Microsoft Offers to Buy Yahoo for $31 a Share

  • 3 Respostas
  • 2300 Visualizações
*

tsumetomo

  • 159
  • +0/-0
Microsoft Offers to Buy Yahoo for $31 a Share
« em: Fevereiro 01, 2008, 12:35:33 pm »
Citar
Microsoft Offers to Buy Yahoo for $31 a Share


Microsoft Corp. (MSFT:  32.60, +0.40, +1.24%) has offered to acquire Yahoo (YHOO:  19.18, +0.13, +0.68%) in a cash and stock deal valued at $44.6 billion.

The deal, which, at $31 a share represents a 62 percent premium on Yahoo shares, is an unsolicited offer, coming a year after Yahoo rejected a similar combination.

It would be one of the largest technology acquisitions ever, and certainly the largest for Microsoft, dwarfing the company's $6 billion deal for aQuantive last year.

The offer comes as older, more established tech giants like Microsoft and Yahoo struggle to the newer threats posed by Google (GOOG: 564.30, +16.03, +2.92%), which dominates the online-search landscape.

"Our lives, our businesses, and even our society have been progressively transformed by the Web, and Yahoo! has played a pioneering role by building compelling, high-scale services and infrastructure," said Ray Ozzie, chief software architect at Microsoft said in a press release announcing the offer. "The combination of these two great teams would enable us to jointly deliver a broad range of new experiences to our customers that neither of us would have achieved on our own."

Under terms of the offer,  Yahoo shareholders would receive cash or a fixed number of shares of Microsoft common stock, with  Yahoo shareholders getting one-half cash and one-half Microsoft common stock.

Yahoo officials weren't immediately available to comment.



http://www.foxbusiness.com/markets/industries/technology/article/microsoft-offers-buy-yahoo-31-share_461142_12.html
 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Fevereiro 01, 2008, 11:36:03 pm »
Microsoft quer comprar Yahoo por 44,6 mil milhões de dólares

Citar
A Microsoft acaba de manifestar o seu interesse na aquisição da Yahoo, estando disposta a investir 44,6 mil milhões de dólares em dinheiro e acções.

A fabricante norte-americana pretende oferecer 31 dólares por acção da Yahoo, o que representa uma valorização de 62 por cento sobre o valor de mercado da empresa.

O objectivo da Microsoft é aumentar a sua competitividade no mercado online, nomeadamente no que se refere a serviços e quota de mercado no segmento de pesquisas na Internet, já que o motor de buscas Live não consegue angariar uma participação suficiente.

A Yahoo já reagiu à oferta referindo, em comunicado, que analisará cuidadosamente a proposta da Microsoft. Para já, a empresa refere apenas que as intenções da companhia de Bill Gates são atractivas para os accionistas.

Numa conference call realizada pela Microsoft, a empresa indicou que espera reduzir os custos em mil milhões e dólares por ano caso o negócio se concretize. Isto porque não só serão obtidas economias de escala à medida que a audiência aumente, como a inovação será mais rápida com a junção dos trabalhos de pesquisa e desenvolvimento - o que acaba por reduzir a redundância operacional, levando ao corte de custos -, nomeadamente no que se refere ao segmento de vídeos e conteúdos móveis.

O interesse da Microsoft no Yahoo já dura há alguns anos embora nunca tenha sido concretizado nenhum acordo. Contudo, em Maio de 2007 surgiram rumores referindo que as duas empresas norte-americanas estariam a retomar as negociações com vista à aquisição da Yahoo.

Na altura a notícia era avançada pelo New York Post, que referia o valor do negócio poderia fixar-se nos 50 mil milhões de dólares, algo como 37 mil milhões de euros.

TEK Sapo

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Fevereiro 05, 2008, 04:41:48 pm »
Yahoo pode optar pelo Google e não pela Microsoft

Citar
O portal Yahoo estará a equacionar fazer uma aliança com o Google para escapar à oferta de compra apresentada pela Microsoft na passada sexta-feira. A revelação foi feita por uma fonte ligada à estratégia do portal à Reuters
   
Oferta da Microsoft ainda vai dar muito que falar a ser verdade este é um volte face num dos negócios mais importantes ligados à Internet surgidos nos últimos tempos, no qual a Microsoft pretende comprar o Yahoo por 44.6 biliões de dólares com o objectivo de tentar travar o domínio da Rede por parte do Google.

