Programa de substituição do C-130

  • 1227 Respostas
  • 226515 Visualizações
*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1140 em: Fevereiro 19, 2019, 08:13:51 am »
Acho estranho isso dos 500 milhões, então o preço por avião já inclui formação de pilotos, de técnicos, apoio logístico?

É fácil fazer as contas e ver que não: 5x100=500, logo fica a faltar tudo o resto.

E não sei onde é que agora foram buscar essa de questões de política interna. Se estão a falar de não aceitar o preço agora pedido pela Embraer é outra coisa e que nada tem a ver de interno.  ::)
« Última modificação: Fevereiro 19, 2019, 08:52:51 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Lightning

*

PereiraMarques

  • Moderador Global
  • *****
  • 6631
  • Recebeu: 235 vez(es)
  • Enviou: 172 vez(es)
  • +32/-0
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1141 em: Fevereiro 19, 2019, 08:58:27 am »
Provavelmente já perceberam que esticaram demasiado a corda... E que a corda deve ir rebentar! Estando já a criar "narrativas alternativas" para a não concretização do negócio com Portugal.
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1142 em: Fevereiro 19, 2019, 09:11:23 am »
Provavelmente já perceberam que esticaram demasiado a corda... E que a corda deve ir rebentar! Estando já a criar "narrativas alternativas" para a não concretização do negócio com Portugal.

É exactamente isso que estou também a pensar, e para consumo interno deles e não nosso.
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

tenente

  • Investigador
  • *****
  • 2941
  • Recebeu: 1238 vez(es)
  • Enviou: 400 vez(es)
  • +134/-7
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1143 em: Fevereiro 19, 2019, 09:31:25 am »
Provavelmente já perceberam que esticaram demasiado a corda... E que a corda deve ir rebentar! Estando já a criar "narrativas alternativas" para a não concretização do negócio com Portugal.

É exactamente isso que estou também a pensar, e para consumo interno deles e não nosso.

E atenção que estamos a falar em USd e não em Euros portanto cada aeronave ficará em cerca de €90 milhões.
O consumo interno Português, só mesmo para rir !!
Esta saga dos custos do 390 também me faz pensar em que quanto maior for a despesa, simulada, maior é a margem para desvios !

Abraços
 

*

Vicente de Lisboa

  • Analista
  • ***
  • 777
  • Recebeu: 13 vez(es)
  • Enviou: 2 vez(es)
  • +2/-2
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1144 em: Fevereiro 19, 2019, 02:35:59 pm »
Pensando em voz alta, Portugal não poderá também estar a esperar para ver o que dá esta conversa da compra pela Boeing, antes de meter o dinheiro na mesa?
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1145 em: Fevereiro 26, 2019, 03:21:41 pm »
A OGMA anunciou hoje que será a responsável pela modernização dos C-130.

https://observador.pt/2019/02/26/omga-encarregue-da-modernizacao-de-quatro-aeronaves-c-130-da-forca-aerea/
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: MATRA

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1146 em: Fevereiro 26, 2019, 09:04:07 pm »
Mais uma achegas à notícia anterior.

Citar
Quatro C-130 regressam aos céus europeus até ao fim de 2020
OGMA inicia em março a modernização do primeiro dos Hércules C-130 da Força Aérea, num contrato da ordem dos 16 milhões de euros.

Manuel Carlos Freire
26 Fevereiro 2019 — 15:05

A há muito ansiada modernização dos aviónicos dos Hércules C-130 da Força Aérea para poderem voar na Europa sem restrições avança em março, anunciou esta terça-feira a OGMA. A empresa aeronáutica de Alverca vai modificar apenas quatro das cinco aeronaves previstas em junho de 2016, depois de no mês seguinte ter ocorrido um acidente na base aérea do Montijo que destruiu um dos seis aparelhos dessa frota - cuja modernização parou no final dos anos 2000 por falta de verbas."A primeira aeronave será intervencionada a partir de meados de março [e] o programa de modificação" dos quatro C-130 "ficará completo até ao final de 2020", disse ao DN fonte oficial da OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal.

