União Portugal/Cabo-Verde

  • 226 Respostas
  • 43136 Visualizações
*

Laruschuie

  • 42
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Agosto 26, 2008, 02:42:00 am »
É óbvio que eu também respeito a tua opinião, é uma das vantagens da democracia.

Agora não tenho tempo para ler o tópico e ver os argumentos a favor que apresentaste, mas quando tiver, leio.
Cumprimentos,

Laruschuie
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #31 em: Agosto 26, 2008, 07:42:19 pm »
Essa senhora caboverdeana que chamou traidor ao Evora, nao chama o mesmo aos ministros que tivemos caboverdeanos, ex : Antonio Costa e um outro que foi ministro da justiça ?
O Evora que eu saiba é mestiço, tambem tem sangue Portugues !
Se formos por essa coisa das raças, entao que dizer da equipa de futebol de França, sao todos africanos eheheheheheeh.
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6777
  • Recebeu: 317 vez(es)
  • Enviou: 204 vez(es)
  • +179/-0
(sem assunto)
« Responder #32 em: Agosto 26, 2008, 11:52:04 pm »
Citação de: "legionario"
aos ministros que tivemos caboverdeanos, ex : Antonio Costa


O pai de António Costa nasceu em Moçambique e é de origem indiana :arrow: http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=250955
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Agosto 27, 2008, 12:15:10 am »
Citação de: "legionario"
Essa senhora caboverdeana que chamou traidor ao Evora, nao chama o mesmo aos ministros que tivemos caboverdeanos, ex : Antonio Costa e um outro que foi ministro da justiça ?
O Evora que eu saiba é mestiço, tambem tem sangue Portugues !
Se formos por essa coisa das raças, entao que dizer da equipa de futebol de França, sao todos africanos eheheheheheeh.


 :shock:

Deixa lá, devia tar passada essa senhora, se calhar pelo seu país nunca ter ganho uma medalha, e essas palavras contra o Nélson foram injustas, o rapaz até envia dinheiro para Cabo Verde, melhorar as suas infra-estruturas desportivas ...  :roll:  :roll:  :roll:

 

*

Laruschuie

  • 42
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #34 em: Agosto 27, 2008, 02:04:58 am »
Eu também acho que a selecção Francesa de futebol é uma mentira, e o Deco e o Makukula não deviam representar a selecção nacional, porque, na realidade, não são Portugueses. Naturalizarem-se para abrir portas para outros clubes europeus, não tenho nada contra, mas representar outro país que não o seu de origem, acho mal, qualquer que seja o caso (há quem tenha dupla nacionalidade de origem, mas isso já é diferente).

Seja como for, desporto e política não se deveriam misturar. O que a tal Cabo Verdiana pensa do Nélson Évora, pela parte que me toca, é-me indiferente - simplesmente achei curioso o facto dela viver em Portugal, querer permanecer em Portugal definitivamente, e chamar traidor a um "compatriota" por representar o nosso país internacionalmente. Seja...

Voltando ao tópico, continuo sem ver nenhuma vantagem nesta união, a não ser ao nível da imigração Cabo Verde -> Portugal, o que seria uma vantagem unilateral, considerando que nós já mal temos condições para acolher os vários imigrantes que chegam de outros países, se outro país como Cabo Verde se juntasse a nós, o fluxo provavelmente seria maior, o que resultaria em mais guetos, mais pobreza, mais criminalidade, e os resultados seriam prejudiciais, tanto para os Portugueses, como para os Cabo Verdianos.

O forista Ataru defende que os Cabo Verdianos gostam de nós, e identificam-se connosco; julgo que o Cabeça de Martelo (senão foi ele, peço desculpa) mencionou algures que foi a uma festa de Cabo Verdianos, e, resumidamente, não se se sentiu bem-vindo. Da minha experiência pessoal com Cabo Verdianos e descendentes destes, sinto-me mais como o Cabeça. Como poderia dizer que indivíduos que falam para mim em crioulo para eu não entender (sabendo que falam português), usam ostensivamente, quase de forma provocatória, camisas, mochilas e diversos acessórios com a bandeira do seu país natal (ou na maioria das vezes, do país dos seus pais), não mostram respeito pela Cultura, Património e História da minha Pátria, e só se lembram que são cidadãos Portugueses quando lhes convém, identificam-se comigo, com o meu país, os meus compatriotas? Lamento, mas não consigo.

Pelo que vejo, o que eles vêm em Portugal de bom são os Euros e uma possível melhoria das condições de vida - ora são imigrantes, nada mais natural. O que acho pouco natural é a ingratidão e arrogância de certos imigrantes, não só de Cabo Verde, que se refugiam nos seus crioulos, nos seus costumes e no pseudo-lobby do racismo para não se integrarem. Depois usam isso como desculpa, para justificar os seus actos menos correctos, e sempre que podem maldizem Portugal, quando ninguém os obriga a ficar cá.

