Portugal e a falta de água

  • 8 Respostas
  • 8676 Visualizações
*

Cabecinhas

  • Investigador
  • *****
  • 1508
  • Recebeu: 5 vez(es)
  • Enviou: 11 vez(es)
  • +4/-0
Portugal e a falta de água
« em: Agosto 26, 2007, 02:35:08 pm »
Se há um cenário que penso que poderé envolver Portugal directamente numa guerra, será com toda a certeza devido a falta de àgua.
Pois neste capitulo estamos muito dependentes dos espanhois, basta eles começarem a fechar as suas barragens para se notar uma grande diminuição de caudal, o que já se verifica em alguns casos.
Que me dizem disto?
Um galego é um português que se rendeu ou será que um português é um galego que não se rendeu?
---
 

*

Aponez

  • Membro
  • *
  • 298
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #1 em: Agosto 26, 2007, 02:53:03 pm »
Sempre podem construir nas suas plaias plantas desaladoras e así colhem a agua do mar :wink:

P.D.- Xa hai un topico sobre este tema http://forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=41
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6822
  • Recebeu: 348 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +216/-0
(sem assunto)
« Responder #2 em: Agosto 26, 2007, 05:18:46 pm »
Tretas...pura inépcia portuguesa na gestão das bacias hidrográficas e obras de engenharia hidráulica...

1) A fachada Norte-Atlântica da Península é onde existe maior volume de precipitação média anual.



2) Nas Bacias Hidrográficas do Tejo e do Douro existem maiores valores de precipitação na parte portuguesa, nos casos das Bacias Hidrográfica do Minho e do Guadiana os valores de precipitação são praticamente iguais nos dois lados da fronteira.

 

*

HELLAS

  • 375
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #3 em: Agosto 31, 2007, 06:36:33 pm »
Bom tema e importantissimo. Pemso sem duvidas que é o o maior motivo pelo que os dois paises tem que levar-se bem, porque no futuro vai a ser a coisa mas importante a tratar.
Em Espanha a falta de agua é alarmante, a desertificaçao esta avançar e sobrar agua nao sobra nehum lado. Como ja diz outro forista, o facto de nascer os rius em Espanha faz que tenha mais control e a pregunta esta clara, no caso duna sequia extrema na peninsula, como vai a repartir-se os recursos entre os dois paises?. Os dois governos ja podem invertir na agua com maiores esforços em lugar de tantas asneiras pelo bem de tudos.
Tambem como ja diz outro forista, na parte norte de Portugal é un dos pontos donde mais esta a chover anualmente, igual que em Espanha,pelo que praticamente esta equilibrado em proporçao. Vamos ver, mas isto tem que tratar-se sem demora.
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1053
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #4 em: Agosto 31, 2007, 10:30:00 pm »
En España no hay planes para contruir muchas barragens, ya casi todos los ríos están adecuadamente aprovechados.

Los problemas de agua son en la mitad Este de la Península, lejos de las cuencas fluviales que interesan a Portugal.
 

*

papatango

  • Investigador
  • *****
  • 5512
  • Recebeu: 9 vez(es)
  • +18/-0
    • http://www.areamilitar.net
(sem assunto)
« Responder #5 em: Agosto 31, 2007, 10:41:25 pm »
Uma seca extrema é sempre complicada, mas ela não é igualmente complicada para Portugal como para Espanha.

O problema, é o de a Espanha numa situação de desespero, tentar conservar toda a água que deveria deixar correr para Portugal.

A Espanha pode sempre alegar que Portugal não tem problemas com a mesma dimensão e que por isso pode viver sem a água que vem de Espanha.

Na verdade, temos em Portugal um grande desperdicio de água, mesmo no sul do país. Se aproveitada há ainda quantidades consideraveis de Água.

Não nos podemos esquecer que mesmo no rio Tejo, a quantidade de água do rio aumenta bastante já em território português por causa dos caudais que lhe são acrescentados pelos rios portugueses. O Sado e o Mondego, são exclusivamente portugueses e se adequadamente tratados podem abastecer muitas populações.

O problema, é que tendo isto em consideração a Espanha (que tem inevitavelmente mais problemas de água que nós) possa agir unilateralmente.

A Espanha pode fazer isso, primeiro porque lhe é técnicamente possível e depois porque pode alegar que Portugal mesmo em situação de ruptura, pode sozinho ter proporcionalmente mais água que a Espanha.

Isto no entanto, não quer dizer que sejamos completamente autonomos, porque com o actual nível de desperdicio teremos sempre problemas.

O outro problema também é o da agrucultura do sul de Espanha, que não tem água mas é completamente desregrada. A Agricultura no sul de Espanha foi desenvolvida sem planeamento e sem pensar que no futuro não haveria água.