Em causa está um investimento da ordem dos 16 milhões de euros - incluindo fundos comunitários destinados a financiar a adaptação dos C-130 às exigências do Céu Único Europeu - para a "quase integral" substituição dos sistemas de comunicação, navegação, controlo de voo e instrumentos dos aparelhos, indicou a empresa."A OGMA será responsável também pela atualização das publicações técnicas de operação e manutenção" dos C-130 modificados, "fornecendo treino operacional às tripulações de voo e treino de manutenção a técnicos" da Força Aérea, segundo o comunicado divulgado esta manhã pela empresa. O Estado tem cerca de 35% do capital da OGMA, detida maioritariamente pela construtora aeronáutica brasileira Embraer e com quem Portugal está a negociar a aquisição dos KC-390 para substituir os C-130. Além de fazer a integração dos diferentes sistemas dos C-130, a OGMA fabricará também os componentes e cablagens necessários para instalar os novos equipamentos. "Realizar a modificação das aeronaves, efetuar a certificação do projeto face aos requisitos da Autoridade Aeronáutica Nacional Militar e a qualificação do mesmo face aos requisitos operacionais e logísticos" da Força Aérea são os outros pressupostos do contrato, acrescentou a empresa.

Voar até 2030

O alerta para o impacto operacional de não modernizar os C-130, face às regras do Céu Único Europeu foi lançado ainda em 2009 pelo então chefe da Força Aérea e atual representante do Estado na OGMA, general Luís Araújo, ao dizer que esse programa "ficou parado" por falta de verbas inscritas na Lei de Programação Militar (LPM) aprovada em 2006."A modernização do C-130 é essencial para Portugal", sublinhou o general Luís Araújo, "tão necessário à nação como o [caça de defesa aérea] F-16". Em causa já estava a aquisição de equipamentos que permitissem aos C-130 voar no centro de Europa, à luz das regras do espaço único europeu. Sem esses meios técnicos, os aparelhos teriam de fazer desvios de rota - com custos adicionais, desgaste de pessoal e material - entre dois pontos que implicassem sobrevoar a generalidade dos países da Europa central.

A decisão de modernizar os C-130 acabou por avançar em 2016 e envolvia o recurso aos EUA. Mas, em 2018 e depois de aprovada a negociação para a compra de cinco aeronaves KC-390 (com opção por mais uma), o ministro da Defesa limitou o programa ao cumprimento dos requisitos do Céu Único Europeu e mantendo o objetivo de prolongar a sua vida útil até 2030."As missões desenvolvidas fora do território português através das aeronaves C-130H têm vindo a ser cumpridas com custos acrescidos, decorrentes da utilização de rotas e perfis de voo mais dispendiosos e nem sempre adequados à missão, mas que são, em regra, aqueles autorizados pelas autoridades de controlo do espaço aéreo", escreveu o então ministro Azeredo Lopes ao delegar a responsabilidade pelo programa no chefe da Força Aérea.

Os C-130 são aeronaves militares de transporte com "características de projeção estratégica" que garantem a Portugal autonomia em missões de evacuação dos seus cidadãos em áreas de crise, bem como de projeção e extração dos soldados e material das forças destacadas no exterior. A OGMA recebe C-130 há mais de quatro décadas e faz atualmente a manutenção dessas aeronaves ao serviço da Força Aérea de vários países na Europa, África e Ásia, adiantou a empresa.

https://www.dn.pt/poder/interior/quatro-c-130-regressam-aos-ceus-europeus-ate-ao-fim-de-2020-10621137.html?fbclid=IwAR2gxwMeWAtE1BoS7EsXsBUW4elCJLNB5uXUixHgRAtaIBCQ6x1p_qeV3OY
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1147 em: Fevereiro 28, 2019, 10:10:36 am »
Chegou tarde, mas o que interessa é que finalmente chegou.  :)

Citar
Portuguese Air Force Picks Collins Aerospace for C-130H Hercules Aircraft Modernization Effort
Flight2™ avionics solution transforms the flight deck to communicate in a next generation airspace.

