Ingresso na Marinha

  • 278 Respostas
  • 93286 Visualizações
*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #45 em: Agosto 25, 2009, 07:47:32 pm »
Questões:

Quando sai a previsão dos Concursos para 2010?

Após ingressar e completar o curso Operações na Marinha poderei ingressar nos Fuzileiros?

Duração: 1 mês recruta, 6 meses de curso, estou correcto?

Desde já muito Obrigado!
 

*

Lightning

  • Moderador Global
  • *****
  • 7515
  • Recebeu: 656 vez(es)
  • Enviou: 796 vez(es)
  • +104/-31
(sem assunto)
« Responder #46 em: Agosto 26, 2009, 05:06:49 pm »
Realmente não percebo porque anda esta gente a querer ir para uma especialidade da Marinha e depois mudar para Fuzileiro?

É como se eu dissesse, gostava de se cozinheiro, mas posso primeiro ser padeiro?

Se querem ir para Fuzileiro porque é que não concorrem já para Fuzileiro em vez de andarem para ai a perder tempo noutros cursos e especialidades?

É que é possivel que após concluirem o primeiro curso sejam "obrigados" a trabalhar alguns "anos" nessa especialidade que concluiram...
 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #47 em: Agosto 26, 2009, 07:28:59 pm »
eu até queria concorrer já para os Fuzileiros mas não posso devido a miopia, que deve ser curada para o ano que vem.
 

*

civil

  • 79
  • +0/-0
    • http://www.dinheirocomjuros.com
(sem assunto)
« Responder #48 em: Agosto 27, 2009, 11:43:51 am »
Após ter especialidade, não se pode mudar. Por isso se tirar o curso de operações, não pode concorrer a fuzileiro. Penso que talvez a unica maneira de o poder fazer é tirar a especialidade, cumprir os dois anos como praça, e depois caso tenha o 12º concorrer a oficial fuzileiro RC, mas acho que tem primeiro de sair da marinha (não tenho a certeza). De qualquer modo é uma perda de tempo andar a mudar de especialidade.
 

*

dannymu

  • 79
  • +0/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #49 em: Outubro 18, 2009, 12:16:06 am »
Boa noite a todos. Eu estou estudar Relações Internacionais no Reino Unido (terminarei o curso este ano) e há muitos anos que  gostaria de servir nas Forças Armadas Portuguesas. Para ser mais preciso, gostaria de entrar nos Fuzileiros ou pelo menos ter alguma função na Armada (gostaria muito de embarcar numa das fragatas ou noutro meio marítimo qualquer). Embora eu tenha os requerimentos académicos e muito provavelmente passaria os exercícios físicos necessários (vou ao ginásio 3 vezes por semana, corro 3Km quase todos os dias e tento ir nadar uma a duas vezes por semana), eu tenho dois problemas que de certeza absoluta me impedirão de ingressar na Armada (ou nos outros ramos das Forças Armadas): tenho miopia (embora possa ser corrigida por cirurgia) e tenho uma surdez média que faça com que tenha que utilziar aparelhos (infelizmente não existe nenhuma cirurgia) que cure tal surdez. Embora tenha quase a certeza que ambos os problemas me impedirão de servir nas Forças Armadas, eu gostaria que alguém no Fórum Defesa me confirmasse isso (ou se houver a mínima hipótese de servir nas Forças Armadas apesar da minha deficiência auditiva e miopia)e talvez me explicasse se existe alguma maneira alternativa de servir as Forças Armadas (talvez fazer trabalhos de secretaria no Ministério da Defesa Nacional ou num dos Estados-Maior ou trabalhar para instituições como o Instituto de Defesa Nacional?).

Eu sei que posso fazer essas perguntas no Centro de Recrutamento mas teria que esperar até Dezembro quando fôr passar o Natal em Portugal. E eu estou muito desejoso de ter algumas respostas sobre o tema por isso não resisti fazer perguntas no Fórum Defesa. :)
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #50 em: Outubro 18, 2009, 01:24:56 am »
O Ministério da Defesa Nacional (MDN) tem uma unidade orgânica que é a Direcção-Geral da Política de Defesa Nacional (DGPDN):

 :arrow: http://www.mdn.gov.pt/mdn/pt/mdn/organograma/dgpdn/

O Instituto de Defesa Nacional (IDN) também pode ser uma boa hipótese.

Questões:
- o recrutamento na Administração Pública portuguesa é feito muitas vezes à base da "cunha". Portanto quando abre um concurso público para recrutamento de pessoal, normalmente já o lugar está atribuido e trata-se apenas de cumprir com os procedimentos legais.