A Espanha em algumas regiões tem tantos problemas quanto Israel, no entanto, a acreditar no que vejo na imprensa espanhola, não há sequer planos consequentes e significativos para implementar sistemas de rega adequados para a agricultura de regadio.

A Espanha desenvolveu a sua agricultura de exportação baseada nas técnicas de rega intensiva nos anos 80 e 90, com vista a alimentar mercados da União Europeia, mas não parece ter considerado o problema da água.

O problema não está na construção de fábricas para retirar o sal da água, está na contenção do consumo.
 

*

oultimoespiao

  • Perito
  • **
  • 468
  • Recebeu: 1 vez(es)
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #6 em: Agosto 31, 2007, 10:41:26 pm »
Amigo liste acho que se faltar agua nao ha problema... Mas se faltar vinho, ai ha um grande problema!
 

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6822
  • Recebeu: 348 vez(es)
  • Enviou: 213 vez(es)
  • +216/-0
(sem assunto)
« Responder #7 em: Agosto 31, 2007, 10:47:36 pm »
Citação de: "papatango"
Uma seca extrema é sempre complicada, mas ela não é igualmente complicada para Portugal como para Espanha.

O problema, é o de a Espanha numa situação de desespero, tentar conservar toda a água que deveria deixar correr para Portugal.

A Espanha pode sempre alegar que Portugal não tem problemas com a mesma dimensão e que por isso pode viver sem a água que vem de Espanha.

Na verdade, temos em Portugal um grande desperdicio de água, mesmo no sul do país. Se aproveitada há ainda quantidades consideraveis de Água.

Não nos podemos esquecer que mesmo no rio Tejo, a quantidade de água do rio aumenta bastante já em território português por causa dos caudais que lhe são acrescentados pelos rios portugueses. O Sado e o Mondego, são exclusivamente portugueses e se adequadamente tratados podem abastecer muitas populações.

O problema, é que tendo isto em consideração a Espanha (que tem inevitavelmente mais problemas de água que nós) possa agir unilateralmente.

A Espanha pode fazer isso, primeiro porque lhe é técnicamente possível e depois porque pode alegar que Portugal mesmo em situação de ruptura, pode sozinho ter proporcionalmente mais água que a Espanha.

Isto no entanto, não quer dizer que sejamos completamente autonomos, porque com o actual nível de desperdicio teremos sempre problemas.

O outro problema também é o da agrucultura do sul de Espanha, que não tem água mas é completamente desregrada. A Agricultura no sul de Espanha foi desenvolvida sem planeamento e sem pensar que no futuro não haveria água.

A Espanha em algumas regiões tem tantos problemas quanto Israel, no entanto, a acreditar no que vejo na imprensa espanhola, não há sequer planos consequentes e significativos para implementar sistemas de rega adequados para a agricultura de regadio.

A Espanha desenvolveu a sua agricultura de exportação baseada nas técnicas de rega intensiva nos anos 80 e 90, com vista a alimentar mercados da União Europeia, mas não parece ter considerado o problema da água.

O problema não está na construção de fábricas para retirar o sal da água, está na contenção do consumo.


Exacto, concordo em grande parte, muito do problema tem de ser resolvido no lado português, sem contudo, como é óbvio negligenciar a gestão conjunta das bacias hidrográficas.
 

*

manuel liste

  • Especialista
  • ****
  • 1053
  • +0/-0
(sem assunto)
« Responder #8 em: Agosto 31, 2007, 11:05:33 pm »
Citação de: "oultimoespiao"
Amigo liste acho que se faltar agua nao ha problema... Mas se faltar vinho, ai ha um grande problema!


Este ano nao será bom para o vinho na Galiza, muito fresquito  :wink:
 

 

Qual a futura ameaça externa a Portugal ? (10/20? anos)

Iniciado por Shar[K]

Respostas: 111
Visualizações: 49354
Última mensagem Novembro 28, 2017, 01:36:51 pm
por Daniel
Guerra entre Portugal e Espanha?

Iniciado por Miguel

Respostas: 1598
Visualizações: 255933
Última mensagem Dezembro 28, 2017, 11:33:21 am
por Viajante
España-Portugal vs Italia-Marruecos

Iniciado por Cody

Respostas: 111
Visualizações: 54400
Última mensagem Fevereiro 05, 2008, 11:22:52 am
por zocuni
Desembarque Anfibio em Portugal

Iniciado por Nuno

Respostas: 102
Visualizações: 37421
Última mensagem Julho 31, 2005, 12:04:25 pm
por CC
Conflito Portugal-Marrocos

Iniciado por Instrutor

Respostas: 52
Visualizações: 17091
Última mensagem Maio 27, 2009, 03:13:45 pm
por VICTOR4810