Collins Aerospace FEBRUARY 27, 2019


Collins Aerospace will provide its Flight2™ aftermarket avionics solution to the Portuguese Air Force for its C-130H Hercules military transport aircraft modernization effort.

CEDAR RAPIDS (Feb. 27, 2019) - The Portuguese Air Force joins a growing list of customers that have selected Collins Aerospace for its C-130H Hercules military transport aircraft modernization effort. Serving as a contractor to OGMA – Industria Aeronautica de Portugal, Collins will provide its Flight2™ aftermarket avionics solution, which delivers the most cost-effective and lowest-risk CNS/ATM upgrade solution.“The Portuguese Air Force uses C-130s for a broad range of missions, including personnel and cargo transport, and even firefighting,” said Dave Schreck, vice president, Military Avionics & Helicopters for Collins Aerospace. “Modernizing to the Flight2 system provides their Air Force with the latest generation of avionics aimed at optimizing their operations while making the most of their budget and minimizing aircraft downtime.”

Flight2 transforms a federated analog system into a modern digital glass cockpit that provides commonality to commercial aircraft. Included in the avionics upgrade is a full glass cockpit with new primary flight displays, Required Navigation Performance/Area Navigation flight management system with high altitude release point, and computed air release point precision airdrop software. As part of the upgrade, Collins will leverage its Flight2 Mobility Mission Application (MMA) architecture, which allows customers to select from a super set of off-the-shelf capabilities. Customers using the MMA architecture can tailor the system to meet specific mission requirements, comply with regional communications navigation surveillance/air traffic management mandates, or simply to maximize capabilities for a given budget.

By upgrading to Flight2, the Portuguese Air Force’s C-130H will be in in compliance with the most recent International Civil Aviation Organization standards, while also equipping it with a tactical advantage in military operations. Collins Aerospace has delivered over 2,900 Flight2 solutions for military fixed wing and rotary wing aircraft. Of the 900 fixed wing Flight2 solutions, Collins has delivered or is on contract for 190 C-130s upgrades in 15 different countries. More C-130 upgrades have been fitted with avionics from Collins than from any other single provider in the world.

https://www.aviationpros.com/engines-components/aircraft-airframe-accessories/avionics/press-release/21070096/collins-aerospace-portuguese-air-force-picks-collins-aerospace-for-c130h-hercules-aircraft-modernization-effort?fbclid=IwAR0V4IQM4_APu0EKN3PWI_WSr10ItUsvFhedAgU88SmuiM7u9v_pdoR2RD0
« Última modificação: Fevereiro 28, 2019, 10:12:36 am por Charlie Jaguar »
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Major Alvega, NVF, tenente, Stalker79, MATRA

*

Lusitaniae

  • Membro
  • *
  • 105
  • Recebeu: 22 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +6/-3
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1148 em: Março 01, 2019, 11:12:40 pm »
Collins Aerospace modernizará aviônica dos C-130H da Força Aérea Portuguesa


https://www.cavok.com.br/blog/collins-aerospace-modernizara-avionica-dos-c-130h-da-forca-aerea-portuguesa/


Abbati, medico, potronoque intima pande
 

*

nelson38899

  • Investigador
  • *****
  • 4095
  • Recebeu: 239 vez(es)
  • Enviou: 242 vez(es)
  • +20/-1
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1149 em: Março 06, 2019, 01:36:32 pm »
Citar
O ministro da Defesa admitiu que comprar apenas quatro aeronaves baixaria o custo, mas frisou que essa opção não está em cima da mesa.
O ministro da Defesa Nacional disse hoje que a negociação com a Embraer para a aquisição de cinco aeronaves KC-390 está em "processo avançado de negociação" e reiterou que o valor inscrito não é negociável.


Numa audição na comissão parlamentar de Defesa Nacional, João Gomes Cravinho adiantou que a compra dos KC-390 "está em fase final de negociação" mas "ainda não há acordo", sublinhando que o Governo não irá "para além do que está estabelecido em termos de custos" na Lei de Programação Militar, de 827 milhões de euros no horizonte de 12 anos.