- Licenciatura em Relações Internacionais no estrangeiro...impressiona muito...mas se não tiver uma equivalência por uma universidade portuguesa...é como se não tiver...Bolonha e tal...mas isso só funciona entre as universidades...se não houver um papel do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) ou de uma universidade portuguesa a dizer que o curso é equivalente...É que muitos dos concursos mais recentes até dizem algo do tipo "Licenciatura em xxxx ou habilitação legalmente equivalente"...

Outra hipótese é fazer uma espécie de candidatura expontânea, tipo a pedir para realizar um estágio...mas acho que deve deixar que não está à espera de receber qualquer tipo de remuneração (i.e. estágio não remunerado)...pode ser que assim se interessem...
 

*

dannymu

  • 79
  • +0/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #51 em: Outubro 21, 2009, 04:27:58 pm »
Sr Pereira Marques, muito obrigado pelas dicas que o Sr me deu. A ideia de estágio não remunerado é muito boa e eu até já pensei nisso. Eu estaria disposto a fazer um estágio não remunerado por uns 6 meses até 1 ano ou ano e meio. Mas talvez o facto de ter estudado no Reino Unido numa das melhores universidades dp mundo em Relações Internacionais ajude a ultrapassar a barreira das cunhas.

Em relação à equivalência do meu curso, qualquer universidade Portuguesa fará a equivalência? Ou apenas as universidades com curso de Relações Internacionais é que o podem fazer? De qualquer das formas vou ao site do MCTES para pesquisar mais sobre esse assunto pois para ser sincero, não estava nada à espera que fosse preciso ter tal equivalência. Eu pensava que mostrando o meu diploma de graduação da universidade britânica chegasse. Espero que não seja muito complicado e demorado o processo de obter equivalência. E seria mesmo bom se o pudesse fazer através do Consulado de Portugal em Manchester.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #52 em: Outubro 22, 2009, 12:01:45 am »
Com o Processo de Bolonha (e o Suplemento ao Diploma, que penso que um diploma com uma formatação/organização própria da União Europeia e igual para todos os países) isto teoricamente estaria mais facilitado. E as universidades, umas entre as outras são obrigadas a cumprir isso e a reconhecer os diferentes cursos. Mas isto são as universidades...as entidades públicas ou privadas em Portugal são obrigadas ao mesmo? Ou fazem a mínima ideia do que é o Processo de Bolonha?...don't think so :| ...

De qualquer maneira, se for um estágio não-remunerado, muito provavelmente não se revistirá dos mesmos procedimentos legais de um concurso público...e portanto essa questão do reconhecimento formal das habilitações literárias pode até nem se colocar...

Um questão complexa (ou possivelmente complexa) pode vir da situação "Licenciatura em xxxx ou habilitação legalmente equivalente", é que no "legalmente equivalente" pode caber várias coisas. Ou é legal porque tem o tal Suplemento ao Diploma, ou é legal porque houve um processo formal de reconhecimento de equivalência das habilitações por parte de uma universidade portuguesa.

Depois, sem querer induzir em erro, penso que há ainda várias modalidades possivéis de reconhecimento de equivalência das habilitações:
- Registo do Diploma/Curso. Em que há um reconhecimento genérico que o aluno tem um determinado Grau Académico (neste caso, Licenciado), mas sem "adjectivação", sem referência a área do conhecimento;
- Equivalência para prosseguimento de estudos. Reconhece-se que o aluno tem uma formação de base suficiente para prosseguir estudos mais avançados (Mestrado, Doutoramento, etc.). Pode até haver um certificado/diploma de reconhecimento como "Licenciado em Relações Internacionais", mas destina-se apenas a fins de prosseguimento de estudos e não a reconhecimento profissional.
- Equivalência a nível de reconhecimento profissional. É o processo mais complexo, nomeadamente se envolver profissões reguladas por Ordens Profissionais (Médicos, Advogados, etc.).

De qualquer maneira dannymu estamos num período de transição, no âmbito do tal Processo de Bolonha, tem saido alguma legislação e a tendência é que as coisas se tornem mais simples, menos burocráticas e mais expeditas.

