Marrocos Compra 24 F-16C por 2.4 Bil U$

  • 337 Respostas
  • 46694 Visualizações
*

Mueda

  • 56
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Dezembro 24, 2007, 02:21:40 am »
Caros amigos,

De facto Marrocos e Espanha mantem um fortissimo litigio sobre:

- A questão do Saahara Ocidental
- As possessões espanholas em território africano
- Os "boat people" e o tráfico de droga a partir das costas marroquinas
- Zonas de Pesca

O conflito é tão forte que as suas forças militares já estiveram próximo do conflito armado num passado próximo.

Que o digam os cerca de 30 militares do COE-Grupo de Operacões Especiais "Boinas Verdes" de Rabasa.

Mueda
« Última modificação: Dezembro 26, 2007, 11:09:15 am por Mueda »
 

*

Iris-t

  • 164
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #31 em: Dezembro 24, 2007, 01:12:33 pm »
Está claro que Marruecos es un enemigo potencial de España, eso es incuestionable, Marruecos tiene problemas territoriales y/o políticos con todos sus vecinos, empezando por Argelia, Mauritania y terminando con España

Con 24 F-16 50-52, y Mirage F-1 MLU, Marruecos pretende llevar una carrera armamentística con España, eso es lo que insinuas, porque me parece que las cifras de potencial militar entre ambos países no dan ni para empezar.

Marruecos (2012): 24 F-16 block50-52 + 18 F-1 MLU, fragatas floreal (creo que 3) + Corbetas.

España (2012): 87 Eurofighter (opción a 16 más)+ 68 F-18 MLU+ 10 Harrier IIPlus + 6 Fragatas F-100 AEGIS + 6 Fragatas F-80 clase Perry + Portaeronaves clase Príncipe de Asturias + BPE (Juan Carlos I) + 2 Buques LHD clase Galicia.

Mejor que compares con Argelia y a lo mejor tampoco te da.
 

*

Mueda

  • 56
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #32 em: Dezembro 26, 2007, 10:41:14 am »
Iris-t,

Um potencial conflito não pode ser analisado de forma ligeira e apenas à luz do poder militar em termos de números de aviões e navios.

A análise deve ser ser efectuada perante objectivos concretos, confrontando estratégias possiveis, serem analisadas no curto e no longo prazo e face a inumeros factores.

No caso de Espanha/Marrocos torna-se necessário ter ciente que a capacidade militar e económica da Espanha face a Marrocos não deixa dúvidas.

Mas esse é um factor que os Marroquinos conhecem... pelo que adaptam as suas estratégias à realidade procurando explorar os pontos fracos do In.

O que importa aqui é verificar é se Marrocos possui ou não uma capacidade militar significativa (terreste, area e maritima) suficiente para
provocar importantes baixas civis  e militares em eventuais agressores.

Se poderá ou não conduzir acções limitadas e extremamente eficazes em zonas estratégicas vitais como o Estreito de Gibraltar ou ameçar seriamente a segurança das populações do Reino de Espanha.

Se o facto de constituir um tampão aos avanços fundamentalistas o torna ou não um aliado importante da segurança para certos paises e se uma mudança de regime poderia ou não determinar de imediato o ataque das forças marroquinas a todos os territórios europeus em Africa.

Se o povo e democracia de Espanha teriam a determinação e a capacidade de suportar os sacrificios de uma guerra prolongada com uma Nação agressiva e habituada à dezenas de anos á guerra e que possui cerca de 32 milhões de habitantes facilmente mobilizáveis.

De facto o exemplo do Sahaara Ocidental favorece claramente Marrocos !

Os cenários e os factores a ter em consideração são muitos e suficientes para a elaboração de diversas Teses, mas a grande e preocupante questão é que não se tratam de eventuais cenários !

A ocupação da Ilhota de Perejil (a cerca de 8 km de Ceuta) por 6 Guardas Marroquinos e a colocação da Bandeira  de Marrocos levou a que as Forças Especiais de Espanha procedessem à invasão da mesma e que colocassem ai a Bandeira Espanhola.

Este foi um pequeno mas sério teste por parte de Marrocos, que continua a reinvindicar Ceuta, Mellila e... as Canárias !?

E terá sido interessante para Marrocos constatar a posição dos EUA ou da França ou ainda o facto de que não só os espanhois retiraram da ilhota mas que levaram também a Bandeira de Espanha.

Isto é, tanto Marrocos como a Espanha aceitaram o Status Quo anterior à agressão marroquina.

Mueda
 

*

LM

  • Analista
  • ***
  • 720
  • Recebeu: 106 vez(es)
  • Enviou: 657 vez(es)
  • +90/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Dezembro 26, 2007, 11:20:31 am »
Que Espanha tem uma capacidade militar muito superior à de Marrocos não há duvida.

Mas que a diferença de capacidades ficou diminuida com esta nova aquisição é o ponto a reter.

