Ingresso na Força Aérea

  • 1838 Respostas
  • 331171 Visualizações
*

girl92

  • Membro
  • *
  • 2
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1755 em: Outubro 31, 2015, 12:47:03 pm »
Boa tarde...
estive a ver a lista de seriação que acabou de sair e reparei que havia pessoas com uma maior média final e ficavam como reserva...tentei perceber se teria a ver com a a ordem de escolha de preferência do curso mas nao consequi perceber mesmo..alguem me pode explicar? no documento só dizia a nota ao inglês e a média final....haverá mais algum factor sem ser a média final que determina quem fica? pensei que fosse a média final que contasse...



e mais outra dúvida..eu quero ir pa oficial ou de tops, tocart ou todci..já tenho uma ideia dos testes psicotecnicos mas nao sei ao certo como me preparar..por exemplo matemática é interpretação de gráficos e tabelas, portugues interpretação de textos...
quanto ao inglês como me aconselham a treinar?
 

*

hbkplayer

  • Membro
  • *
  • 4
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1756 em: Janeiro 11, 2016, 12:06:18 am »
Boa tarde,
Tenho 21 anos e, ao que tudo indica, irei concluir uma licenciatura em Gestão em Junho. Tenho ainda duas vontades que gostaria de cumprir antes de entrar na vida profissional, uma é servir Portugal através da Força Aérea, outra é tirar uma licenciatura de Direito da Universidade de Lisboa. Tendo em conta as minhas habilitações eminentes, e também a minha altura (superior a 1.90), o RC para Oficiais, parece-me a melhor opção. A minha dúvida é, se tal, é conciliável com a frequência de uma licenciatura. Li no site, que há certos incentivos como a aplicação do trabalhador-estudante ou possíveis dispensas semanais até 8 horas. No entanto, até que ponto é que isso se verifica na prática? É possível? Se sim, quais as especialidades de RC Oficiais que melhor se ajustam para um militar-estudante?

Desde já obrigado pela atenção!
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7418
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +99/-30
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1758 em: Janeiro 12, 2016, 11:31:51 am »
Boa tarde,
Tenho 21 anos e, ao que tudo indica, irei concluir uma licenciatura em Gestão em Junho. Tenho ainda duas vontades que gostaria de cumprir antes de entrar na vida profissional, uma é servir Portugal através da Força Aérea, outra é tirar uma licenciatura de Direito da Universidade de Lisboa. Tendo em conta as minhas habilitações eminentes, e também a minha altura (superior a 1.90), o RC para Oficiais, parece-me a melhor opção. A minha dúvida é, se tal, é conciliável com a frequência de uma licenciatura. Li no site, que há certos incentivos como a aplicação do trabalhador-estudante ou possíveis dispensas semanais até 8 horas. No entanto, até que ponto é que isso se verifica na prática? É possível? Se sim, quais as especialidades de RC Oficiais que melhor se ajustam para um militar-estudante?

Desde já obrigado pela atenção!

As especialidades de oficiais RC o Cabeça de Martelo já pos o link.
Não sei dizer que uma seja melhor que a outra, depende de gosto e interesse pessoal.

Em relação ao trabalhador-estudante, é possivel ter esse estatuto na Força Aérea, penso que se tem direito a algumas horas de licença para ir a aulas e acho que o dia de exames, mas, sem prejuizo do serviço, isto é, se um certo dia for necessário trabalhar, a Força Aérea simplesmente não autoriza a licença.
Penso que o mais "confortável" para estudar, é ter uma especialidade da área APOIO, pois é mais a parte logistica e administrativa, logo mais improvável de ser necessário trabalhar fora do horário normal de serviço, ou ter que se deslocar para fora da unidade por várias semanas para participar em exercicios e missões.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: hbkplayer

*

hbkplayer

  • Membro
  • *
  • 4
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1759 em: Janeiro 12, 2016, 05:38:05 pm »
Boa tarde,
Tenho 21 anos e, ao que tudo indica, irei concluir uma licenciatura em Gestão em Junho. Tenho ainda duas vontades que gostaria de cumprir antes de entrar na vida profissional, uma é servir Portugal através da Força Aérea, outra é tirar uma licenciatura de Direito da Universidade de Lisboa. Tendo em conta as minhas habilitações eminentes, e também a minha altura (superior a 1.90), o RC para Oficiais, parece-me a melhor opção. A minha dúvida é, se tal, é conciliável com a frequência de uma licenciatura. Li no site, que há certos incentivos como a aplicação do trabalhador-estudante ou possíveis dispensas semanais até 8 horas. No entanto, até que ponto é que isso se verifica na prática? É possível? Se sim, quais as especialidades de RC Oficiais que melhor se ajustam para um militar-estudante?