Neste sentido, em primeiro lugar, penso que deveria contactar o IDN ou a DGPDN para saber se eles estarão interessados em o acolher para o estágio e em caso afirmativo saber se realmente é necessário proceder aos tais formalismos de reconhecimento da equivalência das habilitações. Em caso afirmativo, então ai é que deve procurar contactar o MCTES, saber quais os procedimentos necessários e se esse processo pode ser tratado exclusivamente no MCTES ou se terá que haver também intervenção de uma universidade portuguesa.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #53 em: Novembro 09, 2009, 09:24:08 am »
Aviso n.º 20167/2009. D.R. n.º 217, Série II de 2009-11-09

Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Superintendência dos Serviços do Pessoal - Direcção do Serviço de Pessoal - Repartição de Recrutamento e Selecção

Abertura do concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço no regime de contrato na categoria de praças

 :arrow: http://dre.pt/util/getpdf.asp?s=diad&se ... 2009066514

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL - MARINHA
 
CONCURSO DE ADMISSÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO MILITAR NO REGIME DE
CONTRATO NA CATEGORIA DE OFICIAIS TÉCNICOS SUPERIORES NAVAIS (TSN) E DE OFICIAIS TÉCNICOS
NAVAIS (TN)

http://www.marinha.pt/PT/carreira/concu ... nc2010.pdf
 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #54 em: Dezembro 18, 2009, 01:11:45 am »
Já estou a tratar dos documentos necessários para o ingresso e surgiu uma dúvida:

a) Requerimento dirigido ao Almirante Chefe do Estado-Maior da Armada;

Onde poderei arranjar a minuta?

Estive a pesquisar, não encontrei, secalhar até me passou pelos olhos  :N-icon-Axe:

Boa Sorte a todos os novos recrutas
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #55 em: Dezembro 18, 2009, 11:17:42 am »
 

*

zeNice

  • 258
  • +0/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #56 em: Dezembro 18, 2009, 06:42:57 pm »
haaa, mesmo á frente dos olhos. Muito obrigado sôr Marques.
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #57 em: Dezembro 21, 2009, 10:31:43 am »
Aviso n.º 22884/2009. D.R. n.º 245, Série II de 2009-12-21
Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Superintendência dos Serviços do Pessoal - Direcção do Serviço de Pessoal - Repartição de Recrutamento e Selecção
Aviso de abertura de concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço no regime de contrato na categoria de praças na classe de Mergulhadores
 :arrow: http://dre.pt/util/getpdf.asp?s=diad&se ... 2009074462
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #58 em: Março 30, 2010, 09:16:53 am »
Citar
Superintendência dos Serviços do Pessoal
Direcção do Serviço de Pessoal
Repartição de Recrutamento e Selecção
Aviso n.º 6502/2010

Concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço
no regime de contrato na categoria de praças

1 — Faz -se saber que, a partir da data de publicação deste aviso está
aberto concurso nesta Repartição, nos termos estabelecidos na lei do
Serviço Militar e respectivo Regulamento e no Estatuto dos Militares
das Forças Armadas, para admissão de cidadãos de ambos os sexos
voluntários para prestação de serviço militar em Regime de Contrato,
na categoria de praças.
2 — Podem concorrer os cidadãos que satisfaçam as condições de
admissão e que se comprometam a servir na Marinha por um período
mínimo de 2 anos após a data do final do Curso de Formação de
Praças.
3 — Os documentos para admissão ao concurso deverão dar entrada
no Centro de Recrutamento da Armada, Repartição de Recrutamento e
Selecção, Instalações Navais de Alcântara, Praça da Armada, 1350  -027
Lisboa, até às 16.30 horas do dia 23 de Abril de 2010 (incorporação a
01 de Julho de 2010).
4 — Para além das condições gerais constantes nas Normas do Con-
curso, os candidatos devem satisfazer as seguintes condições:
(1) Idade mínima de 18 e máxima de 24 anos até 31 de Dezembro
de 2010;
(2) Estar habilitado, no mínimo, com o 2.º ciclo completo do Ensino
Básico, ou habilitação legalmente equivalente.
4 — Nos termos da legislação em vigor o Regime de Contrato tem a
duração mínima de dois e máxima de seis anos.
5 — As normas contendo as condições de admissão e outras infor-
mações podem ser obtidas nos seguintes locais:
Centro de Recrutamento da Armada — Instalações Navais de Alcân-
tara — Praça da Armada, 1350 -027 Lisboa — Telefone: 21 394 54 69;
Fax: 21 394 55 66; Número Verde: 800 20 46 35 (chamada grátis a
partir da rede fixa);
Candidatura online disponível em: www.marinha.pt;
E -mail:  http://dre.pt/pdf2sdip/2010/03/062000000/1637816378.pdf
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
Re: Ingresso na Armada
« Responder #59 em: Abril 14, 2010, 09:22:06 am »
Citar
Aviso n.º 7424/2010. D.R. n.º 72, Série II de 2010-04-14

Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Superintendência dos Serviços do Pessoal - Direcção do Serviço de Pessoal - Repartição de Recrutamento e Selecção

Aviso de abertura de concurso de admissão de voluntários para prestação de serviço no regime de contrato na categoria de praças da classe de mergulhadores

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2010/04/072000000/1915319154.pdf
 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3568
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 11930
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3775
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10278
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1848
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro