Ingresso na Marinha

  • 278 Respostas
  • 92978 Visualizações
*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2198
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +16/-0
    • http://forumdefesa.com
Ingresso na Marinha Novo
« em: Dezembro 13, 2007, 03:47:33 pm »


<img src="{SMILIES_PATH}/icon_arrow.gif" alt=":arrow:" title="Arrow" /> Este tópico centralizará toda a informação e dúvidas relacionadas com o ingresso na Armada.


https://recrutamentomilitar.bud.gov.pt/

Site do recrutamento para os três ramos.
« Última modificação: Outubro 08, 2019, 06:54:43 pm por HSMW »
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 


*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2198
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +16/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #2 em: Março 18, 2008, 11:14:42 am »
Citar
Recrutamento a Sul sufoca Marinha

Carlos Varela

A rigidez geográfica do recrutamento é das principais dificuldades sentidas pela Marinha, encerrando-a praticamente na regiões de Lisboa e Setúbal, segundo dados do Estado-Maior da Armada a que o JN teve acesso.

As consequências medem-se pela redução do impacto nacional dos elementos que integram a Armada, mas igualmente pela impossibilidade em variar a origem dos voluntários, sempre desejável em qualquer ramo das Forças Armadas, pela necessidade de representação do conjunto do país, como vários oficiais adiantaram ao JN.


Pior, uma das principais preocupações do chefe de Estado-Maior da Armada, almirante Melo Gomes, é fazer compreender à população a importância estratégica do mar para o país, mas uma vez que a mensagem da Armada pouco sai de duas grandes áreas do Sul, dificilmente aquele objectivo será alcançado.

As guarnições dos navios não parecem para já atingidas - um elemento importante, tendo em conta os programas de reequipamento que decorrem. A implicação mais gravosa está, no entanto, no impacto negativo sobre a unidade de elite da Marinha, o Corpo de Fuzileiros, que conta cada vez com menos voluntários e este ano há mesmo o risco de ter que ser cancelada a primeira incorporação prevista para este mês.


A Armada gostaria, em particular, de aumentar o recrutamento no Norte e Centro do país, uma vez que o número mais expressivo de candidatos está no Porto, e apenas reduzido a 6% do conjunto de voluntários, mas até agora as medidas de propaganda não têm surtido qualquer efeito. Só a classe de oficiais apresenta ainda alguma representatividade - têm origem na área de Coimbra, mas limitada a uns escassos 5% das incorporações.


Recentemente, a Marinha recorreu à participação em feiras na Exponor, associada a outras iniciativas de propagandear o ramo, mas sem quaisquer resultados.

Com efeito, mais de 50% das candidaturas e das incorporações de oficiais e praças - os sargentos são oriundos da carreira de praças - têm, em média, origem nas regiões de Lisboa e Setúbal.


A sul de Setúbal, o recrutamento nem sequer tem expressão, uma situação preocupante, uma vez que o Algarve, com tanta tradição marítima e concentração demográfica, está praticamente ausente das fileiras da Marinha de Guerra.

Parte do problema terá origem no facto de as principais infra-estruturas da Armada estarem localizadas em Lisboa e Margem Sul do Tejo. A única base naval nacional está sedeada no Alfeite, na Margem Sul do Tejo, e todos os serviços do Estado-Maior estão concentrados em Lisboa.


A situação dos fuzileiros também não é diferente, limitando-se as instalações ao Barreiro (sede da Escola de Fuzileiros) e ao Alfeite, onde se encontra o Corpo e toda a estrutura de comando.


Nesta unidade de elite, no entanto, as consequências são mais claras, e aqui a Marinha encara as dificuldades de recrutamento associadas também à falta de missões no exterior.


Se os navios ainda podem chegar a um porto e mostrar-se à população, já os fuzileiros estão limitados praticamente à Margem Sul do Tejo, desaparecendo para o conjunto da população.


A atribuição de uma missão no exterior poderia facilitar a divulgação da missão e imagem desta unidade de elite das Forças Armadas, chamando voluntários. Não obstante os constantes pedidos por parte do chefe de Estado-Maior da Armada, junto do Estado-Maior-General das Forças Armadas, para atribuição de uma missão, esse desejo ainda não foi concedido, limitado exclusivamente ao Exército.