Desde já obrigado pela atenção!

As especialidades de oficiais RC o Cabeça de Martelo já pos o link.
Não sei dizer que uma seja melhor que a outra, depende de gosto e interesse pessoal.

Em relação ao trabalhador-estudante, é possivel ter esse estatuto na Força Aérea, penso que se tem direito a algumas horas de licença para ir a aulas e acho que o dia de exames, mas, sem prejuizo do serviço, isto é, se um certo dia for necessário trabalhar, a Força Aérea simplesmente não autoriza a licença.
Penso que o mais "confortável" para estudar, é ter uma especialidade da área APOIO, pois é mais a parte logistica e administrativa, logo mais improvável de ser necessário trabalhar fora do horário normal de serviço, ou ter que se deslocar para fora da unidade por várias semanas para participar em exercicios e missões.

Obrigado pela resposta.
Sim, julgo que podem dar licença até 8 horas semanais, o que já não é nada mau.
Quanto aos exames, acho que tenho direito a fazer o exame noutro dia, caso não o possa fazer por razões de serviço, o que também ajuda. Quanto à especialidade, a área de APOIO tem, após formação, uma horário "fixo" e constante? E as especialidades da área OPERAÇÕES? Será que apesar de terem essas semanas de participação em exercícios e missões, não têm durante o período regular um horário mais equilibrado, ou "aliviado"? Isto porque, apesar de me considerar um estudante, acho muito interessante a área operacional. Os oficiais em RC, da área operacional, mantêm após formação, treinos e exercícios militares?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14993
  • Recebeu: 992 vez(es)
  • Enviou: 939 vez(es)
  • +171/-167
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1760 em: Janeiro 13, 2016, 11:45:36 am »
Nenhum militar tem horário fixo, apenas há unidades/especialidades onde há menos possibilidade de fazer horas depois de uma determinada hora que outras.

Lê o que o Lightning escreveu porque ele fala com a voz da experiência.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: hbkplayer

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7418
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +99/-30
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1761 em: Janeiro 13, 2016, 03:47:12 pm »
Nada é 100% garantido, por exemplo a PA está na parte de apoio e eles tem horários muito exigentes com serviços 24h/dia.

A manutenção "normalmente" funciona no horário normal, mas a manutenção de aeronaves e armamento de aeronaves é mais incerto, pode haver semanas em que está em horário normal, pode haver semanas em que trabalham noite dentro, isto é, começa às 08:30 e pode acabar às 22:00, já tive um dia que começou à meia-noite e acabou às 06:00, já tive dias com 2 turnos de 12h, mas isso foram exepções pontuais, o normal é o 08:30 às 17:30 que com regularidade avança até as 19h, 22h, etc.

A área de Operações tem elementos que funcionam em serviços 24h como os controladores, comunicações, os meteorologistas, os opsas (bombeiros) trabalham à semana, tem várias equipas enquanto umas estão de serviço, outras em apoio, outras em descanso, nunca percebi muito bem aquilo lool, a informática já é normal funcionar no horário normal.

PS: Os militares não recebem horas extra, mas é lógico que quem trabalha 24h ou por turnos não o faz os 5 dias da semana, tem sempre direito ao seu descanso, tem serviços 24h ou turnos que o fim de semana são iguais aos outros dias.
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: hbkplayer

*

hbkplayer

  • Membro
  • *
  • 4
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1762 em: Janeiro 13, 2016, 06:34:49 pm »
Nada é 100% garantido, por exemplo a PA está na parte de apoio e eles tem horários muito exigentes com serviços 24h/dia.

