União Portugal/Cabo-Verde

  • 226 Respostas
  • 43074 Visualizações
*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #90 em: Novembro 21, 2008, 05:41:59 pm »
Otelo se voce conseguir demonstrar o que diz têm o meu apoio.
Atè la vamos esperar.
Cumprimentos
 

*

otelo

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #91 em: Novembro 21, 2008, 08:06:45 pm »
eu penso que nao tem nada a mostrar, coisas vao accontecer, cabo-verde estar a enriquecer, e vai d'aqui a dez annos receber por anno millioes de touristas.

Mas eu penso que cabo-verde por ser demasiado pequeno vai encotrar um "bottleneck" no deseenvolvimento e vai precisar de ser parte d'uma entidade mais grande que tem possibilidades de investimentos...tem agora muitos billioes de euros em jogo. Cabo-verde espera investimentos estrangeiros do ordrem de billioes por anno. Mas cabo-verde nao pode sozinho fazer criar as conditions para que o tourismo chega a um nivel de classe mundial. Cabo-verde precisa de ser incluido dentro do Portugal por isso. Os politicos cabo-verdiannos vao fazer tudo para que cabo-verde seja reintegrado sobre forma autonoma...porque senao nao vao conseguir atrair os billioes de euros de investimentos que estao a comecar a ser investidos no pais.

O bottleneck do desinvolvimento de cabo-verde é estradas esfaltadas, electricidadade garantida por todos os lados de cabo-verde, hospitales ao nivel europeu, escola de bon nivel, e universidades que formao os cabo-verdianos ao turismo...Claramente se tudo isso nao ser criado em cabo-verde nos dez annos que venham os investissores vao parar de investir os billions de euros que elles estao a investir agore. Os politicos estao conscientes disse e vao por isso pedir de ser reintegrado dentro do Portugal...e a populacao cabo-verdianna na sua grande majoridade quer ser parte de Portugal...

e Portugal tem muito a gagnar com reintegracao de cabo-verde (e sao-tome).
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #92 em: Novembro 21, 2008, 10:18:32 pm »
Ok veremos, daqui a dez anos quem é que têm razao, se é voce o eu.
Eu acho isso pouco provavel mas, o destino é incerto. :wink:
Cumprimentos
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #93 em: Novembro 21, 2008, 10:27:24 pm »
Eu concordo com o Otelo. As independencias de Cabo Verde e de Sao Tomé e Principe ( e a de Timor, ainda estamos para ver se funciona...) foram um erro. As outras potencias coloniais nao cometeram esse erro : a França, Holanda ou o Reino Unido têm ilhas e arquipélagos em quase todos os oceanos du globo.

O que podemos fazer é estreitar as nossas relaçoes com Sao Tomé e Principe. Trata-se dum pais com muito recursos e recursos é coisa que Portugal nao tem. Temos em contrapartida gente que sabe trabalhar e ha muitos portugueses que nao desdenhariam de trabalhar em Sao Tomé ou nos Palop.

Acho que é especular muito sobre a vontade dos desses dois povos a voltar para Portugal, mas atrevo-me a dizer que Sao Tomé dizia "sim" e Cabo-Verde dizia "nao"  :)

E Timor teria dito o quê se lhes tivessem perguntado ?
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

Duarte

  • Investigador
  • *****
  • 2033
  • Recebeu: 12 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #94 em: Novembro 22, 2008, 12:54:31 am »
Citação de: "legionario"
Eu concordo com o Otelo. As independencias de Cabo Verde e de Sao Tomé e Principe ( e a de Timor, ainda estamos para ver se funciona...) foram um erro. As outras potencias coloniais nao cometeram esse erro : a França, Holanda ou o Reino Unido têm ilhas e arquipélagos em quase todos os oceanos du globo.

O que podemos fazer é estreitar as nossas relaçoes com Sao Tomé e Principe. Trata-se dum pais com muito recursos e recursos é coisa que Portugal nao tem. Temos em contrapartida gente que sabe trabalhar e ha muitos portugueses que nao desdenhariam de trabalhar em Sao Tomé ou nos Palop.

Acho que é especular muito sobre a vontade dos desses dois povos a voltar para Portugal, mas atrevo-me a dizer que Sao Tomé dizia "sim" e Cabo-Verde dizia "nao"  :twisted:
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #95 em: Novembro 22, 2008, 12:22:53 pm »
A construçao duma Comunidade Lusa é um projecto muito mobilizador...e é isso que nos portugueses precisamos , dum sonho ou dum projecto em que acreditar, uma coisa nossa, nascida do nosso engenho e da nossa arte.

