Ingresso no Exército

  • 5491 Respostas
  • 791313 Visualizações
*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #30 em: Dezembro 29, 2007, 07:33:09 pm »
Bem isso das desistências deve-se em parte a muito pessoal ir para lá sem ter plena consciência do regime em que vão entrar.
Qualquer pessoa minimamente interessada saberá que a liberdade acaba-se quase por completo.
Ou seja quem está habituado á escola ( refiro-me ás baldas ) .. a sair quando quer .. a ir a x sítio se lhe apetecer irá acarretar com certos problemas de adaptação.
A meu ver isso é o que se passa com muitos dos que desistem.. penso eu

Oxidus a carta a mandar incorporar só vem entre 15 a 8 dias antes do dia de Incorporação, logo para a incorporação de fevereiro só entre dia 28 e 4   :roll:
 

*

oxidus

  • 30
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #31 em: Dezembro 30, 2007, 03:12:49 am »
segundo o que me disseram pode vir um mes antes da incorporação, disseram-me que antes de serem enviadas as cartas vêm os nomes em diario da republica, corresponde a verdade?
 

*

ricardonunes

  • Investigador
  • *****
  • 3561
  • Recebeu: 31 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +10/-5
(sem assunto)
« Responder #32 em: Dezembro 30, 2007, 12:59:22 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Na primeira semana na minha recruta foi logo um autocarro com pessoal que desistiu...aquilo não é para todos.


A mim, ninguém me deixou desistir  :roll: , e até lá estavam repetentes (tinham chumbado na primeira, não tinham atingido os "conhecimentos" necessários)!
Potius mori quam foedari
 

*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #33 em: Dezembro 30, 2007, 02:34:10 pm »
Citação de: "oxidus"
segundo o que me disseram pode vir um mes antes da incorporação, disseram-me que antes de serem enviadas as cartas vêm os nomes em diario da republica, corresponde a verdade?


Eu também tenho a ideia que vem no DR mas já andei a percorrer os arquivos do DR II Série antes da ultima incorporação ( 19 de Novembro ) e não tive sucesso   :lol:
 

*

Malhou

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #34 em: Dezembro 30, 2007, 05:48:27 pm »
Bom dia a todos!

Frequento o 10º ano de escolaridade e o meu objectivo (mais tarde), é ingressar no ensino superior para poder tornar-me oficial no exercito, no entanto gostaria de saber se algum dos presentes me pode dar a seguinte informação: Posso tornar-me oficial com uma licenciatura civil ou tenho de frequentar a academia militar?

Desde já agradeço os esclarecimentos,

M. Malhou
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
(sem assunto)
« Responder #35 em: Dezembro 30, 2007, 06:50:17 pm »
Citação de: "Malhou"
Posso tornar-me oficial com uma licenciatura civil ou tenho de frequentar a academia militar?

Desde já agradeço os esclarecimentos,

M. Malhou


Para o RC - Regime de Contrato pode servir qualquer licenciatura, nomeadamente para especialidades próprias das "Armas" (Infantaria, Cavalaria, Artilharia...), tipo Atirador, Operações Especiais, Armas Pesadas, etc., etc., depois há especialidades mais específicas (passe a redundância) que podem exigir uma determinada licenciatura em concreto, por exemplo: Juristas (Direito), Superior de Apoio (aqui podem ser vários casos), Médicos (Medicina), etc.

Ver o seguinte exemplo de concurso:
 :arrow: http://dre.pt/pdfgratis2s/2006/01/2S012A0000S00.pdf

No caso dos QP - Quadros Permanentes, a esmagadora maioria dos oficiais são licenciados pela Academia Militar e/ou pela Escola Superior Politécnica do Exército (ex-Instituto Superior Militar), estes últimos em muito menor número e são originários da categoria de Sargentos dos QP. Militares dos QP com licenciaturas civis só em casos muito especifícos, nomeadamente ligados à Saúde (Medicina, Medicina Dentária, Medicina Veterinária) e Juristas (Direito).
 

*

Malhou

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #36 em: Dezembro 30, 2007, 08:43:30 pm »
E o que distingue o RC/RV para os QP?  (A resposta deve ser óbvia, mas o que pretendo saber é quais sao as principais caracteristicas de ambos...).

