Problemas com FALCON do Presidente da República

  • 105 Respostas
  • 34112 Visualizações
*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Fevereiro 23, 2008, 05:11:49 pm »
O governo e a Força Aérea pensam substituir os 3 Falcon 50 por 3 Falcon 900 EX da mesma familia mas mais modernos e capazes. Existem outras probabiliadades de comprarem o Falcon 7X ou entao o  Embraer Legacy. Surgiu uma noticia não confirmada de aquisição de avioes de transporte Airbus A310-300 em segunda mao mas nada se confirma e esta ultima hipótese não é prioritaria.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Menacho

  • Investigador
  • *****
  • 2818
  • Recebeu: 301 vez(es)
  • Enviou: 60 vez(es)
  • +6/-50
(sem assunto)
« Responder #31 em: Fevereiro 23, 2008, 07:19:34 pm »
Os A-310 son muito escasos en mercado de 2ª mao.

El Ejercito del Aire Espanhol, esta buscando algunos para incrementar a sua flota, pero estan en muito mal estado los que ha encontrado........ :wink:
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3545
  • Recebeu: 28 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #32 em: Fevereiro 23, 2008, 07:41:35 pm »
Citação de: "Instrutor"
O governo e a Força Aérea pensao substituir os 3 Falcon 50 por 3 Falcon 900 EX da mesma familia mas mais modernos e capazes. Existem outras probabiliadades de comprarem o Falcon 7X ou entao o  Embraer Legacy. Surgiu uma noticia não confirmada de aquisição de avioes de transporte Airbus A310-300 em segunda mao mas nada se confirma e esta ultima hipótese não é prioritaria.


Existem fontes???

Ou isso é apenas o diz que disse :roll:
Potius mori quam foedari
 

*

Bravo Two Zero

  • Especialista
  • ****
  • 1009
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 16 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Fevereiro 23, 2008, 07:47:38 pm »
Citação de: "Menacho"
Os A-310 son muito escasos en mercado de 2ª mao.

El Ejercito del Aire Espanhol, esta buscando algunos para incrementar a sua flota, pero estan en muito mal estado los que ha encontrado........ :wink:



A transportadora aérea portuguesa TAP está a substituir a sua frota de 6 aeronaves.
"Há vários tipos de Estado,  o Estado comunista, o Estado Capitalista! E há o Estado a que chegámos!" - Salgueiro Maia
 

*

Lancero

  • Investigador
  • *****
  • 4137
  • Recebeu: 27 vez(es)
  • +50/-0
(sem assunto)
« Responder #34 em: Fevereiro 23, 2008, 08:17:07 pm »
Citação de: "Bravo Two Zero"
Citação de: "Menacho"
Os A-310 son muito escasos en mercado de 2ª mao.

El Ejercito del Aire Espanhol, esta buscando algunos para incrementar a sua flota, pero estan en muito mal estado los que ha encontrado........ :wink:


A transportadora aérea portuguesa TAP está a substituir a sua frota de 6 aeronaves.


Nem mais. O mais velho tem 19 anos.
"Portugal civilizou a Ásia, a África e a América. Falta civilizar a Europa"

Respeito
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2195
  • Recebeu: 57 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +13/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #35 em: Fevereiro 24, 2008, 03:56:37 pm »
Nesta eventual aquisição há uma questão a ter em conta:

Há um tipo de transporte que os Falcon asseguram que para uma aeronave com as características de um Airbus é uma opção pouco racional. Estou-me a referir as deslocações curtas com muito pequenas comitivas. Não esquecer que muitos membros do governo fazem deslocações frequentes em território nacional e também inúmeras idas a Bruxelas e outras cidades europeias, onde a utilização de aviões com as características de um Airbus não é nada racional. Lembro-me que até doentes já foram transportados nos Falcon.

Para estes casos os jactos executivos são sem sombra de dúvidas e por razões óbvias a melhor opção e na minha opinião deverão a continuar a fazer parte da frota da FAP.

Eu apostaria por uma combinação Airbus/jactos executivos.

Airbus (1 ou 2. A FAP é que saberia qual o número apropriado) seria reservado para as visitas oficias ao estrangeiro do Primeiro-ministro e do Presidente da República onde normalmente são acompanhados por grandes comitivas. Serviriam também para com pequenas alterações, transportarem tropas para os diferentes TO em que estamos/iremos estar envolvidos.

Os jactos executivos (2) seriam reservados para as outras situações que acima referi.

Dentro destes apostaria nos Embraer http://www.embraer.com.br/portugues/content/aeronaves/ onde as OGMA já têm uma palavra a dizer http://www.ogma.pt/index_pt.asp ou então nos Gulfstream http://www.gulfstream.com (gostos pessoais  :wink: e para aproveitar a valorização do euro face ao dólar).
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

lurker

  • Perito
  • **
  • 427
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #36 em: Fevereiro 24, 2008, 04:50:24 pm »
Correctissimo caro Jorge Pereira.
As actuais missões dos Falcon vão desde transportar o Presidente da República em visitas de estado a transportar órgãos para transplante.

