
- 1500 oficiais e sargentos RC
- 16000 praças RC

Força Aérea:
- 7500 elementos
- 3200 pertencem à componente operacional
- 4300 pertencem à componente territorial
- 4000 oficiais e sargentos QP
- 400 oficiais e sargentos RC
- 3100 praças RC
 

*

MDN

  • 22
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Julho 04, 2008, 11:56:52 pm »
uma opinião e dentro do orçamento... e com compras minimas...

1.0 comando de instrução
academia militar
escola de sargentos
escola prática de infantaria ( + batalhão de instrucção)
escola prática de cavalaria ( + batalhão de instrucção)
escola prática de artilharia ( + batalhão de instrucção)
escola prática de engenharia ( + batalhão de instrucção)
escola prática de transmissões ( + batalhão de instrucção)
escola prática de administração militar ( + 2 batalhões de instrução (manutenção + transportes)

2.0 comando de logística
batalhão de manutenção + escola prática de administração militar (manutenção/serviços/transportes/electrónica) + batalhão de instrução
batalhão de transportes (+ batalhão de instrução)

3.0 comando do pessoal

4.0 comando operacional

1 brigada blindada

comando
2 batalhões mecanizados pesados
1 batalhão de cavalaria
1 batalhão de artilharia
1 bateria de defesa aérea
1 companhia engenharia
1 companhia transmissões
1 batalhão de apoio e serviços

2 brigadas mecanizadas

3 batalhões mecanizados ligeiros
1 batalhão de artilharia
1 bateria de defesa aérea
1 companhia cavalaria
1 companhia engenharia
1 companhia transmissões
1 batalhão de apoio e serviços

1 brigada aerotransportada (reação rápida)
3 batalhões infantaria aerotransportada
1 batalhão de artilharia aerotransportada
1 bateria de defesa aérea aerotransportada
1 companhia cavalaria aerotransportada
1 companhia engenharia aerotransportada
1 companhia transmissões aerotransportada
1 batalhão de apoio e serviços aerotransportada

+
forças de apoio geral

comando de transmissões c/
1 batalhão de transmissões
1 batalhão de inteligência militar/guerra eléctronica/uav

comando de engenharia c/
1 batalhão de engenharia

comando de artilharia/defesa aérea
1 batalhão de artilharia
1 batalhão de defesa aérea

comando de operações especiais
1 batalhão de comandos + batalhão de instrução (comando de instrução)
1 companhia de operações especiais + cioe (comando de instrução)

+
zona militar dos açores
1 batalhão de infantaria ligeira
+
zona militar da madeira
1 batalhão de infantaria ligeira

amanhã continuo a desenvolver o meu exercisio, vou desenvolver os toe só com viaturas classe "a" e identifico equipamento especializado;

não foram incuidos serviços sanitários e aviação ligeira porque penso que estes organismos devem ser comuns aos três ramos.

ps : alguem tem uma relação actualizada do equipamento do exército português, a minha é relativamente moderna mas só queria confirmar numeros!! especialmente ao nivel de radares, misseis anti-carro e aerea, e outros )
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 6536
  • Recebeu: 334 vez(es)
  • Enviou: 409 vez(es)
  • +20/-2
(sem assunto)
« Responder #41 em: Julho 05, 2008, 12:39:10 pm »
Qual é a diferença de Batalhão Mecanizado Pesado para Batalhão Mecanizado Ligeiro?

E há ai alguns erros nas designações das unidades.

As unidades do tamanho Batalhão na Artilharia e na Cavalaria chamam-se Grupo.

As unidades do tamanho Companhia na Cavalaria chamam-se Esquadrão.

Nas escolas falta ai a Escola de Tropas Pára-quedistas.

A Escola Pratica de Administração Militar não é a mesma coisa que actualmente a Escola Pratica de Serviços?

A Brigada Aerotransportada devia possuir Batalhão de Apoio Aeroterrestre, que é onde se faz a dobragem de para-quedas, abastecimento aéreo, precursores e cães.
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2034
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 12 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #42 em: Julho 06, 2008, 03:24:45 am »
COFTerrestres

BriMec Nun'Álvares
QG
RC4 c/ 55 cc Leopard IIA6 (4 ECC c/ 13 Leopard IIA6= 52 +3 cc 2 no Comando, um instrução e reserva)
Esq. Apoio Combate
ERec c/ VB lagartas M-113 modernizadas

RI1 c/ 2 BIMec c/ VB lagartas M-113 modernizadas

RAP1 apoio fogos
c/ 1 GAC Autopropulsado c/ 18 M-109A5
1 Btr AAA c/ 12 Linebacker
1 Btr de Aq. Objectivos (UAVs, radares, etc..)
1 Btr. Mort. Pesados (12 M-106A2)