A manutenção "normalmente" funciona no horário normal, mas a manutenção de aeronaves e armamento de aeronaves é mais incerto, pode haver semanas em que está em horário normal, pode haver semanas em que trabalham noite dentro, isto é, começa às 08:30 e pode acabar às 22:00, já tive um dia que começou à meia-noite e acabou às 06:00, já tive dias com 2 turnos de 12h, mas isso foram exepções pontuais, o normal é o 08:30 às 17:30 que com regularidade avança até as 19h, 22h, etc.

A área de Operações tem elementos que funcionam em serviços 24h como os controladores, comunicações, os meteorologistas, os opsas (bombeiros) trabalham à semana, tem várias equipas enquanto umas estão de serviço, outras em apoio, outras em descanso, nunca percebi muito bem aquilo lool, a informática já é normal funcionar no horário normal.

PS: Os militares não recebem horas extra, mas é lógico que quem trabalha 24h ou por turnos não o faz os 5 dias da semana, tem sempre direito ao seu descanso, tem serviços 24h ou turnos que o fim de semana são iguais aos outros dias.

A área de controladores é daqueles que mais me cativa. Já me disseram que trabalham no aeroporto de Lisboa, é verdade?
Depois do período de instrução, continuamos destacados na zona de Lisboa? Por causa da faculdade...
Depois da Instrução Complementar, dizem que o alojamento e alimentação é fornecido dos QP. O que é isso concretamente? Temos que dormir no quartel, ou caso tenhamos residência na zona, podemos ir dormir a casa?
Obrigado mais uma vez, e desculpem a ignorância.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7418
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +99/-30
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1763 em: Janeiro 13, 2016, 08:30:48 pm »
A área de controladores é daqueles que mais me cativa. Já me disseram que trabalham no aeroporto de Lisboa, é verdade?

Penso que há alguns, mas não serão muitos, no aeroporto de Lisboa eles controlam os voos militares, o C-130 semanal para os Açores, talvez os voos de tropas para o estrangeiro, etc.

Citar
Depois do período de instrução, continuamos destacados na zona de Lisboa? Por causa da faculdade...

Talvez sim... talvez não, vai para onde fizer falta, pode ser em Lisboa, pode ser na Base das Lajes nos Açores, aconselho a ter a mente aberta, toda a gente tem as suas razões para ficar num determinado sitio, uns conseguem outros não, o que posso aconselhar é a ser o melhor da turma pois as colocações após a formação são por ordem do primeiro para o ultimo, as vagas são em numero idêntico, por isso o ultimo classificado terá a ultima vaga.

Citar
Depois da Instrução Complementar, dizem que o alojamento e alimentação é fornecido dos QP. O que é isso concretamente?

QP significa Quadro Permanente, no fundo é o pessoal efectivo, enquanto RC significa Regime de Contracto, não tem nada a ver com alojamento e alimentação, quem fornece isso é a unidade onde estiver colocado.

Citar
Temos que dormir no quartel, ou caso tenhamos residência na zona, podemos ir dormir a casa?

A recruta e formação é em regime de internato, passa lá a semana toda. Depois quando estiver numa unidade fica à escolha do militar lá ficar a dormir ou não, imagine que não fica em Lisboa, já vai dar jeito o alojamento.

Eu no meu post anterior tentei mostrar a variedade de horários que os militares podem ter, pois na Força Aérea existem serviços muito variados, com necessidades muito variadas. E mesmo tento já alguns anos de Força Aérea há sempre coisas que não se sabe, não sei como é o dia-a-dia de um musico da Banda da Força Aérea, ou de um militar da Engenharia de Aeródromos, ou de um enfermeiro no Hospital das Forças Armadas.
« Última modificação: Janeiro 13, 2016, 08:36:06 pm por Lightning »
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: hbkplayer

*

hbkplayer

  • Membro
  • *
  • 4
  • Enviou: 4 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1764 em: Janeiro 17, 2016, 12:09:39 pm »
A área de controladores é daqueles que mais me cativa. Já me disseram que trabalham no aeroporto de Lisboa, é verdade?

Penso que há alguns, mas não serão muitos, no aeroporto de Lisboa eles controlam os voos militares, o C-130 semanal para os Açores, talvez os voos de tropas para o estrangeiro, etc.