Claro que Portugal fica ainda pior com esta compra... a FA Marrocos fica agora sem duvida superior
Quidquid latine dictum sit, altum videtur
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14890
  • Recebeu: 946 vez(es)
  • Enviou: 911 vez(es)
  • +146/-148
(sem assunto)
« Responder #34 em: Dezembro 26, 2007, 12:49:02 pm »
Não sei...não é só ter o material, é preciso usá-lo, saber usá-lo e conseguir manter o mesmo material em condições.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1510
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Dezembro 26, 2007, 01:09:37 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Não sei...não é só ter o material, é preciso usá-lo, saber usá-lo e conseguir manter o mesmo material em condições.

Quanto a saber usá-lo, é mesmo o problema que se coloca a Marrocos. A seleção dos pilotos, por exemplo, não tem nada a ver com o que se faz nas forças aéreas do mundo ocidental, na Rússia, etc... Quem vai ter a oportunidade de pilotar os novos "brinquedos" não são os melhores pilotos, mas sim os numerosos oficiais primos ou amigos do rei e fieis do regime... Para eles, é como ter uma nova Rolls-Royce ou um novo iate, só para dar nas vistas. Posso estar enganado, mas não me parece que os pilotos portugueses ou espanhóis tenham razões de estar muito inquietos.

Agora, se não há qualquer dúvida quanto à superioridade militar convencional de Espanha sobre Marrocos, num cenário de guerra aberta, o problema dos espanhóis será lidar com possíveis atentados e ataques às suas bases militares, que poderiam espalhar o caos e impedir o uso eficaz dessa superioridade. Entre as centenas de milhares de marroquinos a viver em Espanha, deve haver infelizmente uns quantos prontos a tornarem-se kamikazes em defesa da "pátria"...
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14890
  • Recebeu: 946 vez(es)
  • Enviou: 911 vez(es)
  • +146/-148
(sem assunto)
« Responder #36 em: Dezembro 26, 2007, 03:10:53 pm »
ShadIntel os Espanhóis já estão habituados ao terrorismo. Já levam com milhares de antentados em cima desde à décadas.

Marrocos é um país muito pobre que está mais interessado em ter um bom relacionamento com a UE do que a andar a peitar Espanha. Se eles adquiriram estes caças não foi a pensar nos nossos vizinhos mas sim nos seus próprios vizinhos. :wink:
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1510
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Dezembro 26, 2007, 03:49:12 pm »
Talvez me tenha explicado mal, citando o Cabeça. :? A minha resposta era mais destinada ao LM. Sei que a compra dos F-16 é mais uma reacção à aquisição dos Su-30 por parte da Argélia do que uma corrida ao armamento com Espanha; o rei de Marrocos é bastante ponderado. Mas no caso hipotético de uma mudança radical de regime em Marrocos, os novos "donos da casa", provavelmente islamistas, poderiam muito bem deixar de lado o bom relacionamento com a UE, e tentar unir o povo contra o "ocupante" de Ceuta e Melila. Outros regimes mais razoáveis já se lançaram no passado em aventuras tão estúpidas.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14890
  • Recebeu: 946 vez(es)
  • Enviou: 911 vez(es)
  • +146/-148
(sem assunto)
« Responder #38 em: Dezembro 26, 2007, 04:32:16 pm »
Ai até concordo contigo, mas dúvido que um regime fundamentalista suba ao poder em Marrocos. O Rei tem as coisas demasiado controladas e o país até está a crescer.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

old

  • Especialista
  • ****
  • 913
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #39 em: Dezembro 26, 2007, 05:10:56 pm »
Citação de: "Iris-t"
Está claro que Marruecos es un enemigo potencial de España, eso es incuestionable, Marruecos tiene problemas territoriales y/o políticos con todos sus vecinos, empezando por Argelia, Mauritania y terminando con España

Con 24 F-16 50-52, y Mirage F-1 MLU, Marruecos pretende llevar una carrera armamentística con España, eso es lo que insinuas, porque me parece que las cifras de potencial militar entre ambos países no dan ni para empezar.

Marruecos (2012): 24 F-16 block50-52 + 18 F-1 MLU, fragatas floreal (creo que 3) + Corbetas.

España (2012): 87 Eurofighter (opción a 16 más)+ 68 F-18 MLU+ 10 Harrier IIPlus + 6 Fragatas F-100 AEGIS + 6 Fragatas F-80 clase Perry + Portaeronaves clase Príncipe de Asturias + BPE (Juan Carlos I) + 2 Buques LHD clase Galicia.

Mejor que compares con Argelia y a lo mejor tampoco te da.


Y donde estan los 24 F18 de las islas Canarias?
Y los 7 Harrier que faltan de esa lista?
Y sumamos una F100 que todavia no esta aprobada?

En fin....

Marruecos no puede reclamar algo que nunca fue suyo. Basta con ver el eppisodio de Peregil. +90 % de la poblacion española apoyaba una intervencion armada para enviar a los moros de vuelta en cajas de madera. Ni imaginar si se atreven con lago mas que un islote lleno de cabras.