RComando e Apoio
Grupo de Comando
c/
CTrms.
Pel. Def. NBQ
Dest. GE
Pel. PM

Bat. Apoio
CSan.
CMan.
CReabTransptes
CEng

BrigInt "Mouzinho d'Albuquerque"
QG
RC6 "Dragões d'Entre-Douro-e-Minho" Braga
4 Esq. Autometralhadoras pandur 105mm/ 30mm
EApCombate
ERec

RI13 c/ 1 BIMoto  Pandur V. Real
RI14 c/ 1 BIMoto  Pandur Viseu

RA5 Serra Pilar
GAC 155mm M-198
1 Btr AAA c/ 12 Avenger
1 Btr Aq. Objectivos
1 Btr. Mort. Pesados (12 Pandur 120mm)

RComando e Apoio Chaves/ Coimbra
Grupo de Comando
c/
CTrms.
Pel. Def. NBQ
Dest. GE
Pel. PM

Bat. Apoio
CSan.
CMan.
CReabTransptes
CEng

Brig Reacção Rápida 'Viriato"
QG
RCP c/ 2 BCPara Aveiro (ex-RI10)

BCmdos c/ 3 CCmds -Serra Carregueira

Grupo de Operações Especiais - CIOE Lamego

RC3 "Dragões de Olivença"

2 ERec c/ 20 VBL cada

RA4 Leiria
GAC c/ 18 Light Gun
1 Btr AAA c/ 12 Avenger
1 Btr Aq. Objectivos
1 Btr. Mort. Pesados (12 Mort. 120mm)


RComando e Apoio - Tancos /Tomar
Grupo de Comando
c/
CTrms.
Pel. Def. NBQ
Dest. GE
Pel. PM

Bat. Apoio
CSan.
CMan.
CReabTransptes
CEng


1 RCApoio Geral
1 RTransmissões


 Açores e Madeira

RG1 "Os Bravos"
c/
BI17
Btr. AA c/ bitubo 20mm/ Stinger
Pel. Eng
Secc. PM

RG2 "S. Miguel" ou "Coriscos Mal-Amanhados"?  :lol:
c/
BI19
Btr. AA c/ bitubo 20mm/ Stinger
Pel. Eng
Btr. Mort. pes. 120mm
Pel. Trms.
Dest. Apoio
Secc. PM





COFNavais

3 SSK U209
3 FFG Meko 200P c/ ESSM
2 FFG M Class c/ ESSM
1 LPD
1 AOR
1 Nav. Logístico polivalente (AOR/ Apoio Anfíbio) capaz de tranportar uma CFuzos e veículos)
1 LDG, 4 LDM
8 NPO c/ Bofors 40mm
2 NCP
4 NPO para serviço nos Açores (versão maior, c/ Bofors 57mm, hangar para heli)
2 NHid.
2 LHid.
5 LFC
16 LFR/G

1 Regimento de Fuzileiros
BFuzos 2
CFuzos 21, 22, Pel. Abordagem, Pel. VBlindadas

BFuzos 3
CFuzos 31,32,33

CApoio Fogos
Unid. Meios Aquáticos


COFA

Ala 3 Operações aeroterrestres
Grupo Helis (GALE, 12 ligeiros, 10 NH-90, 9 armados/rec) 18 Alouette -III até chegada dos helis ligeiros e de rec. novos

Grupo Transporte
Esq. 501 c/ 6 C-130H
Esq. 502 c/ 8 C-295 Transporte
Esq. 504 VIP Falcon 20/50/900


Ala 5 Combate Aéreo / Defesa Aérea
Grupo 51
Esq. 201, 301 (BA5) e 303 (BA4) c/ 39 F-16MLU
6 Estações Radar, 1 Centro Coord. Def. Aérea
Grupo M AA c/ Dest. em cada BA

Ala 6 Operações aero-navais

Esq. 751 14 Merlin SAR, CSAR/ LPD

Esq. 601 5 P-3C

Esq. 401 4 C-295 patrulha marítima, 2 C-212-300

Esq. Helis Marinha (651) c/ 9 Sea Lynx


Comando Logístico FA

RMan.
RTransportes
OGFE
MM


Serviço Saúde
Hospitais Militares
Centros Saúde
Escola SSM
Hosp. Campanha Móvel Projectável
Enfermarias e postos socorros das undiades, bases e navios

Policia das FA (Pol. Militar)
extingue-se a PE, PN e PA e ficam sob um comando conjunto as subunidades de PM, instrução conjunta, etc..
Por razões históricas mantém-se a cor das boinas para as sub-unidades nas bases aéreas (azul claro) e preto nas forças terrestres. Cada base militar terá uma subunidade de Pol. Militar (Esquadra nas BA, Companhia,  Pel. ou secção nas Forças Terrestres

Comando da Instrução

CI Militar Geral (norte, centro, sul, ilhas)
Escola Sargentos FA
AM, EN, AFA
EPI, EPC, EPA, EPS, ETP, escolas especializadas
__
«Os chamados partidos políticos, por definição e exigências da sua vida própria, não representam nem podem servir a unidade nacional» Salazar
 

