Projecto Embraer C-390

  • 1170 Respostas
  • 225961 Visualizações
*

Instrutor

  • Investigador
  • *****
  • 1310
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • Enviou: 1 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #75 em: Julho 31, 2010, 01:14:37 am »
Em todo o caso com a aquisição deste aviao em 6 unidades, e com a aquisição de 12 C295 estes terao funções mais internas e missoes proximas libertanto completamente os KC 390 para missoes no exterior e longe de casa. Contudo servirão prefeitamente para o transporte e reabastecimento dos nossos F16 é só adquirir o kit. Estanto 4 vocacionados para o transporte e 2  reabastecedores.
"Aqui na Lusitanea existe um povo que não se governa nem se deixa governar" voz corrente entre os Romanos do Séc. I a.C
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14541
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 804 vez(es)
  • +91/-90
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #76 em: Julho 31, 2010, 10:26:50 am »
Citação de: "Instrutor"
Em todo o caso com a aquisição deste aviao em 6 unidades, e com a aquisição de 12 C295 estes terao funções mais internas e missoes proximas libertanto completamente os KC 390 para missoes no exterior e longe de casa. Contudo servirão prefeitamente para o transporte e reabastecimento dos nossos F16 é só adquirir o kit. Estanto 4 vocacionados para o transporte e 2  reabastecedores.

Nós não precisamos de reabastecedores. Para ir aos Açores ou à Madeira chega e sobra para qualquer dos nossos actuais aparelhos (C-295 M, C-130, EH-101 e F-16).
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 212
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #77 em: Agosto 03, 2010, 10:05:00 am »
Alteração no projecto ( dimensões, capacidade de carga e motores ) anunciados na exposição de Farnborough

Citação de: "Cabeça de Martelo"
Nós não precisamos de reabastecedores. Para ir aos Açores ou à Madeira chega e sobra para qualquer dos nossos actuais aparelhos (C-295 M, C-130, EH-101 e F-16).
E se for preciso ir dar uma voltinha lá para os lados da Guiné, caso haja necessidade de dar apoio a uma evacuação ?
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14541
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 804 vez(es)
  • +91/-90
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #78 em: Agosto 03, 2010, 11:18:30 am »
Nunca iriam os F-16, qualquer intervenção é preciso a autorização do governo local, isso é trabalho para a Marinha e não para a FAP. Infelizmente como não temos NavPol tinhamos que pedir navios à Marinha Mercante.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

AtInf

  • Membro
  • *
  • 212
  • Recebeu: 6 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #79 em: Agosto 03, 2010, 01:47:42 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
Nunca iriam os F-16, qualquer intervenção é preciso a autorização do governo local

Governo? Qual governo??? Aquilo cada vez mais se parece com a famosa "Republica das Bananas". Consoante a fase da Lua,  se o dia é par ou impar tudo serve de pretexto para mais um levantamento militar, isto sem contar com o narcotrafico.
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14541
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 804 vez(es)
  • +91/-90
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #80 em: Agosto 03, 2010, 06:53:14 pm »
Podem mudar 6 em 6 meses, no entanto há um governo. Também há que referir que a comunidade Portuguesa hoje em dia limitam-se aos professores e alguns técnicos de programas de cooperação e apoio humanitário. Já não há a comunidade de várias centenas de pessoas que havia antigamente.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Smoke Trails

  • Perito
  • **
  • 328
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #81 em: Agosto 06, 2010, 05:27:11 pm »
Boa tarde,

C-390, A-400 e C-17.

Se Portugal tivesse dinheiro, o C-17 seria a escolha mais obvia por ser claramente superior ao C-390 e ao A-400. Como temos pouco dinheiro, deveríamos escolher o A-400.

A capacidade do C-390 é um pouco superior á do C-130, no entanto, é mais rápido a chegar do ponto A ao ponto B. Isso é importante num pais das dimensões do Brasil.

O A-400 é, claramente, superior a ambos. É mais caro porque, também é maior, consegue transportar tudo o que o C-130 e o C-390 conseguem e mais alguma coisa, com mais facilidade.

Comparativamente falando, escolhermos o C-390 seria como termos escolhido o C-235 para substituirmos o C-212. Escolhermos o A-400 será como termos escolhido o C-295 para substituir o C-212.

Quanto ao reabastecimento em voo, sem dúvida, o A-400 também vai ter esta capacidade.