Fonte

Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

Jorge Pereira

  • Administrador
  • *****
  • 2198
  • Recebeu: 58 vez(es)
  • Enviou: 116 vez(es)
  • +16/-0
    • http://forumdefesa.com
(sem assunto)
« Responder #3 em: Março 30, 2008, 05:55:02 pm »
Citação de: "deathangel1993"
É a primeira vez que escrevo e vou ja tirar uma dúvidas :snip:   :snip:   :G-bigun:
Um dos primeiros erros do mundo moderno é presumir, profunda e tacitamente, que as coisas passadas se tornaram impossíveis.

Gilbert Chesterton, in 'O Que Há de Errado com o Mundo'






Cumprimentos
 

*

»»Submarinista»»

  • Membro
  • *
  • 94
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Abril 06, 2008, 12:38:33 pm »
Citação de: "Jorge Pereira"
Citação de: "deathangel1993"
É a primeira vez que escrevo e vou ja tirar uma dúvidas :snip:   :snip:   :G-bigun:


Bem, eu não sou fuzileiro mas tenho amigos no DAE e como deves calcular as provas de admissão para a classe de fuzileiros já não é pera doce agora imagina para o DAE, em relação ás missões em que estão envolvidos são missões em que só actuam com ordem directa do governo português, logo são missões secretas.
Mas podes ter uma ideia do tipo de missão em que estão envolvidos quando foram destacados para o Congo.
Atentamente
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6817
  • Recebeu: 344 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +214/-0
(sem assunto)
« Responder #5 em: Abril 09, 2008, 10:15:34 am »
Aviso n.º 11003/2008, D.R. n.º 70, Série II de 2008-04-09
Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Escola Naval
Nos termos do Regulamento da Escola Naval,é aberto concurso, de 5 de Maio a 18 de Julho, para admissão de cadetes para os cursos de ingresso nas classes de oficiais dos quadros permanentes da Marinha

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/04/070000000/1582915829.pdf
 


*

Ryan

  • 25
  • +0/-0
Inaptos
« Responder #7 em: Maio 10, 2008, 12:41:04 pm »
Queria saber porque foram dados como inaptos tantas pessoas , segundo o que vi no site da marinha foram mais de 100 pessoas eliminadas do
concurso de praças.
Porquê isto ?
Será que a poucas vagas ?
Obrigado pela atenção
 

*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Maio 10, 2008, 04:14:01 pm »
Achas 100 eliminados muitos, olha que no 3º curso de FZ praça RC de 2007 concorreram cerca de 350 e só entraram uns 70...
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

SSK

  • Moderador Global
  • *****
  • 1523
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #9 em: Maio 30, 2008, 11:48:09 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Aviso n.º 11003/2008, D.R. n.º 70, Série II de 2008-04-09
Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Escola Naval
Nos termos do Regulamento da Escola Naval,é aberto concurso, de 5 de Maio a 18 de Julho, para admissão de cadetes para os cursos de ingresso nas classes de oficiais dos quadros permanentes da Marinha

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/04/070000000/1582915829.pdf


Ouvi dizer que este curso está suspenso. Alguém sabe alguma coisa?
"Ele é invisível, livre de movimentos, de construção simples e barato. poderoso elemento de defesa, perigosíssimo para o adversário e seguro para quem dele se servir"
1º Ten Fontes Pereira de Melo
 

*

de la Perière

  • 13
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #10 em: Junho 10, 2008, 10:41:50 pm »
Citação de: "SSK"
Citação de: "PereiraMarques"
Aviso n.º 11003/2008, D.R. n.º 70, Série II de 2008-04-09
Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Escola Naval
Nos termos do Regulamento da Escola Naval,é aberto concurso, de 5 de Maio a 18 de Julho, para admissão de cadetes para os cursos de ingresso nas classes de oficiais dos quadros permanentes da Marinha

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/04/070000000/1582915829.pdf

Ouvi dizer que este curso está suspenso. Alguém sabe alguma coisa?