*

MDN

  • 22
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #43 em: Julho 07, 2008, 12:25:51 pm »
a diferença entre ligeiro e pesado depende da sua organização interna , en quanto a pesada é constituída por 2 companhias de infantaria e 1 companhia de carros de combate, já a ligeira é composta unicamente por 3 companhias de infantaria mecanizada.

a importância de ter duas brigadas médias é por causa de serem estas as unidades a serem utilizadas para intervenção nato/onu e não a pesada conforme hoje o fazemos...

passámos a ter 6 bn com capacidade para serem utilizados o que acho ser muito melhor.

lamento mas sempre gostei mais de utilizar o organigrama com bn e não com grupos, igualmente para a cavalaria e artilharia, no fim do modelo posso alterar para a "marca nacional"

com as outras observações farei as alterações nacessárias.

aqui vão as primeiras toe do modelo, lembrem-se que a regra principal é utilizar o máximo do material existente, se necessário comprar material em falta em segunda não na maioria e raramente equipamento novo!!!

são uma mistura de modelo americano, noruega, espanhol, inglês.

batalhão infantaria mecanizada pesada

1 estado maior
1 leopard 2 + 2 pandur comando

1 companhia serviços + apoio
estado maior
1 pandur comando
poletão morteiros
1 pandur comando + 6 pandur/81mm
poletão anticarro
1 pandur comando + 6 pandur/tow
poletão reconhecimento
8 viaturas ligeiras (humvee)
poletão sanitário
2 pandur ambulância
poletão apoio e serviços
2 leopard arv + 2 pandur recuperação

1 companhia carros de combate
estado maior
1 leopard 2 + 1 pandur
3 poletões carros de combate
3 leopard 2

2 companhia de infantaria mecanizada
estado maior
1 pandur comando
3 poletões infantaria mecanizada
3 pandur (12,7mm/40mm lg) + 1 milan + 1 mtr 60mm

batalhão infantaria mecanizada ligeiro

1 estado maior
2 pandur comando

1 companhia serviços + apoio
estado maior
1 pandur comando
poletão morteiros
1 pandur comando + 6 pandur/81mm
poletão anticarro
1 pandur comando + 6 pandur/tow
poletão reconhecimento
8 viaturas ligeiras (land-rover/humvee/nissan conforme disponibildade)
poletão sanitário
2 pandur ambulância
poletão apoio e serviços
3 pandur recuperação

3 companhia de infantaria mecanizada
estado maior
1 pandur comando
3 poletões infantaria mecanizada
2 pandur (12,7mm/40mm lg) + 1 milan + 1 mtr 60mm
1 pandur/30mm

batalhão de cavalaria

1 estado maior
2 pandur comando

1 companhia serviços + apoio
estado maior
1 pandur comando
poletão apoio e serviços
2 pandur recuperação
poletão sanitário
2 pandur ambulância

3 companhia de cavalaria
estado maior
1 pandur/30mm +
1 poletão cavalaria ligeiro
4 vbl
1 poletão cavalaria pesado
2 pandur/105mm + 2 pandur/30mm
1 poletão infantaria mecanizada
3 pandur (12,7mm/40mm lg) + 1 milan + 1 mtr 60mm
1 poletão apoio
2 pandur/milan + 2 pandur/81mm
 

*

Miguel

  • Investigador
  • *****
  • 2495
  • Recebeu: 19 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +2/-4
(sem assunto)
« Responder #44 em: Julho 07, 2008, 05:50:42 pm »
Exelente a ideia que devemos substituir os M113 por Pandurs, começa a ter mais adeptos :wink:
 

 

Coreia do Norte vs Coreia do Sul - Forças Aéreas

Iniciado por BC304Quadro Forças Aéreas/Sistemas de Armas

Respostas: 26
Visualizações: 7556
Última mensagem Abril 09, 2015, 03:44:33 pm
por olisipo
"Defesa pessoal" para Forças de Segurança

Iniciado por JKDU PortugalQuadro Forças de Segurança

Respostas: 11
Visualizações: 5779
Última mensagem Agosto 01, 2008, 05:43:48 pm
por RicP
Forças de elite dos "Mossos d´Esquadra" (Catalunha)

Iniciado por urso bêbadoQuadro Forças Policiais de Elite

Respostas: 1
Visualizações: 1845
Última mensagem Maio 08, 2012, 09:43:52 pm
por Lightning
Marca e modelo de algemas usadas pelas forças de segurança?

Iniciado por DuarteQuadro Forças de Segurança

Respostas: 3
Visualizações: 4299
Última mensagem Fevereiro 01, 2010, 04:31:54 am
por Frezze
Forças mecanizadas do exército Espanhol à beira de Portugal

Iniciado por dremanuQuadro Portugal

Respostas: 13
Visualizações: 3495
Última mensagem Maio 08, 2006, 12:40:15 pm
por carlovich