"A Embraer sabe disso, é uma condicionante absoluta", disse o ministro, que foi hoje ouvido na comissão de Defesa Nacional no âmbito do debate na especialidade da Lei de Programação Militar, aprovada na generalidade em janeiro, com os votos contra do BE e a abstenção do PSD, CDS-PP e PCP e os votos favoráveis do PS.


O governante disse que o processo está na "fase pré-final das negociações" e manifestou a esperança de que "haja condições para uma decisão nos meses mais próximos".


Após ter sido questionado pelo deputado do CDS-PP João Rebelo, o ministro admitiu que comprar apenas quatro aeronaves baixaria o custo mas frisou que essa opção não está em cima da mesa.


"O que está em cima da mesa atendendo ao limite financeiro neste momento é a aquisição de cinco", disse.


Sobre a compra dos KC-390, que irão substituir os aviões C-130, o ministro declarou que "há avanços muito significativos no plano técnico e financeiro" e que decorre uma "pausa" para ver se o raciocínio estratégico que esteva na base da opção pela Embraer "ainda é sólido".


"Precisamos de voltar a fazer reflexão na componente estratégica. Sobre se a Embraer é a melhor opção para Portugal", disse.


Quanto aos C-130, o ministro disse que está em curso na OGMA um processo de modernização que "é limitado" mas permite que as aeronaves cumpram "algumas missões menos exigentes", afastando a possibilidade de alienação daquelas aeronaves.


O ministro João Gomes Cravinho adiantou ainda que Portugal vai concorrer a financiamentos europeus para a capacidade de combate a incêndios mas no âmbito do DECIR [Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais] .


Questionado pelo deputado do PSD Pedro Roque sobre a ausência de verbas na LPM para a regeneração dos caças F-16, o ministro disse que as verbas serão provenientes do programa de alienação de algumas aeronaves à Roménia, num processo que "ainda não está concluído".


Seis novos Navios Patrulha Oceânicos, no valor de 352 milhões de euros [ME] , um Navio Polivalente Logístico, com uma previsão de 300 ME, um Navio Reabastecedor, com 150 ME, novos aviões de transporte tático, com 827 ME previstos, helicópteros de evacuação, com 53 ME, e o equipamento individual do soldado, no valor de 45 ME de euros, são alguns dos principais projetos da LPM.


Ao todo, entre novos e projetos de continuidade, a LPM prevê investimentos de 4,7 mil milhões de euros, até 2030.
"Que todo o mundo seja «Portugal», isto é, que no mundo toda a gente se comporte como têm comportado os portugueses na história"
Agostinho da Silva
 

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1150 em: Março 06, 2019, 04:00:49 pm »
Complementando o que aqui deixou o Nélson, do DN de hoje:

No DN de hoje:

Citar
(...) Sobre o programa dos KC-390, no valor de 827 milhões de euros, Gomes Cravinho disse que se está na "fase final de negociação" com o fabricante brasileiro Embraer - e reafirmou a garantia de que Portugal não investirá mais do que aquele valor definido na LPM. A empresa "sabe que isso é uma condicionante absoluta do nosso lado", sublinhou. (...)

https://www.dn.pt/poder/interior/ps-defende-ouvir-so-um-chefe-militar-sobre-o-reequipamento-das-forcas-armadas-10647986.html

Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

*

NVF

  • Investigador
  • *****
  • 2200
  • Recebeu: 752 vez(es)
  • Enviou: 1790 vez(es)
  • +81/-2
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1151 em: Março 06, 2019, 04:25:54 pm »
Acho que o mais importante que ele disse relativamente ao KáCê foi:

Citar
Sobre a compra dos KC-390, que irão substituir os aviões C-130, o ministro declarou que "há avanços muito significativos no plano técnico e financeiro" e que decorre uma "pausa" para ver se o raciocínio estratégico que esteva na base da opção pela Embraer "ainda é sólido".