Já agora. uma vez que tirar um curso na academia militar parece-me praticamente impossivel, quais são as minhas hipóteses com um curso "civil" na area da psicologia?

Mais uma vez grato pela vossa atenção,

M. Malhou
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6818
  • Recebeu: 345 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +215/-0
(sem assunto)
« Responder #37 em: Dezembro 30, 2007, 09:38:38 pm »
Basicamente o vínculo laboral com as Forças Armadas, nomeadamente o tempo de duração do mesmo. O tempo de serviço em RV é de 1 ano, em RC pode ir de 2 a 6 anos, nos QP é todo o tempo de vida laboral de um indivíduo (30/40 anos de serviço).

O Exército tem o Centro de Psicologia Aplicada do Exército, não sei se os Hospitais Militares terão a valência de Psicologia, eventualmente apenas Psiquiatria, também existem Gabinetes de Classificação e Selecção de Pessoal em Lisboa e Porto, além do próprio Comando do Pessoal, estas unidades apesar de tratarem do recrutamento e de recursos humanos, não sei se têm necessidade de Psicólogos. De qualquer forma a necessidade de Psicólogos no Exército deve ser reduzida (sinceramente não faço grande ideia), talvez se incorpore 1,2,3 :lol: .
 

*

Malhou

  • 7
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #38 em: Dezembro 30, 2007, 11:17:45 pm »
Citação de: "PereiraMarques"
Basicamente o vínculo laboral com as Forças Armadas, nomeadamente o tempo de duração do mesmo. O tempo de serviço em RV é de 1 ano, em RC pode ir de 2 a 6 anos, nos QP é todo o tempo de vida laboral de um indivíduo (30/40 anos de serviço).

O Exército tem o Centro de Psicologia Aplicada do Exército, não sei se os Hospitais Militares terão a valência de Psicologia, eventualmente apenas Psiquiatria, também existem Gabinetes de Classificação e Selecção de Pessoal em Lisboa e Porto, além do próprio Comando do Pessoal, estas unidades apesar de tratarem do recrutamento e de recursos humanos, não sei se têm necessidade de Psicólogos. De qualquer forma a necessidade de Psicólogos no Exército deve ser reduzida (sinceramente não faço grande ideia), talvez se incorpore 1,2,3 :lol: .


Por outras palavras, estou lixado...

 :roll:

Agradeço imenso a atenção prestada,

M. Malhou
 

*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #39 em: Dezembro 31, 2007, 01:50:41 am »
Citar

Por outras palavras, estou lixado...

 :? mas se a ideia for entrares para o exército e exerceres numa área ligada ás Armas não estás lixado, devido o facto de não exigirem uma Licenciatura especifica, qualquer uma serve.  :roll:
 

*

rorinho

  • 13
  • +0/-0
Informaçoes
« Responder #40 em: Janeiro 01, 2008, 03:23:51 am »
Boas, é assim eu tenho 17 anos faço 18 em 18-2-08 eu desde os 14 anos ando a treinar para "ingressar" no exercito mas agora que estou perto eu gostaria de "aprofundar" mais alguns assuntos como tais-
pelo que me tive a informar agora dia 2 de janeiro "dou o nome" na camara municipal da minha zona, neste caso de alcobaça, e quero ver se dia 3 ou 4 vou a Coimbra fazer a minha inscrição como voluntario, a minha pergunta é se dia 3 fizer a inscrição como voluntario de contrato, passado quanto tempo é que sou chamado para prestar provas?
 As provas são outra questão que tenho, eu ca fora consigo fazer as provas todas facilmente, mas tenho medo que a "pressão" la dentro me dificulte as coisas, temos quantas tentativas? é os testes psicotecnicos? não faço a minima ideia como são, uns dizem que é facil, outros dizem que são um pouco tramados, eu tou "ciente" daquilo que quero, mas tou com muitos receios, e a nivel de exames medicos, eu penso que so terei um problema, é que jogava futebol durante uma data de anos, e agora tenho um pouco o pé "chato" mal se nota, mas tenho um andar um pouco "coxo" so quem ta mais tempo comigo é que nota, será que isso será algum problema?