Será por um deputado se ter lembrado que é descriminação impedir o acesso de mulheres à classe de fuzileiros?
Common sense for the world's uncommon nonsense (G.K. Chesterton)
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6817
  • Recebeu: 344 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +214/-0
(sem assunto)
« Responder #11 em: Junho 14, 2008, 09:00:37 pm »
Aviso n.º 17744/2008, D.R. n.º 113, Série II de 2008-06-13

Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Superintendência dos Serviços do Pessoal - Direcção do Serviço de Pessoal - Repartição de Recrutamento e Selecção

Aviso de abertura do concurso de admissão de voluntários de ambos os sexos para prestação de serviço no regime de contrato na categoria de praça

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/06/113000000/2613926139.pdf
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6817
  • Recebeu: 344 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +214/-0
(sem assunto)
« Responder #12 em: Junho 23, 2008, 10:34:54 am »
Aviso n.º 18284/2008, D.R. n.º 119, Série II de 2008-06-23

Ministério da Defesa Nacional - Marinha - Superintendência dos Serviços do Pessoal - Direcção do Serviço de Pessoal - Repartição de Recrutamento e Selecção

Abertura do concurso de admissão de cidadãos do sexo masculino e feminino voluntários para prestação de serviço no regime de contrato na categoria de oficial

 :arrow: http://dre.pt/pdf2sdip/2008/06/119000000/2713927140.pdf
 

*

Ryan

  • 25
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #13 em: Julho 03, 2008, 11:08:30 pm »
Este ano concorri a marinha e já fui dado como inapto, será possível  concorrer novamente ?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15058
  • Recebeu: 1020 vez(es)
  • Enviou: 960 vez(es)
  • +173/-170
(sem assunto)
« Responder #14 em: Agosto 16, 2008, 03:35:58 pm »
Esclarecimento sobre concursos

Publicado em:
 2008-08-07



Sobre uma notícia veiculada ontem pela TVI julga-se adequado prestar os seguintes esclarecimentos, relativamente ao concurso para mergulhadores da Marinha.

O edital desse concurso, que consta do Diário da República 47, 2.ª série, estabelece que as inscrições para o mesmo abriram a 6 de Março, fechando a 24 Abril, sendo o único concurso anual para praças mergulhadores.

De facto, este concurso é anterior às alterações entretanto verificadas para a classe de Fuzileiros e que serão extensivas a todas as restantes classes. A data mencionada de 13 de Agosto não é referente ao fecho do concurso, mas tão somente à data de incorporação dos candidatos seleccionados após a conclusão dos necessários testes psicotécnicos, médicos e físicos.

A Marinha garante também que o próximo concurso para mergulhadores será aberto a ambos os sexos.

A Marinha reitera ainda que a limitação imposta nestes concursos nunca se deveu ao desrespeito pelo princípio da igualdade entre homens e mulheres, mas apenas devido à necessidade de criar as condições adequadas para integrar militares do sexo feminino em áreas específicas. Estas necessidades implicam, forçosamente, construir e reformular instalações, bem como adquirir novos equipamentos e capacidades, o que, obviamente, implica custos e investimento.

Por último, importa recordar que a Marinha já procedeu à reconfiguração da quase totalidade das classes de navios por forma a poder receber militares do sexo feminino. Apenas nos submarinos e face às condições existentes, tal situação não foi considerada adequada e exequível.

Existem actualmente 813 mulheres na Marinha, entre oficiais, sargentos e praças.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

 

Passos quer Marinha com nova "abertura ao mar"

Iniciado por zawevo

Respostas: 4
Visualizações: 3562
Última mensagem Maio 15, 2012, 09:42:43 am
por P44
Marinha entrega pela primeira vez comando de navio a mulher

Iniciado por Marauder

Respostas: 38
Visualizações: 11915
Última mensagem Maio 18, 2006, 09:03:15 am
por Pedro Monteiro
Fragatas e Corvetas Portuguesas a vela da Marinha 1815/1860

Iniciado por mkorobok

Respostas: 9
Visualizações: 3772
Última mensagem Julho 12, 2011, 12:13:30 pm
por mkorobok
Fará sentido comprar mais EH-101 para a marinha?

Iniciado por papatango

Respostas: 28
Visualizações: 10255
Última mensagem Setembro 12, 2005, 05:04:26 pm
por Rui Elias
Novo artigo sobre a Esquadrilha de Helicópteros da Marinha

Iniciado por Pedro Monteiro

Respostas: 0
Visualizações: 1844
Última mensagem Maio 06, 2009, 09:03:24 pm
por Pedro Monteiro