Programa de substituição do C-130

  • 1551 Respostas
  • 246253 Visualizações
*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2227
  • Recebeu: 1016 vez(es)
  • Enviou: 529 vez(es)
  • +255/-81
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1200 em: Março 13, 2019, 10:39:45 am »
Uma opção seria modernizar 4 C-130H, para o "J" e adquirir 3 A-400M.

Ou então vender os 4 C-130 modernizados e comprar 4 A-400M.

Directamente nunca seria, ou será, possível modernizar o C-130H para a versão C-130J; podes colocá-lo num patamar semelhante através de um upgrade mais extenso como o que se encontra no link abaixo e que no final da década de 90, início da de 2000 chegou a ser pensado para os nossos aparelhos.

http://www.thedrive.com/the-war-zone/17465/usaf-eyeing-new-props-and-upgraded-engines-to-breathe-extra-life-into-old-c-130hs

Porém a espera na tomada de decisão quanto ao avanço para a modernização da frota C-130H/H-30 teve os seus custos e hoje as aeronaves teriam de sofrer um upgrade e reforço estrutural relativamente moroso e dispendioso para que essa opção pudesse ser sequer contemplada, além da aquisição igualmente de novas asas, e já se viu que isso não irá acontecer. Para nós é sempre o mais baratinho e descomplicado possível. ::)

Opções é o que não faltam como se pode ver, e se o KC-390 já me levantava muitas interrogações, então agora com a Boeing à mistura a mandar na Embraer e envolta em polémicas como o KC-46 Pegasus e agora com o 737 Max 8, o melhor a fazer seria apontar baterias para a Lockheed Martin ou Airbus e despachar esta questão de uma vez.
« Última modificação: Março 13, 2019, 10:40:48 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3266
  • Recebeu: 1448 vez(es)
  • Enviou: 559 vez(es)
  • +214/-9
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1201 em: Março 13, 2019, 11:04:53 am »
Uma opção seria modernizar 4 C-130H, para o "J" e adquirir 3 A-400M.

Ou então vender os 4 C-130 modernizados e comprar 4 A-400M.

Directamente nunca seria, ou será, possível modernizar o C-130H para a versão C-130J; podes colocá-lo num patamar semelhante através de um upgrade mais extenso como o que se encontra no link abaixo e que no final da década de 90, início da de 2000 chegou a ser pensado para os nossos aparelhos.

http://www.thedrive.com/the-war-zone/17465/usaf-eyeing-new-props-and-upgraded-engines-to-breathe-extra-life-into-old-c-130hs

Porém a espera na tomada de decisão quanto ao avanço para a modernização da frota C-130H/H-30 teve os seus custos e hoje as aeronaves teriam de sofrer um upgrade e reforço estrutural relativamente moroso e dispendioso para que essa opção pudesse ser sequer contemplada, além da aquisição igualmente de novas asas, e já se viu que isso não irá acontecer. Para nós é sempre o mais baratinho e descomplicado possível. ::)

Opções é o que não faltam como se pode ver, e se o KC-390 já me levantava muitas interrogações, então agora com a Boeing à mistura a mandar na Embraer e envolta em polémicas como o KC-46 Pegasus e agora com o 737 Max 8, o melhor a fazer seria apontar baterias para a Lockheed Martin ou Airbus e despachar esta questão de uma vez.

E acho que o timing é certo, isto do 737 max, vai fazer a Boeing repensar a sua posição no mercado de construção da Aviação civil, e muito provavelmente é capaz de colocar em holding, ou até borregar o negócio da compra da Embraer.
Agora é a hora certa do Governo Português se virar para a Embraer e dizer :
Olhem rapazes são 500 ou até 600 milhões de euros, para cinco aeronaves e o simulador é pegar ou largar !