Na realidade, nem devem ser comparados, porque não são da mesma classe. Enquanto A-400 tem quatro motores turbo hélice, é maior, transporta mais carga, é mais lento, e tem maior autonomia, o C-390 tem dois motores turbofan, é mais pequeno, transporta menos carga, é mais rápido, e tem menos autonomia.

Isto mais parece um “C-130 vs C-160” Parte 2. A Africa do Sul retirou os seus C-160 de serviço e modernizou alguns C-130 á espera do A-400, do qual já desistiu. A França acabou por comprar o C-130. A Alemanha ainda mantém os seus C-160 até á chegada do A-400.

O C-17 e o A-400 vieram preencher uma lacuna existente no Ocidente, de uma aeronave capaz de transportar cargas pesadas, e volumosas, com a capacidade de operar a partir de pistas não preparadas, logo, mais próxima da linha da frente.

Cumprimentos
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2884
  • Recebeu: 70 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +32/-18
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #82 em: Agosto 16, 2010, 03:58:58 pm »
Em 2003 foi considerada e apresentada a hipótese ao MdN a opção de 2 C-17 + 6 C-130H modernizados , pela Boeing, só que nunca passou disso, de uma proposta.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Smoke Trails

  • Perito
  • **
  • 328
  • Recebeu: 3 vez(es)
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #83 em: Agosto 16, 2010, 05:42:06 pm »
Boa tarde,

Citação de: "typhonman"
Em 2003 foi considerada e apresentada a hipótese ao MdN a opção de 2 C-17 + 6 C-130H modernizados , pela Boeing, só que nunca passou disso, de uma proposta.
Uma proposta irrealista, muito por causa da mentalidade de muitos portugueses, segundo os quais “nós não precisamos de armas porque ninguém nos vem atacar; e, se alguém o fizer temos a NATO para nos defender”.

Se esse dinheiro fosse para o futebol, ninguém se queixava, apesar das dívidas ao fisco, e, das “figurinhas” que os clubes e a Selecção Nacional por vezes fazem cá dentro e lá fora.

Cumprimentos
 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2884
  • Recebeu: 70 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +32/-18
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #84 em: Agosto 18, 2010, 08:49:52 pm »
Citação de: "Smoke Trails"
Boa tarde,

Citação de: "typhonman"
Em 2003 foi considerada e apresentada a hipótese ao MdN a opção de 2 C-17 + 6 C-130H modernizados , pela Boeing, só que nunca passou disso, de uma proposta.
Uma proposta irrealista, muito por causa da mentalidade de muitos portugueses, segundo os quais “nós não precisamos de armas porque ninguém nos vem atacar; e, se alguém o fizer temos a NATO para nos defender”.

Se esse dinheiro fosse para o futebol, ninguém se queixava, apesar das dívidas ao fisco, e, das “figurinhas” que os clubes e a Selecção Nacional por vezes fazem cá dentro e lá fora.

Cumprimentos

Não poderia estar mais de acordo, na altura os C-17 foram considerados "excessivamente grandes e caros". Mas seriam úteis para o transporte da QRF para o A-stan e para levar equipamentos pesados do exército para a Madeira aquando das cheias.
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14541
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 804 vez(es)
  • +91/-90
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #85 em: Agosto 22, 2010, 10:26:20 pm »
O QRF Português na ISAF tem os dias contados. Ficavas com aparelho super caro de adquirir e manter. O C-17 é demasiado "tudo", a FAP iria ficar com C-295M e depois passava logo para essa besta? Não devem viver no mesmo que eu. :?
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

typhonman

  • Investigador
  • *****
  • 2884
  • Recebeu: 70 vez(es)
  • Enviou: 8 vez(es)
  • +32/-18
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #86 em: Agosto 23, 2010, 08:36:47 pm »
Citação de: "Cabeça de Martelo"
O QRF Português na ISAF tem os dias contados. Ficavas com aparelho super caro de adquirir e manter. O C-17 é demasiado "tudo", a FAP iria ficar com C-295M e depois passava logo para essa besta? Não devem viver no mesmo que eu. :?