Nao é neste sistema politico em que vivemos, onde mandam os Velhos do Restelo e os fracos,  que alguma coisa vai mudar  ... mas ja é coisa boa  que algumas pessoas falem no assunto.

ps; As nosas FA's neste cenario, deixariam de ser os cipaios dos americanos para passar a ser o verdadeiro braço armado de Portugal .
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

otelo

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #96 em: Novembro 23, 2008, 02:26:32 pm »
Citação de: "legionario"
A construçao duma Comunidade Lusa é um projecto muito mobilizador...e é isso que nos portugueses precisamos , dum sonho ou dum projecto em que acreditar, uma coisa nossa, nascida do nosso engenho e da nossa arte.

Nao é neste sistema politico em que vivemos, onde mandam os Velhos do Restelo e os fracos,  que alguma coisa vai mudar  ... mas ja é coisa boa  que algumas pessoas falem no assunto.

ps; As nosas FA's neste cenario, deixariam de ser os cipaios dos americanos para passar a ser o verdadeiro braço armado de Portugal .


eu nao accredite numa communidade lusa porque Angola e mazambique nao se emportem de Portugal e nao tem relacao outre que colonial com Portugal.

O bazil, tem relacao ethnica com Portugal mais é muito mais poderoso que o Portugal e por isso nao vé nenhum interesse em ter uma uniao lusa com um pais pequeno como portugal...e penso que angola (por causa do petrolio) é hoje um pais muito mais importante para o brazil do que portugal.

Quanto a cabo-verde, nao se fala de uma uniao lusa mas bem de uma reintegracao dentro de Portugal, cabo-verde era parte de Portugal e devia ter ficado assim. Cabo-verdiannos querem voltar para ser parte de Portugal e penso que d'aqui dez annos isso accontecera...Cabo-verde mostra de dia em dia que esta em convergencia com Portugal (e nao com a africa occidental) por isso vai ser reintegrado dentro de Portugal.
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #97 em: Novembro 23, 2008, 03:21:50 pm »
Numa comunidade Lusophona, Portugal  serviria os interesses do Brazil assegurando a ligaçao deste pais com a Europa. Portugal tambem serve os interesses de Angola quanto mais nao seja pela presença de 200 000 portugueses que aqui trabalham, e de outros milhares que querem emigrar para la. E estes dois paises serviriam os interesses de Portugal pelas reservas em recursos, pelos seus mercados, pelas oportunidades de trabalho para milhoes de Portugueses, que cada vez mais sufocam neste rectangulo à beira mar plantado.
Nao estou a fazer a apologia dum espécie de império Luso em que Portugal fosse a naçao neo-colonial dominante, qual Fénix renascido das cinzas...
... e assumo o facto que o Brazil tem muito mais peso do que Portugal. Ainda bem que temos um pais irmao assim tao grande e forte :)

A ideia, para ser facilmente compreensivel,  seria um 'lobby" de interesses formado por todos os paises de lingua portuguesa. Este "lobby" , a que chamo Lusofonia, agiria em concerto na esfera internacional,  e seria dotado duma força miltar conjunta.

Penso que Cabo Verde como pais independente associado à Lusofonia nao deixa de ser um  trunfo pois constitui um voto nas NU .
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

otelo

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #98 em: Novembro 24, 2008, 12:09:29 pm »
Citação de: "legionario"
Numa comunidade Lusophona, Portugal  serviria os interesses do Brazil assegurando a ligaçao deste pais com a Europa. Portugal tambem serve os interesses de Angola quanto mais nao seja pela presença de 200 000 portugueses que aqui trabalham, e de outros milhares que querem emigrar para la. E estes dois paises serviriam os interesses de Portugal pelas reservas em recursos, pelos seus mercados, pelas oportunidades de trabalho para milhoes de Portugueses, que cada vez mais sufocam neste rectangulo à beira mar plantado.
Nao estou a fazer a apologia dum espécie de império Luso em que Portugal fosse a naçao neo-colonial dominante, qual Fénix renascido das cinzas...
... e assumo o facto que o Brazil tem muito mais peso do que Portugal. Ainda bem que temos um pais irmao assim tao grande e forte :)

A ideia, para ser facilmente compreensivel,  seria um 'lobby" de interesses formado por todos os paises de lingua portuguesa. Este "lobby" , a que chamo Lusofonia, agiria em concerto na esfera internacional,  e seria dotado duma força miltar conjunta.

Penso que Cabo Verde como pais independente associado à Lusofonia nao deixa de ser um  trunfo pois constitui um voto nas NU .

legionnario,

1)eu penso que angola no plano international, ja e um pais mais importante que Portugal. Portugal nao tem nenhuma chance de dominar angola
2)o mozambique se desintereca da lusofonia e esta a tentar entrar na anglophonia par integrar-se com africa-do-sul
3) brasil por ser assim tao grande e poderoso (8 economia do mundo em termos de PIB) nao precisa de Portugal de qualquer maneira que seija. Eu diria mesmo o contrario o portugal precisa que o brasil precisa de portugal.

claramente, angola e mozambique et timor eram colonias porque quando portugal chegou neses paises comecou a exploitar as populacoes locales que la ja existiam.