Abraços
 

*

raphael

  • Especialista
  • ****
  • 1170
  • Recebeu: 170 vez(es)
  • Enviou: 151 vez(es)
  • +24/-2
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1202 em: Março 13, 2019, 11:45:54 am »
Pois e ao contrário do que se diz o simulador é uma componente importante para a formação de novas tripulações, porque poupa algumas horas de voo iniciais, reduzindo a taxa de esforço dos instrutores
Um abraço
Raphael
__________________
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3266
  • Recebeu: 1448 vez(es)
  • Enviou: 559 vez(es)
  • +214/-9
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1203 em: Março 13, 2019, 12:20:12 pm »
Pois e ao contrário do que se diz o simulador é uma componente importante para a formação de novas tripulações, porque poupa algumas horas de voo iniciais, reduzindo a taxa de esforço dos instrutores

ligeira correcção Raphael, um simulador poupa muitas horas de voo, não só nas fases iniciais da formação, sempre que se tem de adquirir mais uma qualificação, por exemplo voo IFR, aproximações em IFR com a respectiva aterragem/descolagem, situações de LVO etc, etc sempre que possível é preferível utilizar o simulador, se o houver claro, a ter de ser ter a qualificação sendo preciso utilizar uma aeronave, imagina os custos do equipamento, combustível, taxas de aterragens descolagens, espaço aéreo etc !!

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: raphael

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2401
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 2085 vez(es)
  • +222/-5
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1204 em: Março 13, 2019, 01:50:38 pm »
Pois e ao contrário do que se diz o simulador é uma componente importante para a formação de novas tripulações, porque poupa algumas horas de voo iniciais, reduzindo a taxa de esforço dos instrutores

Vai dizer isso ao MDN.

CG -- se os KC-390 viessem no mesmo estado em que os KC-46A são entregues à USAF, a FAP até ia agradecer umas ferramentas e parafusos à borla.  :mrgreen:
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2401
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 2085 vez(es)
  • +222/-5
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1205 em: Março 13, 2019, 01:54:54 pm »
Quanto a mim, eram 06 Juliet ou 04 A400 para ontem. E muito importante, 02 A330 MRTT pelas inúmeras razões que já referi anteriormente (reabastecimento aéreo, suporte a expedições de F-16, VIP, transporte de FND em melhores condições e tudo a custos operacionais semelhantes aos da aviação civil).
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

Red Baron

  • Membro
  • *
  • 131
  • Recebeu: 26 vez(es)
  • Enviou: 47 vez(es)
  • +16/-7
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1206 em: Março 13, 2019, 07:51:38 pm »
Quanto a mim, eram 06 Juliet ou 04 A400 para ontem. E muito importante, 02 A330 MRTT pelas inúmeras razões que já referi anteriormente (reabastecimento aéreo, suporte a expedições de F-16, VIP, transporte de FND em melhores condições e tudo a custos operacionais semelhantes aos da aviação civil).

Embora o MRTT seja uma grande maquina, acho que não se justifica pagar 200 Milhões para só o usarmos para VIP.
Acho que faz mais falta um AEW/SIGINT, mas para o combate ao trafico de droga um P-3 vai chegando.

De resto acho C-130J é a melhor opção.
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2401
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 2085 vez(es)
  • +222/-5
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1207 em: Março 13, 2019, 08:54:12 pm »
Quanto a mim, eram 06 Juliet ou 04 A400 para ontem. E muito importante, 02 A330 MRTT pelas inúmeras razões que já referi anteriormente (reabastecimento aéreo, suporte a expedições de F-16, VIP, transporte de FND em melhores condições e tudo a custos operacionais semelhantes aos da aviação civil).

Embora o MRTT seja uma grande maquina, acho que não se justifica pagar 200 Milhões para só o usarmos para VIP.
Acho que faz mais falta um AEW/SIGINT, mas para o combate ao trafico de droga um P-3 vai chegando.

De resto acho C-130J é a melhor opção.

Isto de olhar para mais de 120 caracteres, focar-se somente em três deles, isolá-los e desvirtuar todo o conteúdo do que foi dito nesses mais de 120 caracteres é obra. Estamos, certamente, perante uma arte adquirida ao longo de muitos e muitos anos de árduo trabalho.  :mrgreen:
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

*

Victor Fukushima

  • Membro
  • *
  • 17
  • Recebeu: 17 vez(es)
  • +5/-42
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1208 em: Março 14, 2019, 04:33:43 am »
Não existe nenhum piloto da FAB trabalhando no programa KC-390, aliás, piloto da FAB nem sonha em entrar na unidade de Gavião Peixoto, exceto no máximo em visitas guiadas.