Na altura, 2003 seria: C-17 C-130MLU e C-27J
Artigo 308º

Traição à Pátria

Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:

a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele
 

*

P44

  • Investigador
  • *****
  • 7415
  • Recebeu: 244 vez(es)
  • Enviou: 379 vez(es)
  • +33/-130
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #87 em: Agosto 25, 2010, 02:37:00 pm »
Citar
   Chile Declares Its Intention of Participating Jointly with Brazil in the Development of a Transport Aircraft
   
   
(Source: Chilean Ministry of Defence; issued Aug. 24, 2010)
 
   
   (Issued in Spanish only; unofficial translation by defense-aerospace.com)
 


Chile will buy six Embraer KC-390s and will join Brazil in developing the aircraft, hoping to be assigned the production of a major component. (Embraer illustration)

The defense ministers of Chile and Brazil, Jaime Ravinet and Nelson Jobim, respectively, today signed a Declaration of Intent for the participation of our country in the development of the KC-390 military transport aircraft, which is carried out by the Brazilian aerospace firm Embraer.

Bilateral negotiations will define the terms and conditions of this participation, which will be implemented through the national aeronautics company, ENAER (Empresa Nacional de Aeronáutica), as stated in the declaration.

The document was signed by ministers during a visit to the facilities of the Chilean aerospace company this morning.

Brazilian Defense Minister Nelson Jobim said the project is relevant to both countries and that "there will be an integration for the construction of an aircraft that will be of major significance for the future,” as it will have a very large market when it becomes available just as the American C-130 Hercules reaches the end of its life."

The Brazilian state secretary added that ENAER was selected because "Chile has the capacity, expertise and know-how of other EMBRAER aircraft, like the Legacy, the Phenom, and the EMB-145. You will have a lot of work on that, "he said.

"We would like the project to develop, because it will bring a very important flow of technology to ENAER," stated Minister Jaime Ravinet.

The Chilean defense minister said that, along with providing job opportunities to our industry, participation in this project will "make us full partners with EMBRAER in the manufacture of aircraft for the world market."

"EMBRAER has achieved high levels of excellence and have been very large contractors and parts and these words will take on greater significance as we will make a substantial component, such as the fuselage and the ramp of the aircraft, and that's a huge challenge for ENAER that we hope to successfully meet, "he added.

The Memorandum of Understanding signed by the ministers is part of the good trade relations between the governments of Chile and Brazil, and of the sustained, long-term relationship between ENAER and EMBRAER since the beginning of the 90s.

Chile's participation in this program would increase Chilean capabilities in engineering and production of parts as well as contribute to the growth of the aviation industry in our country.


(EDITOR’S NOTE: In an earlier statement, the Chilean minister said that his country could participate in the training of Brazilian crews and support personnel of the future Scorpene submarines, similar to the boats already operated by the Chilean Navy.

(ends)

   
   
   Embraer Reveals Discussions on A Partnership with Chilean Aeronautics Industry for the KC-390
   
   
(Source: Embraer; issued Aug. 24, 2010)
 
   
   Chile’s Air Force declares its intention to acquire six of the military transport jets
 
 
   
   SÃO JOSÉ DOS CAMPOS, Brazil --- Embraer took part in a ceremony, today, in Santiago, Chile, where the Brazilian and Chilean Defense Ministers signed a Declaration of Intention for that country’s participation in the program of the KC-390 military transport jet.

Based on this agreement, Chile’s National Aeronautical Enterprise (Empresa Nacional de Aeronáutica – ENAER) becomes engaged in the discussions about the development of the airplane and in supplying part of its structure. The declaration also marks the beginning of negotiations regarding the future acquisition of six KC-390 aircraft to equip the Chilean Air Force (FACH).

“We recently received an unmistakable show of support for the KC-390 from the Brazilian government, with the declaration of intention for an initial acquisition of 28 of the aircraft by the Brazilian Air Force (FAB). We are very pleased to have Chile join is in this program,” said Orlando José Ferreira Neto, Embraer Executive Vice President, Defense Market. “We have an excellent relationship with ENAER, and we hope to see it grow even more via this partnership that not only reveals the high regard of the Chilean government for the KC-390, which we consider to be a winning product, but also shows our mutual interest in integrating the defense industrial bases of both countries.”

The successful partnership between Brazil and Chile dates back to the ‘90s, when ENAER began to stand out as a supplier of structures for the 50-seat ERJ 145 regional jet, manufactured by Embraer. In 2008, the FACH ordered 12 Super Tucano airplanes by Embraer for pilot tactical training missions, all of which have been delivered and are in operation.

“We are very pleased and proud to see that the quality of the work done by our personnel is being recognized, thus allowing use to participate in this new and relevant program for producing an aircraft like the KC-390,” stated ENAER’s CEO, General Pedro Bascuñan.