Já há uns anos surgiram noticias sobre a substituição dos Falcon e que a preferência da FAP seria um novo Falcon, o 900EX ou o 7X.
A meu ver, continua a ser a opção mais racional. Têm dimensões e custos compatíveis com a diversidade de missões e o terceiro motor permite-lhe voar sem limitações sobre o oceano e etc.

A possibilidade de ter Airbus para comitivas maiores e transporte de tropas para TO diverso tem o seu quê de interessante do ponto de vista prático mas dadas as condicionantes económicas, acho que fretar aviões continuará a ser a opção mais sensata.

Naturalmente, a adquirir Airbus convinha que fossem de um modelo que a TAP usasse. A não ser que a FAP fosse finalmente dotada de um reabastecedor em vôo. :)
 

*

Raul Neto

  • Membro
  • *
  • 259
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Fevereiro 24, 2008, 06:38:10 pm »
Editado:

Sobre o falcon 7X:

 :mrgreen:
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Fevereiro 25, 2008, 09:39:49 am »
Boas caros camaradas
Sem dúvida que o melhor e mais racional seria comprar dois ou tres avioes falcon visto que a força aérea ja tem muita experiencia na manutenção e pilotagem deste tipo de avioes eu apostaria no falcon 900 EX para viajens dentro do território nacional, europeu e norte de africa, para viajens de grandes comitivas governamentais ou eventualmente para o transporte de tropas para os diferentes TO adquiriria 2 ou 3 A310 consoante a Força Aérea achasse necessário.
Mas tenho uma dúvida ja vi inúmeras fotos de F-16 portugueses serem reabastecidos em pleno voo, esses avioes reabastecedores são americanos ou da NATO? Na minha opinião acho que deveriamos ter uma frota de 1 ou 2 avioes deste tipo para não dependermos da disponibilidade de outras forças.
cumprimentos :wink:
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4132
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +46/-3
(sem assunto)
« Responder #39 em: Fevereiro 25, 2008, 11:05:50 am »
depende de onde viu as imagens dos F16, mas se for as mais recentes são airbus.

Cump.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #40 em: Fevereiro 25, 2008, 11:31:50 am »
Caro camarada Nelson, no site do areamilitar.net e no site da força aérea estão la as imagens dos F-16 a serem reabastecidos.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4132
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +46/-3
(sem assunto)
« Responder #41 em: Fevereiro 25, 2008, 11:39:28 am »


Se for esta a imagem é um A330-MRTT, que se encontra em competição com para novo reabastecedor americano. Quanto à sua ideia, li à uns tempos na lei de programação do governo de Guterres que isso estava em vias de ser adquirido um, mas depois com a mudança de governo, caiu. Pessoalmente acho que éra da extrema importancia para nós.

Cump.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #42 em: Fevereiro 25, 2008, 11:55:58 am »
Estratégicamente era muito bom que a FAP tivesse ao seu dispor de pelo menos um aviao reabastecedor, na minha opinião penso que é de extrema importância para além de apressarem o pograma MLU dos nossos F-16, a aquisição de avioes de transporte de pessoal Airbus A310 pelo menos uns 2 ou 3 para transporte de pessoal para os diversos teatros de operações poderiam comprar à TAP ja que quer vender 6 e assim o dinheiro ficava em casa, 1 avião reabastecedor e 2 ou 3 avioes de pequeno porte tipo Falcon para altas entidades, penso que isto é prioritário pelas seguintes razões:

1º Constantemente andamos a fretar avioes de transporte para levar as nossas forças para o estrangeiro ou entao optamos por levar em escada de batalhão +/- (300) primeiro 50 depois outros 50 em avioes c-130 e depois la vamos fretar um aviao de transporte para levar o restante pessoal, isto poderia acabar com a compra de avioes de transporte Airbus A-310 à TAP.

2º Um avião reabastecedor serviria para garantir um maior projecção de combate e patrulha aos nossos F-16 permitindo a estes patrulhar mais tempo a nossa ZEE e continente sem ter que aterrar para reabastecer.

3º Um dia destes ainda ficamos sem governo e presidente da República, não é digno nem para o país nem para a FAP o que aconteceu recentemente na visita oficial do nosso PR ao Chipre, é muito preocupante isto acontecer com a nossa mais alta entidade.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4132
  • Recebeu: 253 vez(es)
  • Enviou: 258 vez(es)
  • +46/-3
(sem assunto)
« Responder #43 em: Fevereiro 25, 2008, 11:59:31 am »
tudo o que o senhor disse, eu concordo integralmente, o problema é convencer o zé povinho, de que isso é importante.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #44 em: Fevereiro 25, 2008, 12:15:43 pm »
Caro camarada Nelson, convencer o zé povinho sobre este assunto de matéria de defesa é canja para um governo que fecha hospitais, maternidades, gasta mais de 5 mil milhoes de euros num novo aeroporto e o tgv, e continua nas sondagens como eventual vencedor nas próximas eleições. Haja é vontade política, que a opinião pública pouco interessa. :wink:
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

 

Substituição dos Falcon 50

Iniciado por Alvalade

Respostas: 79
Visualizações: 16197
Última mensagem Dezembro 05, 2018, 10:26:47 am
por mafets