Mas no outro lado, cabo-verde, madeira, azores, sao-tome nao eram colonias. Sao territorios que portugal descubriu e depois comecou a povoar. Estes territorios appertecem a Portugal e portugal nao devia ter dado eles independencia (cabo-verde e sao tome). O caso de cabo-verde e aida mais caracteristico por ser adjacente a portugal. E cabo-verde estava e sera sempre em influencia directa e regional de portugal...(o que por exemplo nao e o caso do Sao-Tome). Esses territorias devem voltar para portugal, e as negociacoes deveriam ser abertas o mais cedo possivel.
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #99 em: Novembro 24, 2008, 02:53:40 pm »
Eu  penso que Portugal so tem a ganhar se tiver acesso facilitado aos mercados brazileiro e angolano, e que nos temos mais a ganhar do que eles. Uma razao de mais para que Portugal se aproxime desses paises, assim como dos demais estados lusofonos. Temos o caminho facilitado porque partilhamos uma historia e uma lingua comuns.

O seu reciocinio no que diz respeito às independencias de Cabo Verde e Sao Tomé e Principe, é correcto . Nao estou bem a vêr é como uma reunificaçao com esses dois paises se faria...

ps. e que pensa vc de Cabinda ? era colonia, protectorado ?
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #100 em: Novembro 24, 2008, 05:30:25 pm »
Continuo a achar que essa reunificaçao nunca vai acontecer.
O Otelo fala por si mas nao pela maioria do povo de Cabo Verde.
Cumprimentos
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4162
  • Recebeu: 263 vez(es)
  • Enviou: 260 vez(es)
  • +54/-13
(sem assunto)
« Responder #101 em: Novembro 24, 2008, 06:27:31 pm »
O senhor otelo é de algum dos países que fala?????
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

otelo

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #102 em: Novembro 24, 2008, 07:06:05 pm »
o senhor otelo tem origem cabo-verdiana.Mas os meus pais tem nacionalidade Portuguesa Mas eu penso que cabo-verde nao é um pais, nao deveria ser um pais, ja ser parte de Portugal e sufficiente para cabo-verde, porqué fazer um pais d'um pequeno arquipelago assim? eu nao compreendo porqué que cabo-verde é independente. E nao compreendo porque Portugal deu independencia as suas terras assim aida mais Portugal deu cabo-verde a guinea-bissau. dar cabo-verde a guinea bissau e uma coisa que eu nunca compreendi...Mas eu penso que d'aqui dez annos o cabo-verde vai ser reintegrado dentro do Portugal...
 

*

legionario

  • Especialista
  • ****
  • 944
  • Recebeu: 11 vez(es)
  • Enviou: 6 vez(es)
  • +1/-16
(sem assunto)
« Responder #103 em: Novembro 24, 2008, 07:57:31 pm »
Vc tem razao Otelo ! mas diga-me como pensa Vc que se faria a reunificaçao ?
nao existe nem em Portugal nem em Cabo Verde nenhuma corrente de opiniao organizada que reclame tal coisa,... pode ser que haja no futuro ... mas dez anos parece-me um numero assim mandado ao ar, a nao ser claro,  que vc disponha de informaçoes que eu desconheça...o que até nao é dificil :)
IN HOC SIGNO VINCES
DEUS VULT
 

*

pedro

  • Investigador
  • *****
  • 1439
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #104 em: Novembro 24, 2008, 08:36:47 pm »
Você como disse bem têm origem caboverdiana mas nao é caboverdiano.
Eu acho isto algo sem sentido é o mesmo que falar se saber o que se esta a falar.
Peço que me dê alguns argumentos baseados em opinioes de caboverdianos.
Media etc..
Cumprimentos
 

 

Uma aliança militar Brasil-Portugal-Angola-Moçambique

Iniciado por dremanu

Respostas: 52
Visualizações: 17012
Última mensagem Dezembro 22, 2010, 03:35:24 pm
por Cabeça de Martelo
Timor, transferência de território ou Portugal o Idiota útil

Iniciado por Luso

Respostas: 20
Visualizações: 12226
Última mensagem Setembro 13, 2007, 07:51:04 pm
por comanche
Crise em Timor - o que pode fazer Portugal?

Iniciado por Rui Elias

Respostas: 49
Visualizações: 18528
Última mensagem Junho 23, 2006, 10:22:37 am
por Rui Elias
Uma Lusitania (e talvez o futuro de Portugal)

Iniciado por Lusitanian

Respostas: 52
Visualizações: 9469
Última mensagem Março 11, 2011, 03:39:30 pm
por Lusitanian
Portugal Ultramarino

Iniciado por Lusitanus

Respostas: 307
Visualizações: 48887
Última mensagem Abril 13, 2015, 12:18:35 am
por HSMW