Juliet anyone?
Everyone you will ever meet knows something that you don't.
- Bill Nye
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: Charlie Jaguar, MATRA

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1152 em: Março 06, 2019, 04:59:11 pm »
Acho que o mais importante que ele disse relativamente ao KáCê foi:

Citar
Sobre a compra dos KC-390, que irão substituir os aviões C-130, o ministro declarou que "há avanços muito significativos no plano técnico e financeiro" e que decorre uma "pausa" para ver se o raciocínio estratégico que esteva na base da opção pela Embraer "ainda é sólido".

Juliet anyone?

E talvez uma "pausa" também para ouvir o que possa ter a dizer a Lockheed Martin...  c56x1
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: NVF

*

Lusitaniae

  • Membro
  • *
  • 105
  • Recebeu: 22 vez(es)
  • Enviou: 3 vez(es)
  • +6/-3
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1153 em: Março 06, 2019, 05:00:49 pm »
Mais uma notícia nova, hoje no parlamento o ministro da defesa disse e cito:

"..Quanto à formação dos pilotos dos aviões de transporte tático KC-390, caso venha a concretizar-se a compra daquelas aeronaves à empresa brasileira Embraer, disse o ministro, "teria de ser no Brasil, a não ser [que Portugal] adquirisse o simulador, o que é extremamente caro"."

 Então mas o valor dos 832 milhões é sem o simulador?

Este negócio está cada vez mais kafkiano!

Abbati, medico, potronoque intima pande
 
Os seguintes utilizadores agradeceram esta mensagem: rbp

*

Charlie Jaguar

  • Investigador
  • *****
  • 1996
  • Recebeu: 763 vez(es)
  • Enviou: 364 vez(es)
  • +104/-22
Re: Programa de substituição do C-130
« Responder #1154 em: Março 06, 2019, 05:06:55 pm »
Mais uma notícia nova, hoje no parlamento o ministro da defesa disse e cito:

"..Quanto à formação dos pilotos dos aviões de transporte tático KC-390, caso venha a concretizar-se a compra daquelas aeronaves à empresa brasileira Embraer, disse o ministro, "teria de ser no Brasil, a não ser [que Portugal] adquirisse o simulador, o que é extremamente caro"."

 Então mas o valor dos 832 milhões é sem o simulador?

Este negócio está cada vez mais kafkiano!

Eu diria que é digno de ficarmos todos envergonhados, isso sim. Primeiro o Ministro disse que estudaram a hipótese de adquirir apenas 4 aeronaves mas que depois rapidamente chegaram à conclusão de que o número seria insuficiente e terão de ser 5; agora o simulador também já não vem... então mas somos nós que nos temos que vergar porque a Embraer não dobra? Assim todos poderão a partir de agora achar-se no direito de pedir mundos e fundos pelo que quer que seja. Mas que raio de posição negocial é esta?  ???
Saudações Aeronáuticas,
Charlie Jaguar

         "PER ASPERA AD ASTRA"
               (Por Caminhos Árduos, Até Às Estrelas)
 

 

Governo entrega substituição do Aviocar à espanhola CASA

Iniciado por Maginot

Respostas: 10
Visualizações: 4869
Última mensagem Maio 06, 2005, 10:10:47 pm
por Luso
Aberto concurso para a substituição dos Aviocar

Iniciado por Ricardo Nunes

Respostas: 37
Visualizações: 13115
Última mensagem Dezembro 28, 2004, 09:13:27 pm
por JNSA
Substituição dos AlphaJet por um novo avião de treino?

Iniciado por Marauder

Respostas: 27
Visualizações: 10757
Última mensagem Setembro 21, 2006, 03:30:41 am
por p_shadow
Substituição dos Allouette III

Iniciado por JNSA

Respostas: 788
Visualizações: 138795
Última mensagem Fevereiro 14, 2019, 12:26:30 pm
por alphaiate
Substituição dos Alpha-jet

Iniciado por pchunter

Respostas: 387
Visualizações: 83392
Última mensagem Março 09, 2019, 05:00:29 pm
por Charlie Jaguar