Todos os pilotos de testes da Embraer são civis ou militares da reserva, há brasileiros e estrangeiros, muitos deles são pilotos da reserva da FAB, não estão mais na ativa, são funcionários da Embraer, ser piloto de testes da Embraer além da excelência profissional em sua carreira, requer um curso específico para pilotos de provas que é ministrado nos Estados Unidos, não tem no Brasil. Sem isso não está habilitado a ser piloto de provas da Embraer.

Um piloto da FAB não tem informações sobre custos ou preços de contratos, não estaria habilitado a fazer tais comentários, tais tratativas são realizadas nível Ministério da Defesa ou comando da FAB.

Os prejuízos do acidente envolvendo o KC-390 na pista da Gavião Peixoto foi todo ele pago pela Embraer, e não pelo governo brasileiro, mesmo sendo um programa estatal. O acidente deste modelo foi por falha operacional, e não falha de equipamento, aconteceu, faz parte.

O contrato da FAB com a Embraer pelo projeto e entrega de 28 unidades da aeronave KC-390 gira em torno de U$ 3,5 bilhões de dólares, não se fala em "preço por unidade", é custo de um projeto que começou do zero, da prancheta para a pista, com a entrega de 28 unidade incluídas. A FAB não está comprando individualmente o KC-390 como os demais clientes, é custo de um projeto. Não tem como fazer essa conta. Existem hoje  4 KC-390 na linha de montagem de Gavião Peixoto, em diferentes estágios.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2227
  • Recebeu: 1016 vez(es)
  • Enviou: 529 vez(es)
  • +255/-81
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1209 em: Março 14, 2019, 07:01:58 am »
Não existe nenhum piloto da FAB trabalhando no programa KC-390, aliás, piloto da FAB nem sonha em entrar na unidade de Gavião Peixoto, exceto no máximo em visitas guiadas.

Todos os pilotos de testes da Embraer são civis ou militares da reserva, há brasileiros e estrangeiros, muitos deles são pilotos da reserva da FAB, não estão mais na ativa, são funcionários da Embraer, ser piloto de testes da Embraer além da excelência profissional em sua carreira, requer um curso específico para pilotos de provas que é ministrado nos Estados Unidos, não tem no Brasil. Sem isso não está habilitado a ser piloto de provas da Embraer.

Um piloto da FAB não tem informações sobre custos ou preços de contratos, não estaria habilitado a fazer tais comentários, tais tratativas são realizadas nível Ministério da Defesa ou comando da FAB.

Os prejuízos do acidente envolvendo o KC-390 na pista da Gavião Peixoto foi todo ele pago pela Embraer, e não pelo governo brasileiro, mesmo sendo um programa estatal. O acidente deste modelo foi por falha operacional, e não falha de equipamento, aconteceu, faz parte.

O contrato da FAB com a Embraer pelo projeto e entrega de 28 unidades da aeronave KC-390 gira em torno de U$ 3,5 bilhões de dólares, não se fala em "preço por unidade", é custo de um projeto que começou do zero, da prancheta para a pista, com a entrega de 28 unidade incluídas. A FAB não está comprando individualmente o KC-390 como os demais clientes, é custo de um projeto. Não tem como fazer essa conta. Existem hoje  4 KC-390 na linha de montagem de Gavião Peixoto, em diferentes estágios.