Citar
Depois do período de instrução, continuamos destacados na zona de Lisboa? Por causa da faculdade...

Talvez sim... talvez não, vai para onde fizer falta, pode ser em Lisboa, pode ser na Base das Lajes nos Açores, aconselho a ter a mente aberta, toda a gente tem as suas razões para ficar num determinado sitio, uns conseguem outros não, o que posso aconselhar é a ser o melhor da turma pois as colocações após a formação são por ordem do primeiro para o ultimo, as vagas são em numero idêntico, por isso o ultimo classificado terá a ultima vaga.

Citar
Depois da Instrução Complementar, dizem que o alojamento e alimentação é fornecido dos QP. O que é isso concretamente?

QP significa Quadro Permanente, no fundo é o pessoal efectivo, enquanto RC significa Regime de Contracto, não tem nada a ver com alojamento e alimentação, quem fornece isso é a unidade onde estiver colocado.

Citar
Temos que dormir no quartel, ou caso tenhamos residência na zona, podemos ir dormir a casa?

A recruta e formação é em regime de internato, passa lá a semana toda. Depois quando estiver numa unidade fica à escolha do militar lá ficar a dormir ou não, imagine que não fica em Lisboa, já vai dar jeito o alojamento.

Eu no meu post anterior tentei mostrar a variedade de horários que os militares podem ter, pois na Força Aérea existem serviços muito variados, com necessidades muito variadas. E mesmo tento já alguns anos de Força Aérea há sempre coisas que não se sabe, não sei como é o dia-a-dia de um musico da Banda da Força Aérea, ou de um militar da Engenharia de Aeródromos, ou de um enfermeiro no Hospital das Forças Armadas.

Antes de mais obrigado pela resposta. Só mais umas questões.
Como funciona o ingresso nas especialidades? É após a instrução comum a todas as especialidades? Ou antes, logo no momento da candidatura?
A especialidade Controladores (Oficiais RC), é muito difícil de entrar?
Há alguma especialidade de oficiais em RC que foque a sua actividade na zona de Lisboa?
Fazer parte da Força Aérea, ainda que a prazo, era uma experiência que muito gostaria de ter, mas também gostava de conciliar com a frequência de outra licenciatura.
Obrigado pela atenção, mais uma vez.
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7418
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +99/-30
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1765 em: Janeiro 19, 2016, 11:40:46 am »
Como funciona o ingresso nas especialidades? É após a instrução comum a todas as especialidades? Ou antes, logo no momento da candidatura?

O ingresso na formação de especialidade é imediatamente a seguir à recruta. Mas na recruta já sabe para que especialidade vai, isso é definido durante o processo de selecção.

Citar
Há alguma especialidade de oficiais em RC que foque a sua actividade na zona de Lisboa?

Penso que, os Controladores de Detecção e Intercepção só trabalham no Comando Aéreo, Monsanto.
« Última modificação: Janeiro 19, 2016, 11:43:02 am por Lightning »
 

*

girl92

  • Membro
  • *
  • 2
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1766 em: Janeiro 20, 2016, 03:02:22 pm »


As especialidades de oficiais RC o Cabeça de Martelo já pos o link.
Não sei dizer que uma seja melhor que a outra, depende de gosto e interesse pessoal.


boa tarde...conseguirias explicar de maneira muito resumida as diferenças entre TOPS, TOCART e TODCI? em termos de gostos pessoais...ou seja, se um é mais virado para a liderança, outro para a matématica, etc...
« Última modificação: Janeiro 20, 2016, 03:11:11 pm por girl92 »
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7418
  • Recebeu: 624 vez(es)
  • Enviou: 762 vez(es)
  • +99/-30
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1767 em: Janeiro 21, 2016, 09:20:50 am »
boa tarde...conseguirias explicar de maneira muito resumida as diferenças entre TOPS, TOCART e TODCI? em termos de gostos pessoais...ou seja, se um é mais virado para a liderança, outro para a matématica, etc...

Disso não sei, sei o que está escrito no site de recrutamento da Força Aérea.
TOPS tem a ver com o planeamento dos voos, TOCART tem a ver com o controlo de tráfego aéreo nas Bases (trabalho de Torre de Controlo de aeroporto) e TODCI tem a ver com a detecção de aviões em espaço aéreo nacional e o guiamento dos caças até à sua intercepção.
 

