Porta-Aviões Brasileiro A-12 São Paulo

  • 63 Respostas
  • 36849 Visualizações
*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 15017
  • Recebeu: 1004 vez(es)
  • Enviou: 945 vez(es)
  • +171/-168
Re: Porta-Aviões Brasileiro A-12 São Paulo
« Responder #60 em: Janeiro 27, 2011, 11:28:22 am »
Citação de: "chaimites"
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Nisto tudo quem se lixou foram os franceses, é que eles pensavam que os Brasileiros não tinham essa capacidade, mas pelos vistos eles têm-na. Na verdade para ser sincero, acho inacreditável o aumento explosivo que houve na industria de construção naval brasileira. É que se o Brasil pré-Lulla tinha poucos estaleiros navais e com muito pouca capacidade, a era pós-Lulla é radicalmente diferente.

E eles ainda não pararam de crescer... :shock:

Cabeça de Martelo

Os franceses queriam desmantelar o navio,  e devido as centenas de toneladas de materiais perigosos para a saúde que ele tinha a bordo nao tinham onde!
Os navios daquela idade estao cheios de materiais cancerigenos que ja estão proibidos na construçao naval actual
Pelas normas Europeias nao havia onde desmantelar o navio, probavelmente ia acabar num estaleiro de desmantelamento Indiano onde ninguem quer saber da saúde dos trabalhadores.

Chaimites como sabes eu de navios e construção naval sou uma nulidade, mas acho que li no DB que o São Paulo antes de ir para o Brasil foi retirado o amianto.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Paisano

  • Especialista
  • ****
  • 905
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +1/-0
    • http://defesabrasil.com/forum
Re: Porta-Aviões Brasileiro A-12 São Paulo
« Responder #61 em: Novembro 19, 2011, 10:24:59 pm »
As pessoas te pesam? Não as carregue nos ombros. Leva-as no coração. (Dom Hélder Câmara)
_________________
Volta Redonda
_________________
 

*

HSMW

  • Moderador Global
  • *****
  • 8560
  • Recebeu: 787 vez(es)
  • Enviou: 1300 vez(es)
  • +86/-34
    • http://youtube.com/HSMW
Re: Porta-Aviões Brasileiro A-12 São Paulo
« Responder #62 em: Fevereiro 17, 2017, 10:48:30 pm »
E passados quase 10 anos da criação deste tópico o tema chega a um fim.

É interessante observar os comentários e as possibilidades que se colocavam para equipar este navio. Super Etendard, F-18, Rafale...

Citar
Após diversas tentativas de recuperar a capacidade operativa do NAe “São Paulo”, o Almirantado concluiu que o Programa de Modernização exigiria alto investimento financeiro, conteria incertezas técnicas e necessitaria de um longo período de conclusão e decidiu pela desmobilização do meio, a ser conduzida ao longo dos próximos três anos.
http://www.naval.com.br/blog/2017/02/14/desativacao-do-nae-sao-paulo/


Citar
O plano estratégico da Marinha do Brasil previa o emprego do Navio-Aeródromo São Paulo (A12) como uma solução intermediária até que o País tivesse condições de construir um navio novo.
http://www.naval.com.br/blog/2017/02/15/marinha-planejava-modernizar-o-nae-sao-paulo-de-2015-2019-e-opera-lo-ate-2039/
« Última modificação: Fevereiro 17, 2017, 10:51:26 pm por HSMW »
http://www.youtube.com/profile_videos?user=HSMW

"Tudo pela Nação, nada contra a Nação."
 

*

mafets

  • Investigador
  • *****
  • 5466
  • Recebeu: 1098 vez(es)
  • Enviou: 602 vez(es)
  • +375/-136
Re: Porta-Aviões Brasileiro A-12 São Paulo Novo
« Responder #63 em: Fevereiro 18, 2017, 04:49:18 pm »
E passados quase 10 anos da criação deste tópico o tema chega a um fim.

É interessante observar os comentários e as possibilidades que se colocavam para equipar este navio. Super Etendard, F-18, Rafale...

Citar
Após diversas tentativas de recuperar a capacidade operativa do NAe “São Paulo”, o Almirantado concluiu que o Programa de Modernização exigiria alto investimento financeiro, conteria incertezas técnicas e necessitaria de um longo período de conclusão e decidiu pela desmobilização do meio, a ser conduzida ao longo dos próximos três anos.
http://www.naval.com.br/blog/2017/02/14/desativacao-do-nae-sao-paulo/


Citar
O plano estratégico da Marinha do Brasil previa o emprego do Navio-Aeródromo São Paulo (A12) como uma solução intermediária até que o País tivesse condições de construir um navio novo.
http://www.naval.com.br/blog/2017/02/15/marinha-planejava-modernizar-o-nae-sao-paulo-de-2015-2019-e-opera-lo-ate-2039/
Super Etendart poderia ser.  F18 e Rafale são caças que teriam de operar com restrições ao nivel do peso de descolagem pois a catapulta mais potente apenas tinha capacidade para no máximo 20 toneladas. A França chegou a fazer experiências com os NAE e caças em questão e chegou a essa conclusão, mantendo os Crusader até ao fim. A compra por parte do Brasil dos A4 enquadra-se nessa questão, ou seja eram dos poucos que poderiam operar sem restrições do S. Paulo. Para os padrões modernos sempre foi um NAE limitado, além de vir vazio sem sensores, ala aérea e armamento. Aliás, para colocar Trader e A4 mais valia ter ficado com o Minas Gerais (os irmãos sempre operaram com esses aparelhos sem problemas).







Saudações
« Última modificação: Fevereiro 18, 2017, 04:54:08 pm por mafets »
"Nunca, no campo dos conflitos humanos, tantos deveram tanto a tão poucos." W.Churchil

http://mimilitary.blogspot.pt/
 

 

Porta-Helicópteros Multipropósito "Atlântico"

Iniciado por Lusitano89

Respostas: 57
Visualizações: 1949
Última mensagem Maio 29, 2019, 01:08:42 pm
por Vitor Santos