Eu não sou racista e não tenho nada contra os imigrantes, tenho um grande amigo ucraniano, sempre tive colegas negros e ciganos, alguns dos quais também se tornaram meus amigos, e sempre os vi como meus semelhantes. Se calhar aconteceu só comigo, não sei, mas muitos dos imigrantes e filhos de imigrantes dos PALOP com que tive a oportunidade de interagir, agiam de forma arrogante, ingrata e racista para comigo, e o meu país. Os ciganos, que viviam em piores condições, até eram porreiros, e se me virem na rua hoje, ainda falam comigo cordialmente - e a maioria das pessoas detesta ciganos.

Ou seja, para mim, não basta alguém ter como língua materna o Português para ser Português. E um país, por ser parecido em alguns aspetos culturais com Portugal (e sei que Cabo Verde o é) não significa necessariamente que o seu povo se sinta Português, e tenha mais respeito que qualquer outro povo pelas nossas gentes, culturas, tradições, etc. Cabo Verde é um país estrangeiro, como qualquer outro, e tem sabido usar a seu proveito a independência, o que é de louvar, e acho muitíssimo bem. É do interesse de Portugal que Cabo Verde prospere, soberano e independente, e vice-versa. Uma união seria um retrocesso, tanto histórico como político. Nós não estamos em posição de nos afundarmos mais ajudando um arquipelágo que tem os seus próprios problemas (e tem conseguido fazer um trabalho positivo), e eles não têm nada a ganhar em deixarem os seus recursos e riquezas naturais serem explorados/divididos por 10 milhões de pessoas. Que Cabo Verde prospere, assim como Portugal, e os restantes PALOP - e assim seremos todos mais fortes.

P.S.: Peço desculpa se ofendi alguém, não era minha intenção. Para não alongar mais este post, não falei dos problemas que outros PALOP têm, como o facto de Moçambique ter vários povos bastante diferentes: os Macuas e os Makondes no Norte, enquanto o poder está no Sul, geograficamente "nas mãos" dos Landins, por exemplo.

E chega, que isto não é uma tese de doutoramento, e já vai demasiado extenso!
Cumprimentos,

Laruschuie
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
(sem assunto)
« Responder #35 em: Agosto 27, 2008, 12:26:15 pm »
Pelo contrário, se o texto fosse mais curto perdia informações/opiniões que são fulcrais para este tópico. :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Daniel

  • Especialista
  • ****
  • 1193
  • Recebeu: 41 vez(es)
  • Enviou: 5 vez(es)
  • +53/-570
(sem assunto)
« Responder #36 em: Agosto 27, 2008, 01:42:56 pm »
Bravo caro Laruschuie :?:  ele me responde sou angolano como na empresa usamos uma carta para poder entrar,e essa mesma carta tem o nome nacionalidade etc, quando olho para carta tinha PRT quer dizer Portugal, então o tipo tem passaporte Portugues por isso pode estar na Suiça estar numa boa empresa, mas quando alguem lhe pergunta de onde vem diz que é Angolano isso fez-me algo mau estar, e podemos ver que é portugues só por interesse. :lol: c34x
A Vida é um teste e uma incumbência de  confiança.
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #37 em: Agosto 27, 2008, 07:16:04 pm »
Unioes politicas com as nossas  Ex's, tambem acho que nao ... mas sou pelo reforço dos laços entre os Palopes :)

Todos conhecemos casos como esses que foram mencionados...tambem conheço alguns e se calhar piores. Mas espero bem que os nossos "valores" sejam superiores a essas nodoas. A minha filha é mestiça, de origem angolana por parte da mae (que tambem é mestiça), e na familia toda dela ha uma grande sintonia com Portugal, tendo alguns inclusivé servido nas FA portuguesas durante a guerra.

Eu penso que essa gente, lusofona ou nao, que nao nos respeita deviam ser corridos daqui para fora. Se fazemos como os franceses que baixam as calças com as minorias étnicas, acabamos como eles. Quem é que nao se lembra da revolta dos "jovens emigrantes" aqui em frança, que pôs isto tudo a ferro e fogo ? Deviamos aprender com a liçao !
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

zocuni

  • Especialista
  • ****
  • 982
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 29 vez(es)
  • +24/-0
    • http://www.mochileiros.com
(sem assunto)
« Responder #38 em: Agosto 27, 2008, 11:19:08 pm »
Citação de: "Laruschuie"
Resumindo, acho que uma união está fora de questão, não beneficiaria nenhuma das partes, e nenhuma das partes está interessada. Pelo menos, é o que eu penso.