Por agora é so, se me poderem ajudar agradeço obrigada


*quero me candidatar a praça
 

*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #41 em: Janeiro 01, 2008, 03:30:35 am »
Boas:

A candidatura para o exército português pode ser feita com 17 anos, visto que só farás 18 em Fevereiro, mas as provas de aptidão para serviço militar RC/RV podem ser realizadas por menores de idade sendo que autorizados pelo seu responsável legal ( pais ) .
Após a candidatura realizada , dentro de prazo de 2 a 3 semanas és contactado para a realização das provas.

Acerca dos testes tens aqui em tópicos anteriores relatos de como foram, mas em questão ao numero de tentativas só tens uma, a única prova que permite 2 tentativas é a do salto do muro ( isto provas de acesso ao Contingente Normal ) para o Contingente Especial tens logo no 1 tópico os requesitos.

abraços  :wink:
 

*

rorinho

  • 13
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #42 em: Janeiro 01, 2008, 03:37:13 am »
eu estive a ler algumas coisas vossas e vi que tu iras ingressar dia 11 de fev, como so posso ingressar quando tiver os 18 anos, so daqui a quanto tempo é que "fazem" outra recruta? sabes dizer? a minha duvida fundamental, como ando a estudar n sei se hei de continuar o 2 periodo ou não i treinar mesmo aseria, mas tenho medo que em vez de tar nas aulas devia tar a treinar, mas tambem n quero tar 2-3 meses, "sem fazer nada" nem ir a escola precebes?
 

*

Aim

  • Membro
  • *
  • 163
  • Recebeu: 2 vez(es)
  • +1/-0
(sem assunto)
« Responder #43 em: Janeiro 01, 2008, 03:49:12 am »
Sinceramente aconselho toda a gente a terminar primeiro os estudos antes de ingressar seja em que for, embora possas continuar a estudar pelo exército.
A nível de treino cada um sabe o treino que necessita para ir ás provas mas não é nada de impossível aquilo, fazem-se bem. :lol:

Incorporações tens em:

Contingente Normal
– 11FEV08, 03MAR, 26MAI, 23JUN, 01SET, 29SET e 02DEC08.

Comandos
– 07JAN08 e 02JUL08.

Operações Especiais
– 07JAN08 e 02JUL08.

Pára-quedistas
- 05JAN08, 09FEV, 23MAR, 19ABR, 31MAI, 05JUL, 09AGO, 13SET, 18OUT e 15NOV08.  

* Nota: a calcular o tempo entre as incorporações tens que ter cuidado que entre os dias que realizas as provas até seres dado como apto é entre 15 a 30 dias( tempo necessário há revelação de todos os exames médicos)

Espero ter ajudado
 

*

BS

  • 77
  • +0/-0
ESE
« Responder #44 em: Janeiro 04, 2008, 02:17:21 am »
Daqui a dois anos pretendo ingressar na ESE gostava de saber ao certo que habilitações literárias tenho que ter... já ouvi falar em 12º em bacharelato e em licenciatura...se alguem me poder ajudar...
 

 

Unidades do Exército a "criar"

Iniciado por PereiraMarques

Respostas: 0
Visualizações: 2735
Última mensagem Junho 16, 2006, 01:28:18 pm
por PereiraMarques
Qual deveria ser a prioridade para o Exército até 2015-2020?

Iniciado por HSMW

Respostas: 265
Visualizações: 44565
Última mensagem Maio 04, 2016, 04:47:56 pm
por paraquedista
Glock 17 Gen5 FS Coyote - a nova pistola do Exército Português

Iniciado por ACADO

Respostas: 4
Visualizações: 1168
Última mensagem Outubro 19, 2019, 07:33:59 pm
por tenente
Novo sistema Anti-Carro para o Exército

Iniciado por typhonman

Respostas: 2
Visualizações: 2560
Última mensagem Julho 27, 2004, 09:27:57 pm
por Spectral
Exército Português volta a querer adquirir o EC 635T1

Iniciado por coleccionador

Respostas: 8
Visualizações: 5944
Última mensagem Setembro 20, 2004, 07:11:29 pm
por Ricardo Nunes