“Participating in the project brings benefits not only to Embraer and ENAER, but also to both nations, by generating jobs and boosting industrial development. The possibility of working together on the KC-390 program comes as an important alternative for stimulating the manufacture of aeronautical structures in our facilities. We are grateful for the interest shown by Embraer in working with us, every time they begin developing new aircraft, whether civilian, commercial, or military.”

Last July, at the Farnborough International Air Show, in England, Embraer and the FAB announced the intent of the Brazilian government to make an initial purchase of 28 KC-390 jets to renew the Air Force fleet. The agreement released today marks a new phase in the relationship between the two nations and between Embraer and ENAER.


Embraer (Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A.) is the world’s largest manufacturer of commercial jets up to 120 seats, and one of Brazil’s leading exporters. Embraer’s headquarters are located in São José dos Campos, São Paulo, and it has offices, industrial operations and customer service facilities in Brazil, China, France, Portugal, Singapore, and the United States. On June 30, 2010, Embraer had a workforce of 16,781 employees – not counting the employees of its partly owned subsidiaries – and its firm order backlog totaled US$ 15.2 billion.

-ends-

http://www.defense-aerospace.com/articl ... gram.html#
"[Os portugueses são]um povo tão dócil e tão bem amestrado que até merecia estar no Jardim Zoológico"
-Dom Januário Torgal Ferreira, Bispo das Forças Armadas
 

*

Cabeça de Martelo

  • Investigador
  • *****
  • 14541
  • Recebeu: 819 vez(es)
  • Enviou: 804 vez(es)
  • +91/-90
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #88 em: Agosto 31, 2010, 05:29:11 pm »
Citação de: "PRick"
Para quem queria ver a proporção entre a última versão do KC-390 e o C-130H, não é a versão alongada do C-130.

[]´s

7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais que os outros.

 

*

Kalil

  • Membro
  • *
  • 20
  • +0/-0
Re: Projecto Embraer C-390
« Responder #89 em: Setembro 02, 2010, 12:37:07 am »
Mesmo quando se atiram "postas de pescada", que é o que muitas vezes aqui fazemos, acho que se deve manter a racionalidade. Falar em C-17 para a nossa força aérea não faz qualquer sentido, para ninguém.

Em relaçao ao KC-390, creio que mesmo sendo um excelente projecto, vai ter de enfrentar uma dura batalha para entrar no mercado do transporte militar. A introdução de um avião turbofan no transporte tático será uma grande revolução na maioria das forças aéreas.

Acho que nos devemos associar ao projecto, isso será sempre positivo, e quando for altura, lá mais para a frente, equacionar a sustituiçao dos hercules pelo KC390, se este puder desempenhar as mesmas funções eficazmente.


Agora a minha "posta de pescada":

Devemos deixar de parte os devaneios acerca das nossas forças armadas, e não, não estou a dizer que não nos devemos preocupar com a sua capacidade e equipamento. Creio que o mais importante será actualizar as nossas forças de acordo com a realidade actual e com a que se prevê para as próximas décadas. Não se prevê necessidade de entrar em conflito em larga escala, nem de enviar grandes destacamentos de forças de combate para longe.

A missão das forças armadas recairá sobretudo:
1) na defesa do nosso território: controlo de fronteiras (tráfico de pessoas e bens), fiscalização da plataforma maritima, auxilio às populações em casos de grandes desastres (cada vez mais frequentes), coordenação com a proteçao civil e as varias policias;
2) Defesa preventiva do país atraves dos serviços de informação; creio que esta é uma área em que, devido à nossa presença em áfrica e na america do sul, podemos ser muito mais fortes e muito mais importantes para o resto da europa.
3) Destacar forças quer de intervençao no ambito da NATO, quer de ajuda humanitaria, para zonas distantes do territorio continental.

Acho que se devem equacionar os meios necessários ao cumprimento destas 3 funções de forma muito racional, pois quando não há dinheiro tem de haver engenho. Não vale a pena ter um C-17 no hangar, a ser pago às prestações, quando depois faltam helicópteros ligeiros para missões do dia a dia.

Cumorimentos
 

 

Impasse no projecto "EUROTRAINING"

Iniciado por paraquedista

Respostas: 10
Visualizações: 3459
Última mensagem Março 17, 2006, 06:29:27 pm
por Spectral