X2.
zocuni
 

*

Laruschuie

  • 42
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #39 em: Agosto 27, 2008, 11:47:06 pm »
Citação de: "legionario"
Unioes politicas com as nossas  Ex's, tambem acho que nao ... mas sou pelo reforço dos laços entre os Palopes :)

Todos conhecemos casos como esses que foram mencionados...tambem conheço alguns e se calhar piores. Mas espero bem que os nossos "valores" sejam superiores a essas nodoas. A minha filha é mestiça, de origem angolana por parte da mae (que tambem é mestiça), e na familia toda dela ha uma grande sintonia com Portugal, tendo alguns inclusivé servido nas FA portuguesas durante a guerra.

Eu penso que essa gente, lusofona ou nao, que nao nos respeita deviam ser corridos daqui para fora. Se fazemos como os franceses que baixam as calças com as minorias étnicas, acabamos como eles. Quem é que nao se lembra da revolta dos "jovens emigrantes" aqui em frança, que pôs isto tudo a ferro e fogo ? Deviamos aprender com a liçao !


Concordo consigo, e sei que há muitas famílias de descendentes de PALOP que, como o caro legionario disse, têm uma grande sintonia com Portugal, povo e cultura, não desprezando as suas raízes. Esses têm todo o meu respeito e admiração.

O problema é que há cada vez mais imigrantes (PALOP e não PALOP) que querem fazer de Portugal uma nova França. O seu segundo parágrafo diz tudo o que há a dizer sobre o assunto.
Cumprimentos,

Laruschuie
 

*

otelo

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Outubro 17, 2008, 11:04:35 am »
o titro do topico deveria ser REINTEGRACAO de cabo verde dentro do Portugal. cabo verde foi parte do portugal et devria ser reintegrado dentro da nacao portuguesa.
 

*

Ataru

  • 416
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Outubro 17, 2008, 04:17:31 pm »
Toda a razão caro Otelo, obrigado pela correcção.
Greater Portugal = Portugal + Olivença + Galiza and the Eonavian Region + border villages that speak galaico-portuguese dialects + Cape Verde + St. Tomé and Principe.
 

*

dremanu

  • Investigador
  • *****
  • 1261
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +7/-12
(sem assunto)
« Responder #42 em: Outubro 17, 2008, 10:27:51 pm »
Citação de: "otelo"
o titro do topico deveria ser REINTEGRACAO de cabo verde dentro do Portugal. cabo verde foi parte do portugal et devria ser reintegrado dentro da nacao portuguesa.


Concordo a 100%! Cabo Verde, e S.Tomé, só não fazem parte de Portugal hoje em dia porque a maioria da populacão tem a pele mais "morena", se fossem mais arianos, eram territórios como a Madeira e os Acores.
"Esta é a ditosa pátria minha amada."
 

*

Kawa

  • 238
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #43 em: Outubro 18, 2008, 12:54:39 am »
Citação de: "otelo"
o titro do topico deveria ser REINTEGRACAO de cabo verde dentro do Portugal. cabo verde foi parte do portugal et devria ser reintegrado dentro da nacao portuguesa.


¿Y por que conformarse con Cabo Verde? ¿Por que no también Angola, Brasil, Santo Tomé y Principe, Macao, Timor, Mozambique y Guinea? Por pedir que no quede ¿no? :roll:
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Outubro 18, 2008, 12:58:08 am »
Citação de: "Kawa"
Citação de: "otelo"
o titro do topico deveria ser REINTEGRACAO de cabo verde dentro do Portugal. cabo verde foi parte do portugal et devria ser reintegrado dentro da nacao portuguesa.

¿Y por que conformarse con Cabo Verde? ¿Por que no también Angola, Brasil, Santo Tomé y Principe, Macao, Timor, Mozambique y Guinea? Por pedir que no quede ¿no? :roll:  :wink:

 

 

Uma aliança militar Brasil-Portugal-Angola-Moçambique

Iniciado por dremanu

Respostas: 52
Visualizações: 17041
Última mensagem Dezembro 22, 2010, 03:35:24 pm
por Cabeça de Martelo
Timor, transferência de território ou Portugal o Idiota útil

Iniciado por Luso

Respostas: 20
Visualizações: 12248
Última mensagem Setembro 13, 2007, 07:51:04 pm
por comanche
Crise em Timor - o que pode fazer Portugal?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 49
Visualizações: 18715
Última mensagem Junho 23, 2006, 10:22:37 am
por Rui Elias
Uma Lusitania (e talvez o futuro de Portugal)

Iniciado por Lusitanian

Respostas: 52
Visualizações: 9498
Última mensagem Março 11, 2011, 03:39:30 pm
por Lusitanian
Portugal Ultramarino

Iniciado por Lusitanus

Respostas: 307
Visualizações: 48979
Última mensagem Abril 13, 2015, 12:18:35 am
por HSMW