Um dos cenários alternativos que se encontra em cima da mesa de acordo com esta fonte é voltar a falar com o Google, algo que já aconteceu há meses atrás.

A alternativa poderá ser ainda mais viável quando fontes citadas pela agência noticiosa referem que o Yahoo! considera que a oferta da Microsoft de 31 dólares por acção desvaloriza a empresa.

Apesar do que se tem passado nos últimos dias o Yahoo! apresentou um memorando interno para os seus funcionários, citado pela Reuters, onde assegura que «nenhuma decisão foi tomada».

O Google é actualmente das poucas empresas capazes de cobrir a oferta da multinacional de Bill Gates, mas alguns analistas defendem que nenhuma autoridade reguladora iria aprovar o negócio, com receio de se criar um monopólio na Internet.

Já no Sábado o Wall Street Journal tinha avançado que o Google teria oferecido ajuda ao Yahoo! para se defender da oferta da Microsoft, informação que ambas as empresas se recusaram a comentar.

Por outro lado um advogado do Google colocou num blogue da empresa um post onde acusa a Microsoft de tentar alargar o seu monopólio do software para a Internet.

David Drummond acredita que uma aliança entre a Microsoft e o Yahoo! poderia minar a competição na Internet e apelou aos decisores políticos para não aprovarem o negócio.

A Microsoft respondeu de imediato afirmando que este negócio iria «criar um rival forte para o mercado das buscas e publicidade on-line».

«Os cenários alternativos apenas levam a menos competitividade na Internet» sublinhou um dos advogados da multinacional em comunicado.

SOL / Lusa

 

*

André

  • Investigador
  • *****
  • 3570
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +15/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Maio 04, 2008, 01:44:29 pm »
Microsoft desiste de comprar a Yahoo

Citar
A Microsoft retirou a oferta pública de compra da Yahoo, de acordo com uma carta assinada por Steve Ballmer, CEO da Microsoft, endereçada a Jerry Yang, fundador e presidente executivo da empresa que gere o maior portal do mundo na Internet.

A desistência da Microsoft é justificada pela impossibilidade de satisfazer o valor exigido pela visada. A retirada do processo iniciado há cerca de três meses foi conhecido na noite de sábado, quando ainda se apontava para a hipótese de uma OPA hostil endurecer o processo.

Nos últimos dias, os jornais nova-iorquinos anteciparam a ideia de que a Microsoft estaria disposta a elevar a oferta, de 31 para 33 dólares por acção, mas mesmo assim o processo fracassou porque o board e alguns accionistas da Yahoo apenas aceitariam considerar uma oferta de 37 dólares/acção.

Neste contexto, a derradeira carta de Ballmer afirma que as exigências colocadas não fazem sentido e não podem ser satisfeitas, por isso a Microsoft abandona o processo decepcionada. Por seu lado, a Yahoo mantém a ideia de que a oferta (revista) é baixa e continua a subvalorizar a empresa, o seu potencial de crescimento e rentabilidade.

Todo o processo iniciou-se no último dia de Janeiro passado, quando foi anunciada a oferta global de 44,6 mil milhões de dólares ou 31 dólares por acção (cerca de 20,80 euros), para compra da Yahoo. Com o reforço de mais dois dólares, a Microsoft desembolsaria mais 5.000 milhões, mas a Yahoo! manteve-se irredutível.

Caso avançasse, esta operação de montante superior a 33,5 mil M€ colocaria a gigante do software no topo da indústria de publicidade e acessos à Internet.

Diário Digital / Lusa

 

 

Microsoft, GE e Coca-Cola são as marcas mais valiosas

Iniciado por Marauder

Respostas: 0
Visualizações: 1103
Última mensagem Abril 04, 2006, 05:52:50 pm
por Marauder