Parabéns, escrito como se de um verdadeiro delegado de vendas da Embraer se tratasse. Melhor era impossível. ::)

Quanto àquilo que os colegas foristas lhe responderam (com factos) sobre as exigências e desmandos da Embraer no contrato com Portugal, alterando substancialmente o preço por unidade inicialmente acordado, o Victor fez disso letra morta o que só reforça o que afirmei no 1° parágrafo. E como nós dizemos por aqui, contra factos não há argumentos.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, oi661114

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6676
  • Recebeu: 250 vez(es)
  • Enviou: 181 vez(es)
  • +84/-0
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1210 em: Março 14, 2019, 11:56:18 am »

Parabéns, escrito como se de um verdadeiro delegado de vendas da Embraer se tratasse. Melhor era impossível. ::)


É "inginheiro"...não vendedor  :mrgreen: https://br.linkedin.com/in/victor-fukushima-b540b933
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar, oi661114

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2401
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 2085 vez(es)
  • +222/-5
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1211 em: Março 14, 2019, 12:19:45 pm »
Este chapa Victor só vem confirmar que estamos a ser engrupidos à força toda. Então a FAB (Estado brasileiro) paga 3.500 milhões de USD por um programa que inclui desenvolvimento, 28 aeronaves, treino, simuladores, sustentação, etc. No entanto, ao Estado português estão a pedir 1.000 milhões de USD por um programa que inclui somente 5 aeronaves, treino, um simulador e talvez sustentação. De facto "não tem como fazer essa conta".
« Última modificação: Março 14, 2019, 12:23:53 pm por NVF »
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, tenente

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 3266
  • Recebeu: 1448 vez(es)
  • Enviou: 559 vez(es)
  • +214/-9
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1212 em: Março 14, 2019, 12:34:17 pm »
Este chapa Victor só vem confirmar que estamos a ser engrupidos à força toda. Então a FAB (Estado brasileiro) paga 3.500 milhões de USD por um programa que inclui desenvolvimento, 28 aeronaves, treino, simuladores, sustentação, etc. No entanto, ao Estado português estão a pedir 1.000 milhões de USD por um programa que inclui somente 5 aeronaves, treino, um simulador e talvez sustentação. De facto "não tem como fazer essa conta".

E bem engrupidos, não abram  " o olho " que não é preciso !!!!!

Abraços
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF, Charlie Jaguar

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 2227
  • Recebeu: 1016 vez(es)
  • Enviou: 529 vez(es)
  • +255/-81
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1213 em: Março 14, 2019, 12:41:02 pm »

Parabéns, escrito como se de um verdadeiro delegado de vendas da Embraer se tratasse. Melhor era impossível. ::)


É "inginheiro"...não vendedor  :mrgreen: https://br.linkedin.com/in/victor-fukushima-b540b933

Epa, falhei por pouco. Um Engenheiro de Sistemas da Embraer? Quanta honra! :mrgreen:

Tem o discurso todo muito bem alinhavado, de facto. ::)
« Última modificação: Março 14, 2019, 12:51:15 pm por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2401
  • Recebeu: 952 vez(es)
  • Enviou: 2085 vez(es)
  • +222/-5
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1214 em: Março 14, 2019, 01:00:33 pm »
Veio aqui compartilhar o corporate spiel connosco. Que grande honra! É pena, porque não temos qualquer influência no processo, mas isso ele deve saber bem. Está, provavelmente, a contar com os anónimos do Restelo, de Belém e de S. Bento que vêm aqui beber informações para colmatar as suas lacunas nestas questões irritantes da defesa.

PS: tinha-me esquecido de S. Bento.
« Última modificação: Março 14, 2019, 03:14:31 pm por NVF »
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar

 

Governo entrega substituição do Aviocar à espanhola CASA

Iniciado por Maginot

Respostas: 10
Visualizações: 5023
Última mensagem Maio 06, 2005, 10:10:47 pm
por Luso
Aberto concurso para a substituição dos Aviocar

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 37
Visualizações: 13383
Última mensagem Dezembro 28, 2004, 09:13:27 pm
por JNSA
Substituição dos AlphaJet por um novo avião de treino?

Iniciado por Marauder

Respostas: 27
Visualizações: 11011
Última mensagem Setembro 21, 2006, 03:30:41 am
por p_shadow
Substituição dos Allouette III

Iniciado por JNSA

Respostas: 800
Visualizações: 143643
Última mensagem Abril 28, 2019, 05:37:08 pm
por dc
Substituição dos Alpha-jet

Iniciado por pchunter

Respostas: 396
Visualizações: 86492
Última mensagem Maio 17, 2019, 08:45:11 pm
por Charlie Jaguar