*

Diogo M

  • Membro
  • *
  • 2
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1768 em: Janeiro 30, 2016, 11:17:39 pm »
Boa noite,
Estou neste momento a concluir o ensino secundário e gostaria de no próximo ano ingressar em Eng Aeronáutica ou Pilotagem na academia da força aérea. Em termos de notas de secundário está tudo mais ou menos encaminhado, o que neste momento mais me preocupa são os testes que lá poderei ser sujeito. Alguém me pode falar detalhadamente sobre estes testes, nomeadamente o seu percurso desde que se candidataram à academia, até à prova de aptidão militar, passando por todas as etapas intermediarias. Pedia também a alguém que saiba para esclarecer todas as provas que lá se prestam, com especial ênfase na PAM.
Pedia também caso saibam, se me podem indicar o calendário de todas as etapas desde que se apresentam as candidaturas até à efectiva colocação na academia.
Peço desculpa pela quantidade de questões mas eu estou muito receoso ainda.
 

*

raphael

  • Investigador
  • *****
  • 1228
  • Recebeu: 200 vez(es)
  • Enviou: 166 vez(es)
  • +36/-4
Re: Ingresso na Força Aérea
« Responder #1769 em: Janeiro 31, 2016, 02:35:53 am »
Boa noite,
Estou neste momento a concluir o ensino secundário e gostaria de no próximo ano ingressar em Eng Aeronáutica ou Pilotagem na academia da força aérea. Em termos de notas de secundário está tudo mais ou menos encaminhado, o que neste momento mais me preocupa são os testes que lá poderei ser sujeito. Alguém me pode falar detalhadamente sobre estes testes, nomeadamente o seu percurso desde que se candidataram à academia, até à prova de aptidão militar, passando por todas as etapas intermediarias. Pedia também a alguém que saiba para esclarecer todas as provas que lá se prestam, com especial ênfase na PAM.
Pedia também caso saibam, se me podem indicar o calendário de todas as etapas desde que se apresentam as candidaturas até à efectiva colocação na academia.
Peço desculpa pela quantidade de questões mas eu estou muito receoso ainda.

Humm por todas as questões que colocas nem passaste os olhos pela informação que a Força Aérea disponibiliza online...

Começas por aqui...o inicio...na página do centro de recrutamento...percorres os separadores todos que constam da página:
http://www.emfa.pt/www/po/crfa/recrutsubpag-001.001.001-curso-de-mestrado-em-aeronautica-militar

tens inclusivé um guia de acesso que a Academia disponibilizou para o concurso de 2015:
http://www.emfa.pt/www/po/crfa/conteudos/documentos/downloads/qp/guiadeacesso_afa2015.pdf

Tens também a página da própria Academia:
http://www.emfa.pt/www/po/unidades/unidade-10D00

Estás receoso de quê? Se vais a medo a parte dos psicotécnicos não te vai correr de feição.

Penso que na info disponibilizada pela Força Aérea terás respostas para todas as tuas questões.

Boas pesquisas!
Um abraço
Raphael
__________________
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Diogo M

 

Açores: radares de defesa aérea a partir de 2011

Iniciado por pmdavila

Respostas: 18
Visualizações: 9256
Última mensagem Maio 20, 2008, 04:09:50 pm
por Lancero
FAP A-10 em treino na base aérea Monte Real

Iniciado por antoninho

Respostas: 93
Visualizações: 22900
Última mensagem Fevereiro 23, 2007, 06:19:12 am
por Nuno Bento
Desactivação da Base aérea nº 6 do Montijo

Iniciado por Mar Verde

Respostas: 398
Visualizações: 64533
Última mensagem Setembro 19, 2019, 12:25:48 pm
por Daniel
BA11 - Base Aérea Beja

Iniciado por asalves

Respostas: 23
Visualizações: 2513
Última mensagem Agosto 30, 2019, 10:23:14 am
por tenente
Base Aérea na Madeira

Iniciado por pedro

Respostas: 132
Visualizações: 28259
Última mensagem Fevereiro 24, 2006, 11:54:38 pm
por pedro