Y da igual que digan Francia o USA o los marcianos. Si España decide sacar tropas de un sitio, las saca, si decide colocar una bandera en un islote la planta y asi con todo. Cada pais actua segun sus necesidades.

Marruecos tiene en mente a Argelia con la cual se disputa el Sahara occidental y Argelia es infinitamente mas poderosa que el misero Marruecos. Cuando Argelina ya compro 70 cazas Mig y Su nuevecitos los moros andan mareando la perdiz con 24 F16 made in USA que tal y como les paso a Chile vendran sin la mitad de su armamento.

Me apuesto un euro a que los MIG y SU vienen con el R77 y los F16 vienen sin AIM 120....

Mala opcion para Marruecos.
 

*

Johnnie

  • Analista
  • ***
  • 655
  • Recebeu: 52 vez(es)
  • Enviou: 19 vez(es)
  • +2/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Dezembro 26, 2007, 05:19:42 pm »
Citação de: "ShadIntel"
Mas no caso hipotético de uma mudança radical de regime em Marrocos, os novos "donos da casa", provavelmente islamistas, poderiam muito bem deixar de lado o bom relacionamento com a UE, e tentar unir o povo contra o "ocupante" de Ceuta e Melila.


Bem...No muito improvável caso de se dar uma virada extremista no governo de Marrocos...

Por acaso pensam que o Uncle Sam iria deixar os novos donos dos "Viper gozar dos novos brinquedo por muito tempo?

 :roll:
«When everything is coming your way... You are in the wrong lane!!!!"
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1510
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Dezembro 26, 2007, 05:36:45 pm »
Além de não fornecer o armamento e sistemas mais sotisficados a Marrocos, e de suspender o fornecimento de sobressalentes e a assistência técnica, não vejo muito bem o que os EUA poderiam fazer, pelo menos sem intervenção directa, para impedir a utilização dos F-16 por um hipotético, mas nem tão improvável, regime extremista. A menos que se tenham reservado uma "backdoor" nos sistemas de bordo, e que possam desligar todo o sistema à distância. Não sou nem de perto nem de longe um especialista, e sempre me perguntei se os constructores podiam fazer isso. :conf:
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7614
  • Recebeu: 319 vez(es)
  • Enviou: 550 vez(es)
  • +167/-200
(sem assunto)
« Responder #42 em: Dezembro 26, 2007, 05:43:39 pm »
O Irão consegue manter F-5s operacionais e só há muito pouco tempo retirou os F-14 tomcat :roll: , por isso...
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

(sem assunto)
« Responder #43 em: Dezembro 26, 2007, 05:51:07 pm »
Não haverá mudança de regime em Marrocos, isto, como sucede em muitas outras monarquias árabes actuais, é uma monarquia muito estável (tem mais de 1307 anos) e goza de grande popularidade e carinho por parte dos marroquinos. E é graças a S.M. o Rei Mohammed VI que o país tem sofrido grandes reformas sociais e económicas, que permitiram ao Reino de Marrrocos evoluir.
http://deepestsolitude.blogspot.com/
Exceptis excipiendis.
Est autem fides credere quod nondum vides; cuius fidei merces est videre quod credis.
Mea mihi conscientia pluris est quam omnium sermo.
 

*

ShadIntel

  • Investigador
  • *****
  • 1510
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Dezembro 26, 2007, 05:51:12 pm »
Citação de: "P44"
O Irão consegue manter F-5s operacionais e só há muito pouco tempo retirou os F-14 tomcat :roll: , por isso...

E por acaso, enquanto escrevia o post anterior, estava a pensar nisso, mas o Irão tem técnicos de muito bom nível, que conseguiram ao longo do tempo o reverse engineering de muitos sistemas de armamento do tempo do Xá. Além disso, penso que F-4, F-5 ou F-14 não eram aeronaves que tinham o mesmo nível de total dependência dos computadores que tem o F-16 Block 50.
 

 

Rafales para Marrocos

Iniciado por Sintra

Respostas: 85
Visualizações: 20535
Última mensagem Junho 20, 2007, 10:35:51 am
por P44
F16 ou Rafales para Marrocos?

Iniciado por Miguel

Respostas: 6
Visualizações: 2514
Última mensagem Setembro 23, 2007, 11:28:23 pm
por Leonidas
Espanha estudia la compra de F35 JSF

Iniciado por old

Respostas: 9
Visualizações: 3458
Última mensagem Novembro 02, 2006, 11:35:04 am
por manuel liste
USAF compra F-35B

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 5
Visualizações: 2235
Última mensagem Abril 13, 2004, 09:33:32 pm
por Spectral
Inglaterra compra 5 C-17s

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 0
Visualizações: 859
Última mensagem Julho 24, 2004, 05:49:22 pm
por Ricardo Nunes